PT e PSDB de papéis trocados nas aposentadorias

PT e PSDB de papéis trocados nas aposentadorias

Primeiras notícias do dia:

* arrecadação do governo cai 4%, o pior resultado em cinco anos;

* índice de desemprego sobe para 6,7%, o maior registrado no mesmo período.

Enquanto isso, na Câmara, deputados voltam de surpresa ao plenário para votar um projeto que não estava na pauta e aprovam mais benefícios para todos os aposentados e pensionistas, que podem aumentar em R$ 9 bilhões, já este ano, as despesas com a Previdência.

Como comentei no Jornal da Record News de terça-feira, está em marcha um movimento na Câmara para fazer exatamente o contrário do que o governo pretendia com o pacote fiscal para reequilibrar as contas públicas: a cada votação, fazem o possível para aumentar os gastos, sem permitir aumentos na arrecadação. O buraco aumenta e as contas simplesmente não fecham. Aonde querem chegar?

Nada tenho, é claro, contra um aumento justo dos aposentados, já que sou um deles. O problema é que se o sistema quebrar não vai sobrar nada para ninguém, mas na Câmara não parecem preocupados com isso. Em sua coluna na Folha desta quinta-feira, Vinicius Torres Freire definiu bem o que se passa neste momento de esquizofrenia partidária: “Não há liderança responsável no Congresso, ao contrário. Há maltas incontroláveis de depredadores”.

Acrescento: não há mais referências políticas confiáveis nem no governo nem na oposição. Basta ver o que aconteceu na votação da proposta estendendo os benefícios a todos os aposentados na medida provisória que prorroga a política de valorização do mínimo, aprovada por 206 a 179 votos.

De um lado, contrário à proposta que beneficia trabalhadores e aumenta as despesas do governo, ficou o PT, com os votos de 49 dos seus 51 deputados. No extremo oposto, o PSDB  votou unido a favor da medida, assumindo agora o papel de defensor dos aposentados, depois de ter criado o fator previdenciário no governo FHC.

Ou seja, os dois grandes adversários na política nacional inverteram os papéis:  tucanos defendendo os interesses dos trabalhadores, sem dar bola para o equilíbrio fiscal; petistas obrigados a votar contra, em defesa da política econômica neoliberal adotada pelo governo, que até outro dia era a grande bandeira do seu adversário.

Nada mais surpreende neste cenário no qual os partidos cedem lugar a bancadas temáticas de interesses e, acima de tudo, na defesa dos pleitos individuais dos parlamentares no toma-lá-dá-cá institucionalizado neste interminável processo de repartição de cargos e emendas parlamentares comandado pelo vice Michel Temer e o ministro Aloisio Mercadante, com cada um remando para lados diferentes.

Foi o que aconteceu na votação da emenda das aposentadorias, usada pelos descontentes como pretexto para mostrar ao governo sua insatisfação com a demora na distribuição das prebendas prometidas pelo Palácio do Planalto. O sucessivo adiamento da votação do texto básico do projeto sobre a mudança tributária também é resultado desta insatisfação dos nossos insaciáveis parlamentares.

E assim ficamos sem saber se a crise política é consequência da crise econômica ou vice-versa, já que uma vai alimentando a outra. O fato é que a cada dia fica mais difícil enxergar uma luz no fim do túnel. Agora não adianta procurar culpados. Precisamos encontrar saídas.

E vamos que vamos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

35 thoughts on “PT e PSDB de papéis trocados nas aposentadorias

  1. “Agora não adianta procurar culpados. Precisamos encontrar saídas”

    …negativo, nobre colunista. Os culpados dessa m. toda devem ser achados e condenados. Chega de “passar a mao na cabeca de quem nos sacaneia”…chega.

  2. Culpa do FHC e os eleitores do Sul e Sudeste! E falo isso com toda convicção. Em 2002, o Serra foi derrotado por Lula, com expressiva votação do Sul e Sudeste, e ao contrário do Lula, que fez de sua pupila uma “Celso Pitta de saias”, o FHC não moveu uma palha para eleger o Serra. Ao contrário, em nome de “polimento político” ou de um suposto excesso de “Estadista” deixou o Lula vencer as eleições. Se não bastasse, logo que explodiu o escândalo do mensalão, a popularidade do Lula já estava lá embaixo, eis que o FHC achou que Lula morreria politicamente sozinho…Sem ser combatido (como será agora, ainda que depois do rombo causado, típico de quem fecha a porta depois de roubado), o Lula se uniu com que tinha de pior, ganhou força política no Congresso, fez o que quis sem ser incomodado (pois pagava muito bem pra isso), veio a popularidade em consequência de suas políticas populistas, enfim, roteiro já mais que conhecido. Hoje o que resta é um governo combalido, e uma oposição que tenta tardiamente fazer oposição. Ainda bem, que o novo governo, seja em 2018 ou antes (depende de como, e em quê, esse desgoverno vai continuar de pé), poderá agir em terra arrasada sem o peso do pecado cometido. Difícil ou impossível seria governar agora, com o PT na oposição e posando de vítima. Propagandeando ao povo que “tinham avisado”…”que bastou a oposição assumir para criar uma crise”, “que a culpa é do Aécio”, pois enquanto o PT estava lá, a inflação estava controlada, a Gasolina custava 2,30, o emprego estava estava em pleno vapor, a energia estava barata, etc…” E o rombo crescendo, crescendo…Passou a eleição… “BUUUUUUMMMMM”, explodiu!
    Bom que eles estejam pagando pelos pecados cometidos por eles mesmo, e que os brasileiros, desta geração, enquanto vida tiverem não se deixem levar por falácias de populistas oportunistas! O Brasil vai dá a volta por cima… E torço que possa começar em Breve!
    E por falar em brevidade, só faltam 52 dias, para um novo grito nas ruas dos brasileiros que vestem VERDE E AMARELO, E NÃO VERMELHO! Os brasileiros que não querem pagar a conta deixada pelos roubos do PT e sua quadrilha de empreiteiros, de imperadores “X’ de Petróleo ou de donos de “frigoríficos”. Os brasileiros que resistem a irem junto com o PT para VOLUME MORTO.
    A pergunta é… Você quer que o Brasil e os brasileiros vá para O VOLUME MORTO JUNTO COM O PT, ou prefere lutar para isso não acontecer?
    “NÃO IREMOS PARA O VOLUME MORTO COM O PT”…
    “NÃO IREMOS PARA O VOLUME MORTO COM O PT”…
    “NÃO IREMOS PARA O VOLUME MORTO COM O PT”…

    1. Gilvan,
      favor não mandar mais comentários em caixa alta (só letras maiúsculas) porque isso contraria as normas do blog. Ninguém aqui é surdo nem cego.
      Abraços,
      Ricardo Kotscho

    2. “Desculpa, chefe! (não usarei a desculpa de que outros também usam, porque isso é coisa de petista). Apenas me desculpo e passarei a me policiar quanto ao uso indevido de letras em “caixa alta”!

  3. Não te tornes um caso perdido, quanto a presidente” Dilma, lula e sua turma.SALVE A TI MESMO O KOTSCHO!.O recente “discurso” da presidente,onde a mesmadentre outras coisas)admite a existência de “mulher sapiens” depois da bola().Outra,o passeio dos camaradas senadores petistas com o dinheiro PÚBLICO,em visita ao monstrengo político,acenando mais uma vez em apoio ás suas medidas. É UM CASO PERDIDO!!!.Com certeza os presos políticos venezuelanos não serão visitados.

  4. Sr Kotscho.
    O reajuste, segundo o que foi votado ,se daria normalmente como já se faz; a reposição da inflação pelo INPC. Com a lei, soma-se a isso o crescimento do PIB do ano anterior, Se for aprovada, o reajuste se daria somente em 2016 e, como o PIB de 2015 será abaixo de zero, o que virá de reajuste acima do INPC é zero também.
    Mas há propostas em discussão para à reposição das perdas em relação ao mínimo desde 2001. Neste caso sim, a coisa iria para 80% de reajustes nos benefícios.
    Não nos esqueçamos jamais que Lula pregava exatamente isso para os aposentados, quando na oposição; indexação ao mínimo e com reajustes reais”” Tempo bom”’, quando se falava o que queria e o s Zemanés acreditavam. Lula confessa ,em vídeo, que mentia adoidado até para plateias de gente dos óios verdi e ,até eles , os zóioverdi aplaudiam.

  5. É triste minha conclusão….porque precisamos desses canalhas, se eles só pensam no poder?….a coisa pode ficar tão feia economicamente e politicamente que não será difícil vermos novamente Chico Buarque e Geraldo Vandré, nas paradas de sucesso.

  6. Acredito que os congressistas estão certo. Errado está a presidente Dilma que fica jogando pedras no fardo dos trabalhadores para os trabalhadores carregar. Ela não pode jogar toda a carga da sua irresponsabilidade ao gastar demais para a classe produtora (trabalhadores e empresários ) pagar. Ela tem que fazer a sua parte. No lugar dela eu devolveria o Joaquim Levy ao Bradesco. Eliminaria pelo menos a metade dos ministérios. eliminaria alguns miliares de cargos comissionados e cancelaria todos esses projetos para tirar o couro dos trabalhadores. Apoio politico ela já não tem mais. Poderia ser que assim ela reconquistaria o apoio da população.

  7. Mestre, não adianta discutir o acessório mais recente desenfornado no congresso, se não relacionarmos ao essencial, a operação que imobiliza o governo, a economia e que permite o baile da Dona Aurora permanente, comandado por Dudu Cunha, Renan e Seus BBBlues’s Caps, no planalto. Pois aqui na planície, está mais fácil passar descalço por brasas na fogueira, que continuar a engolir essa farsa que crepita insidiosamente, sob silêncio obsequioso do governo que a consente, na subsidiária da vanguarda do atraso, a República de Curitiba, sob fervoroso patrocínio do Santo Monopólio da Mídia, que agora reforma o mandamento de Ricupero, “Eu não tenho escrúpulos; o que é bom a gente fatura, o que é ruim a gente esconde”, para pior, ao trocar o “esconde” pelo “desinforma”. Vejamos esse último factoide estapafúrdio, o “bilhete de Marcelo Odebrecht”, como se já não bastasse as pantominas assacadas contra a família Vaccari, verdadeiros chistes e chicanas de quinta categoria, levantados para escamotear o fato de não terem conseguido uma mísera prova sequer contra o tesoureiro do PT, além das manjadas delações de confessos bandidos premiados, como pedia o roteiro da farsa, agora a camarilha golpista, através da desinformação, quer fazer com que todos os brasileiros encarapucem-se como coxinhas idiotas e acreditem que Marcelo Odebrecht (outro item do roteiro) pediu a advogados que destruíssem e-mail que está com o diretor moro e disponível na Nuvem, para esconderem as fragilidades que não sustentam e embasam essa prisão, cujo objetivo nada tem a ver com justiça e sim com política, economia, com o poder, visando tira-lo do controle dos que há doze anos e meio, dificultam fartarem-se do cofre e recursos da nação brasileira, como dantes, por quinhentos e dois anos, salvo breve intervalo. O que essa gente está pensando, se na realidade estão nus, pelados e gritando “pega ladrão”, com as duas mãos velhacas ainda enfiadas em nossos bolsos, através das instituições da república que dominam e utilizam para tentar dar o golpe jurídico-midiático, que viabilize total liberdade ao patrimonialismo hereditário que os sustenta nababescamente, à custa da desigualdade e miséria de milhões de neo-escravos brasileiros, desde sempre, com a ajuda agora prestimosa da descartável ignorância política coxinha e de seus tradicionais médios fiéis, capatazes, feitores e capitães-do-mato, eternos aspirantes a anacrônica Casa Grande. Cadê o menino, mestre? É que precisamos no momento.

  8. Parece que a oposição se inspira na pior característica do PT quando este era oposição, se favorece o governo sou contra: Ex: Constituição de 88, Plano Real, etc e etc. O país que se dane, o que importa é o projeto de poder.

    1. Concordo com você. Até porque pretendem assumir a presidência em breve, e estas contas estourarão mais adiante, no colo deles. Atitude condenável de nossa oposição. Ou seja, demoraram a agir, e agora querem se passar como “petistas de oposição”?. E convenhamos, imitar o PT é o fim da picada!
      Joaquim Barbóóóóósaaaaaaaaaaaa?????
      Aonde você estáááááááááááááááá?????

  9. “Papéis trocados”?Quando foi a ultima vez que o PT defendeu efetivamente os trabalhadores?Só defende medidas que beneficiam o proprio partido(triplicou o fundo partidario) e medidas que o façam perpetuar no poder.Graças a Deus em 2016 esses malditos serão aniquilados nas eleições municipais e em 2018 será a pá de cal,pena que demoraremos 3 décadas pra recuperar a nocividade implantada pelo partido das boquinhas.OBS:Será que a comitiva petista irá receber as mesmas criticas que a oposição recebeu aqui pela viajem a Venezuela?Dúvido!

    1. Bem lembrado Gilmar…
      Creio que o Kotscho, único jornalista “chapa branca” com lampejos de imparcialidade, e por isso ganhou a confiança daqueles que não concordam com as malandragens petistas, certamente já esteja com um post no forno. O problema, que de tão insignificante são, os senadores que foram desde ontem, que não se ver uma linha na imprensa. Acho que o Kotscho esteja esperando chegar às 19:00h, que provavelmente, a “A Voz do Brasil”, dirá se ao menos se já aterrizaram na Venezuela!

      1. Gilvan,
        aqui não tem chapa branca nem chapa preta. Só se faz jornalismo, sem cores nem adjetivos.
        Espero que a nossa imprensa dê ao novo grupo de senadores brasileiros que foi à Venezuela a mesma cobertura dada ao anterior organizado pela oposição. Eu não tenho equipe repórteres na Venezuela, só posso comentar o que está publicado. Trabalho sozinho.
        Ricardo Kotscho

  10. Srº Kotscho.
    É repetitivo ,mas a insistência do seu leitor DIAS. em reclamar da regulação da mídia— tema já morto e sepultado no Congresso— usando o dispositivo Constitucional para criar embaraços e censura disfarçada, tenho que dizer que, pela CF o executivo só entra no momento da outorga, mesmo assim tem que ser aprovada pelo Congresso. Nos cancelamentos ,cassações ,renovações e demais atos, tudo é decidido pela lei. O governo Central é mero expectador, na questão da mídia,
    Veja Sr.Kotscho:
    Art. 223. Compete ao Poder Executivo outorgar e renovar concessão, permissão e autorização para o serviço de radiodifusão sonora e de sons e imagens, observado o princípio da complementaridade dos sistemas privado, público e estatal.
    Mas ,atenção, muita atenção!
    § 1º – O Congresso Nacional apreciará o ato a contar do recebimento da mensagem.
    § 2º – A não-renovação da concessão ou permissão dependerá de aprovação de, no mínimo, dois quintos do Congresso Nacional, em votação nominal.
    § 3º – O ato de outorga ou renovação somente produzirá efeitos legais após deliberação do Congresso Nacional, na forma dos parágrafos anteriores.
    § 4º – O cancelamento da concessão ou permissão, antes de vencido o prazo, depende de decisão judicial.
    Avisa o DIAS aí que, felizmente, no Brasil, não tem Rafaelito, Maduro ,Evito ,Sandinistas e assemelhados. Tem uma lei em vigor.
    E no Brasil não há monopólio e nem oligopólio. O Estado brasileiro sim, conta com mais de 700 emissoras de rádio e uns 10 ou 20 canais de TV. Todos deficitários e com audiência zero.

    1. Em observância, a agreste filosofia do “pau que nasce torto, morre torto”, ao objetivo alcançado em revela-lo e a insistência infinita em transformar o faltar com a verdade em fumaça de dispersão para iludir a plateia, fica promovido a “Houdini do terceiro milênio”, mais adequado e representativo, porém com viés de alta para “Midas da Desinformação”, caso extrapole na seara de transformar a verdade dos fatos, “mutatis mutandis” por conveniência malandra do atraso, no Balaio.

    2. Hei Dias, vc nao falou alhos com bugalhos. O Velho veio com argumentos e dados. Vc deve refutar ou aceitar estes dados com evidências em uma racionalidade lógica. Vamos aprender a discutir com a cabeca e nao com a barriga.

    3. Sr. Desaveloso, mesmo sabendo da dificuldade de coxinhas em intelecção de texto, não facilitarei a sua ignorância no fato, debulhando o texto em questão para alimenta-lo à compreensão. Vá à origem, quando o então “Pinóquio”, agora “Houdini”, em comentário desinforma sobre vários fatos, entre eles a regulação da mídia. Em comentário, contradito e exponho, com fatos comprováveis, ter faltado com a verdade em todos. Reage em tréplica tentando iludir e é novamente contraditado e exposto, agarrado a desinformação. Insiste com esse comentário, agora apenas com a regulação da mídia e dizendo-me insistente, quando na realidade o ilusionista reincidente e que tenta iludir com citações que são parte da questão, mas não o fulcro, é ele, que faz-se de desavisado pois sabe que os alvos de suas perpetrações, alguns fãs, como no caso, não passam realmente disso, desavisados convictos. Vá pesquise, leia todos os comentários relativos, tente compreender, consulte fontes para estabelecer onde está a verdade factual e depois, se tiver …. (escolha a opção), volte ao Balaio para dizer-se ao menos equivocado, pois desavisado já sei.

  11. Desculpe, Kotscho, se permitir, estou reproduzindo meu texto, vi que tinha palavras “comidas”.

    “Estamos de pernas pro ar?”
    _____________________________________________________________

    “Quem pensa que o PT morreu, engana-se, ele esta nascendo de novo, e quem pensa que o Lula morreu, engana-se, ele esta mais vivo do que nunca.”

    __________________________________________________________________

    Passado as eleições de 2014, chego a conclusão, o PT renasce e o Lula esta de cara nova………será?, …quem não se lembra dos debates entre Aécio x Dilma na TV?……..Aécio prometendo a continuidade dos pacotes de “bondade” do PT e pasmem…a ampliação desses pacotes a outros setores da sociedade (é o Lula rejuvenescido), do outro lado Dilma dizendo “nem que vaca tussa”, a vaca tossiu, depois das eleições, e com ela PT morreu.

    ______________________________________________________________

    Após as eleições, estamos vendo o PT com seus pacotes de “maldades”, juros altos, mais impostos, desemprego, lutando para a não aprovação da mudança do fator previdenciário e ainda lutando pela não mudança do cálculo de todos os aposentados…..concluo…o PT antigo faliu, mas o “novo PT” contesta as “maldades econômicas” e aprova o que tudo antes contestava.

    _______________________________________________________________

    O lula de antes foi a Gaza querendo resolver as questões políticas por lá, o “Lula” de hoje foi a Venezuela querendo resolver as questões políticas por lá……….O Lula de antes, muda seus discursos hoje, o “Lula” de hoje mantém seus discursos de ontem…..impeachement já…a Petrobras é nossa…..chega de juros altos, aumento de gasolina……

    __________________________________________________________________-

    “Os pobres realmente não sabem a riqueza que eles tem”,….. mas não tenham dúvidas, que os políticos, os chefes religiosos, e outros setores, sabem muito bem a “riqueza” dessa força chamada pobreza.

    ____________________________________________________________________

    É a vida que anda, ops!….desculpe,…..”se estamos de pernas pro ar, plantando bananeira (e não a mandioca da Dilma) ela não anda, estamos indo de braçadas, curtas e lentas de pernas pro ar, pelo Brasil afora”.

    1. E se fosse verdade…?
      Certo, agora escreve, sem meias verdades, que você quer dizer com isso?
      Confesso que li seu comentário, quando pensei que estivesse no fim, parecia do começo, e quando pensei que estava concluindo ele estava no meio…

    2. eu tenho a resposta a crise, a falta de honestidade dos politico, falta de vergonha na cara deles, falta de preparo para gerenciar problemas, falta de inteligencia porque muitos não sabem nem o que estão fazendo no congresso ( tanto o executivo como o legislativo), e essa cambada de analfabetos politico acham que por estar no congresso mandam e desmandam, se fosse um pais serio todos independente de siglas partidarias( total de 30) estariam sim pensando em resolver o que e melhor para a nossa nação, porque com tanta arrecadação e o pais sofrendo na area da saude, educação e segurança, e eles metendo a mão em dinheiro facil, porque com tanta corrupção acho que esta sobrando …. ou eles sinceramente são incapazes de governar um pais como o Brasil, que tudo que se planta nasce inclusive incompetencia( politico corrupto), esta na hora deles pararem de pecuinhas e votar em coisas serias que realmente podem fazer a diferença para o progresso da Brasil.

    3. Gilvan, vamos ver se consigo te “clarear” a mente com….. ..começo, meio e fim.
      ——O começo….Lula (um aproveitador )
      ——O meio …..Aécio Neves (outro que esta sendo aproveitador)
      ——O fim………CHEGA de aproveitadores querendo o poder !!!!!

  12. Para mim, o cálculo do PSDB parece claro. Se a bomba fosse estourar daqui a 20 anos, provavelmente o PT ficaria até feliz e deixaria o barco correr. Mas como o estouro é imediato, a Dilma precisará vetar. E a oposição, que não derrubará o veto, ficará com o discurso de que quis melhorar a situação do povo, mas a vaca tossiu de novo e o PT o impediu. Essa atitude poderia cair mal, mas só quem acompanha essas coisas são os “estudados”, cuja esmagadora maioria é anti-petista e não vai deixar de ser por isso. A questão é desmoralizar o PT entre os mais desinformados.

  13. A melhor coisa que aconteceu ao Brasil foi o PT ganhar a eleição. Tivesse ganho o Aécio, a petezada toda estaria agora fazendo o diabo, colocando a culpa da crise nos tucanos. Diriam, “tá vendo, é isso que os tucanos fazem”. Assim, estão tendo que consertar os 12 anos de desmandos, de gastança generalizada, corrupção desenfreada e populismo rasteiro. Imaginem o Aécio assumir e ter que arrumar o país. Fernando Henrique fez isso, teve que domar uma inflação de 3.000% ao ano, contas públicas em pandarecos, defalut da dívida e país praticamente destruído. Os petistas ficaram 20 anos com sua máquina de difamação tentando destruir a obra de FHC . Quanto às aposentadorias, vocês lembram o que o PT fez quando se tentou reformar a previdência para impedir aposentadorias aos 40/45 anos de idade? Agora façam vocês, gênios da raça. Nós vamos ficar assistindo vocês provarem do próprio veneno. A única coisa que lamento é que a ressaca tenha caído nas mãos da pobre diaba que botaram lá de fantoche e não na do verdadeiro responsável que todos (os que tem mais de um neurônio) sabem quem é.

  14. A câmara estendeu o aumento aos aposentados,agora é a vez do senado,elaborar algum projeto que não martirize tanto,porque o estão fazendo com o aposentado é uma aberração,todo mundo tem alguma aumento,o aposentado é abaixo da inflação!

  15. Caro Ricardo, o que são esses R$ 9 bilhões perto dos quase R$ 30 bilhões gastos com o bolsa-familia? Todos sabem que nestes anos do PT, com a politica de valorização do salário minimo (o que é ótimo), quem ganha acima do minimo teve o valor da sua aposentadoria despencado. Eu mesma me aposentei com o teto, na década de 90, e hoje esse teto é R$ 4.660,00 e o meu “beneficio” não chega a três salários minimos. Neste ano o reajuste foi de 5,6% aos aposentados, quando sabemos que a inflação de 2014 foi muito maior que isso!! Os aposentados trabalharam a vida toda e quando chega a velhice e as doenças, necessidade de remédios, fisioterapia e plano de saúde, nessa hora de fragilidade a pessoa não tem como pagar suas despesas!!

    1. Cara Angela,
      estou exatamente na mesma situação que você, depois de 51 anos de contribuição. Por isso, continuo trabalhando de domingo a domingo.
      Com minha mãe, foi pior: aposentou-se com o teto e, ao morrer, aos 87 anos, ganhava menos de dois salários mínimos.
      Sei que tem muita gente em situação pior ainda, mas não tenho a menor ideia de como a justiça pode ser feita sem quebrar de vez o sistema previdenciário.
      Temo que nossos filhos e netos no futuro não ganhem nem isso.
      Abraços,
      Ricardo Kotscho

  16. Primeira notícia do dia 26/06/2015,Sexta-Feira.A Presidenta Dilma Vana Rousseff elegantemente vestida de preto,muito provável de luto pela morte precoce do seu governo,comparece a um evento na casa da Vênus Latrinada,suspeita número um de ter encomendado à morte o governo da Presidenta,não para mim surpresa,dana a falar sobre liberdade de imprensa.Corta para o estúdio,e nos deparamos com a apresentadora Guilliana Morrone morrendo de ri.Comico se não fosse trágico,fico no tragicômico.Definitivamente,Joaquim Barbosa nunca foi o maior erro de Lula.O erro capital de Lulae do PT foi a escolha de Dilma.Nunca foi petista,não conhece os elementos básicos da política,e o pior,a Presidenta é autista.Vive literalmente em Alfa,Gama e Beta.Como o cargo de Presidente da República é eminentemente político,Dilma Rousseff foi a pior Presidenta da Republica que o Brasil já teve no pôs redemocratização,muito mais por ter traído os permanentes ideais que Lula nos legou.A Presidenta autista que é,ainda não se deu conta que seu governo morreu.Quem o matou ou mandou matar,não fui eu,muito menos Ricardo.Foram os donos da casa onde ela estava ontem.Que alguém a avise.

    1. Como é fácil identificar a índole de um petista. Ouça ou releia um comentário deste antes das eleições. Não gente, o Dermeval não votou no Aécio! Ele é eleitor da Dimentirosa, foi defensor da vitória dela em todos seus comentários. Vibrou como se estivesse surgindo uma nova classe de seres no mundo, que depois passou a ser conhecida como “mulher sapiens”. Só tem uma diferença, uma veste saia, contempla a mandioca, o outro é formado na “School University Antropology of Mandioca”.
      Por isso que atualmente, na maioria das festas e/ou encontros familiares, pessoas formadas na Escola do Dermeval é logo chamada de “Magda”!
      Particularmente, fui “obrigado”, recentemente, num reduto familiar, a interromper um delirante similar com um veemente, que delirava com críticas ao Levy e a própria Dilma, com um “cala a boca estrupício”!

  17. Não é bem assim! Esse projeto de aumento para os aposentados, “”é na verdade ‘parte’ de um projeto do senador Paulo Paim do PT do Rio Grande do Sul,que é o maior defensor dos aposentados no senador, assim como o deputado Arnaldo Faria de Sá do PTB de São Paulo””. No entanto, o PT está dividido nessa questão, onde uns querem seguir a ideologia do partido em distribuir renda e garantir o direito dos mais humildes, e outros querem fazer um pacto de apoio ao governo Dilma do PT. O PSDB e o DEMO continuam como sendo Oposições Insignificantes, sem forças para confrontarem com o governo Dilma. O PSDB está tentando pegar carona mais uma vez, e aproveitou essa brecha para aparecer no jornal nacional. Contundo, aprovando ou não essa regra para os aposentados, o fato é que a Dilma deu a volta por cima, e está ganhando todas contra o bobo da corte e o pequeno ditador; e isso pouco afetara o seu ajuste nas contas do governo.

  18. Dor de cabeça ou diarreia?
    Dizem que a maioria da esquerda anacrônica não pensa com a cabeça e sim com o estômago. Depois de assistirem ontem, a Dilma discursando na Rede Globo de Televisão, líder em audiência no Brasil, e principal emissora do País, por eles chamada de mãe do PIG, muitos esquerdistas amanhecerem com uma diarreia incontrolável.
    Se usassem a cabeça para pensar, teriam no máximo uma dorzinha de cabeça, mas quem mandou usar só o estômago? Haja Floratil, Imosec, etc… (se forem entrar hoje no “conversaafiada” ou Blog do Nassif, entre outros blogs sujos, é bom ter na mão um daqueles spray de lavanda…). Agora peço socorro ao Victor Hugo… Como informar no Balaio que faltam 51 dias, para o terceiro encontro dos brasileiros que vestem “Verde e Amarelo”, nas ruas do Brasil, sem homenagear o Lula? Ou o Brahma, ou o número 1.. sei lá…

  19. Caro Kotscho, você mesmo reconhece que a aposentadoria no Brasil é injusta com o aposentado. Cita o exemplo de sua mãe. Mas a mídia, da qual você faz parte, especialistas e políticos só se preocupam com a sustentabilidade do sistema INSS e menosprezam essa injustiça. Não vejo debate sobre como corrigir essa injustiça que dura décadas enquanto o povo vê gente do Judiciário, do Legislativo, das universidades públicas receberem aposentadas cheias, sem o maldito fator previdenciário criado pelo sociólogo Fernando Henrique Cardoso que (ele mesmo) recebe mais de 20 mil por mês da USP como aposentado. Nesse debate sobre aposentados, todos são nivelados igualmente, tanto o professor e advogado e jornalista como o lavrador, o PM ou atendente de saúde pública. Esses últimos e outros profissionais, caso trabalhem desde os 18 anos, aos 55 estão muito mais desgastados do que um professor ou advogado aos 60. Mas os governos Lula e Dilma, bem como nosso preguiçoso Congresso, nunca atentaram como deveriam para a questão. Lula melhorou radicalmente o atendimento do INSS que no governo FHC era uma vergonha. Mas Dilma demorou e muito em tratar da questão que tinha sido bem levantada pela candidata Luciana Genro. Enfim, nessa polarização PT-PSDB, os dois partidos foram preguiçosos e insensíveis. A medida da Câmara não é tão predatória como dizem. Um ex-ministro da previdência nos governos Lula ou Dilma disse que, o que mais compromete o INSS ou a previdência são as aposentadorias especiais. Acabem com ela. Abraços

  20. “Ricardo,não foi o *povo* que criou esse descontrole total no nosso país,quem deveria pagar a total conta desse descontrole,não paga, * joga a conta em cima de todos nós ou seja * o povo*.”
    “A maioria dos brasileiros,com raríssima excessão só conta com a aposentadoria para sobreviver.”
    Não é justo pensar só nas contas do governo para definir quanto o aposentado deve ganhar .
    A matéria não é matemática pura a favor do governo.
    A poupança de uma vida inteira deveria voltar na íntegra ao * aposentado * sem o governo * abocanhar * 30% da sua contribuição.
    “Se fala tanto no criador do fator previdenciário ou seja * na ex maria antonieta do planalto *,mas o governo do Partido dos Trabalhadores(diga – se Senhor Lula) continua mantendo o * fator previdenciário *.
    Sinal que *eles * também não querem bani – lo das contas da previdência,igualzinho a tenebrosa CPMF,quando ela foi criada o Partido dos Trabalhadores(diga – se Senhor Lula) foi terrivelmente contra,mas quando o Senhor Lula chegou ao poder ou melhor ao * pudê *,ele não quís largar o * osso *,e ainda chamou de traidores os parlamentares do Partido dos Trabalhadores que votaram a favor do * banimento * da famigerada CPMF.
    É ruim hem!!!!!!

  21. Parece que os papéis trocados não se restringem às aposentadorias; mas lançam suas raízes faz algum tempo. Senão vejamos o caso demonstrado por Luis Nassif, em Carta Capital, cujo texto foi recortado, e colado a seguir, entre aspas: “”Duas das mais expressivas operações – a Satiagraha e a Castelos de Areia – pegavam o coração da máquina tucana.

    A primeira centrava fogo em Daniel Dantas, do Banco Opportunity, principal beneficiário do processo de privatização, sócio da filha de José Serra, administrador dos fundos do Instituto Fernando Henrique Cardoso, pessoalmente favorecido por ele, quando presidente da República, em episódios que se tornaram públicos – como seu jantar no Palácio do Alvorada, cuja sobremesa foi a cabeça de dirigentes de fundos de pensão que se opunham a ele.

    A segunda, a Castelo de Areia, pegava na veia os acordos de empreiteiras com os governos José Serra e Geraldo Alckmin. Quem leu o inquérito garantia haver provas robustas, inclusive, dos acertos para tirar das costas dos presidentes de empreiteiras a responsabilidade criminal pelas mortes no acidente com o Metrô.

    Satiagraha foi abortada pela ação conjunta do Ministro Gilmar Mendes – defendendo o seu grupo político – e do próprio Lula, afastando Paulo Lacerda da Abin e os policiais que conduziam a operação, depois dos factoides plantados pela Veja e por Gilmar. E também devido às investidas da operação sobre José Dirceu.

    Foi a primeira chaga aberta nas relações da PF com o PT e Lula.

    No caso da Castelo de Areia, a alegação foi de que a investigação começou a partir de uma denúncia anônima. Especialistas que analisaram o inquérito, do lado das empreiteiras, admitem que não havia erro processual. O inquérito era formalmente perfeito. Terminou no STJ de forma estranha, negociado pelo ex-Ministro Márcio Thomas Bastos, na condição de advogado da Camargo Correia.

    Foi assim que o PT, através de seus Ministros e criminalistas, livrou o PSDB dos seus dois maiores pepinos, mas ficou com uma conta alta espetada nas costas.

    A revanche veio no pacto da Lava Jato, entre PF, MPF e o sucessor de Fausto De Sanctis: Sérgio Moro – que teve papel central não apenas na Lava Jato mas na AP 470, do mensalão, como assessor da Ministra Rosa Weber.

    A rebelião da primeira instância

    A anulação da Satiagraha e da Castelo de Areia nos tribunais superiores produziu intensa revolta entre juízes de primeira instância, MPF e PF.

    Tome-se o caso da Satiagraha.

    A lei diz que decisão de juiz de primeira instância precisa passar primeiro pela segunda e terceira instância até chegar ao STF (Supremo Tribunal Federal). No controvertido episódio da concessão de dois habeas corpus, Gilmar Mendes atropelou a lei e as próprias decisões do juiz Fausto De Sanctis e mandou soltar os detidos.

    Houve abusos, sim. O show midiático com a TV Globo, a prisão do ex-prefeito Celso Pitta, já doente terminal e outros. Mas também foi divulgada uma conversa de Dantas afirmando que o desafio seria passar pela primeira instância, pois nas instâncias superiores havia “facilidades”.

    Conseguiu não apenas os dois HCs de Gilmar, como sua participação em dos factoides criados para a revista Veja e, depois, trancar a ação no STJ (Superior Tribunal de Justiça), de onde até hoje não saiu.

    Todo o desgaste da Satiagraha e da Castelo de Areia, perante a opinião pública transformou-se em blindagem para a Lava Jato. Com o agravante de, no Ministério da Justiça, encontrar-se o mais inodoro Ministro da história da República.

    Se os alvos fossem tucanos e o Ministro relator do STF Gilmar Mendes, não haveria problemas. Gilmar atropelaria a lei e concederia os HCs. E o Ministro Cardozo agiria valentemente em nome do “republicanismo”.

    Agora, tem-se na relatoria do STF um Ministro técnico, formalista, sem vinculações partidárias. No Ministério da Justiça, um Ministro anódino, incapaz de conter os abusos “em nome do republicanismo”. Na Procuradoria Geral da República, um procurador geral empenhado com a sua reeleição tendo como principal opositor um colega que critica sua “leniência” (!!!) na Lava Jato. Finalmente, uma imprensa que ajudou a liquidar com a Satiagraha pelas mesmas razões que, hoje em dia, defende a Lava Jato.

    Como é um jogo de poder, procuradores, delegados, Moro não se pejam em montar alianças com grupos de midia claramente engajados no jogo de interesses políticos e comerciais, alguns deles em aliança com o crime organizado.

    O jogo poderia ter se equilibrado um pouco se o PGR aplicasse a lei e atuasse contra vazamentos de inquéritos sigilosos ou pelo menos aceitasse a denúncia contra Aécio Neves. Seria uma maneira de mostrar isenção e impedir a exploração política do episódio.

    Mas hoje em dia a corporação MPF é fundamentalmente anti-PT. A ponto de fechar os olhos quando um ex-PGR, Antonio Fernandes dos Santos, livrou Dantas do mensalão e, logo depois, aposentado, ganhou um mega-contrato da Brasil Telecom, quando ainda controlada pelo banqueiro. Enfim, o PT colhe o que plantou. E o PSDB planta o que não colheu””.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *