Exército fuzila músico com 80 tiros e repórter da Globo é ameaçado de morte

Exército fuzila músico com 80 tiros e repórter da Globo é ameaçado de morte

“Acho que não tem tanta notícia ruim” (Jair Bolsonaro, no domingo, ao comentar pesquisa Datafolha).

***

No mesmo domingo, uma patrulha do Exército fuzilou com 80 tiros o carro em que se encontrava o músico Evaldo Rosa dos Santos, de 51 anos, que passeava com sua família.

Por ter feito uma reportagem sobre o bárbaro crime, exibida no “Fantástico” da TV Globo, o jornalista Carlos de Lannoy, foi ameaçado de morte em mensagem enviada ao seu Instagram:

“Se você escolher falar merda e defender bandido, a escolha é sua. Seu merda! Se for errado, paga com a vida. Mexeu com o exército, assinou sua sentença! Sua família vai pagar! Aguarde as cartas”.

Pelo Twitter, o repórter denunciou a ameaça:

“Minutos depois de fazer reportagem no Show da Vida sobre mais uma morte em blitz do Exército, recebi essa ameaça no meu Instagram. Não ficará assim”.

Manchete do portal da Folha Online nesta segunda-feira:

“Esperança na economia do Brasil piora depois da posse de Bolsonaro”.

O presidente tem toda razão de reclamar de tanta notícia ruim, principalmente para ele.

O pior é que é tudo verdade. Quem ainda aguenta ver e ler tanta desgraça?

Basta pegar qualquer jornal, ligar o rádio ou a TV, dar uma olhada nas últimas notícias dos portais, e procurar algo de bom acontecendo no Brasil. Não tem.

Começar com estas manchetes mais uma segunda-feira é para desanimar qualquer cidadão.

Que dizer então dos investidores que poderiam fazer a roda da economia voltar a girar?

Em que país civilizado a polícia assiste placidamente à agressão de três trogloditas contra uma mulher, como aconteceu no mesmo domingo, na avenida Paulista?

Aonde mais, além do Rio, se vê agentes do Exército fazendo uma blitz armada de fuzis e alguém ainda ameaça de morte o repórter que cobriu mais uma tragédia carioca?

Estamos batendo todos os recordes de insanidade, com o governo de turno vivendo numa realidade virtual, e seus seguidores em guerra permanente contra a população desarmada.

Agradeço se o caro leitor ou leitora me der um bom motivo para escrever coisas mais agradáveis.

Não adianta xingar o cronista do cotidiano, nem a janela por onde ele acompanha as barbaridades que estão acontecendo nas ruas do nosso país, anestesiado pelo medo.

Nossas vidas são ameaçadas por aqueles que nos deveriam proteger.

“Ele só repete: cadê meu pai? E eu não tenho resposta”, relata o irmão do menino de 7 anos que viu o músico ser assassinado dentro do carro em que a família passeava no domingo.

O entregador Daniel Rosa, filho mais velho de Evaldo Rosa dos Santos, está revoltado com o que aconteceu, e quer a punição dos militares:

“O presidente Jair Bolsonaro disse que o Exército veio para proteger a gente e não parar tirar vidas. Quero uma resposta dele também”.

Até hoje, o Brasil espera uma resposta sobre os mandantes dos assassinatos da vereadora Marielle e do motorista Anderson, fuzilados um ano atrás, e de tantos outros crimes sem solução.

Vida que segue, por enquanto.

 

18 thoughts on “Exército fuzila músico com 80 tiros e repórter da Globo é ameaçado de morte

  1. Há dias que parei de postar e compartilhar notícias e análise sobre a conjuntura. A situação é angustiante demais. São muitas provocações, devaneios, erros grosseiros e decisões ( quando toma alguma) equivocadas e puro retrocesso . Cruzes credo. Agora estou pedindo aos bolsinaristas para encontrarem logo ” Jesus na goiabeira “. Quem sabe assim este governo tenha pelo menos um rumo.

  2. Kotscho, já disse aqui e repito: o Brasil, hoje, já tem mais nazistas e fascistas do que a Alemanha e a Itália nas décadas de 30 e 40 do século passado.
    Bestas quadradas e retangulares estão à solta.
    Quanto ao músico Evaldo, está na cara que ele foi fuzilado também por causa da cor de sua pele.
    Racismo neste País é uma monstruosidade.
    Seu Chico precisa benzer o Brasil.

  3. Caro amigo Kotscho,estamos vivendo e vivenciando um estado de Barbárie patrocinado pelo estado e seus agentes.
    Agora conforme o pacote ante-crime do sinistro mouro,os soldados não responderão pelo crime por se enquadrarem no “excludente de inlicitude”,agiram sobre forte emoção e deram somente 80 tiros de advetência no carro de um suspeito(suspeito de que?)
    Esta implantada no brasil a pena de morte, e os militares nas ruas acusam os pobres ,julgam , executam a pena de morte destas pessoas conforme suas convicções (não pecisam de provas) só convicções como bem defendia o sinistro muoro em suas sentenças na época que era juizeco em curitiba!
    Morrerão inocentes? sim, mas será apenas dano lateral em em prol do bem maior: O exterminio de todos os bandidos pobres deste pais,levando em consideração que todo pobre de periferia pra polícia é suspeito e se for pobre,de periferia e negro ao olhos da policia com certeza é bandido!
    E como não tem rico bandido neste pais(kkk) é melhor os pobres juntar um dinheirino para investir num colete a prova de balas porque serão os alvos preferenciais!
    Força amigo! Estamos juntos na resitência!!

  4. Só na cabeça de um insano dizer que não tem tantas notícias ruins, nunca teve tantas juntas e diárias como agora, isso sim. Em relação ao que aconteceu com esse pai de família no Rio, é só o começo, nunca vi tantas mortes no noticiário envolvendo polícia, o linguajar “bandido bom é bandido morto”está em pleno vapor, infelizmente.

  5. Uns consideram vivermos à “mediocridade sem modéstia”, outros à “desinibição do pior”, e de fato, imodestamente, estamos no melhor do pior, Mestre.
    A classe dominante, posseira do Brasil, não entende o problema do ‘guarda da esquina’, por não querer entende-lo, ao querer que permaneça ‘solução’ a mante-la no poder, via forças de ocupação, política, jurídica, midiática e armada, tanto que Fernando de Barros e Silva, em 06/10/18, cravou na Piauí: “(…) O país está muito perto de eleger presidente da República o guarda da esquina do AI-5”, sem imaginar o futuro sinistro da justiça a justificar excesso da ‘guarda’, se decorrido de “escusável medo, surpresa ou violenta emoção”, afinal..:
    “A carne mais barata do mercado é a carne negra
    Que vai de graça pro presídio
    E para debaixo do plástico
    Que vai de graça pro subemprego
    E pros hospitais psiquiátricos
    A carne mais barata do mercado é a carne negra
    Que fez e faz história
    Segurando esse país no braço
    O cabra aqui não se sente revoltado
    Porque o revólver já está engatilhado
    E o vingador é lento
    Mas muito bem intencionado
    E esse país
    Vai deixando todo mundo preto
    E o cabelo esticado…”

  6. Pena de morte e sem passar pelo Congresso de merda, digo: de Maia e de Alcolumbre. Que me perdoem as raríssimas e honrosas exceções. Nesse cassino, tem muita gente dando as cartas. De bom, tem o São Paulo na final com o Santos.

  7. O que se aprende nas Forças Armadas do Brasil? Cadeia preles, 80 tiros, 80 anos de cadeia pra cada militar. Será que esses militares também tem seus “gilmares mendes” em seus tribunais especiais? Credo.

  8. Queria saber quem manda neste país? Alguém se habilita? Eu perguntei quem manda? E não quem pensa que manda. Outra coisa, aonde fica a lojinha que vende pijama de general? Ameaçaram o repórter da Globo? Bem feito, vocês pediram.

  9. Pensam muitos ter recebido uma autorização de cima para matar tudo o que lhes parece suspeito. Foi assim no Ceará pouco antes da posse, mas já refletindo o espírito vigente: com despreparo absoluto, reféns mortos junto com os bandidos. A escala da matança antecipada por inferência amadora ganha corpo velozmente. Estímulo não lhe falta. Imaginem quando esta vontade de agir, tirada de algum filme escroto, tiver uma arma na mão.
    Os imbecis estufam o peito em todos os lugares. Onde estava esta gente toda? Onde se escondiam estes infelizes. Hibernando no sofá, cultivando em estufa sua mediocridade ressentida em redes bolsais. Alerta! Para a extrema direita mundial o plano é a terra (dizem isso), para sua massa de manobra no país a terra é plana: descontrolados, todos eles deslizam furiosos de patins na nossa direção. Não nos iludamos com a aparência de desencontro: o objetivo deles não é alcançar o país, mas sim chocar-se conosco.

  10. Prezado Kotscho; De fato “O presidente tem toda razão de reclamar de tanta notícia ruim, principalmente para ele”, mesmo porque a própria notícia ruim é ele mesmo nesse governo medíocre. E vem aí mais um boçal já que “Uma das características que Jair Bolsonaro mais admira em Abraham Weintraub, o novo ministro da Educação, é o seu “viés ideológico” e a forma rude como ele trata o petismo. Ele se refere a Lula como “Nove Dedos”. Xinga o ex-presidente petista de “sicofanta” (patife, impostor)”, segundo o informa o Blog do Josias no UOL de 09/04/2018.

  11. Acho que não tem tanta coisa ruim. a) Jair.
    O Presidente tá certo. Seu governo nem começou a engatinhar. Até aqui, dor de barriga, muito choro e diarreia. A cada soluço, troca-se o Ministro, quase todos anencéfalos. Vamos ver depois dos 100 dias. Nem trocar fraldas, esses Ministros sabem. Ai, o rebento mija na cara de todos os “ungidos pelas urnas”. Acho melhor, in dúbio, recomeçar a contar os 100 a partir de amanhã. Fizeram até hoje um treino em campo de terra batida e esqueceram a bola, mas a torcida compareceu, e ela, ainda nem se organizou. Apenas vaias. O neném tá chorando e acabaram as fraldas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *