É bundalelê, liberou geral: o estouro da boiada nas praias do Brasil doente

É bundalelê, liberou geral: o estouro da boiada nas praias do Brasil doente

Do Leblon ao Recreio dos Bandeirantes, sob um sol de 35 graus, o domingo coalhou as praias cariocas. Era preciso pedir licença para dar um mergulho, sentar na areia ou abrir o guarda-sol. Relacionadas Na bagunça dos cadastros, espertos receberam R$ 42 bilhões sem ter direito Os batismos de Bolsonaro: de Maluf a Pastor Everaldo, tudo uma grande farsa As mesmas cenas se repetiram nas praias de São Paulo e no resto do país, embora a pandemia ainda esteja longe…

Leia Mais Leia Mais

Os batismos de Bolsonaro: de Maluf a Pastor Everaldo, tudo uma grande farsa

Os batismos de Bolsonaro: de Maluf a Pastor Everaldo, tudo uma grande farsa

Cartas no Painel do Leitor da Folha neste sábado, dia 29 de agosto de 2020: “Essas pessoas deveriam ter sido batizadas no rio Tietê” (Joaquim Salomão, Curitiba, PR). “Quero distância do deus que esse pessoal prega. Diante disso é melhor ser ateu” (Walter Donisety, Caieiras, SP). “Isso não é batismo nas águas, é poluição das águas. É preciso uma ação urgente do Greenpeace” (Vicente Oliveira, Maceió, AL). *** A emblemática imagem do batismo de Jair Bolsonaro pelas mãos do Pastor…

Leia Mais Leia Mais

Na bagunça dos cadastros, espertos receberam R$ 42 bilhões sem ter direito

Na bagunça dos cadastros, espertos receberam R$ 42 bilhões sem ter direito

No país dos espertos, quem não tem direito se lambuza e quem precisa não recebe. Uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) descobriu que já foram torrados R$ 42,1 bilhões em pagamentos indevidos do auxílio emergencial até agora. Relacionadas Até Bolsonaro acha que Guedes exagerou: “Não podemos fazer isso aí” De onde vinha tanto dinheiro do esquema Bolsonaro-Queiroz? Para se ter uma ideia, esse total corresponde aos quase R$ 50 bilhões gastos por mês pelo governo para pagar…

Leia Mais Leia Mais

Até Bolsonaro acha que Guedes exagerou: “Não podemos fazer isso aí”

Até Bolsonaro acha que Guedes exagerou: “Não podemos fazer isso aí”

“É… Acho que eu exagerei…”, comentou Sergio Cabral ao voltar para a cela depois de ser condenado pela enésima vez a mais de 200 anos de cadeia. Paulo Guedes poderia repetir a mesma frase, depois de ouvir o discurso do presidente Jair Bolsonaro hoje, em Ipatinga (MG), em que descartou o projeto Renda Brasil da forma como foi apresentado pela equipe econômica. Relacionadas De onde vinha tanto dinheiro do esquema Bolsonaro-Queiroz? Na festa da cloroquina, Bolsonaro culpa “politização” pelas mortes…

Leia Mais Leia Mais

De onde vinha tanto dinheiro do esquema Bolsonaro-Queiroz?

De onde vinha tanto dinheiro do esquema Bolsonaro-Queiroz?

Teriam sido a fantástica movimentação contábil da loja de chocolates de Flávio Bolsonaro, revelada todas as noites pelo Jornal Nacional, assim como os cheques depositados por Fabrício Queiroz na conta da primeira-dama, abastecidos apenas pelas românticas “rachadinhas” praticadas nos gabinetes da família? Mesmo que as dezenas ou centenas de funcionários fantasmas que passaram pelos gabinetes de Jair, Carlos e Flávio entregassem todo o salário ao esquema montado sob o comando do ex-PM Queiroz, amigo do presidente há mais de 30…

Leia Mais Leia Mais

Na festa da cloroquina, Bolsonaro culpa “politização” pelas mortes

Na festa da cloroquina, Bolsonaro culpa “politização” pelas mortes

Leitores recomendam que os jornalistas parem de falar de Jair Bolsonaro, o personagem onipresente no noticiário, mas é impossível. Ele não deixa. Acabou a breve trégua que se seguiu à prisão de Queiroz. Bolsonaro já voltou a ser ele mesmo Relacionadas A prisão de Steve Bannon, o guru do guru dos Bolsonaros No Brasil das mil mortes por dia, governo comemora vitória “Menina compactuou com o estupro”. Quem diz isso é um padre Em evento organizado no Palácio do Planalto…

Leia Mais Leia Mais