Toffoli & Moraes: Lula já pode falar e sites bolsonaristas viram heróis da liberdade de expressão

Toffoli & Moraes: Lula já pode falar e sites bolsonaristas viram heróis da liberdade de expressão

“Os dias não andam fáceis. Defensores da ditadura e do golpe se fazem agora de paladinos da liberdade de expressão. Em alguns casos, são os mesmos que mandam recados para ministros do Supremo: `Não ousem soltar Lula´” (Reinaldo Azevedo, na Folha).

***

No Brasil virado de ponta cabeça, um dia nunca é igual ao outro, mas todos são esquizofrênicos.

O que valia num dia já não vale no outro, canalhas viram heróis, grandes defensores dos direitos humanos e da liberdade de expressão, as leis mudam de acordo com os interesses e o humor de quem julga, o que era proibido está liberado e vice-versa.

Até Bolsonaro agora virou defensor da imprensa livre e das terras indígenas e o general Mourão, que já pregou o golpe, apresenta-se folgazão como poder moderador.

No mesmo dia, após um festival de lambanças jurídicas, quase entrando em autocombustão, o STF de Toffoli & Moraes tirou a censura de dois sites bolsonaristas e liberou Lula para dar entrevistas.

Agora, o ex-presidente pode falar o que quiser porque a eleição já passou, Bolsonaro ganhou, e a mordaça de Luiz Fux, confirmada por Toffoli, já não tem mais serventia.

Aonde estavam todos eles, que agora se sentem tão ofendidos com as críticas ao STF, quando o linchamento moral tomou conta das redes sociais no ano passado, com kits gay e mamadeiras de piroca, no vale tudo que decidiu a eleição depois da facada misteriosa e da prisão de Lula?

Os mesmos paladinos que agora saíram em defesa dos dois sites irrelevantes, que pouca gente conhecia, não se manifestaram quando, numa canetada, Fux proibiu os jornalistas Florestan Fernandes Junior e Mônica Bergamo de entrevistarem Lula às vésperas da eleição.

O cinismo e a hipocrisia dessa gente não tem limites ao ver um microfone na frente para falar o que os donos da mídia querem ouvir.

Estão pouco se lixando para os ataques diários aos direitos fundamentais.

Não se interessam pelo acobertamento dos crimes praticados pelas milícias.

Acham normal, apenas “fatalidade”, uma blitz do Exército matar com 80 tiros um músico que estava no carro com a família e o catador que tentou salvá-lo.

Só lhes interessa agora a reforma da Previdência e a privatização da Petrobras, o resto que se dane.

Mais do que os discursos desconexos do capitão reformado, assustam-me os comentários que leio nas redes sociais, em que se comemora o suicídio de Alan Garcia e se prega a morte dos adversários políticos.

“Nesse terreno, se constrói a casa de tolerância do malandro com aspirações autocráticas”, escreve Vinicius Torres Freire, em sua coluna sobre o momento dramático que o país vive: “Líderes do país promovem conflitos irresponsáveis; baderna institucional aumenta”.

As pessoas nas ruas e nos botecos da vida já discutem, com a maior naturalidade, se vamos ter golpe, autogolpe, renúncia, impeachment ou parlamentarismo, como se estivessem falando do jogo de domingo.

Enquanto isso, a economia afunda e caminhamos para a anarquia generalizada, com os três poderes se desmoralizando e milhões de desempregados vivendo ao relento.

Alguns jornalistas até ganham medalhas do poder no Dia do Exército, mas a maioria está sem emprego e sem espaço para contar o que está acontecendo.

Liberdade de imprensa? Aonde? Para quem?

“Brasil cai 3 posições em ranking mundial da liberdade de imprensa”, informa a Folha desta sexta-feira do feriadão.

Estamos agora num honroso 105º lugar no relatório divulgado pela organização Repórteres sem Fronteiras sobre a situação encontrada em 180 países.

Para nosso consolo, ainda estamos longe do Turcomenistão, ex-república soviética que ocupa a lanterna.

Se depender dos valentes defensores da liberdade de expressão que apareceram nos últimos dias, logo chegaremos lá.

Boa Pascoa.

Vida que segue.

 

 

19 thoughts on “Toffoli & Moraes: Lula já pode falar e sites bolsonaristas viram heróis da liberdade de expressão

  1. Pessach
    Lula espera
    Páscoa de Justiça
    .
    Condenado sem provas.
    Liberdade de expressão,
    ovinho Pascal.
    .
    Deguste-o com sabedoria.
    Revele a qualidade
    do chocolate.
    .
    Pessach
    Lula merece
    Páscoa de Justiça.

  2. A quem possa interessar.

    ” NÃO OUSEM IGNORAR O POVO ”

    Se um tenente pediu reforma e chegou a capitão Presidente…
    Se a massa gritar Lula, o povo chega a Presidente !

    NÃO OUSEM…

  3. Caro jornalista e autor Ricardo Kotscho.
    Aõ, ão, ão… rima com capitão.
    Então estamos longe do Turcomenistão?
    Sorte do burrico, Arte maior do grande Paulo Caruso.
    Certíssimo, deixamos o europeu Azerbaijão para trás. Chegamos à Asia, aproximando-nos do Paquistão, Afeganistão, Usbequistão , depois mais ão:
    Casaquistão , Tadijiquistão e Quirguistão, hoje apenas Quirguiza.
    Nessa maré política, que não se define, alta ou baixa, um tsunami poderá levar o Brasil ao Butão.
    Quem dera,
    numa dessa eleições, um Salvador da Pátria,
    mesmo na Ásia, leve a Pátria amada, perto de uma economia qual a do Japão.
    Lula quase chegou lá e está em Curitiba…
    porque enfrentou a elite dominante.
    Com Lula, ão ão ão… rima com povão.

    1. Lula se se aliou a elite dominante para saquear os cofres públicos. Se estamos nessa situação de miséria é graças aos 14 anos de administração petistas e seus assaltos bilionários aos cofres públicos.

  4. A nota de três reais existe.
    Bolsonaro dizer que precisa da imprensa, é tão falso quanto.
    Existe mesmo! Alguém tem troco pra nota de três?

  5. Bolsonaro mandou preparar medalhas para a condecoração do DIA DO EXÉRCITO.
    Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza.
    Mas tanto assim? Será um festão!
    Quinze mil jornalistas serão agraciado com a…… MEDALHA DO DESEMPREGO.

  6. Tá certo o Senhor jornalista Ricardo Kotscho.
    Lição maravilhosa a de hoje. Canalhas viram heróis!
    E tudo no lombo da sofrida e guerreira imprensa.
    O povo sabe que o falso herói nasce canalha.

  7. Acho que sem querer querendo, o stf deu um nó no PiG, se não podem censurar os caluniadores, não devem calar o caluniado. Lula vai falar pelos cotovelos. Grande dia.

  8. Não costumo vir aqui com frequência mas sempre acabo lendo os bons textos do Kotscho aqui e ali. Então aproveitei para ver algumas postagens antiga. Veja está de 2008, como tem tudo a ver com o tema desta postagem, embora o momento fossem beeem diferente

    “Além de ser um radical defensor da liberdade de expressão _ mesmo para que”m não a merece, porque já conheci o outro lado da medalha _, acho até bom que todos fiquem sabendo o pensamento dos 6% de brasilerios que ainda são contra o governo, segundo o índice de desaprovação do presidente Lula nas últimas pesquisas”

  9. Os soldados do Exército fizeram aquilo para o qual foram treinados: destruir o INIMIGO. E que inimigos perigosíssimos, hein? Evaldo, um músico e Luciano, um catador de papéis.

  10. Prezado Kotscho: É perfeita essa sua colocação: “Os mesmos paladinos que agora saíram em defesa dos dois sites irrelevantes, que pouca gente conhecia, não se manifestaram quando, numa canetada, Fux proibiu os jornalistas Florestan Fernandes Junior e Mônica Bergamo de entrevistarem Lula às vésperas da eleição.” Mesmo porque, cá entre nós, os sites são meio reacionários e de gente da turma desses paladinos. Ou não é isso?

  11. O mundo gira e muitas coisas viram de ponta cabeça. Outrora pagava-se milhões para ouvir uma palestra do estadista, hoje gasta-se milhões para se conseguir uma liminar para poder falar; liminar esta deferida por alguém que mandou colocar a mordaça nos outros e aplaudida por uma deputada que processou um jornalista porque fez deboche dela. Isto é o que chamamos de democracia relativa, ou seja, de acordo com as conveniências do momento.

  12. Pra mim, o mais espantoso é a apatia do povo.
    Parece que tudo se resume às famigeradas ‘redes sociais’. Que só servem para as pessoas exprimirem suas idiossincrasias. Que tempos vivemos!

  13. As atitudes do judiciário neste momento estão apontando para a autoconfissão de culpa e tentativa de caminho para redução de danos – causados a si mesmos.
    Agora , a quem menciona ”reforma de Previdencia” devolvo que a reforma que eu quero ANTES é a do Judiciario, do congresso e principalmente da Midia.
    É muita ‘unanimidade’ de um tema único, unanimidde imposta como um cabresto.
    RK, que Brasil sairá d.i.s.t.o tudo ao fim de dois ou tres anos? Ta ficando muito angustiante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *