Quando o anormal vira natural, algo está errado

Quando o anormal vira natural, algo está errado

Foto: Reprodução

“Se a corrupção no país virou moda, eu vou embora antes que honestidade vire crime” (Nicanor Bessa da Silva, cantor de rap e pensador popular).

***

Como é que o ex-bilionário Eike Batista sai de fininho do Brasil, assobiando no Galeão, às vésperas de ser preso numa operação da Lava Jato batizada de “Eficiência”?

Não há mais controle de passaportes nos aeroportos? Eike já não estava “fichado” na polícia como diz o pessoal da PF? Ou houve mais um “vazamento” na operação e ele aproveitou para “vazar”?

Agora, enquanto o empresário é considerado foragido e procurado pela Interpol, a sua defesa negocia com as autoridades os termos da rendição.

Fica-se sabendo que o juiz federal Marcelo Bretas pediu sua prisão no último dia 13, mas o mandado só chegou à Polícia Federal no dia 25, às vésperas da fuga. Tudo coincidência?

No mesmo dia em que Sergio Cabral é mais uma vez denunciado por receber propinas de Eike Batista, o governador Pezão vai a Brasília para implorar ajuda porque o Rio está quebrado, “não tem mais recursos para nada”.

Por que não pede a devolução da arca de dólares, barras de ouro e diamantes que seu padrinho político roubou?

De uns tempos para cá, habituamo-nos a conviver com as maiores barbaridades, como se tudo fosse muito natural, assim como tomar um copo d´água ou puxar a descarga no banheiro.

Nada mais é capaz de chocar a distinta platéia nativa neste teatro do absurdo encenado em Brasília que parece tomada por um exército de ocupação ávido e faminto.

Ministros do Supremo Tribunal Federal, juízes, procuradores, partidos políticos, associações corporativas em geral e até excelências denunciadas na Lava Jato anunciam listas com seus favoritos para a vaga deixada por Teori Zawascki, como se fosse um concurso de miss.

Quando o anormal vira uma coisa natural, algo está errado. Isto não é normal.

Citado 43 vezes por um único delator da Odebrecht, o presidente Michel Temer dá uma carona para o ministro Gilmar Mendes no avião da FAB até Lisboa e, na mesma semana, o recebe para um jantar  de domingo na residência oficial.

Quando se sabe que Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, em breve poderá ser chamado a julgar Temer, a explicação de que são amigos há mais de 30 anos parece uma coisa natural, mas não é normal numa democracia minimamente civilizada.

Quando o delegado Igor de Paula, da força-tarefa da Lava Jato, que fez campanha para Aécio Neves nas redes sociais em 2014, anuncia que a prisão do ex-presidente Lula deve ocorrer entre 30 e 60 dias, ninguém pergunta em que se baseia a sua previsão.

Desde quando existe prisão com prazo pré-estabelecido numa investigação ainda em andamento?

Dá-se de barato que Rodrigo Maia, o “Botafogo” da lista da Odebrecht, continue na presidência da Câmara por mais dois anos, embora a Constituição impeça a reeleição na mesma legislatura.

Se a direção do PT admite apoiar o candidato do governo que chama de golpista, algo realmente está errado. Não é normal.

Em fevereiro, tem carnaval.

Bom fim de semana.

Vida que segue.

 

33 thoughts on “Quando o anormal vira natural, algo está errado

    1. Seletividade? Vc falou mesmo nisso? Ou vc não assimilou que partido político corrupto no Brasil é o PT, segundo a mídia? E embora as investigações dá lava jato apontem o PMDB e seus caciques como os verdadeiros chefes do crime organizado estão todos aí no poder, exceto um ou outro seletivo que estão presos. Ah o chefe me parece não ser Lula.

  1. Esse tal de Batista, já avia dito que tem muito a contar sobre o PSDB, e está claro como água de cacimba que algum delegado e ou promotor Aecista vasou o risco do Batista e esse se escafurdou, alguém vai ganhar um tempinho com isso.
    Desmoralizada a polícia federal, um delegadinho aecista diz que vai prender o Lula em 30 ou 60 dias, outra parte da polícia federal com mandado de prisão embaixo do braço a mais de 10 dias não consegue prender o Batista, é óbvio que tem coisa errada aí.

  2. Análise extremamente lúcida. A falta de decoro, a relação promíscua entre os detentores do poder neste país denota o total desprezo para uma população,que por sua vez, por falta de informação correta por parte das mídias,compactua involuntariamente para essa situação .

  3. No subconsciente dos brasileiros já temos a resposta! (os espertalhões tergiversam, culpam a mídia golpista, o Juiz Sergio Moro e quem mais ousa a defender as investigações, ainda com suas falhas, vícios, leniências, vazamentos de propósito ou não, etc)
    “É O LEGADO DA ÚLTIMA DÉCADA, CARAS PÁLIDAS! É O LEGADO!”
    (em tempo, recordando o Sr Luiz, (o que procura ver lado bom, e aprender sobre os acontecimentos), poderia ser pior, a Venezuela é prova disso).
    #PraCimaDelesLavaJato (a criança vai chorar? Vai! São os efeitos colaterais… os Bombeiros sabem muito bem disso)

    1. Interessante que ainda há gente que acredita que a mídia, Moro, delegados e procuradores não tem lado. Isso depois de demonstrações cabais de seletivismo. Ingenuidade ou mau caratismo? Um dia a verdade surgirá e, aí sim, veremos onde enfiarão a cara e principalmente as opiniões.

  4. Verdade caro Kotscho, a impressão que se tem é de que falta muito pouco para a inversão de valores ser completa. Ninguém mais sente vergonha de nada, é uma espécie de vale-tudo na luta do poder pelo poder, e o povo, o verdadeiro patrimônio da Nação atordoado, desesperançoso e sem saber em quem e no que acreditar. A começar pela constituição (e sabemos que não é a primeira vez) sendo atropelada ao manter o direito a reeleição de Rodrigo Maia e por quem justamente deveria zelar por ela. Esse “apadrinhamento” entre Gilmar Mendes e Temer, faz a todos questionarmos onde foi parar a ética, a coerência e o bom senso? E por quem mais deveria dar o exemplo? O Judiciário continua sendo nossa última trincheira, se ele falhar, muitas são as nuvens cinzentas que se formarão no horizonte…

  5. Tudo vira samba enredo para o carnaval! Ex bi assobia e foge da cana. Lava jato vaza e fichado decola do Galeão. Polícia federal paga mico e Interpol não canta rap. No Rio, desde Cabral, a “otoridade” meteu o pezão. Cada copo d’água, um diamante; cada descarga uma barra e ouro. No sambódromo verde e amarelo, cada folião é candidato ao STF. Cerveja, folia e corrupção, anormal se não o fosse. Presidente dá carona e o crime “julga” o inocente. Nada anormal. Amizade de 30 anos pode até faturar Prêmio Nobel. Fazer campanha pro Aécio é ganhar Aeroporto de mordomia em casa. Prendendo Lula, leva a família inteira pro Ministério, STF e Congresso. Maia aceita votos do PT, o errado é o Maia e o exército de ocupação tupiniquim. Assobia aí, Moro! Assobia aí mano desempregado. Assobia, Bretas! Treze milhões de desempregados assobiando ao mesmo tempo: “Ei você aí, me dá um dinheiro aí”? Infelizmente, o patético é que esse governo impichado, esqueceu o povo e não consegue assobiar e chupar “cana”… ao mesmo tempo.

  6. A única coisa ‘normal’ e ‘natural’, quando se trata de Lava Jato, em relação às prisões e conduções coercitivas, tem sido o padrão de atuação da PF e MPF aplicado aos quadros implicados do PT. Neste particular, faça-se justiça à PF e ao MPF, ambos têm agido com a máxima eficiência e precisão. As ordens judiciais são compridas instantaneamente, com uma rapidez jamais vista na história republicana. Não é sem absoluta razão que os próceres do petismo denunciam uma seletividade negativa, notadamente discricionária, no tocante aos supostos ‘malfeitos’ petistas. PF e MPF continuam devendo, bastante, no que concerne às muitas patifarias de longa data do tucanato, bem como daquelas praticadas pelas principais cabeças coroadas do PMDB.

  7. “Quando o anormal vira uma coisa natural, algo está errado. Isto não é normal.” Comentar mais o que, Mestre, além de observar que o “nosso” Balaio padece colateralmente do mesmo mal, pedindo por um descarrego de Kid Morengueira: Moço, olhe o vexame / o ambiente exige respeito / pelos estatutos do “nosso” Balaio / comente o dia inteiro, mas comente direito. Tá bem, moço? / Aliás pelo artigo 120 / o distinto que fizer o seguinte: / Subir nas paredes / comentar de pé pro ar / morar na bebida sem querer pagar / ou abusar do kkkkkk de maneira folgaza(n)/ prejudicando hoje o bom comentarista de amanhã / será distintamente delatado ao delegado. Tá bom, moço?” No mais, quem sabe deles somos nós, quem sabe de mim sou eu e em fevereiro tem carnaval: “Alô, alô, Realengo – aquele abraço! / Chacrinha nem mais balança a pança / alô, alô, seu Chacrinha – velho palhaço / todo sofrido povo brasileiro – aquele abraço!”

  8. Admirado Jornalista, estamos vendo se cumprirem as profecias nos contatos vazados com o Sr. Roberto Machado e o senador golpista Romero Jucá. Nele ficamos sabendo do conluio entre membros dos poderes executivo/legislativo e judiciário. Com relação a Gilmar Mendes, este dispensa comentários. É a falta de pudor personificada.

  9. Continua a choradeira dos carcaças de frango. Sérgio Cabral e Cunha são de qual partido? Infelizmente se seus heróis da esquerda se mostraram os maiores bandidos dá história não culpem o cidadão honesto brasileiro. Seus bandidos favoritos estão presos ou serão presos. A quadrilha que roubou e destruiu o Brasil é formada principalmente do pt e PMDB. Quando afastada se reuniu com Lewandowski em Portugal os carcaças de frango não gritaram então suas éticas são seletivos (isso para mim não é novidade). Vida longa a Lava-jato apesar de toda torcida contra dos carcaças de frango.

    1. Maurício Teixeira,
      acho prudente esperar a homologação e a divulgação das delações da Odebrecht antes de fazer juízos definitivos sem éticas seletivas.
      Se você o leu até o final, verá que meu texto se limita a comentar o que aconteceu na semana passada.
      Ricardo Kotscho

  10. Desculpe Ricardo mas no texto “citado 43 vezes por um único delator….”, só aconteceu semana passada? Claro que não. Todos já sabem os nomes dos bandidos que estão nessa lista. Todos que estavam juntos desde de 2003 e os anteriores com PSDB. Reafirmo que não adianta ser seletivo em apontar os culpados. As duas organizações criminosas formadas pelo PT e PMDB destruíram o nosso futuro por menos duas gerações. Negar isso é impossível. Aqui se defende uma corja tentando mostrar que a outra é mais bandida. Todos infelizmente são bandidos. Volto afirmar não tenho bandido favorito, torço e rezo que todos vão parar atrás das grades. O Brasil está mudando apesar de todas mazelas. Vendo grandes empresários e políticos atrás das grades e outros desesperados quando o relógio começa a chegar o ponteiro perto das 6 horas dá manhã. Vida longa a Lava-jato e ao grande Sérgio Moro que está lavando a alma do cidadão honesto brasileiro. Abraços

  11. Como pode alguem declarar-se contra a corrupção e nada fazer além de desejar ardentemente poder culpar o PT ? A estupidez desses indivíduos não intriga ninguem, mas a doença que lhes acomete aguarda alguma resposta da psiquiatria. E são tantos os casos classicos dessa enfermidade, aqui no Balaio, que cito apenas o Maurício Teixeira, cujo texto não passa de um amontoado de sandices sem sentido algum. Acusa-nos de defender corrupção, mas cala-se sobre a amizade entre Sergio Moro, que inocentou todos os envolvidos no escândalo do Banestado, e Aécio Neves, seguramente o político mais comprometido nas denuncias da Lava Jato. Não duvido que votaria numa chapa Aécio Neves/Sergio Moro pra 2018. Caso pra camisa de força e choque elétrico, até que descubram a cura, da qual poderão beneficiar-se Gilvanildo Costa, Johnny, Meia Coxa, Daiane Firmino Cavalcanti, etc….

    1. Vitor Hugo lhe chamar de estúpido é até uma ofensa aos estúpidos. Não adianta adorador de corruptos e ladrões da esquerda tentar defender o indefensável. Sua ideologia e fanatismo já lhe consumiu qualquer possibilidade de raciocinar com lucidez. Repito mais uma vez quero todos os corruptos e ladrões da esquerda e da direita na cadeia. Seu ódio para o Grande Sérgio Moro é compreensível pois prendeu e está prendendo seus bandidos favoritos da esquerda. Não é atua que aqui todos inclusive o Ricardo que já lhe baniu desse blog mas Você como um ser sem ética e honra suplicou para voltar. Infelizmente é dessa moderação que o Ricardo não mais faz, quando palavras de baixo calão e/ou ofensivas são publicadas e por vezes quando a resposta é a altura não são. Todas as vezes que utilizo palavras pejorativas neste blog é única exclusivamente em resposta a ofensas diretas ou indiretas. Então como lhe considero o alienando mental e com adiantado estado de demência política e ideológica, já sabendo que de suas escritas não se salva nem as vírgulas. Tchau.

    2. Concordo plenamente com o Sr. Os anticorruptos, descobriram que só existe corrupção nas hostes petistas. Parece-me que guardam um antigo rancor, quando quase toda a direita sujou-se de tal forma que não houve meio de impedir a chegada do PT ao governo. Há de fato um ódio mascarado atrás de frases como “ser contra todos os corruptos”. Mentira! Não são contra todos. Quem em sã consciência pode acreditar que a corrupção é obra única e específica do PT?

  12. A pressão de militantes, na base social original do petismo, desde o princípio considerou um escandaloso contrassenso apoiar Maia ou quaisquer golpistas comprometidos com o ‘governo Temer’ – vale dizer, de quem votou pelo impeachment e hoje faz parte da base alugada ao ‘sucessor’. A pressão e o mal-estar da militância parece ter, na undécima hora, esquentado a chapa da cúpula partidária. Faz poucos momentos, em nota oficial, Rui Falcão lembrou que a resolução mais recente do Diretório Nacional não trazia vetos ao “prosseguimento das conversações que vinham se realizando pelas bancadas, com todos os postulantes à direção das Casas congressuais”. E acabou reconhecendo o óbvio ululante das bases furiosas: “Eis aí o foco principal da divergência que, a nosso ver, provocou o movimento de contestação e de pressão sobre as bancadas, a quem competirá a decisão final, por consenso ou maioria”, acrescentou.
    De forma clara, Falcão informa que a resolução do Diretório Nacional contemplaria a alternativa de formação de um bloco de oposição. E na véspera do vale-tudo na Câmara apresenta sua posição: “Minha opinião pessoal é que nos unamos aos parlamentares da oposição (PDT, PC do B, Rede e Psol) num bloco, a ser encabeçado por alguém deste campo”. Sabido e consabidoo que, o PDT lançou oficialmente a candidatura do deputado André Figueiredo (CE), desde o dia 17, sem nenhum sinal de apoiamento do PT, até então e até agora. Nas últimas semanas, Figueiredo, incentivado por Ciro Gomes, vinha tentando atrair o apoio de outras legendas de oposição. A eleição para o comando da Câmara está marcada para a próxima quinta-feira, dia 2. Quem sabe, a normalidade ainda se torne natural, sem que o petismo acabe perfilado com os ‘golpistas’.

    1. Isso mesmo, apoio a campanha, ‘petista não vota governista”.
      Lugar do PT é na oposição, de onde nunca deveria ter saído, e de onde deve ficar, ao menos por esta geração!

  13. Como vamos descobrindo a cada dia, não há direita ou esquerda, situação ou oposição, PT ou PSDB. Há uma única Coisa que se veste de acordo com a situação. Essa Coisa está entranhada em todas as organizações, quando não é a própria organização. Por anos, décadas, fomos enganados acreditando que eles brigavam: oposição vs. situação, PT vs. PSDB, políticos vs. empresários, políticos vs. jornalistas, etc, quando na verdade isso era só jogo de cena. Terminada a “briga” estavam todos, em Paris, em uma praia privada, em um restaurante caro tramando como nos roubar mais. O primeiro passo para curar um vício é admitir que ele existe. Nós brasileiros temos o vício de acreditar em heróis e salvadores, e a escolha feita essa pessoa torna-se imaculada. Se admitirmos que não há heróis ou salvadores nesta Coisa, e começarmos a entender, estudar, ler e questionar nada melhorará. Política é estudo, saber o que é feito, como as coisas funcionam. Fomos enganados por anos porque “não gostamos de política”. Precisamos entender para cobrar. Cobrar para melhorar.

  14. Kotscho, o Brasil está mesmo bem natural? Pior que tá! Vamos assobiar? Vai, Migué Temer, vai. E aí, Moro, não dá pra prender o PCC e o Sindicato do Crime? Lula é mais fácil, né? Dá mídia! Vai, Moro, conduza coercitivamente, um chefão, unzinho só. Vamos assobiar? “Entendeu não? Parece ser a dica pra fugir do Brasil e manter a polícia federal bem longe. Migué Temer, tem só mais dois anos de mandato impichado. Aproveite, ou melhor: bem feito! No momento, Excelência, sua aceitação não passa de 10%… caindo pra um dígito. Vamos assobiar? Depois do impeachment, a impressão que tenho é que o povão se desencantou. Aqui, até mosquito da febre amarela sabe que os dominantes tem “vida fácil “. A violência enfrenta os pseudos poderes institucionais… que estão ocupadíssimos em reuniões, eleições, corrupção, entre outras delações premiadas. Vamos assobiar? Isso é natural em Brasília. Pior que mosquito da febre amarela. Este, deixou de picar, chupa e mata o brasileiro de governo impichado. Bem natural, esse mosquito…. não canta mais, aprendeu a assobiar.

  15. Sr Maurício Teixeira (18:06),chame-me do que quiser, mas não apregoe infantilidades delirantes no Balaio. Nunca fui banido e meus comentários estão todos aí pra provar que o sr mente fútil e descaradamente. Fui advertido como acaba de acontecer ao sr, mesmo, nesse seu infeliz comentário de 10:28. Mas há diferenças entre nós: eu apresento argumentos demonstrando a estupidez daqueles que acreditam em Sergio Moro, enquanto o sr insiste nessa ladainha asinina sobre as virtudes do mesmo. E a esposa e filhos do Eduardo Cunha e de FHC, sequer incomodados por Sergio Moro ? E o caso Banestado ? Sr Maurício, ao contrario do sr, eu jamais duvidei do carater de qualquer participante do Balaio. Ridicularizo a ingenuidade, a boa fé, a imbecilidade dos que acreditam em Sergio Moro, pois são os mesmos que sairam as ruas em apoio a Eduardo Cunha, ajudando a trocar Dilma Rousseff por uma quadrilha denunciada na Lava Jato, pois só o golpista Michel Temer é delatado 44 vezes. Pra finalizar: imagino que lhe seja incompreensível a frase “A Globo inventou um politico caçador de marajás e agora ilude os tolos inventando um marajá (cuja vista grossa para tucanos justifica cada centavo do super salário) caçador de politicos”. Abração, Sr Mauricio Teixeira.

    1. Aviso aos leitores Victor Hugo e Mauricio Teixeira:
      de tempos em tempos, aparecem estas polêmicas estereis entre comentaristas do Balaio com acusações mutuas que são muito chatas e repetitivas.
      Este blog não tem a figura do ombudsman para ficar criticando preferências políticas de comentários alheios.
      Cabe unicamente a mim decidir o que deve ou não ser publicado em respeito aos demais leitores, à boa educação e ao bom senso.
      Alguns me acusam de fazer censura, mas sem estes cuidados mínimos o blog logo vira uma porta de banheiro, como já aconteceu em outros tempos, quando não havia moderação.
      Mais uma vez faço um apelo para que baixem a bola e aumentem o nível, caso contrário seus comentários serão sumariamente delatados.
      Estas grosserias acabam afastando leitores que gostariam mesmo de participar de um debate civilizado neste espaço.
      Abraços,
      Ricardo Kotscho

    2. Ricardo peço-lhe desculpas mas acho que tenho direito de responder, já que foi permitido mais uma vez usar adjetivos ofensivos no texto direcionados a mim.. Espero que este tenha o mesmo tratamento. Torcendo que seja o último. Vitor, finalizando, lhe destino todos os adjetivos direcionados a minha pessoa em dobro. Seus textos são claros no vazio de ideias, pois quando falta argumentos sobra a ignorância e apenas tentar negar a roubalheira do pt e da esquerda corrupta deve trazer paz de espírito. Veja o que aconteceu no Rio de Janeiro onde a quadrilha do Cabral junto com todo o apoio do ex e da afastada, pois tinham como símbolo o mega empresário corrupto Eike. Procure na internet eles se beijando e se abraçando, suplicando votos e juras de amor. O pior cego é aquele que não quer ver. Não tenho bandido favorito. É ladrão, é corrupto, CADEIA. Bom mas vindo de um ser por ironia da natureza que consegue ainda ser bípede não é de se espantar. Desculpe a todos os que aqui fazem seus comentários estarem lendo esses textos, mas como alguns aqui já tiveram o desprazer de também serem atacados por esse indivíduo sem um mínimo de educação e moral e tiveram a mesma reação de cidadãos de bem. Abraços

  16. Infelizmente percebe se dois pesos e duas medidas das decisões da justiça e da população em geral. Vc citou o carnaval, eu vou citar um pequeno trecho do samba da vila Isabel de 1989 “A justiça é cega, mas enxerga quando quer”. Essa frase ilustra uma parte da Postagem.

  17. …para dar o golpe, três facções extremamemnte, marginais ( PMDB, PSDB ( imprestavel elite paulista ), e o judiciário maçônico ), se uniram. Agora disputam quem vai comandar o butim. Este é o resumo do que está acontecendo em nosso país. Com a homologação da Carmem Lúcia os mafiosos do judiciário assumem o comendo.O PIG, como auxiliar, com certeza, a partiri de hoje, se joga nos braços desta facção.

  18. Outro fato anormal que vem acontecendo no Brasil Ricardo, está na linguística…se consideram “cidadãos de bem” aqueles indivíduos que apoiaram um golpe criminoso, e defendem os reais bandidos que agora estão brigando pelo poder, inclusive os togados.Esta anormalidade pelo menos é cômica…né não ???

  19. Na Câmara a bancada petista resultou enquadrada pelas bases para ter o mínimo de coerência e não sufragar a chapa formada pelo ‘governo golpista’. É o que o partido decidiu na undécima hora, porque até sexta-feira passada, Maia contava com os votos da estrela vermelha. Já no Senado, o PT fumou o cachimbo na oca do ‘Índio’, que era o candidato do ‘MT’. Prevaleceu a posição dos senadores petistas de Pernambuco, Ceará e Acre, contra os senadores petistas representantes dos cariocas, catarinenses e potiguares. O resultado no Senado demonstrou uma força esmagadora do ‘governo Temer’, com o apoio do PT, sob o pretexto de ‘lutar por dentro’ contra o governo. Viu-se muito bem como o senador do Acre, como vice do ‘Justiça’, contribuiu na mesa diretora para ‘lutar por dentro’ contra a PEC do Fim do Mundo. Como anotou bem o Kotscho, pelo menos no Senado, o anormal virou natural e as bases sociais do petismo não lograram o mesmo êxito de virar a decisão do diretório nacional de liberar a composição das bancadas com os ‘golpistas’. Agora é saber se, como o voto é secreto, se a fração da bancada que frequenta a praia de Botafogo, vai resistir ao banho de mar, na quinta-feira, dia 2.

  20. Na Câmara, um simples cálculo aritmético dos votos obtidos pelas candidatura aponta para o fato do PT e do PCdoB terem rifado o ‘bloco de oposição’. No Senado, a história não foi diferente; com o detalhe que, em troca de seus votos, o PT conseguiu fazer o senador José Pimentel, do petismo cearense e ex-ministro de Lula, sentar-se na primeira secretaria da oca do “Índio”. O arreglo implica dar ao PT, cerca de setenta(70) cargos de livre provimento, na palma da manopla.
    O Fundo Partidário pagou quase sessenta (60) milhões de reais aos cerca de trinta e cinco partidos registrados e reconhecidos pelo TSE. O PT recebeu R$ 7.866.826,90. O PMDB ficou com R$ 6.453.403,47. Os tucanos embolsaram o mesmo montante que o PMDB: R$ 6.453.403,47. Do ponto de vista financeiro, os partidos e os parlamentares parecem considerar tudo normal, natural e absolutamente certo.

  21. Mais do que a naturalidade da anormalidade, há o inenarrável. Da mesma forma que Lula indicou um filiado ao PT para ministro, no caso Dias Toffoli, agora é o ‘MT’ quem indica um filiado ao PSDB de carteirinha, avalizado pelo alto tucanato, Alexandre de Moraes. O curioso é que o movimento do ‘MT’ assegura um ‘bunker’ à coalizão dos tucanos no Judiciário, ao mesmo tempo que a reforça no Parlamento. Não há o menor risco de que Moraes comporte-se como Barbosa, que fritou com base em um ponto fora da curva, e uma teoria exótica, o ‘general de campo’ do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *