Conseguiram! 62% dos brasileiros sentem vergonha, indignação, tristeza e medo

Conseguiram! 62% dos brasileiros sentem vergonha, indignação, tristeza e medo

Entre as muitas pesquisas divulgadas esta semana, mostrando a queda da aprovação de Bolsonaro, a que mais me chamou a atenção foi a do Ipespe, que procurou saber o que os brasileiros estão sentindo neste momento, às vésperas do governo completar 100 dias.

O resultado está na coluna de Mônica Bergamo, na Folha:

“A maior parte das pessoas (62%) se diz preocupada, envergonhada, indignada, triste ou com medo hoje no Brasil, segundo pesquisa realizada pelo Ipespe.

Outras 33% afirmam estar esperançosas, alegres e tranquilas; 2% se dizem entusiasmadas e apenas 1%, orgulhosas”.

Quem será que está incluído neste 1%? Gostaria de conhecer estas pessoas para saber seus motivos.

Grosso modo, a pesquisa reproduz a proporção de um terço da população, os que estão otimistas, que votou em Bolsonaro na eleição e lhe continua fiel.

Os dois terços de desalentados constituem a soma dos que votaram em Haddad, anularam o voto, votaram em branco ou se abstiveram.

Até a pesquisa oficial do mercado, que reúne bancos e rentistas, encomendada pela corretora XP ao mesmo Ipespe, e divulgada nesta sexta-feira, mostra queda na popularidade de Bolsonaro: de janeiro para cá, o índice caiu de 40% para 35%.

Na pesquisa do instituto Big Data, contratada pela revista Veja, no mesmo período a aprovação de Bolsonaro caiu 12 pontos percentuais:  de 50% para 38%.

Todas as pesquisas mostram números semelhantes: cerca de um terço da população ainda acredita no governo.

Na véspera, pesquisa do Atlas Político já havia mostrado que a aprovação do presidente (30,5%) já é menor do que a dos que o rejeitam (31,2%).

Nenhum outro presidente teve índices tão baixos nos primeiros 100 dias após a redemocratização do país.

A maioria dos desiludidos está na classe média. Estimativa do Big Data calcula que cerca de 15 milhões de eleitores que votaram em Bolsonaro deixaram de avaliar seu governo de maneira positiva.

Se Bolsonaro reagir com fúria às pesquisas em que está despencando, como fez quando o IBGE divulgou esta semana o aumento do número de desempregados no país (foi para 13,1 milhões), estes institutos vão ter que mudar suas metodologias ou correrão o risco de entrar na lista negra dos comunistas.

Será engraçado incluir neste rol de malditos a XP, a maior corretora do país, com controle indireto do Itaú.

Nada mais é impossível no país dos bolsonaros, do nazismo de esquerda e da terra plana.

A única boa notícia para o governo foi dada na manhã de hoje pelo próprio presidente: o ministro da Educação, Vélez Rodriguez, finalmente deve ser demitido na segunda-feira.

Pelo menos os livros didáticos foram salvos do colombiano doido que queria reescrever a História do Brasil.

Bom final de semana a todos.

Vida que segue.

 

15 thoughts on “Conseguiram! 62% dos brasileiros sentem vergonha, indignação, tristeza e medo

  1. Kotscho:
    já que este pessoal acredita que a terra é plana, seria interessante que eles caminhassem em linha reta até caírem fora do nosso planeta.
    Abraços,
    josé maria

  2. Pois é, Kotscho, depois que o Tá Ruim chegou nunca mais melhorou, como diz a letra do samba cantado pelo MPB 4, cujo autor não consegui identificar.
    O Brasil é uma esculhambação.

  3. Caro amigo Kotscho,todas estas pesquisas refletem o que voçê, eu e tantos outros já falavamos a muito tempo,e os bolsonetes nos acusavam de simplismente estar torcendo contra o piloto estando todos nós dentro do avião!
    Agora muitos dos bolsonetes/olavetes estão percebendo que o avião está sem piloto,e que o bozo não passa de um ex-soldado aposentado por incompetência aos 33 anos!
    Se não tinha competência para ser um simples soldado, teria competência para ser presidênte do brasil?
    Só os bolsonetes loucos e os banqueiros espertos que acreditaram nisso!
    Os banqueiro estão em meio a crise ganhado rios de dinheiro (quanto pior,melhor para eles) e os bolsonetes estão batendo palma para o capitão mesmo com o navio afundando!!
    Quem é mais louco? o bozo ou os bosonetes? ta dificil saber!!
    Força amigo! Estamos juntos na resistência!

  4. Colombiano por colombiano, ‘doido’, Mestre, sou mais Higuita, que além de nunca ter ousado pensar em ser ministro da Educação no Brasil e reescrever a nossa história, entre tantas outras loucuras, presenteou o mundo esportivo com a singular, incrível e ousadamente plástica, ‘defesa do escorpião’, considerada umas das mais belas obras primas do futebol mundial.
    Mas, tratando-se do brasileiro ‘estagiário da presidência’, é bom já ir sabendo-o ‘ours concours’ no quesito, pois até o ‘doidão’ Jânio, tinha método na ‘loucura’, sem falar em, preparo, cultura, lógica política e civilidade, as quais o atual sexa-estagiário sequer ‘foi apresentado’.

  5. Kotscho, na verdade, o inominável vai acabar como começou, só apoiado por milicianos. Segundo pesquisa recente, 30.000 seguidores dele são bots que retuitam suas maluquices 24 horas por dia. Tem o exemplo de uma seguidora, senhora de meia idade, que se identifica como conservadora e de direita que retuitou um post do inominável 200 vezes, o que seria impossível para um humano, mesmo que o dia tivesse de 25 horas.

  6. Prezado Kotscho: Mesmo que “o ministro da Educação, Vélez Rodriguez, finalmente deve ser demitido na segunda-feira” você acredita em alguma mudança significativa na educação ou só vão trocar seis por meia-dúzia? “Seria uma atitude ingênua esperar que as classes dominantes desenvolvessem uma forma de educação que proporcionasse às classes dominadas perceber as injustiças sociais de maneira crítica.” – Paulo Freire.

  7. As pesquisas, penso eu, são referências, mostram razoavelmente o que acontece ou o que tende a acontecer. Só que nesse caso, acho, as pesquisas não revelam o “silêncio” de parte do eleitorado, aquele que FOI ENGANADO, ou que apostou na loucura/insanidade. É mais ou menos como aquela pessoa que está sendo traída pela mulher/marido e que FINGE que não vê….. O corno insiste em viver sua vida como se aquilo NÃO estivesse acontecendo. Dentre as pessoas pesquisadas, deve haver muitos “enganados/traídos” que ainda insistem em não querer enxergar o óbvio, ou seja, que confundiram urna com privada.

  8. Ao que se percebe , a nossa luminosa Miriam Leitão não precisa estar tão pessimista com a economia.
    Num carece não.
    Há setores que vão indo muito bem, obrigado.
    O do franqueamento em nosso pais por exemplo é promissora realidade.
    A franquia incansável do Depto de Justiça americano nas ativas subsedes do MPF e do Ministerio da Justiça. Some-se a isso a nova e vibrante franquia do Pentágono em Alcântara, Maranhão.
    Ah, ia me esquecendo: um arremedo consolidado de franquia de Guantánamo em Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *