Vão ficar fazendo “arminha” até quando? E Bolsonaro armado quer liberar porte de armas

Vão ficar fazendo “arminha” até quando? E Bolsonaro armado quer liberar porte de armas

Aos leitores: estou há mais de 24 horas sem conseguir compartilhar este blog no meu Facebook. Aparece um aviso informando que “ocorreu um erro” e estão tentando resolver o problema “o mais rápido possível”, mas, até agora, nada. Parece que a falha é mundial. 

Em tempo: o problema foi resolvido no final da noite de quarta-feira. 

***

O então candidato Jair Bolsonaro foi eleito carregando crianças no colo, fazendo “arminha” com os dedos, e ameaçando metralhar a petralhada.

Na mesma hora em que dois encapuzados armados entraram atirando numa escola em Suzano, nesta manhã de quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro contou, em café da manhã com jornalistas, no Palácio do Planalto, que dorme com uma arma no quarto do Alvorada e ainda não desistiu de “flexibilizar” ainda mais o porte de armas, ou seja, vai liberar geral.

Assim como na campanha, o capitão fala essas coisas, todo mundo noticia, e até acha normal. Nem vira manchete.

Depois de liberar por decreto a posse de quatro armas para cada cidadão, pelo jeito o presidente quer que agora todo mundo vá dormir armado.

Seu vizinho miliciano, aquele que deu 13 tiros em Marielle, levou tão a sério essa história que tinha mais de 100 fuzis guardados em uma de suas casas para qualquer eventualidade.

Em lugar do Minha Casa, Minha Vida, vamos ter agora o Minha Arma, Tua Vida, o programa armamentista do samba do capitão enlouquecido.

Seu fiel aliado Major Olímpio, senador por São Paulo, já falou que se os professores andassem armados o atentado de Suzano não teria acontecido.

Alguém já imaginou o que vai acontecer quando escolas, fábricas, palácios de governo, cinemas ou campos de futebol forem frequentados por pessoas armadas para se defender?

Nos comentários que li nos grandes portais, os bolsonaristas, que se autoproclamam “pessoas de bem”, estão achando tudo muito bonito e defendendo o Mito a ferro e fogo.

Não sei quando e como tudo isso vai acabar. Só sei que não vai acabar bem. Mas, pelo jeito, os bolsonaristas que saíram do armário vieram para ficar.

Como no final do filme Tropa de Elite 2, os milicianos tomaram o poder em Brasília, e quem não estiver satisfeito que se mude para bem longe.

É o que vai acontecer com o delegado que prendeu os dois suspeitos do assassinato de Marielle, que já foi tirado do caso pelo governador Wilson Witzel, e vai ser mandado para fazer um curso de especialização em Roma.

O tema do curso deverá ser, certamente, o funcionamento da máfia, que serviu de modelo para as milícias nativas, em que os mandantes sempre ficam impunes.

E assim segue o baile de máscaras que tomou conta do Brasil, onde fake news virou notícia, e notícia é chamada de fake news nos tuítes presidenciais.

A cada dia um susto, a cada susto um novo espanto, a cada espanto um grito de horror abafado pela nova normalidade fardada e togada.

Até quando?

Vida que segue.

 

15 thoughts on “Vão ficar fazendo “arminha” até quando? E Bolsonaro armado quer liberar porte de armas

  1. Exatamente, abriram os hospícios e o loucos estão todos soltos e empoderados, de onde deveria vir união, pacificação e ordem, vem o contrário. A maior autoridade do país só fala asneira.Está difícil.

  2. Caro amigo Kotscho,todos os bolsonetes que defedem armar a população ,estão com o
    sangue das vitimas deste massacre hoje nas mãos!!!
    E o debil do bozo que não consegue controlar sua lingua,seus filhos,seus ministros,etc,consegue controlar uma arma?
    Estamos perdidos com esses loucos no poder!!!
    Força amigo ,estamos juntos na resistência!!!

  3. Que estranho, Kotscho: pensei que ele dormia com uma mulher no quarto do Alvorada.
    Que mau gosto dormir com arma. Quem come quem?
    Agora a sério: estava na cara que o delegado que prendeu os assassinos da Marielle e do Anderson seria afastado.
    Aí tem coisa. Parece que o policial foi longe demais.
    O Brasil está cada dia mais louco.
    Cada noite também.
    Os monstros estão soltos.

  4. Muito bom esse comentário os eleitores doentes do mito e aquela que se deicharam contagiar por pregações messiânicas de que bastaria tirar o Pt do poder que o brasil viraria um paraiso ,conviveram mais de dois anos com o temer Q a lava jato esqueceu ,pq ele não tem votos nem influência nenhuma e não é do Pt,bom agora já era a vaca foi para o brejo e ainda temos q ficar ouvindo besteiras do ciro Gomes,as idiotices do Datena q disse q o presidente corria riscos com o vizinho que já foi gênrro do seu filho,que o mito não sabe com quem os filhos andam e nem conhece seus vizinhos de 15 anos, vlw ..

  5. Prezado Kotscho: O “capitão” disse que não se lembra de ter conhecido seu colega condômino assassino mas, como você bem disse, “Seu vizinho miliciano, aquele que deu 13 tiros em Marielle, levou tão a sério essa história que tinha mais de 100 fuzis guardados em uma de suas casas para qualquer eventualidade.” Será mesmo que não conhece? Será que nunca estiveram juntos, ou seus probos representantes, em alguma assembleia no condomínio onde moram? Será que não existe uma ata de assembleia para revelar se isso é verdade ou não? E que papo furado é esse de que o “capitão” tem mais de uma centena de fotos e entre elas uma com o parceiro do atirador e é normal? Por acaso o “capitão” tem alguma foto com “gente do bem”, de verdade, e não foi divulgada até agora? Como o “capitão” e muita gente desse governo vivem pregando o uso de armas como verdadeiros pistoleiros do velho oeste, se sou um membro da família das vítimas da escola em Suzano, pensaria numa ação pública contra o estado brasileiro que é um dos grandes responsáveis por essa e outras barbaridades.

  6. Prezado Kotscho: Será que não se conheciam mesmo no condomínio? “Sobram fotos de Bolsonaro pai com os dois detidos (especialmente com Élcio Vieira de Queiroz, que é apontado como motorista do carro que perseguiu o de Marielle e Anderson, enquanto Lessa efetuava os disparos). Ademais, uma das filhas de Ronnie Lessa teria sido namorada do filho mais novo do mandatário, e Lessa reiterava sempre – e jamais foi desmentido – que o fim desse namoro foi o que afastou as famílias.”, segundo consta no portal Carta Maior de 13/03/2019 e publicado originalmente em pagina12.com.ar

  7. RK, desculpe mas dizer que o porte legal de armas tem alguma relação com o massacre de Suzano é forçar muito a barra, por acaso os meninos tinham porte legalizado? A lei atual, que praticamente impede o cidadão comum de ter acesso a arma de fogo, ajudou a diminuir o número de assassinatos no Brasil? impediu que aqueles que não tem porte, como os dois assassinos, tivessem armas e cometessem crimes e atentados?
    Segue para refletirmos.
    Abraços.

    1. O problema dos rasos é o profundo, com a modéstia sendo o filtro que impede-os de afogarem-se além raso.
      Reflitamos, no país em que o mandatário mor faz apologia das armas, da justiçaria privada e de estado e prega o ódio, na tragédia anunciada de Suzano, afinal:
      Por que dois executores e apenas uma arma de fogo?
      Quantas seriam as vítimas se houvesse mais uma arma de fogo?
      Quantas foram mortas por arma branca?
      Sem o filtro da modéstia, deixado de lado por essa ‘gente de bem e pais de família’, temos de volta o festival que assola o país, ora involuído da antiga besteira à atual mediocridade.

  8. “A cada dia um susto, a cada susto um novo espanto, a cada espanto um grito de horror abafado pela nova normalidade fardada e togada.”
    Que pena eu sinto por ser esta a síntese do Brasil atual!!

  9. Bom dia , sou um pouco mais nova que você, e acho incrível como você escreve aquilo que penso. Tem horas que dá um desânimo, mas sei que não acontece apenas comigo. Continue a escrever, só assim refletimos e vamos lutando para que tudo melhore. Abraços e como vc diz: vida que segue.

  10. Doria foi vaiando, queria ver hoje, ele junto com o Inominavel fazendo arminha e pedindo votos na porta de escola. Tem senador miliciano laranja querendo professores armados, Imagine a cena, professora com arma e cima da mesa (ou ficaria num cofre?) tentando explicar que a terra e plana.

  11. A maioria da policia militar não é formada por bandido, corrupto ou miliciano; mas imaginem estes sabendo que as armas que os matam são fornecidas por ” amigos” de farda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *