Não basta só o silêncio de Bolsonaro. Tem que tirar a caneta e o celular

Não basta só o silêncio de Bolsonaro. Tem que tirar a caneta e o celular

Desde a prisão de Queiroz e o cerco da Justiça à família, o sempre falante presidente Bolsonaro recolheu-se a um obsequioso silêncio, uma sábia providência pela qual o país só tem a agradecer. Mas só isso não basta. Para a tranquilidade geral da nação assolada por várias crises, seria necessário que os generais do Palácio do Planalto também recolham a caneta e o celular do capitão. Agora, com a quarentena compulsória imposta pelo coronavírus, que o obriga a passar duas…

Leia Mais Leia Mais

No governo da morte, Bolsonaro sem máscara é vítima dele mesmo

No governo da morte, Bolsonaro sem máscara é vítima dele mesmo

Ao sentir os primeiros sintomas de uma”gripezinha” na segunda-feira, Bolsonaro correu para fazer exames no Hospital das Forças Armadas, o único que ele visitou várias vezes durante a pandemia. Por via das dúvidas, tomou logo duas doses de cloroquina, e disse que já estava se sentindo melhor. Na manhã desta terça, meio sem graça, ele confirmou que o resultado deu positivo. Bolsonaro tanto fez que se tornou mais uma vítima do coronavírus. Debochando da pandemia que já matou mais de…

Leia Mais Leia Mais

Covid-19 mata mais pretos e pobres: a autópsia da desigualdade e do racismo

Covid-19 mata mais pretos e pobres: a autópsia da desigualdade e do racismo

No rastro das mais de 65 mil mortes provocadas pela pandemia de Covid-19, duas chagas da sociedade brasileira foram escrachadas como nunca antes: a profunda desigualdade social e o racismo estrutural. Na verdade, desigualdade e racismo andaram juntas desde sempre neste país que normalizou a escravidão e a injustiça social, onde crescem a concentração de renda, de um lado, e os níveis de miséria, de outro. São pretos, pobres e indígenas os que mais morrem nos hospitais, quando conseguem vaga…

Leia Mais Leia Mais

Futebol sem torcida é como Carnaval sem música ou uísque sem álcool

Futebol sem torcida é como Carnaval sem música ou uísque sem álcool

Assisti neste domingo ao clássico Fluminense e Botafogo, pelas semifinais da Taça Rio, meu primeiro jogo de futebol ao vivo, após mais de 100 dias de rígida quarentena. Foi também o primeiro jogo transmitido pela Globo, em meio à sua guerra particular com o Flamengo, e Bolsonaro no meio, mas esse assunto deixo para o Juca Kfouri. Não gostei do que vi. É estranho demais, muito sem graça, mais ou menos como um baile de Carnaval sem música, fumar cigarro…

Leia Mais Leia Mais

Empresa destrói lavoura do MST destinada a doação de alimentos na pandemia

Empresa destrói lavoura do MST destinada a doação de alimentos na pandemia

Essa notícia você não vai ler em nenhum jornal nem ver na televisão. Vem de um outro Brasil, que está fora da mídia. Aconteceu na sexta-feira, nos fundões do Brasil, lá onde a vida pulsa e a solidariedade move o trabalho de trabalhadores rurais, no acampamento Valdair Roque, de Quinta do Sol, no Paraná, que plantam hortaliças para doar a famílias carentes durante a pandemia. Logo cedo, Victor Vicari Rezende, um dos proprietários da área, que pertencente à Usina Sabarálcool,…

Leia Mais Leia Mais

Agora é oficial: Rio abre a temporada da esbórnia, sem máscara

Agora é oficial: Rio abre a temporada da esbórnia, sem máscara

Um a um, prefeitos e governadores foram cedendo à pressão dos comerciantes e autorizaram a reabertura de bares e restaurantes pelo país afora, como queria Bolsonaro, desde o início. A temporada da esbórnia foi aberta na noite de quinta-feira, no Rio, em grande estilo. Imagens, que correram o mundo, mostram um verdadeiro carnaval fora de época no Baixo Leblon, em Copacabana e em bairros da zona oeste, todo mundo sem máscara, copos na mão, confraternizando como nos velhos tempos, ignorando…

Leia Mais Leia Mais