"Cabaré Brasil": uma chanchada político-policial

"Cabaré Brasil": uma chanchada político-policial

Reprodução/Google Maps

“Corrupção, desafios econômicos, impeachment, Olimpíadas, zika. Se alguém escrevesse, diriam que era inverossímil demais, só pode ser ficção”.

Quem disse isso esta semana foi o senador americano Tim Keine na sabatina com o diplomata Peter McKinley, indicado pelo presidente Obama para ser o novo embaixador dos Estados Unidos no Brasil.

De fato, nem dá para acreditar no que anda acontecendo por aqui e virou motivo de galhofa pelo mundo afora.

Virou comédia, comentei com o Heródoto Barbeiro ao falarmos da “entrevista-bomba” de Eduardo Cunha, que não passou de um traque de São João, no Jornal da Record News de terça-feira (para quem estiver interessado no assunto, favor acessar o vídeo no final deste texto).

Mas não é dele, o patético e inverossímil correntista suíço afastado pelo STF da presidência da Câmara, que pretendo tratar aqui hoje mais uma vez.

Estou me dando conta de que os fatos e personagens que viraram o nosso país de cabeça para baixo e pernas para o ar fazem todos parte de um mesmo enredo tragicômico que mais se assemelha às velhas chanchadas nacionais de Oscarito e Grande Otelo, em que nós fazemos o papel de palhaços.

Se eles, os donos do poder e do destino encastelados em Brasília, não nos levam a sério, por que nós, pobres comentaristas políticos, deveríamos levá-los?

Por mais dramáticos que sejam os números da economia deprimida e da corrupção delatada, não dá para deixar de dar risada ao vermos os vídeos gravados com réus da Operação Lava Jato e as intermináveis sessões das comissões da Câmara e do Senado que discutem ética e impeachment, respectivamente, agora transmitidas ao vivo pela TV na série “Cabaré Brasil”, assim como os desmentidos repetitivos dos denunciados, todos eles posando de inocentes.

A começar pelo próprio Sérgio Machado, um dos protagonistas do capítulo do petrolão, que definiu a Petrobras como “a madame mais honesta dos cabarés do Brasil”.  A favor das madames, devo registrar que no meu tempo as donas de cabarés eram senhoras honestíssimas no seu ofício, nada tendo a ver com estes canastrões de fancaria de cabelos pintados que dilapidaram o patrimônio público.

Réu confesso de um caminhão de crimes envolvendo milhões de dólares desviados da Transpetro e de empreiteiras para comprar políticos, graças à sua delação premiada de 400 páginas _ só isso já daria o roteiro completo de uma chanchada impagável _ Machado não vai passar nenhum dia na cadeia.

Vai cumprir, acreditem, se é que vai, três anos de prisão domiciliar, sem ver o sol nascer quadrado nem tomar água de canequinha. E não se trata de um domicílio qualquer. Sua casa, num condomínio fechado na bela praia do Futuro, em Fortaleza, é um verdadeiro resort nordestino, um conjunto poliesportivo do maior gabarito, onde qualquer mortal gostaria de passar umas férias.

Lá,  ele poderá receber seus ilustres convidados (já apresentou à Polícia Federal, que vai zelar pela sua “prisão”, uma lista de 27 nomes, incluindo um padre), entre um mergulho e outro na piscina ou uma partidinha de futevôlei. É para levar a nossa Justiça a sério? Digam-me: o crime realmente não compensa? Poderia ter cenário e enredo melhores para uma chanchada político-policial?

13 thoughts on “"Cabaré Brasil": uma chanchada político-policial

  1. Prezado Kotscho: Como você bem disse no artigo de hoje “De fato, nem dá para acreditar no que anda acontecendo por aqui e virou motivo de galhofa pelo mundo afora”, o que vai ao mesmo sentido do que está no artigo “Leonardo Boff: sinceramente, o Brasil atual tem jeito?” no portal Carta Maior em 17/06/2016. Um pequeno trecho: “Chegamos a um ponto ridículo, aos olhos do mundo: dois presidentes, um usurpador, fraco e sem nenhuma liderança e outro legítimo mas afastado e feito prisioneiro em seu palácio; dois ministros do planejamento, um retirado e outro substituto: um governo monstruoso, antipopular e reacionário. Estamos efetivamente num voo cego. Ninguém sabe para onde vai esta nação, a sétima economia do mundo, com jazidas de petróleo e gás das maiores do mundo e com uma riqueza ecológica sem comparação, base da futura economia. Assim como se delineia a correlação de forças, não vamos a lugar nenhum, senão a um eventual conflito social.”

  2. Fosse apenas uma “chanchada” no sentido original de um estilo de arte, que perdurou durante décadas no Brasil – menos mal.O Brasil por algo,jamais visto em toda a história!.E o povo(tão aclamado pelas propagandas política,como sendo o principalmente do processo democrático-Continua relativamente de fora desse processo.

  3. Companheiro: você foi muito feliz quando afirmou, no texto em tela, que as donas de cabarés eram senhoras honestíssimas no seu ofício. É verdade! Tudo isso que aí está, como diria o saudoso Leonel Brizola, é muito triste, para dizer o mínimo. E o povão, claro, sofre as consequências

  4. Realmente Ricardo é de sentir vergonha. Mas lendo a nossa Constituição quem legisla e faz os parâmetros para o Judiciário seguir é o Legislativo com total gerência do Executivo, ou estou errado? As leis são feitas pelos mesmos corruptos e ladrões de sempre. Já ouviu algum político fazer leis que amanhã serão usadas rigorosamente contra eles? Já se perguntou qual motivo do ex-presidente que ao sair estava com uma popularidade de 80%, não aproveitou para fazer uma reforma política profunda? Nem preciso dizer os motivos que isso não aconteceu, parafraseando Jacques Wagner: “…o pt se lambuzou com a corrupção…” e Olívio Dutra: “… o pt caiu na vala comum dos outros partidos…”. Como outro exemplo o deputado federal do pt Wadih Damous autor projetos de lei para restringir as delações premiadas e para reverter decisão do Supremo Tribunal Federal que permite prisão de condenado em segunda instância. Caindo por terra a fala que somente o pmdb quer o fim da lava-jato. Felizmente a lava-jato caiu com um Magistrado que vem lutando contra tudo e contra todos. Recebendo todos os tipos de ameaças e injúrias, mas mantêm corajoso em sua busca da verdade. Moro abriu as entranhas da corrupção desmedida e endêmica no Brasil. Todos tínhamos noção que existia, infelizmente não imaginávamos quais figuras participavam dessa vergonha nacional. Sei que quando começou a escrever que o ex-presidente e a afastada tinham culpa direta em toda essa corrupção que se instalou de forma nefasta no governo federal, foi ofendido e até mesmo abandonado pelos que seguem em tese sua corrente política e ideológica. Realmente simplificar essa latrina política apenas nessas duas figuras é ingenuidade pura. Abra mais seus comentários para incluir o verdadeiro chefe de toda essa quadrilha que muito bem indicada pelo Janot. Talvez esteja tentando se reaproximar desses leitores, mas esse caminho não lhe torna isento. Não acredito que Você também não concorda que toda essa destruição da Petrobrás só foi possível com anuência e/ou participação direta do ex-presidente e da afastada? Como acima indicado, precisamos de mais homens públicos com a mesma envergadura do Juiz Sérgio Fernando Moro em nossos poderes constituídos.

  5. …você não falou dos serviçais do cabaré, os coxinhas, que se emudeceram depois do golpe. Não eram eles que viviam nas suas passeatas domingueiras gritando por honestidade com as coisas públicas ??? Onde estão agora que a real quadrilha que historicamente saqueava os nossos cofres assumiu o poder???Sumiram por vergonha ou por cumplicidade ??? Aliás, encontrei enfim uma definição para coxinhas: são aqueles indivíduos que só descobriram que havia corrupção no Brasil depois que o PT permitiu que ela fosse investigada.São como aqueles sujeitos que sabem o que têm nos intestinos, mas sentem ância de vômitos quando vêm o que deixam nos vasos sanitários. Cadê o coxa calendário que vivia contando os dias para a próxima passeata ???

    1. Vc poderia nos privar por alguns dias de escrever todas essas sandices. Os vagabundos que vc diz que o PT permitiu que fossem investigados são os mesmos que davam sustentação aos governos do PT. Não me venha com essa conversa de coxinhas e de quaisquer outros adjetivos depreciativos pois a conivência dos ladrões travestidos de esquerdistas que compuseram os governos dos últimos 13 anos com esses mesmo pilantras do PMDB, PP, PSDB PCdoB ou qualquer outra quadrilha nunca foram investigados antes da lava a jato. Porque isso não convinha aos pilantras que você idolatra e apoia. Os ladrões do passado que apoiaram inteiramente os governos dos últimos 13 anos em troca de meterem a mão nas estatais, fundos de pensão etc. agora estão sendo punidos graças a alguns juizes probos nesse universo podre criado pelo seu partido que, além de tudo e pior do que tudo arrebentou com as finanças do país, das estatais, dos fundos de pensão. Pare de encher o saco cidadão.

  6. Caro Kotscho. Lendo suas linhas, quando você fala sobre a mansão onde ficará o mendaz delator curtindo a sua pena, não posso deixar de comparar ao caso do Pablo Escobar. Escobar, depois de pintar o sete e após negociações com governo colombiano entregou-se, mas o fez de modo que ficasse na prisão, veja só, construída por ele mesmo: era ”La Catedral” – assim, como as mesmas regalias que este senhor delator goza. E não é só, os outros mendazes delatores já gozam da mesma regalia e ainda teremos mais outros que virão a gozar regalias e ”da nossa cara”. Ao final teremos uma corrupção que após uma baixa de 2 ou 3 anos volta aos seus índices normais de sempre – só que agora um povo e uma nação sem petróleo, sem CLT, sem direitos e sem amor

  7. Contudo nada comparável com a extraordinária mansão de Lula,sítio com léguas de extensão ,iates poderosos, exército de servidores,chefs seis estrelas para atender o capricho gastronômico lulo-petista e de convidados incontáveis.Claro,tudo à custa do Petrolão,Mensalão,Friboi,Angola,Moçambique,Europa,França e Bahia.Isso o Moro não vê !

  8. E’ isso! Enquanto “a grande midia nacional tenta ESCONDER o que o mundo está dizendo sobre o Brasil”, o governo Temer “continua produzindo ainda mais material” para que o Brasil vire motivo de piada, e pior, MOTIVO DE DESAPROVAÇÃO para o mundo. E não venham dizer que: “Essa opinião de que o Brasil virou motivo de chacota ou a opinião de que o mundo não reconhece o governo interino do Temer como sendo um governo legitimo; seja apenas uma opinião da Venezuela, Bolivia e Cuba; pois essas opiniões são de paises de primeiro mundo como os Estados Unidos, França e Inglaterra”. Portanto, a verdade é nua e crua: Ou os senadores tomam consciencia, e arquivam este processo de impeachment da Dilma, visto que ‘ esta opinião do mundo sobre a Dilma ter sofrido um golpe, e por isso não aceitam negociar com o governo interino do Michel Temer; é reforçada pelas gravações do Sergio Machado, onde ficou nitido, e claro para todo mundo e o mundo, de que ‘o motivo desse processo de impeachment, foi apenas uma tentativa de colocar um governo que seria mais inclinado em acabar com as operações de combate a corrupção para salvar corruptos, do que um processo para punir alguma irregularidade que a presidente Dilma, poderia ter cometido em relação a economia ou em relação a sua moral’; ou o Brasil vai continuar e ainda aumentar seus problemas economicos, até 2018, quando o Brasil tiver um governo que o mundo reconheça como democratico e legitimo.”

  9. Na realidade, até eu quero cumprir prisão domiciliar na casa deles!! Que crime devo cometer pra ter esse privilégio?!

    Uma palhaçada. Por mim, nem precisaria fingir que está prendendo esses safados. Só faz devolver todo o dinheiro, todo, todinho! Afinal não é dele, é nosso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *