Acabou o Brasil?

Acabou o Brasil?

“Estamos anestesiados com tanta bizarrice e tolerando o intolerável, o absurdo” (Eduardo Moreira, economista).

***

Uma onda de vergonha e indignação tomou conta das redes sociais desde o início da visita da trupe de Jair Bolsonaro aos Estados Unidos.

São tantas as ofensas grosseiras e agressões ao povo brasileiro, à nossa história como país independente, que as pessoas já não sabem mais nem o que dizer. Nem eu.

A impressão que dá é de vivermos o fim dos tempos e nada mais nos resta a fazer. Acabou o brasil?

Fora das redes sociais, a vida segue como se nada estivesse acontecendo.

Parece que estamos mesmo todos anestesiados diante do acúmulo de barbaridades e sabujices sem fim cometidas nas últimas 48 horas.

Tudo mais perdeu sentido e importância, mas os comentaristas da TV tratam esse esculacho presidencial com a mais absoluta normalidade, até acham graça do que está acontecendo.

O pior de Jair Bolsonaro é que se trata de um homem de palavra: está fazendo tudo o que prometeu na campanha eleitoral. Ninguém pode reclamar.

Como ele mesmo afirmou logo após sua chegada a Washington, primeiro é necessário “desconstruir o Brasil para livrá-lo do comunismo”, e depois pensar em construir um outro país.

Que novo país será esse nem o próprio capitão sabe dizer, em seus delírios megalomaníacos de napoleão de hospício, que pensa ser igual ao seu idolatrado êmulo Donald Trump.

Primeiro, ele resolveu entregar o Brasil de porteira fechada aos fazendeiros americanos. Depois, ele decide o que vai fazer.

No momento em que escrevo, ainda nem começou a “histórica” reunião de Jair com Donald na Casa Branca, e já entregamos todos os anéis, sem ganhar nada em troca, para nos tornarmos uma colonia baba-ovo dos Estados Unidos.

A rendição do capitão reformado e seus generais de pijama é absoluta, sem disfarces, tramada à luz do dia e dos holofotes, e consumada em documentos oficiais.

Em 1964, como ficamos sabendo 30 anos depois, o golpe militar foi tramado com o apoio da CIA e dos mesmos aliados que no ano passado prenderam Lula para voltarem ao poder com Bolsonaro.

Agora, a agência americana de espionagem recebe a “visita de cortesia”, fora da agenda oficial, de um alegre presidente brasileiro, acompanhado do seu sinistro ministro da Justiça.

Enquanto isso, em Brasília, o filho conhecido como 02, popular “Carlucho”, toma o lugar do general vice no Palácio do Planalto e anuncia no Twitter que está tocando a agenda presidencial, a mando do pai.

E isso é noticiado com a mesma naturalidade de um treino do Flamengo ou do nascimento de um gorila azul no zoológico de Brasília.

Vida que segue.

Em tempo: às 11h30, o assunto mais comentado no Twitter é #BolsonaroEnvergonhaOBrasil

 

38 thoughts on “Acabou o Brasil?

      1. Kotscho…. outro 7 X 1.
        Goleada histórica.
        Trump nem entrou em campo.
        A camisa 10 foi cremada na pira da incompetência.
        Pobre Pelé.
        Pobre penta.
        Pobre povo!
        …………………..
        Saudades das lágrimas do 7 X 1 da Alemanha.

        1. Kotscho, segura a onda escatológica da política! Um dos 000 está no “pudê”. Pera aí, nem pra” vicejar” fora da caserna… serve um general de pijama? Não, isso é maldade. Creio estonteantemente que o “do pijama” , saberá pijamear, quando tudo pijameado estiver.

  1. Caro amigo Kotscho,o palhaço bozo foi a disney fazer palhaçada e deixou o tonho da lua governado o brasil via twitter!!
    E tem bolsonete que ainda acredita que o brasil vai melhorar!São todos muitos cegos ou fingem muito bem!!
    O esquadrão suicida tomou conta de brasilia, 13 milhões de desempregados no brasil e o bozo junto com seu ministro da injustiça visitando a CIA para discutir a invasão militar da venezuela!!
    Tá difícil de ver até a luz no fim do tunel,que mais pareçe um poço sem fundo!!!
    Força amigo!!Estamos juntos na resistência!!!

  2. Caríssimo Ricardo Kotscho, vivemos talvez o pior período da República, após o retorno da democracia com a eleição direta de Collor em 1989. A Grande Mídia, não critica o Bozo porque “espera se beneficiar com distribuição da GORDA VERBA PUBLICITÁRIA” do Planalto. Eles “fingem” como se as barbaridades cometidas por esse Desgoverno não nos disesse respeito. Nós, brasileiros, estamos no mato sem cachorro. Como vc bem diz ao final de seus comentários, “É VIDA QUE SEGUE”. No nosso caso, …LATINDO…

  3. Acabou o Brasil? Não, Mestre, Começou Chorare.
    Apenas sumiu de vista, envergonhado descobrindo-se covarde e panaca, metade impotente, metade medíocre.
    Metade impotente, diante de meia dúzia de hereditários sem estima, ‘chupasacos’ do Norte, a comandarem horda de flautistas econômicos e políticos a chantagear os brasileiros, desinformando e pressionando-os com o monopólio da mídia, as forças de ocupação submissas a combater o ‘inimigo interno’ e a justiça maçônica, para amigos tudo, para inimigos a lei devidamente interpretada.
    Metade, medíocre, diante da classe econômica dominante, a que aspira e por ela é aspirado como massa de manobra, para evitar que o estado deixe de garantir-lhes o patrimônio, mantendo a desigualdade que os mantém e condena o Brasil ao atraso endêmico.
    E assim vamos vivendo de…, submergir e emergir…, coisas do Brasil…, ora inzoneiro, ora pandeiro, ora ‘Ari Valente’, ora Besta Tu, no meio do nevoeiro, como agora, ao tio Sam querendo entregar até a nossa batucada e nossos baianos.

  4. O Brasil já vinha sendo desmontado no governo Temer mas o tenente desordeiro, em 78 dias, pôs tudo no chão. O “tour” da ratatuia bolsonariana nos US está se transformando em uma das grandes vergonhas nacionais.

  5. Como um Dom Quixote enlouquecido, ele luta contra seus moinhos: comunismo, fake news, politicamente correto, a depravação dos costumes. Convenientemente, omite as prioridades nacionais: desemprego, violência, deterioração urbana. E segue, impávido e colosso, neste circo de horrores, agregando loucos de todo o gênero, num vídeo game que não terá final feliz. Temo quando descobrirem que o mágico não tirará coelhos de sua cartola, tampouco a esperada salvação.Recordando Drummond, não dizemos mais: meu Deus!

  6. Que tal um… ministro sinistro alegre? Gostei. Bolsonaro viu o Paulinho Guedes e falou que foi amor à primeira vista, riu em seguida e disse não ser homofóbico. Sinistroide pouca é bobagem. Causou inveja. A Cia quase entrou em campo, depois disfarçou, riu amarelo com o terrorismo humorístico. Tiririca fez falta. Pior num fica. Êpa, falei no Tiririca? Bozo falou que não é candidato à reeleição. A Cia vai ter de ajudar a gente, nenão?

  7. O Estados Unidos estão achando que o Brasil mandou sua Caixa de Pandora para a Casa Branca.
    Certamente, as Forças Armada do Tio Sam estão de prontidão.
    Pudera, um napoleão de hospício merece todas as honras paranormais.
    Depois dessa, os norteamericanos vão amar o Trump.

  8. O homem está envergonhando a História brasileira. Ainda bem que ele é militar. Queria mais de um tenente que pediu reforma e reformado está?

  9. Abriu a geral. Turista de montão. Canadá, Austrália, USA e Japão. Tudo fácil, chance de ser empossado presidente. PIOR, que pra ser MELHOR que o capitão, qualquer soldado raso, venha de onde vier, no mínimo, empataria. Que vergonha. Pare o mundo que eu quero anular meu voto.

  10. Já tem muita coisa pra apresentar nos 100 dias de não governo da não extrema direita. 1) Desemprego aumentando, 2) Carteira de trabalho diminuindo, 3) Justiça do trabalho no paredão, 4) toma lá dá cá de pior qualidade, 5) pensionistas no sacrifício, contribuição de 10.5%, 6) aposentados no INSS contribuindo com 10,5% de descontos em seus proventos, 7) Poupadores da poupança redundantemente extorquidos pelo governo que lhes rouba 7 bilhões de reais por mês, total de 84 bilhões do pobre POR ANO, montanha criminosa de dinheiro pra acertar as contas do governo.
    Tem milhares de coisas acontecendo e paro por aqui. A noite chegou no dia escuro de esperanças e saudades de um Brasil social. VAI DOER MAIS AINDA NO BOLSO dos celerados que elegeram a direita dominante. ” Rico ri atoa” já foi um programa famoso da mídia brasileira. Pobre não gosta de pobre no governo. A inveja e estupidez falam mais alto. Estão batendo na porta. É minha vizinha. Acabou a novela e ela vem pedir um pouco de feijão que tá caro demais. Ontem ela levou açúcar, ante ontem dinheiro pro cigarro, semana passada com 3 filhos doentes ela ganhou do vizinho de frente, uma receita de remédio. Ela é falante e não vai embora, antes de meter o pau no Lula. Ela diz que reza todo dia pra alma do Lula ir pro inferno, porque ele queria trazer o comunismo pro Brasil. Há 3 dias, ela disse que o Moro ia prender o avião do filho Lula, pois com sua venda daria pra pagar toda a dívida brasileira. Minha vizinha é aposentada com salário mínimo. Uma boa pessoa, vai pro céu. Mulher, atenda a porta. Seu calvário vai começar. Minha mulher é sabida, tem uma paciência. Quando ela não suporta mais, pega a Bíblia e chama a família pra orar e louvar a Deus. Minha vizinha é católica e sai correndo. Detesta crente. Amanhã, depois da novela da globo Lixo, ela volta pra pedir alguma coisa. Falta pouco tempo para os 100 dias de não governo. Eu ainda acredito que o Bozo vai salvar a vida da minha vizinha. Quem sabe, ele pediu um presente pro Trump e quando voltar, ele não aparece aí pra entregar o mimo. E trump é bom pra dar presente. Tem cada bomba no arsenal. Acabou a luz. Boa noite. Desculpe ai gente, hum que cheirinho de pipoca, meu.

  11. Kotscho, e o pior é que acabou com o Exército Brasileiro. Quase diretamente dizendo que o Exército Brasileiro é incapaz de defender o Brasil.
    Eu entendi isso.

  12. Creio que não haja nada de novo no ‘front’.
    A crônica da ‘legião de imbecis’ estava escrita, não nas estrelas, mas na vida pregressa do apologista extremista da direita mais grotesca, vulgar e obscena, sob o pálio farisaico da defesa da pátria armada, da família tradicional e da propriedade privada, sem qualquer função social.
    O que espanta e até provoca perplexidade é a pasmaceira do suposto espectro político da oposição, cujo léxico sequer logra articular uma frase sensata contra o festival de besteiras cumulativas que assolam o país, quanto mais uma proposta minimamente vertebrada para fixar o contraponto à aceleração do desmanche da seguridade social, do Estado e da economia industrial.
    Chegamos ao ponto de que, pasme-se, o único sinal antagônico à ação deletéria dos pacóvios ocupantes do Planalto, ser protagonizado pelo deboche de um presidente autoproclamado da República.
    Pode ser pior?
    Sempre pode; e semanalmente tem sido assim, cada vez pior.

  13. Um parlamentar mediano, militar de origem com uma história profissional , muito mal contada e 6 mandatos como Deputado Federal, não mais que de repente, vem como candidato a Presidente por um partido em formação , consegue ser eleito com mais de 55 milhões de votos, e não ter um dedo de uma mão mexendo no tabuleiro desta eleição. Deu no que

  14. Prezado Kotscho: De fato, como você escreveu, “entregamos todos os anéis, sem ganhar nada em troca”, a não ser a camisa da seleção americana feminina de futebol que o capitão ganhou naquele troca-troca nada espontâneo com o Trump. E por aqui, no país do futebol, “O Corinthians ficou muito incomodado com a postura de Paulo Guedes, Ministro da Economia do governo de Jair Bolsonaro, que criticou a Arena Corinthians em seminário promovido pela Fundação Getúlio Vargas na última semana.”, conforme noticiou o portal da UOL em 19/03/2019, lembrando, também, que o Ministro “Durante a ditadura militar chilena, aceitou uma cadeira de docência em tempo integral Universidade do Chile, então sob intervenção militar.”, conforme consta na Wikipédia, a enciclopédia livre. Então, se o Brasil não acabou, parece que está perto do fim.

  15. O brasileiro é um povo q ñ se acovarda de lutas, q sempre foi as ruas em busca de seus direitos e em protestos contra o q considera prejudicial ao seu país.
    Se “acabou o Brasil”, pq temos as ruas calmas e tranquilas?
    No último final de semana vimos protestos contra o STF e a favor da Lava Jato.
    Após a reeleição da Dilma, o primeiro grande protesto contra seu governo foi em 15/03/2015, seguindo de outro maior em 12/04/2015.
    Mas onde estão os q consideram q estão “acabando com o Brasil”?! Nas redes sociais?! Lá q irão mudar o rumo?

    1. Mais um bolsonte arrependido esperando alguém derrubar o capitão pateta que eles colocaram lá!
      Chora não coleguinha!!!
      Não foi as ruas que derrubaram a DILMA não, foram os paladinos da justisssssa aecim,motoserra,aloisio 500 mil ,sinistro mouro, gilmar mente ,vlad temer,deltan 2,5 bi, pastor silas mafalda,a bancada da bala, a bancada do boi,etc.Só gente boa!!!
      Agora paulo ,senta e chora!!!
      A culpa não é minha, eu não votei no capitao pateta!!!

  16. Sera circumstancialmente PIOR para o nosso pais a realizaçao sabuja destas visitas (israel, usa, e em outro patamar, o chile). E nao so porque Netaniahu agora atingindo o perigeu da gloria.
    O caso é porque a oposiçao a Trump, domestica e internacional, é promovida e insuflada pela elite em 1º lugar… como notou o filosofo Zizek.
    Com todo o furor midiatico que isso significa. Bem nesse exato ponto aparece um cucaracha que se lhe agarra entusiasticamente no apendice escrotal. E dai?
    Será dose.

  17. Depois desta suruba do Trump , nosso hino nacional poderá ser:

    Vira-Vira
    Mamonas Assassinas

    Raios!
    Fui convidado pra uma tal de suruba
    Não pude ir, Maria foi no meu lugar
    Depois de uma semana, ela voltou pra casa
    Toda arregaçada, não podia nem sentar

    Quando vi aquilo, fiquei assustado
    Maria, chorando, começou a me explicar
    Daí então, eu fiquei aliviado
    E dei graças a Deus porque ela foi no meu lugar

    Roda, roda e vira, solta a roda e vem
    Me passaram a mão na bunda e ainda não comi ninguém
    Roda, roda e vira, solta a roda e vem
    Neste raio de suruba
    Já me passaram a mão na bunda
    E ainda não comi ninguém!

    Oh, Manoel, olha acá como eu estou
    Tu não imaginas como eu estou sofrendo
    Uma teta minha um negão arrancou
    E a outra que sobrou está doendo

    Oh, Maria, vê se larga de frescura
    Que eu te levo no hospital pela manhã
    Tu ficaste tão bonita monoteta
    Mais vale um na mão do que dois no sutiã

    Roda, roda e vira, solta a roda e vem
    Me passaram a mão na bunda e ainda não comi ninguém
    Roda, roda e vira, solta a roda e vem
    Neste raio de suruba
    Já me passaram a mão na bunda
    E ainda não comi ninguém!

    Bate o pé
    Hmm, bate o pé

    Oh, Maria essa suruba me excita
    (Arrebita, arrebita, arrebita)
    Então vai fazer amor com uma cabrita
    (Arrebita, arrebita, arrebita)
    Mas Maria isto é bom que te exercita
    (Bate o pé, arrebita, arrebita)
    Manoel, tu na cabeça tem titica
    (Larga de putaria e vá cuidar da padaria)

    Roda, roda e vira, solta a roda e vem
    Me passaram a mão na bunda e ainda não comi ninguém
    Roda, roda e vira, solta a roda e vem
    Neste raio de suruba
    Já me passaram a mão na bunda
    E ainda não comi ninguém!

    Vamos lá, todo mundo dançando, raios!
    Todo mundo comigo! Uou, uou, uou
    Oh, Maria se deu mal, vamo lá!
    Ai, como dói

  18. Virou uma zona mesmo. O presidente viaja, quem assume é o filho vereador, que não faz parte do governo e o vice, gal. Mourão fica com cara de tacho. Bagunça total!! E o outro filho que foi na comitiva, vai ao encontro do Messias com Trump e o chanceler Ernesto, o “Arnesto”, vai para escanteio e fica tendo chiliques. “Arnesto”, tenha vergonha na cara e vá embora…
    Este é o governo Titanic, afundou na primeira viagem (Royalties para o navegante Guanabara, no Tijolaço). E o Titanic era “inafundável”… quá-quá-quá…
    Que quadrilha, sô… o Messias e seus blue caps, Bannon, que nem o Trump aguentou e pregou-lhe o pé na bunda, Olavo de Carvalho, o “boca suja” da Virgínia, a Damares da goiabeira, o Guedes, Vélez, o colombiano da Educação, Ernesto, o chanceler alucinado, o Salles, da Educação e seus laranjas, o Álvaro, do Turismo, o Onix “caixa 2, 3, 4 Lorenzetti”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *