Carmén Lúcia recebe Temer, mas não fala com advogado de Lula

Carmén Lúcia recebe Temer, mas não fala com advogado de Lula

Cada vez mais afinada com os editoriais da grande imprensa, a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, abriu um espaço na agenda neste sábado para receber em sua casa o presidente Michel Temer, que teve seu sigilo bancário quebrado na última semana na investigação sobre o caso Rodrimar.

Para receber Sepúlveda Pertence, ex-ministro do STF e advogado de defesa de Lula, Cármen Lúcia ainda não encontrou tempo nem para responder ao pedido.

Pertence quer que a presidente do STF inclua na pauta do plenário o julgamento do habeas corpus impetrado em favor do ex-presidente Lula, mas ela não quer nem falar nisso e já decidiu que o assunto não entrará na pauta de abril.

Temer está em campanha, ainda não para ser reeleito, mas para que seja reconsiderada a inclusão de seu nome em inquérito para apurar repasses da Odebrecht ao MDB acertados no Palácio do Jaburu, em 2014, quando ainda era vice-presidente.

Segundo a Folha, “o presidente apresentou a Cármen Lúcia durante a reunião argumentos contrários à investigação do seu nome neste momento”.

Perguntado à saída sobre o assunto tratado, o presidente negou que tivessem falado sobre seus problemas na Justiça, e desconversou. “Não foi tratado nada disso”.

A presidente do STF recebeu o pedido de Temer por telefone durante a semana e prontamente marcou o encontro.

Na versão oficial, só falaram de segurança pública e da intervenção militar no Rio de Janeiro.

“A ministra vai colaborar enormemente com essa questão em todo o país”, disse Temer, sem detalhar que tipo de colaboração ela pode dar.

É mais fácil ganhar na mega-sena do que a República da Farda & Toga deixar Lula ser candidato a presidente.

Mais provável é que determine a sua prisão o mais rápido possível.

Quanto a Temer, Aécio, Serra, Alckmin e companhia bela delatados na Lava Jato, se mantidas as atuais condições de tempo e temperatura no Judiciário, tudo indica que teremos novos casos de prescrição se um dia forem levados a julgamento.

Vida que segue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18 comentários em “Carmén Lúcia recebe Temer, mas não fala com advogado de Lula

  1. A pauta do plenário não pode abrir uma seção especial só pra receber o processo (seja qual for) dum ex-presidente-, mesmo porque ele não está acima da lei: pois todos precisam ser recebidos de maneira igualitária; todos são iguais perante a Lei; é isso que diz a CF em seu artigo 5º. A cidadã Carmem Lúcia recebe na sua casa somente quem ela quiser.

    1. Ela recebe na sua casa quem ela quiser, desde que não seja um presidente interino golpista, incluído em novo inquérito em andamento no STF.
      A ministra não é dona do STF. Se não fizesse parte do golpe teria mais ética.
      A justiça golpista virou motivo de descrédito.
      Nilze Castrp

  2. Kotscho, não dá nem para imaginar o que irá acontecer com o Brasil.
    À época da cortina de ferro, lá os agricultores escondiam o volume das colheitas, ou pouco se esforçavam com a produção.
    Aqui, acontece algo diferente, mas tem a ver com revolta e insatisfação, tanto pela corrupção, como pelos privilégios fixos nos intestinos dos Três Poderes.
    É a sonegação, que dia-a-dia está aumentando.
    E os Três Poderes da Nação escarvando como touros entre si, mas é só para assombrar, levantar poeira, bem afinados com a mídia, e teu post é imagem do que acontece e que você percebe com experiente sutileza.

  3. Se é para atender um advogado de um condenado ela que atenda também o advogado do Marcola.

    Tô gostando da Ministra Carmem Lúcia, ela está a favor do povo brasileiro, afinal 52% querem a prisão do lula, e 50% não o querem disputando as eleições contra os 36% que o querem….ela é porreta, viva a Carmem Lúcia!!!

  4. Não sei do que se lamentam entre si os próceres do PT e há muito a imaginar – especialmente os que, como eu e Kotscho, investimos uma cota de sentimento moral nos projetos afinal fracassados. Mas, quanto a mim, posso imaginar o quão doloroso deve ser para eles, entre uma pinga e outra, (tentar) rememorar como, entre tantas alternativas, chegaram a indicar uma obscura procuradora da prefeitura de BH para a vaga no STF. Na época, vi a candidata esbravejar num seminário “contra a globalização”, com argumentos frívolos de esquerda raivosa, e passei a desconfiar dos critérios de “seleção” de Lula e seu partido. Não deu outra.

  5. Mudaram os nomes dos partidos políticos, respeito às diferenças e tonalidades assumidas. Bem que o STF poderia surfar na espuma da onda e acrescentar um P à augusta sigla, explicitando o que, explicitado está. STFP, que tal? Supremo Tribunal Federal Prescrito… e, engolido o constrangimento, sem vergonha do aludido acréscimo. Um P é um P, multi uso, afinal de contas, os Ministros são tidos tais como Ph.D(s) e revelam eufóricos performances na dança da prescrição. Temer saiu dos porões do Jaburu e foi à casa de Carmem Lúcia? Me engana que eu gosto, esta é querendo aparecer na mídia, levando na garupeira a presidente do STF. E quem sabe, faturar um “P” de prescrição para suas denúncias e aflições afins. Temer é impichado mazeleiro mór. Sobre meu comentário e, antes da desaprovação, peço desculpas ao burrico do Pedro Caruso, pela carga incômoda. Isso incomoda.

  6. É compreensível que Sérgio Cabral, Eduardo Cunha, Lula, Gedel e similares, através de seus advogados, estejam fazendo uma pressão enorme no STF, para mudar a mais eficaz das decisões daquela Côrte, que é a permissão de prisão de criminosos ,
    que já tenham sido condenados em segunda instância (geralmente milionários, pois pobres já ficam presos com a decisão do juíz de primeira instância), mas é lamentável que cidadãos que lutam por justiça, cada vez mais necessária, se uma às vozes dos criminosos!

  7. Sei que é difícil de aceitar, mas Lula é condenado e condenado não pode ser presidente.
    E foi bem colocado. Temer é presidente, gosto-se ou não, e Pertence é somente um advogado.

  8. Parece que os petistas sofrem de amnésia quando lhes são conveniente. Vocês votaram no atual presidente querendo ou não são cúmplices. Se aceita ou não é outras coisa. Quando pediram o impeachment de Collor não foi golpe. Hipocrisia pura. Agora exigir que a presidente do STF receba advogado de um corrupto é totalmente imoral. Discursam que no Brasil as elites tem a justiça seletiva mas quando são os réus querem que o mesmo tratamento das elites. Na realidade os ditos esquerdas aqui no Brasil utilizam tudo que abominam das elites. Os melhores hospitais, educação, restaurantes, moradia não esquecendo que investem na previdência privada milhões enganando os pobres que são a favor da previdência social. Vida que segue

  9. Seria interessante Carmen Lúcia receber o advogado de um corrupto condenado ( em duas instâncias, diga-se de passagem ) e não receber o Presidente da República , sobre quem ainda não recai qualquer condenação.

  10. Carmen Lúcia não é diferente de Gilmar. Curiosamente, o ‘MT’ (“…tem que manter isso, viu?”..), cujo assessor Loures (“..pode passar por meio dele…é da minha mais estrita confiança”..), não procura, nem por intermédio dos seus advogados, o Barroso. ‘MT’ é o líder do ‘Cartel do PMDB’, cuja operação na Câmara era estruturada pelo “Caranguejo” em combinação com o “Primo” alinhado ao “Angorá”. Carmen Lúcia, nos casos de Aécio, mas sobretudo de Renan, sim, já apequenara o STF tanto quanto Gilmar. O fato de Dona Carminha se pautar pela agenda da Vênus Platinada nem é novidade, até porque o Sistema Globo tem comandado a agenda nacional desde que se tornou partícipe do golpe militar de 64. Lula e Dilma beijaram a mão, quando não os próprios pés dos Marinho. Dilma foi até recebida pela viúva de Roberto Marinho, Dona Lily, que declarou, ao lado das socialites cariocas em julho de 2010: “só faço almoço para Dilma, para os outros não”, conforme Hildegard Angel, em almoço servido pela matriarca do clã Globo. Nada de novo na Globo. Nada de novo no STF. Apenas a confirmação de que o STF continua sendo um ‘puxadinho do Senado’ desde o Império, porém desde 1964 também tornou-se um ‘puxadinho da Globo’.

  11. Petista de um modo geral é torcedor. Torcedor não tem compromisso com nada. Torcedor jamais acredita que o seu goleador deveria ter sido expulso porque deu um tapa no rosto de um colega. Vale tudo, até cuspir no árbitro. Assim são os torcedores do PT e seus agregados. Eu votei quando o Lula ganhou sua primeira eleição, mas se um de meus filhos ou netos pisar na bola jamais receberá meu apoio e não o defenderei. Defendo quem penso que mereça. Até mesmo se um petista tomar uma boa decisão terá o meu apoio. Meu filho quando chegou em casa com um brinquedo desconhecido fiz ele dar meia volta e devolver o brinquedo. Só assim poderemos melhorar o Brasil. Dando o exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *