Era Bolsonaro começa com exército brancaleone, juiz e astronauta: tem como dar certo?

Era Bolsonaro começa com exército brancaleone, juiz e astronauta: tem como dar certo?

Os primeiros movimentos do novo governo eleito no domingo não nos dão a menor esperança de que isso possa dar certo.

Em entrevistas coletivas caóticas em volta da mansão de Jair Bolsonaro, que continua recolhido na Barra da Tijuca, dois porta-vozes se revezam para liberar a conta gotas, no varejão do dia, o que se poderia chamar de “programa de governo”.

Apresentado como superministro da Economia, que englobará Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio, Paulo Guedes, que o presidente eleito chama de “Posto Ipiranga” (ele tem respostas para tudo), anuncia como prioridade aprovar “pelo menos uma parte” da reforma previdenciária de Temer ainda este ano, para enfrentar o rombo fiscal..

Obscura figura do baixo clero, tal como era Bolsonaro até outro dia, Onyx Lorenzoni, deputado do DEM, indicado para a Casa Civil, já discorda, e chama de “porcaria” o projeto que está encalhado no Congresso.

É só uma amostra da bateção de cabeça dos novos donos do poder, um exército brancaleone em que se misturam três filhos parlamentares, um economista megalômano, um suplente de senador, membros das bancadas BBB (Bala, Bíblia e Boi), o desconhecimento da realidade e muitas vaidades, para ver quem tem mais força junto ao presidente eleito.

Entre as novidades até agora apresentadas para formar o elenco, entraram também o juiz Sérgio Moro, que condenou Lula, e o astronauta Marcos Pontes, cotado para ministro de Ciência e Tecnologia, um militar que se tornou garoto propaganda dele mesmo, depois de uma rápida viagem ao espaço.

Moro é esperado no Rio nesta quinta-feira para dar o sinal de positivo a Bolsonaro, que o quer no Ministério da Justiça. Faz todo sentido e não chega a ser uma surpresa.

Fora isso, é o de sempre: procissões de empresários, pastores e parlamentares, levando sugestões de nomes e demandas setoriais, figuras manjadas do velho establishment, tão criticado pelo presidente eleito na campanha.

Entre eles, muitos que estão sendo investigados pela Lava Jato e que agora poderão contar à mesa com a companhia do implacável juiz Moro.

Que o sistema político-partidário vigente desde o advento da Nova República, após o fim da ditadura, estava com o prazo de validade vencido, todo mundo já sabia.

Mas nada indica que a Era Bolsonaro vá mudar alguma coisa para melhor, muito ao contrário. Não corremos esse risco.

Na onda conservadora que varreu o país, elegeram-se vários cacarecos de diferentes tribos, agora ávidos para pegar uma boquinha no governo do capitão reformado, como pudemos ver na noite da vitória durante a reza puxada pelo senador-pastor Magno Malta, outra figura emblemática da nova ordem.

Pelo cheiro da brilhantina, há um clima retrô pairando no ar da Barra da Tijuca, bem a propósito o novo centro do poder, que faz lembrar a Casa da Dinda, de triste memória.

Se não conseguiram até agora nem organizar entrevistas coletivas, podemos imaginar o que nos espera quando eles forem todos para Brasília, com a missão de governar 208 milhões de brasileiros afundados na maior crise política e econômica da nossa história.

Nas mesmas redes sociais que levaram Bolsonaro ao poder, já surgem as primeiras críticas de apoiadores insatisfeitos com o que estão vendo no entorno do eleito.

Esperavam o quê?

Vida que segue.

 

42 thoughts on “Era Bolsonaro começa com exército brancaleone, juiz e astronauta: tem como dar certo?

  1. Prezado Kotscho: Agora que a ciência e a tecnologia brasileira vão literalmente para o espaço. A nomeação desse “astronauta brasileiro” (e que coisa meio jacú, não?) é mais um marketing sideral do que colocar nesse posto um cientista que represente a comunidade científica e a sociedade civil. Mas também o que esperar desse governo fascista? Ou, como nas suas palavras, é nomear como ministro mais “um militar que se tornou garoto propaganda dele mesmo, depois de uma rápida viagem ao espaço.”

  2. Desde o resultado a única crítica q faço é a resposta ao Haddad, ironia totalmente desnecessária e justo em um momento que o país precisa de união.
    O desencontro de discursos é normal, foi assim com todos nesta fase inaugural.
    “Entre eles, muitos que estão sendo investigados pela Lava Jato….” Não vi estes nomes serem ditos pelo Bolsonaro ou sua equipe.
    Moro no Ministério da Justiça será a certeza da continuação da lava jato, do apoio popular a operação, PF forte… desde q consiga blindar o Ministério.

    1. O Super Homem de Curitiba, Sergio Moro, conforme entrevista de sua assessora direta, entregava tudo de mão beijada para a imprensa. Esta, por sua vez, publicava tudo e com exceção de poucos profissionais, se preocupava em conferir as delações, as provas que ainda faltavam para serem colhidas e por ultimo o desfecho de tudo que estava sendo bombardeado. Questão simples, o governo era PT e Moro trabalhava para a oposição. Indo para Brasília, Moro deixa de ser pedra para se tornar vidraça. Irá participar do governo. Fará parte do Executivo. Vai sentir pela primeira vez o que é estar do outro lado. A idéia, se transformada em realidade, pode ser até boa! Mas, como bom mineiro que sou, acho que estão dando corda ao sujeito mas é para ele se enforcar pois estando no centro do poder não poderá atuar como livre metralhadora giratória sem fazer inimigos dentro de casa! Ou ele domina Brasilia ou Brasilia o consome!

      1. Leu toda a entrevista?
        O uso da imprensa foi usado para pressionar os acusados e conquistar apoio da população, assim acuando quem tentava parar a operação, tática copiada da operação “Mani Pulite”.
        Apoio Moro sendo Ministro, desde que com totais poderes e com garantias q não terá q fazer concessões a políticos.
        Não será somente a lava jato q acabará com a corrupção, Moro em Brasília pode brigar por leis que criará respaldos para futuras operações e até inibindo o uso de cargos para proveito próprio.

  3. jornalista mais triste foi ver o ciro gomes dando entrevistas ,ele ta achando que quem ganhou a eleicao foi hadadd e o pt ta fazendo oposicao ao pt

  4. Caro Kotscho,ao analisar os atos do futuro presidente e seus asseclas,da pra prever governo curto !
    JK já dizia que governar é a arte de conciliar,e um capitão troglodita e fascista que não sabe o que é isso não conseguirá ir longe!
    Só espero que ele sai do governo antes de destruir o Brasil!
    Até lá estaremos na resistência!
    Força amigo!Estamos juntos na resistência!!!

  5. A catástrofe vem a Cavalo e de paraquedas.
    O “governo miliciano” tem o jeito do governo De La Rua,
    Um ministro da Economia que é a cara e o focinho de Domingo Cavalo, o ministro da Economia que destruiu a Argentina. Cavalo também concentrou superpoderes em suas mãos e apostou todas as fichas no já fracassado modelo dos anos 90.
    A agenda do Ipiranga’s Boy é “retrô”.
    O Brasil vai dançar o tango que implodiu os hermanos em 2001,
    O Alvorada começa com a cara da Casa Rosada.

  6. Caro Kotscho, de minha parte lutarei com toda força que ainda me resta para que dê errado.
    Se no mundo, ainda que em apenas um país, um governo fascista der certo, será um horror para a humanidade, uma tragédia, um certificado do fracasso total da presença do ser humano neste planeta.

    1. Ficar preso ao passado não dá futuro. Não fique remoendo as coisas do passado. Não se deixe prender por mágoas e ressentimento. Isto faz mal a sua saúde. Daqui a 4 anos tem mais.

  7. Por falar no Exército Brancaleone(tem o divertido filme com Vitorio Gassman), a mulher do Bolsonaro teria dito que o marido não é misógino, e a maior prova disso é que ele se casou com a filha de um cearense.
    Tóimm! Prato cheio para humoristas, grande repórter RK.
    E o futuro ministro da Casa Civil tem nome de antílope africano.

  8. reporter, chega me dar pena do senhor… triste fase para quem ja fez grandes coberturas jornalisticas e agora se recusa a enxergar os fatos:
    O povo escolheu Bolsonaro. Dilma jogou o país na maior crise de todos os tempos. Lula nao é teu amigo, só se lembrou de ti quando estava em apuros na iminência da prisão. O povo quer mudança. Pare de gorar, o cara nem tomou posse e o senhor já o estar criticando. E por ultimo, digo que O PT criou Bolsonaro!

    1. O PT te criou também??? Talvez tu seja filho abandonado de pai e isso explica tudo, inclusive esse teu ódio. Quer colinho bebê??? Tá aqui pa tu !!!

  9. O maior medo da esquerda não é que o governo Bolsonaro seja fascista, autoritário, ditatorial etc, e sim que ele seja bom. Isso vocês jamais poderão suportar.
    Como tudo, absolutamente tudo o que este blog publicou deu errado, tenho certeza que Bolsonaro fará um bom governo.
    O choro é livre e resistência quem tem é chuveiro.

    1. Não existe a menor chance de dar certo e não precisa de oposição. Ele vai destruir o país até a pascoa, afinal são 28 anos demonstrando competência e equilíbrio mental não é mesmo? A inflação vai disparar, o desemprego triplicar. Mais ele vai sem culpar o kit gay ou a ideologia de gênero.kkkkkkkk

    2. Rodrigo, nenhum governo fascista, autoritário e ditatorial será um governo bom. Para ninguém. Nem para os que detêm o poder. O choro é livre, sim. Você pode chorar, à vontade…

  10. Caro Kotscho, reparastes na expressão facial desse cara nas raras aparições após a sua vitória??? Não é uma expressão de quem se sente seguro e confiante no seu taco. Parece mais a cara de um jumento que descobriu o tamanho da carga.
    Desconfio que nem ele imaginava (ou queria) vencer. Um segundo lugar com boa votação já estaria de ótimo tamanho para passar o resto da sua vidinha medíocre falando merda contra o PT, como sempre fez, mas então com bom respaldo popular. O Brasil é grande demais para esses imbecis. NÃO DURA MUITO!!! O Jipinho deles não suportará tanta areia.

  11. Rodrigo, vou te ensinar o que é um governo fascista que “dá certo”:
    Perseguição, prisão, tortura e assassinato de minorias, escolas com partido único (o deles), aulas de religião (a deles), segregação racial com supremacía branca, delírios de invasão bélica (Venezuela), elevação das classes mais ricas à condição de nobreza e por fim a “solução final” que é o holocausto – no lugar de judeus tu coloca petistas- que vai queimar nos fornos também os comunistas, os negros, os gays, os deficientes físicos (no meu caso além desse eu entro também como petista o que me assegura uma dupla cremação) enfim, tudo aquilo que o fascista considera pária, inútil, dispendioso, pernicioso e nascido com defeito.
    Isso já ocorreu algumas vezes na história mas com mais ênfase na Alemanha de Hitler e na África do Sul do Apartheid. DEU NO QUE DEU!!!
    Cuidado, tem apoiador de nazista e fascista escondido do mundo até hoje!!!

    1. “de minha parte lutarei com toda força que ainda me resta para que dê errado.”
      Ênio. Tu demonstras que não tens nada a me ensinar. Nem a mim nem a ninguém.

      1. “Alerte um sábio e ele se torna mais sábio, alerte um ignorante e ganhe um inimigo”
        O aprendizado não é obrigatório, tem quem só aprende quando atingido na própria pele, mas então me responda essa:
        – Como pode um ser humano torcer para que um governo fascista dê certo ???

  12. É. Parece que acabou tudo mesmo. Acabou governo, sem antes começar. Acabou oposição. Acabou esperança. Acabou o futuro. E tem gente que vai se acabar na cadeia. Mas estaremos aqui: vigilantes! Por hora, respeitarei democraticamente a decisão da maioria do povo brasileiro. Não sou o proprietário do saber absoluto e a modéstia e humildade são importantes, mesmo sendo raras, para nortear minhas ideias e comentários. Devo ter a responsabilidade de me pautar pelos fatos ocorridos e não aventar possibilidades futuras.

  13. Ironia do grande Glauber: em “Terra em Transe” a trama se passa num país chamado Eldorado. Parece profecia. Quem viu o filme sabe a razão.

  14. Kotscho,gostaria que você comentasse a entrevista do Ciro ontem na Folha.Para mim decepção total e muita falta de respeito com o Leonardo Boff.

  15. Desculpe Ricardo, mas voce está demonstrando total desconhecimento do curriculum e formação profissional do astronauta Marcos Pontes, qualificando-o como uma pessoa que fez um passeiozinho até ali na estação orbital. Assisti palestra ministrada por ele e conheço seus livros.
    Posso lhe garantir que ele tem conhecimento e capacidade técnica, moral e de relacionamentos internacionais para colocar no bolso todos os ex ministros de ciencia e tecnologia dos governos Lula e Dilma… todos juntos, a começar pelo bossal Aloisio Mercadante.
    Para governos que teve ministros dos naipe de Berzoine, Ideli Salvati, Carlos Lupi, o China , o Corinha, deveriam ter mais cuidado antes de fazer criticas à nomes apontados para futuros ministros. Qualquer General, tem capacidade técnica e intelectual muito superior aos mediocres que por lá passaram e não merecem ser desclassificados “a priori” antes mesmo de começarem seus mandatos.

    1. O que eu sei é que esse “grande cientista” astronauta de fato tem currículum, formação profissional, conhecimento e capacidade técnica, moral e de relacionamentos internacionais para ser garoto propaganda de uma fábrica de travesseiros até outro dia.

  16. Caro Kotscho,
    Há uma artigo bastante interessante hoje no UOL sobre as qualificações que qualquer cidadão precisa ter para tonar-se um astronauta. Não são poucas e nem fáceis, diante disso acredito que o nosso astronauta pode sim exercer um bom papel. Qualquer astronauta americano é reverenciado em seu país mas aqui alguns os tratam como “jecas”, isso é muito triste… ainda não deixamos de ser vira-latas. A eleição deste senhor não foi boa para o Brasil, tenho minhas dúvidas se a outra seria, todavia alardear o caos neste momento me parece ser dor de cotovelo, você é maior do que isso. Se a coisa estiver indo para o lado errado vamos lutar para corrigir, mas se o contrário acontecer temos que apoiar. Ânimo! Sempre existe esperança! abs

  17. Kotscho, está na hora do PT parar com a choradeira! O partido jogou a eleição no colo do nefasto Bolsonaro…Se o ex militar fosse inteligente saberia que não foi ele que ganhou a eleição e sim o PT que a perdeu e teria um pouco de humildade. Será que a esquerda pensa mesmo que todos aqueles que votaram no Bolsonaro são fascistas? Será que a esquerda pensa mesmo que Bolsonaro surgiu do nada ou, pior, que venceu as eleições apenas por causa das fake news? Para grande parte da população qualquer um era melhor do que o PT na presidência do Brasil e me surpreende que o partido não tenha percebido a ojeriza que causa na maioria dos brasileiros e brasileiras. Àqueles que criaram o golpe contra a Dilma tinham um plano que deu errado e o resultado desta eleição não estava no radar dos golpistas, afinal eles não esperavam a vitória de um outsider do golpe! A esquerda brasileira se auto sabota desde sempre, me lembro muito bem que o Collor só se tornou presidente porque os egos de Brizola e, principalmente, do Lula não permitiram que PDT e PT se aliassem, tendo o primeiro como cabeça de chapa. Agora que seja o que o Diabo quiser e desgraça pouca é bobagem!!!

  18. Sr Ricardo, o jornalismo precisa ser imparcial, justo. O Sr
    nao precisar torcer contra o nosso País porque não gosta do eleito. A alternância de governo é muito salutar e alimenta a democracia. Vamos dar uma chance ao eleito e torcer pelo do bem do País . Quem sabe um PT depurado e livre de fanáticos não venha assumir o comando em 22?. Paciência, dignidade e respeito faz bem pra alma e tambem ao coração.

  19. Kotscho, melhor tivesse acontecido a virada do Haddad.
    Mas pensando bem, o PT vencer cinco eleições seguidas, já seria até demais. Imagina o tamanho da paciência com os perdedores.
    Aí sim, agora todo o dia a mesma lorota, sorte que não precisa ser ouvida: fraude nas eleições, eleição roubada, coisas assim.
    Mas vamos aguardar, e sorte ao eleito eu não desejo, pelas barbaridades que já disse e dirá.
    Bom governo também não fará. O Governo está quebrado, sem dinheiro. Ah! mas sem dinheiro o Governo não está, e nem estará. O dinheiro do povão já está tomado, dominado, com os juros dos credores da dívida, e os dispêndios com o pagamento dos privilégios dos Três Poderes.

  20. Kostcho.

    O povo está cansado de Lula e demais.
    De uma oportunidade para o novo governo.
    Os intelectuais do PT não assim tão qualificados.
    De tempo ao tempo.
    O povo não quer só mortadela.

    1. Bacanaço isso, Guima, “O povo não quer só mortadela”, quer mais: “O Brasil acima de tudo, Deus acima de todos e John Dorgia acima de todas”.
      “John Dorgia acima de todas”, testemunhamos, em profundidade, largura e comprimento, embora a modéstia faça com que negue-a, já “o Brasil acima de tudo”, não da para entender se é fato estarem a entregar tudo e mais um pouco, e “Deus acima de todos”, não rima com ódio, violência, preconceito, racismo, morte, misoginia, malandragem, malafaia, malta, macedo, moro, marinho, merval, mendes, michel, molsonaro, mourão, ‘séquisso’, mentiras e vídeo-fake.

    2. Correto Sergio, Bolsonaro está escolhendo somente pessoas sérias e honestas. Já chega de incapacidade humana! O partido deles está em fase minguante; daí á extinção. É só uma questão de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *