Caiu número de desempregados? Não, era propaganda enganosa do governo

Caiu número de desempregados? Não, era propaganda enganosa do governo

Vocês devem se lembrar da propaganda chapa branca e dos discursos de oba-oba, agora vai, da dupla Temer & Meirelles no final do ano, festejando a retomada da economia e a geração de novos empregos graças à reforma trabalhista.

Era propaganda enganosa. Os números oficiais divulgados pelo próprio governo nesta sexta-feira mostram que no ano passado perdemos mais empregos do que ganhamos, pelo terceiro ano consecutivo.

Em dezembro, foram 910.586 novos empregos com carteira assinada, contra 1.239.125 demissões, ou seja, tivemos a perda de 328.539 postos de trabalho, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho (aquele que continua esperando Cristiane Brasil).

No balanço de 2017, ao contrário do que eles apregoaram, houve um saldo negativo de 20.832 vagas de emprego formal.

Entre 2015 e 2016, perdemos um total de 2,8 milhões de postos de trabalho.

A nova legislação trabalhista só entrou em vigor no dia 11 de novembro e, de lá para cá, o que cresceu foi o número de empregos informais, ou seja, temporários e precários, com direitos restritos.

Foram admitidos 2.574 trabalhadores com contrato intermitente, ao mesmo tempo em que eram fechadas 1.004 vagas pelo sistema de jornada parcial e 5.841 trabalhadores foram desligados por acordo.

O que cresceu mesmo foi o número de ambulantes de comida na rua, gente ganhando o pão em bicos, biscates e todos os tipos de trabalho informal.

Na hora do almoço, a Globo mostrou como as pessoas estão se virando para pagar as contas. Tem gente se oferecendo para cuidar de cachorros em casa e alugando espaços para guarda-volumes em quartos vazios.

Entre a propaganda e a realidade, ainda há um abismo insuperável, mas quem vive nos gabinetes de Brasília não parece muito preocupado com isso.

É como se o crescente drama do desemprego que atinge mais de 12 milhões de famílias brasileiras fosse problema de um outro país.

Temer e Meirelles não comentaram estes números até a hora em que escrevo.

Aguarda-se o que vão dizer os próximos anúncios da propaganda ufanista do super-ministro Moreira Franco, que lembra a dos anos 1970.

Vida que segue.

 

14 thoughts on “Caiu número de desempregados? Não, era propaganda enganosa do governo

  1. Dá para ver que o estrago foi grande que a petezada fez.

    Mas há várias sinalizações da retomada da economia (para infelicidade de vocês petistas), quem tem comércio, indústria ou outra atividade é sensível a mudança, para melhor.

    A petezada fala mal da plin…plin…mas não desgruda dela, e já devem ter visto, várias matérias, que a retomada começou…..2018 vai ser muito melhor…….bye bye pete.

    1. Plimplum … A organização criminosa Globo engana o povo a seu bel deleite. Destroem tudo e reconstroem a seu mórbido interesse. Quem discorda é porque amassou a panela amarelada do desencanto nas ruas e está encalacrado com a dívida da panela nova e impichada, leia-se: Alckmin. Plimplumm para as ruas, seu inocente útil.

    2. Fala-se de economia com aumento do desemprego com os adversários do PT no poder e me vem você atribuir ao PT. Sua fala só reproduz o preconceito e evidencia que é só mais um burguês elitizado, arcaico e individualista.
      Da próxima vez, sugiro que discorra sobre os dados apresentados e saia desse seu mundo odioso.
      O que está posto aqui no texto é a evidência de uma política desatrosa de estado mínimo e austeridade que penaliza os pobres.
      Certamente você não sabe o que é a fome, a dor, a insalubridade e a violência que se passa numa família sem renda por falta de um trabalho.
      Portanto, cale-se!

      1. Sr Joao Neto quem deveria saber o que é a fome a dor do desemprego era o governo petista, pois foram eles que levaram milhões de trabalhadores as ruas. Em tempo: o que hoje é oposição, foi um dia uma grande aliança para o PT, por mais que vocês neguem eram “unha e carne.”

  2. O ambiente economico poderia estar muito melhor, caso não houvesse o maldito problema da corrupção que se instalou neste pais. O problema começou a desgringolar a partir da reeleição de Dilma Roussef, que maquiou todos os numeros e o Sr. João Santana vergonhosamente vendeu aos brasileiros um mar de rosas, que por baixo era um mar de lamas. Governo Dilma e governo Temer em matéria de corrupção são irmãos siameses – um é continuidade do outro – Roubaram vergonhosamente juntos, alem dos outros comparsas dos partidos da base “alugada”.
    Hoje Temer para se safar de um impedimento , vende a alma para os diabos de plantão. Fora esses problemas – que não são poucos -, todos os indices macro economicos ja reagiram positivamente – produção de petroleo – Bolsa de Valores – Superavit na balança comercial – estabilização de preços – confiança no mercado .Credito isto muito mais pela habilidade e confiança depositada no Sr. Meirelles do que na politica do Sr. MIchel Temer, que nada tem a oferecer
    Desemprego realmente é o ultimo a reagir, pois o estrago de longo prazo que se produziu, não se conserta em 1 ou 2 anos, independentemente de quem esteja no governo.
    Tinhamos um governo péssimo. Agora temos um somente ruim. Quem sabe no proximo conseguiremos acertar

  3. EM TEMPO: em 2015 perdeu-se 1,5 milhão
    em 2016 perdeu-se 1,3 milhão
    em 2017 perdeu-se 20.862 empregos.
    Não estão fazendo carnaval em copo d’agua.
    A pergunta: Se permanecesse a Dilma, quanto seria o rombo? Ruim com Temer, muitopior com Dilma

  4. Kotscho,
    O trabalho que nós Brasileiros temos pela frente é muito grande:
    – Dilma é passado
    – Lula é passado
    – Todos envolvidos em corrupção (mensalão, lava-jato, etc) precisam se tornar passado
    – Temer precisa se tornar passado bem rápido
    – 80% do judiciário precisa se tornar passado
    – 98% do legislativo precisa se tornar passado
    Tudo isso sem esquecer um minuto, que devemos VOTAR CORRETO nas próximas eleições.
    Deixar de lado receber uma propina em troca de voto!!!

  5. Para cair o numero de empregos é fácil. Para recuperar os empregos perdidos é muito difícil. A produção é cada vez mais automatizada. Acredito que um aumento de uns 5% no salario de todos os trabalhadores é suficiente para criar mais de 5 milhões de empregos.

  6. O repertório de “mentiras-verdades“ da dupla Temer & Meirelles é interminável. Absolutamente nada mais vindo dessa gente surpreende, o descaramento já tomou ares de deboche (Cristiane Brasil no Ministério de Trabalho, em troca de votos, … por exemplo, não é deboche?). Não basta jogarem no mesmo time de Aécio, Jucá, Dória, Alckmin, Eunício, Marun, Rodrigo Maia, Arthur Maia, Angorá, Padilha e uma base aliada formada por parlamentares desprovidos de escrúpulos, eles querem é nos fazer acreditar em papai-noel e coelhinho da páscoa. Pessoas comuns não conseguindo suprir necessidades básicas, jamais serão preocupação para essa gente, só querem o voto, depois cumprem o combinado aos detentores de sua servidão e continuam a viver seus privilégios, como se não houvesse amanhã. Mas não perdem por esperar, o amanhã lhes reservará desagradáveis surpresas, nas urnas!

  7. Ricardo, por falar em propaganda enganosa, Clóvis Rossi em sua coluna de hoje, desmascara a falácia de que os governos do PT diminuíram a desigualdade social. Lula governou para os ricos, deu mais para os rentistas do que para os bolsistas. Além de também se tornar um dentista.

  8. Discursos de oba-oba… retomada da economia? … propaganda ufanista e criminosa? … Quem desfruta dos gabinetes de Brasília, vive no Brasil? … Esse ano tem eleição? … Sim, tem e das boas. Grande oportunidade de responder à nova legislação trabalhista que condenou o trabalhador a MENOS DIREITOS TRABALHISTAS! Em Davos, naquela balela de teatro barato e mal pago, Temer foi questionado sobre a corrupção no Brasil. Respondeu que os TRÊS poderes continuam funcionando. Esse prostático cerebral e impichado do Brasil, filho do bom povo libanês, afrontando a inteligência de todos, fugiiiu da pergunta. O impichado, representando e na defesa de sua organização criminosa, fugiu mesmo da pergunta, pois notório é que os Poderes estão funcionando. Esqueceu de dizer que Executivo e Legislativo continuam corruptos e corrompendo; que o Judiciário é parte integrante do golpe e da corrupção tupiniquim; que está nem aí para Davos e o povo que sustenta sua organização criminosa e impichadora neste início de milênio. Com falsos números na tela da poderosa Organização Grobu, Brasil e brasileiros mostram-se perplexos. Mas, a urna tem vida própria. Ainda bem, porque implodiram as ruas e a dignidade de parte dos brasileiros e currais eleitorais, mas a urna fala com a voz e consciência da maioria dos eleitores. Os dominantes não dormem, morrem de medo ao esperar por um governo social. Nem tudo está perdido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *