Browsed by
Autor: Ricardo Kotscho

Chamar mulher de “bonita e gostosa” é ofensa ou elogio? Cláudia Ohana sente falta

Chamar mulher de “bonita e gostosa” é ofensa ou elogio? Cláudia Ohana sente falta

Está na capa do UOL: “Cláudia Ohana fica triste por não ser chamada de `gostosa´ na rua”. Ela explica: “Acho que o momento está mais careta porque está radical demais, que é talvez para melhorar, ter um equilíbrio (…). É uma pena, antigamente você andava na rua e várias pessoas assoviavam e chamavam de gostosa. Hoje não pode mais, você fica triste”. A matéria da repórter Marcela Ribeiro, que não pode ser chamada de machista e misógina, justifica a tristeza…

Leia Mais Leia Mais

Novo governo, velhas ideias, incertezas: em que se pode ter esperanças para 2019?

Novo governo, velhas ideias, incertezas: em que se pode ter esperanças para 2019?

Até os votos de Bom Natal e Feliz Ano Novo desta vez estão mais tímidos, quase pedindo desculpas. Já repararam? As mensagens neste final de 2018 são feitas de poucas palavras, apenas para cumprir a tabela do calendário, sem nenhum entusiasmo, e pouca esperança verdadeira, além dos jargões habituais. Sabemos que ninguém vive sem esperança, mas o clima do país, carregado de incertezas e velhas ideias, não está ajudando a encontrar motivos para grandes comemorações na passagem do ano. Se você…

Leia Mais Leia Mais

De vendedora de açaí a personal trainer, o staff de Jair Bolsonaro na Câmara

De vendedora de açaí a personal trainer, o staff de Jair Bolsonaro na Câmara

“Ah, pelo amor de Deus, pergunta para o meu chefe de gabinete. Eu tenho 15 funcionários comigo”, desabafou Jair Bolsonaro, já eleito presidente, quando os repórteres lhe perguntaram sobre o que fazia em seu gabinete de deputado a funcionária Nathalia Melo de Queiroz. De camiseta, encostado num carro na entrada do seu condomínio na Barra da Tijuca, o capitão parecia visivelmente acuado diante das câmeras e microfones, cercado por um batalhão de jornalistas e seguranças. Fiquei pensando: se ele não…

Leia Mais Leia Mais

Não vai ter outro AI-5, nem precisa: a eleição legitimou a nova ordem

Não vai ter outro AI-5, nem precisa: a eleição legitimou a nova ordem

Aos que me perguntam se, 50 anos depois, corremos o risco de ter um novo Ato Institucional Nº 5, o golpe dentro do golpe da ditadura militar, respondo com convicção: não, não há perigo. Nem precisa. As circunstâncias hoje são completamente diferentes daquela época. A nova ordem que se instala no dia 1º de janeiro de 2019 já começa legitimada pelas urnas, com todos os instrumentos para impor seus projetos de poder, um governo ultraliberal na economia e ultraconservador nos…

Leia Mais Leia Mais

“Mito” diplomado mostra que vai governar como fez campanha: por fake news

“Mito” diplomado mostra que vai governar como fez campanha: por fake news

Ao ser diplomado presidente da República no TSE, nesta segunda-feira, Jair Bolsonaro foi recebido aos gritos de “Mito” pela seleta platéia de seguidores. De fato, a sua eleição está mais ligada à mitologia nativa que cria tipos como João de Deus do que à escolha racional de um país civilizado do século 21. Num texto mais adequado ao Facebook do que à pomposa cerimonia da diplomação de um presidente, a única coisa útil do seu discurso mambembe, lido com dificuldade,…

Leia Mais Leia Mais

Tudo faz muito tempo: os Direitos Humanos, o ocaso da “Geração 68”, o AI-5 e a Ilustrada

Tudo faz muito tempo: os Direitos Humanos, o ocaso da “Geração 68”, o AI-5 e a Ilustrada

Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018. No meu calendário da vida, hoje não é um dia qualquer. Por isso, peço licença aos leitores para escrever um texto de memórias pessoais que se confundem com o que aconteceu no país nos últimos 70 anos. Tudo faz muito tempo. Ao terminar de ler o jornal, com as várias efemérides da semana, embaralham-se na minha cabeça boas e más lembranças, e a noção do tempo passado. Para quem nasceu em 1948, mesmo ano…

Leia Mais Leia Mais