Você dormiria no emprego para furar greve?

Você dormiria no emprego para furar greve?

Subprefeito de Pinheiros (SP), ao centro, e funcionários da prefeitura que dormiram no trabalho (Foto: Reprodução)

O prefeito videomaker João Doria já está fazendo escola entre a sua equipe.

Na véspera da greve geral marcada para esta sexta-feira, Paulo Mathias, prefeito regional de Pinheiros, divulgou um vídeo de 50 segundos no youtube em que anunciou:

“Nós somos a favor do direito de greve, mas não em dia de trabalho”.

Ao lado de seis constrangidos funcionários da manutenção, que citou nominalmente, Mathias disse que ficou “arrepiado, emocionado” quando soube que eles decidiram dormir no prédio da prefeitura para não perder o dia de trabalho por causa da paralisação dos transportes coletivos.

Falando para a câmera de forma intimista, como seu chefe costuma fazer, o prefeito regional, advogado de 26 anos, ex-presidente da Juventude do PSDB, logo viralizou nas redes sociais apresentando um dos funcionários:

“O seu João, para vocês terem uma ideia, mora em Ibiúna, a mais de 50 quilômetros de São Paulo, e não vai conseguir vir para cá porque algumas pessoas resolveram atrapalhar a vida dos outros. Aqui na prefeitura de Pinheiros,  amanhã é dia de trabalho”.

Alguém precisava avisar ao jovem administrador que greve só é feita em dia de trabalho; caso contrário, é apenas folga remunerada.

Apesar da repercussão do vídeo, a atitude dos funcionários, por livre e espontânea vontade ou não, está longe de ser inédita.

Na fracassada greve dos jornalistas de 1979, a primeira e única de que participei na vida, vários colegas passaram dias dormindo na redação do Estadão na Marginal do Tietê.

Aderir ou não a uma greve é direito de cada trabalhador, mas não dá para dizer que “isso é coisa de comunista, vagabundo, só para atrapalhar o trânsito”, como ouço tanto por aí, toda vez que há uma paralisação.

Greve é conquista antiga de países democráticos em que vigora o Estado de Direito. Não há registros de greves em países comunistas, pelo bom motivo de que lá isto é proibido, simplesmente não existe, ninguém é louco de fazer greve. Dá cadeia.

Na mesma linha de Paulo Mathias, o prefeito João Doria deu entrevista logo cedo atacando os grevistas que ameaçaram bloquear a sua saída de casa.

“Eu acordo cedo e trabalho. Eu não sou grevista que dorme, é preguiçoso e acorda tarde. Neste confronto, só a população que trabalha, que é honesta, é quem perde. Quem não é sindicalista, sem querer generalizar, quem promove a greve são aqueles que fazem política partidária ideológica em função própria”.

Doria radicalizou sua posição contra a greve geral nos últimos dias, ao anunciar que vai cortar o ponto de funcionários que não aparecerem no trabalho e cobrar multas dos sindicatos que romperem a determinação da Justiça proibindo a paralisação.

Para completar, o prefeito simplesmente proibiu a CUT de promover sua festa de 1º de Maio na avenida Paulista. Como a central sindical já avisou que vai manter a programação do Dia do Trabalho no mesmo local, há um novo confronto à vista.

A quem interessa essa radicalização, em meio às discussões sobre as reformas do governo, que levaram à greve geral?

Vida que segue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

41 thoughts on “Você dormiria no emprego para furar greve?

  1. “Falem bem ou falem mal….mas falem de mim”…..Estou adorando o Doria, parece que ele esta indo direto na veia dos esquerdistas, é ele abrir a boca para vocês estrebucharem….ehehehe….que venha o Lula!!! (se o Moro antes não o pegar pelo caminho).

    1. Seu comentário é no mínimo risível. Dória vai cada vez mais dando elementos para ser desconstruído. Todo o funcionalismo municipal ri das bobagens do homem. Alguns amigos aventaram até mesmo a possibilidade de usar o Uber para chegar às manifestações. O problema dos coxinhas parece ser com os neurônios ou mais exatamente com a sua ausência.

  2. Cada um faz o que quer. Greve é um direito garantido pela Constituição. Bloqueio de estradas e avenidas não faz parte de greve. Coisa de vagabundos que só querem criar problemas para quem precisa se locomover. Quer aderir a greve, fique em casa e não vá trabalhar. Só isso. Atrapalhar quem quer ou precisa trabalhar é ilegal. Porrada neles. O prefeito João Dória tem métodos próprios de lidar com seu pessoal. Problema dele desde que faça tudo dentro da Lei. Se resolveu proibir a CUT de ocupar a Av. Paulista no dia 01/05 e tem respaldo legal pra isso, então a CUT deve se reunir em outro lugar onde seja permitido. Se não fizer isso corre o risco de tomar porrada. Simples assim. Não vejo nenhuma radicalização meu caro Kotscho. O brasileiro precisa aprender a respeitar Leis e determinações de Autoridades credenciadas. Em qualquer lugar do mundo civilizado as Leis são respeitadas ou quem não respeita corre o risco de tomar porrada da polícia. Normal nos EUA, na Alemanha, na França, Inglaterra, Austrália, qualquer lugar civilizado.

  3. Concordo que a greve é um direito, e o cidadão pode e deve participar de greves. Entretanto, os que hoje protestam, nada fizeram quando os seus defendidos da última década, colocaram para dentro do Palácio do Planalto, verdadeiros algozes, como Ordebrech, OAS/Império “X”, OI/Telamar/Friboi, CAOA, Bradesco, BMG, Banco Rural, etc. Resultando na maior recessão já registara, na maior dívida de mais de Três Trilhões para se financiar (dívida é dívida, pegou dinheiro emprestado, terá que pagar… seja você que comprou 500 reais de Letras do Tesouro, ou investidores que compraram 500 Bilhões). Todos sabem que a Previdência ser reformada, e nesta reforma só tem dois canais: aumentar a contribuição ou impostos para equilibrá-la ou criar regras que realistas principalmente com relação a expectativa de vida atual e futura, e ainda tão quanto importante, a diminuição do números de filhos por cada família, que vem nas últimas 02 décadas ao menos reduzindo para entre 1 e 2 filhos. Sobra a reforma trabalhista, as maiores alterações são modernizações das regras obsoletas, o facilitará a novas contratações e a manutenção dos que já estão empregados. Pois quem protesta, só diz que tem que continuar como está, se for para mudar, tem que mudar para gerar mais direitos, sem criar mais deveres. Essa conta não fecha. Se o País se permitir a mergulhar nessa, vai acabar em caos social e fome, como na Venezuela, que se recusou a fazer o que deveria ser feito. O prefeito Dória exagera, quando radicaliza,mas mostra ao menos visão, que só co os ajustes quee stão sendo feito, que o país tem alguma chance no mundo cada vez mais competitivo. Fazer greve defendendo só o “seu” é fácil, mas o “seu” só vai continau, se sua empresa que emprega continuar viva. Querem se aposentar aos 53 é bom, mas você só conseguirá, se a previdência pública tiver como fazer. Senão, já era para todos. E nem vem falar que o défit da Previdência se resolveria se todas dívidas fossem cobradas. Cobradas são, mas quem deve tem a proteção do Estado para se defender. Se era tão fácil receber em dia os recolhedores da previdência, porque os Governantes do PT deixaram de receber 500 Bilhões? Foi pq não cobraram? Claro que não! Cobraram, mas em muitos casos os devedores são empresas falidas ou falindo. E em muitos outros, são dívidas contestadas na justiça. Em tempo, quem mais desonerou das obrigações de pagar para Previdência e também de outros impostos, como o IPI, por exemplo, foi o governo do PT. Mas não adianta afrouxar, só dá problema. E agora estamos colhendo.
    Em tempo, é importa salientar, que muitos esquerdistas, que sabem que é verdade, que as reformas são necessárias, só se manifestam contra, por considerar que o Temer como responsável pelo Impeachment da Dilma. Ainda bem que é por isso. Pois, FHC, Lula e Dilma, tentaram reformar, e conseguiram qdo muito, frágeis remendos!

    1. O Sr. Kotscho devia descartar informações como a sua por absoluta falta de veracidade. Todos sabemos que esta tentativa de dizer que o problema com as empreiteiras surgiu em Brasilia nos ultimos dez anos é uma mentira deslavada. O próprio Emilio afirmou que isso ocorre há pelo menos 30 anos e estudos feitos por especialistas identificam justamente o período da ditadura como o momento em que isto passou a ocorrer. Voce não se diferencia muito dos corruptos que acusa pois corrompe os fatos com acusações sabidamente mentirosas.

  4. “Coisa de vagabundos que só querem criar problemas para quem precisa se locomover. PORRADA neles. Se não fizer isso corre o risco de tomar PORRADA. O brasileiro precisa aprender a respeitar Leis e determinações de Autoridades credenciadas. Quem não respeita corre o risco de tomar PORRADA” //// Kotscho e amigos, todas essas afirmações constam do comentário do Johnny – 12:18. Atentem para a obsessão do Johnny em descer a “porrada” em quem protesta contra um governo golpista, ilegítimo e, acima de tudo, corrupto. Se o protesto fosse contra Dilma, Lula ou o PT, João Dória liberaria seus subordinados e Alckmin liberaria as catracas do Metrô, sob os aplausos do Johnny. Mas como o protesto é do povo honesto, sofrido e vilipendiado contra corruptos, Johnny defende tratamento VIP, ou seja, “porrada”, para os manifestantes !!! Johnny, não é o brasileiro que precisa aprender a respeitar “autoridades credenciadas” , mas “autoridades credenciadas”, ilegítimas e corruptas que precisam aprender a respeitar a vontade soberana do povo. Nem esses corruptos que voce tanto alivia devem levar “porrada”. Devem ajustar contas com a Justiça e nada mais. Lamentáveis suas participações no Balaio. Cada uma pior que a outra. Meus pêsames, Johnny. Boa tarde e ótima greve, Balaieiros.

    1. É porrada, bomba de gás, balas de borracha……..para baderneiro não adianta pedir licença. Quem incendeia pneus e lixo com o intuito de bloquear vias, atira pedras e rojões em policiais, não tem outra tratativa a não ser as mencionadas.
      Se você quer defender o “pobre trabalhador” não o cerceie a ida ao seu trabalho, isso é tirar o direito de ir e vir de um cidadão.
      Tão estúpidos quanto os baderneiros são aqueles que chamam isso de protesto, vândalos são vândalos em qualquer parte do mundo.

    2. Povo honesto e sofrido não faz barricadas para atrapalhar quem quer que seja. Povo honesto e sofrido se quisesse protestar contra governo golpista teria feito isso há meses atrás atrás quando o “golpe” ocorreu e teria feito isso num domingo e não num dia de expediente normal. Povo honesto e sofrido quando faz greve não impede que quem não queira aderir vá trabalhar. Lamentável é ler essas interpretações ridículas das atitudes daqueles que perderam as “tetas” e querem legitimar a todo custo atitudes ilegais tomadas por vagabundos de plantão a serviços de uma ideologia falsa e de um partido que é a pior quadrilha que já se instalou no Poder executivo federal em toda história da nossa república. Temer representa o que há de pior na política brasileira. Pior que ele só Lula e sua quadrilha de saqueadores da República, porém, Temer está tendo a coragem de propor, a sua maneira estabanada, reformas que são fundamentais para que o Brasil não “quebre” e, infelizmente está tendo que fazer concessões a esse Congresso ladrão totalmente dominado pelos pilantras do PMDB muito mal acostumados pelos governos ditos “de esquerda” que disponibilizavam os cofres da Nação para que se servissem a vontade impunemente. Ninguém deve esquecer que a “pseudo” greve de ontem era para protestar contra as reformas da Previdência e das Leis Trabalhistas e não contra o decantado “golpe” tão cansativamente insistido por aqueles que perderam as “boquinhas” e não se conformam. PORRADA NELES. É a única linguagem que entendem. Meia dúzia de militantes amestrados e mantidos a base de sanduiches de mortadela não podem impedir quem quer que seja de ir trabalhar e cumprir suas obrigações. PORRADA NELES.

  5. O mais estapafúrdio de tudo isso é ver que as mesmas pessoas que chamam quem discorda delas de Fascistas defendendo a CLT que é a cópia da “Carta del Lavoro” de Mussolini. Aliás, exatamente hoje faz 72 anos da morte dele.

    1. Parabéns ao Benito Mussolini e a ti, o único que se lembrou !!! Só não sei se tu está comemorando ou lamentando a morte desse que ao lado de Hitler está entre os maiores facínoras da história da humanidade. Pelo tom é um lamento.

    2. E daí Theo que Mussolini foi do Partido Socialista Italiano ??? (tu só omitiu o fato que dele Mussolini foi expulso !!!) . FHC foi comunista, Renan Calheiros era do PCdoB até se tornar o formulador “teórico” da campanha do Collor em 89, Serra foi presidente da UNE tendo até feito discurso ao lado de Jango no comício que motivou o golpe militar, Aloysio Nunes assaltou bancos na ditadura e era o motorista de Carlos Marighella, José Aníbal e Garotinho eram do PT e por aí vai. As pessoas passam mas os partidos ficam !!! As pessoas tem o direito de mudar de lado. Eu não mudo !!! E cada dia mais convencido que estou do lado certo da história.

  6. Legal ver os grevistas(diga-se vagabundos da CUT)queimando pneus,interrompendo a passagem de ambulancias e caminhõe s com produtos pereciveis,indio apontando arco e flecha pra quem deseja ir trabalhar e desrespeitando o direito de ir e vir,bloquearam a entrada da Wolkswagen impedindo trabalhadores de trabalhar,integrantes da CUT destruindo orelhões e prejudicando somente os mais pobres,essa manifestação(que não tem nada a ver com greve,pois greve é quando as partes não chegam a um acordo)é politico partidaria petista e da pelegada dos sindicatos que não querem perder a boquinha,convbido vcs todos a vir aqui no meu bairro na perifa Paraisópolis para verem se tem algum comercio fechado.A galera aqui ta trabalhando de verdade.Só vagabundos que vão perder a mamata arregaçando com a cidade,o Dória tá certinho.

  7. Não tô dizendo, caro Kotscho ??? É a volta da senzala em pleno século XXI !!! E a atitude desse sub prefeitim é “coxinhismo no úrtimo” !!!

  8. Nesse dia histórico tomo a liberdade de reproduzir aqui um texto forte que viraliza na Internet :
    “Ainda bem que existem vagabundos para defender os seus direitos. E, claro, os meus também. Afinal, os vagabundos tiveram papel importante na construção dos direitos em todo o mundo.

    Foram vagabundos que, com as greves do início dos anos 80, forçaram os grandes empresários a apoiar a luta pela volta da democracia, pondo fim a uma ditadura de 20 anos.

    Eram também vagabundos aqueles hippies que iniciaram uma revolução cultural nos anos 60 e culminaram na emancipação feminina e no respeito ao direito das minorias.

    Naquela época, lá nos Estados Unidos, um pastor vagabundo liderou milhares de outros vagabundos pelo reconhecimento dos direitos dos negros e pelo fim do apartheid naquele país.

    Por falar em apartheid, quem não se lembra do vagabundo que ficou preso na África do Sul por quase toda sua vida e que acabou derrubando um regime racista com suas greves e boicotes a produtos produzidos pelos brancos?

    Foram também vagabundos que, no início do século XX, iniciaram uma onda de manifestações na Europa e na América pelo reconhecimento dos direitos trabalhistas e pela redução da jornada de trabalho.

    Assim como as vagabundas que foram queimadas em uma fábrica norte-americana chamaram a atenção do mundo para a equiparação dos direitos femininos àqueles dos homens. Foi em um 8 de março, mais tarde reconhecido como dia internacional da mulher.

    Se eu fosse lembrar de todos os vagabundos que lutaram e perderam a vida para que eu e você tivéssemos uma vida melhor, não bastaria um textão na internet. Eu precisaria escrever uma enciclopédia.

    Portanto, termino com uma pequena frase: Ainda bem que existem os vagabundos!

    (autor desconhecido)”

    De minha parte
    VIVA OS VAGABUNDOS !!!
    VIVA CHAPLIN !!!

    De minha parte

    1. Esse magnifico comentário do Enio (que deixou os coxinhas do Balaio pendurados na broxa) esqueceu do grande vagabundo (o maior de todos os tempos) que convenceu doze desocupados a segui-lo e morrer por ele, causando grande alvoroço, pois milhões dispuseram-se a segui-lo, até que alguns homens de bem subornaram um dos doze, que o traiu e o entregou a uma multidão insandecida de Johnnys, Meias Coxas e Théobaldos que, inteligentinhos que só, decidiram libertar Barrabás e o resto é história.

    2. Aqueles que lutaram pela “democracia” pondo fim a ditadura, ironicamente hoje, eles se abracam e cortejam um ditador que mata covardemente o povo…..ja chega a 30 mortos. …..”caracas”!!!

  9. Mestre, enquanto a globo permanece comandando a paralisação geral no fornecimento de informação isenta ao povo brasileiro, diuturnamente, há três anos, substituindo-a por omissões, desinformações e pós verdades, como essas empregadas à greve geral, o STF legalizou, ontem, sem maiores repercussões midiáticas, a prática dos supersálarios, sendo que apenas no MP-SP, 97% dos procuradores (em torno de 1400) ganham acima do teto (quase R$32 mil), com média salarial em torno de R$46.000,00. Com isso ocorrendo, em plena campanha de supressão de direitos dos trabalhadores por um “governo” de gaveta, como se não existisse ou estivesse a ocorrer na “Bolivariana Venezuela”, somos seletivamente brindados por essas perolas expelidas no post. Como diz Victor Hugo, ninguém merece ou melhor, eles merecem saber que, após longo “passeio” pela manhã, até a hora do almoço, por todo o centro de São Paulo, posso informar que parece um domingão, todo o comércio fechado com exceção de alguns botecos e raras lojas. Fiz questão de passar em frente e entrar no saguão da Prefeitura e deu-me a impressão de, além poucos servidores, estarem no prédio apenas assessores e o “Prefeito Denorex”, com muitos ausentes, certamente em razão dos “desordeiros da CUT e do PT”, que “mortos”, pelo jeito ressuscitaram. Mas fiquem tranquilos, os (des)informativos dos três marinhos, em socorro ao governo golpista, garantem: “Não há greve, os aeroportos estão funcionando.”

  10. Caro, um conselho para João Doria: se este senhor tem pretensões de chegar a presidência da República é preciso tomar muito cuidado com o que diz. Para ser eleito precisa do votos de todos, inclusive desses a quem e ele chama de vagabundos e preguiçosos. João, João, o peixe morre pela boca, ouça mais e fale menos, porque você prefeito, já tá começando a falar bobagens… O grande desafio de um político é conquistar os votos daqueles que são contrários à ele, portanto, é prudente dar mais atencao as críticas do que aos elogios. Em relação à greve, reafirmo a minha posicao: querem transformar tudo em um embate de esquerda x direita , colocando em segundo plano o real motivo que levou a essa greve. O governo está minimizando? Sim, como vem minimizando uma porção de coisas erradas: o desemprego que não para de crescer e hoje atingiu mais um recorde, o envolvimento de 10 ministros de Temer na Lava a Jato, a economia que não se recuperou apesar dos time de “notáveis”, o rombo ,também recorde, nas contas do governo e por aí vai…Se fingem de mortos, como se o Brasil estivesse uma maravilha. A sorte de Temer é que ele não tem uma rede Globo pra massacrar o seu governo dia e noite, porque se a poderosa quisesse, caríssimo, esse governo já tinha caído há muito tempo. O que impede a Globo de jogar Temer na fogueira ainda é um mistério, quem sabe esse segredo de polichinelo venha a ser revelado, né Palloci? Voltando a questão da greve ,como eu já em um posto anterior, você pode ser contra ou a favor, mas chamar de vagabundo ou preguiçoso quem apóia é outros quinhentos. João Doria pensa que ele é a única pessoa que trabalha nesse país? Muita gente honesta e trabalhadora, que também acorda as cinco horas da manhã e encara condução cheia ,e não o conforto de um helicóptero, apoiaram a greve. Não porque gostam de baderna e de emendar feriados , mas porque não aceitam reformas que vão mexer nos direitos dos trabalhadores, esses direitos são sagrados. A propósito Doria, o que voce acha desses parlamentares que vira e mexe faltam nas sessões da câmara, e vivem entrando em recesso? Trabalham pouco e ganham muito, inclusive um deles campeões em falta é o seu colega Aecio Neves. Eles também são preguiçosos e vagabundos? É prefeito se você não conhece a realidade de uma pessoa então não a julgue, não meça a vida do outro com a sua régua.

    1. O João Dória é o Trump a brasileira…. Se acha muito esperto, mais na minha opinião é um desastrado tanto no programa que apresentava na televisão e pior agora na política, só fazem comentários desastrosos. afff

  11. Aqui no Brasil funciona assim:
    Vemos muito protestos, manifestações, posts ou textões de “doutores” na Internet que opinam (pitaco) categoricamente sobre temas que nunca não leram a respeito e/ou sem qualquer conhecimento técnico, mas com ares de formadores de opinião…

  12. Aqui no Balaio funciona assim: o espaço é aberto para todos emitirem suas opiniões democraticamente. Você precisa ser doutor ou técnico, para emiti las? Claro que não! Onde tá escrito isso? Então cabe textos longos (lê quem quer) e também comentários que parecem ter sido escritos por meninos da sétima série. ..

  13. Caro Kotscho o problema do Dória, é que o discurso dele é maniqueísta. Ele reduz tudo ao nós contra eles. Ao eu estou certo, eles errados.
    Como li num comentário neste mesmo post, o Dória vai se desconstruindo lentamente. Vem abusando, por coincidência ou não do mesmo autoritarismo do Trump, de quem está se tornando um arremedo.

  14. A realidade é que mudanças tem que acontecer…..Nossa legislação do trabalho é de 1940, a previdência não vai ter dinheiro prá pagar todo mundo, logo logo…..A Cut, braço armado petralha mexe seus tentáculos procurando atrair os desavisados de plantão, num desespero para conseguir se perpetuar no poder, cada vez mais corrompido…….Depois das delações apresentadas, vimos muito b em o que esses sindicalistas de araque fazem pela classe trabalhadora……

  15. Bom dia! Apoiei a greve não indo trabalhar. Observei, aqui no Rio, boa mobilização da CUT enfrente da sede do Banco do Brasil na rua senador Dantas, impedindo, logicamente, a entrada de fura-greves. Vi cartazes afirmando que o BB é um banco explorador de seus funcionários. Já, nas históricas mobilizações de 2013 quando a massa em plena rebelião contra os governos Cabral e Dilma, denunciava o que hoje é notório e parou enfrente do mesmo BB da rua senador Dantas os seguranças da CUT brigaram com paus contra os manifestantes alegando que o BB era patrimônio do povo. Será que em menos de quatro o BB passou de ser o banco do povo para ser o banco explorador? Não, eu não dormiria nunca no emprego para furar greve, assim como jamais apoiaria a governos como Paes ou Cabral, nem daria porrada na massa que preanunciava a triste realidade do Rio. Ah, sim, o BB é o mesmo banco de sempre num pais capitalista.

  16. É comum entre os defensores da greve, dizer que é um direito, que vem desde a revolução industrial e que acabou por consolidar a democracia. A Europa sempre é o modelo a ser seguido.Concordo que a greve é um instrumento de luta de classes e é valida. Agora uma pergunta: Alguém ja viu nas greves da França, Inglaterra e Itália alguém queimando onibus, depredando bancos, telefone publico, estações de metrô? Isso é vandalismo puro de quem há muito tempo não sabe o que é trabalho. A resposta para estes, deveria vir no cacete, sem direito a hospital para consertar o estrago.

    1. Jose Antonio,
      acho que você não leu o post que publiquei hoje sobre a violência nas manifestações.
      Isso que você escreveu não acontece nos países citados pelo simples e bom motivo de que lá os vândalos são contidos e presos pela polícia, tirados de circulação.
      Ricardo Kotscho

  17. Flavio,
    já encerrei essa tua polemica com o Enio sobre um assunto que não tem nada a ver com o post que escrevi. Pode mudar de assunto.
    Ricardo Kotscho

  18. Ao dizer que é a favor do direito de greve, mas não em dia de trabalho, o subprefeito viralizou nas redes assinando um atestado enorme de incapacidade de interpretação e entendimento legal. O prefeito Doria que vem tentando construir um nome na política de “administrador”, deveria trocar imediatamente este sub prefeito, pois declarou incompetência publicamente e ridicularizou a gestão pública com este pífio, neófito comentário. Além de constranger seus subordinados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *