Sem impeachment, PSDB fica sem rumo nem discurso

Sem impeachment, PSDB fica sem rumo nem discurso

Com Eduardo Cunha encurralado por denúncias de cinco delatores da Lava Jato e o governo Dilma trazendo boa parte do PMDB de volta para a base aliada, com a reforma ministerial em curso, o grande derrotado é o PSDB, carregando junto setores da mídia e os movimentos golpistas que jogaram todas suas fichas no impeachment, e agora ficaram sem rumo e sem discurso.

Para uma oposição que tinha como único projeto de vida derrubar a presidente reeleita um ano atrás, como ficou claro no programa de televisão dos tucanos levado ao ar em cadeia de rádio e TV na segunda-feira, os acontecimentos dos últimos dias não poderiam ser mais desalentadores.

Por maiores que sejam as dificuldades enfrentadas pelo governo central na política e na economia, as oposições comandadas pelo PSDB vão ter que recolher suas bandeiras incendiárias do quanto pior melhor e os pareceres dos seus juristas de plantão, pelo menos por algum tempo, pois não conseguiram se apresentar à sociedade como real alternativa de poder dentro das regras constitucionais.

Enquanto o governo ganha tempo, depois de enfrentar nove meses de artilharia pesada, em que a oposição andou a reboque do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e do ministro Gilmar Mendes, do STF, o PSDB terá que encontrar um novo discurso para disputar as eleições municipais do próximo ano. Só bater no governo e no PT já não basta. Por enquanto, o partido não tem sequer um candidato competitivo em São Paulo, a maior cidade do país e o principal reduto tucano.

A não ser que surjam fatos novos na Lava Jato, no TSE ou no TCU, a tendência é que o tema do impeachment fique em banho maria, sem prazo para voltar às manchetes. Ao perceber a mudança do vento, até a empresária e socialite Rosângela Lyra, uma das estrelas dos movimentos organizados contra o governo, já caiu fora, depois de brilhar semanas atrás ao organizar um encontro entre o vice-presidente Michel Temer e empresários críticos do governo

“As pessoas acham que a corrupção está só em Brasília, mas está em todo o Brasil. A minha bandeira não é do impeachment. É de transformação do Brasil. Prefiro estar associada ao combate à corrupção”, disse ela, ao justificar a sua saída do movimento “Acorda Brasil”. Pode ser uma boa dica para os caciques tucanos empenhados na busca de um novo rumo.

Quem saiu ganhando, mais uma vez, foi o PMDB, o verdadeiro partido do poder desde a redemocratização. Além de manter os seis ministérios que já tinha, ainda ficou com o poderoso Ministério da Saúde e conseguiu, finalmente, tirar o seu desafeto Aloizio Mercadante da Casa Civil. Nem PT nem PSDB, os partidos que se revezaram no Palácio do Planalto nos últimos 20 anos: a bola agora está com o PMDB. Alguma surpresa?

Vida que segue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

51 thoughts on “Sem impeachment, PSDB fica sem rumo nem discurso

  1. Caro Kotscho.
    Deixe-me lhe contar algo que o sr. talvez não saiba ou faz questão de não comentar. O TCU deve deflagar o impeachment de Dilma Rousseff mas a bomba que pode explodir seu mandato está sendo armada em outro lugar. O Valor informa que a investigação contra o tesoureiro de sua campanha, Edinho Silva, avançou no STF. Os procuradores da Lava Jato devem tomar amanhã o depoimento de Ricardo Pessoa.
    Dependendo do que ele denunciar, será o fim de Dilma Rousseff.

    1. Meu colega, aqui um dia é no cravo e outro na ferradura, hoje é o dia da ferradura, agradar a PTzada.

      Estão preocupados com o PSDB, enquanto o PMDB está arquitetando o desembarque deste governo.

      Dilma não gerencia mais nada é gerenciada pelo PMDB, para simplificar e ajudar, renuncie que já cai efetivamente no colo do Temer o que já é prática.

      Você que tem filhos e pensa no futuro, acha que há futuro com esta incompetente? Estamos cada dia que passa mais pobre. Espero um gesto de grandeza desta infeliz.

      1. Sr. JAB,
        e qual é a surpresa?
        Como este é um blog jornalístico e não de propaganda política, tem mais é que bater no cravo, na ferradura e no que mais aparecer pela frente todos os dias.
        Fique sabendo que não tenho que agradar nem desagradar a ninguém. Vivo só do meu salário e meu único compromisso é ser honesto com os leitores.
        Atenciosamente,
        Ricardo Kotscho

    2. Que procurador? Aquele que disse na época na CPI do Banestado que não tinha nenhum parente trabalhando no Banco? Pois o gajo tinha a sua mulher, Sra. Vera Marcia Santos Lima trabalhando no Banco e nos dois principais locais onde funcionava a lavanderia do Banestado, conforme reportagem da revista Isto é, de 10.09.2003, edição 1770 intitulada “As provas” – CPI do Banestado investiga conduta de procurador que apura lavagem. Esse procurador é o “famoso” sr. Carlos Fernando Santos Lima, da Lava Jato. E o gajo agora fica posando de honesto……

  2. “Sem impeachment, renúncia ou cassação, BRASIL fica sem rumo e sem visão”. Este título seria bem melhor, Sr. Jornalista. Desde que este sistema político começou a governar, o Brasil perdeu a direção e até hoje não conseguimos, como Nação, achar um porto seguro para ancorar. Enquanto o governo ganha tempo, o povo perde tempo, saúde e sono pensando em como pagar a luz, a água, a comida… Enquanto isso a Rainha de Copas fica preocupada com sua imagem refletida no espelho. Parafraseando Meus oito anos do poeta Casimiro de Abreu: “Oh que saudades eu tenho de quando o Brasil não era esquerdista e não tinha lema marxista, quem dera se os anos voltassem atrás!”. Quem sabe amanhã surjam fatos novos que faça com que o Brasil volte a ser gigante pela própria natureza. “O tempo encobre, e descobre tudo.” (Jornal Imprensa Evangelica, Ano XVIII, nº 27, 1892)

  3. Pois é, Mestre balaieiro, não precisa ser biruta no heliporto do planalto para saber que com a chegada da primavera o vento político mudou. Saem os “amadores”, substituídos por profissionais e finalmente o jogo começa a ser jogado com dois lados. O extrato “superior” da sociedade civil, midiaticamente “manietada”, começa a mexer-se e o extrato “inferior” a desconfiar que realmente tanto ainda é mais burra toda unanimidade, se útil a cínicos e hipócritas de ficha corrida. Começam as inflexões nas pesquisas, quer de superfície, quer subterrâneas e a cabeça de ponte da oposição para o golpe paraguayo, a mídia monopólio, a procuradoria, a PF e a justiça, com foco num só partido, partem à queima do estoque, agora com restos, refugos, e factoides que fariam corar até Cesar Maia. Fim do festim. Mesmo sem defesa em função da anomia governamental, por quase um ano, o Brasil mostrou-se maior que o desejo dos que o querem colonizado e desigual, sobrevivendo ao último grande espasmo da Casa Grande precedente a extinção, que virá antes do que imaginam e depois do que gostaríamos. Se move há esperança e novamente La Nave Va, mesmo que cheia de furos, rumo ao coração do Brasil. PS: Sabendo-se o custo de extração do barril de petróleo no pré-sal brasileiro de US$9, quem dispara asneiras relativas sem sabê-lo é ignorante, sabendo-o, cínico, no popular, o manjado e pegajoso, mentiroso. Então, ignorante ou cínico?

    1. “PS: Sabendo-se o custo de extração do barril de petróleo no pré-sal brasileiro de US$9, quem dispara asneiras relativas sem sabê-lo é ignorante, sabendo-o, cínico, no popular, o manjado e pegajoso, mentiroso. Então, ignorante ou cínico?”
      ______________________________________________________________________________
      Adoro responder a um PTista prepotente que acha que sabe algo sobre economia internacional. Vamos lá. A descoberta do petróleo de xisto nos Estados Unidos mudou radicalmente esse mercado. Até 2012, ninguém levava a sério esse tipo de exploração. Mas, em 2013, a extração de xisto dos Estados Unidos foi equivalente à produção anual da Líbia no auge de sua capacidade — e a um custo muito menor. Países como a Arábia Saudita estão tentando manter sua participação de mercado. Eles sabem que, se reduzirem a extração de petróleo, os produtores de xisto vão tomar o espaço. Pelas contas dos grandes produtores, tem valido a pena até agora vender o petróleo abaixo do custo de extração. O governo saudita já reservou 750 bilhões de dólares para arcar com essa estratégia. O grande desafio da Petrobras é manter-se competitiva, mesmo com o advento do xisto em grande escala. O Brasil tinha a vantagem de ter desenvolvido uma das mais baratas tecnologias para a extração em águas profundas, mas esse benefício acabou. A realidade é que, se a Petrobras não produzir petróleo em águas profundas a um preço ainda menor, estará em enorme desvantagem em relação ao xisto. O sr. Dias não sabe do que fala. Simples.

    2. E mais… Custo de produção a US9,00 o barril??? Poderia lhe dar inúmeros argumentos e provar como Solange Guedes, a diretora da Petrobrás que disse essa besteira, é uma mentirosa. Ela pode enganar leigos e ufanistas como o Sr., mas não ao mercado.

    3. Só um petista remunerado, (Até eles estão caindo fota), para acreditar que o custo de extração do petróleo do pré sal é de U$ 9,00, se na Arabia Saudita que petróleo sai nas torneiras o custo é de U$ 6,00.

    4. José Eduardo
      Aqui no Estado de São Paulo, o que sai das torneiras (quando sai) é algo parecido com o petróleo. Chamam de volume morto. E o preço pago à Sabesp nas contas d’água (ou de vento) tá também pelas Arábias !!! AUMENTOU !!! Ninguém protesta, ninguém se queixa e enquanto isso eles vão levando. Agora querem secar (em todos os sentidos) também todo o país !!!

    5. Ênio, veja a diferença. Como não sou pau mandado de nenhum partido, posso achar que o PT está podre de corrupção, que Dilma é incompetente e omissa; ao mesmo tempo que acho o PSDB uma lastima. Só cego para não ver que o trensalão foi um mar de lama tanto quanto o petrolão, com diferença no montante, apenas. Não me conformo com meus conterrâneos que votam em gente do tipo do Carlos Sampaio (o bolsonaro do PSDB), que acham o Picolé de Chuchu uma virgem imaculada. Você, mesmo sabendo do lamaçal do seu partido, tem de ficar defendendo gente tipo Vacari (preso), Zé Dirceu que, como dirigente partidário, faturava dezenas de milhões prestando consultoria fantasma, teve a reforma de sua mansão paga usando os mesmos recursos que o Renan Calheiros usava para financiar sua amante e filha, as empreiteiras. Percebeu a nossa diferença? O que o partido mandou você achar sobre os novos ministros da Dilma?

    6. AI….ai…ai, 9,00 dólares o custo para exploração do barril?, para eles terem deixado a Petrobras a empresa mais ENVIDADA do mundo, acredito que eles encontraram esse número, só rindo.
      Quanto a São Paulo, ninguém reclamar pela “falta de água”, tem um justificativa…..no instituto lula a água por lá jorra………já esta batendo na boca.

    7. Agradeço pela resposta, meno male, não é cínico, apenas replicante. Mas o mundo gira, a lusitana roda e o mundo do petróleo gira e roda junto e no cenário atual o “shale oil” ficou para trás, com o barril do Brent em torno de US$ 47, tendo oscilado ao menor patamar de US$ 43 em agosto, com alguns especialistas concessivos considerando agora US$40 e não mais US$65 o limite para o pré-sal ser viável. Acontece porém em relação ao Brasil, o que essa turma finge não entregar, digo enxergar, que além do custo mais baixo, o raciocínio tem que também levar em conta um fator não numérico, que quanto mais baixa for a produção no país, maior deverão ser os gastos com importação e como explica especialista não “ortodoxo” sobre o assunto, “se o preço baixo do barril causa problemas às petroleiras, enquanto nação o debate é um pouco diferente. Para importar, nós gastamos divisas brasileiras em dólar. Para produzir no pré-sal, gastamos real, ou seja, é preciso levar em conta os interesses nacionais, sintonizados com os da Petrobras, se não produzirmos aqui, temos que importar e gastar divisas. Nosso custo de produção no pré-sal hoje é 9 dólares por barril, bem distante dos 40 ou 50 dólares do valor do barril no mercado internacional. Sem considerar ainda que a economia brasileira não é dependente do petróleo como outros países que vivem da exportação do mesmo, o que torna o problema do preço do barril menos impactante. Nossa economia não depende de vender petróleo. Depende do petróleo apenas para ser utilizado por nós aqui dentro. Não somos exportadores de petróleo.” Sem esquecer ainda que a produção na Bacia de Campos é declinante e caso não tivéssemos a produção de hoje no pré-sal, obtida excepcionalmente em menos de 7 anos após a descoberta, estaríamos hoje gastando divisas para pagar petróleo. Para encerrar nada melhor que o Rosa, da música: “Quem é você que não sabe o que diz? Meu Deus do Céu, que palpite infeliz! …”

  4. Calma… é cedo para cantar vitória quando se fala em Dilma. A maior adversária de Dilma chama-se “Dilma” seguida pelo seu partido PT.. Veja só o que os expoentes da economia do PT falaram esta semana da politica economica de Dilma, na voz de Marcio Pochamnn, exigindo ressucitar a velha e ultrapassada politica da era Mantega. O PT não tem em seus quadros pessoa capacitadas para gerir o Brasil e está terceirizando para o que há de pior dentro do PMDB.
    Dilma é como mamão podre no pé: não precisa nem cutucar; cai sozinho. Quanto ao PSDB realmente está longe de ser um partido de oposição concatenado e propositivo. Estão todos também olhando para seu proprio umbigo, se matando entre si… Pobre do Brasil…
    Acho mesmo que precisamos criar mais uns 4 ou 5 novos partidos, quem sabe ai acaba tudo de vez e começamos do zero

  5. Quem deve estar se divertindo desse governo medíocre, com certeza, é a economista Sinara Polycarpo cujo alerta aos investidores do Santander provocou comentários desairosos à competência da economista, provocando, por consequência, sua demissão. No dia seguinte ela já estava empregada, porém não deixou barato para Lula que foi condenado pela Justiça a indeniza-la pelos impropérios assacados contra a ex-funcionária. Azar do banco. Quanto aos tucanos, quando é que ele teve um discurso? Nenhum partido político nos dias atuais, está tendo um discurso sequer. A não ser o da Marina que brevemente contará em suas fileiras, com mais um senador do PT gaúcho. É esperar para ver…

  6. Sobre a sua pergunta, caro Kotscho, respondo, nenhuma surpresa! Ou alguém com alguma lucidez se surpreende que algum petista demonstre algum incômodo, de ver a Dilma agindo como mercadora de quinta categoria, que procurou os deputados que estivessem a venda, e entregasse a quantidade de ministérios necessários, inclusive o maior deles, o da Saúde, se estes em troca, prometessem votar pelo não Impeachment? O que o PT quer já está claro faz muito tempo, é o Poder! (ou está nele). Mas tudo parece, que faltou combinar com todos os russos. Neste momento em que posto (13:30h) é anunciado um encontro do Vice, Michel Temer exatamente com os líderes que pedem o Impeachment da Dilma. Inclusive o Carlos Sampaio! E quem rir por último, ri melhor, eis que sequer as duas ações em curso que podem culminar no Impeachment ou Cassação do mandato foram ainda julgadas. Refiro-me ao julgamento pelo TCU sobre a fraude fiscal, chamada de “pedaladas”, e a ação junto ao TSE que se quiser, pode constatar o óbvio, que o dinheiro da corrupção fomentou o caixa de campanha de reeleição da Presidente. Enga-se quem acha que o povo, (os 90%) vai engolir o engodo que é este governo corrupto e incompetente!

  7. O PSDB esta fazendo o mesmo que o PT fez contra o governo de FHC…recolhendo a bandeira, com uma diferença, pra que oposição se ala do próprio partido faz esse papel, cá entre nós, perdido mesmo esta o PT, o PSDB esta sendo esperto em não querer arcar com essa conta maldita petista…..é sangrar e deixar sangrar.
    Se o barba soubesse teria deixado essa conta maldita pro PSDB, agora entre umas bravatas e outras, se veste de Armani para um público e para o outro calça chinelos e regata.
    Esse discurso do PSDB, tido como ódio, é o mesmo feito pelo PT no passado, sem tirar uma vírgula………o “partido mimado”, não aguenta tomar uns tapas, logo chora, é vítima até deles mesmos.
    É aquela minha velha frase…….”o canalha não olha os meios, o fim é que almeja”.
    A vida que segue…….”o bordel servindo os coronéis”…….até agora são 7 ministérios.

    1. A meia verdade e uma trmenda mentira, como o PSDB que deixou o governo com uma inflação de 12% ao ano no final do governo, com o pais de pires na mão agora você vem defender esse nefastos, pois nesse pais não tem um líder, nem na oposição, nem no governo, com competência para gerir esse pais.

    2. Dilma não tem força para vetar um candidato a ministro da saúde citado em uma CPI que apurava atuação de grupos de extermínio em seu estado. Se babear acaba dando para o Fernandinho Beira-mar o ministério da justiça.

  8. As pessoas são tão manipuláveis que a mídia brinca com isso e ainda joga na cara outro dia estava assistindo o jornal da globo e a mulher reclamando que parou de ganhar a ajuda do governo,ela estava parada a 4 anos por causa de um acidente de moto mais taça andando falando e se movimentando normalmente

  9. O PMDB não ganha eleição desde quando? A um partido que não ganha eleição só resta exercer o poder mediante uma boa dose de chantagem… É a reiceita desses raposões da política.

  10. Caro Kotscho, suas constatações são perfeitas. Porém a pergunta que fica é: o que é melhor para o País, Dilma “ocupando” a presidência mas não exercendo ou Dilma fora da presidência? Minha resposta para esse momento seria: Muito menos ruim para o país, nesse momento, Dilma fora da Presidência e o poder de “direito” e de “fato” nas mãos do PMDB. Pelo menos resgataríamos um pouco do descrédito, perante investidores, empresários, comunidade internacional e o povo de maneira geral. As perspectivas de retomada econômica seriam materializadas num tempo mais curto. Com Dilma “ocupando” a presidência nada mudará pois o descrédito continuaria. Quanto ao PSDB, nunca teve nenhum projeto depois que saiu do governo e também não saber proceder a uma oposição efetiva justamente por não ter projeto nenhum.

  11. O PMDB(o dono do “poder” desde o inicío da “Nova República) está satisfeito com os 7 ministérios oferecidos pela presidente Dilma!.Continua valendo nestes “governos de coalisão’ a ideologia filosófica;É DANDO QUE SE RECEBE!.A despeito do que quer á maioria da população brasileira o IMPEACHEMENT da presidente – 93% de acordo com pesquisas recentes!.Que democracia é esta() Será que a mesma de Cuba e da Venezuela(embora,sem as restrições de liberdade encontradas naqueles países().

  12. É verdade no rumo e com discurso está o PT,partido honesto,probo,são uns anjos de candura.Onde está o Vaccari?Zé Dirceu(nº2 do partido),e agora a PF divulga os e-mails da Odebrecht e do seu lobista-caixeiro-viajante Lula.Só pra frisar a Petrobrás acabou de autorizar aumento da gasolina em 6% e do diesel em 4% nas refinarias,agora a inflação dispara de vez.A farmacia popular já era pro ano que vem,vai acabar,Pronatec,cadê?Ciencia sem fronteiras,cadê?.Espere só as contas reprovadas da Dilma no TCU,já que a mesma foi eleita com dinheiro roubado da petrobras,outro rebaixamento da divida publica pelas agencias de classificação de riscos,só um bom petista pra acreditar que o PSDB está sem discurso,o PT já entregou o discurso pronto pra oposição,o PT acabou só que alguns não se deram conta ainda,as eleições de 2016 dirá,Dilma vai ter que criar mais uns 200 ministerios pra ela mesma não perder o emprego,mas acho que antes do carnaval de 2016 ela tá fora ,se Deus quiser!

  13. Caro Kotscho,
    Lembro de um post seu, não me lembro se foi ano passado ou no começo deste ano, e foi mais ou menos assim: “Quem vai continuar mandando e desmandando nesse governo é o bom e velho PMDB”. Taí a confirmação.
    Como bem disse o Lula: essa reforma vem com um ano de atraso. Quer dizer, demorou um ano para que a Dilma caísse na realidade de que ela só chega ao final de seu mandato fazendo essa reforma ministerial ?
    Quem sabe ela teria muito menos dores de cabeça se tivesse ouvido o Lula, e não o Mercadante.

    1. É isto Cesar, eu disse várias vezes aqui, que a DILMA, tinha que se conscientizar que este mandato não era dela e sim do seu sucessor, no caso LULA, mas a cabeça dura não me ouviu. Elogiável é LULA que superou, sofridamente e pacientemente tudo isto, até chegar ao ponto que deveria ter iniciado, embora ainda não seja tudo a seu gosto.Mesmo assim ganharemos em 2018.

  14. Ricardo…é comovente ver a agonia destes miseráveis que tanto lutaram por este impitima, e agora o vêm saindo entre os dedos. Carreatas, passeatas, noites sem dormir na internet, por nada. Será que achavam que o PT, iria cair como trouxa ??? Quer dizer que o governo que foi eleito para governar sob as regras desta nossa suja democracia, iria trair os seus eleitores, apenas para se achar mais puro do que os impuros que o cambatem ??? Arreiem seus acampamentos, bando de vagabundos, e se preparem para em 2018, levarem mais uma surra.

    1. Só rindo, primaz Everaldo, muito chá de camomila nessa hora para atender os necessitados, pois o Balaio das Lamentações está só começando. Os cínicos e hipócritas do Sanatório Geral da Casa Grande já começam a desesperar com direito ao sagrado “jus sperneandis”, enquanto os desavisados coxinhas replicantes ainda sequer desconfiaram.

    2. Qd o PMDB decidir, o impeachment se instala em 15 min. e se aprova em 2 semanas (lembrando: impeachment é voto aberto em plenário, não é votação secreta). Dilma e o PT são mantidos reféns pelo PMDB, e se prostituiram ao PMDB por pura síndrome de Estocolmo, estão dependentes daquele que os mantém em cativeiro.

    3. Ô conterrâneo !? LULA e DILMA e o Brasil são reféns da democracia que vocês, que estiveram no poder durante 500 anos, nunca se interessaram em mudar, e que em apenas 13 anos seria impossível o fazer, mas, já tivemos grandes avanços, basta ver que vocês que sempre foram coniventes com a corrupção, hoje manifestam contra ela…né não ??? Tú acha que tua inteligência é maior do que a nossa, mas né não.

  15. Caro Kotscho
    Nos dias 18, 19 e 20 de setembro agora, participei aqui em São Paulo de um seminário sobre “Mídia e Democracia nas Américas” com a presença de palestrantes representando Argentina, Chile, Uruguai, Bolívia (veio uma sua ex-ministra de comunicações), Venezuela (veio sua Vice-presidente da Assembleia Nacional), Equador, México, Cuba. EUA e Canadá. Todos especialistas e dirigentes em importantes entidades representativas de conglomerados de mídia e comunicações em seus respectivos países.
    Embora estivessem também por lá, cobrindo o evento, vários repórteres da nossa mídia comercial, NADA, NEM UMA LINHA, saiu publicado ou registrado na nossa famigerada imprensa dopada e partidarizada à direita por motivo óbvio: A organização não era deles !!! (Tampouco do nosso Governo)
    FOI UMA AVALANCHE de informações e relatos sobre o comportamento semelhante da imprensa de todos esses países quanto a sua frenética e doentia tentativa de desestabilização de governos, demonização da política e desrespeito à Democracia nos dias atuais. Assim como aqui, lá agem igual com uma única diferença: Em todos esses países existem “Leis de Mídia”. Já no Brasil…somos o único em que NÃO HÁ !!! E soubemos também por exemplo que a Lei de Imprensa praticada nos EUA (pasmem !!!) é a mais antiga, a mais severa e a mais dura de todas.
    Enquanto reclamamos aqui das “Sete Famílias” que controlam sozinhas e com o mesmo lado na política TODOS os nossos meios midiáticos, no Chile é pior !!! Javiera Olivares – presidenta do Colegio de Periodistas do Chile – nos mostrou que no seu país DUAS FAMÍLIAS defensoras até hoje do regime de Pinochet, com alguns de seus membros inclusive já terem sido acusados e condenados por militância nazista e práticas de várias agressões de cunho fascista, são as únicas proprietárias de TODOS os meios de comunicação existentes por lá !!! Chegaram a estampar manchetes em seus jornais sobre a Presidenta Michelle Bachelet chamando-a de “Bêbada” e “Vagabunda” !!! Mas foram punidos severamente por isso, evidentemente.( Aqui no Brasil fazem pior e não acontece NADA !!! )
    Agora sim, caro Kotscho, vou entrar no assunto do teu post dando o exemplo da Argentina:
    Como previsto, por serem de direita, as PATADAS maiores dessa gente são sempre contra as lideranças mulheres. No seu segundo mandato, Cristina Kirchner sofreu por quatro anos seguidos toda uma saraivada de acusações sobre corrupção (foi acusada até de assassinato !!!), pressões, xingamentos e inúmeras tentativas de Golpe por parte da oposição mancomunada com a imprensa argentina especialmente o Grupo Clarín (a Globo deles). Igual ou pior como aqui !!! E igual como aqui, a Argentina tem o seu eleitorado também dividido por um terço “peronista”, outro terço “anti-peronista” e um terceiro que não está nem aí e não acompanha política mas que ao fim e ao cabo acaba por decidir eleições. E VEJA QUE BELEZA !!! Daniel Scioli, “kirchnerista” e “peronista” fanático, é o favorito para VENCER EM PRIMEIRO TURNO e substituir a presidente Cristina Kirchner no comando da Casa Rosada a partir de 10 de dezembro.
    O que prova mais uma vez que não adianta, no final O ÓDIO SEMPRE PERDE em todo tempo e lugar do planeta !!!
    EM TEMPO: Naquele domingo (20/09) depois do encerramento do seminário, tive a honra e a alegria de receber em minha casa para o almoço, dois meus queridos amigos. O cubano Iroel Sánchez (escritor, jornalista, blogueiro, apresentador do programa semanal “La Pupila Asombrada” da TV Havana e correspondente para assuntos de Cuba na TeleSur) e o norte-americano Andrés Thomás Conteris (jornalista, ativista pela PAZ e membro da organização “Democracy Now” com sede nos EUA). Me senti Francisco, o papa, juntando esses dois em meu quintal regado a cachaça conforme pode ser visto nessa foto do meu Facebook —> https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1134369343258293&set=t.100000557142557&type=3&theater

    1. Grande Enio,
      pra você ver, nem fiquei sabendo deste seminário. De fato, não vi nada em lugar nenhum.
      Ainda bem que você estava lá pra nos contar como andam as coisas nos outros países.
      Fico admirado com o teu otimismo e a capacidade de cultivar a esperança mesmo em meio a tantas dificuldades.
      Só pelo encontro com o americano e o cubano no teu quintal já deve ter valido a pena.
      Da próxima vez, me chama…
      Abração,
      Ricardo Kotscho

  16. O PSDB se tornou oposição Patética que: perdeu nas urnas, tentou derrubar a Dilma pela constituição, mas sem conseguir argumentos legitimos já que não ha improbidade administrativa e nem conivencia com a corrupção da presidente, visto que os indices economicos e o combate a corrupção do governo dela, são muito superiores aos do governo FHC do PSDB, quando se pedia o impeachment dele; E chegou até a “infantilidade” de pedir que a Dilma renunciasse, para assim ajudar a satisfazer o desejo peessedebista de tira-la do poder legitimo e de direito que conquistou por vontade do povo. E e ainda, como se não bastasse, o PSDB de forma mais desastrosa ainda, tentou convencer o vice Michel Temer, que agora ao se aliar a Dilma e ao PT ganhou notoriedade como nunca havia tido na sua longa carreira politica; à trair a presidente Dilma que juntamente com ele, foi eleita de forma democratica, e que juntos fazem um governo bom no que se refere a economia diante de uma crise mundial, e historico no combate a corrupção; para se aliar ao golpe do PSDB, um partido que quebrou o Brasil e perde voto a cada eleição por não combater a corrupção em seus governos. -Ridiculo é pouco pro PSDB. Essa senhora Rosangela Lyra, é mais um exemplo de eleitora ignorante que caiu de paraquedas na campanha do Aecio, mas que depois que “começa pesquisar”, se afasta do PSDB, que arrogante: Acredita que quem votou na Dilma e no PT, votou por ignorancia, como disse o FHC; e que não tem obrigação de prestar conta ao povo sobre o que os governos peessedebistas fazem com o dinheiro publico. Dona Rosangela, antes ignorante, mostrou agora acima de tudo, ter amor proprio.

  17. Tudo como dantes no quartel de Abrantes…
    Fizeram os conchavos, os acertos, toma lá, dá cá e quem perde com isso na verdade somos nós. O país, em vez de avançar democraticamente, fazendo uma limpa exemplar nos quadros encardidos de corrupção, aceita o topa tudo por dinheiro. Aguardemos o TCU, para ver se nossa consciência coletiva vale algo nessa terra.

  18. Uma coisa boa que o Aécio Neves fez ano passado: depois de 12 anos, foi o primeiro candidato à presidência que de fato bateu de frente com o governo. Deu mais voz aos que já estavam de saco cheio de ver o PT tratar esse país como se fosse o seu feudo. Só que esse ano, o Aécio cometeu o erro grave ao tornar-se uma oposição demagoga que, como você sempre frisou, nunca teve uma projeto para o país. Só torceu para que o carro do governo batesse contra o muro e explodisse, ou quase isso: relegou ao PMDB o tarefa de sabotar os freios do veículo governista só para não ser chamado de ‘golpista’. O resultado é essa tomada do governo pelo seu ‘maior aliado’.

    Obs: Kotscho, só quero registrar que condeno postagens de baixo calão na seção de comentários do seu blog vindos de militantes de esquerda que, pra variar, precisam xingar e espernear contra quem não apoia o governo federal (algo muito recorrente nos portais de notícias e no Facebook, vale salientar). Não adianta nada dizer que luta pela democracia, mas saí xingando quem faz oposição.

    1. Olá Henrique. Acho que você está equivocado qto a origem dos xingamentos no You tube.
      O que vejo são postagens de baixo nível ( muitas beiram ao absurdo) acompanhadas de comentários ofensivos contra a Presidenta Dilma. Qualquer Zé ruela se acha no direito de escrever até palavras de baixo calão. E quem ousa contrariar esses ” entendidos ” é imediatamente atingido por uma avalanche de xingamentos. Acontece muito comigo. Até me
      chamaram de ” Comunista Bolivariano ” ( Mas que diabos é isso ?)
      Na verdade o pessoal da ” direita ” é muito mais agressivo e nem um pouco democrático.
      Querem ganhar no grito, como o pessoal do PSDB.

    2. João, há ofensas dos dois lados (esquerda e direita) no UOL, no You Tube, nas fanpages do Facebook… reclamei aqui, porque sei que o Kotscho é contra esse tipo de coisa, mas deixa passar post raivinha de militante. E eu não fico nessa de ‘quem é pior do que quem’. A militância de direita é agressiva assim como a de esquerda também e na mesma proporção. Certa vez, tive que aturar desaforo de uma militante de esquerda quando postei no Facebook um texto que criticava a Copa de 2014. E só para refrescar a memória: não foram poucas as vezes que Lula (que adora ir para o palanque esbravejar contra os que fazem oposição ao governo) e Dilma foram pra TV promover o ‘nós contra eles’ – ou como eles gostavam de chamar, os ‘pessimistas’. Quem apoia essas atitudes não pode reclamar do outro lado. O mesmo vale para quem apoia a oposição de direita e acaba se inflando com a raiva contra quem é de esquerda (eu nem ouso dizer que o PT fez sim coisas boas ao longo de 12 anos, porque já sei qual vai ser a reação). Mas, particularmente, eu já desisti de tentar encontrar um ponto de paz nessa discórdia toda. Se querem se matar por causa de políticos e siglas (achei louvável a atitude do criador da personagem Dilma Bolada), estejam à vontade. Mas como dizia aquele comediante: me incluam fora dessa.

  19. O que aconteceu foi exatamente o contrário: o PSDB nao teve de despender esforço político absolutamente nenhum p/ ver o PT descer ladeira abaixo e perder ministérios e o PMDB envolver-se num abraço de afogados c/ um governo moribundo.

    P/ o PSDB, o melhor politicamente é que Dilma fique o máximo de tempo possível. O discurso do PSDB é simples: ressaltar o desastre socioeconômico causado pelo governo do PT. Os números estão aí e o povão está sofrendo na carne a incompetência gerencial, o assalto aos cofres públicos e falta de rumo de Dilma e Lula, que não se entendem nem sobre a política econômica.

    O PSDB é o grande vencedor dessa “deforma ministerial” de Dilma.

    1. Muito pelo contrario. O PSDB amparou o governo petista na hora que ele tinha tudo para ir para o buraco. Na época do mensalão as oposições liderada por FHC, impediu que fosse aberto processo de impeachment contra o governo. Mesmo agora com o mar de escândalos de corrupção e incompetência do governo ainda dizem que não há motivo para pedir impeachment do governo Dilma.

    2. J.Leite, seu comentário não faz sentido. O PSDB na época do mensalão tinha diante de si um governo corrupto, porém razoavelmente funcional do Lula.

      Hoje, o que existe é um governo Dilma que desmorona sozinho, e o PSDB se dá ao luxo de ter lideranças c/ visões distintas: o Alckmin acha que é cedo, o Sampaio acha que não, mas isso não importa, porque quanto mais o governo Dilma se humilha e desmorona, melhor p/ o PSDB.

  20. Se a aposição está sem rumo e sem discurso então quem está com rumo e discurso é e governo e o pt, é isto que o jornalista está querendo concluir ? É pelo visto o jornalista TB está sem rumo e opinião real dos fatos, é só ver os números de aprovação deste governo, míseros 10%, eu acho que deve ser um dos governos mais impopulares do mundo.

  21. ALô coxinhas !!! E agora???
    Com o Cunha encunhado…
    Pela justiça suiça…
    Jogaram água no fogo…
    Que assava suas linguiças…
    Só lhes restam seus canalhas
    Ir pros lixões comer carniças…
    ……………………………………..
    Quando lembro deses coxas..
    Vontade me vem até…
    De voltar pra minha terra…
    E montar um cabaré…
    Na porta um tucano gordo…
    Boiola, corno e com gôgo…
    Embaixo bem grande escrito…
    “Tôco cru pegano fogo”

    1. P/ a imensa maioria dos brasileiros de bem, que não vivem no mundo da lua nem recebem pixulecos do PT, Cunha, Dilma e Lula são farinha do mesmo saco. Segundo o Josias de Souza, o PT está se borrando de medo do que o Cunha vai fazer, já que ele disse a parlamentares que “não vai cair sozinho”. Os “coxinhas” (ou seja, 92% da população) estão seguindo o provérbio indiano: senta na beira do rio e o cadáver do teu inimigo não demora a aparecer.

      Dilma tem os piores índices de aprovação desde 1986 e o governo dela destruiu o Brasil, destruiu empregos e é objeto de fúria da população. Se ela e Cunha cairem juntos, não será surpresa. O desespero é tanto que até o moribundo 2, Lula, lançou um balão de ensaio dizendo que pode recandidatar-se a presidente! Hauahasuahsuauausua!

  22. É realmente triste ver o papel que a oposição (?) está desempenhando. O ponto de interrogação é porque, a meu ver, o Brasil não tem uma oposição séria e responsável, digna desse nome. O que temos, na oposição e na situação, são oportunistas cínicos que pensam, única e exclusivamente, em seus interesses pessoais e em suas vaidades. Como oposição, o PSDB tem se mostrado incapaz de propor um projeto para o país, em vez de ficar batendo na tecla do impeachment, que nos jogaria de vez no abismo. Além disso, o papel que hoje desempenha já foi desempenhado com muito mais competência pelo PT, no passado. Apostar no quanto pior melhor é o que o PT sempre fez até conquistar o poder. É bom lembrar que o PT foi contra o plano real, que combateu a inflação absurda daqueles tempos e deu estabilidade à moeda brasileira, assim como foi contra a lei de responsabilidade fiscal, para ficar em apenas dois exemplos bem conhecidos. No caso dos políticos brasileiros, a experiência não tem sido boa professora. Caberia a nós, eleitores, reprovar esses maus alunos e tirá-los de cena nas próximas eleições.

  23. Kotscho, como sempre , fez um resumo de todas as vitorias da Dilma, no Congresso e na Justiça, sem falar do apoio massiço de entidades de alto nível de esclarecimento, diferentemente dos seguidores de “Alexandre Frota, Agripinos, Paulinhos e coxinhas robotizados !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *