Estados querem grana e Dilma apoio político

Estados querem grana e Dilma apoio político

Dilma e governadores em encontro de 2011 (Foto: Julia Chequer/R7)

Escrevo antes de começar a aguardada reunião da presidente Dilma Rousseff com todos os governadores, marcada para as 16 horas desta quinta-feira, no Palácio do Planalto.

A grana acabou e a arrecadação de todos está caindo. Em resumo, este é o ponto em comum entre o governo federal e os estaduais neste momento.

O que podemos esperar deste encontro, além da foto oficial com todos juntos e sorridentes, que certamente tem um peso político próprio?

Os governadores vão pedir mais recursos a Dilma, o que a presidente não tem como atender, por conta do ajuste fiscal. Dilma vai pedir apoio político a eles para barrar as “pautas bomba” na Câmara prometidas por Eduardo Cunha, como o aumento de 70% para os servidores do Judiciário, parcelado nos próximos quatro anos, que custaria R$ 25 bilhões aos já combalidos cofres federais.

Fala-se em “pacto federativo” e “agenda positiva”, mas é difícil descobrir como isso será possível, já que os governadores não têm controle sobre suas bancadas para impedir a aprovação de projetos que aumentem os gastos públicos, com impacto também nos Estados, muito menos a instalação de novas CPIs.

Entre os acordos possíveis, está a criação de fundos de compensação para a reforma do ICMS, que prevê a unificação das alíquotas em 4%, para evitar a guerra fiscal. Outra demanda dos governadores é a sanção do projeto de lei que permite a Estados e municípios o uso como receita de parcela dos depósitos judiciais.

Limitar as discussões a questões financeiras, fiscais e administrativas, passando ao largo das polêmicas políticas, como a votação das contas do governo pelo TCU em agosto, é uma forma de evitar atritos com os governadores de oposição, mas não contribuirá em grande coisa para o estancamento da crise.

Em política, as ações simbólicas por vezes valem mais do que os resultados. Desta forma, o simples fato de conseguir promover esta reunião com todos os chefes dos executivos estaduais, contrariando os líderes da oposição, num momento delicado do seu governo, pode servir para a presidente Dilma retomar o folego e a iniciativa da pauta política, dominada no primeiro semestre pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Afinal, agosto vem aí, e é preciso reforçar a defesa para enfrentar os obuses colocados no horizonte. Todo cuidado é pouco nesta hora.

 

 

 

 

 

 

31 thoughts on “Estados querem grana e Dilma apoio político

  1. Sempre leio seus comentários e gosto muito.
    Vc realmente acredita que, alguns ministros, juízes do STF e deputados e senadores do pmdb e psdb estão tramando depor Dilma e conduzir Temer ao posto de presidente?

    1. Cara Jurema,
      neste momento de incertezas, está todo mundo tramando alguma coisa, mas ninguém sabe o que vai acontecer. Tudo é possível, e pode não acontecer nada.
      Abraços,
      Ricardo Kotscho

  2. “Ambos querem *grana e apoio político*,mas em primeiro lugar querem…grana.”
    Mas *eu* acredito que apesar do cofre da Senhora Dilma, esteja quase no chão deve ter alguma coisa ou coisinha,caso contrário *ela* não estaria distribuindo os famosos *cargos para os hipócritas aliados da base governista*(quem tem uns aliados desses não precisa de inimigos).
    …mas *ela* na minha opinião não é melhor e nem pior que os outros *inquilinos do palácio do planalto*,está convivendo com os mesmos problemas ou seja:os falsos aliados de ocasião,pois 99,9999% dos atuais aliados dela já foram líderes e outras coisitas mais dos personagens que *hoje* em dia fazem oposição a *ela*.
    É um infeliz *círculo vicioso*.
    “E o povo?
    Resposta:o povo é detalhe.”

  3. Bom dia Kotscho,

    Não tem nada a ver com o assunto, até porque desse encontro não sai nada, mas que história essa do Romario com a Veja né? O baixinho arrebentou com os caras,rsrsrsr.

    Abraço,

    1. Caro Alexandre, algumas mídias você tem que ter um pé atras, quando lê….umas delas é a VEJA Qualquer coisa que você comentar, com os colunistas, eles “filtram”, principalmente quando você faz qualquer menção ao PSDB, que contrarie aos “propósitos” deles…..esses são os “jornalistas”, que defendem a livre EXPRESSÃO……….é piada?, não é sério.
      Me vanglorio do meu holerite, por não ter, como emissor, NENHUM partido, isso me propicia, comentar, as minhas meias, inteiras, ou nenhuma verdade, “julgando” o que acho certo ou errado.
      Mas dizer que esta tudo errado por lá (VEJA), é mentira, eles contribuíram e contribuem muito, com o que estamos vendo, porém, para mim, eles perdem a credibilidade, quando os olhares se voltam a um lado só.
      Isso se aplica também a alguns blogs petistas, agem da mesma forma….”DEFENDEM OU ATACAM”, conforme interesse escusos a nós. Certamente esses lados, não contribuem nada para o Brasil……parecem um monte de urubus atrás da carniça, para suas “sobrevivências”, é a incapacidade de sobreviver sem o “leite materno”.
      Mas a força não estão com eles, esta conosco, numa coisa chamada VOTO.

    2. Não posso ser injusto aquele que sempre postou meus comentários, em seu blog, Ricardo Setti, Me retrato aqui……as vezes ele achava que eu era petista kkkkk.

  4. Caro Kotscho, você há de convir que os problemas que o país esta passando foi por pura incompetência do governo Dilma, o custo esta sendo alto e caro a todos.
    Falar em impeachment, sinceramente não concordo, apesar dessa governantA ser incompetente, não acredito, que seja corrupta.
    Porém os delírios econômicos, em sua gestão, estão colocando em risco vários fatores….a política e obviamente a democracia, se tivermos impeachment a coisa vai ficar ainda pior. Outro fator importante é que tudo que foi conquistado, como emprego, casa própria, carro, escola a seus filhos……corre um sério risco de perder tudo, e o sentimento de perda é infinitamente maior que quando não ter, principalmente para as classes menos favorecidas Outro fator importante é que esse governo, não consegue mais governar , os apoios, tanto dos aliados, sindicatos, como da próprio partido, começam a dividir entre governo e oposição.
    O peso disso tudo sobre a governantA, parece que chegou ao ápice, basta ver seu último discurso, o desconexo do entendimento.
    __________________________________________________________________
    Dilma chegou o momento de você mostrar que é brasileira, chegou o momento de você mostrar que luta pelos pobres, chegou o momento de ter “gratidão”, com seu padrinho, se ele sonha em ainda ser candidato , chegou o momento de você tentar salvar o PT, chegou o momento de você nos mostrar que não é apegada ao poder……. espero que seu lindo neto, quando crescer, diga em voz alta, minha avó teve a dignidade de…………..RENUNCIAR

  5. Os governadores estão como a gente que, quando criança, não tinha como escapar daquela tia que nos apertava as bochechas e nos dava abraços sufocantes. E a Dilma vai ter a foto com eles para posar de líder no próximo programa do PT, quem não estiver abalado pelo barulho das panelas poderá ver. Mas nem os estados vão ter grana, nem a Dilma apoio político, cinco minutos depois da reunião tudo que se falou ali estará esquecido. Até porque, se perguntarem para a Dilma qual é a meta desse encontro, ela dirá: “Não há uma meta fixa, mas, uma vez atingida a meta, nós duplicaremos a meta”.

    1. kkkk,a unica meta do PT é se manter no poder ao custo do sofrimento de milhões de brasileiros e roubar cada vez mais.Qual governador vai querer morrer afogado com a Dilmandioca?A meta para 2018 é se reeleger,mas assim como a do superavit o PT com sua maravilhosa gestão ,não atingirá e levará uma grande pedalada nas urnas com o fantasma Lula.

  6. Pobre Dilma,todo mundo já se deu conta da sua fraqueza,não passa de uma moribunda política,no final os governadores rirão dela.Quem será louco de defender um governo com menos 8% de popularidade.Pede pra sair Dilma!

  7. RK, infelizmente os governadores são procurados somente na crise, deveria ser rotineiro o encontro com todos, para discutir o Brasil, o tamanho do estado, políticas integradas, mas não é o que estamos vendo, está procurando alguém para a divisão do ônus, ai ninguém participa.

  8. É o toma lá da cá. Lula vitaminou o modelo, aliou-se aos mercadores contumazes, deu vitamina aos vermes. Dilma em seu primeiro mandato nadou de braçada achando que a conta não viria. Agora acabou a grana, e essa moçada não deixa barato. Fraquinha como está, não resta outra alternativa a não ser liberar a grana: emendas, cargos e etc. Cargo de conselheiro da ANAC foi dado como presente de casamento, e por ai vai. A tal Coração Valente devia entregar o boné e ir tomar um chimarrão em Porto Alegre. Pagaríamos com gosto!

  9. Vamos comemorar petistas!Déficit de 1,6 bilhões no 1º semestre,o primeiro desde 1997!E mais um aumento das taxas de juros!Viva!Temos os maiores juros reais do mundo!14,25%,o dobro da popularidade da nossa querida “coração valente”,a grande administradora do Lula.Tá explicado porque a lojinha de 1,99 quebrou no Rio Grande do Sul.

    1. Pô finalmente, algo negativo no governo do PT desde 1997, porque até agora tudo que apresentam de negativo no governo Dilma, fica sempre dentro dos governos do PT de 2003 a 2015 (cadê a comparação desde 13 anos atras onde engloba o governo do FHC do PSDB?). Vale lembrar que em 1997, no governo FHC do PSDB, o salario minimo era de 40 dolares (160 reais), a taxa de juros que hoje é de 14% era de 40% e as reservas do Brasil eram de 30 Bilhões e hoje são de 350 Bilhões de dollares (Isso está registrado na grande midia: Globo, Band, Folha e Veja. É SÓ PESQUISAR) . Vale lembrar que a inflação hoje é de 6,5%, pois foi o que fechou no ano passado e é o indice que é usado para correção de salarios e de preços nesse ano de 2015. Vale lembrar que a inflação acumulada do ano de 2015, que é o que representará a inflação do exercicio do ano de 2015, a qual servirá de base para a correção de preços e reajustes de salarios em 2016; começou os meses de janeiro, fevereiro e março com 1,27%, de maneira “satisfazia os anseios do Padrão Globo de jornalismo e do Pequeno Ditador”, mas que caiu e está caindo nos meses de abril, maio, junho e julho, para 0,67%; o que na pior da hipoteses trará uma inflação de 8,7% no ano de 2015; que ainda assim será abaixo dos 12% de inflação de 2002 no governo FHC do PSDB; “”Para o desespero do PSDB, da grande midia e do Pequeno Ditador””; cada vez mais em decadencia: Sem audiencia, sem credibilidade e sem voto.

  10. Pois é, enquanto Estados querem grana, Dilma apoio político, o Judiciário poder divino e o Congresso dando é que recebe (em variação do dito popularizado por “Robertão”. lembra da figura, Mestre?), e golpistas e coxinhas MM, conjuram e replicam, respectivamente, a senadora Gleisi Hoffmann vai direto ao centro da meta e escancara ao Brasil que, “Apesar da Crise” é o novo, “Imagina na Copa”: “Apesar da crise, lucro do Bradesco cresce 20% no semestre e atinge R$ 8,7 bilhões” (O Globo), “Apesar da crise, lucro da Vale cresce 61,4 no trimestre e soma R$ 5,1 bilhões” (Estado de SP), “11 cidades que estão gerando emprego, apesar da crise” (Exame), “Apesar da crise, Embraer lucra R$405 milhões no trimestre” (Folha), “Ambev lucra no trimestre R$ 2,83 bilhões, apesar da crise”, “Exportação de sapatos cresce, apesar da crise (multilog), Apesar da crise, Riachuelo vai inaugurar mais 40 lojas em 2015 (www.dcomercio.com.br), “Apesar da crise, fabricantes de máquina agrícolas estão otimistas” (economia.uol.com.br), “Apesar da crise econômica, brasilienses não abrem a mão de viagens” (www.jornaldebrasilia), “Apesar da crise, GM prevê investir R$ 13 bilhões no Brasil, até 2019” (Infomoney), “Apesar de pesquisa apontar crise no turismo, setor segue aquecido” (Tribuna de Petrópolis), “Mineração terá aporte de R$ 3 bilhões, apesar da crise” (R7 – Hoje em Dia), “Venda de smartphones continua forte, apesar da crise” (www.latamconnection), “Apesar da crise, trimestre surpreende agências e entidades do mercado publicitário” (Propmark), “Setor sucroenergético gera empregos apesar da crise” (Raizen)… e os mais divertidos, “Apesar da crise, PT tem aumento no número de filiados” (Estado de SP), ao mesmo tempo que, com a crise bombando no monopólio da mídia, em especial no JN, a Globo tem o grau de risco rebaixado. Pode? Não à toa, e com muita propriedade, dizem Brasil a dentro: “Se banissem a expressão ‘apesar da crise’ do jornalismo brasileiro, a mídia não teria mais o que publicar”. Só mesmo rindo, apesar de todo mundo em crise.

    1. …belo comentário cardeal Dias. A crise tá braba, a gasolina caiu a venda em 5% no primeiro semestre, em compensação o etanol subiu 38%, até os veículos para esquecerem a marvada crise passaram a “beber” mais arco.
      ÊÊÊ mundão véi discuncertado !!!

    2. Pois é, Dias, “apesar da crise” temos esse monte de coisa boa acontecendo. Agora já imaginou se não tivéssemos essa “crise” de que tanto falam, o montão de coisa maravilhosa que estaria acontecendo? Nossa, nem dá pra imaginar….

    3. Realmente. Apesar da crise está tudo ótimo. Não há desemprego, não há inflação, não há corrupção. É um governo perfeito. A mídia, (ah! sempre ela) é quem fomenta a “crise” para vender e lucrar com notícias caluniosas. Esses barões dos conglomerados mafimidiáticos são terríveis, né não, “cardeal” Dias???

    4. Interessante a análise, mas pouco ilustrativa. O que vem incomodando é a inflação crescente (vai atingir dois dígitos ainda esse ano segundo especialistas) e atinge principalmente as classes B e C, o desemprego crescente (principalmente na industria e comércio) que vai levar muita gente de volta aos guetos, o desinvestimento na industria de manufaturados, o deficit público absurdo que acaba por provocar a maior taxa de juros real do mundo (14,25% é apenas a nominal). Ainda bem que temos a agricultura batendo recordes e mais recordes de produção e levando prosperidade ao campo e algumas empresas que vivem de exportação como a Embraer (exporta manufaturados)e a Vale, BR Foods e outras (exportam comodities). Não fosse a Agricultura e essas exceções a retração do PIB atingiria 3%. O lucro absurdo dos bancos (só no Brasil ocorre nesse montante) é muito fácil de explicar, apesar que alguns sempre estão em greve por se negarem a repassar aos salários parte da absurda “produtividade” proporcionada pelos juros absurdos praticados. A crise existe, é brava e já está mandando muita gente de volta ao sub emprego. Não querer enxergar esse quadro só nos levará a permanecer mais tempo nessa situação (desemprego e inflação crescente).

    5. Sempre gentil e arguto, Primaz Everaldo, campeão da prosa, faça-nos entender por que todo coxinha MM replicante tem uma pedra intransponível no meio do caminho à intelecção de texto e aproveito para informar, em segunda mão, que a “Ditabranda” anuncia hoje que empréstimo cai em 0,2% nos bancos privados, mas (apesar da crise) cresce 2,1% nos públicos e 1,7% nos estrangeiros, mesmo computando-se a queda de 8,7% no segmento veículos. E la nave va (com o Balaio junto), apesar do trio parada a bordo como lastro excedente e por momentos mesmo sem timoneiro, apenas por aparelhos, cedidos pelo Sobrenatural de Almeida que dessa vez veio para colaborar, rumo ao coração do Brasil.

    6. Nossa fantástico Dias…….o povão que esta perdendo o emprego, poderão ir a AMBEV, Vale, Bradesco, Embraer, Riachuelo……, pedir emprego. Você descobriu a mina de ouro para os desempregados……..”Dias desses dirão…o Brasil com Dias é outro”…..viva Brasil com Dias !!!

  11. Boa noite Ricardo, boa noite amigos balaieiros.
    Pois então, o que de concreto saiu dessa “groriosa” assembléia? Esses cidadãos não estão nem ai com o povo. Interessam seus cargos, suas posições, e tudo o que essas duas coisas podem oferecer de melhor. O povo, (como diz uma leitora daqui do baláio) é detalhe que “ainda” vota.
    Para todos eles, desde que se mantenham seus ” status Quo” o que acontece abaixo não interessa. Para todos eles eu digo que …” Pimentorium In Anus Outrem Refrescus Est…”
    Abraços

    Robson de Oliveira

  12. RK,
    Era importante a reunião? Me parece que sim, então porque somente 9 ministros dos 38 participaram? Se não são relevantes para a conversa, não são importante para o Brasil, limpe a casa, demita-os e ajude a diminuir o 1o déficit primário deste 1997 de 1,6 bi. Estamos F______.

  13. Caro Kotscho:
    Bom dia!!
    Os bacanas do time principal da política se reuniram para ajudar-se.
    O povão continua sustentado um regime injusto, alimentando a sarta de malandros que saqueiam o pais. O PT deveria devolver a estrela internacionalista de cinco pontas, sinônimo da fraternidade e do socialismo. Nada tão distante desse partido que governa um pais enganando, sem saúde, violento, onde os banqueiros conseguem os maiores lucros do mundo encima de uma população empobrecida “As ações simbólicas por vezes valem mais do que os resultados”
    Dilma cai, manobra, mas não vira a esquerda, comprometidos estão com a grande patronal !
    Saudações desde a baixada fluminense.

  14. Seria mais útil se os 27 governadores unissem ao povo na luta pela cassação deste governo incompetente e mais corrupto da historia deste pais. Este governo não tem mais nada de bom a oferecer ao país e os governadores ao se unirem ao governo para dar cobertura estão agindo como traidores do país e do povo brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *