Com Maia, Renan e Toffoli, governo tem campo livre no Congresso e no STF

Com Maia, Renan e Toffoli, governo tem campo livre no Congresso e no STF

Jair Bolsonaro não terá de enfrentar as mesmas dificuldades de Dilma Rousseff no Congresso Nacional e no Supremo Tribunal federal.

Tudo caminha para uma grande aliança entre os poderes, capaz de fazer aprovar tudo o que o governo quiser, ao contrário das pautas-bomba de Eduardo Cunha.

O apoio declarado do PSL governista a Rodrigo Maia na Câmara; a aproximação de Paulo Guedes com Renan Calheiros no Senado e as declarações para lá de amistosas de Dias Toffoli sobre a liberação de armas e o endurecimento do sistema penas indicam que o governo poderá ter vida mansa no Congresso e no Supremo.

O que isso tem a ver com a prometida “nova política” não dá para saber. O que importa é o resultado, como sempre foi.

Afinal, Maia, Renan e Toffoli definirão e controlarão as pautas e as votações.

Em apenas duas semanas, o governo Bolsonaro marcha para conquistar mais apoios institucionais do que Dilma em seus seis anos de mandato, que terminaram no golpe de 2016.

É só isso que interessa ao mercado, que até acha graça das trapalhadas de Bolsonaro nesse início de governo, desde que cumpra o que foi acordado com Paulo Guedes durante a campanha.

Sem oposição à vista, as maiores dificuldades de Bolsonaro até aqui estão dentro e não fora do governo como mostrei em minha coluna na página dois da Folha no último sábado (“A oposição está no Planalto”, 12/1).

Daqui a pouco, ninguém fala mais no vexame que foi o desfecho do caso Cesare Battisti, que mobilizou a alta cúpula do governo no domingo, para voltar com o avião da PF enviado à Bolívia sem trazer o procurado preso pela Interpol e enviado diretamente à Itália.

Bem que o governo tentou faturar o “troféu” para atacar o PT, mas deu chabu e agora os ministros terão que se preocupar mais com problemas domésticos, como o desemprego e a violência fora de controle.

E vida que segue.

 

 

 

32 thoughts on “Com Maia, Renan e Toffoli, governo tem campo livre no Congresso e no STF

  1. Prezado Kotscho: De fato, como você bem chama a atenção, “Tudo caminha para uma grande aliança entre os poderes, capaz de fazer aprovar tudo o que o governo quiser, ao contrário das pautas-bomba de Eduardo Cunha.” Mas, segundo o Twitter do jornalista Xico Sá de 13/01/2019 “Chega d guerra moral. Ou governa ou pede pra sair: saúde, trabalho, educação, aposentadoria decente não apenas pra militares, ñ adianta ficar engabelando os bestas c/ guerrilheiro dos anos 70 ou kit gay. Trabalha, veio, chega d enganar o Brasil, isso é desonesto pra cacete”. Mesmo considerando essa indignação do Xico Sá, não acho que o governo vai acabar com a guerra moral, não vai pedir para sair e sim vai continuar engabelando e enganando o Brasil porque foi para essa missão que ele foi pensado, montado e é somente isso o que sabe fazer. É o povo, que uma hora vai se tocar em que fria foi metido, que vai dar um jeito nessa história.

    1. Prezado Kotscho: Um amigo me enviou esse interessante texto intitulado “O risco à civilização e o surgimento do Homo stupidus stupidus” de Rubens R.R. Casara publicado em 14/01/2019 no portal da Cult (https://revistacult.uol.com.br) que acho que vem bem a calhar para esse triste período da nossa história, com esse novo governo. Um trecho: “Se o Homo sapiens sapiens, que surgiu há mais de trezentos mil anos na África, se caracteriza pela linguagem, pelo raciocínio abstrato, pela introspecção e pela resolução de problemas complexos, o Homo stupidus stupidus pode ser identificado por seu pensamento extremamente simplificado, estereotipado (com a repetição de chavões e slogans), pelo uso de uma linguagem empobrecida e pela incapacidade de reflexão e raciocínios complexos.”

  2. Caso aconteça toda esta harmonia, quem ganha é o Brasil, espero que esteja certo em sua análise. Só não podemos descobrir que para esta harmonia, teve outro mensalão.
    Quando ainda existia a discussão sobre se Lula poderia ou não conceder asilo ao Battisti, fui muito questionado pelos italianos (morava em Milão) o motivo do Brasil ainda não ter extraditado. Difícil explicar isto e pior foi após o Lula conceder o asilo, éramos cobrados como se fossemos culpados, piadas diárias sobre esta decisão, charges em jornais. Acredito de ter lido algum artigo em que vc critica esta decisão, me corrija se erro.
    Importante é que teremos este assassino cumprindo sua pena, pagando pelos seus crimes e dando ao menos um pouco de satisfação as famílias dizimadas por ele.
    Não consigo ver como vergonha do governo ele ir diretamente para Roma (até pq foi encontrado pela polícia italiana, isto sim é uma vergonha), assim como não vejo vergonhoso o Evo ter permitido a extradição.
    Battisti desceu do avião sorrindo e sorrindo caminhou pela pista, isto irritou muito os italianos, tanto que agora fará o q eles chamam de “carcere duro”, a punição maior a um condenado a perpétua, 06 meses de isolamento da luz, sem banho de sol, sem sair da cela, cela sem janela, sem contato com advogados…. Lá existe o perdão humanitário aos condenados, mas os casos q lembro, o apenado morreu em pares de dias.
    Lendo jornais italianos vi sobre o assassinato do prefeito de uma cidade polonesa. Ele defendia os imigrantes, oferecia ajuda humanitária… foi esfaqueado em uma festa, tudo filmado… tem louco em todos os lados.

    1. Na idade média, alguns súditos ficavam encarregados de fazer a higiene intima do rei após cada cagada sua. Eram chamados de lacaios.
      Tu és o lacaio do Bozo???

      1. Calma, Ênio, o comentário do Paulo “Chato” não é ofensivo, com o qual aliás concordo, são apenas opiniões diferentes das suas. Vamos comemorar, mandamos para a Itália, uma democracia consolidada, das mais antigas, um criminoso que a ela pertence. Estamos corrigindo tardiamente um abuso que o Tarso Genro cometeu contra o Conselho Para Refugiados para proteger um assassino.

        1. Peço desculpas ao Paulo pois respondi para a pessoa errada. Eu queria responder ao Ernesto logo abaixo que quer ver o Bozo ser coroado rei.

      2. Sr. Enio, não entendi o pq da ofensa, mas continuarei te respeitando.
        Em outros post´s do balaio poderá ver críticas minhas a algumas decisões deste novo governo.
        Sim, votei no Bolsonaro, não por ideologia ou irrestrito apoio, minha primeira opção era Meirelles e depois Amoêdo.

  3. O terrorista preferido do PT está na cadeia como o Bolsonaro prometeu. O Evo, que em outras épocas nos tomava refinarias sem receio, enfiou o rabo bolivariano no meio das pernas e o entregou o mais rapidamente possível (e sem passar pelo Brasil, onde os petistas ainda poderiam tentar salvá-lo). Mais algumas derrotas dessas e o capitão vira rei do país.

    1. Que parte não entendeu?
      Do Mestre: “(…) Bem que o governo tentou faturar o “troféu” para atacar o PT, mas deu chabu e agora os ministros terão que se preocupar mais com problemas domésticos, como o desemprego e a violência fora de controle.”
      Ou do Xico Sá: “(…) Chega de guerra moral. Ou governa ou pede pra sair: saúde, trabalho, educação, aposentadoria decente não apenas pra militares. Não adianta ficar engabelando as bestas com guerrilheiro dos anos 70 ou kit gay. Trabalha, ‘véio’, chega de enganar o Brasil, isso é desonesto pra cacete.”
      É isso! Deu chabu!
      Insistir é turbinar o fracasso com a imagem do jatinho da PF voltando vazio da Bolívia e Bolsonaro e Chefe Heleno, pendurados na brocha e sem respostas aos reais problemas do país.
      E por falar em chabu, Queiroz, o cítrico dos bolsonaros, por onde anda a bailar acima da ‘justiça’ brasileira?
      Algum novo vídeo ou twitter?

      1. Não se trata de qual parte ele não entendeu. Ele não entendeu o todo. E a razão é muito simples, analfabetismo funcional agravado por um analfabetismo político crônico.

      2. Você que não entendeu, Dias. Muito menos o sexagenário do Baixo Augusta, véi. A pauta “moral” continuará em paralelo com a outra por três motivos: 1 – É verdade. O PT realmente defende terrorista, ditadura, ideologia de gênero, etc. 2 – É fácil. A Internet anulou a proteção que a imprensa esquerdista dava ao PT. 3 – Pode ser útil. Se na próxima eleição a economia estiver num meio termo (o que é muito provável) o discurso será: mais ou menos por mais ou menos, você prefere a gente ou a volta daquele pessoal que defende bandido e tudo o mais? Vai por mim, o kit gay ainda vai render pelo menos umas duas eleições.

        1. De calhordas entendo e se réstia e crucifixo recomenda-se contra vampiros, para calhordas a realidade factual é recomendada, com ironia. De fato o PT é tarado por terrorista, já em 1981 ‘defendeu’ com unhas e dentes os envolvidos no ‘acidente de trabalho’ no puma em que explodiu a bomba destinada ao show do ‘1º de Maio’, no Riocentro. Sem contar, os atentados a bomba na ABI e OAB, com morte de Lyda Monteiro da Silva, e o capitão, ‘certamente simpático ao PT’, com planos de explodir bombas em unidades do exército e no Guandu, para defender reajustes no soldo da tropa, que teve a carreira militar precocemente encerrada.
          De fato, não há como negar que a mídia do Millenium ‘protege’ o PT. Nos quatro últimos anos só deu PT, em especial no JN da Globo, onde todo dia é exageradamente ‘defendido e elogiado’.
          Mas felizmente a internet com, a Cambridge Analytica, Steve Bannon, os algoritmos, as fake news, o ‘kit gay’, as ‘mamadeiras falo’, etc., tornou a realidade ‘veraz’, apesar da ‘mídia petista’.
          Na próxima ocasião veremos se a calhordice sobrevive, se ainda consegue esconder, Ronald Biggs e Roger Molina, falando de Cesare Battisti, o Queiroz e suas laranjices de famiglia, os filhos e amigos bem empregados no governo, o pé de goiaba repleto de kits gay e mamadeiras falos, a facada oportuna e sobretudo, a mediocridade e a incompetência governando o país.

      3. Dias, se o Kotscho e vc permitirem, vou pendurar no teu comentário pra não dar margem os bolsominios do balaio replicarem, o cel. brilhante ustra, torturador que humilhou e assassinou de forma degradante suas vítimas, e idolatrado pela família do Bozo e seus eleitores.

  4. Magustral editorial de Mino Carta na única revista semanal digna de alguma leitura. “Socialistas, onde?”. Tudo a ver, sem o trocadilho, com a postagem.

  5. Antes diziamos no ditado popular: “Mudam-se as moscas , mas a merda é a mesma”.
    Agora é diferente: Mudou-se o dono da merda, mas ela e as moscas são as mesmas.. Só falta chamar o Jucá de volta.
    Renan é o servidor onipresente em todos os governos, desde que ele leve vantagem.
    Ele e o Lewandoski são os grandes responsáveis por Dilma não ter perdido seus direitos politicos e continuar mamando nas tetas da viuva, mesmo sendo caçada do poder.
    Como se ve, vai ser muito dificil de ver esta nação entrar nos trilhos.

  6. Acho que a questão de o Battisti ter ido direto para a Itália é secundário
    O STF sempre foi uma instituição a serviço dos governos de plantão e/ou das classes dominantes. Num dos momentos mais degradantes de sua história, durante o Estado Novo, autorizou a entrega de Olga Benário, grávida de um brasileiro, para ser morta pelos nazistas. E agora consegue se superar ao sustar o status de refugiado de Cesare Battisti, pai de uma criança brasileira de 2/3 anos, permitindo que ele fosse entregue a um governo de extrema direita. Não se trata de ser ou não ser culpado, embora tudo indique que de fato ele seja inocente das acusações que lhe são imputadas, mas de uma demonstração clara de que o brasil, desde o golpe, não vive mais um estado de direito, o que inclusive abriu caminho para um governo de extrema direita em nosso país. Lamentavelmente, Evo Morales, cuja atuação mudou radicalmente a vida dos mais fracos e dos excluídos da Bolívia, acovardou-se e tomou uma atitude digna de um bolsonaro da vida.

  7. Kotscho, tudo será resolvido depois da liberação do porte e posse de armas (2 uma para defesa e outra pro ataque), teremos a volta do emprego, saúde Amil (sem trocadilho) educação de primeiro mundo segurança semelhante a da
    Noruega….enquanto matam pppp….tudo certo, quando tomvarem os seus, a gritaria vai ser grande.

  8. Kotscho, acho que o Bozo não precisa de Battisti como troféu para acabar com o PT, a Gleisi Hoffmann fez o serviço indo bajular o déspota venezuelano, a delação do Palocci completa a pá de cal.

  9. Caro Kotscho,
    Da forma como está escrito, fica parecendo que Dilma começou seu mandato com forte resistência de Cunha.
    A bem da verdade, diga-se que Cunha foi eleito presidente da Assembleia no início do SEGUNDO mandato da petista, contra a forte pressão dos governistas, que apostaram na candidatura de Chinaglia.
    Não me parece correto comparar o início do primeiro mandato do atual presidente, com o início do segundo mandato de Dilma.
    Dilma, em seu primeiro mandato, provavelmente teve até mais “moleza”, já que vinha de 8 anos do governo bem avaliado do Lula.

  10. Isso cheira a crime perfeito. Hummm! Alguém aí do lado do “Morro”… tem certeza que o avião voltou vazio? Acho até “bão” que o guvernu ainda não tenha tomado posse. Gente, o povão vai acabar acordando! Oxalá, faça a leitura correta do pesadelo que já dura 14 dias. Bem feito. Batistão se impôs e não permitiu papagaio de pirata. Ainda bem! A foto, certamente, iria render até 2022. A partir da posse do guvernu, desejo todos um Feliz Ano Novo.

  11. Aprovar tudo? Na mosca! Sem achômetro, mas tenho cá com os botões da farda de bobo… que povo agora veste… não haverá eleições em 2022. Com essa aludida “união”, facilmente aprovarão de tudo mesmo, até “prorrogação” de mandato. E a previdência, cuja reforma é exigência dos banqueiros?
    Os miseráveis não passarão por esse funil. Daqui pra frente, o vocábulo desencanto será o mais versado em prosa, verso e arma. O Ceará que o diga. Não, não, deixe o Ceará com seus testes de laboratório da violência contra o atual “pudê”. Receio que os novos eleitos já estão perdendo a cabeça, o rumo e a hora de mostrar serviço contra a violência. Olha o Unidos do Ceará aí….gennte! Se atravessar o samba, o povão vai se encontrar na dispersão. Bons tempos aqueles do bumbumpraticumbumprucurundun… Esse Governo não sabe fazer a paradinha da bateria! E o eleitor que acreditou, não consegue oxigênio pra respirar….. natongadamirongadocaburetê……..

  12. Caro Kotscho.
    O país não tem jeito de arrumar.
    Ao ver reportagem sobre os mais de 300 pancadões de São Paulo no último final de semana, dá para ter idéia a que ponto está chegando a esculhambação.
    A imagem do país se encontra exatamente ali para qualquer comparação e algo que nos diz que tudo irá piorar.
    Os Três Poderes estão fracassando.
    Não há mais polícia que resolva, mesmo porque, além de pouquíssimos policiais, as forças não são formadas por bobos, e claro, não estão afim de apanhar.

  13. Comentário de um primo hospede do DOI em 1969. Quando perguntei “e agora?” Só ouvi a-p-o-c-a-l-i-p-s-e.
    Como logo vou bater 80 (!) vou morrer apocalipsetando…..

  14. Apesar de eu achar ainda pouco provável que Renan ganhe, mas Renan é Renan, não é nada mal para alguém que não teria congresso e só sabia governar por mídia social. Pelo jeito Bolsonaro sabe construir apoios.
    Do Cesare, o vexame só ficou para o STF e Lula que o abrigaram aqui. O governo Italiano, como ele mesmo disse, bem sabe que foi somente graças a Bolsonaro, sua pressão, que propiciou a captura do terrorista.

  15. Bom dia, Kotscho!
    Assim como vc, sou um apaixonado pelo futebol.
    Caso esteja acompanhando a Copinha, poderia fazer um comentário. Estou vendo jogos muito bons, o nível está muito alto, times entrosados, garotos habilidosos e com senso tático. Estamos tendo muitos belos gols de fora da área, de falta, saindo de tabelas….
    Meu Vasco está muito bem, joga hj pelas oitavas.

    1. Valeu a dica, Paulo. Vou tratar da Copinha que está entrando na fase decisiva.
      Tenho visto muitos jogos e acho que em geral o time da garotada sub-20 empolga mais do que os times milionários principais, como é o caso do meu São Paulo.

      1. Mestre, não de agora, há muito, Antony e Igor (não disputa a Copa São Paulo) são os caras.
        Valem por duas unidades de Nenê e Diego Souza que podem ser doados, à unidade, ao Fluminense, levando-se em conta o atual estado de coisas no tricolor co-irmão das Laranjeiras.

  16. Todo governo costuma ter vida mansa no Parlamento e no Judiciário, sobretudo no primeiro ano do seu mandato. Exceto os demasiados ineptos e inadaptados aos humores ciclotímicos brasilienses. O ‘novo’ logo se torna a cara cuspida do que teria sido o ‘velho’. A diferença reside apenas na velocidade, maior ou menor, para que um se transforme no outro. Ao final, a esperança resulta em melancólico tédio ou mesmo em absoluto descrédito. Pelo visto, o eleito baterá os recordes de velocidade que no passado recente pertenceram a Collor, Dilma e Temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *