Será Jean Wyllys apenas o primeiro autoexilado de um novo regime miliciano?

Será Jean Wyllys apenas o primeiro autoexilado de um novo regime miliciano?

“Eu, particularmente, sou a favor de um “paredão” profilático para determinados entes… O Jean Willis, por exemplo, embora não valha a bala que o mate e o pano que limpe a lambança, não escaparia do paredão…” (Desembargadora Marilia Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, em 29 de dezembro de 2015). 

***

Como a desembargadora Castro Neves continua solta, três anos após fazer a ameaça, o deputado federal reeleito Jean Wyllys (PSOL-RJ) decidiu renunciar ao mandato e se autoexilar para sobreviver ao novo regime miliciano-fundamentalista, instalado no país há apenas 25 dias, 55 anos após o golpe militar que o presidente Jair Bolsonaro defende.

A gente esquece, mas em 1964 e 1968 muitos outros brasileiros perseguidos pelo regime militar partiram para o autoexílio.

Entre eles, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Será que Wyllys, desafeto declarado dos Bolsonaros e colega de partido de Marielle Franco, vereadora assassinada no ano passado, será apenas o primeiro de uma nova lista de cidadãos autoexilados por não se sentirem seguros de viver em seu próprio país?

Na quinta-feira, Bolsonaro pai e o filho Carlos comemoram no Twitter a decisão do deputado, enquanto as redes sociais eram congestionadas por manifestações de outros brasileiros também querendo ir embora, apavorados com a nova ordem em marcha.

Em lugar de oferecer garantias de vida a Jean Wyllys, como se espera de um chefe de Estado, a primeira providência de Bolsonaro, ao retornar da Suíça nesta sexta-feira, foi receber, no Palácio da Alvorada, o filho Flávio, denunciado nos últimos dias por suas ligações com suspeitos de envolvimento no assassinato de Marielle Franco.

Mas não são só as milícias que colocam em risco a vida do deputado.

Além da desembargadora Castro Neves, Wyllys, primeiro parlamentar assumidamente gay a encampar a agenda LGBT no Congresso, ao anunciar a sua decisão citou também o caso do ator pornô e deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) , recém eleito pelo partido do presidente, que o acusou de defensor de pedofilia.

Em entrevista exclusiva ao repórter Carlos Juliano Barros, da Folha, o líder LGBT disse que se sente “quebrado por dentro”.

“A pena imposta, por exemplo, ao Alexandre Frota (indenização de R$ 295 mil) não repara o dano que ele produziu ao atribuir a mim um elogio da pedofilia. Eu vi minha reputação ser destruída por mentiras e eu, impotente, sem poder fazer nada.”

Sobrevivendo com uma escolta policial desde a morte de Marielle Franco, Wyllys pergunta:

“Como é que eu vou viver quatro anos da minha vida dentro de um carro blindado e sob escolta? Quatro anos da minha vida não podendo frequentar os lugares que eu frequento?”

O dramático depoimento de Jean Wyllys não sensibilizou nenhuma autoridade do governo federal até o momento.

O ex-juiz Sergio Moro, que se tornou garoto-propaganda da nova ordem em Davos, e tem sob o seu comando a Polícia Federal, mantém obsequioso silêncio sobre os últimos acontecimentos.

Por não querer ser mártir nem herói, seguindo o conselho de Pepe Mujica, um símbolo da luta pela democracia na América Latina, Jean Wyllys resolveu jogar a toalha, puxar o time, viver em outro lugar mais civilizado.

“Quero cuidar de mim e me manter vivo”, desabafou o deputado no final da entrevista, resumindo um sentimento que se alastra pelo país, ameaçado cada vez mais pelo poder das milícias fora de controle.

É tudo triste, muito triste, assustador, acintoso, inacreditável mesmo o que está acontecendo nestes primeiros dias do novo governo.

Até quando isso vai durar?

Vida que segue.

 

 

 

19 thoughts on “Será Jean Wyllys apenas o primeiro autoexilado de um novo regime miliciano?

  1. Agora já sabemos quem realmente protege bandidos neste país. Há alguma dúvida?
    Quero estar enganado mas prevejo uma longa noite de arbítrios e perseguições pela frente.
    “Temporibus bicudus sumt. Dominus nobiscum”.

  2. Caro Kotscho, conheci Jean Wyllys há dois atrás e desde então nos tornamos amigos, portanto sou suspeito para falar bem dele. Não concordamos em tudo politicamente, aliás, concordamos quase nada. Isso não me impede de reconhecer tratar-se do melhor parlamentar até então em exercício de mandato naquele Congresso preguiçoso, submisso, corrupto e putrefato e que piorou na última eleição (conseguiram!!!).
    Jean fará muita falta pela qualidade de suas intervenções, suas lutas e sua coragem. Quem mais defenderá temas tão difíceis, dada a ignorância e o atraso de uma parte do nosso eleitorado, no nosso país??? Quem mais cuspirá com razão na cara do fascismo???
    Caras como eu não seríamos dignos de viver se não por amar a VIDA. Caras como Jean também. Que teu exílio seja breve meu caro amigo para quando voltares prosseguirmos em rir de nós mesmos.
    VIVA A VIDA!!!

  3. Fala moro, fala que eu te escuto.
    Como?
    Fala mais alto, ninguém está conseguindo escutá-lo no Brasil.
    Como assim, não tá falando… E o Queiroz, os milicianos, as transações cítricas & criticas e as ligações perigosas do Zero Um no Rio, alguma medida tomada, um grampo que seja à moda presidenta Dilma, uma delação premiada em vista ou condução coercitiva a caminho?
    Fala mais alto ‘ministro’, ninguém consegue ouvi-lo.
    Não disse nada… isso explica o estridente silêncio, então.
    Mas…, e as ameaças de morte a Jean Wyllys, levando-o a renunciar ao mandato e exilar-se no exterior, por não sentir-se seguro no Brasil, alguma consideração ou manifestação que seja sobre garantir-lhe o exercício do mandato, a vida e não repetirem-se execuções como a de Marielle?
    Nada?
    Fala moro, fala que o Brasil quer escutá-lo e já não te escuta, nem na do ‘Bispo’, nem do Silvio: Paúra ou nudez explícita finalmente?

  4. Imagine um povo dominado pela régua do psol? Aí sim teriamos que ir embora. Exageros anteriores estão sendo combatidos com os exageros atuais. Mágoas, vinganças mesquinhas de petistas, tudo está aflorando agora. Segundo os petistas, quem não lê a sua cartilha “é analfabeto político ”
    Quanta cegueira. Meu Deus, bom senso a todos nós. Como se diz aqui nos botecos quandos as coisas estão difíceis “vai da certo”.

    1. Franco, não estamos dominados pelo PSOL. Se fosse o caso, lutariamos e criticariamos esses abusos hipotéticos que você está citando.

      Como não é o caso, cabe SIM criticarmos esse governo que, muita coisa indica, está vinculados aos bandidos mais desprezíveis, os milicianos – bem como a opressão com manifestação presidencial contra um parlamentar eleito.

    2. Nao adianta muito xingar o PSOL por suas réguas que devem ser varias.
      De 1944 ate 2010 ou data próxima, o modelo de pais e sociedade ”benchmark” do mundo ficava ali pelo eixo NY/Londres.
      Agora pelo mundo sub desenvolvido, Africa e nao-áfrica, o benchmarcado modelo que atrai é Pequim, Moscou e …La Paz.
      Voces vão ter que aprender a lidar com isso.
      rs rs rs

  5. Dias, se não nos enganamos uma das principais atribuições do super min da chamada Justiça, Sergio ex-Torquemada seria coibir o crime organizado.
    E , salvo engano, o que fazem as milicias do RJ é precisamente crime organizado.
    Vai dai que ninguem escuta direito o silencio do ex Messias que ia nos salvar da corrupção.

  6. E o fascismo em estado primitivo se alastrabdo, Kotscho isso só vai parar quando começarem a tombar milicianos. Quanto ao ex-juiz, hoje ministro da justiça, que era ovacionado nos shoppings de Curitiba, não consegue mais ir a padaria comprar pão, isso mostra o grau de deterioração do
    prestígio dele.

  7. sinto uma mistura de raiva e compaixão:

    1) raiva por nos vermos cada dia mais nus e solitários; 2) compaixão por saber que jean está vivo e ainda voltará – ou assim o pouco de esperança que tenho me ilude

  8. O Brasil está dominado pelas facções das fake news e mentiras descabidas desse novo governo e seus seguidores fanáticos,e muita bobagem toda hora ficam falando da Venezuela sem saber nem pára-que lado fica esse país ,ontem perguntei para um seguidor do bolssonaro onde fica a venezuela ele me falou que er um país da Amazónia,o Brasil se afundando na lama e o povo preocupados com a venezuela…

  9. Prezado Kotscho: Quando “desabafou o deputado no final da entrevista, resumindo um sentimento que se alastra pelo país, ameaçado cada vez mais pelo poder das milícias fora de controle” me perguntei: será que temos a esperança de que esse quadro escabroso, patrocinado pelo estado, um dia vai mudar? Estamos vivendo numa terra de bandidos, com pistoleiros eleitos pelo voto. Agora sobreviver é uma questão de honra. “É sempre melhor que quem nos incute medo tenha mais medo do que nós.” (Umberto Eco).

  10. Nao é bem do tema mas importa:
    >surge a informaçao de que o incrivel Guaidó (desconhecido) visitou icógnito (por isso mesmo!) aos USA, Brasil e Colombia em dezembro passado.
    Viram como foi ESPONTÂNEA a guaidonica revolta e autoproclamação agora em Janeiro?
    >Nao há ponto importante sem grande nó nas tendas do império. Mas a Russiazinha tambem sabe onde pisa. Nem Maduro é bobo.No mesmo dezembro a FSB ficou sabendo varias coisinhas antes de nós… E umas dezenas de contractors (mercenários )com grande experiência militar e de segurança aterrisaram em Caracas. Objetivo: proteçao profissional a Maduro contra inimigos e ate algum amigo proximo, não é…
    A declaraçao dos diplomatas americanos de que NAO sairiam de sua embaixada caraqueña foi coisa calculada pprovocar uma reação pesada do Maduro.
    Clarissimo, mas o bigodão é meio lento na ação mas não é burro de morder a isca. Irá apenas isolar a embaixadagem, reduzir energia, agua e quem esta fora não entra.
    PS. o senador Marco Rubio, lembra,? convenceu Trump ao reconhecimento do guaidozinho e a atos subsequentes. Mas o motivo real que o proprio Rubio deixou escapar pra imprensa de Miami (“é gesto bem mais e do que simbolico”, disse) é grave: isso permite via
    leis americanas… o uso de bilhoes de dolares ora congelados pelas sançoes -frozen- e pertencentes a Maduro e PDVSA sejam encaminhados para as oposições venezuelanas para fazerem daquilo ali uma Siria do periodo 2011/ 2017. Porem isso só depois desta fase hoje em que estarão primeiro queimando outros cartuchos.
    Em resumo: 1-rouba-se 2- com o produto compra se armas & treinamento dos vizinhos da vitima 3. Usa se isso para agredir a casa da vitima 3- assalta e saqueia-se a casa novamente a mesma casa p/deixa-la so com a roupa do corpo.

  11. Durante a era petista, milhões se desanimaram e sentiram vontade de sair do país. Agora alguns milhares devem sentir também, é normal. E ameaça qualquer político está sujeito a sofrer, ainda mais um como ele, que tenta tirar o emprego de cidadãos que o criticam e chega ao cúmulo de cuspir em adversários.

    Mas o que mudou? O Bolsonaro vai retirar a segurança pessoal do JW? Vai criar alguma lei para persegui-lo? Claro que não, o Brasil não virou nenhuma Cuba ou Venezuela de direita. Ele junta as duas coisas porque é um malandro que vive de se vitimizar.

    Foi assim que ele ganhou o BigBrother, um emprego na Globo e, finalmente, um mandato. A última eleição mostrou que não será fácil ganhar outro e ele bolou uma saída. Vai para a Europa posar de perseguido pela direita homofóbica e todo o mimimi. Lá existe um público que gosta disso e ele conseguirá enrolá-lo por muitos anos, talvez para sempre.

    1. Ernesto, não diga tanta besteira. Que milhões que desanimaram durante a era petista?
      Aconteceu o contrário: muitos voltaram depois da era tucana.
      De onde você tirou isso?
      Jean Wyllys tinha acabado de ser reeleito para um terceiro mandato.

      1. Kotscho, você vive num meio onde predomina o petismo (esquerdismo), no qual as coisas são como você diz. Eu vivo no outro, majoritário da classe média para cima. Cansei de ver gente que mudava o canal ou saía da sala ao ouvir a voz do Lula na TV, tamanha a ojeriza por ele. Ao ver coisas como o Planalto tomado pelo MST, muitos nos sentíamos (me incluo) como num país sob ocupação estrangeira. Tente botar milhões de pessoas na rua. E repita isso várias vezes. É extremamente difícil. Só foi possível, no impeachment, porque o pessoal não suportava mais o PT.

        Quantos deixaram o país não sei porque poucos podem, por isso eu falei em “sentir vontade”. E agora era mais forte. Entre quem tem ou pode ter um pé lá fora, era comum ouvir que, caso o PT voltasse, o sujeito ia desistir do Brasil assim que tivesse chance.

        1. “(…) o sujeito ia desistir do Brasil assim que tivesse chance”, é eufemismo pra disfarçar a situação em que lá fora é tratado como ‘Barata que gasta’ e aqui é o ‘Doutor Arnesto que ganha’, como ‘patrimonialista’ que não mora no Brás.
          O resto é o risco de saber-se limitado e evitar a concorrência para manter o patrimônio, daí manterem a desigualdade como muleta, afinal, vencer os ‘cem rasos’ partindo do oitenta, ‘meritóriamente’…, só mesmo ‘baratas’.

        2. De que realidade alternativa saiu esse sujeito(ernesto)? só pode ser uma parodia do 4chan-celer com o mesmo nome.

          esse governo miliciano poem em risco milhões de vidas, não só de pessoas que querem o melhor para esse país mas também milhões de pobres que serão assassinados em silêncio pelo neoliberalismo.

    2. Wyllys é tão “malandro em vitimizar-se”, quanto tu, cínico profissional, não é convicto em desinformar malandramente.
      Mas ao menos é verdade que “o Brasil não virou nenhuma Cuba e Venezuela de direita”, nem poderia, pela simples razão que para tanto é necessário possuir ‘Forças’ que defendam o país e não o ocupem em defesa de interesses externos e da classe dominante sem raízes, aos quais vinculam-se.
      E passando o traço, em país que permite-se mais de 65 mil cidadãos mortos pela violência, anualmente, com absoluta certeza, cuspir em adversários está longe de chegar a ser “o cúmulo”.

  12. Aos eleitores de Bolsonaro ( tudo ex-aecistas), lembro que o PT não é divã para suas prosopopeias.
    Não esqueçam que votaram no capitão Nascimento, mas elegeram Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *