No caso FHC, mídia escancara a parcialidade

No caso FHC, mídia escancara a parcialidade

Imparcial, isenta, independente, neutra, pluralista, apartidária: é assim que a grande imprensa brasileira gosta de se apresentar. Alguém ainda pode acreditar nisso? Quem mais gosta de ostentar estas qualificações virtuosas é a Folha, o jornal de maior circulação no País faz mais de 20 anos, a ponto de perguntar em sua seção “Tendências/Debates” no último sábado: “A Folha é pluralista o suficiente?”. Para mostrar que é, publica um artigo respondendo que “sim” e outro que “não”. Na primeira página da…

Leia Mais Leia Mais

E agora com vocês, o meu parceiro Luiz Sérgio Person

E agora com vocês, o meu parceiro Luiz Sérgio Person

Para quem quiser conhecer ou rever a história da vida e da obra de um dos mais criativos artistas brasileiros dos anos 60 e 70 do século passado, chegou a hora: é neste sábado, às 11 da manhã, a abertura da 28ª edição do programa Ocupação Itaú Cultural (avenida Paulista, 149) que homenageia o cineasta e produtor cultural Luiz Sérgio Person, diretor dos clássicos São Paulo S/A e O Caso dos Irmãos Naves. . Person morreu muito moço, faz exatos 40 anos,…

Leia Mais Leia Mais

FHC e Lula em seus labirintos e a vida privada

FHC e Lula em seus labirintos e a vida privada

Alguns leitores me pediram nos últimos dias para comentar denúncias envolvendo os ex-presidentes Lula e FHC. A um deles, H. Menon Jr., que me escreveu às 10h14 de quinta-feira, dei uma resposta que vale para todos: “Tenho por norma de conduta como jornalista não tratar da vida privada de políticos nas análises que faço. Isto vale para políticos de qualquer partido. Quanto ao tratamento seletivo da mídia sobre os casos que vêm (ou não) a público, acho que cada um…

Leia Mais Leia Mais

Brasília volta ao ponto morto após Super Quarta

Brasília volta ao ponto morto após Super Quarta

Entre mortos e feridos, salvaram-se todos ao final das batalhas anunciadas para a Super Quarta. E voltamos ao ponto morto em que nada ata nem desata, sem sabermos para onde vamos nesta inhaca federal que se prolonga numa agonia sem data para acabar. Com a vitória dos governistas na disputa pela liderança do PMDB, a zica Eduardo Cunha ficou mais fraca, o governo ganhou um fôlego e o impeachment voltou para o congelador. Tudo vai sendo adiado, nada anda. Mais…

Leia Mais Leia Mais

Chega de Cunha! Ninguém aguenta mais esta zica

Chega de Cunha! Ninguém aguenta mais esta zica

Em tempo (atualizado às 17h35): por 37 votos a 30, Leonardo Picciani, apoiado pelo governo, derrotou Hugo Motta, o candidato de Eduardo Cunha, na disputa pela liderança do PMDB na Câmara.   *** “Zica – expressão popular: designação comum que denota azar, falta de sorte, infortúnio” (Dicionário Online de Português).  Que mal fizemos nós brasileiros para cair nas mãos deste até outro dia obscuro político carioca chamado Eduardo Cunha, que entrou na política pelas mãos de Fernando Collor, e hoje…

Leia Mais Leia Mais

Lucena corre para lembrar a morte de Fiel

Lucena corre para lembrar a morte de Fiel

Quarenta anos atrás, o jornalista, escritor e maratonista gaúcho Rodolfo Lucena fazia o vestibular para jornalismo quando o operário Manoel Fiel Filho foi morto sob tortura nos porões do DOI-CODI, o quartel-general da repressão em São Paulo. E eu era um jovem repórter do Estadão, o primeiro jornal a denunciar o crime que tentavam esconder, três meses após o assassinato do jornalista Vladimir Herzog, no mesmo local, nas mesmas circunstâncias. Na versão oficial dos agentes da ditadura, os dois teriam…

Leia Mais Leia Mais