Chuva de paus, pedras e ovos: o que mudou no Brasil entre as duas caravanas de Lula

Chuva de paus, pedras e ovos: o que mudou no Brasil entre as duas caravanas de Lula

Em tempo (atualizado às 17h40): nada justifica a agressão de seguranças do ex-presidente Lula contra o repórter Sergio Roxo, de O Globo, que estava trabalhando na cobertura da caravana em Francisco Beltrão, no Paraná. Isso só serve para piorar piorar as coisas e incentivar mais violência. 

***

Foto por: Ricardo Stuckert

O que foi uma festa de bandeiras e cantorias em 1994 virou uma guerra de paus, pedras e ovos em 2018.

Essa é a principal diferença entre as duas caravanas de Lula pelo Sul do país separadas por quase um quarto de século.

Mas não é a unica. Tudo mudou neste período para o bem e para o mal. O Brasil é hoje um outro país.

Eu estava lá em 1994 como assessor de imprensa de Lula e acompanho agora, de longe, com muita tristeza e preocupação, as notícias que chegam dos confrontos, relatando a ofensiva fascista contra a caravana deste ano.

Para começar, não havia extrema-direita na campanha daquele ano, que correu tranquila, sem incidentes. Vejam algumas diferenças:

  • Em 1994, o principal adversário de Lula era Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, aliado ao PFL. Hoje, é o ex-capitão e deputado Jair Bolsonaro, do PSL, da “bancada da metralhadora”, sem aliados até agora. Lula estava aliado aos partidos tradicionais da esquerda.
  • Em 1994, o presidente era Itamar Franco, que deixou o país em ordem e limpo, sem nenhuma denúncia contra ele. Hoje, é Michel Temer, duas vezes denunciado por corrupção pelo MPF, acusado de liderar uma quadrilha instalada no Palácio do Planalto.
  • Em 1994, o principal problema dos brasileiros era a inflação, combatida pelo Plano Real, que acabaria dando a vitória a FHC no primeiro turno. Hoje, é o desemprego de mais de 12 milhões de trabalhadores, sem que nenhum pré-candidato tenha até agora apesentado qualquer plano para combatê-lo.
  • Em 1994, as campanhas eram movidas pela esperança num país melhor. Os debates eram civilizados. Hoje, o clima é de medo, desesperança e desalento com o futuro, sem perspectivas.
  • Em 1994, ninguém sabia quem eram os ministros do Supremo Tribunal Federal, o Judiciário não se metia na política. Hoje, a Justiça tem papel de protagonista da campanha eleitoral e seus supremos ministros aparecem mais na TV do que os candidatos.

A lista é grande, e eu poderia passar o resto do dia aqui enumerando as diferenças, todas elas para pior, depois de o país ter avançado bastante em todas as áreas nos 16 anos dos governos de Lula e FHC, com o Brasil sendo admirado e respeitado no cenário internacional.

Ainda em 2014, na reeleição da petista Dilma Rousseff, não nos esqueçamos, o país alcançava quase o pleno emprego, com índices de países nórdicos.

Começamos ali a descer ladeira abaixo, com a crise política e econômica que se seguiu, e a gestação da “Ponte para o Futuro” do vice Michel Temer, em aliança com o PSDB, o Judiciário e a mídia, que acabou derrubando a presidente.

E voltamos rapidamente ao passado pré-1994, com a destruição das conquistas sociais, uma a uma, dando lugar novamente à concentração de renda e de riqueza e à volta do Brasil ao Mapa da Fome.

Em quatro anos de Operação Lava Jato e dois anos de governo ultraneoliberal de Temer, a indústria nacional foi quase dizimada ou vendida, o mercado de trabalho precarizado e sem direitos, nossos recursos naturais e as maiores estatais colocadas em leilão, e não sobrou pedra sobre pedra do projeto de um país independente e orgulhoso de si.

Só sobraram algumas pedras para jogar nos palanques de Lula, alvo da ira dos que nunca aceitaram a ascensão política dos trabalhadores, juntando a elite rentista que ainda teme o “perigo do comunismo”, com os “bolsominions”, os “guerrilheiros virtuais” do MBL e os agroboys herdeiros de terras, nos ataques ao presidente que deixou o governo em 2010 com mais de 80% de aprovação popular.

Se a Justiça demora a prender e impedir Lula de ser candidato, querem agora eliminá-lo fisicamente para manter o poder por mais 500 anos?

A caravana de Lula chega hoje ao Paraná e só termina na quarta-feira, dia 28, justamente em Curitiba, onde fica o QG da Lava Jato de Sergio Moro, hoje o maior desafeto de Lula, o juiz que não vê a hora de mandá-lo para a cadeia.

Temo pelo que pode acontecer até lá. A disputa política saiu dos tribunais para o confronto nas ruas, sob os olhares cúmplices dos agentes de segurança encarregados de zelar pela integridade física dos caravaneiros do ex-presidente.

No meio desse far-west tropical no Sul em pleno século 21, com o Rio ocupado pelas tropas do Exército, Michel Temer, rejeitado pela quase totalidade do eleitorado, teve a coragem de lançar sua candidatura à reeleição, acredite se quiser.

Sem Lula no páreo, não se esqueçam, Bolsonaro é hoje o franco favorito nas eleições de outubro.

Sempre pode piorar, não corremos o risco de melhorar.

Que saudades de 1994, quando a disputa se dava entre FHC e Lula…

Vida que segue.

 

53 thoughts on “Chuva de paus, pedras e ovos: o que mudou no Brasil entre as duas caravanas de Lula

  1. Quando jogaram ovos no Dória e no Alkimin. Depois em um atentado minuciosamente planejado contra Bolsonaro pelos democratas da esquerda com a tentativa de ser arregimentados negro ou homossexual jogasse ovo para que a reação fosse violenta mas que felizmente não aconteceu. Nenhuma linha para condenar. Pior é o nobre jornalista defensor dos direitos humanos não escrever ou criticar a fala do ex que manda a polícia militar invadir a residência de um cidadão e dar-lhe um corretivo. Cadê Maria do Rosário?
    Cadê a bancada dos direitos humanos?
    Cadê a proteção a dignidade humana?
    Ou isso é só para angariar votos?
    Espero que os defensores dos direitos humanos aqui desse blog expressem sua indignação contra esse ato fascista do ex presidente condenado. Ou não?? Vida que segue

      1. José Dirceu em 2011 sobre Mário covas: “Têm de apanhar nas ruas e nas urnas”, em seguida, ao passar por um corredor polonês formado por sindicalistas, Mario Covas, já debilitado pelo câncer, levou umas ovadas. O PT não pode reclamar da radicalização, pois antes de Duda Mendonça, com dinheiro recebido no exterior, de origem que todos sabemos, transformar o Lula em Lulinha Paz e Amor, com o PT, ele gostava de um bate pau. No calor do embate aparece o Lula verdadeiro, sem media training, sem paz e amor, “…dá um corretivo nele…”.

        1. Isso José Eduardo boa lembrança. O velho Covas sendo agredido de todos os lados por pessoas que se dizem democratas e defensoras dos direitos humanos. Realmente a coerência não está sendo uma boa parceira aqui do blog. Tudo que estamos vendo no Sul sempre foram marcas registradas da esquerda composta por radicais que se dizem democratas. Se procurarmos mais ainda teremos centenas de histórias de radicalização acompanhadas de agressões verbais e físicas. Mas o que interessa é dar o meu ponto de vista claro com algumas pitadas de partidarismo parcial. Pior é reclamar das mídias tendenciosas que escrevem somente a parte que lhes interessa. Então isso é da natureza humana? Ou não? Vida que segue

          1. Não esqueço das imagens da cavalaria atacando os professores , durante uma passeata deles na Avenida Paulista.Governo Covas, que sempre bateu muito no funcionalismo público. Não que isso justifique o discurso beligerante do PT…

        2. Zé Eduardo, concordo contigo. Nada de choradeira. Quem pode mais, chora menos. Nada de paz e amor. O ultimo que pregou esse discurso terminou crucificado entre dois ladrões. Guerra é guerra. Bolsonaro e seus seguidores defendem o porte de armas para todos. Apoio. Liberem pros morros cariocas, pra periferia de São Paulo e Minas, pros sindicatos, pra FIESP, pra sem teto e pra, pra Cracolandia, pra metalurgico, bancario, trabalhadores da construção civil, MST, fazendeiros, MTST, latifundiários, pra traficantes, politicos e professores e até pra presidiários. Os bandidos estão armados até os dentes, com armas de uso exclusivo das forças armadas. Vamos consertar o Brasil na porrada. Zé Eduardo, o que está fazendo embaixo da cama ? Pare de tremer. Eu só tava brincando !!!

          1. Belo discurso: consertar o Brasil na porrada. Ele está sendo muito ovacionado. Tanto que trocou o guarda chuva pelo guarda ovos!

      2. Prezado Ricardo como tenho uma certa dificuldade para transportar o site por não ser um especialista para lhe mostrar o que afirmo acima irei colocar uma parte do texto que a agressora diz: ….” A jovem Alana Gabrielle de Oliveira Arruda disse que se inspirou na ovada que o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), levou em Salvador, na semana passada, para fazer o mesmo com Bolsonaro em Ribeirão….” Quanto a fala queriam no lugar da jovem estivesse um homossexual ou negro para que a reação fosse não contra a ovada mas sim contra a opção sexual ou étnica do agressor não consegui transportar, mas tenho certeza que poderá fazer uma pesquisa na internet que lhe provará o que lhe digo, se achar necessário também. Espero ter respondido. https://www.acidadeon.com/ribeiraopreto/politica/NOT,2,2,1268243,Ovada+em+Doria+foi++inspiracao++para++ataque++a+Bolsonaro.aspx Vida que segue

        1. De repente, a turma do Bolsonaro está usando a mesma estratégia que sempre foi usada pelo PT; em que até o pau da bandeira pode ser usado como arma. O encanamento da intolerância rompeu-se e não tem como estancar tanto ódio. Nem um seguidor de pastoral consegue detê-lo, por mais experiente que seja. No Brasil, o excesso de recursos só atrapalha a aplicação das leis – só para o pobre. Só favorecendo pro criminoso de colarinho branco. Pois, com muito dinheiro pode-se deitar e rolar com o uso desses ‘recursos’ prolongando sua prisão, até… não poder mais ser punido. Feliz é o Lula que pode pagar os melhores advogados do país. E aproveitar todas as brechas da lei. Até quando, dura lex sed lex?

    1. Olha uma matéria boa para você escrever Kotscho “Hoje, seguranças do lula agridem repórter da Globo com um soco no ouvido por ele ter filmado dois manifestantes contrários a lula que tomaram pontapés e socos dos seguranças”…….antes que essa moda pegue, acho bom vocês da imprensa lulista irem contra ao ocorrido, se não amanhã essa moda pode pegar dos dois lados.

      1. Sergio, larga mão de ser um inocente de má fé. Você não precisa me dizer o que devo escrever. Já escrevi antes de você.
        Teu comentário foi enviado às 18h19 e eu registrei a agressão ao repórter do Globo em atualização feita no post às 17h40, como você pode conferir.
        Aqui não tem “vocês da imprensa lulista”.
        Eu sou apenas um jornalista da imprensa independente que tem compromisso com os fatos e você está dispensado de enviar comentários a este blog. Irão para o lugar devido: o lixo eletrônico. Ricardo Kotscho

    2. Deixa de ser hipócrita.
      Num país em que é motivo de indignação midiática e merecedor de horas de rádio e tv, por semanas, atirarem lixo em frente a sede de um desses pardieiros, que ousa-se chamar de imprensa livre, enquanto mortos crivados de balas, líderes de movimentos sociais, país afora e adentro, não merecem sequer uma linha, uma fala, uma repulsa ou escassa imagem, salvo exceções incontornáveis, nessa mesma mídia tão indignada, todas as vezes que o ‘Principio de Ricupero’ toca-lhes o bolso. Apontem-nos, nesse seculo, um único morto em defesa da casa grande e contem-nos quanto são, apenas nesse trimestre do ano, os mortos no país, em defesa dos desiguais, ignorados pelo ‘governo’, ‘mídia’, ‘gente do bem’, ‘papas hóstias’ e ‘pais de família’?

    3. Deixem de faltar com a Verdade.
      Sobre Covas, os fatos registrados pulverizam as lendas, não apenas que Dirceu pronunciou a frase com outra conotação, que não a que lhes interessa, como isso aconteceu dias antes do episódio na secretaria da educação, onde Covas, contra todas as recomendações para entrar por porta lateral, em função dos grevistas estarem acampados há semanas, ocupando a entrada principal da secretaria, resolveu, levando junto a comitiva da campanha eleitoral, inclusa mídia e câmeras, atropelar os professores lá acampados, causando uma zorra e um empurra-empurra (basta conferir nos vídeos), que passa longe de agressão.
      Covas foi vítima da confusão que aprontou, muito provavelmente, conforme cenas, de câmeras, cabeças e cotovelos, na jogada eleitoral de forçar a entrada pelo portão principal, causar a reação dos professores e fatura-la eleitoralmente.

    4. Esse Maurício Teixeira tão zeloso dos ovos do Doria, do Alckmin e do Bolsonaro, poderia trazer aqui para o debate alguma ideia, proposta ou caminho para a pacificação do Brasil.
      Eu tenho uma: Deixem o Lula disputar a eleição e aí sim atirem contra ele os seus votos nas urnas ao invés de pedras, paus e os seus respectivos…ovos.

      1. Sua fala prova o quanto incoerente. Mas um cidadão que se diz democrata e defensor dos direitos humanos e fã da ditadura dos Castros demonstra sua alma. Pedras, ovos, socos, pontapés e tudo mais para meus inimigos e hipocritamente tento passar uma imagem de bom moço. Realmente a razão não está sendo boa companheira nestes momentos que deixaram de ser os únicos que podiam acredir, invadir e delimitar onde os cidadãos podem andar. Estão experimentando o veneno que anos fizeram os cidadãos contrários viver. O radicalismo da esquerda encontrou resistência. Vida que segue

        1. Rapaz, entre bater boca contigo e com o meu fogão, eu prefiro fogão, porque além de menos obtuso tem três bocas a mais do que tu !!!
          Agora deu de falar de “direitos humanos”. Por que tu não vai lá na ONU e pede a revogação daquela Declaração Universal que tanto te desagrada e te causa erupções cutâneas ???

          Em tempo: Quando foi que tu me leu aqui defendendo a ditadura dos Castros ??? Que cara mais chato.

  2. Serão necessários, Sr.Kotscho, 260 anos par o povo descobrir a fraude do Lulismo. Os Gaúchos e o povo do Sul, entretanto, graças aos Deuses celestiais deram início a esta longa jornada que ,como já disse, é coisa de gerações ,mas iniciou e, pelas minhas contas já tirei um ano ,ou seja, faltam apenas 259 anos agora. Talvez o processo, no caso específico da FRAUDE PT, avance com mais rapidez. Mas, não tenho esperanças que o avanço chegue às urnas e, talvez nem chegue.
    E o confronto se deve as ameaças de Lula de por o exército do Stédile nas ruas . Lula e o PT pregam o ódio.

    1. Velho, voce cansou de afirmar (tudo documentado aqui mesmo no Balaio) que a Economia do governo Lula era um “estrondoso sucesso” graças ao neoliberalismo do ministro Antonio Pallocci. Seus comentários são mais falsos que discurso de politico.

      1. É verdade, mas você não leu o conteúdo por completo. Eu lamentava profundamente que, para tocar o projeto Palloci/Meirelles, Lula entregou parte do sensível do tesouro aos ladrões ideologizados e estes, diante de tanta riqueza à disposição trataram de enfiar a mão sem dó e sem pena. É ou não é verdade? Enquanto a economia ia de vento em popa, os aloprados esvaziavam os cofres. Imagine Você rapaz que, as duas Refinarias da Petrobras, inacabadas, a de Pernambuco e a do Rio, orçadas em 4.1 bilhões levaram 45 bilhões de dólares e são um monte de ferro velho. E a reposição do S.Francisco, orçada em 2 bilhões já levou 12 e o Nordeste tem 60% dos municípios em estado de emergência por falta d’água.

        1. Só alegria em ter o Luiz Carlos, de volta. Enciclopédia ambulante. De toda essa confusão, véio, e o que virá depois…só espero que os petistas não tirem meu direito de ir e vir. Nem meu e nem da minha família. Lá no Sul, já tem pneus sendo queimados!

  3. No planalto temo o Temer ACUSADO de liderar uma quadrilha que assalta os cofres publicos. Fora do planalto, temos o LULA CONDENADO por formar uma quadrilha que assaltou o planalto por 12 anos – seus comparsas a maioria estão presos e outros prestes a acontecer, inclusive ele proprio. Como contraventor contumáz, esta em plena campanha politica, FORA DO PRAZO estipulado pela justiça eleitoral.
    Começou acolher o que plantou e está sentindo na pela o que é ser lider absoluto nas pesquisas eleitorais, tendo em contrapartida mais de 70% de aprovação em sua prisão.. Vida que segue colhendo os frutos que plantou.

  4. Agromachinhos bombachudos de chicote, batendo “as usual” em mulher, e brucutus conhecidos do oeste mais racista da América Latina querem impedir a manifestação livre de um líder popular. Enquanto isso, a geração sucessora dos bravos advogados do passado, que destemidos enfrentaram a ditadura, joga seu simplório tênis matinal depois de uma reunião conspiratória no novo must reaça-chique: a maçonaria anti-esquerda de condomínio (prédio).
    Deu no que deu: a cultura de apostila jurídica (o “Apostilado” do material mastigado pré-concurso e da cartilha pseudo-Harvard de combate ao crime financeiro) casou com o entretenimento. Como se nada estivesse acontecendo: o a assassinato político encomendado de Marielle e a agressão sulista à liberdade de expressão (de uma matriz civilizatória anterior, de dar orgulho, para uma África do Sul pré-apartheid). Será casual que os missionários caboclos anti-corrupção passem, em Heidelberg e Columbia, de exemplo positivo inicial à grande decepção, nunca mais convidados para as escadarias-símbolo em NY na luta pelos Direitos Humanos, mas agora somente para câmaras fakes de comércio?
    A verdade histórica: a seletividade do julgamento os condena a uma espécie híbrida de Inri-Oil Man das esquisitices araucarianas de toga (minhas amigas da belíssima CTBA sabem do que se trata). Qual é o lugar geográfico do correspondente jurídico do fake news? Façam a pergunta na Alemanha, França e EUA acerca de como não se deve produzir uma prova fake. A resposta é instrutiva. A aula negativa por excelência! Publicidade brasileira enganosa do combate à corrupção. Sempre deu prêmios, de publicidade!

  5. vcs poderiam.fazer agentileza de fechar a cloaca facista
    lula é a esperança da democracia brasileira ameaçada pela escalada fascista
    lula estamos com.vc em sua luta

  6. Você Ricardo sabe, como ninguém, quem é o Lula.Pena que uma grande parte da população tem memória curta e se esqueceu rapidamente dos benefícios recebidos durante seu governo.
    Entre os maiores beneficiados estão estes fazendeiros, que hoje jogam pedra em Lula,
    .

  7. O principal problema do Brasil apontado em pesquisas é a violência. Morto não procura emprego.
    Em 1994 ninguém sabia o nome dos ministros porque não havia internet nem Tv Justiça. STF sempre fez cagadas. Dependia-se jornais e revistas que escriam em forma de dissertação e custavam meio salário.
    Em 2014 Dilma ainda contava com os efeitos da onda criada pelo PT em anos anteriores. Caiu porque o Brasil estava na merda. Ninguém iria pra rua se tudo estivesse bem. Somos preguiçosos. Depois do impeachment pintaram e bordaram na nossa cara e nada foi feito.
    Quem botou Temer lá foi Lula. Que já o “perdoou” e costura alianças locais com o MDB.
    Classifique como quiser. Não sou a favor de Bolsonaro, MBL, mas por ter acesso a informações sei que Lula roubou, o PT enganou e roubou o a maior oportunidade que o Brasil já teve. Sou de extrema, direita ou esquerda? Tanto faz. Sei o que é certo e o que é errado.
    Ainda, toda ação tem reação. Lula, sua defesa e demais bandidos estão transformando leis e a Constituição em opinião pessoal. Cada cidadão vai achar-se no direito de faser justiça com as próprias mãos. Por enquanto são ovos. Seu medo são os militares? Eu olharia um pouco mais a diante.

    1. Pedro, seja de extrema direita ou de extrema esquerda, só não seja de extrema safadeza, pois quem colocou Temer lá não foi Lula, mas quem elegeu os golpistas do PMDB e PSDB, Eduardo Cunha, Aécio Neves, Romero Jucá, Geddel Vieira Lima, José Serra, Sergio Cabral, Michel Temer etc…… Eu votei na chapa: Dilma-presidente /Temer-vice decorativo. Se voce votou no Aécio e apoiou o impeachment, assuma a parte que lhe cabe. ///// Luiz Carlos Velho, desde sua primeira participação no Balaio, não fizeste nada além de mentir descaradamente. Perdi as contas de quantas vezes “foste” desmascarado, inclusive pelo próprio Kotscho. Está tudo documentado, não adianta espernear. Já foste o astro do Balaio, muito bem coadjuvado, diga-se de passagem, pelo saudoso Oromar. E voce correspondeu a altura, tiro-lhe o chapéu pó isso, nunca perdeu a esportiva, manteve sempre a civilidade. Mas os tempos são outros e, infelizmente, enquanto você hibernava, “desabrochou” no Balaio a nova safra: Meia Coxa, Gilvanildo Costa, Mauricio Teixeira, Lucia, etc… Resumindo, meu bom velhinho: espero que recupere o tempo perdido, mas a concorrência é forte. Boa sorte, bom vê-lo no Balaio.

  8. É Kotscho, pelo nível de comentários dos seus seguidores, o país acabou mesmo. A mídia conseguiu convencer os incautos que o culpado de tudo é o Lula mesmo. que todas as mazelas vêm dos 13 anos do governo petista. Muita inocência…..
    Ainda conseguiu convencer que uma empresa que faturou, no período que a lava jato investigou, quase R$ 3 trilhões, quebrou por um roubo de R$ 30 bilhões. É como alguém que ganha R$ 10 mil/mês, chegasse em casa e falasse pra mulher que ia vender tudo por que alguém lhe furtou 10 reais.
    Por isso acredito que o Tio Sam está em festa. Está ganhando um pré-sal só pra ele (e para os aliados também).
    E o país segue (em rumo a mexicanização).
    Ahh… a esquerda não conseguiu transformar o país numa Venezuela, mas a direita vai transforma-lo em um México…. estamos quase lá.

  9. Em plena era do “qualquer maneira de amor vale a pena” de há muito preconizada por Caetano e Milton Nascimento, parece estar todo mundo com a gala seca.
    Será a Síndrome do Pau Pequeno ou a praga do Exú Capado ???
    Tô com Freud e não abro !!!

  10. Parece que este país padece do mesmo mal da rede CNT, cheia de altos e baixos, que tem a sua sede em Curitiba: deixou prevalecer, li a trajetória desta empresa: infelizmente, eixou prevalecer a sua má administração; seu fundador morreu em 2015( com todo respeito pelo seu passado). Apenas foi uma simples comparação. É muito arriscado ter sujeito á gafe, um jornalista que tem a rica biografia como a sua se arriscar em palpite do governo dum Bolsonaro que ainda nem eleito foi. Até tu já cometeste erro quando foi jornalista da presidência (se lembra?). Do Lula podemos falar, ele já passou e deixou suas marcas (boas ou ruins). ASSIM, acontece com o Brasil: vem morrendo aos poucos. Bom mesmo é o modelo americano que se resume em três pontos, um deles é a preservação da sua Economia – disse certa vez Alexandre Garcia. Se fosse nos USA a Petrobras não teria quebrado. Pelo menos se fosse lá, não estaríamos passando pelo vexame/crise institucional do STF que até hoje ainda não decidiu a questão da prisão da 2ª instância. Vida que segue, desculpe o longo texto.

  11. Também sou pessimista, mas Bolsonaro não é certo no segundo turno. Com apoio de Lula, Haddad tem chance de ir ao segundo turno. Se for com Meirelles ou Alckmin, perde (com um empurrãozinho da Globo); se for com Bolsonaro, bem… aí, como dizem os ‘ianques’, hell breaks loose…

  12. E os livros de História empoeirando nas prateleiras… não precisaria mais que algumas páginas por dia para entender que assim como os ricos nunca quiseram se associar aos pobres, não há porque acreditar que o 1o
    Mundo queira se associar ao 3o… É a chamada “livre negociação” em que o mais forte entra com o chute e o mais fraco com o traseiro (para ser educada).

  13. Não há o que comentar, Mestre, apenas agradecer pelo primor de texto e abusar pedindo, a qualquer hora, abordar esse estado de coisas, nesse tempo, sob a influência não apenas de nossos pecados paroquiais, mas também os catedrais da geopolítica que ‘parece estar’ movimentando-os.

  14. Pois é, caro e prezado grande repórter RK, a agressão ao repórter Sergio Roxo, de O Globo, é mais gasolina na fogueira, que já está mais alta do que a fogueira das festas juninas de Pirapozinho(SP).
    No mínimo, O Globo publicará dois editoriais esculhambando o Lula.
    A equipe de segurança do Lula foi inábil.
    Era isso que os radicais queriam.
    Um prato cheio para eles.
    O episódio dará pano não só para a manga, mas também para a camisa inteira.
    Um juiz de Francisco Beltrão mandou liberar a estrada para a passagem da caravana.
    Tempos difíceis, tristes e estranhos.

  15. Talvez essa divisão de brasileiros, entre “lunáticos,” e “luláticos” seja uma dos maiores malefícios deixados pelo petismo…
    E olha que vence concorrentes de peso, como: a corrupção e enganação!

  16. Estes fascistóides só ainda manifestam seus atos de bravura, porque imaginam que o Bolsonaro, possa ser eleito presidente.Como isto não vai acontecer, logo após a sua derrota, colocarão seus rabinhos entre as pernas e voltarão às suas vidinhas inúteis.
    Até lá, vai ser isto que estamos vendo.
    Eles a ladrarem e a caravana a passar.

  17. Prezado Kotscho: Os sinais que há tempos vem sendo dados é que “a ofensiva fascista contra a caravana deste ano” deve se espalhar ou já vem se espalhando para outros setores, com o surrado e velho conhecido discurso da direita sobre “o “perigo do comunismo”, com os “bolsominions”, os “guerrilheiros virtuais” do MBL e os agroboys herdeiros de terras”, agora como seus principais agentes. Também concordo com o que você diz: “Sem Lula no páreo, não se esqueçam, Bolsonaro é hoje o franco favorito nas eleições de outubro.” Nesse cenário, será que aquele bordão de programa humorístico dos anos 70 o “brasileiro é tão bonzinho” vai se materializar desse jeito tão fascistoide nesse ano eleitoral?

  18. É bom deixar claro que antes que o segurança, antes de cometer o erro, evitou mais um bloqueio provocador dos jagunços de direita. Um sujeito estava com querosene e pneus no carro. Recusou-se a mostrar os artefatos e a desbloquear o direito à livre manifestação. Foi retirado pelo segurança à força. O segurança, NESTE CASO, fez muito bem, já que a PM não anda fazendo o papel dela direito.

  19. 50 agroboys massarandubas não irão nos tirar o direito constitucional de livre manifestação em local público onde e quando quisermos! Vão ter que nos engolir! E, se Lula for preso, preparem-se para o aumento exponencial de sua capacidade de transferência de votos. Se não for quem ele indicar, será Ciro. Se não for Ciro, será qualquer um de esquerda progressista. Não haverá ninguém de direita na presidência em 2019, a não ser que seja por meio de outro GOLPE!

  20. E quem tiver insatisfeito pode ir embora pra Miami ou pra Paris! Já vai tarde.
    Só não vai pro Uruguay de Pepe Mujica ou pra Portugal do Presidente Marcelo Rebelo (Socialista).
    Tchau, queridos.

  21. Prezado Ricardo, como sempre muito bom o seu texto, você produz um jornalismo de alto nível.
    Me preocupa sobremaneira a intolerância em que vivemos, vide os comentários acima. Estamos perdendo a oportunidade de fazer um debate construtivo. Como diz você “vida que segue”. Abraços

  22. Parece que a ferocidade da Globo também mudou, porque a empresa continua insistindo em manchete sobre a “agressão” de membro da caravana a repórter do grupo, omitindo a violência contra os Lulistas. Parece que caminhamos para um desfecho com um cadáver a ser explorado pela sanha dos meios de comunicação empresariais…

  23. Parece evidente que Daniel (Lula) foi à cova dos leoes (Santa Catarina, Paraná e RGS) para provocar uma reacao e utilizá-la como “municao” e dividir ainda mais a populacao. Lula é maquiavélico e usará qualquer estratégia (suja ou nao) para chegar ao seu objetivo (prioritário agora é se salvar da prisao).

    1. O Lula e maquiavélico ! grupos facistas cheios de ódio e preconceitos agridem pessoas com chicotes paus e pedras fazem tocaia mas estradas para covardemente atacar a caravana do ex presidente inclusive seu ônibus foi apedrejado e ele próprio quase foi atingido e tu ainda diz essa besteira que o Lula e que e o maquiavélico essa e a lógica de coxa Nazifascista a Vítima e sempre a culpada

  24. Tem algo errado nesta foto.

    Estive presente no dia 24/mar (a partir das 11h) na praça XV de novembro em Florianópolis.

    Não me lembro de ter visto tanta gente assim nas escadarias da catedral no exato momento que a foto acima registra.

    Tem algo errado mesmo…

  25. Ainda acho que José Padilha e um grande brincalhão, ao colocar as mentiras na boca de Dilma e Lula, ele manda um recado aos anti-petistas para não esquecerem do episódio da bolinha de papel na cabeça do careca. Palhaçada tem limite, e pode custar uma eleição.

  26. Que texto patético! Inflado de convicções, camaradagens e gratidões políticas. Quase como se estivesse consultando uma cartilha ideológica! Então esse é o famoso Kotscho? Que piada grotesca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *