Por que o sigilo? Isso só favorece os vazamentos

Por que o sigilo? Isso só favorece os vazamentos

Foto: Renato Costa/Folhapress

Segunda-feira, 30 de janeiro de 2017. O temido fevereiro está chegando. E a semana já começa quente em Brasília, com uma boa e outra má notícia para os políticos delatados pela Odebrecht na Lava Jato.

Logo cedo, como era esperado, a presidente do STF, ministra Carmen Lúcia, homologou as delações, mas manteve o sigilo dos depoimentos de 77 executivos da empresa.

Por que o sigilo?

O Brasil não tem o direito de conhecer, depois de quase três anos de investigações da Operação Lava Jato, a lista completa dos governantes e parlamentares de todos os partidos envolvidos nas denúncias de corrupção que paralisaram as atividades econômicas?

Por que adiar indefinidamente o desfecho dos processos que se arrastam no STF _ nenhum político até aqui foi levado a julgamento _  e vão se multiplicar após a homologação das delações da Odebrecht?

Como vimos até agora, este procedimento da Justiça só favorece os vazamentos seletivos operados pela mídia para atender a interesses político-partidários.

Tudo vai depender agora de quem será o novo relator em substituição a Teori Zawascki, morto em acidente aéreo durante o recesso, e quem o presidente da República vai indicar para a cadeira dele no STF.

Não há prazos para que isso aconteça e, assim, o cenário continuará indefinido por tempo indeterminado.

O mais provável, neste momento, é que Carmen Lúcia faça um sorteio para a escolha do substituto de Teori, um processo tão aleatório como a disputa de penaltis no futebol, na perfeita comparação de Fernando Gabeira em sua coluna de domingo.

Pode-se imaginar o barulho que isso vai gerar numa Corte dividida em blocos, na qual muitos ministros já definiram suas posições sobre a Lava Jato, e tem até líder do governo na bancada suprema se oferecendo para ocupar o papel de relator.

É dessas definições que vai depender o futuro da Lava Jato _ e, por consequência, o destino de 200 milhões de brasileiros, em meio à crise mais aguda que já vivemos.

Diante desse quadro nebuloso, o Congresso também volta do recesso esta semana para eleger os novos presidentes da Câmara e do Senado, mas ninguém parece muito interessado no assunto. Que diferença vai fazer?

Com Rodrigo Maia praticamente reeleito na Câmara e Eunício Oliveira escalado para substituir Renan Calheiros no Senado, não corremos o menor risco de que algo possa mudar.

Vida que segue.

18 thoughts on “Por que o sigilo? Isso só favorece os vazamentos

  1. Ufa! Finalmente a Ministra Carmem Lucia, validou a delação. Ao contrário dos que pregoam que deveria também quebrar o sigilo, concordo que isso só beneficia os que se esforçam para que todos sejam trazidos sob rede de arrasto, que trás para areia de de surubim, camarão a baiacú.
    Só que ao contrário dos pescadores, que por experiência já sabem o que se aproveitar e o que pode ser devolvido ao mar, no caso em epígrafe, das delações, onde todos estão sendo trazidos de arrasto para as areias da justiça, fica difícil, sem investigar as acusações quem é joio e quem é trigo, de se escolher os que irão para a panela, e os que deverão ser soltos ao mar, sem causar injustiças. Tanto para os que irão para a panela quanto para aqueles que serão devolvidos ao mar para continuar nadando!
    Em tempo, o Eiki Batista tem muito a explicar, como conseguiu tanta grana do BNDES, dando garantias promessas de marketing, padrão “joãosantanense” de qualidade!

  2. Concordo inteiramente, nada de segredos. Sou a favor inclusive de colocar as gravações dos depoimentos dos delatores em rede nacional “duela a quem duela”. E como as delações só fazem sentido se for para pegar o chefe – senão é acordo de impunidade – chegou a hora do chefe ser encarcerado. Fazer acordo com mister Odebrecht pra pegar bagrinhos não vale, queremos “il capo di tutti capi”.

  3. O presidente da OAB reclama da decretação dos sigilos pela presidente do STF. Segundo ele,o que cada um dos agentes públicos e privados investigados na Lava Jato fizeram teria de chegar ao domínio público. Segundo o prócer da OAB, “a luz do sol é o melhor detergente”.

  4. Delatados pela Odebrecht, Cerra, Aécio, FHC, Alkimim, Aloízio, farão Coro para dizer que tudo foi tratado dentro da lei com o partido deles PSDB e eles coitados não participaram de nada, o Cerra é tão mentiroso e cara de pau que vai dizer que não conhece nenhum Coelho, assim como disse do Paulo Preto.

  5. Super Carmen foi tão rápida que a canetada sibiliou. Sibiliou como turbina. Lembrou o assobio do fujão. “Assobio” da Ministra veio sibilando. Êpa, assobiou pra não assumir responsa? Não, não acredito. Vazamento virá sibilando, conforme interesses não “assobiáveis” publicamente. Cada versão de vazamento terá um desmentido. Haverá relator para vazamento e assobios assumidos? Fevereiro tem carnaval, mas o folclore de agosto promete se antecipar, entrando definitivamente para a História do povo brasileiro. Valeu, em termos, Super Carmen Lúcia.

  6. Enquanto vamos vivendo de vaza jato seletiva, caminhando para completar três anos, nunca dantes visto em qualquer país que se preze e onde lambari vem ao caso, a jato, e tubarões voadores nunca virão, sequer em “slow-motion”, procrastinados pela seleção não natural, enquanto a Casa Grande dar as cartas nas instituições nada republicanas, daí o sigilo nas delações odebrechtianas , vital à estratégia da camarilha golpista jurídico-midiática em manter desinformado o distinto pato público, a engenharia, como outros setores essenciais à economia e soberania, brasileira, vai sendo dizimada, não bastando o desmonte das multinacionais da engenharia pesada, agora a Concremat, empresa de engenharia de projetos fundada no Rio há 65 anos, é vendida a chineses da CCCC, dando sequência ao “Desmanche Brasil” ao som de panelas na varanda e desinformação replicada, inclusive nesse “nosso” Balaio, com a certeza absoluta, própria dos medíocres não tangidos pela modéstia. Tá feia a coisa…, até onde o Brasil real aguenta tamanho desmonte e, junto e misturado, “até líder do governo na bancada suprema se oferecendo para ocupar o papel [de relator]”? Então, viva a Lava Jato! Viva o juiz Moro, Gilmar e Janot! Viva Chico Barrigudo, os Marinho e os Vivaldinos, “ilibados e recatados” do bar da Confraria da Bufunfa! O negócio é rir para não chorar nessa vida que segue, né não, Mestre, ou acha como Rui, que uma nota do Falcão à “mídia grande” resolve a questão?

  7. Não corremos o menor risco de que algo possa mudar. Confirmando-se Rodrigo Maia e Eunício. Bom nome para dupla sertaneja. Lançamento de sucesso do sertanejo impichitário. Mudar pra melhor, não muda mesmo. Dominantes são dominantes! Dominados são tratados como ralé. A plebe no sambódromo nacional ainda respira, pode quando muito, “dançar” no ritmo do samba.
    Se mudar pra pior, seremos peixinhos do Rio Doce, condenados pela lama de corrupção que desce à jusante, do rompimento à montante, da “Usina Política dos Impichadores de Brasília”. Oxigênio, oxigênio… depressa, emergência. Hum… eleição, só daqui a 20 meses. Vai continuar a mesma…..

  8. Kotscho da um tiro certeiro ao dizer, “tem ate lider do governo na bancada suprema se oferecendo para ocupar o papel”. O coxinha paneleiro vai queimar os dois neuronios para tentar entender a charada.

  9. O fujão voltou. Preso está. Carecou. Não assobiou na reentrada. Passarinho tá na muda. Na muda de bico e asa, passarinho não canta. Melhor pro governo de 13 milhões de desempregados. Passarinho na muda, não canta e é mais um dos 13 milhões. Se assobiar em Bangu, a rima come feio. Carnaval em Bangu é dia e noite.

  10. Indiretamente, a presidente do STF acaba influindo na eleição da Câmara e do Senado, em favor de Maia e Eunício; o que equivale a dizer, que governo Temer como um todo sai favorecido, porque do “Botafogo” e do “Índio” dependem a fluidez dos arrochos fiscal, previdenciário e trabalhista capitaneados pelo ‘vice de Dilma’. Mais do que isso, a presidente do STF, a quem Mino Carta, nos seus editoriais denomina como sendo a “Tia Carminha”, também beneficia o provável adiamento no TSE e postergação até 2018 no encaminhamento da cassação da chapa ‘Dilma/Temer’, com apoio do tucanato que agora dá total sustentação ao ‘vice de Dilma’. A impressão de que a presidente do STF tenha lavado as mãos resulta clara, porque estava ao seu alcance desvelar o sigilo dos depoimentos dos alcaguetes. Na dúvida, Carmen Lúcia poderia ter ouvido o MP a respeito da suspensão dos sigilos, mediante provocação de um parecer. A OAB, que costuma ser extremamente diligente e atenta aos direitos e garantias individuais e do devido processo legal não apoiou a decisão da presidente do STF, mas a criticou. Se houvesse algum prejuízo às garantias e direitos dos réus ou vítimas, a OAB não compactuaria com isso. Com uma única decisão, Carmen Lúcia deu total cobertura ao “Índio” e ao “Botafogo” – no caso de supostamente estarem mencionados nos depoimentos dos alcaguetes -, e deu maior amplitude às asas da postergação da cassação da chapa ‘Dilma/Temer’, cujo julgamento no TSE deve passar na lâmina o ‘vice de Dilma’. Além de favorecer os vazamentos, como bem anotado por Kotscho, a decretação do sigilo pela presidente do STF vai mais longe ao agraciar, em tese, com uma espessa blindagem, os candidatos de Temer no Parlamento. Sem falar que a medida adotada de punho próprio por Carmen Lúcia garante bastante oxigênio ao ‘vice de Dilma’ para chegar até 2018, dando-lhe maior margem de manobra no julgamento do TSE.

    1. Pronto!
      Acabou-se o problema do Temer! Se ler o balaio, já encontrou o Novo Ministro para a vaga do STF.
      Impressionante como todo mundo tem a melhor solução, não é Netho?
      Mas tem certa lógica sim… mas não é com o simplismo que vai se resolver essa situação!
      Até o papagaio de Dona Lorota sabe, que o PT/Lula/Dilma, estão encrencadíssimo nestas delações… é palestra fajuta.. é dinheiro pago a marqueteiro.. é grana para dono de sítio, é pagamento para amigo de Bumlai por apartamento vizinho, é pagamento para transportadora, tem a questão dos empréstimos do BNDES, estádios super faturados para a Copa…. etc…
      Mas para os petistas que estão na lama, pouco disso importa.. o que querem, é trazer todos para a lama deles…e transformar o País numa terra sem dono.. e o melhor picareta que aparecer…ganhar as eleições.. como na arte de fazer picaretagem para ganhar eleições eles são mestres, é tudo que mais querem!

      1. Gilvan Costa,
        pelo jeito, só você já teve acesso à lista de delações da Odebrecht.
        Não seria mais sensato esperar que seja quebrado o sigilo para você emitir tuas opiniões definitivas sobre tudo sempre na mesma direção?
        Ricardo Kotscho

    2. Pois é Kotscho, impossível ser imparcial com os parciais, não?
      Afinal sou apenas mais voz destoante da ladainha mentirosa, padrão “joãosantanense”!

  11. Em aditamento ao comentário que fiz há pouco, faltou-me registrar que o próprio Teori já dera pistas que abriria o sigilo das delações, logo após serem homologadas por ele. Basta percorrer as matérias dos jornais para confirmar a disposição do ex-ministro relator da Lava Jato. O que torna a decisão de Carmen Lúcia menos justificável. Felizes, com o decidido pela presidente do STF, certamente está o ‘vice de Dilma’ e o ninho do Jaburu, além do ‘Botafogo’ e o ‘Índio’.

  12. Está certo q é fora da pauta -mas é atual demais e o sentimento é forte.
    Estou comovidissimo até as lagrimas horror civico me chacoalha o peito!
    Ver os nossos Midiornais copiarem na 1ª pagina as fotos do NYT e do WoxintonPost
    com os coitados muçulmanos presos nos aeroportos – os detidos, os cruelmento devolvidos pelo Topetudo insensivel.
    Um show de COMPAIXAO e SOLIDARIEDADE midiatico dos mesmos que apoiaram as BOMBAS e drones sobre os mesmos 7 paises… por anos. E nao manchetaram nadinha sobre bombas e fogo de metralhas em cima dos cortejos funebres e festas de casamento dos mesmo muçulmanos – que pareciam tão terrorísticos , não é mesmo???
    Convido todos a chorar até o fim do carnaval, e enxugar as lagrimas até Sao joão.

  13. Parece que a tarrafa jogada no ‘oceano de corrupção’ vai trazer uma variedade de espécies que atuam no domínio da política e da mídia. Se a amostra que anda circulando por aí for verídica, muita gente supostamente acima de qualquer suspeita emergirá do arrastão. Kotscho anotou corretamente que só os vazamentos seletivos seriam premiados segundo as simpatias partidárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *