Mariana Kotscho: hoje é dia de votar a favor da democracia e da vida

Mariana Kotscho: hoje é dia de votar a favor da democracia e da vida

Mariana Kotscho, minha filha mais velha, já uma jornalista veterana como eu (nem tanto…), me mandou por iPhone a sua declaração de voto.

É um texto curto e singelo, que resume o que também penso sobre o que está em jogo nesta eleição, em que a maioria do eleitorado pretende votar contra, como mostra a rejeição dos candidatos.

Sou do tempo em que não havia iPhone, ainda se usava cédula de papel para depositar na urna, mas os nossos princípios são exatamente os mesmos, e eu me orgulho muito disso.

De tudo que podemos fazer na vida, o mais importante é a formação dos filhos.

No caso dela e da caçula, a cineasta  Carolina Kotscho, costumo dizer que as duas são provas da evolução da espécie.

Assim, de geração em geração, vamos tentando melhorar o mundo, embora muitas vezes aconteça exatamente o contrário.

Mariana Kotscho me representa.

Eis o voto de Mariana, 45 anos, apresentadora do programa “Papo de Mãe” (TV Cultura), mãe de três filhos, profissional exemplar, uma batalhadora full-time da luta das mulheres por uma vida melhor para todos:

“Eu vou votar a favor da democracia.

Eu vou votar a favor dos direitos das mulheres.

Eu vou votar a favor da Lei Maria da Penha.

Eu vou votar a favor do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Eu vou votar a favor do desarmamento (está provado que armar a população só aumenta a violência).

Eu vou votar a favor da liberdade de expressão.

Eu vou votar a favor dos professores.

Eu vou votar a favor da lei do feminicídio.

Eu vou votar a favor dos amores, dos afetos.

A favor do fim do preconceito.

A favor da empatia e da compaixão.

A favor do respeito e da responsabilidade.

A favor do estado laico.

A favor do fim da corrupção.

A favor da paz de espírito.

Eu vou votar a favor.

E você? Vai votar a favor do quê?”.

Mariana nem precisou dizer em quem vai votar.

Bom voto a todos, bom domingo, com muito juízo.

Vida que segue.

 

 

18 comentários em “Mariana Kotscho: hoje é dia de votar a favor da democracia e da vida

  1. Meus filhos moram em SP e eu na Bahia. 43 e 46 anos respetivamente. Separei-me quando ainda eram muito jovens…24 anos de PSDB e uma imprensa sórdida fizeram neles o trabalho sujo, sua especialidade: odeiam o PT

  2. Mestre, com a alma leve, à razão armando o espírito e a sensação boa e tranquila do dever democrático e civilizatório cumprido nesta longa jornada da vida, não apenas comungo o bem arrazoado e sábio voto de Mariana, como cumprimentando-lhe por mais uma vez, através das herdeiras, comprovar a evolução da espécie, na parte que lhe toca, em ‘sintonia parceira’, mais que fundamental, com a ‘Dona da Pensão.
    Sem esquecer de desejar que todos nós, juntos, misturados e irmanados, possamos permanecer dando “gracias a la vida”, no Brasil.

  3. No Brasil existe Corrupção().Existe Violência()!Não entendo como mais dos mesmos pode ser algo diferente.Desculpe,a minha ignorância.

  4. Querido Ricardo Kotscho, meu padrão-ouro jornalístico: o texto de Mariana está compartilhado entre tod@s a quem eu amo, pois, em tempos trevosos como este nosso, a lucidez é uma bênção milagrosa. Minha filha mais velha, de 19 anos, faz Jornalismo na UFSJ, e também é rebento, como as suas. Dentre os livros que levou de minha estante, seu primeiro que me marcou, escrito com Gilberto Dimenstein, e comprado numa palestra na UFMG, em 1990, exemplar autógrafo. Para ela, vale toda pena ser jornalista! Ler seu Balaio é oração matinal aqui em casa, um raio de luz para este mundo áspero.

  5. Prezado Kotscho: Ontem, nas urnas, escapamos de ser um país de desgraçados. Viva o segundo turno! Viva Haddad! Viva a democracia! A luta continua! Porém, a proclamação de um país de desgraçados, pode ter sido somente adiada. Foi com dor no coração, a partir do que se desenha pela frente, com o que já sabemos dos resultados gerais das eleições desse ano de 2018, que observamos que tem muita gente, muita gente mesmo, que caminha ou caminhou na direção oposta à declaração de voto da jornalista e sua filha Mariana Kotscho e que, também, foi o meu voto e de milhares de brasileiros. Se estivermos voltando para a idade das trevas e vier intimidação pela cruz e a espada, como fizeram as Cruzadas, vamos ter que buscar ensinamentos para a resistência em outras fontes. Na época das Cruzadas uma das fontes de resistência se encontravam nas palavras do Alcorão. “E qualquer coisa que eu recorde agora, vai doer. A memória é uma vasta ferida.” (Chico Buarque de Holanda em “Leite Derramado”).

    1. Aplaudo, de pé, Heraldo, belíssimo comentario! Apesar de tudo, somos felizes por compartilharmos esse espaço de tanta gente boa e brilhante. E por falar em gente boa e brilhante, por onde anda o Enio?

  6. A minha linda ” fraquejada” votou 13 e já disse que no segundo turno vai para campanha!
    Bem, acho que nossas filhas votaram no amor tão pregado nas igrejas e tão desconhecido nos lares!

  7. Bom dia kotscho!
    A lava jato venceu, o senado passou por uma limpeza. No dia 01/01/2019 vai começar o pesadelo de muitos destes q não se elegeram, o toque da campainha será aterrorizante para estes.

    1. Realmente, a Lava Jato venceu: o PT elegeu a maior bancada do congresso. Lula, o principal alvo da Farsa a Jato, venceria no primeiro turno, com um pé nas costas e mesmo proibido de aparecer no horario eleitoral de seu substituto, mesmo impedido de dar entrevistas e, até, de votar, Haddad, em apenas 25 dias de campanha, obteve 30 milhões de votos e foi para o segundo turno. Realmente, a Lava Jato venceu: elegeu Janaína Paschoal, Alexandre Frota, Tiririca e Eduardo Bolsonaro. E, se não bastasse, colocou um fascista, truculento, estupido, defensor de tortura e de torturadores, racista e homofóbico, a um passo de se tornar presidente de uma nação multirracial e pacifica com 208 milhões de habitantes. Sr Paulo, vai catar coquinho. Bom dia, Balaieiros.

      1. Está nervoso, melhor acalmar, vencendo um ou outro, teremos q tocar a vida do mesmo modo, trabalhando e fazendo o bem ao próximo.
        PT elegeu a maior bancada da câmara, mas de 70 passou para 57, com o PSL q elegeu 1 em 2014 e agora 52. PT elegeu 4 senadores, perdendo bancada e fiéis seguidores como o Requião e a Grazziotin. PSL de 0 senadores, foi a 4.
        Haddad teve sim 30 milhões de votos, o problema é q o adversário teve 50 milhões.
        Tanto a câmara como o senado ficaram com maioria conservadora, de centro e direita.
        Qdo digo q a lava jato venceu é por ter senadores e deputados investigados q não se reelegeram, independente do partido.

    2. Em tempo, sr Paulo: o pesadelo não será deles, mas nosso, pois caso Bozo vença, esses “derrotados” serão agraciados com cargos, onde continuarão fazendo o que fazem melhor, ou seja, praticando o “toma lá, dá cá, é dando que se recebe”.

      1. Não acredito q Bolsonaro der cargos para tipos como jucá e eunício, seria ir contra tudo q prometeu e fez esta onda de votos em seu partido. Iria criar tanta indignação q o povo sairia as ruas para tirá-lo da presidência.

  8. Ontem,o eleitorado brasileiro mostrou ao mundo que está cada vez mais politizado -Marqueteiro e nem pesquisadores” tem feito mudar de opinião e voto!.E os resultados das urnas,notadamente para o Congresso nacional é PROVA REAL desta afirmação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *