Desmanche criminoso: até quando colombiano doido vai detonar Educação brasileira?

Desmanche criminoso: até quando colombiano doido vai detonar Educação brasileira?

“A cadela do fascismo está sempre no cio” (Bertold Brecht).

***

Como um piloto enlouquecido, ele acelera e avança sobre as bases da Educação brasileira, sem o menor compromisso com o principal ministério de qualquer país civilizado.

Teleguiado por outro doido, o guru piromaníaco Olavo de Carvalho, o colombiano Ricardo Vélez Rodriguez, de quem nunca ninguém ouvira falar, a cada dia comete mais desatinos.

Nomeia e demite em seguida altos funcionários da estrutura ministerial, anuncia e revoga medidas delirantes, e depois corre para pedir ajuda ao capitão presidente.

De onde tiraram essa figura soturna e mal encarada, que nem sabe falar português direito?

Só tomamos conhecimento dele quando veio com aquela ideia maluca de obrigar todos os estudantes brasileiros a se perfilar para cantar o Hino Nacional antes das aulas e repetir o slogan da campanha presidencial de Bolsonaro, ritual que deveria ser filmado e enviado às autoridades.

Nem o genial Chaplin pensou nisso quando filmou “O Grande Ditador”.

Brecht deve ter se inspirado em alguém parecido quando falou sobre a cadela do fascismo.

Do nada, ele armou uma guerra contra o “marxismo cultural” e a “ideologia de gênero”, antes mesmo das aulas começarem, e não parou mais de dizer e cometer desatinos diariamente.

A última dele foi cancelar a avaliação de crianças de 7 anos em fase de alfabetização, que só voltaria a ser realizada em 2021.

Com a mesma leviandade empregada para fazer isso, no dia seguinte ele mesmo tornou a medida sem efeito, depois de causar mais uma crise no MEC, como se estivesse administrando um botequim.

Sem consultar ninguém, sem ter a menor ideia da responsabilidade do cargo, Vélez vai atropelando e demitindo seus subordinados, muitos deles indicados por Olavo de Carvalho e um grupo de militares da reserva.

Em que outro país o Ministério da Educação é tratado desta forma irresponsável, comprometendo o futuro de uma nação?

É tudo muito louco. Quem teve a brilhante iniciativa de cancelar a avaliação foi um sujeito chamado Carlos Nadalim, indicado por guru Carvalho, dono de uma escola em Londrina, a Mundo Balão Mágico, que divulga vídeos pela internet sobre alfabetização de crianças.

Nadalim entrou em choque com Marcos Vinicius Rodrigues, presidente do Inep, indicado pelos militares, que no dia da sua posse se referiu aos “cidadães” brasileiros.

Tania Leme de Almeida, secretária de Educação Básica, que era do grupo técnico, pediu demissão e Rodrigues foi demitido pelo ministro após uma ríspida discussão.

Nem dá para listar quantos secretários já entraram e saíram do ministério em menos de 90 dias de governo, tamanha é a barafunda que se instalou no MEC.

Até o guru Olavo de Carvalho já entrou em choque com o colombiano e pediu para seus ex-alunos, nomeados por Vélez Rodrigues, deixarem o ministério.

No circo de horrores montado pelo novo governo na Esplanada dos Ministérios, o colombiano doido consegue roubar as manchetes, sem conseguir apresentar até agora nenhum plano de trabalho.

Garantido no cargo pelo presidente Bolsonaro, até quando as entidades do magistério vão suportar estes desaforos que se tornaram diários?

Será que ninguém vai denunciar no Congresso Nacional o caos instalado no MEC e pedir a imediata demissão desse ministro aloprado?

Isto não é normal, não pode continuar assim.

Estamos ultrapassando todos os limites da insanidade governamental, eu sei, mas para mim o mais grave de tudo é o que está acontecendo com a Educação.

Membro fundador do movimento Todos Pela Educação, eu vejo que estão sendo jogados no lixo anos de trabalho voluntário de profissionais abnegados, que lutam para melhorar as condições de ensino das nossas escolas em todos os níveis.

Leva anos para construir, mas para detonar é tudo muito rápido.

Está na hora de lançar outro movimento: SOS BRASIL!

Vida que segue.

 

 

25 thoughts on “Desmanche criminoso: até quando colombiano doido vai detonar Educação brasileira?

  1. Um presidente que posta filmes porno e um Ministro da Educação que faz o que faz o atual só podem ter um destino: impeachment
    E nem é preciso buscar muito fundamento. Basta invocar o disposto no art. 9º item 7 da Lei 1079/50:
    Art. 9º São crimes de responsabilidade contra a probidade na administração:
    7 – proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo.

  2. Bolsoano 2019:
    Pátria Deseducadora
    Menos Médicos Mais Milicos
    Sistema “S”Salve-se Quem Puder!
    Temos o que Temer…
    Vamos em frente que
    já já vem gente
    atrás da gente!

  3. Kotscho:
    o atual ministério da educação (com letra minúscula mesmo) é um dos retratos assustadores do que hoje se passa em Brasília e no resto doBrasil.
    Abraços,
    josé maria

  4. Caro amigo Kotscho, para o bozo está tudo ótimo, na cabeça insana dele,quanto mais loucos e insanos ao seu redor fazendo loucuras melhor , já que ele para parecer um sujeito normal tem de ter alguém muito louco ao seu lado para chamar mais atenção!
    O bozo não passa de um debil mental,com dificuldades de fala e de escrita (analfabeto funcional) e que se cercou de um bando de loucos cada um pior do que o outro,onde três personagens malucos se destacam pela mediocridade e insanidade,são eles:
    Tonho da lua: Filho que o bozo chama carinhosamente de pitbul e que constuma estumar ele contra os desafetos!
    Sinistra damares: a fundamentalista religiosa que vê pecado em todos os lugares quando não está vendo Jesus em cima da goiabeira!
    Sinistro velez: Um colombiano tão bom no que faz que nem a colombia o quiz,esse lixo colombiano esta levando a educação brasileira para ralo,não tem nenhum compromisso com o brasil, a não ser destruir o que tiver de bom na nossa educação!
    Temos que reagir, o brasil não pode como prometeu o bozo voltar 50 anos!!!
    Força amigo!Estamos juntos na resistência!

  5. “Temos que destruir. Destruir tudo para depois construir”. Ele vem dizendo isso há tempos.
    31 de março está chegando. 55 anos depois.

  6. Uai!
    O Doido mor no caso, Mestre, não é o ‘Colombiano’, que apenas cumpre ordens, e sabe bem disso:

    “O pior de Jair Bolsonaro é que se trata de um homem de palavra: está fazendo tudo o que prometeu na campanha eleitoral. Ninguém pode reclamar.
    Como ele mesmo afirmou logo após sua chegada a Washington, primeiro é necessário “desconstruir o Brasil para livrá-lo do comunismo”, e depois pensar em construir um outro país.”

    Então, ‘até quando’, nós brasileiros ficaremos a assistir imóveis, bolsonaurus e seus medíocres, como o ‘Colombiano’ na Educação, detonarem o Brasil por ignorância continuada?

  7. O Brasil está sendo governador, se é que pode dizer isso, por um bando de loucos. Fico me perguntando onde chegamos em tão pouco tempo, parece um pesadelo.

  8. Tristeza e vergonha ver isso que estão fazendo, o Brasil com suas riquezas e potência não merece, atue como estadista Presidente, aglutine forças, do contrário estaremos todos perdidos…

  9. A EDUCAÇÃO é a área mais sensivel de um pais que queira desenvolver-se. A história contemporânea está repleta de exemplos de como paises conseguiram um desenvolvimento em tempo record, a partir de uma solida base na educação. Coreia do Sul é o melhor exemplo disso.
    Nesse quesito, o governo Bolsonaro errou feio na indicação e continua errando ao não estancar esta hemorragia à tempo de não deixar que um desastre maior aconteça. A educação, com um projeto bem acertado já leva tempo para produzir os primeiros resultados práticos; agora imagina dentro deste contexto, ainda mais com influencia de guru externo para complicar.
    Errrrrrooouuuu feio.
    Assim como errou também no Ministério das Relações Exteriores, que ja vinha de uma politica mediocre da cabeça de Celso Amorim e seu comparsa Marco Aurelio Top Top, que agora são substituidos por um lunático do baixo clero, que em nada acrescenta ou corrige os erros do passado, projetando um futuro melhor nas relações externas.

  10. Prezado Kotscho: “Brecht deve ter se inspirado em alguém parecido quando falou sobre a cadela do fascismo.” Vai ver que se inspirou, de maneira premonitória, no canil desse governo medíocre, porque pitbulls não faltam, certo?

  11. RK, isto é so uma pergunta, fora do tema e off the record : ´se Roraima recebe muito de sua energia da hidreletrica de Guri, na Venezuela, e se por tres vezes foram, digamos, ‘registrados’ apagões enormes ali… será uma questao técnica ou politica o porque em Roraima não se soube de fatos semelhantes?
    atn eletrobrás, explique.

  12. Tá na cara que o currículo de Ricardo Vélez foi “enriquecido” propositalmente na Wikipedia recentemente: a página foi editada pela última vez às 15h30min de 9 de março de 2019. Lá fizeram questão de afirmar que “ele é anticomunista, que odeia o PT, que sua missão é combater o marxismo cultural no ensino básico e superior, que o brasileiro é ladrão quando viaja, etc”. Nós, brasileiros, temos que aguentar calados mais essa?

  13. Rapaz…um governo que tem como ideologo, um picareta como o Olavo de Carvalho, não pode mesmo ser levado a sério.
    As “pessoas de bem” que o colocaram, deveriam agora estarem nas ruas, batendo pratos, panelas, e tudo o mais…se tivessem vergonha nas caras, estariam fazendo isto.

  14. …E O QUEIROZ HEIM ???
    Uma hora desta deve estar montando um escritório para administrar o salário de funcionários fantasmas, pois agora podem contratar quantos quiserem.
    Se contratarem mil com 10 mil reais de salário cada um , e devolverem 8 mil cada um, serão 8 milhões por mes na boa…dentro desta máquina pública, contratar mil é facim-facim…
    Só um bozobesta muito besta, acredita que isto não está acontecendo….

  15. Kotscho escreveu sobre a educação (onde a situação é realmente assustadora), mas a situação do (des)governo não é melhor em alguns outros setores:
    -as relações internacionais parecem que retroagiram ao tempo que em, realmente, existia uma guerra fria;
    -o comércio exterior caminha para um beco sem saída, com críticas à países com relação ao qual o Brasil tem superávit, para outros com déficit;
    -o desemprego continua subindo e com “jênios” do governo plantando a ideia que retirar direitos vai trazer empregos de volta. É capaz que daqui há algum tempo se diga que no tempo da escravidão não tínhamos desemprego……

  16. Ricardo, eu nunca tinha ouvido falar neste indivíduo Olavo de Carvalho, e não é por eu ser de esquerda não, porque apesar disto eu observo e procuro conhecer o que estiver ao meu alcance, para fazer como o apóstolo Paulo orienta, em 1 Ts 5.21: “Observai tudo, retende o que é bom.”, e apesar de me debruçar em toda a matéria de conhecimento, nunca tinha ouvido falar dele, quanto mais do seu sequaz, o ‘Colombiano doido’. Aliás, infelizmente, ele, O doido, está mais para o Jair, tão errático quanto. Jamais pensei que teríamos um presidente pior que a Dilma, mas me enganei redondamente. Ela era incompetente, mas acreditava realmente que suas decisões eram as melhores para o país. Além do mais, mesmo sendo de esquerda, sempre respeitou o caráter conservador da população brasileira e nunca impôs algo que fosse excessivamente contraditório a ela. Isto demonstrava, que ao contrário do Jair, ela governava para o Brasil, e não para o partido ou para seus pudores ideológicos. O Jair, me parece, quis tornar-se presidente, para ter uma caixa de ressonância maior para os seus tuítes.

  17. A Coreia do Sul não valorizou só a educação. Ela valorizou acima de tudo o trabalho. Eu tenho vídeo aqui do tempo que a Coreia do Sul era mais pobre do que o Brasil que mostra dezenas de garotos de 12, 13, 14 anos ou mais trabalhando o dia inteiro de baixo de navios batendo no casco com martelos para tirar a ferrugem para reformar, ganhando 4 dólares por semana para ajudar os pais. Aqui o menor é proibido trabalhar até os 16 anos. Aqui o governo gasta R$30 bilhões por ano para distribuir uma merreca para manter as pessoas na pobreza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *