Parlamentarismo? Mas com estes parlamentares?

Parlamentarismo? Mas com estes parlamentares?

Sempre que o país entra numa crise, surgem logo as duas soluções mágicas: reforma política e parlamentarismo. Um arremedo de reforma política já está em curso, sob o comando do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e suas bancadas amestradas, que, sem ouvir a sociedade, até agora praticamente só aprovaram medidas de interesse dos próprios parlamentares.

Agora, o mesmo Cunha vem com a proposta de colocar logo em votação a volta do parlamentarismo, uma experiência que já não deu certo no Brasil, durante o governo de João Goulart,  e foi rejeitada por ampla maioria, em 1993, num plebiscito que manteve o presidencialismo.

“A grande evolução que se deve ter é que temos que discutir o parlamentarismo no Brasil, e rápido. Um debate para valer e votar”, defendeu o todo-poderoso presidente da Câmara, em entrevista à Folha, nesta segunda-feira.

Sem entrar no mérito da questão, a primeira pergunta que me vem à cabeça é esta que está no título do post: mas com estes parlamentares? Se a situação já está ruim para todo mundo, pode-se imaginar o que aconteceria se o poder fosse transferido para este Congresso Nacional que temos hoje, o pior, em todos os sentidos, e o mais retrógado da nossa história recente.

Para evitar que se fale em “golpe branco”, Cunha ressalvou que qualquer mudança de regime só valeria a partir das próximas eleições, mas anunciou que já está em campo para buscar apoios: “O tema tem ganhado força. Tenho conversado com quase todos os agentes políticos, PSDB, DEM, PPS, PMDB, PP, PR, com todos os partidos. Com José Serra, Aécio Neves, Tasso Jereissati” _ por coincidência, claro, todos senadores da oposição. E garantiu: “Com certeza, vamos tentar votar na minha presidência”.

E vamos que vamos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

48 thoughts on “Parlamentarismo? Mas com estes parlamentares?

  1. Estava aguardando essa postagem. Já fiz menção aqui, faz alguns meses, de que Cunha mantinha na manga a emenda parlamentarista. Uma arma na mão, à espera da hora para apertar o gatilho. Parece que Cunha age na perspectiva de aproveitar a legislação eleitoral a partir do terceiro ano de mandato de Dilma II. Neste caso, a impugnação da candidatura de Dilma II (ameaçada pela delação premiada de Pessoa), implicaria a realização de uma eleição indireta pela Câmara dos Deputados, para completar o mandato. Ora, quem seria eleito para os dois anos restantes? Ele, claro! Cunha explora ardilosamente a posição de magistrado ao dizer que não se trata de um “golpe branco”, porque o parlamentarismo valeria para o próximo presidente. Neste caso, o PMDB de Cunha mata dois de uma vez. Tira Dilma do jogo, impede o retorno de Lula presidente em 2018 e, além disso, abre as portas para o PMDB fazer o primeiro ministro a partir de 2019, somados a, pelo menos, dois anos residuais do mandato de Dilma II, mais O vazio de poder e o vácuo político deixado por Dilma II, que Lula tenta desesperadamente ocupar, claramente facilita o xadrez operado por Cunha. Não vai faltar a ele, o apoio maciço da midiocracia. A sua preocupação, Kotscho, do tipo “com esses parlamentares?”, não faz a menor diferença, porque, simplesmente, quem vota a emenda parlamentarista são os deputados, diretamente interessados e sedentos para serem condôminos do poder grande, não só das emendas parlamentares. Diga-se tudo desse Cunha, mas Dilma II não poderia ter pela frente um adversário-aliado mais astucioso e disposto a arrancá-la do posto (ou seria já um poste), onde se encontra dependurada por um fio.

    1. Eu ia dizer o mesmo. Infelizmente, devemos reconhecer que a nossa América Latina ainda é ignorante o bastante para permitir a eleição de algum aventureiro bolivariano (ou que outro nome tenha) que vai tentar usar o poder para instaurar a agenda de uma minoria, censurar a imprensa, implantar “conselhos populares”, etc. Hoje é o PT, amanhã pode ser outro. E olha o desgaste que é ter que se preocupar com esse pessoal, o stress do país todo, o atraso que eles causam.

  2. Creio que o sistema “parlamentarista” está muito além da atual situação em que vivemos. Vamos precisar primeiro nos livrar da quadrilha do PT, reeleger novo Congresso, reconquistar nas pessoas, que só através da Política poderemos criar situações melhores ou piores. O PT carrega nos ombros a maior parcela de culpa, pois se apresentava como a melhor opção, e depois de uma década, tem como maior bandeira, “defender-se que não é pior do que os outros”. O problema, que a realidade já coloca um selo na testa dos petistas, como o partido mais corrupto do Brasil. A última pesquisa Datafolha apresenta o PT, que antes navegava sozinho pela preferência partidária, hoje está empatado com PSDB, na faixa dos 10%. Os brasileiros em si, pouco se preocupa com a responsabilidade na escolha dos “Deputados”, situação que só agrava a situação. Com o parlamento de hoje não seria a solução, mas de tão sem rumo que o PT colocou o País, talvez as medidas possam ser tomadas no desespero para nos livrar do PT. Como dizia meu avô…”quando se estar afogando, a pessoa se abraça até num rabo de um jacaré”! Mas, apesar do Cunha, e por considerar que a eventual opção pelo parlamentarismo, não seria feita pelo congresso atual, eu apoiaria. Talvez despertasse nas pessoas maior responsabilidade nas escolha de “seus representantes”. O PT está fazendo com que o povo perca a esperança na política e isso também é uma herança maldita. Como já citei no balaio, e já é um sentimento de muitos. “Para nos livrar do PT, só abdico de apoiar ditadura e pacto com “vermelhinho de chifres”, pois qualquer terceira opção seria bem-vida. A certeza que pior não seria! Apesar de não ser adepto de “salvadores da pátria”, adoraria que o Joaquim Barbosa liderasse esse novo desafio. Convidasse para este ciclo de liderança, o Juiz Sergio Moro, e pessoas do tipo: Bernadinho, Mailson da Nóbrega, Meirelles, e tantos outros brasileiros…

  3. “”Desde que venceu a eleição, a presidente Dilma do PT vem sofrendo varias tentativas de golpe””. A grande Midia “”é a maior responsavel por esta situação””. Se ocorrer uma “revolução como a que aconteceu em 1932 onde São Paulo lutou contra todo o restante do Brasil, a unica culpada será a grande midia””, que apoiou a ditadura (o Holocausto brasileiro) e escondeu muitas atrocidades cometida por ela; por ficar dando corda para a inconformidade do Pequeno Ditador, um menino mimado que não aceita um não. E’ bom lembrar que em Regime Parlamentarista, que “o povo brasileiro ja recusou”, “”num plebiscito feito quando o Lula ganhou a primeira eleição””; é o povo também que vota e escolhe o governante.

    1. Gesiel, o defensor do PT não conhece a própria história.
      Esse plebiscito feito de forma errada e tendenciosamente manipulado pela mídia, para que fosse votado o PRESIDENCIALISMO, não foi na primeira vitória do Lulla, mas sim, em 1993.
      Gesiel, antes de sair falando o que não sabe, procure se informar melhor.

      Em tempo. Concordo com a pergunta do texto.
      Com esses congressistas, não há sistema de governo que dê certo. Nem Parlamentarista, nem Presidencialismo, o que vem imperando no Brasil é Um’Anarquia.

      E tenho dito!

    2. Uma pequena correção: o plebiscito que definiu o país presidencialista foi em 2003, logo após a queda de Collor, já prevista pela Constituinte de 1986, que pôs o povo pra escolher também República ou Monarquia!

      1. Severino, tem alguns enganos aí no teu comentário.
        Color caiu em 1992 e o plebiscito foi realizado, logo após a queda dele, em 1993.
        Abraços,
        Ricardo Kotscho

    3. Verdade Ricardo, me desculpe errei o ano. Mas é que “é tanta manipulação da midia, como você mesmo admite em seu comentario, que a gente até se confunde”. -Não é desculpa pra errar, e por isso peço desculpas. No entanto, esse plebiscito que a midia queria que ganhasse presidencialismo, foi depois que o presidente dela, o Collor foi cassado e ela ja tentava “fabricar outro presidente”, o FHC, que reunia caracterista “bem diferente do Mario Covas”, principal nome do partido dele PSDB, e um dos maiores politicos que o Brasil ja teve, pois defendia os interesses da maioria dos brasileiros, e não de grupos esporádicos. Hoje em dia, a midia não consegue mais eleger presidente, logo não elegeria também primeiro ministro. Para a democracia do Brasil: Não faz diferença se o PT não vai mais indicar ministros do STF nesse governo Dilma; não faria diferença se caso a Dilma não conseguisse aprovar no congresso, o que ela conseguiu aprovar; como não faria diferença se tivesse outras manifestações contra a Dilma grandes como aquela de março, que não conseguiram repetir em abril; pois Enquanto “não tiver algo provando que a Dilma está ‘diretamente ligada a corrupção’, a presidente Dilma, eleita pelo povo, continuará legitimada no comando do Brasil,” e preparando Naturalmente o caminho para o seu sucessor, seja ele o Lula ou o Jaques Wagner, ja que quanto mais se aprofundam as investigações contra a corrupção, o PT aparece como o partido do governo que combate a corrupção e o PSDB, aparece como o partido que não combate a corrupção em seus governos, e que ainda tem seus politicos envolvidos nas corrupções que são feitas no governo do PT. A midia, mesmo contando com uma audiencia de 70%, que permitia fazer toda a manipulação e a omissão das informações que desejasse na epoca do FHC, ela não conseguiu ajuda-lo a eleger o Serra. Se o Lula conseguiu fazer a Dilma como sucessora, lutando contra o poder da midia, é mais uma prova de que ele foi melhor que o FHC. Portanto, essas tentativas baratas de golpes, não influenciam mais o atual povo politizado brasileiro. E se a Dilma, ao contrario do FHC, conseguir eleger o seu sucessor, será pela competencia administrativa dela, e principalmente pela vontade do povo, ja que a midia continua manipulando e omitindo informações.

  4. “Dilma II não poderia ter pela frente um adversário-aliado mais astucioso e disposto a arrancá-la do posto (ou seria já um poste), onde se encontra dependurada por um fio.(Netho – 29 de junho de 2015 – 11:01)” ///// Pois é, meus amigos, para o tucano falastrão Netho, Eduardo Cunha é apenas astucioso e disposto, pois a coragem do Netho não lhe permite adjetivar de forma apropriada os apaniguados do PIG. Se somarmos a coragem e destemor civicos de todos os coxinhas do Balaio nao garimpamos a valentia de uma galinha d’angola. Eu mereço !!!

  5. Interessante vê-los tentar votar algo que já foi rejeitado por ampla maioria da população… Os nossos políticos não conseguem aprovar coisa simples, de interesse público, como a redução da idade penal e vem querer impor suas ideias pseudo democráticas de parlamentarismo… Deveriam antes aprender a ouvir e a serem, de fato, honestos. Não confio nos senhores!

  6. Com esses politicos não da, não salva ninguém, primeiro teriamos que expurgar o senado o congresso. qual o melhor regime, com esses nossos Politicos nenhum. ou são ladrão ou são beneficiarios do roubo atráves dos partidos. qual o politico que tem coragem de denunciar a corrupção? será que tem alguém!

  7. Ainda estamos no presidencialismo; pelo menos de direito. Há quem diga que, de fato, nos últimos noventa dias, já teríamos adentrado o rito processual de um “parlamentarismo branco”. Considerando-se o presidencialismo – e que haja disposição da presidenta de ainda não jogar a toalha -, não se pode ignorar o que disseram nas últimas setenta e duas horas, dois jornalistas respeitáveis, e insuspeitos de integrarem a midiocracia nativa. Nassif e Mino, cada um ao seu modo, pedem a demissão do Ministro da Justiça. Mino vai além e sugere, também, a saida do Ministro da Casa Civil, que nem foi, coincidentemente, embarcado para a terra do tio Sam. A mídia nativa dá todos os sinais que apóia a varredura do lulopetismo do mapa. Ninguém há de negar que Dilma II, a “faxineira do Planalto” (papel de faxineira desenhado para ela no primeiro mandato, que lhe angariou popularidade fácil, como o apoio ostensivo da midiocracia, multiplicafots do espetáculo de demitir ministros a cada denúncia da imprensa), ultimamente tem ajudado muito os “golpistas”. A minha parca e superficial leitura do ambiente político, associada à minha simplória capacidade analítica, implicam concluir que os dois notáveis jornalistas não vislumbram melhor perspectiva para Dilma II com a presença de Mercadante na Casa Civil e Cardoso na Justiça. Vale dizer, os jornalistas atrás referidos admitem que há, sim, uma questão de sobrevivência, a qual encontra-se comprometida pela “incompetência” de ambos para lidar com a dimensão da crise, cuja desdobramento Mino Carta considera que já se encontra deslizando para “uma tragédia”. As duas análises – um editorial e uma coluna – assinadas pelos notáveis avaliadores da situação política, encontram-se em Carta Capital, na primeira página do portal. Até agora, nenhuma coluna jornalística houvera mencionado, tão incisivamente, a inépcia dos dois principais ministros “políticos” da presidenta Dilma. A conferir os resultados do que Lula decidiu fazer em Brasília hoje, segunda-feira, enquanto a presidenta encontra-se flanando, qual uma Maria Antonieta em busca de peças da Broadway para polir o seu verniz cultural tão alardeado pela fama de leitora voraz, ultimamente especializada em mandioca e bola de bananeira. Espera-se que a presidenta não pague o mico de pedalar pelo Central Park. A conferir se Cardoso e Mercadante permanecem na linha de frente da presidenta, mais ou menos como David Luis contra a Alemanha e Tiago Silva contra o Paraguai.

    1. Netho, quando os “insuspeitos”, creio que você para agradar o Victor Hugo, quis dizer “isentos”, “imparciais”, etc…
      Quando figuras, como as citadas escrevem assim, é típico de soldado que grita….”quem vai ficar por último para apagar a luz”?

  8. Quem faz o aluno não é a escola. é o próprio aluno.quem faz o congresso sério, são políticos sérios, mas é o que está faltando.

  9. Seu comentário me faz lembrar o saudoso Dr.Uysses Guimarães,honrado,decente e sério,olharia esse Congresso com aquele indecifrável olhar de peixe morto(a vida imitando a arte,morreu no mar),”está ruim com esse,o que vem será bem pior”.A politica brasileira não merecia forjar nas suas hostes uma liderança como Eduardo Cunha.Estaria eu suspeito de imitir qualquer opinião sobre essa figura abominável,dada as minhas predileções politicas,vamos combinar.Invoco a meu favor a quantidade de processos em diversas Instancias e Tribunais, que responde essa figura nefasta da politica nacional.Elas se consolidam na esmagadora maioria dos casos, quando existem vácuo de poder,quando o governo não governa,ou simplesmente abdica de governar.O conglomerado mafimidiatico ocupou parte do vazio,Eduardo Cunha mancomunada como ela,ocupou o resto.É justamente isso que está acontecendo.Não me canso de repetir,e repitirei quantas vezes se fizer necessário e proclamo, a Presidenta Dilma Roussef,politicamente falando,foi o maior desastre que aconteceu ao País no pós-redemocratização.A sua incapacidade de entender o mundo politico brasileiro é um verdadeiro drama hamletiano.Não posso acreditar que um animal politico como Lula,não se desse conta dessa tragédia.Esse congresso que aí está,em particular a liderança de Eduardo Cunha nasceu,cresceu e ganhou corpo,na inoperância da Presidenta.A Presidenta jamais disputou uma eleição,que eu saiba,para síndica de Condominio.Como isso poderia dar certo Ricardo?O poder que tudo pode,se me faço entender,que ora se transferiu para a Vara Federal de Sergio Moro em Curitiba,cobra um preço altíssimo quando se falha na sua aplicação.As faturas apenas começaram a chegar,quando o termo de quitação pousar sobre a mesa,saberemos exatamente o tamanho do preço a pagar.Antecipo,será alto,altíssimo,muito mais alto do que podemos imaginar.Infelizmente.

  10. “Apesar de não ser adepto de “salvadores da pátria”, adoraria que o Joaquim Barbosa liderasse esse novo desafio”. (Gilvanildo Costa – 29 de junho de 2015 – 13:19) // É ou não é um, um pândego, o Gilvanildo !!! Ele não quer um salvador da Pátria, ele quer o Joaquim Barbosa !!!! Gilvanildo, quem nomeou o Ministro Joaquim Barbosa foi Lula !!! Ou seja, se dependessemos dos anti-PT’s estúpidos feito você, não teriamos Joaquim Barbosa e voce teria que se contentar com Gilmar Mendes, herança benigna de FHC. Joaquim Barbosa é herança maligna de Lula !!!! Caiu a ficha, sua anta ?!! Porque voce nao diz logo que quer o Gilmar “Dantas” pra presidente ? Confessa, Gilvanildo, voce quer, na verdade, qualquer banqueiro (de preferência do Itaú), qualquer empreiteiro destes da Lava Jato que doaram mais pra Aécio (R$ 8.7000.000,00) que pra Dilma (7.5000.000,00), Ronaldo Caiado, Demóstenes Torres, Aécio Neves, Geraldo Alckmin, Beto Richa, etc…. Gilvanildo, é muita burrice de sua parte querer qualquer um que nao seja o PT, que só chegou ao poder em 2003, exatamente pra acabar com todas essas as mazelas !!! Precisa que desenhemos pra você ? Tá bom, Gilvanildo, vou desenhar, então: nós fizemos nossa parte: elegemos Lula que nomeou Joaquim Barbosa. Agora faça sua parte, idiota !!!!Eu mereço.

    1. Até quando o sr. Ricardo Kotscho vai permitir que esse cidadão de nome Victor Hugo continue ofendendo os outros gratuitamente?
      Ou estúpido, anta e idiota agora fazem parte de um debate que já é bem acalorado, seja aqui neste blog ou fora dele?

    2. Obrigado Milena.. Finalmente alguém além de mim, considera ultrajante, ofensiva e desrespeitosa a maneira que principalmente o Victor Hugo se expressa aqui no mural. Eu procuro sempre fazer as crísticas ao PT, a Dilma e ao Lula, e toda sua trupe. Mas sempre o dito cujo, responde tentando desqualificar, apelando para todos tipos de ofensas, xingamentos, linguagem chula, etc. Concordo, que ao ser xingado, procuro também demonstrar que ele, ou quem for não é o dono da verdade, e claro, não teria nenhum motivo de tratá-lo como “Alice no País das Maravilhas”. Concordo que qualquer um pode fazer suas críticas ao PT, PSDB, PSOL, etc, bem como ao Lula, Aécio, Marina, FHC, Pimentel, Beto Richa ou seja quem for. O que sempre venho reclamando é sobre os adjetivos que muitos aqui usam para tentar desqualificar quem postou sua crítica. Até ameaças veladas foram postadas aqui, mas ninguém é tão mal educado, desrespeitoso, ofensivo e destemperado como o Victor Hugo.

    3. Concordo com o comentário de Milena (20:09). Os termos escolhidos pela pessoa que se autointitula Victor Hugo, para participar dos debates neste blog, são desrespeitosos e agressivos. Em vez de discutir ideias ele prefere o caminho fácil da agressão. É um desrespeito, inclusive, ao próprio espaço de debate criado por Ricardo Kotscho.

  11. Pois é, a gente imagina, mas não tem certeza de qual seria o resultado. Mas no caso da Dilminha com sua equipe, Arno Agustin et caterva, a gente tem certeza, não é mesmo ?

  12. Quero que a investigação sobre a participação deste deputado presidente nas roubalheiras do lava jato sejam concluídas. Não foi à toa que citaram o nome dele… Cade a conclusão? Rico demais… hipócrita demais. Se usa da igreja e dos fieis para enganar e ceder sua gana de poder. Ele tem que cair fora junto com a corja do PT.

  13. Pois é Sr.Kotscho.
    Veja o sr. que a presidente Dilma encontrou-se com, nada mais nada menos que Rupert Murdoch que, é sabido, trata-se do Imperador do PIG.
    Há comentários que a presidente Dilma irá, de forma um tanto ou quanto acambrunhada. pedir desculpas ao Obama por ter ,inadvertidamente exigido dele que se desculpasse no episódio da espionagem. Dilma não sabia e, os Bolivarianos que a assessoram não a informaram que os EUA jamais pediram ou pedirão desculpas desculpas para ninguém.
    Torço para que a presidente seja tão bem sucedida nos EUA, como foi o Lula no seu encontro com Busch logos após ter vencido as eleições em 2002. À época ,Busch sugeriu o nome do presidente do BC, que Lula acatou na hora. Foi um sucesso.

    1. Sr. Luiz Carlos,
      não escreva as coisas sem saber, chutando para todo lado.
      Quem foi que te falou que Bush sugeriu ao Lula o nome do presidente do BC, Henrique Meirelles?
      Posso te garantir que isto nunca aconteceu porque Lula escolheu Meirelles antes da viagem.
      Só estou publicando teu comentário para mostrar aos outros leitores como se escreve bobagem na internet, sem nenhuma responsabilidade, nem compromisso com os fatos.
      Deste fato, eu fui testemunha.
      Atenciosamente,
      Ricardo Kotscho

    2. Lula ,Sr. Kotscho, era até outubro de 2002, na cabeça de Busch, o Aiotolá Tropical, e quem muito lutou para desfazer esta imagem negativa foi FHC que, na transição, já havia combinado com Lula a manutenção dos pilares básicos da economia calcados no Palano Real. O PT se apropriaria das políticas econômicas de câmbio flutuante, superávit primário, metas de inflação e responsabilidade fiscal”. A época os jornais americanos passaram a chamar Lula de “ex-revolucionário” (“Los Angeles Times”) e um “es­querdista com um toque de livre-mercado” (“Washington Post”).
      Busch, é certo, não indicou o nome de Meirelles ,mas, com a ajuda da então embaixadora Donna Hrinak traçou o perfil do presidente do BC, a quem, o departamento de Estado dos EUA, considerava peça chave na condução da política economica liberal. E assim foi feito e a história mostra que eu não escrevi bobagens.
      Tanto é Sr. Kotscho que ,a VEJA, à época, repito , saiu com uma capa na qual Busch era mostrado com as vestes do Imperador Romano, tal a importância dele na formação e no posicionamento do governo de Lula no 1º mandato, que, vamos ser sinceros ,foi um sucesso total e absoluto.
      E foi por isso Sr.Kotscho, que os petistas autênticos foram expulsos do partido ,tanto por esta aproximação com Busch como pela indicação de Meirelles para o BC. Lembrado ainda para o Sr. e os seus leitores que, Meirelles foi eleito deputado Federal pelo PSDB e, na sua gestão foi blindado por Lula, a quem foi dado o status de ministro.

    3. …Síndrome de Senzala em estado irreversível, o sonho deste pobre Velho era ter nascido na Flórida, como não aconteceu, vive sonhando que os americanos, ao elegerem seus presidentes, estejam elegendo também os do Brasil.É bem verdade que isto já aconteceu no passado, mas…

    4. Mestre balaieiro, ia dar uma de oráculo, logo após mais uma escancarada demonstração, agora sua, que tal comentarista é pródigo em faltar com a verdade, antecipando que ressurgiria em tréplica, incorporando “Houdini” e tentando através de ilusionismo charlatão, fazer acreditarem que mais esse escancarado faltar com a verdade, contumaz, não chega a ser uma mentira, ou melhor, com certo fumacê de gelo seco, jogo de espelhos, tempestade de fatos de dispersão e um tal de Busch (será o Gardens?), pode até mesmo vir a ser uma verdade, e não deu outra. Como sempre digo, morro e não rio tudo que essa espécie de hilários aspirantes a serviçais da Casa Grande nos proporcionam, quer por falta de in formação, quer pelo cinismo praticante à ignorância terceira, caso do aspirante em questão.

  14. Que coisa….até o senador Aloysio Nunes?………..entre um pixulequinho e um pixulecão, chego a conclusão, que Brasilia tem o maior e melhor presidio do Brasil…..”pavilhão do congresso”, é a papuda top de nossa nação……….

  15. Por um lapso,no meu comentário anterior deixei de mencionar a entourage da Presidenta.Para isso conto com o formidável artigo de Luciano Martins Costa no Obsevatorio de Imprensa- Batalha da Comunicação ou Guerra de Extermínio.O recém chegado Mimistro da Comunicação Social Edinho Silva,anota Martins Costa,o que parecia ser uma grata promessa,saiu-se com essa pérola quando chamado para falar sobre a regulação da mafiamidiatica”faremos um amplo debate sobre esse tema”.Quis sair de fininho,achando covardemente que seria poupado.Imediatamente após sua fala,jogaram-no na missa encomendada da Lava a Jato.Aloisio Mercadante,Zé Eduardo Cardoso,Ricardo Berzoini e o novato Edinho Silva,para ficar só nessas nulidades,desgraçadamente infelicitam esse desgoverno,e envergonham o PT.Um dos maiores amigos de Ricardo Kotscho,o grande brasileiro José de Alencar Gomes da Silva,ex Vice Presidente da República,já falecido,nos ensinava sabiamente “o pior é a desonra”.Sequer esse ensinamento o governo aprendeu.

  16. As coisas no PT não está nada fácil. O Lula aproveita a ausência da Dilma em Brasília e promove uma “reunião” com os parlamentares do ParTido. Se entre os religiosos o Lula já não poupou sua pupila, dá para imaginar entre os seus. Temendo que as “cobras e lagartas” que seriam ditas, eis que surgiu uma idéia inusitada. Todos os celulares foram confiscados na entrada da reunião. Foi-se o tempo que os petistas confiavam nos seus! Como diria o Milton Leite…”Que faaaaase”! kkkkkk

    1. Comédia. A presidente viaja e assume o vice, ou seja, temos dois presidentes em exercício, um dentro e um fora. Temos também co-presidente, que governa junto com a presidente que não governa. Agora, o co-presidente, assume o comando da oposição. Haja índio para esse tanto de cacique!

  17. Sobre arrecadação para campanha, uma história da minha cidade que pode ser ilustrativa. Um coronel do MDB/PMDB, desses muito corrupto e atrasado (raridade!), permaneceu na prefeitura por mais de 5 décadas, diretamente ou usando algum aliado testa de ferro. Sua campanha era sempre a mais rica. Na época da eleição, ele era famoso por ter o que chamavam de O Livro do Fulano (Seu nome), era o livro no qual ele anotava os valores arrecadados para sua campanha. Seus informantes descobriam o valor arrecadado por seus adversários, ele anotava o nome do doador em seu livro e o valor doado na frente. Quando ia, pessoalmente ou mandava seus capangas arrecadar, o doador era obrigado a cobrir o valor que doara ao outro candidato. Se o sujeito não doasse, ou doasse menos do que doara ao seu concorrente, era vítima de toda sorte de fiscalização em seu estabelecimento, sanitária, estadual, federal, etc. etc. Há um caso famoso, do dono de fabrica de mortadela, que comprava cavalos velhos para usar como ingrediente, por não doar o que o meliante queria, teve a fábrica do embutido fechada pela fiscalização. Ficamos sem uma ótima mortadela.

  18. É quase inimaginável como a Mulher Sapiens pode piorar o que fala. Comparar a delação premiada que está acontecendo hoje, com as confissões arrancadas sob tortura nos porões da ditadura… Como ela já falou da mandioca, vamos torcer para que ela fique calada, ou que fale dos benefícios de comer taioba.

  19. Vem aí o Quarto Turno, nossa extrema direita travestida de centristas, quer o Poder De Qualquer forma, o Povo Não Pode Mais Estar no Poder Do Brasil, tem que ser a elite e as forças econômicas.

  20. Kotscho, peço desculpas ao Gilvanildo, às antas e aos demais Baleirios. Prometo ser mais polido. Mas terei direito de exigir censura póstuma àqueles que me caluniam calhordamente, acusando-me de ter boquinhas no PT ? Voce é acusado de tudo aqui no seu próprio blog. O Velho mente descaradamente desde sua primeira participação e voce mesmo acaba de flagrá-lo em mais uma de suas mentiras covardes e canalhas contra Lula. Difamar e caluniar-nos a bel prazer é permitido. Chamar de “anta” os que nos caluniam, não. Absurdo, não acha ? Esterilizar o Balaio vai apenas transformá-lo em mais um blog da Internet. Somente um imbecil prefere ser caluniado a ser chamado de anta quando diz asneira no Balaio. Eu mesmo errei bisonhamente ao grafar os valores doados pela UTC às campanhas de Dilma e Aécio no comentário de ontem – 15:58. Então permita-me: Victor Hugo, sua anta, voce é um imbecil analfabeto de pai e mãe, pois não sabe grafar corretamente uma determinada quantidade de reais !!! Milena e Thereza Martins, não devemos levar muito a sério nossa estupidez, como bem lembrou um dos mais geniais Balaieiros de todos os tempos, em comentário anterior. Abração, Everaldo e demais Balaieiros !!!

    1. Pois é Victor Hugildo… Novamente irei divergir de você, o que certamente só nos faz estar ainda mais convictos que estamos certos. Nunca postei aqui torcendo que você concordasse comigo, longe disso. A minha divergência desta vez, é que para você, o Balaio se tornaria menos atrativo, caso as discussões passem a não ter ofensas, xingamentos e tentativas de desqualificar qualquer emissor de postagem no mesmo. Ao contrário, mesmo que seu “pedido de desculpas” tenha vindo de forma transversal, e carregado de ironias, ainda assim, eu considerei válido, inclusive quando dizes que serás mais polido. O seu problema é considerar, que quem não concorda com você seja apenas mais uma analfabeto, indigente, etc, e que sua opinião deva ser aceita como verdade absoluta. Não irei poupar de criticar quem quer que seja, e também rebater opiniões que eu considere errada, e/ou contra producente, mas vou respeitar a opinião do emissor, toda vez ele fizer por merecer…

  21. eu nunca perco uma entrevista da Dilma….É muito engracada…só pode estar sob efeito de algum medicamento…nunca na história desse país tanta besteira saiu da boca de um presidente….vcs viram o rap da mandioca? hilário…..éu ma país de palhacoes mesmo…

  22. Depois de ser mais uma vez ridicularizado por suas mentiras, sandices e baboseiras, só resta ao Luiz Carlos Velho sair de fininho pra retornar daqui a dois meses reclamando, como sempre faz, de ter sido expulso do Balaio. Êêê, Velho, voce não toma jeito !!!!! Gilvanildo, meu filho, começe aí uma contagem regressiva para o retorno do “cara de peroba”. (Eu mereço !!!!)

  23. Pois é Sr.Kotscho, insisto ,há leitores seu confundindo doação com extorsão .São coisas absolutamente diferentes.
    A PF não está rastreando doações ,até porque não poderia ,uma vez que é legal .Doação é o ato de oferecer espontaneamente alguma coisa a alguém, como ,por exemplo; sangue, alimentos, dinheiro. ou transferi bens ou benefícios do seu patrimônio a outra pessoa ou instituição.
    Já extorsão é o Uso de ameaças para obter dinheiro de alguém. É também uma ”contribuição” forçada, que se transforma num crime de concussão e usurpação.
    O que vimos na Petrobras e na tesouraria do PT se enquadra perfeitamente em crime de extorsão mediante ameaça, pois, como demonstrou o Dr.da UTC, a coisa era na base do ”dá ou desce”
    Por favor Sr.Kotscho, repasse isso para seus leitores.
    Para ilustrar. O bando de Lampíão também tinha o seu ”tesoureiro” que usava naqueles tempos as mesmas técnicas de extorsivas atuais. O tesoureiro do bando era o cangaceiro CANDIEIRO que seguia na frente e adentrava às localidades que iam ser atacadas e exigia pagamentos das comunidades para livrá-las do ataque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *