A felicidade finlandesa, os velhos amigos e os ciclos da vida

A felicidade finlandesa, os velhos amigos e os ciclos da vida

Cronista bom é aquele que escreve o que a gente também sente. Flagra nossos pensamentos e angústias, escracha o que apenas pressentimos. Foi o que pensei ao ler a coluna “E se?”, publicada neste domingo, na Folha, pelo jovem Antonio Prata, filho dos meus bons amigos Mario Prata e Marta Góes, enteado de outro chapa, o Nirlando Beirão, um mineiro europeu. Nesta família de craques do bem escrever, Antonio começou seu texto assim: “Lá pelo fim da festa, no meio…

Leia Mais Leia Mais

Três meses jogados fora: mais desemprego e mais desalento rumo ao caos

Três meses jogados fora: mais desemprego e mais desalento rumo ao caos

Em clima de fim de feira, parece que o governo do capitão Bolsonaro já está acabando, mas é só o começo da destruição do futuro do Brasil. Mais de 1,8 milhões de jovens desistiram de procurar emprego num país em que 13,1 milhões de trabalhadores, segundo o IBGE, estão alijados da força produtiva. Antes de completar 100 dias, acabou a lua de mel do governo paramilitar de Bolsonaro e seus generais com o mercado, a mídia e o eleitorado, como…

Leia Mais Leia Mais

Militares, olavistas e cristãos disputam o espólio do MEC: é o desgoverno em marcha

Militares, olavistas e cristãos disputam o espólio do MEC: é o desgoverno em marcha

“Em uma democracia, governantes que conclamam a população a festejar uma ditadura de assassinos, de corruptos e de torturadores que tomou o seu próprio país por 20 anos seriam objetos imediato de destituição” (Vladimir Safatle, em “O dia da infâmia, na Folha). *** O que estão esperando ainda para destituir o pândego colombiano Vélez Rodriguez do Ministério da Educação? Deveria ter sido demitido sumariamente na quarta-feira, quando foi desmoralizado na Câmara pela jovem deputada Tabata Amaral, de 25 anos, que…

Leia Mais Leia Mais

Brasil (1500-2019): país regride 50 anos em 3 meses e coloca em risco o futuro

Brasil (1500-2019): país regride 50 anos em 3 meses e coloca em risco o futuro

Os “bons tempos de 50 anos atrás” estão de volta, como Jair Bolsonaro prometeu durante a campanha. Estão de volta as ameaças à liberdade, ao Estado de Direito, à independência entre os poderes, às conquistas civilizatórias, ao nosso futuro como nação. Em apenas três meses da nova ordem, retrocedemos aos tempos em que imperava o medo e os quartéis mandavam no país. Agora de braços dados com os togados, os fardados dão as ordens e aos demais cabe obedecer. A…

Leia Mais Leia Mais

Desmanche criminoso: até quando colombiano doido vai detonar Educação brasileira?

Desmanche criminoso: até quando colombiano doido vai detonar Educação brasileira?

“A cadela do fascismo está sempre no cio” (Bertold Brecht). *** Como um piloto enlouquecido, ele acelera e avança sobre as bases da Educação brasileira, sem o menor compromisso com o principal ministério de qualquer país civilizado. Teleguiado por outro doido, o guru piromaníaco Olavo de Carvalho, o colombiano Ricardo Vélez Rodriguez, de quem nunca ninguém ouvira falar, a cada dia comete mais desatinos. Nomeia e demite em seguida altos funcionários da estrutura ministerial, anuncia e revoga medidas delirantes, e depois…

Leia Mais Leia Mais

Será que Bolsonaro poderá bater o recorde da renúncia de Jânio?

Será que Bolsonaro poderá bater o recorde da renúncia de Jânio?

“Vai quebrar o recorde do Jânio”, respondeu de bate-pronto o internauta Cecel Peixoto, no final da noite de domingo, assim que publiquei um post no Facebook com este título: “Em resumo: começou a contagem regressiva de um governo que está se auto-imolando”. Tem cada vez mais gente nas redes sociais achando que Jair Bolsonaro está reprisando a passagem errática e fulminante do ex-presidente Jânio Quadros pelo Palácio do Planalto, que durou apenas 6 meses, em 1961, abrindo uma crise institucional…

Leia Mais Leia Mais