Minha esperança para 2021 é só chegar vivo a 2022, mas cadê as vacinas?

Minha esperança para 2021 é só chegar vivo a 2022, mas cadê as vacinas?

1º de janeiro de 2021, três horas da tarde. Chove muito e troveja na cidade vazia. Ao ler o noticiário em busca de assunto para a coluna, dá vontade de voltar para a cama e ficar quietinho, esperando o ano passar. Relacionadas Terra em transe na Praia Grande: nem Glauber seria surreal como Bolsonaro País vive clima de fim de feira, e o capitão vai para a praia, dando risada Posts mais recentes Com o passar do tempo, e tudo…

Leia Mais Leia Mais