Nordeste dá o troco: governador Rui Costa se recusa a receber Bolsonaro na Bahia

Nordeste dá o troco: governador Rui Costa se recusa a receber Bolsonaro na Bahia

Bolsonaro conseguiu o que queria.

Em guerra permanente contra o país, atacou os governadores nordestinos na sexta-feira e recebeu o troco: os baianos deram uma banana para ele.

O governador Rui Costa anunciou agora à tarde que não irá receber Bolsonaro na inauguração do novo aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, marcada para esta terça-feira.

“Convidei o Governo Federal a se fazer presente no ato de inauguração nesta grande festa. Infelizmente, confundiram a boa educação com covardia, e desde então, temos presenciado agressões ao povo do Nordeste e ao povo da Bahia. A medida anunciada é excluir o povo da inauguração, fazer uma inauguração restrita a poucas pessoas, escolhidas a dedo como se fosse uma  convenção político-partidária. Não posso concordar com isso. Por isso, não vou comparecer à inauguração do aeroporto que o povo da Bahia construiu, que o Governo do Estado construiu”, justificou Rui Costa.

Glauber certamente faria mais um belo filme sobre este momento de demência coletiva protagonizada pelo bolsonarismo em marcha, que não se vexa de roubar as obras dos outros para fazer bonito na fita.

Em vídeo divulgado nesta segunda-feira, Costa agradeceu o empenho do ex-governador Jaques Wagner, do senador Otto Alencar e dos ex-presidentes Dilma Rousseff e Michel Temer que se empenharam para a construção do novo aeroporto:

“Quero refirmar meu orgulho de ter nascido na Liberdade. O meu profundo orgulho de ser baiano, de ser nordestino. Nordestino que, cima de tudo, é um resistente, um trabalhador. Como o povo da região de Vitória da Conquista, que trabalhou muito durante anos para tornar este sonho realidade”.

 

 

 

 

17 thoughts on “Nordeste dá o troco: governador Rui Costa se recusa a receber Bolsonaro na Bahia

  1. Fez muito bem o governador, É preciso mostrar para este imbecil, levado à presidencia por outros tão imbecis quanto ele, que ele não é nada.

    1. Que apelação…ate chamar um governante de imbecil, vamos lá… Agora querer rotular os que votaram nele também de imbecil, já é querer demais.. Nesta mesmo conceito, qual é o adjetivo que devemos dar à quem quer nos convencer que Lula não é ladrão e só está preso para não disputar a eleição?????
      A grande virtude do Bolsonaro não foi ganhar a eleição e tornar-se presidente desta massa falida, mas sim de expurgar uma corja de ladrões que assaltaram os cofres publicos por decadas.

      1. Dizer” vamos la” como voce diz é um bom começo – é começar a admitir que o Bozo eh efetivamente um imbecil.
        Dai nao se infere que os que o elegeram sao imbecis, é lógico.
        Apenas vao sentir-se como tais daqui a
        alguns meses,um ano – são coisas da psicologia, é inevitavel.
        Mas devo confessar, em teu favor, que tudo indica ser um imbecil com método.

  2. Que triste momento vive nosso País, um insano como governante, uma equipe insana e alguns seguidores também insanos, o pior é ver que alguns indícios devem nos deixar mais preocupados: submissão aos americanos, algumas igrejas evangélicas doutrinando nossa população, etc!

  3. Dois dirigentes de instituições deram demonstração de dignidade. O primeiro deles foi o diretor do INPE e agora o Governador da Bahia.
    Espero que outros dirigentes tenham a mesma coragem e integridade.
    Basta !

  4. Ministério da ausência para o Queiroz! Quando se pensa que a piração desvairada já chegou ao seu limite, eis que surge uma nova rodada estarrecedora. Contra esta insanidade-com-todo-poder-na-mão, não podemos fazer outra coisa senão falar uma mesma linguagem a partir de agora, pois os riscos são maiores do que o mais pessimista poderia prever antes da posse: o país está se tornando perigoso, a vizinha está enlouquecida de superioridade hiper-moral (na verdade, é um vício perfeito para adultos imaturos e insatisfeitos com sua própria vida).
    O Intercept revelou uma verdade constrangedora para o fanático da moral: ele queria mesmo que o Moro e os procuradores implicados perseguissem os petistas, ele queria que fizessem exatamente isso que as revelações apontam. Ele vibra com o que é dito, quando o mundo sente vergonha. O problema é que, agindo desta forma, o fanático (este complemento perfeito do tio do pavê; gracias pela imagem, Kennedy) não consegue mais fazer sua triste pose de inatacável defensor das leis. Um histérico se sentindo superior aos demais, sem mais poder dizer uma única palavra, exceto grunhidos inarticulados, logo vai se tornar violento.

  5. Prezado Kotscho: “O governador Rui Costa anunciou agora à tarde que não irá receber Bolsonaro na inauguração do novo aeroporto Glauber Rocha”. Ele está certíssimo. Demonstra ter dignidade.

  6. Antes era o “nós contra eles”, agora é “eu contra eles” e assim o povo vai se dividindo, criando rivalidades, distanciamentos e deixando acima de tudo de ser BRASILEIROS.
    É lastimável que isso continua acontecendo em uma terra de povo que era feliz e ordeiro.
    Governantes despreparados é para isso que servem… e faz tempo

  7. A direita extremosa e carrasca não é tudo isso que o desalento flagrante nos revela e esmaga. É pior! Pronto, vazei. Inaugurando aeroportos? Seria de bom alvitre (lembra do episódio?) que, sem mais tardar, desapropriassem latifúndios, destinando-os a cemitérios de promessas e de vida que não seguirão.

  8. Bolsonaro, quem pensou sufragá-lo e quem o sufragou! Que pesadelo. Nossa, sonhei com o “quem te viu e quem te vê”. Ah entendi, cara. O candidato era um, o eleito é bem o mesmo. A culpa não é minha, aliás, é tanta asneira, que já estou em dúvida.

  9. Esse Messias é um mentiroso perigoso. Tuitou há pouco que o governador da Bahia não autorizou a presença da PM daquele estado na inauguração. A solenidade será em área fechada e a segurança interna do presidente é feita pela ABIN e PF. Já está preparando o terreno para se vitimizar. Muita gente que entende do assunto já sugeriu um exame psiquiátrico nele. Já passou da hora.

    1. O Messias deveria levar sua segurança pessoal que são os milicianos da barra da Tijuca, seus amigos e vizinhos que têm mais de 100 fuzis em casa, liderados pelo Queiróz e pelo escritório do Crime, suspeitos do assassinato da vereadora Marielle Franco.
      “Como isso * foi acontecer com nosso país?” (Royalties para Reinaldo Azevedo, o insuspeito).
      * “Isso” é ele mesmo. O MITÔmano.

  10. “Quem é voçê que não sabe o que diz , meu Deus do céu que palpite infeliz” . Ninguém merece !
    O governador está certo , colocar a cereja no bolo alheio e covardemente fugir do povo é atitude típica do degradande pr.
    Quem sabe faz a hora e agora as oposições tem se unirem para fazer o que é preciso para o nosso bem, antes que seja tarde demais .

  11. Vale a pena sempre conferir a opinião do melhor editorialista do país.
    A despeito da sua profissão de fé incorrigível a respeito de Lula – o ex-presidente não pode ser excluído dos desdobramentos que o país vivencia desde sua unilateral opção por Dilma, como sua sucessora, quando dispunha de quadros melhor experimentados nos Tristes Trópicos -, Mino Carta sempre nos dá uma visada interessante dos fatos e factoides pululantes da conjuntura brasileira, nesta fase delirante da política nacional.
    https://www.cartacapital.com.br/carta-capital/sugestao-ao-itamaraty-cursos-de-culinaria-para-futuros-embaixadores/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *