Browsed by
Mês: janeiro 2018

Lula continua imbatível: alguma coisa deu errado na Lava Jato

Lula continua imbatível: alguma coisa deu errado na Lava Jato

Foram quatro anos de fogo cerrado, sem limites e sem tréguas, para destruir a imagem de Lula e tirá-lo da disputa presidencial. Era para acabar com ele e seu partido, valeu tudo na guerra de extermínio, mas o ex-presidente continua vivo, como revela a primeira pesquisa Datafolha após a condenação em segunda instância, divulgada nesta quarta-feira. Alguma coisa deu muito errado na Operação Lava Jato, que tinha e tem Lula como seu principal alvo. Faltou apenas combinar com os eleitores….

Leia Mais Leia Mais

Caso Bretas é exemplar: juízes podem tudo e não aceitam críticas

Caso Bretas é exemplar: juízes podem tudo e não aceitam críticas

Na República da Toga, eles podem tudo, fazem suas próprias leis, não aceitam críticas e são unidos. A denúncia de que o juiz Marcelo Bretas, o “Moro do Rio”, e sua mulher recebem dois auxílios-moradia no valor de mais de R$ 8 mil por mês, embora tenham imóvel próprio, despertou a ira da corporação dos magistrados. Diante da avalanche de críticas à postura de Bretas nas redes sociais, a Ajuferjes (Associação dos Juízes Federais do Rio de Janeiro e Espírito…

Leia Mais Leia Mais

Pós-Lula é fato consumado? O que acontece se ele subir ou cair nas pesquisas?

Pós-Lula é fato consumado? O que acontece se ele subir ou cair nas pesquisas?

Assim que saíram as três sentenças siamesas da condenação de Lula em segunda instância, no ritual previamente montado no TRF-4, a grande mídia já passou a tratar do pós-Lula, dando o fato por consumado. Para nove entre dez analistas, juristas, comentaristas, colunistas e especialistas em geral, Lula está fora das eleições presidenciais deste ano e pode ser preso a qualquer momento. Resolvida a questão jurídica dentro dos conformes do establishment, sem qualquer surpresa, as especulações giram a partir de agora…

Leia Mais Leia Mais

“Calma, espera eu chegar aí”. Vó Mara resolve tudo

“Calma, espera eu chegar aí”. Vó Mara resolve tudo

Mariana já estava desistindo de montar o armário no quarto das meninas na casa nova. Depois de dois dias de batalha, monta e desmonta, o marceneiro não conseguiu colocar de pé o dito cujo, e Mariana jogou a toalha. É disso que a vovó Mara, minha mulher há quase meio século, mais gosta: um desafio. O armário usado foi presente de Carolina, irmã de Mariana, e as duas ficaram trocando zap-zap um tempão sobre o que fazer. Até que Mara…

Leia Mais Leia Mais

Meu jogo inesquecível: São Paulo 3 X Corinthians 1, na “tarde das garrafadas”

Meu jogo inesquecível: São Paulo 3 X Corinthians 1, na “tarde das garrafadas”

Todos nós que gostamos de futebol temos um jogo inesquecível do nosso time. O meu é o jogo do título de 1957, quando o meu São Paulo derrotou o Corinthians do Washington Olivetto por 3 a 1, no Pacaembu, naquela que ficou imortalizada como a “tarde das garrafadas”. É uma das melhores e das últimas lembranças que tenho de meu pai, Nikolaus, o Nick, que morreu muito moço, pouco tempo depois, quando eu tinha doze anos. Também é a única…

Leia Mais Leia Mais

Caiu número de desempregados? Não, era propaganda enganosa do governo

Caiu número de desempregados? Não, era propaganda enganosa do governo

Vocês devem se lembrar da propaganda chapa branca e dos discursos de oba-oba, agora vai, da dupla Temer & Meirelles no final do ano, festejando a retomada da economia e a geração de novos empregos graças à reforma trabalhista. Era propaganda enganosa. Os números oficiais divulgados pelo próprio governo nesta sexta-feira mostram que no ano passado perdemos mais empregos do que ganhamos, pelo terceiro ano consecutivo. Em dezembro, foram 910.586 novos empregos com carteira assinada, contra 1.239.125 demissões, ou seja,…

Leia Mais Leia Mais