Foi do “Angorá” a ideia de botar fogo no circo para Temer levar vantagem?

Foi do “Angorá” a ideia de botar fogo no circo para Temer levar vantagem?

Quem deu ao presidente Michel Temer a ideia de botar fogo no circo para tentar a reeleição com seus índices indigentes de popularidade?

Sai a natimorta reforma da Previdência, a impopular obsessão do governo, e entra em seu lugar a intervenção militar no Rio, uma jogada de alto risco que ninguém sabe no que vai dar.

Este cavalo de pau na agenda presidencial só pode ter saído da cabeça de um gênio da estratégia. Quem seria o Golbery de Temer?

Em toda a frenética movimentação no Rio e em Brasília que antecedeu a edição do decreto, uma figura aparecia onipresente ao lado de Temer: o super-ministro Moreira Franco, ex-governador do Rio, agora mais conhecido por “Gatinho Angorá” após as delações da Odebrecht.

De uma cajadada só (eles são do tempo em que excelências usavam cajados), os dois afastaram da disputa de candidato a candidato do governo o ministro Henrique Meirelles e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que queriam faturar a aprovação da reforma da Previdência.

Para o governo não ser responsabilizado pelo fracasso, a dupla Temer-Moreira retirou o bode da sala e, de quebra, matou também o discurso belicista do deputado-capitão Jair Bolsonaro, o líder nas pesquisas sem Lula, que já soltou os cachorros contra a intervenção como se tivessem tirado o pão da sua boca.

“É uma decisão de política pública”, proclamou o “Gatinho Angorá”, diante das críticas de que o decreto era apenas uma jogada eleitoral para atender aos anseios da população carioca cercada pela bandidagem comum (não confundir com a turma do foro privilegiado) e melhorar a popularidade do presidente.

Como o governador Pezão já estava para lá de desmoralizado, louco para passar ao governo federal o abacaxi da segurança pública, a intervenção foi tão fácil como tirar pirulito da boca de criança.

Logo encomendaram uma pesquisa telefônica para anunciar que a população aprovava a medida extrema e botaram tanques e soldados nas ruas para pelo menos dar uma “sensação de segurança”.

O resto ficou por conta da caudalosa cobertura da violência fora de controle no Rio produzida pela mídia amiga que há tempos pedia a intervenção e agora enche a bola de Temer.

O que mais eles poderiam querer? “Acertamos na mosca!”, devem ter dito um ao outro nas intermináveis reuniões palacianas no fim de semana.

Foi tudo feito tão no atropelo, em cima das coxas como faziam os oleiros de antigamente, que esqueceram de convocar os conselhos da República e da Defesa para discutir a intervenção.

Só na manhã desta segunda-feira, com tudo consumado, os nobres conselheiros foram convocados para chancelar a medida no Palácio da Alvorada.

O próprio interventor, general Braga Netto, que estava de férias, só ficou sabendo da bucha de canhão que lhe deram quando foi chamado às pressas ao Palácio do Planalto para participar de uma entrevista coletiva.

Conseguiram até tirar a faixa presidencial do Vampirão da Tuiutí no desfile das campeãs no sábado, primeira medida da nova ordem. No domingo, já teve rebelião em presídio e mais matanças.

Nem o mais criativo carnavalesco de escolas de samba seria capaz de criar um enredo tão surrealista.

Perto disso, o lendário “Samba do Crioulo Doido” é uma verdadeira aula de lógica histórica.

“Desgoverno”, cravou o título do editorial da Folha sobre a intervenção, falando do risco das tropas serem contaminadas pelo narcotráfico que comanda o crime.

Para completar o ritual vampiresco, só falta agora o governo conseguir quorum para aprovar o decreto hoje à noite na Câmara, justamente num dia em que as excelências parlamentares não costumam trabalhar.

Assessores da Câmara passaram o final de semana fazendo apelos pelo telefone para que pelo menos 257 deputados compareçam à sessão.

Para aprovar a Previdência, eram necessários 308 votos, que o governo não tinha. Então ficou mais fácil aprovar a intervenção.

E seja o que Deus quiser.

Vida que segue.

 

25 thoughts on “Foi do “Angorá” a ideia de botar fogo no circo para Temer levar vantagem?

      1. As Forças Armadas são guiadas por dois compromissos ao mesmo tempo profissional e de honra: democracia (um golpe militar atualmente está totalmente fora de cogitação nas casernas) e obediência irrestrita à hierarquia. E o seu comandante supremo é o presidente Temer.

  1. o brasil foi tomado por um bando de ladroes que contam com o apoio da rede globo bandeirantes e sbt e a elite,olha assisti a um video de um apresentador dando uma dica para o temer ajudar o povo ,baxarr o preço da panela de pressao para cozinhar feijao e assim economizar o gaz,,,que coisa ridicula,,e revoltante o silencio da populçao sobre tanta corrupçao,parece que taum todos anesteziados,,

  2. Como sempre, o PT lavando as mãos: os dois representantes da esquerda, preferiram a ABSTENÇÃO quando votaram no conselho de segurança. Isto que é ter opinião a propria. Se der certo, nós não deixamos de apoiar, se der errado, nós não aprovamos…. e tucano é que anda no muro…

    1. Caro Roberto Weber,
      Moreira não só não acabou com a criminalidade como acabou com os Cieps do Brizola, que ofereciam ensino integral às crianças pobres, e evitavam que fossem cair nas mãos dos traficantes _ a raiz da grande tragédia carioca.
      E ele agora quer voltar. O plano dele é Temer para presidente e eu para governador, você pode esperar.
      Abraços,
      Ricardo Kotscho

  3. Ricardo, você viu a do ministro da defesa Raul Jungmannm? “Não é uma intervenção militar, os militares vão apenas coordenar”, foi o que ele disse em uma de suas entrevistas para a TV hoje pela manhã. Em 64 também não era golpe. Quando vazaram as gravações do Joesley, foi o angora quem demoveu o Temer de renunciar, se bobear, ele acaba reelegendo o Temer.

  4. O que os manifestoides fizeram com o pais juntos com Michel Temer. Aécio Neves. Eduardo Cunha e cia Ltda transformaram o Brasil nunha República Bananeira de quinta categoria estamos indo pro fundo do poço ou pior um poço sem fundo

  5. Nem sei se o caro Kotscho tem publicado meus comentários, pois, depois que um tal de Netho, passou a citar com frequência o tal de Mimo Carta (da Carta Capital) em todos os seus comentários, passei a desconfiar dessa Esquerda. O jornalista hoje fez gancho com termos bastante conhecidos no jargão jurídico, e da Biologia, natimorto, gatinho de Ankara-, só lembrando que o Moreira Franco já defendeu no passado esse enfrentamento do Estado com os chefões do crime organizado. E mesmo, baixo nas pesquisas, se o propósito for de se proteger no manto do foro privilegiado, o Temer ainda conta com mais de 100 mil voto de paulistanos pra dep. federal. Quanto á violência nos presídios, o Brizolão já disse que é só acabar com a entrada de armas e drogas nas favelas. Não sei se você assistiu á homilia dominical da liturgia de Dom Gil, de Juiz de Fora, ontem, na Canção Nova; eu estava lá. O papel das forças armadas é zelar pela Paz e a Segurança do cidadão, mesmo quando falta todas as forças. O Brasil está realmente quebrado, segundo ele, mas que ainda tem muito de bom a oferecer quando citou a Campanha ‘Terço dos homens’ a outros países. Vida que segue.

  6. Estas “famílias” do poder transformaram os brasileiros em angorás – os felinos.
    Já tivemos décadas perdidas, agora caminhamos para séculos perdidos. Quando sairemos deste Estado Oligárquico e caminharemos para uma República verdadeira? Aonde o Estado zelará com eficiência o maior patrimônio; o cidadão!

  7. Parece que nem estamos na era digital, em que as pessoas falam o que querem – e ouvem o que não querem ouvir. Este é o grande defeito da era digital. Por exemplo: o golpe de 64 é diferente do golpe atual, porque antigamente não existia a internet. Já foi o tempo em que somente o padre e o jornalista podiam falar das suas idiossincrasias sem serem questionados. Merece maior respeito e a máxima admiração aquele que luta consigo mesmo, aquele que enfrenta todas as dificuldades da vida física, psicológica e mental, buscando sempre se superar; buscando sempre alcançar a realidade de uma elevação digna da espécie humana.

  8. Esse Mandatos Coletivos de Busca, Apreensão e Captura é para serem aplicados em biroscas e vielas nas Rocinhas. Pergunta: valerão, também, nos Cervantes da vida, Vieiras Soutos e Leblons?

      1. Para que você não tenha uma convulsão, eu lhe respondo…faz algum tempo que a justiça esta nos Vieiras Soutos, Leblons e Sãos Bernardos, fique tranquilo !!!

  9. Governo Trapalhão. Ninguém entende o que pretendem e vão fazer. Ato inconstitucional, queimando os frangalhos que ainda resta da Constituição Cidadã.

  10. Tal como o gol contra o time da ‘marginal sem número’, ontem, Mestre, ‘a vida como ela é’, por linhas tortas, repete a tragédia: ‘Gatinho Angorá’, Niterói e fogo no circo, agora ‘Gran Brasil’.
    Só orando!
    Pelas vítimas e para afastar vampirões maleiros e golpistas da jugular do país, ao ‘Thriller de manifestoches’.

  11. ‘El País’ informa que o ex-capitão venceria o PT, porque herda boa parte dos votos de Lula. Há indícios de que Ciro seria a melhor alternativa para o lulopetismo salvar a lavoura. Os institutos de pesquisa saíram à rua hoje para sondar o quadro, sem Lula, nem Huck. Ao contrário do que se diz, a intervenção eleitoral levou todas as sardinhas para o braseiro do ex-capitão, que pauta todo o debate e agenda nacional na base do vale-tudo pela segurança. A conferir com o resultado das pesquisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *