Não tem mais jeito: o que se discute agora é como e quando Bolsonaro vai cair

Não tem mais jeito: o que se discute agora é como e quando Bolsonaro vai cair

Renúncia? Internação? Impeachment? Golpe dos generais?

Como diria o êmulo Trump, todas as opções estão sobre a mesa, mas uma coisa é certa: Jair Bolsonaro não tem mais condições políticas, mentais e morais para governar o país.

Já não tinha quando tomou posse. Mas, de lá para cá, tudo só piorou _ para ele e para nós.

O país esta perto de um colapso político e econômico sem precedentes na nossa história.

Antes de completar cinco meses no poder e de começar a governar, o tempo do capitão já acabou.

Quem ainda sustenta Bolsonaro e quer a sua permanência? Quem vai sair às ruas para defender seu desgoverno?

Cada vez mais isolado e raivoso, ele mesmo já falou em impeachment num dos confrontos com os jornalistas na sua escalafobética viagem relâmpago a Dallas para fazer uma homenagem a ele mesmo.

“Nossa senhora, hein? É uma Lava Jato aí. Vai fundo, tá ok? O objetivo é me atingir”, deixou escapar logo cedo, ao ser perguntado sobre o Queirozgate que está fazendo uma devassa no modus-operandi dos bolsonaros.

Ainda atordoado com as grandes manifestações contra seu governo na véspera, as maiores desde o Fora Collor, o capitão saiu atirando para todo lado.

“Não vão me pegar!”, bradou Bolsonaro, mas agora é tarde. Já pegaram, como ele pode constatar ao ler a Folha de hoje:

“Apuração sobre Flávio pode avançar sobre milícia, PSL e primeira-dama”, informa o jornal na página A8.

Para completar, os editoriais dos três principais jornais brasileiros nesta sexta-feira já decretaram o fim do seu governo.

O Globo – “Não é possível governar assim. Não se governa por meio de confrontos”.

Estadão – “Hostilidade como método”. No texto, o jornalão conservador, que apoiou sua candidatura, constata que “Bolsonaro age como um chefe de facção”.

Folha – “Idiotia inútil”. Começa assim: “O obscurantismo agressivo do governo Jair Bolsonaro (PSL) converteu o crucial debate sobre o financiamento do ensino superior público, já tardio no país, em um confronto de bandeiras ideológicas”.

Com a economia e a articulação política em frangalhos, sem conseguir entregar as reformas prometidas, Bolsonaro já perdeu o apoio da mídia e do mercado que bancaram o Fora PT.

Só faltava o povo nas ruas. Não falta mais. Novas manifestações já foram marcadas para o dia 30 e uma greve geral está sendo organizada para 14 de junho.

Só as redes sociais dos guerrilheiros de internet do filho Carlucho 02 não vão segurar Bolsonaro no poder.

Ao contrário, agora com sinal invertido, podem apressar a sua queda, como mostram as pesquisas feitas pelos jornais após os protestos contra o governo esta semana.

Em guerra permanente, Bolsonaro abriu várias frentes de batalha ao mesmo tempo _ e perdeu todas.

Até o inacreditável gurú Olavo de Carvalho (de onde saiu isso?) já pulou do navio e avisou que não vai mais se meter na política nacional.

Restou a Bolsonaro a companhia apenas dos três belicosos filhos parlamentares, que só lhe causam problemas.

Triste fim de um capitão expulso do Exército, que passou 30 anos escondido no baixo clero da Câmara, e achou que poderia ser presidente da República para se vingar dos seus inimigos reais ou imaginários.

Alguém precisa avisar o presidente que a Guerra Fria já acabou faz tempo, mas acho que agora não adianta mais.

Enquanto se procura uma “saída institucional” para tirar o estorvo do Palácio do Planalto, com o vice general Mourão ou com Rodrigo Maia, o herdeiro do centrão de Eduardo Cunha, não para de crescer o número de desempregados e de moradores de rua jogados nas calçadas.

O que virá depois de Bolsonaro? É a pergunta que mais se houve agora, diante da terra arrasada pela “nova política”, que fez o país retroceder 50 anos, ou mais.

Perdeu, capitão. Acabou a brincadeira de fazer arminha com as mãos.

Vida que segue.

 

29 thoughts on “Não tem mais jeito: o que se discute agora é como e quando Bolsonaro vai cair

  1. Eu sou contra o impeachment, não por simpatia ao boçalnarismo mas sim pela democracia. Ainda que, teoricamente, existam motivos, como a divulgação do vídeo escatológico pelo presidente da República, eu prefiro que ele termine seu mandato ou então renuncie, o que seria bem provável para um incapaz feito o Bolsonaro. Temos que prestigiar a democracia mesmo com este governo que eu prefiro nem adjetivar.

  2. Que vá tarde.. Pelo menos agora, teremos um vice bem mais competente do que foi Michel Temer, que era mais do mesmo, parceiro de primeira hora das falcatruas do governo do qual ele era vice. Que venha o Mourão…

  3. “Renúncia? Internação? Impeachment? Golpe dos generais?”

    Mas impeachment não depende de crime cometido durante o mandato (no da Dilma não queriam aceitar nem os que ela cometeu no primeiro mandato)? Golpe militar agora é aceitável?

    Quanto ao “quando?” é mais fácil responder: 1° de janeiro de 2023.

    1. Ernesto, o que não é aceitável, é um governo que quer governar por decretos (feito O Maduro na Venezuela), que joga a culpa de sua incompetência, irresponsabilidade, falta de rumo nos outros dois Poderes da República.
      Aliás, não acho nada mais democrático do que o Impeachment para ceifar governantes autoritários e/ou corruptos.

  4. A arrogância, o despreparo e as grosseria do capitão eleito condizem com a equipe por ele montada. se não bastasse, ainda há pitacos de um tal Olavo e a torcida organizada cujo QI equivale ao QI de amebas. DESSE JEITO NÃO HÁ GOVERNO QUE RESISTA NO PODER. DESSE JEITO É MELHOR RECOLHER AS ARMAS E INVESTIR NAS ESCOLAS E NAS ESCOLHAS.

  5. Era de se esperar o fracasso e o fiasco desse governo, arrogantes e cínicos. Não entendo o que passa na cabeça de uma pessoa que sabe que não tem competência nenhuma em todos os sentidos achar que pode ser presidente da república, triste fim. Pede pra sair que fica mais bonito.

  6. veja e bom lembrar que tudo isso comessou com o indiota do aecio com o apoio dos seus eleitores da elite e da grande imprenssa a nao aceitar a vitoria da presidente dilma convocou o verdadeiros corruptos desse pais para protestar contra a corrupçao , logico com o apoio da lava jato e e seu mestre sergio moro,todos nos sabiamaos que esse processo nao teria fim ,temer,aecio ,fhc,bolssonaro,juca,eduardo cunha sao tudo farinha do mesmo saco ,globo estadao,bandeirantes e seus datenas,sbestera de televisao,luciana gimenez, isto e e tantos outros que bricaram com a nossa inteligencia ,ha agora eles vao abraçar o ciro gomes,aquele pateta,,,,

  7. Boa essa: ‘ me armo de livros e me livro de armas”
    Ines é quase morta, sem duvida.
    Nao gosto muito disso. Prefiro que a elite da casaGrande e os crasse média entojados engulam esse cálice de sabor nojento por mais um bom tempo. Enfim ate ficar claro quem é que fez o que, e para quê… e quem sofreu de alucinaçao hipnótica em out de 2018.
    E ja vi gente lamentando que o Chuchu e o Meirelles estariam fazendo melhor… A resposta lhes foi: mas nao foram voces e amigos que aceitaram por 4 anos, diariamente pela plimplim a demonizaçao da politica, e portanto de TODOS os politicos?
    Explodam-se.

  8. Caro Kotscho, em Brasília, os boatos correm mais do que o Usain Bolt e, como diria o Barão de Itararé, “há alguma coisa no ar, além dos aviões de carreira”.

  9. Até hoje procuro enteder o que passou na cabeça dos 57 milhões de enganados, tudo estava tão esclarecido e informado,o Mito não ia para debate, não sabia e não sabe se expressar e não mostrou um plano de governo e se deixaram levar pelo capitão.isso era uma trajedia anunciada.haaa falta de opção? Negativo,tínhamos 13 candidatos para escolher fora ele.Deus tenha misericórdia dessa nação chamada BRASIL.

  10. Hora do rescaldo,capitão general da incompetência.
    Arminha em brasa de vergonha, metralhou a si mesmo.
    Piada mundial. Superou Neymar, capitão cai cai. O povo perdoa Neymar, general com a bola nos pés. Boçalnaro, capitão general cai cai, rescaldo já em curso.

  11. …só um completo idiota, um imbecil em estado terminal, poderia acreditar que um bosta como o bostonaro, que passou 28 anos na câmara totalmentte alheio aos problemas do Brasil, apenas administrando os repasses dos seus auxiliares laranjas, poderia acreditar que esta escória poderia governar o nosso país.
    Agora é esperar pelo fiasco do tal de Mourão, pois só faltam os milicos para que se cumpra o vaticínio da Dilma…não ficará pedra sobre pedra.

  12. O governo Bolsonaro não é de longa duração… Se ao menos eles viesse a público explicar porque se submete tanto ao filho Carlos, talvez compreendêssemos a cruz que carrega e tentássemos ajuda-lo. Assim, a seco, não dá.

  13. Prezado Kotscho: Um diálogo: “Como vai seu pai dentista prático em Glicério e no Vale do Ribeira? Vai bem e morreu feliz dando o golpe. E você? Segui a orientação do meu pai e comecei lambendo os coturnos do exército brasileiro no Vale do Ribeira e depois acabei dando o golpe também. E seus filhos? Herdaram esse meu dna de sacanagem carnal e política e a praticaram lá no nosso condomínio da Barra esse dar o golpe de família. Mas capitão, na sua família não tem ninguém que gosta de não dar o golpe? Não tem, nem minha mãe e nem minha irmã.”

  14. País de miseráveis. Manipula-se com facilidade. A alta mídia venceu. Os dominantes não tem compromisso com ninguém. Ditadura dos idiotas presenteou Trump com a base de foguetes de Alcântara. O mundo corre de Boçalnaro, qual diabo corre da cruz. O exército cansou e parece fazer o mesmo. Com odioso discurso, manipularam o povo pobre contra o PT. O Brasil é um Banco particular dos ricos. Pior do que terrorismo. A inflação come solta e os poderosos ficam mais famintos. A imprensa perversa participa desse conluio. Roda o mesmo “disco” todo dia. Solução? E querem? São carrapatos nas tetas do desgoverno eleito por 57 milhões de manipulados idiotas. Estou com medo desse presidente fantoche. E se um “queiroz fardado” bater à porta de minha casa? Meu vacilo foi sufragar o infame Bolsonaro. Um tsunami de arrependimento invadiu minha alma, que até “arminha” fez, tirando sarro do petista meu vizinho. Semana passada, ele voltou da feira e segurando o riso, presenteou-me com uma mandioca. Saiu sem dizer uma palavra. Fiquei por entender. Minha mulher ficou escandalizada e correu pro tacho de sabão.

  15. Ainda tenho minhas dúvidas sobre a queda do Capitão. Na política tudo é possível. Sei não, acho que vai se arrumar um jeito dele e seus “pimpolhos” se postarem como figuras decorativas. Enquanto isso, o Mourão vai dando as cartas e promovendo encontros fora do pais. E Maia, com seu jogo duplo, fazendo política de bastidores para alcançar, quiça, o poder. Aguardemos.

  16. Uma observação sobre o López Rega* do Bolsonaro, Olavo de Carvalho: quando comecei a trabalhar em uma livraria aqui do Rio, a famosa coletânea de artigos dele liderava folgadamente o top-five de não-ficção. Certa vez, me aventurei em ler por alto um dos artigos dele. Estava criticando um filósofo russo e a minha leitura seguia um ritmo normal até que me deparei com a seguinte frase: “Então fulano parece que resolveu pensar com a cabeça do p…”. Fechei o livro com tanto ímpeto que até assustei um pouco quem estava próximo.

    * López Rega, um esotérico, foi o guru da ex-presidente argentina Isabelita Perón, durante a década de 1970.

  17. O que e quanto eles vão sem duvida alguma, oferecer – a ele e à familia – para que o capitão trabuco renuncie e saia de fininho? Nao se imaginae pouca coisa.
    Mas ve-se que esta hipotese colocaria o ex juizeco, o marreco de Maringá num sinuca indigesta.

  18. Vamos aguardar, muita gente falou que o governo dele não chegava a abril, mas ele está indo e vai. Ricardo Kotscho, ponha sua barba de molho, nem renúncia, e nem impeachment, ele fica até o final. Esse é o vaticínio.

  19. Esse governo tem que cair de podre, seus eleitores são os responsáveis, a mídia tradicional é responsável. Quem tem que derrubá-lo é o povo na rua, precisa ser mais atuante, brigar mais.
    Triste país!!!!!

  20. Queria saber onde andavam esses jornais quando esse traste se candidatou…como sabemos o que eles fizeram no verão passado e em todos os outros, não vão defender nada que nos convenha. Sem essa de que esse vice vai resultar diferente. Taí uma ilusão que a gente não deve ter.
    LulaLivre, direitos já, eleições diretas já! É por isso que temos que ir pras ruas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *