Dois meses de Bolsonaro: delírios, fracassos e a volta do “dá ou desce”

Dois meses de Bolsonaro: delírios, fracassos e a volta do “dá ou desce”

“O governo roda em torno de si mesmo e do nada(…) Acabrunha, irrita, revolta” (Miriam Leitão, hoje no Globo, resumindo a ópera bufa bolsonariana). *** No mesmo dia em que Jair Bolsonaro completa dois meses de governo, o noticiário político dá conta de que ele, eleito em nome da “nova política” e do combate à corrupção, já cedeu à chantagem do “dá ou desce” do Centrão velho de guerra dos tempos de Eduardo Cunha. A mesma “velha política”, criminalizada pelo…

Leia Mais Leia Mais

Tragédia brasileira: já são 12,7 milhões de desempregados. Quem se importa com eles?

Tragédia brasileira: já são 12,7 milhões de desempregados. Quem se importa com eles?

Com a pauta única da reforma da Previdência e as crianças cantando o Hino Nacional nas escolas, ninguém mais fala neles, como se tivessem sido apagados do mapa. São os brasileiros invisíveis e anônimos: 12,7 milhões de trabalhadores que acordam todos os dias sem ir para o serviço. Além deles, temos hoje 4,7 milhões de desalentados, aqueles que desistiram de procurar emprego. Nas propagandas oficiais, anunciam que o desemprego vem caindo, mas está acontecendo exatamente o contrário, sem nenhum sinal…

Leia Mais Leia Mais

No Carnaval dos generais de pijama, ministros olavetes batem palmas para ver louco dançar

No Carnaval dos generais de pijama, ministros olavetes batem palmas para ver louco dançar

No grande picadeiro federal, os ministros olavetes endoidaram de vez. Ficam batendo palmas para ver louco dançar, enquanto os generais do Planalto não se entendem sobre o que fazer com a Venezuela. A porta-bandeira Dalmares e o mestre-sala colombiano evoluem com garbo pela avenida da insensatez, trocando o samba pelo Hino Nacional ao pé da goiabeira. O chanceler aloprado quer guerra a qualquer preço e, sem saber o que fazer, o capitão sumiu até das redes sociais. Tudo bem que…

Leia Mais Leia Mais

A democracia tem futuro? Três eventos na mesma semana mostram que sim. Há esperanças

A democracia tem futuro? Três eventos na mesma semana mostram que sim. Há esperanças

“A direita considera a desigualdade social tão natural quanto a diferença entre o dia e a noite. A esquerda encara-a como uma aberração a ser erradicada” (Norberto Bobbio, um dos maiores pensadores do século XX) *** Por uma dessas boas coincidências da vida, que também acontecem, na semana passada fui convidado a participar de três eventos que discutiram o futuro da democracia no Brasil e no mundo, diante das crescentes ameaças autoritárias do neopopulismo e do neofascismo. Bobbio, que viveu…

Leia Mais Leia Mais

Já repararam? Lava Jato só avança no PSDB agora, depois que Moro saiu de Curitiba

Já repararam? Lava Jato só avança no PSDB agora, depois que Moro saiu de Curitiba

A seletividade e o partidarismo do ex-juiz Sergio Moro fica cada dia mais evidente à medida em que avançam as investigações da Lava Jato sobre o PSDB. Não por coincidência: o muro de proteção dos tucanões de estimação está caindo depois que Moro deixou a República de Curitiba para ser ministro da Justiça de Jair Bolsonaro. Beto Richa, ex-governador tucano do Paraná, está preso, acusado de vários crimes de corrupção. Paulo Preto, o célebre operador dos tucanos graúdos de São…

Leia Mais Leia Mais

Reforma contestada: e qual é o projeto alternativo da oposição? Que oposição?

Reforma contestada: e qual é o projeto alternativo da oposição? Que oposição?

“Essa reforma vai ser aposentada por invalidez” (comentário do leitor Gilson Lima no meu Facebook). *** A julgar pelo jogral entusiasmado do exército de comentaristas que desfilou na noite de quarta-feira na TV, em apoio à “Nova Previdência”, a pátria amada está salva. Nós não corremos mais o risco de virar uma Venezuela, como tão bem retrata o desenho de Benett na página 2 da Folha de hoje. Nas redes sociais, as críticas foram generalizadas, superando largamente os que apoiaram…

Leia Mais Leia Mais