Reforma política caminha para não sair do lugar

Reforma política caminha para não sair do lugar

Quem esperava da “Reforma Cunha” profundas mudanças no sistema político-partidário-eleitoral do país, que está com o prazo de validade vencido, pode ir tirando o cavalinho da chuva. Desse mato não vai sair coelho.

Até agora, foi muita espuma e muito barulho para tudo ficar no mesmo lugar. O voto distrital caiu, mas o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, depois de reverter a derrota da véspera, conseguiu aprovar a emenda que realmente lhe interessava: a inscrição constitucional do financiamento privado de campanhas, tal como temos hoje, e o STF ameaçava proibir.

Passando a régua, de concreto, a única mudança real no atual cenário foi o fim da reeleição para presidente, governadores e prefeitos. Para deputados e senadores, a reeleição continua valendo, é claro, porque eles não vão jogar contra o próprio patrimônio. E esta era a mudança mais importante que o país clamava para arejar o ambiente político e permitir o surgimento de novas lideranças.

Das propostas que ainda estão para ser votadas, só a cláusula de barreira, que impediria a multiplicação geométrica das legendas, poderia representar um freio na festa do caqui em que se transformou a nossa salada partidária, mas esta dificilmente será aprovada.

Por uma razão muito simples: os partidos nanicos somam 98 votos na bancada de Cunha e o presidente da Câmara, que precisa manter a maioria no plenário, já prometeu nada fazer para aprovar esta emenda, que restringe o acesso ao fundo partidário e à propaganda eleitoral. Ameaçados de extinção, os pequenos partidos estão unidos pela sobrevivência.

Como se podia prever, teremos, na verdade, uma contrarreforma, para adiar às calendas o que realmente precisaria ser feito em defesa da democracia representativa, no sentido de  aproximar eleitores de eleitos, governantes de governados. Cada qual continuará vivendo em países diferentes, assegurados os privilégios do andar de cima e o poder das empresas financiadoras das campanhas eleitorais, que são quem realmente manda no Congresso Nacional. A nós, contribuintes, só caberá pagar a conta. Nada de novo no front.

E vida que segue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

33 thoughts on “Reforma política caminha para não sair do lugar

    1. Outro dia eu postei um comentário onde dava gargalhadas literalmente deste congresso e teve colegas que disseram que gargalhar faz bem à saúde e libera endotorpina mas nem sempre é assim, depois de tanto estudar, de ter vontade até de me infronhar no mundo da energia atômica, sinto que acabei por melhorar em muito os meus sentimentos humanos e até posso aceitar este Eduardo Cunha numa boa e muitas outras pessoas que passaram pela minha vida e que nâo esqueço (nevar), (jamais). Falo isto pensando que as ciências exatas, ao contrário do que muitos crêem, humaniza tambem porque os numeros as equações, as funções trigonométricas, a funções infinitas, o cálculo diferencial e integral, as funções lineares tambem falam ao coração, (que romantico, heim, até parece que acordei de um sono profundo) basta apenas viver no seu
      mundo que muitos julgam abstrato mas para mim ele é real. O problema do presidente da câmara (letras minusculas mesmo) é que ele pensa navegar em céu de brigadeiro e os demais deputados tem que lhe dizer amém. Haja coração bondoso para aceitar uma pessoa assim(prá não dizer cara, eufemizando) mas a geometria analítica está tratando de fazer isto comigo e digo, faça o que quiser e eu teimarei em aceitá-lo assim mesmo(ato de coragem, a minha). Analiso o caracter deste senhor e termino; ele precisa de ser compreendido, fazer o quê? Clarooo..eu sei que precisamos fazer força para entender os outros e quem sabe se pararmos para ouví-lo melhor não surgirá uma luz no túnel, acho que já estou vendo-a, que alegria….procure e acharás. Filosófico, o tempo se encarrega de mudar muitas coisas. Divaldo o engenheiro que gosta de poesias romanticas. Gostaram? Outra coisa, se faltar uma letra nas palavras é que estou teclando do meu tablete essa coisinha pequena de taclados minusculos, está bem eu o aceito assim mesmo, já fiz a minha declaração de aceite incondicional, fazer o quê? Está dito.

  1. A casa dia que passa eu fico mais estarrecido com esse Eduardo Cunha. Como é que pode esse homem faz o que quer e bem entende, ameaça deputados se não votar no que ele diz, procurador, ministro, enfim, todo mundo e ninguém faz nada.

    1. Ninguém faz nada porque todos são iguais em interesses e cada qual defende o seu e se protege na chantagem… Acreditar em político é perder tempo… Cunha vem de PC Farias atravessando tudo a céu azul: furnas, loterias do RJ e tudo o que não presta… Gilmar engaveta, juiz prende por birra e diz que tem certeza, Dilma põe Kátia no ministério… Cardozo diz que PF vai investigar CBF: AGORA? Tem que acabar com essa grande turma que vive às custas de quem trabalha e esse fim não será com cunha e nem com Renan. A coisa está tão esculhambada que as duas casas legislativas federais são presididas por dois investigados e velhos frequentadores de páginas policiais e ainda cantam de galo e pressionam a Dilma do ministério insignificante.

  2. Gosto de política e, por incrível que possa parecer, sinto prazer em ler e ouvir a respeito, principalmente quando analisada de forma minimamente imparcial. Por isso, ouso opinar que só teremos uma verdadeira reforma política por meio de uma “Assembleia Nacional Constituinte”, exclusiva, e não um mero “Congresso Constituinte” como ocorreu em 1988 e ocorre em todas as Emendas Constitucionais aprovados por esse Parlamente que aí está. Uma Assembleia eleita exclusivamente para uma reforma efetiva poderia promover uma verdadeira revolução no tocante às estruturas dos três poderes, todos “inchados”, Ministério Público, Tribunais de Contas, agências reguladoras, empresas públicas, de economias mistas, autarquias etc.

    1. por isso que devemos dar o troco nas proximas eleições, não comparecer nas urnas, so assim para eles tomarem um choque e entender que estamos cansados de tanta palhaçada, o pais passando por dificuldade financeira e eles querendo reformar o congresso e abrir um anexo com instalações confortaveis( isso e brincadeira com a nossa cara), os brasileiros foram as ruas pedir reforma politica e o que eles fazem trocam (seis por meia duzia), isso e ridiculo eu não consigo entender o que esses caras pensam que enganam, fico triste de pensar que nada vai mudar, e que estamos em um buraco sem fundo, tudo e um embrolho,

  3. Mestre balaieiro, só podem estar querendo desmoralizar de vez o nosso mais sério analista político, “Macaco Simão”. Como explicar a foto de marchadeiros anticorrupção, que saíram trinta e chegaram doze a Brasília, congraçados com Dom Cunha, o venturoso reformista, que quer a política sustentada justamente por empresas e um Shopping Center para que seus liderados possam dar rolezinhos e assim refazerem-se da dura lida nas transações políticas as quais se dedicam com tanto afinco. Mas, como se suficiente não fosse para embasbacar o símio sábio, tivemos ainda, Bomer Simpson auto aplicando vacina padrão Fifa na roliça nave mãe, concluindo, “…a Globo faz um esforço enorme para satisfazer essa paixão”, e o OFF da Folha, a remendar o infográfico apresentado pela Justiça americana sobre o Esquema Bandido da Bola, à moda Trensalão, onde apenas duas, das três partes do esquema, são bandidas. Um luxo! Certamente bradaria Athaíde Patrese, se ainda respirasse, sobre o Shopping de Cunha, fechando a tragicomédia.

  4. O que está acontecendo no senado e na camara, é uma “tentativa de retaliação à honestidade da presidente Dilma no combate a corrupção”. Se a Dilma resolvesse fazer um governo nos moldes do governo do FHC do PSDB; quando a politicia federal, chefiada pelo presidente FHC, praticamente não fazia operações de combate a corrupção, e o procurador da Republica Geraldo Brindeiro (o Rodrigo Janot da época), era chamado de “engavetador geral da Republica”, devido aos inumeros processos de corrupção que ele engavetou; a Dilma teria conseguido aprovar todas as propostas que mandou ao plenario. O fim da reeleição, “que foi concedida no governo do FHC do PSDB, cujo o mesmo FHC até hoje desconversa sobre o assunto, pois ha indicios fortissimos de que a aprovação da reeleição dele, foi comprada pelo governo dele”; “”””Em nada vai ajudar o PSDB”””, pois mesmo que for tirado o direito de disputar a reeleição do Lula do PT, que é considerado o dream team da eleição de 2018, o dono da medalha de ouro por antecipação, tal qual a seleção de basquete norte americana; aquilo que é chamado no turfe de Barbada; o PT que com o Lula “”já ganhou do Serra e do Alckmin do PSDB”, na eleição e na reeleição; e que com a Dilma do PT, uma novata, também ganhou do Serra e do Aecio do PSDB; pode perfeitamente com o Jaques Wagner, que ja é o plano B do PT, caso o Lula não queira disputar a eleição; ganhar novamente do Serra, do Alckmin e do Aecio. Então o problema do PSDB não é o PT, e sim a falta de um candidato forte nacionalmente, e principalmente a humildade de respeitar a inteligencia do eleitor, prestando conta, explicando todas as denuncias de corrupção que pesam sobre os governos do peessedebistas. O PSDB, precisa começar a se preocupar com os seus proprios problemas, pois o Beto Richa, um dos baluartes do PSDB, está em queda livre, correndo o risco de sofrer a qualquer momento um pedido de impeachment, “””protocolado pela justiça do Paraná”””. Do mais, o que vemos, ou que temos de fato, é a presidente Dilma, tranquila, tendo exito nas escolhas que fez, onde o vice presidente Michel Temer, a quem ela designou para fazer a articulação entre governo e congresso; vai conseguindo vitorias e mais vitorias, para as medidas de ajustes criadas pelos ministro Levy e Barbosa, que ela Dilma empossou. A Dilma mostrou competencia administrativa mais uma vez ao escolher assessores e delegar poderes. A Dilma fez a parte dela, e agora a responsabilidade sobre o futuro do Brasil está nas mãos dos deputados e senadores. Já o Eduardo Cunha, vem colecionando derrotas, pois apoiou o Aecio do PSDB, contrariando o seu partido PMDB vice da Dilma do PT, e “Perdeu”; Tentou ser mais importante do que a presidente da Republica, e também perdeu. E agora, tenta dificultar ao maxima a aprovação das proposta de ajuste da economia do Brasil, e está colecionando derrotas e mais derrotas.

  5. Enquanto não houver pressão popular, eles trocam seis por meia dúzia.
    Você já viu bezerro chutando teta de vaca?, eu só vi mamando.

  6. Enquanto, basicamente a Reforma Política não andou, salvo a reeleição, que ficou provado que em país corrupto é melhor não ter. Para comprovar o quanto um governo corrupto causa danos a economia de um país, eis que no relatório do FMI, sobre as estimativas de crescimento ou recessão, o nosso “amado” Brasil, que se prever encolher no mínimo 1% (somados a uma inflação de 8%, chegaremos em janeiro de 2016, quase 10% mais pobres, em apenas um ano). Pior do que o Brasil estão as potências a seguir: Guiné Equatorial (-15,4%), Serra Leoa (-12,8%), Venezuela (-7%), Ucrânia (-5,5%), Vanuatu (-4%), Rússia (-3,8%), Belarus (-2,3), Iêmen (-2,2%) e Libéria (-1,4%).
    Nota: Serra Leoa, Guiné Equatorial e Libéria, sempre tiveram suas economias em frangalhos, por guerras, ditaduras, guerras civis, etc, e foi devastada em 2014 pelo Ebola). A Russia e Ucrânia estão em pé de guerra…Iêmen, tomada pelo Estado Islâmico… Belarus… Vanuatu…ãnh? Quanto a Venezuela é a meta atual do petismo! E o Ricardo Kotscho zomba de quem critica e/ou luta contra esse governo…Difícil de seguir assim!

  7. Ah! Ricardo,tu és muito pessimista:o shoppingcunha passou na reforma tão desejada,tão esperada por todos nós ingênuos eleitores(tem que ser tudo junto para ninguém ter dúvidas que a jaboticaba é dele,então escreve – se shoppingcunha).
    É pra matar!!!!!
    Deus misericordioso …eu não consigo alimentar um grama de esperança nesses “honoráveis parlamentares”.
    O que eu vou escrever Ricardo,até parece contraditório,parece não:é.
    “Eu ainda tenho algum resquício de esperança que a Senhora Dilma *arranque da reforma essa jabuticaba podre que *espertamente enfiaram no meio das baboseiras que eles aprovaram*,isto é se o medo que *ela* tem do Senhor Cunha e do Senhor Renan,deixar.”
    “E esse Senhor *Cunha*,com o semblante de ave de rapina que ele tem,ainda vem a público dizer que *shopingcunha* vai ser construído com recursos *Público* e privado.
    “Recursos públicos para os nossos políticos *sem excessão*,significa recursos deles,não tem dono.
    “E o povo?
    Resposta:o povo é detalhe”

  8. Mais uma prova que os demotucanos só fizeram mal à democracia, institucionalizaram a corrupção quando compraram a reeleição; palavras do Aécio.

  9. “Pior do que o Brasil estão as potências a seguir: Guiné Equatorial (-15,4%), Serra Leoa (-12,8%), Venezuela (-7%), Ucrânia (-5,5%), Vanuatu (-4%), Rússia (-3,8%), Belarus (-2,3), Iêmen (-2,2%) e Libéria (-1,4%). Nota: Serra Leoa, Guiné Equatorial e Libéria, sempre tiveram suas economias em frangalhos, por guerras, ditaduras, guerras civis, etc, e foi devastada em 2014 pelo Ebola). A Russia e Ucrânia estão em pé de guerra…Iêmen, tomada pelo Estado Islâmico… Belarus… Vanuatu..”(Gilvanildo Costa – 29 de maio de 2015 – 13:54) /////// Balaieiros, o Gilvanildo Costa, como todo imbecil analfabeto de pai e mãe, cita até os países africanos e asiáticos ao falar das mazelas de nossa politica, mas não dá um pio sobre corrupção neoliberal tucana de ontem e hoje, provando que eu estava certo quando afirmei que caluniadores desprezíveis como ele são ainda mais perniciosos que todos os politicos corruptos juntos. Não nos esqueçamos que Eduardo Cunha, que incluiu na Reforma Politica a construção de um Shopping de R$ 1 BILHÃO (que seus colaboradores darão um jeitinho para que custe 8 vezes mais) é ídolo declarado do Gilvanildo e, juntos, não titubearão em culpar Dilma pelo superfaturamento das obras do famigerado shopping. E o mais desanimador é que esse pobre diabo não age assim por má fé. É triste constatar que o Gilvanildo age como um imbecil apenar por ser um (simples assim !!!), chegando ao absurdo de culpar guerras civis e epidemias e não o governo local pela miséria nesses países !!! Gilvanido, voce esqueceu do terremoto no Haiti: não fosse pelo terremoto, o Haiti seria a 8º economia mundial e figuraria ao lado dos países escandinavos num ranking de desenvolvimento econômico e social. Que Deus tenha misericórdia dessa pobre criatura. Bom fim de semana, Balaieiros !!!

    1. Sempre o Victor Hugo…Deveria se envergonhar. Como não tem argumento, assim como a Dilma durante as eleições, e despeja um monte de impropérios, tentando me desqualificar. Rapaz não estamos num debate. Não precisa mais morrer abraçado as mentiras… Todos já sabem. O que nós queremos é que vocês não acabem com o Brasil, só isso!

    2. Sr.Kotscho.
      Observe o número de ofensas contido neste post do seu leitor, que se diz chamar Vitor Hugo o qual eu já denominei como ”TAVARES” —sou, mas quem não é— dado sua arte de se defender, não com argumentos, mas com ataques grosseiros.
      A vítima do Tavares desta vez, apenas transcreveu que o Brasil do PT e da Dilma teve um crescimento econômico pífio e conseguiu a proeza de ficar atrás de vários países Africanos. O grosseiro ataque do TAVARES me lembra do gesto de Jesus Cristo diante de seus inquisidores que o difamavam : ”Se eu menti, digam onde menti, mas se digo a verdade, porque me ofendem”

    3. Victor Hugo, começo a desconfiar que esse “velho” é de Assunção. Não basta atribuir a “Tocucunha” a não indicação de Patriota para embaixador na OEA, mostrando desconhecer ou ter esquecido, que cabe ao senado a não aprovação da indicação, agora não lê ou não entende o que o outro coxinha desinformado replicou ( “no relatório do FMI, sobre as ESTIMATIVAS de crescimento ou recessão…” ). Agora, o mais divertido é confirmarem de forma escancarada, a imensa dificuldade na intelecção de texto, ao cobrarem de VH, argumentos, e o mais trágico, para os replicantes de estimativas do FMI, é que na consolidação real do primeiro trimestre de 2015, justo o PIB dos Estados Unidos, apresentou retração de 0,07 contra 0,02 do Brasil. Terá sido “inside information” sobre a “guerra” a ser declarada contra a FIFA, a culpada, Victor Hugo?

  10. Cunha e Renan. alckmin, Sarney, Serra, Aécio e turmona surfam na impunidade. Fazem estragos e imbecis vão á avenida pedir golpe militar, ditadura. Fazem discursos em restaurantes, idiotas que não percebem suas próprias imbecibilidades. São tão estúpidos que Eduardo cunha faz o estrago nos direitos dos trabalhadores e dizem que foi a Dilma. Dilma tem parcela de culpa. Não tem humildade e nem reconhece erros, ingrata. Cadê a reforma agrária? Kátia Abreu fará? Levy só ri, porque o super primário está garantido aos patrões dele. Universidades federais em greve.

  11. “Sempre o Victor Hugo… Rapaz, não precisa mais morrer abraçado as mentiras. Nós queremos é que vocês não acabem com o Brasil” (Gilvanildo Costa – 30/05/15 – 20:04). //// Gilvanildo, voce não quer que acabemos com o Brasil, mas apoia Eduardo Cunha ?!!! Paspalhão ridículo !!!

    1. Não apoio o Cunha, apenas ele está combatendo o governo que “fez o diabo” para continuar. Convenhamos, 90% dos brasileiros estão contra o PT, inclusive o Cunha! Será que a parceria com diabo pode tá fazendo o PT perder o apoio dos brasileiros? Coincidência ou não, é o mesmo percentual de brasileiros que creem em Deus!

  12. Menos, Kotscho, menos.
    A “questão da reforma política”, não saia do lugar faz pelo menos duas décadas.
    Semelhante à reforma tributária, cada um tem a sua; neste caso, o “nó fiscal” é reduzir o próprio imposto e transferir o aumento compensatório para outrem. O “nó partidário” não é diferente. Da mesma forma que o Parlamento não tratou, e nem vai aprovar o Imposto sobre Grandes Fortunas, embora este tenha cabimento legal e mérito fiscal para ser implementado (porquanto pelo menos 90% do Parlamento depende do financiamento empresarial, com ou sem caixa 2), também a reforma política não poderia resultar diferente, da lograda por Dom Cunha (que a meu entender ganhou a principal questão, o financiamento empresarial). A reforma andou, sim, e há vencedores: Dom Cunha e seus 300 ou 400, que Lula e Cid Gomes já alcunharam de picaretas e achacadores, respectivamente.
    Certamente, a reforma saiu, sim, do lugar, mas o deslocamento ocorreu no campo conservador, que vem ganhando maiores proporções, a cada dia que Dilma diz uma “boutade” para sustentar a repressão fiscal leviana em curso.
    A reforma caminhou; porém o fez ritmada pelos interesses majoritários do campo conservador e garantiu os interesses das classes dominantes na economia e seus projetos políticos no Parlamento. Restaria, entretanto, aos partidos, de acordo com suas diretrizes e convicções programáticas, uma “opção moral”, como disse Hannan Arendt, no seu clássico “Eichmann em Jerusalém”. Os partidos podem sim, voluntariamente, recusar o dinheiro oferecido pelas empresas e empresários. Há até partido que já o fez e outro que declarou recentemente fazê-lo. A conferir se tal atitude moral vingará no próximo pleito eleitoral, que se avizinha e promete sacudir as bases sobre as quais as eleições de 2018 vão ser realizadas. Os idos de “junho de 2013” acenderam um rastilho da pólvora, que acabou ateando fogo na popularidade de Dona Dilma, cujo segundo mandato encontra-se revirado de pernas para o ar. Causa Mortis da popularidade presidencial: míseros “20 centavos” de aumento tarifário no bolso do paulistano, que se pendurava, cotidianamente, em ônibus na capital paulista. Se 20 centavos liquidaram o futuro de Dona Dilma II, imagine-se o estrago produzido por um ajuste leviano ou levítico nas eleições de 2016 e 2018!!!! Mas, o pior dos estragos recairia, principalmente, sobre o PT e as perspectivas do “Volta Lula, Urgente”, que ainda considero o único candidato invencível em eleição presidencial no Brasil. Contudo, com ou sem a reforma política dos sonhos, o segundo mandato de Dona Dilma II ameaça, consideravelmente, o favoritismo do ex-operário que, não só não virou suco, mas se tornou o presidente mais popular da hístória republicana, ao lado de Getúlio Vargas. Uma façanha que nem um outro, ou outra, será capaz de alcançar. Lula é um sobrevivente nato, das caatingas, dos paus-de-araras, do ABC, dos sindicatos. Como disse bem Mino Carta, no seu editorial do dia 18 de maio passado, não se brinca com sobreviventes de longo curso: “Cuidado com ele”. Para o tudo ou nada, Lula vai ter de encarar a suprema parada, do seu legado, da sua história e do partido que fez criou. Lula tem um encontro marcado com o seu destino em 2018.

    1. “Os idos de “junho de 2013” acenderam um rastilho da pólvora, que acabou ateando fogo na popularidade de Dona Dilma, cujo segundo mandato encontra-se revirado de pernas para o ar. Causa Mortis da popularidade presidencial: míseros “20 centavos” de aumento tarifário no bolso do paulistano, que se pendurava, cotidianamente, em ônibus na capital paulista. Se 20 centavos liquidaram o futuro de Dona Dilma II, imagine-se o estrago produzido por um ajuste leviano ou levítico nas eleições de 2016 e 2018!!!!” //// O Nethão não cansa de vaticinar fracassos para o governo Dilma, mas não acerta um. Nethão, é muita estupidez ou má fé de sua parte vincular o aumento das tarifas de transportes publicos MUNICIPAIS e do Metrô PRIVATIZADO do Alckmin à popularidade de Dilma, não acha ? Não seria mais honesto culpar a sórdida campanha da Veja, que distribuiu na sexta a capa da edição do sábado (segundo turno da eleição presidencial) e do JN que repercutiu a maracutaia ? Netho, suas baboseiras são mais ridículas e insossas que as do Gilvanildo Costa e Daiane Firmino juntas. Que dureza, Nethão !!!

    2. Netho, graças a Deus, a maioria dos brasileiros já não vêem Lula como “salvador da pátria”. Simplesmente, que toda nação que vota em personagem acabam se dando mal. O Lula apenas se beneficiou da primeira década de ilusões que os governantes populistas causam. Porque gozou da confiança, mentindo a cada instante. Como disse o Senador Magno Malta, a mentira é coisa do diabo. O único temor que os brasileiros têm é este, parceria com o diabo. Se assim como Dilma fez essa pareceria e venceu, Lula também pode cair nesta tentação. Mas a Dilma todos sabem que ela é ateia, o que não significa nada para ela fazer parceria com quem for. Mas o Lula é cristão. Ele não faria isso…Ao menos torço que não. Pois os brasileiros pagariam o pato!

  13. Para tirar dúvidas de um leitor do balaio: O FMI estima que só 9 países no mundo terão resultados pior que o Brasil.
    O relatório do FMI traz expectativas para o PIB de mais de 200 países.
    São estes os países piores que o Brasil:Guiné Equatorial (-15,4%), Serra Leoa (-12,8%), Venezuela (-7%), Ucrânia (-5,5%), Vanuatu (-4%), Rússia (-3,8%), Belarus (-2,3), Iêmen (-2,2%) e Libéria (-1,4%).
    O FMI faz estimativas em 200 países.
    O mesmo leitor me critica dizendo que aplaudi o Cunha por ter impedido a nomeação de um Bolivariano para a OEA. Não sei aonde ele viu isso. Aplaudi e apoiei a recusa da nomeação, seja de quem for o mérito de tão auspiciosa e venturosa decisão. E agora há três Bolivarianos Sul-Americanos indicados que estão sendo contestados exatamente pelo mesmo motivo ,pois a OEA virou um ninho de Chaviztas escancarado. O do Equador já foi eliminado por sua posição e alinhamento ideológico contra a imprensa livre no Continente,

    1. TEORIA DA DESINFORMAÇÃO, a arma dos medíocres para manterem na ignorância os que lhes sustentam e para combate-la, basta escancararmos com informação os que abusam da desinformação, inclusive aqui no Balaio: Luiz Carlos , o velho – 30/05/15 – 20:12 – Sr.Kotscho… A vítima do Tavares desta vez, apenas transcreveu que o Brasil do PT e da Dilma teve um crescimento econômico pífio e conseguiu a proeza de ficar atrás de vários países Africanos… ”Se eu menti, digam onde menti, mas se digo a verdade, porque me ofendem” **** Luiz Carlos , o velho – 26 de maio de 2015 – 11:17 – É verdade Sr.Kotscho… Dom Cunha nos oferece o contra ponto do autoritarismo ,inclusive impedindo nomeações de mais Bolivarianos do Marco Aurélio Garcia ,na OEA. Só isso já o absolve de muitos pecados… Portanto Sr.Kotscho ,repito: Tocucunha!!!”. ***** Enquanto o que desinforma, dá a “Tocucunha” poderes que ele não tem e replica expectativas do FMI como ocorridas, ignora a realidade da informação que o EUA, no primeiro trimestre de 2015, em relação ao PIB, teve retração de 0,07, contra 0,02 no Brasil. Agora conta para nós a do papagaio fanho, sem confundir papagaio com paraguaio.

  14. Vamos falar de coisas boas.
    Viu as prisões dos membros da FIFA?
    Viu as descobertas em Minas Gerais, que envolvem até a mulher do governador Pimental (PT).

    Viu o Curintia. hahaha
    Já pode preparar o passaporte pra viajar o Norte/Nordeste de novo. Rumo a 2º divisão.

    Abs

  15. No momento, o país precisa mais de uma reforma tributária do que política.
    Até pq, é impensável que os políticos eleitos irão se sabotar e se prejudicar pras próximas eleições.
    Eles não estão pensando no povo, no bem do país ou coisas do gênero.
    Estão pensando nas suas reeleições.
    Ah, se acabar será uma boa.

    abs

  16. “Em relatório publicado em abril, o FMI estima que a retração de 1% do PIB brasileiro será puxada por uma política fiscal e monetária mais rígida e pelos cortes de investimentos na Petrobras, em um momento de queda na atividade econômica”

    se é verdade que o crescimento no pib de grande parte dos paises não será espetacular, não podemos negar o grande serviço que os engomadinhos do MPF estao prestando ao povo brasileiro ao proibir o que é adotado mundo afora: acordos de leniencia para evitar quebradeira de empresas e queda no PIB

    saiba pq os verdadeiros ratos protegidos do pig nunca caem na ratoeira do trio moro- mpf-pf

    https://m.youtube.com/watch?v=MjNcdY2-N_0

  17. Sr.Kotscho.
    Apesar dos choros e ranger de dentes, Dom Cunha praticamente revolucionou o Congresso Nacional, tornando-o, de fato, um poder independente, autônomo e, na medida do possível ,harmônico, como diz a Constituição. A Câmara Federal havia se tornado um ”apêndice” e homologador do poder executivo. A gestão PT subjugou, humilhou e deformou o conceito dos três poderes e agora se vê diante de um administrador independente e altivo.
    Dom Cunha ,assim ,tornou-se também, uma figura expressiva nos meios acadêmicos, ao mostrar de forma didática aos eleitores que, num regime presidencialista de verdade, o executivo é apenas um dos poderes e que o presidente da República, até para viajar precisa de autorização do legislativo.
    Nem Lula e nem Dilma tiveram, ainda, o desprazer de uma recusa de autorização para se afastar do país. Mas ,com Cunha ,poderemos ver isso acontecer.

  18. Sr. Kotscho.
    O seu amigão de de tanto tempo, o Elio Gaspari, tem um personagem que se chama ”EREMILDO”. Não é que o Eremildo se materializou no seu Blog com o mome de ”leitor do balaio”.
    O Eremildo, como se sabe acredita piamente na taxa de desemprego do IBGE e nos dados IPEA. Aqui no balaio ele desafia o FMI e o ministro Levy.
    O Gaspari deveria dar uma passada pelo blog do Kotscho e deixar um comentário congratulando-se com a presença de seu famoso personagem.

  19. Na verdade, vão empurrar com a barriga até onde puder para aprovar ou não a reforma politica. Eu já sabia que iriam emperrar a proposta porque para os politicos, deputados e senadores, o que interessa é que seja mantido o financiamento das empresas que dará como resultado a continuação da corrupção. Da mesma forma, caminha em paralelo a reforma fiscal onde há muitos interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *