Brasil 247 lança seleção de jornalistas pela democracia: também estou nesse time

Brasil 247 lança seleção de jornalistas pela democracia: também estou nesse time

Ao voltar agora há pouco de uma reportagem que fui fazer para a Folha sobre um belo projeto educacional em Itapevi, na região metropolitana, voltei mais animado com a vida.

Fui ver de perto a experiência incrível do casal formado por um austríaco e uma gaúcha, que trata crianças de 3 a 6 anos com o maior respeito e esmero, trabalhando como voluntários na escola montada por eles mesmos em sua chácara, que cederam para a prefeitura.

Como essa, que já tem 18 anos de anônima existência, devem existir centenas de outras histórias semelhantes, espalhadas pelo Brasil afora, mas a gente não fica sabendo, com o noticiário sufocado por bandalheiras e desgraças em geral.

Mais animado ainda fiquei ao saber que o portal Brasil 247 lançou a campanha “Jornalistas pela Democracia”, uma seleção de 11 blogueiros independentes do primeiro time, que já trabalharam nas maiores redações do país. Faço parte dessa seleção.

Diz o manifesto de lançamento:

“O Brasil tem direito à informação, a uma imprensa livre, a ter jornalistas com coragem de dizer e escrever a verdade. Com esse espírito nasce o projeto que reúne uma rede de profissionais experientes, consagrados e comprometidos com você _ não com os poderosos. Contribua, faça parte desta rede e apoie a produção de conteúdo por profissionais como Mario Vitor Santos, Ricardo Kotscho, Florestan Fernandes Junior, Helena Chagas, Marco Damiani, Igor Fuser, Mauro Lopes, Ricardo Melo, Paulo Moreira Leite, Aquiles Lins, Gisele Fredericce, Alex Solnik, Gustavo Conde e Luís Costa Pinto”

Para saber como participar, é só acessar o portal neste endereço: brasil247.com.br

Outra bela surpresa foi encontrar na volta, na área de comentários do Balaio (ver abaixo, no post sobre a Escola sem Partido e o Colégio Santa Cruz), a mensagem sempre carregada de fé, esperança e coragem do teólogo Leonardo Boff, velho companheiro de muitas lutas pela democracia:

“Considero o texto do amigo Kotscho sempre realista e os pés fincados no chão, geralmente duro de se pisar. É bom que haja espiritualidade pois é uma fonte secreta de energia e de resiliência e por fim também de coragem. Eu espero dias sombrios para muitos de nós. Precisamos salvar nossos pescoços, porque a cabeça sozinha não se sustenta. E eles querem o nosso pescoço no estilo do Estado Islâmico (se tomarmos a sério as bravatas dos filhos do JB). Repito o que dizia o Quixote: no hay que aceptar las derrotas sin antes dar todas las batallas. E nisso estamos, com coragem”.

Ter leitores como Leonardo Boff é o que me anima a continuar escrevendo todos os dias aqui no Balaio e no portal Brasil 247, além das reportagens na Folha, enquanto isso não for proibido.

Vida que segue.

 

13 comentários em “Brasil 247 lança seleção de jornalistas pela democracia: também estou nesse time

  1. Caro amigo Kotscho, o Balaio é e sempre foi um porto seguro de informação e opiniões confiáveis em meio a tempestade de mentiras do capitão e seus asseclas!
    Fico feliz de poder expor minhas opiniões em um blog que tem como editor um jornalista tão comprometido com a verdade e a democracia como voçê, e tem entre seus amigos e seguidores alguém tão relevante para a história brasileira como Leonardo Boff!
    Torço e espero que esse grupo de jornalistas citados consiga levar a bandeira da verdade e da democracia a todo o país sem as perseguições de outrora!!
    Força amigo!Estamos juntos na resistência!Sempre do lado da verdade!!!Sempre!!!

  2. Prezado Kotscho,
    BOA noite. Sou seu admirador faz tempo, e imagino como Eu, você que é um tricolor de quatro COSTADOS, também deve estar decepcionado com os desmandos do nosso querido tricolor.
    EU tinha esperanca QUE com o triunvirato – RAÍ, RICARDO ROCHA E Lugano, as peças começariam a se encaixar. Até que deu uma esperança, viramos o primeiro turno na ponta, MAS a virada..pasmem! Foi lamentavel! Perdemos pontos incríveis, e aí foi tudo por água abaixo.
    A começar pela demissão do Aguirre, afinal faltavam apenas 4 jogos. E o pior colocaram na fogueira o Jardine, e só restou nos consolarmos com a pré Libertadores.
    #Leco, entregue o poder
    Um abraço
    CLÁUDIO MENDES

  3. Prezado Kotscho: Acessei a direção https://www.brasil247.com do portal Brasil 247, que lançou a campanha “Jornalistas pela Democracia”, e li que “O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), quer tirar a Funai (Fundação Nacional do Índio) do Ministério da Justiça, mas ainda não se sabe o destino do órgão.” Vem aí mais uma arbitrariedade anunciada. Lembra-se que a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA), realizou encontros com organizações da sociedade civil no território brasileiro entre os dias 5 e 12/11/2018 e receberá informações até o dia 15/12/2018. Essas informações serão relevantes para a elaboração do informe sobre a situação de direitos humanos no Brasil. Direção da CIDH http://www.cidh.org

    1. Nem sempre!
      Ás vezes, além da ‘democracia’ ser de mentira (para o ‘democrata’ poder declarar-se de verdade) e a campanha à base de ‘Big Datas, algorítimos, WhatsApps e fake news’, o Judiciário, sob vigilância e pressão milico-midiática, seletivamente não permite a vontade do povo candidata ou fazendo Campanha.

  4. A operacão Lava Jato deflagrou nesta data a 57.a fase das operações de buscas, prisões e apurações, agora mirando a área internacional da Petrobrás. Se somente em uma empresa publica até agora alvo da justiça já se chegou a todo este volume de desvios de recursos publicos, com inumeros personagens presos e outros ainda em fase de acerto com a justiça, seria muito bom que este grupo de jornalistas fizessem uma análise isenta de paixões politicas, mostrando para a sociedade até que ponto esta roubalheira toda pode afrontar a tão propalada democracia.
    O que vejo é muitas pessoas preocupadas com o o futuro governo (e acho isto até muito natural e necessário) mas esqueceram muito rapidamente todos estes desmandos governamentais que tivemos ao longo dos tempos. E mais.. muitas vezes tentando desacreditar o trabalho da justiça, para colocar debaixo do tapete toda a sujeira que fizeram.
    É muito bom conhecer a opinião deste grupo sobre este tema.

    1. Caro jose antonio,erros sempre existiram em todos os governos de todos os partidos, e eu tanto quanto você gostariamos que fossem descobertos e punidos!
      O que não se pode aceitar e uma justiça míope e seletiva que pune com severidade extrema uns e faz vistas grossas ao crimes de outros,usando com parâmetro de punição ou não os partidos que cada qual pertence!
      Exemplo: o sr mouro disse a pouco tempo que caixa 2 era um crime grave que levava a outro crimes maiores e que por isso deveria ser punido com severidade! Agora que ele está no governo e foi descoberto que o sr onix lorenzoni recebeu caixa 2(falo da 1°denúcia) o sr mouro disse que que ele não deve ser punido pois já admitiu que recebeu e pediu desculpas!!! ISTO É JUSTIÇA SELETIVA SIM !!
      Na democracia todos são iguais perante a lei! Não na lei do mouro,que não é e nem nunca foi democrata!!
      Acorda jose antonio!!

      1. Jose Carlos e Sandra
        Toda a apuração de desvio de conduta de recursos publicos é muito bem vinda, independentemente a que partido pertence o infrator. O fato de gatunos ligados mais a um partido está sendo punido em detrimento de gatuno de outro partido, não serve como atenuante e nem como salvo conduta de quem foi pilhado. A roubalheira do Rodoanel em São Paulo tem que ser apurada e punida os responsáveis pelo desvio.Veja agora a descoberta do desvio da Merenda Escolar em Roraima – é inadmissivel. Acontece que, um grupo de partidos vinculados ao governo do PT, compuseram-se para praticar uma roubalheira desenfreada nas estatais e Fundos de Pensão- Veja que só na Petrobrás ja são 57 operações de apuração – e tornaram-se mais visiveis do que os demais gatunos de outros partidos. Imagina então o que está por vir nas demais estatais.
        O que devemos fazer, é cobrar das autoridades responsáveis pela apuração todo o rigor com todos, seja ele a que partido politico ou facção criminosa esteja vinculado.
        Não devemos ter bandidos de estimação, em hipotese alguma
        Estou bem acordado

          1. Em hipotese nenhuma apoiaria qualquer abrandamento ou afrouxamento de punição aos nomes por voce citados. Devem, tem que pagar.
            O caso do Temer, se a justiça efetivamente funcionar, 6 meses apos o termino de seu governo ja deve .
            estar preso.. é o que merece.
            Respondendo à sua pergunta, eles pertencem à facção dos bandidos e corruptos que surrupiaram o dinheiro publico, igualzinho aquele que está preso “sem provas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *