Deputado do PT denuncia “quadrilha de togados” por manter Lula preso

Deputado do PT denuncia “quadrilha de togados” por manter Lula preso

Da tribuna do plenário da Câmara Federal, o deputado petista Paulo Pimenta, do Rio Grande do sul, desfechou nesta segunda-feira o mais duro ataque a autoridades do Judiciário envolvidas na decisão de manter Lula na prisão de Curitiba.

Pimenta citou o que chamou de “fatos estarrecedores” revelados pelo delegado geral da PF, Rogério Galloro, em entrevista ao Estadão, no fim de semana, em que detalha a operação que envolveu o TRF-4 e o Ministério Público Federal para impedir que fosse cumprida a ordem de soltura de Lula dada pelo desembargador plantonista Rogério Favreto, no último dia 8 de julho.

“Desde quando um delegado tem que fazer consultas para cumprir uma ordem judicial?”, peguntou o deputado. “Aí diz que recebeu uma ligação da Raquel Dodge, que dá uma ordem para que a determinação não fosse cumprida. Desde quando o Ministério Público tem essas atribuições?”.

Paulo Pimenta também faz referência a uma ligação que Galloro diz ter recebido de Carlos Eduardo Thompson Flores, presidente do TRF-4, para esperar o despacho dele, determinando que a ordem judicial não fosse cumprida.

Depois de rememorar os fatos, o deputado gaúcho pergunta ao plenário no trecho em que acusa os envolvidos de formação de quadrilha:

“Se de fato eles sabiam que estavam cometendo um crime, e que se associaram para que a lei não fosse cumprida, e se a nossa legislação diz que a associação de três ou mais pessoas para cometer um crime é bando ou quadrilha, como eu posso caracterizar senão como ação de uma quadrilha que se associou para desrespeitar a lei e usar de seus cargos para perseguir um indivíduo, motivado por interesses pessoais e ideológicos”.

Ao final, Pimenta questionou: “Quem vai investigar essa quadrilha de togados?”.  E acusou: “O chefe do bando é um juiz criminoso”.

 

 

 

 

14 thoughts on “Deputado do PT denuncia “quadrilha de togados” por manter Lula preso

  1. O PT tem de esclarecer melhor porque jogou todas as suas fichas no STF, cuja origem repousa em um anexo do Senado, conforme Fábio Comparato já narrou exemplarmente.
    O STF e o Poder Judiciário são um puxadinho da Casa Grande.
    O PT não poderia esperar um outro padrão, distinto do que temos visto desde a AP 470.
    O Partido não esperneou quando Genoíno e o general Dirceu foram levados à fogueira.
    Ninguém viu manifestação enfática e mobilização alguma. Nem Lula saiu firmemente em defesa dos seus companheiros de estrada.
    Agora Inês é morta.
    E vai piorar com a alcaguetagem do “Italiano”, cujo oportunismo pragmatista já deve ter engrenado a língua com data aprazada para o início da campanha eleitoral oficial.
    Já o “pós-Itália”, até onde se sabe, não é feito da mesma matéria-prima do seu concorrente no Ministério da Fazenda.
    Um Lula asilado faria um papel político e eleitoral melhor, e mais coerente, com a denúncia do Judiciário e do Golpe. Fica difícil manter a narrativa do Golpe com o lulo-petismo engalanado da cabeça aos pés com os seus algozes nos estados, ao ponto de jogar ao mar companheiros das viagens penosas de longo curso.
    A conferir.

  2. Só falou verdades.
    Só um indivíduo com alto grau de tendência à marginalidade, não concorda que o nosso judiciário se tornou uma quadrilha de bandidos da pior espécie.
    Precisamos urgentemente ELIMNAR, cada membro desta máfia.

  3. Perfeito a observação do Deputado Paulo Pimenta, mais esta quadrilha tem outras ramificações ou outros tentáculos, também no andar de cima.

  4. Prezado Kotscho: Pelo que você relata no seu post, me pergunto: para que votar? Se os golpistas militantes no executivo, legislativo e judiciário, mais a grande mídia familiar, a partir de uma política tucana muito bem pensada e articulada, já decidiram as eleições de 2018, para que irmos às urnas em outubro? Se as esquerdas ganham as eleições, vão deixar tomar posse? Pelo cheiro da brilhantina, esse golpe é mais longo do que a gente pensa e só teve o pontapé inicial com o impeachment da presidente Dilma. Muito exagero da minha parte?

  5. Que o Judiciário se tornou uma quadrilha já se sabe faz tempo! O que eu não entendo é a razão de mesmo sabendo disso, Lula e o PT insistirem nos recursos que já estão derrotados na véspera, independente do teor do processo, e, com isso, acabarem justificando os cínicos que dizem “que as instituições estão funcionando normalmente no Brasil…”. Por que não deixar o processo correr a revelia dos “acusados” e não fazer parte desta farsa? Por que gastar fortunas com advogados que, não por culpa deles, não servem para nada?

  6. Sobre cooptar um juiz de tribunal, que foi soldado do PT por muitos anos, que escalado para o plantão, se dispos a fazer o serviço sujo para o PT ele não disse nenhuma palavra? HUmmm … errado estão todos os demais envolvidos, menos ele….. faz me um favor hein.. Pimenta no dos outros não arde …

  7. O colegiado do TRF-4 declarou q a atuação do Fraveto foi errada e ele não teria competência para dar o HC de soltura, o STJ (órgão superior) afirmou o mesmo e ainda acusou o desembargador Fraveto e atuar politicamente.
    Favreto doou para campanha política do deputado Pimenta, pq ñ acionou a suspeição?
    Fraveto está na 5º turma, cuida de previdência, como agir de modo tão atuante em um caso criminal, do qual ñ faz parte?
    Pq os deputados já estavam na sede da PF às 08h, postando q aguardavam a liberdade de lula se o HC saiu às 09h.
    Favreto cometeu ilícito ao conceder o HC, o erro começa ai e não no que veio posteriormente.
    O deputado pode falar e acusar a ermo, tem lei q o protege, caso fosse somente um advogado, jamais diria estas palavras.
    Se for acreditar q existe o “golpe judiciário”, tem que crer q se iniciou há + de 15 anos, visto a quantidade de ministros do STJ e STF diplomados pelo PT, muitos saindo de trincheiras interna.

    1. Paulo, se fossem “acionar a suspeição”, como você diz, sobrariam poucos juízes e desembargadores para contar a história.
      Você sempre só consegue enxergar as coisas pelo lado que te interessa.
      Poderia ser comentarista político na TV. Por que não tenta?

      1. Verdade Kotscho, sobrariam poucos, o caso mais apavorante é o gilmar mendes, mas isto ñ torna a atitude do Favreto correta. Veja o caso do siro darlan, em plantão soltou um traficante q tinha como advogado renato darlan, filho do magistrado.
        Prezo pela economia do país, por criação de empregos q é o único caminho para recuperar este país, sou apartidário. Esta eleição meu voto é Meirelles, o único capaz de atrair investimentos estrangeiros e confiança dos bancos. Q o partido MDB é um antro de marginais é óbvio, mas infelizmente é o único candidato com credenciais e respeitado internacionalmente. Esta é minha visão, emprego e renda, o contrário eu repudio, como a corrupção, a “militarização”, a participação do centrão.
        Não estudei política, não tenho boa dicção e já ñ tenho idade para iniciar. Sou um empresário muito ferido e magoado pelas demissões que fui obrigado a fazer entre 2012 (ano q começa a crise) e 2017. Este ano a melhora é visível, já contratamos 12 funcionários diretamente, maioria é dos q foram demitidos nos anos anteriores e ainda se encontravam desempregados. Apesar de ser jornalista, acredito q saiba a dor de demitir um pai de família, vc começa demitindo os solteiros e jovens, mesmo q sejam melhores… qdo chega a hora de tocar naquele q é a única fonte de renda de uma casa, te parte o coração e indignado, vc inicia a querer ajudar de alguma forma, q seja criticando e “tentando” evitar o retorno do caos.
        Desculpe meu longo desabafo.

    1. Marcelo, você entra pela primeira vez aqui e já começa com um “ah ah ah”. Começou mal. Está achando graça do que?
      Se não tem nada pra dizer, pode procurar outra freguesia. Aqui é um espaço democrático de debates para quem tem argumentos e ideias a defender, não é uma porta de banheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *