Os Bolsonaros: uma familícia ameaça a nossa democracia

Os Bolsonaros: uma familícia ameaça a nossa democracia

“Não há como aceitar uma família de ditadores” (Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil).

***

Enquanto o chefe do clã se recupera no hospital, os filhos cuidam de manter vivas as ameaças á democracia brasileira.

Carlos Bolsonaro, o 02, publicou com todas as letras nas redes sociais esta barbaridade:

“Por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos… e se isso acontecer. Só vejo todo dia a roda girando em torno do próprio eixo e os que sempre dominaram continuam nos dominando de jeitos diferentes!”

Como dessa vez não cometeu erros de português, presume-se que tenha pensado bem antes de escrever e submetido o texto a instâncias superiores.

Na mesma hora em que a mensagem provocava reações indignadas de lideranças democráticas da sociedade civil e do Congresso, seu irmão mais novo, 02, futuro embaixador do Brasil nos Estados Unidos posava ao lado do pai na cama do hospital, exibindo ostensivamente um revólver na cintura.

É para ninguém mais ter dúvidas sobre o que eles pensam fazer do Brasil.

Ambos são discípulos do maluquete caquético Olavo de Carvalho, autoexilado nos Estados Unidos, que se acha o mentor da revolução que levou Jair Bolsonaro ao poder, e já recebeu agradecimentos do clã por esta proeza.

Carlos, chamado pelo pai de “pitbull” e mais conhecido por Carlucho, gaba-se de já ter derrubado dois ministros (Gustavo Bebianno e o general Santos Cruz).

Eduardo é o filho que ameaçou fechar o STF com um cabo e um soldado montados num jipe.

Na manhã desta terça-feira, sem dar maiores explicações, o 02 pediu licença não remunerada à Câmara Municipal do Rio, onde combatia à sombra como vereador.

Em sua coluna, no Globo, Lauro Jardim comentou:

“Espera-se apenas que ele não tenha se licenciado para ajudar a aumentar `a velocidade das transformações democráticas´que almeja”.

Na mesma hora, o 03 apareceu numa reunião com empresários na Firjan, a Federação das Indústrias do Rio, e foi logo avisando que estava armado, mas não era para ninguém ter medo.

Pois o Brasil democrático, ou o que sobrou dele, está com muito medo dessa gente que saiu das catacumbas milicianas da política para o poder central, sob o patrocínio de generais e do mercado.

Eles não têm limites e agem à luz do dia para abalar os alicerces do Estado de Direito, das instituições e da soberania nacional.

Ninguém parece capaz de contê-los.

Vida que segue.

 

21 thoughts on “Os Bolsonaros: uma familícia ameaça a nossa democracia

  1. Faltam um Faoro e um Arns.
    Faltam um Audalio e um Lima Sobrinho. Faltam um Guarnieri e um Vianinha. Faltam um Ulysses e um Tancredo. Sobram “filhotes da ditadura”. A feição da extrema-direita como ela é escancarou-se. As instituições supostamente republicanas e permanentes continuam de rodilhas.
    Genuflexas e inertes contemplam e contemporizam com os desbragados despautérios e crimes de responsabilidade praticados pelo clã protagonista da “Era Beócia”.

  2. São tão paranóicos que acham que expondo suas armas vão intimidar…mas é bom o Mourão se precaver, pois…tudo indica que este governo vai terminar com um assassinato no palácio.

  3. Diante dos absurdos que não cessam, das barbaridades que ameaçam nossa democracia (frágil, mas tudo que temos e que talvez esteja por um fio), pode ser o caso que tenhamos ficado desatentas para a coerência delirante destes “desbrasileiros”, para o paralelo irrecusável de falas e gestos degradantes.
    Deboche do luto de um ex-presidente, descrito como “9”, e o escárnio com o assassinato do pai do presidente da OAB. Universidades invadidas por policiais, sindicatos invadidos, após “olavagem” cerebral de policiais rodoviários nortistas, incentivada desde cima (apostila para estudo “não-preSidEncial”, à distância).
    O futuro embaixador nos EUA com visível arma na cintura dentro da UTI, o porta-voz da família com golpe baixo (da cintura) contra a democracia (o que ele diz nos envergonha como nação civilizada). O assassino Pinochet e o pedófilo Stroessner estadistas. O pai da inteligentíssima, poliglota, respeitada no mundo inteiro, Bachelet, agredido de forma inominável, a desqualificação estética da primeira-dama francesa com juízo de programa torpe de auditório, para somar-se à desqualificação estética da candidata que não mereceria o estupro e não poderia mesmo faltar a jornalista “feia”.
    Ameaça de expulsão do jornalista premiado com Pulitzer, dissidentes a serem eliminados na Ponta-da-Praia, juízo depreciativo dos imigrantes e clandestinos nos EUA (como se não existissem brasileiros na mesma situação, como se o EUA não compartilhasse conosco a condição de um país de imigrantes).
    Elogio das torturas e dos torturadores, condecoração para capo do Escritório do crime e emprego para seus familiares. Paraíbas que ficarão à míngua e as sete arrobas do afro-descendente.
    Se nada mais surpreende é porque chegamos mesmo ao fundo do poço! No meio jurídico e militar já se nota uma mescla de desapontamento e desgosto.

  4. Caro Kotscho, um drops especial pro Balaio:
    Tal pai, tais filhos: 01, 02 e 03.
    A boa notícia é que o Trumpetista demitiu o sinistro John Bolton, o senhor da guerra.

  5. Essa familícia já tem um legado ao brasileiro:
    BOL
    SO
    NA
    RI

    DIO
    …………………..
    Essa reticência exagerada é para se pensar. O que fizeram os bolsomínions? Exageraram na estupidez e se os legisladores forem coniventes, todos pagaremos a antiga CPMF. (0,4% sobre depósitos e retiradas é demais, é um ASSALTO, é uma facada nos pobres de Lula.)
    Meu Deus, o que fizemos? O que fizemos para cair na mão dessa familícia?
    Que legado ela nos deixará, legado leprosado e canceroso… pura covardia. Taí, dona Grobu, a senhora criou os bolsominions. Lembre-se dona Globo, o povo pobre de Lula consumirá menos, a indústria produzirá menos, a economia encrava e haverá menos comerciais e menos audiência. Plim plum, viubenhê?
    CPMF de 0,4%? SABIA QUE A POUPANÇA PAGA HOJE tão somente 0,3434%.
    Vai a Portugal de navio, dona Grobuu………….

  6. O povo ostenta uniforme do trabalho e sua bandeira é a dignidade. Ao toque do avançar, ele romperá a trincheira dominante e escravocrata .
    O resgate da Pátria se dará nas urnas, derrotando a loucura e as tropas de tais generais da caserna e de mercado.
    Ditadura, não!

  7. Prezado Kotscho: De fato, existe “muito medo dessa gente que saiu das catacumbas milicianas da política para o poder central” e que foram criados numa família onde muito provavelmente tinham como referência para leitura diária, em grupo, o Mein Kampf.

  8. Cachorro que late não morde… e pode ser abatido antes de qualquer investidura.
    Não percamos nosso precioso tempo com estas figuras desqualificadas, que pensam ter mais poder do que tem… ou seja… nenhum

  9. Oi, kotscho, tem uma perguntinha que me faço.
    E o seguinte: porque, por que razão, o inefável 02 Carluxo, pleiteou e disputou apenas um lugar na Câmara de vereadores no RJ e não um lugar mais destacado e reluzente no universo da politica em 2018?
    Pode ter uma resposta politica simples e pragmática. Nao sei.
    [veja-se que os tres candidatos a senador em MG, SP e RJ que estavam muito bem nas pesquisas foram derrotados todos eles com numeros acachapantes]
    Masporem, o planejamento do assalto ao poder foi tão bem montado e financiado que esta vereança tenha explicaçoes outras e o burako possa ser mais embaixo.

  10. Será que apenas uma família AMEAÇA A “NOSSA” DEMOCRACIA()!.Desculpe-me Ricardo Kotscho-Precisa de muito mais para ameaçar a nossa democracia!.Nem o presidente francês,nem o Maduro -Menos ainda a família Bolsonaro.

  11. Nenhuma surpresa na versão deplorável da democracia, porque a matriz da narrativa é a mesma e nunca ocultou a exaltação da ditadura e da tortura.
    A novidade é o porte da arma acintosamente demonstrado no típico estilo miliciano deliberadamente policialesco que nutre a origem carioca do Clã e amplia suas raízes pelo território brasileiro.

  12. O Brasil está encurralado….todas as pessoas que portam armas estão do lado deles, pensam da mesma forma…(PF,PMs,guardas municipais, inacreditavelmente as forças armada…..e porque não…as milícias, os narcos ,os que carregam armas na cintura…..o braço armado do país apontam suas baionetas para o judiciário, o congresso e o povo.

  13. A democracia brasileira só é boa para os donos do poder. O povo honesto e trabalhador vivem uma ditadura stalinista que programaram o empobrecimento dos trabalhadores através de arroxo salarial enquanto os do topo gozam de todo o tipo de mordomias. Pra mudar só com a união do povo para fazer uma revolução popular e exigir o fim de todas as mordomias dos politicos. Que recebam o teto salarial sem nenhum outro beneficio igual a todos os outros trabalhadores e o salario mínimo vinculado ao teto salarial em pelo menos 20% do teto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *