Qual o maior escândalo? A indústria da sonegação

Qual o maior escândalo? A indústria da sonegação

 

“Vou lhe contar um pequeno segredo: aqui no Brasil empresas não gostam muito de pagar impostos”.

Segredo para quem, cara pálida? O autor desta frase é exatamente quem deveria cuidar para que todos paguem seus impostos, o ministro da Fazenda Joaquim Levy. Em palestra que fez na semana passada, em São Paulo, a ex-alunos da Universidade de Chicago, onde também estudou, ele falou de passagem numa antiga prática, a sonegação fiscal, exercida desde sempre por amplos setores do alto empresariado nacional. Preferem pagar bons advogados e lobistas para pagar menos ou não pagar nada do que devem à Receita Federal.

Como de hábito, Levy depois tentou consertar o que disse, substituindo na transcrição oficial do inglês para o português a palavra “empresas” por “pessoas”. Claro que ninguém gosta de pagar impostos, nem aqui, nem em Chicago, nem na China, mas o ministro deu azar de tocar neste assunto proibido justamente no momento em que a Polícia Federal deflagrava a Operação Zelotes, que está investigando 74 empresas suspeitas de causar um rombo de até R$ 19 bilhões aos já combalidos cofres públicos que Levy tenta salvar com seu ajuste fiscal.

Este é, de longe, o maior escândalo de corrupção da nossa história, quiçá do mundo, muito maior do que todos os mensalões e petrolões juntos, que há anos fazem a alegria da mídia udenista nativa, como mostram os números, que agora não tem mais jeito de esconder das manchetes e das capas de revista:

* Até o momento, do total do montante investigado, a Polícia Federal já identificou e comprovou prejuízos ao erário de R$ 6 bilhões causados pelo esquema, que envolve grandes grupos econômicos do porte dos bancos Bradesco,  Santander, Boston Negócios, Safra e UBS Pactual, e empresas como Ford, Gerdau, RBS, TIM, BRF, Petrobras, Light, Mitsubishi, Brascan e Marcopolo. Não tem cachorro pequeno nesta história e, até agora, não apareceram nomes de políticos (apenas uma sigla, a do PP, sempre ele, está na lista dos sonegadores investigados).

* Só este valor já corresponde a três vezes mais do que o total desviado no esquema de corrupção na Petrobras descoberto pela Operação Lava Jato e divulgado pelo Ministério Público Federal em janeiro: R$ 2,1 bilhões.

Para se ter uma ideia do que representa esta verdadeira indústria da sonegação, os R$ 19 bilhões e 77 milhões que deixaram de ser recolhidos à Receita Federal, só nos processos investigados até agora, estão próximos dos R$ 18 bilhões que o ministro Joaquim Levy pretende cortar este ano em benefícios trabalhistas e previdenciários, as principais metas do pacote fiscal que está paralisando o país. Ou seja, se o Ministério da Fazenda e a Receita Federal cobrassem dos grandes sonegadores o que devem, o governo nem precisaria fazer ajuste nenhum.

Só agora, com a Operação Zelotes, nós, simples contribuintes, ficamos sabendo da existência de um tal de CARF (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), a sigla que esconde o grande ninho da corrupção numa bilionária parceria público-privada, espécie de segunda instância a que as empresas podem recorrer quando se sentem “prejudicadas” pela fiscalização.

A curiosidade deste tribunal tributário especial é que ele é constituído de forma paritária por servidores do Ministério da Fazenda e representantes das confederações e sindicatos patronais, ou seja, das pessoas jurídicas autuadas pelo Fisco.

A cada dia, aos poucos, novos escândalos vão aparecendo e mostrando como o CARF se tornou um ótimo negócio para as empresas devedoras da Receita Federal. Vamos só pegar alguns exemplos:

* Para não pagar uma dívida relativa a suposta sonegação de impostos da ordem de R$ 793 milhões, o Banco Safra está sendo investigado pelo pagamento de uma propina de R$ 28 milhões negociada com conselheiros do CARF, entre eles um procurador da Fazenda Nacional, Jorge Victor Rodrigues, segundo denúncia do jornal O Globo, com base em gravações de conversas interceptadas pela Polícia Federal, com autorização judicial.

* As investigações da PF no processo da montadora Ford levaram a um ex-presidente do CARF, Edison Pereira Rodrigues, que oferece seus “serviços” em troca de módicos 2% a 3% do valor devido, com garantia de “95% de chances” de reduzir ou anular as multas da Receita Federal. “Caso contrário, perderão com certeza. A bola está com vocês”, escreveu Rodrigues em e-mail encaminhado à empresa e apreendido pelos agentes federais, no qual informa já ter trabalhado também para a Mitsubishi, “com sucesso”, segundo reportagem da Folha desta quinta-feira.

* A Marcopolo, fabricante de carrocerias de ônibus, é suspeita de pagar R$ 1 milhão de propina para não pagar multa no valor de R$ 200 milhões, segundo denúncia do Estadão, o primeiro jornal a levantar o assunto, que já relacionou vários outros gigantes citados nas investigações (ver acima), como bancos, montadoras, empresas do setor alimentício, de construção e de telecomunicações. Parece que quase nenhum setor escapa. Todas as empresas, é claro, negam irregularidades e garantem só atuar dentro da lei. Segundo o jornal, dez conselheiros e ex-conselheiros do CARF estão sendo investigados por envolvimento no esquema.

É muito bom que os três principais jornalões brasileiros agora disputem esta gincana para jogar mais luz no escândalo das propinas da sonegação, abrindo ao caso o mesmo espaço e dando-lhe o mesmo tratamento concedido aos casos anteriores que abalaram o país.  Antes tarde do que nunca. E o governo o que faz? A julgar pelas declarações de Levy e do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, parece que ainda não está muito preocupado com isso.

Levy: “Não é uma coisa que se deva fazer com espalhafato, mas todas as ações serão e estão sendo tomadas”. Quais? “O fortalecimento do Carf é um dos temas que elegi para a minha administração. É muito importante porque diminui a necessidade de se aumentar impostos”. Fortalecimento? Como assim? Não seria melhor fechar de uma vez esta arapuca que só tem servido para sangrar os cofres públicos e encaminhar os reclamantes à Justiça comum, como qualquer um de nós?

Rachid: “Há 74 processos administrativos que estão sob suspeita pelas informações de que nós já dispomos (…) Mas não necessariamente os R$ 19 bilhões serão revertidos a favor da Fazenda Nacional”. Por que não? O governo não está desesperadamente precisando de dinheiro para acertar as contas públicas? Não é justo aumentar a arrecadação, cobrando de quem pode e deve mais, em vez de cortar benefícios sociais de quem pode menos?

A crise não é só econômica, meus amigos. É política. O governo Dilma-2 precisa decidir de que lado fica.

E vamos que vamos.

Em tempo (atualizado às 14h):

Só para lembrar um detalhe que esqueci de colocar no texto acima: segundo estudo dos procuradores da Fazenda Nacional, a estimativa de sonegação fiscal para o exercício de 2015 está na ordem de R$ 500 bilhões.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*

 

54 thoughts on “Qual o maior escândalo? A indústria da sonegação

  1. Vou te contar “outro segredo”: -Depois dos governos do PT do Lula e da Dilma, está acabando a mamata de sonegar impostos; pois os presidente Dilma e Lula, “chefes da policia Federal”, como o Alckmin é chefe da policia militar paulista; apoiaram e determinaram que a policia federal fizesse mais de 700 operações de combate a corrupção, que praticamente “””não existia na epoca do governo FHC do PSDB; como também indicou procuradores da republica descompromissados com o governo do PT, como acontecia na epoca do governo do PSDB, onde o procurador Geraldo Brindeiro “”ganhou o sugestivo apelido de engavetador geral da união””, de tanto processo que engavetou, destinandos a investigar as inumeras denuncias de irregularidades do governo Fernando Henrique Cardoso do PSDB. Por isso, “”””””o povo não tem que acreditar no que diz o PT, o PSDB e a grande Midia””””””; e Sim “buscar informações em pesquisas, que podem ser feitas nos ‘proprios arquivos dessa mesma grande midia conservadora’; e aí sim o povo ‘tirar suas proprias conclusões diante dos fatos, que até esta mesma grande midia, que hoje finge que não sabe, mas que registrou, e está presente em seus arquivos, e assim independente da vontade dessa midia, fazem parte da história do Brasil, que nem mesmo esta grande midia consegue mudar, pois são registros diarios do que acontecia tempos atras no nosso país”. O destino “não tem culpa do que foi feito no passado”. Vivemos Kotscho aqui em São Paulo “””””a maior crise educacional, estudantil e cultural de toda a historia de São Paulo””””. E é com dor no coração meu caro desconfiado Kotscho, que falo que grande parte dos culpados por esta crise, são os nossos torcedores do São Paulo. Acorre Kotscho, que a torcida São-paulina sempre foi apontada como sendo formada por classe media e alta na sua maioria; e é justamente essas classes que estão contribuindo pra esta crise, pois: Enquanto os jovens da periferia, estão “cada vez mais entrando na faculdade”, financiadas pelos projetos dos governos do PT da Dilma e do Lula, como o FIES e o PROUNE; e estão cada vez mais buscando o conhecimento, E cada vez mais “”ouvindo MPB””; os alunos de classes mais abastadas ou que moram em bairros mais centrais de São Paulo e estudam em escolas publica estaduais, “que promovem alunos sem que eles aprendam”, na famigerada progressão automatica dos governos do PSDB; estão cada vez frequentando as faculdades e “”Ouvindo Funk””. E assim meu caro kotscho, também provavelmente se consegue explicar que: Parte da torcida do São Paulo, não consiga perceber que, “”””o mundo inteiro joga futebol””””, e nunca nenhum time do Brasil e muito menos do exterior, fez alguma proposta para contratar o Rogerio Ceni, como “nunca o Rogerio Ceni foi escolhido o melhor goleiro em campeonato nenhum”, e portanto “””””””não se pode acreditar que “”””o mundo inteiro seja burro e somente o São Paulo seja esperto””””, ao manter o Rogerio Ceni por tanto tempo no elenco, mesmo diante dos fatos que com ele, “””o numero de titulos do São Paulo caiu”””, o relacionamento entre jogadores “”piorou”””, conforme “”denunciou o Ney Franco”””, e “” nunca nenhuma empresa se interessou em fazer um projeto de marketing com ele”””, porque a imagem dele é pessima no mundo do futebol. Assim como também kotscho, foi verificado, que grande parte dos membros da “””revolução dos ignorantes”””, que saem à Paulista para “”cobrar apenas o combate a corrupção nos governos do PT da Dilma””, e tentar fazer “””vistas grossas para as inumeras denuncias de corrupção nos do PSDB do Alckmin”””, são também de classes media e alta. – Então quem quiser de fato “mudar este país e transforma-lo num país serio, livre de corrupção, precisa se informar melhor, para cobrar de todos os governantes, independente se é do PT ou do PSDB; ou de que seja ou não querido pela grande midia, que é adepta a não pagar impostos”. A conclusão final é que o PT criou o Pro -UNE e o PSDB criou o Pro- IGNORANTE.

    1. Não li por preguiça destes textos intermináveis que não levam a nada mas garanto que tem os chavões de sempre – “nunca antes”, “grande mídia”, “falta de água”, “trensalão”… Enfim, o Gesiel pode copiar e colar os textos em todos os posts do Kotscho que dá na mesma. Muito blá, blá, blá para pouco conteúdo.

    2. Esposito, a sua resposta curta, as suas poucas palavras, talvez por não ter tantas mais no seu vocabulario; foram valorosas ao meu comentario, pois apenas confirmaram o que tentei relatar. Se os eleitores do PSDB Têm preguiça de ler, imagine então para pesquisar e para pensar? Espero que as pessoas ao lerem a sua respostas, aprendam a não terem compromisso com os erros, e assim, sejam humildes para: buscarem o conhecimento, reconhecê-los e corrigi-los; para não continuarem se prestando a esse papel ridiculo que envergonha o estado mais desenvolvido do Brasil, de serem massa de manobra que sustenta a arrogancia, a incompetencia e a conivencia com o crime organizado e a corrupção que pratica o PSDB. Errar é humano persistir… E’ comodo para o PSDB governar São Paulo, onde pessoas têm preguiça de ler, e formam sua opiniões a partir apenas do ouvir dizer do PSDB.

    3. 100% do que o nobre colega Gesiel escreveu é verdadeiro e seu comentário é irretocàvel. Muito do que o governo federal faz, sequer é divulgado, a midia quando sabe esconde e o povo nada sabe. Voce já deve ter lido comentários que colegas fazem inclusive reclamando da falta de comunicação que o PT tem. Eu mesmo já fiz comentário a este respeito. O PSDB, por exemplo neste momento está quietinho e tratando de blindar o Alckmim e aproveitando a deixa já começaram com propaganda no horário nobre do governo fraco dele. Ontem, conversando com um amigo, ele ressaltou sobre a construção do monotrilho aqui na vila prudente que nunca termina, dizendo que as obras são tão terceirizadas que cada treceirizado que ganham obras vão reterceirizando depois fazendo uma corrente de terceirização que após irem recebendo, se começaram pagando um milhão, no final já a verba ficou defasada para 50 mil e este ultimo faz lá um serviço “quebra o galho”. Achei interessante o que ele disse e realmente, cada trecho deve ser terceirizado porque a coisa anda a passo de elefantinho. O Alckmim prometeu o término para a época da copa do mundo e até agora, nada. E eu te pergunto; como ele pode pretender a um cargo de presidente se nem as obras do estado ele consegue concluir a tempo prometido? E as praças de pedágio que ele prometeu reduzir os preços só tem é aumentado. O PSDB está de olho grande no palácio da Alvorada mas eles são aquilo que nós mineiros dizemos; “Aécio, quem conhece, não vota” e nós já sabemos que tucanos são todos de trololó. Gesiel, parabens curti seu comentário à beça, pode crer. Aliás leio todos eles. Sempre muito equilibrados.

  2. Na minha opinião,ilustre jornalista R.KOTSCHO -É o Lula “prega santidade”,dizendo estar indignado com a corrupção na Petrobrás e ao mesmo tempo querer negar a existência da mesma!.Será que nosoutros somos todos IDIOTAS().Gostaria de ver postada esta mensagem e ter o parecer dos demais importantes colaboradores deste blog.Grato.

  3. O Gerdau está envolvido nos dois escândalos do Petrolão onde era um dos membros do conselho e agora no Zelotes com a sonegação.
    Teria que ser melhor investigado

  4. Como diria um amigo meu.. “Êêh maldita esquerda!
    Não para de jorrar escândalo, um após outro..e cada um maior que o anterior…
    Já se falam que o Fundo de Pensão dos Correios tem um rombo entre 5 e 10 bilhões.. Apostas dos grandes gestores petistas, investir nos títulos da dívida venezuelana…coitados dos funcionários!
    Fala-se que o rombo na Petros pode ser ainda maior..E no BNDES?
    E muitos aqui justificam, que é normal, pois 04 deputaddos foram supostamente corrompidos por 100 mil reais cada para votar a favor da reeleição no governo FHC (mesmo que a emenda tenha sido aprovada por mais de 70% dos deputados). Ah, ainda tem os mais célres que ver mérito nos escândalos…. “pois estão sendo descobertos”. Pena que nenhum petista aqui faz elogios a Juiz Sérgio Moro… Já que dizem ser os “mentores” da investigação, porque criticam quem está investigando?
    FALTAM 10 DIAS PARA UM NOVO GRITO DE “BASTA” NAS RUAS! E advinha quem vai grita? O PIG? Nãããooo…! O Aéicio junto com o FHC? Nããããooo! Os Estados Unidos? Também nãoooooo! SERÁ O POVO, só eles, ou melhor, só nós!

    1. Caro Gilson,
      e ninguém vai gritar contra a sonegação? Você por acaso leu o que eu escrevi antes de enviar teu comentário, sempre o mesmo?
      Abraços,
      Ricardo Kotscho

    2. Parabéns Gilson,parabéns mesmo!Vai firme nas suas convicções,o certo sempre foi certo e o errado sempre será errado,mesmo que a maioria faça e aceite.

    3. Meu caro Rivaldo Kotscho, claro que todas falcatruas merecem nosso repúdio, seja de esquerda, direita, de frente ou de lado. Mas a Receita Federal é o órgão do Governo Federal responsável de cuidar do cofre da nação. E quando se descobre que tem uma quadrilha lá dentro recebendo propina para “perdoar” sonegadores, e o governo, que é o dono do caixa não percebe (ou não sabe) a culpa é de quem? Afinal, já se passaram 12 anos…. Ou vão dizer que a culpa é também do FHC?
      Ass. Gilvan Costa

  5. Admirável que um jornalista dessa estirpe não saiba desses “fóruns” tributários, maracutaias mil, etc….etc….etc….

    Admirável também são suas posições……….que DEUS te proteja……..afinal…..a todos nós.

  6. Pra encurtar a história: Roubavam, estão roubando e continuarão para sempre roubando. A corte e seus amigos estão pouco se lixando para a opinião pública. Vai ter acordão em tudo. Se conformem. Única salvação é deixar os EUA tomarem conta desta josta. Pelo menos não teremos de aprender a falar chinês ou russo.

  7. Respondendo ao pedido de RGS(pesquisador):
    assim diz o jornalista Felipe Moura Brasil :
    “Se alguém está indignado com corrupção no Brasil, sou eu.”
    Assim disse Lula, o maior beneficiário do mensalão e o presidente em cujo governo foi “institucionalizado” o esquema de corrupção na Petrobras, segundo o ex-gerente Pedro Barusco.
    Mas eu entendo: Lula está indignado com a possibilidade de ser pego.

  8. Excelente,muito bem esclarecedora a matéria,quando principalmente aponta as consequências dessa e de toda forma de corrupção neste nosso triste pais,qual seja,aumento da tributação e corte de benefícios/direitos,que traz a reboque a degradação de nossa qualidade de vida.O pecado do texto em questão é querer hierarquizar a corrupção,petrolão x sonegação.As duas causam os mesmos efeitos devastadores,principalmente aos mais necessitados,com cosequências de vida e morte para essas pessoas.O que é mais letal nas mâos erradas,uma bala de 38 ou uma caixa de balas de 38?2 bilhões ou 19 bilhões de balas de 38?

  9. “A crise não é só econômica, meus amigos. É política. O governo Dilma-2 precisa decidir de que lado fica.” A nosso ver, a crise é política, é enconômica, é moral, é social, é hídrica, é ecológica, é partidária, é histórica, é geral, é ampla e irrestrita. Mas o mundo inteiro tb está metido na mesma encrenca, ou pior. E o Brasil é um dos poucos que está em condições de levantar-se, sacudir a poeira , dar a volta por cima, chegar primeiro à nova fonte e beber a água limpa. Todavia, não é só o governo “Dilma 2” que tem que dizer de que lado está, mas, isto sim, todo o conjunto da sociedade e todas as pessoas, físicas e jurídicas, para as quais reitero a convicção de que o lado melhor para ficarmos e estarmos todos juntos é, sem dúvida, aquele que seja capaz de nos conduzir ao sucesso pleno do bem comum da população do Brasil e do mundo, até porque com Brasil e o mundo indo bem todos estaremos bem na fita tb. E o pior lado para ficarmos, é o dessa maldita e nefasta guerra tribal primitiva, bancada pelo capital velhaco, e protagonizada pelo partidarismo-eleitoral e o golpismo-ditatorial, velhacos, dos quais somos todos reféns há 125 anos, instalada em todas as instituições, desde igrejas até escolas, delegacias, foruns, tribunais, etc. e tal, que divide, inimiza, rivaliza e contamina todo o conjunto da sociedade, todo o tecido social, como se vê aqui tb, claramente, face à qual somos intimidados a irmos às urnas de dois em dois anos com obrigação de optar apenas entre o ruim e o pior que nos são impostos, reiteradamente, pelos mesmo$ de sempre, em que pese o surgimento de algumas figurinhas novas porém com o me$mo e velho conteúdo, para os quais, face à mentalidade antiga dos mesmo$, se melhorar para a sociedade, com mais abertura democrática, estraga para elle$. Portanto, RPL-PNBC-ME, Democracia Direta, Meritocracia Eleitoral e, sobretudo, Foratodo$, saudações. A partir de 2016 para prefeitos e vereadores, e a partir de 2018, para deputados, senadores, governadores , presidente e vice, com mandato de apenas 5 anos para todos os novos eleitos, sem reeleição. Vem pra LUTA (Legião Unida de Trabalhadores Amigos) vc tb. VeMM (15/06/2015).

  10. A tal sonegação afirmada pelos ilustre Procuradores deveria ser tratada como a prática de um crime, ou seja: doloso ou culposo, sendo que na sonegação dolosa e Receita deveria adotar medidas mais graves para combatê-la, mas na sonegação culposa, aquele em que o contribuinte não pagou porque perdeu o controle de suas finanças, a Receita deveria adotar todo e qualquer tipo de facilidades durante um processo de parcelamento, ou seja, sem a limitação de que três parcelas em atraso cancela-se o parcelamento.Afinal, para a Receita não deveria importar o fato de que o contribuinte atrasou quaisquer das parcelas de seu contrato porque, afinal, sempre que o contribuinte paga uma parcela esta vem acrescida dos juros, da multa e da atualização do mês do pagamento. Daí, vai minha sugestão: Não importa se o contribuinte obrigou-se a quitar sua dívida em 60 meses e o fez somente em 70 ou 80 meses em razão dos atrasos, porque, afinal, tão logo ele pague a última parcela a Receita recebeu seu crédito integral.

  11. Caro Kotscho, posso ser maldoso?
    Qual a chance do ministro Joaquim Levy não saber destas sonegações antes de ser ministro?
    Tinha um alto cargo num banco, lembra.
    Complicado, pq mexer no bolso de pobre é mais fácil.
    Vai DIlma e vê se não volta.

    abs

    1. O post do democrata Kotscho onde frequentadores dos “blogs limpinhos” podem entrar, falar as costumeiras bobagens que falam por lá, o assunto é a malandragem, o oportunismo, a lista do HSBC, a grana desviada (500 BILHÕES, desculpa Kotscho) sem pagar ao fisco aos paraisos fiscais e não maioridade penal. Não adianta fugir do assunto e nem correr porque corram ou não: o bicho vai pegarrrrr…, soltaram fogos depois que a CPMF do Dr. Jatene foi derrotada lá no congressinho, agora que aguente as cacetadas.

  12. “A crise não é só econômica, meus amigos. É política. O governo Dilma-2 precisa decidir de que lado fica.” Plagiando Duque, segundo a turma do Moro, “aquele dos quadros apreendidos no valor de trocentos bilhões de dólares”, após manchetes, devidamente desvalorizado em notinhas de página interna, tem hora de descer a ripa e tem hora de cobrir de elogios. Portanto Mestre, aceite os elogios desse inveterado balaieiro, por atingir com categoria duas vezes o centro da meta: a econômica, com o ladrão discreto esvaziando a caixa do fisco, em proporçõe$ humilhante à Vaza Jato, e a política, com o cortante e transcendental, “De que lado fica”.

  13. Fico torcendo para que essas investigações não parem, mesmo que não haja cumprimento de penas, mas, o país deve sim conhecer quem são os delinquentes praticantes de crime lesa-pátria. Fosse num país com maior rigor jurídico, ofereceriam a delação premiada, não para diminuir a pena, mas, para evitar a prisão perpétua (ou talvez a pena de more). Jamais pensaríamos em ”indústria da sonegação”. A população corrupta é muito grande e até se orgulham da desonestidade, ultrapassando e muito o poema de Rui Barbosa.

  14. Ricardo Kotscho deve estar muito feliz por achar uma nova motivação para encher seu Balaio, já que até aqui, falar de petrolão e outros escândalos correntes e recorrentes, so tem conduzido a uma inevitável conclusão — o incontestável envolvimento dos governos petistas em todas as tramóias. Com a deflagração da Operação Zelotes, descobriu-se, so menos por enquanto, que não há PT na jogada!

  15. De tanto culpar Dilma por todas as mazelas da politica brasileira, o Kotscho estava virando ídolo dos coxinhas do Balaio, mas bastou denunciar a roubalheira do empresariado nacional e estrangeiro (500 bilhões, isso mesmo, meio trilhão de reais em 2015), e os defensores de maracutaias neoliberais subiram nas tamancas. Gilvanildo Costa, Rodrigo Popó, Jorge Jeronimo et caterva estão cuspindo marimbondo. E o Netho, como sempre fingindo-se de morto, deve estar em retiro espiritual, estudando e praticando os 10 mandamentos da seita de fanáticos do Instituto Millenium. Êêê, Nethão, vai ser ingênuo assim lá na conchichina !! Voce nunca enganou ninguem, meu fíii.

  16. O Congresso Nacional realizou no interregno do Governo Itamar Franco, uma CPI da Evasão Fiscal, presidida pelo Senador Jutahy Magalhães e relatada pelo Senador Ronan Tito. Os anais do registram tudo o que se precisava saber e era sabido desde 1994; portanto, faz mais de duas décadas. Não é preciso dizer mais nada, para dar conta da dimensão do descalabro a que chegamos, se um esclarecimento elementar for oferecido aos incautos e desavisados. Atualmente, o secretário da Receita do ministro Levy é o mesmo secretário da Receita do ex-ministro Palocci. O atual presidente do CARF nomeado pelo ministro Levy é o mesmo sub-secretário da Receita do ex-ministro Palocci. Ambos – Rachid e Barreto – faziam parte da equipe que quebrou os sigilos do Caseiro Francenildo. Ninguém poderia ignorar, pelo menos não aqueles que militam na área fazendária, as conclusões da CPI da Evasão Fiscal registra nos anais do Parlamento. Muito menos um ministro da Fazenda. Com o currículo do atual secretário da Receita que, segundo qualquer pesquisa elementar na web, encontra-se sob dois processos de improbidade administrativa patrocinados pelo MPU, mais as declarações recentes, é de se ficar perplexo com a capacidade do governo insistir em atirar nos próprios pés. Em nenhum lugar do mundo civilizado, um secretário demitido por um ministro, e sujeito a processos judiciais, retornaria no governo seguinte, para o mesmo cargo. Isso não tem justificativa, exceto se a razão inspiradora para tanto seja estabelecer como modelo de nomeada os piores exemplos e uma provocação ao Ministério Público. Não é de se estranhar a Operação Zelotes. O que se estranha é que não haja ocorrido há mais tempo.
    Observe-se, curiosamente, que a medida óbvia seria a extinção pura e simples de uma instância administrativa de julgamento absolutamente desnecessária; uma vez que já há a via judicial disponível para quem se sinta esbulhado pelo fisco. Quando se sabe que a Receita já dispõe desde 1994, das suas próprias Delegacias de Julgamento, com turmas de julgadores em forma de colegiado, então mais desnecessária ainda uma instância superveniente como o CARF. Ora, a quem aproveita uma segunda instância administrativa como o CARF?! E por que tanta insistência na sua manutenção, mesmo após um escândalo da proporção que se vê, e que poderia ser até maior, caso mais horas de conversas telefônicas fossem gravadas? As respostas típicas do oficialismo são de uma mesmice sem pejo: aperfeiçoamento, transparência, rigor e coisas que tais. Então, tá! Faz lembrar o sobrinho Tancredi do príncipe de Salinas, no romance O Leopardo, de Lampeduza: “é preciso que tudo mude para continuar como antes”.

    1. Voce deu a dica da razão porque a reforma fiscal nunca será implantada. Os 500 e la vai cacetada de deputados são de que classe social? E eles vão dar tiros nos próprios pés? E os veículos de comunicões de quem é? Rádio, tv, jornais, revistas falam mais sobre que? Ouça a Jovem Pam e voce vai saber, veja a Globo e analise as noticias manipuladas.

  17. É verdadeira a afirmação de que existem muitos sonegadores de impostos.GRANDES SON EGADORES.Bem como, é também é verdadeira a afirmação;O ´ GOVERNO BRASILEIRO É UM DOS QUE MAIS ARRECADA IMPOSTOS NO MUNDO!.Conclusão o Brasil é uma verdadeira CONTRADIÇÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA.Gostaria dever postada esta mensagem que também é verdadeira.Grato

    1. Que bom a Presidenta Dilma vai aos poucos desmascarando os oportunistas das zelites espertalhonas. Não ficará pedra sobre pedra e logo, logo o fisco vai escancarar ao povo as mutretas deles. Coxinhas seu tempo chegou ao fim ou fazem as coisas direito ou vão dançar o miudinho, ainda mais que foram cutucar onça com vara curta. Em matéria de cortar os pulsos e darem tiros nos proprios pés são o suprassumo da burrice.

  18. gesiel – 03/04/15 – 09:43
    “Esposito, a sua resposta curta, as suas poucas palavras, talvez por não ter tantas mais no seu vocabulario; foram valorosas ao meu comentario, pois apenas confirmaram o que tentei relatar. Se os eleitores do PSDB Têm preguiça de ler, imagine então para pesquisar e para pensar? Espero que as pessoas ao lerem a sua respostas, aprendam a não terem compromisso com os erros, e assim, sejam humildes para: buscarem o conhecimento, reconhecê-los e corrigi-los; para não continuarem se prestando a esse papel ridiculo que envergonha o estado mais desenvolvido do Brasil, de serem massa de manobra que sustenta a arrogancia, a incompetencia e a conivencia com o crime organizado e a corrupção que pratica o PSDB. Errar é humano persistir… E’ comodo para o PSDB governar São Paulo, onde pessoas têm preguiça de ler, e formam sua opiniões a partir apenas do ouvir dizer do PSDB.”

    É um hipócrita como todo PTista! A parte sobre a arrogância, a incompetência e a conivência com o crime organizado me pareceu uma auto análise. Toma vergonha na cara, Gesiel!!! Nem o pelego do Victor Hugo lê as asneiras repetitivas que você escreve.

    1. Ler os paulistas lêem e muito, o diacho é que eles não entendem o que lêem. Aqui mesmo eu já li muitos comentários às avessas ao post que o Democrata Kotscho põe para as nossas apreciações. Só de os coxinhas estarem aqui participando é um orgulho prá nós porque nós não podemos entrar e participar dos “blogs limpinhos”, eles, depois do nosso primeiro comentário nem postam mais os posteriores. Será que conhecem o significado de democracia? Ou será que tem medo do debate? Vai saber o que passa na cabeça deles!

    2. Petistas hipócritas? Não seria VOCÊ o hipócrita ao ficar cobrando somente dos petistas honestidade e honradez enquanto que os que vc defende estão mergulhados em sonegação, em falcatruas como trensalão, máfia da merenda escolar, máfia das quentinhas nos presídios, corrupção no Dersa, Detran, CDHU, Instituto Lucy Montoro (onde tem mais médicos na folha de pagamento do que trabalhando), Sabesp… Leia mais, sr. Espósito, assim quem sabe o sr. tenha argumentos mais convincentes do que ficar acusando somente os petistas de corrupção. Agora mesmo acabou de sair no brasil247.com que o sr. Jorge Gerdau pode ser o que pagou a maior propina na Operação Zelotes. E é este senhor um dos financiadores do Instituto Milenium em parceria com a Editora Abril. Sabe-se que esse Instituto é que vive a pregar teses conservadoras e liberais enganando incautos como vc a acreditar que um governo neoliberal é o melhor do mundo. E no portalmetropole.com traz um post dizendo que os estados de SP e MG são os mais endividados do país. Estamos vendo que o PR também está seguindo o mesmo caminho. E, coincidentemente, os 3 estados são governados pelo PSDB.

  19. Pedro Alcântara – 2 de abril de 2015 – 21:34 *** “Ricardo Kotscho deve estar muito feliz por achar uma nova motivação para encher seu Balaio, já que até aqui, falar de petrolão e outros escândalos correntes e recorrentes…” *** Não, Pedro Bó, apenas escancara aos hipócritas, cínicos e coxinhas replicantes no Balaio, quais são os verdadeiros bandidos que surrupiam de fato e substancialmente as riquezas do país, desde sempre, de forma clara e direta, que dispensa a necessidade de chicanas jurídicas para enquadrar, julgar, condenar e prender, essa meliante elite do atraso, caso a justiça não lhe fosse amigavelmente benevolente. São exatamente eles os que mais se esforçam para organizar e repercutir, incessantemente, campanhas contra o PT e governos, através de roteiros jurismidiáticos elaborados nas coxas, como o Mentirão, a Vaza Jato voltada para desmonte da Petrobrás e outros correntes e recorrentes, que REALMENTE só conduzem a inevitável conclusão: “o incontestável envolvimento dos governos petistas em todas as tramoias”, depende fundamentalmente de seletividades, vazamentos, domínios do fato, condenação sem provas pela literatura jurídica e delações premiadas, sem provas e contra o PT, para o eleito a delator poder deixar a arbitrária prisão tortura a que está submetido, por parte da justiça. Com o descuido e a deflagração da Operação Zelotes, mais uma vez confirma-se o óbvio, são exatamente eles, a manjada camarilha hereditária da elite do atraso, que rouba descaradamente o Brasil há séculos, e o pior, quando cochilam e pegos no flagra, como na Satiagraha e Zelotes, anulam inquéritos e ações, com chicanas jurídicas e sob sigilos da justiça, e safam-se graças a justiça amiga”. Pedro Bó, pode escolher à vontade a carapuça que melhor lhe assenta, hipócrita, cínico ou coxinha replicante. Para ajuda-lo, coxinha replicante é aquele de formato ignorante enxuto, pois não pensa, apenas replica conteúdos rolabostas fornecidos.

  20. Mencionei em comentário anterior, neste Post, a respeito da CPI da Evasão Fiscal realizada em 1994, durante o governo de Itamar Franco, portanto, há mais de duas décadas completas, quando a carga tributária em relação ao PIB não passava de 22% (hoje encontra-se em 35%). Reproduzo algumas falas do relator, o senador Ronan Tito, à época: “A lei hoje deixa janelas para quem quer sonegar sem poder sequer ser chamado de sonegador”, atesta o senador mineiro. “A Justiça, além de cega, é lenta, e fica discutindo durante 10 a 15 anos se o sujeito deve ou não deve o Imposto”, completa. Essa lentidão deriva do fato – explica Ronan – de a legislação prever, no caso de processo, 4 instâncias recursais administrativas e mais 4 a nível judicial até que se apure se o acusado é ou não sonegador. O que leva – deduz Ronan – à ineficácia de qualquer punição, na medida em que durante esse período todo o acusado tem a chance de acumular capital que torne qualquer ônus insignificante. É com base nisso que muitos concluem pela vantagem financeira de não ser honesto. Mais do que isto, sintetiza o senador: o meio empresarial acaba se regulando por uma estranha lei, segundo a qual ao invés de a competitividade ser movida pela saudável oferta do melhor produto pelo menor preço, acaba sendo movida pelo combustível da desonestidade. “Vence quem sonega mais”, resume Ronan Tito. Destaco, a propósito do CARF, a referência consabida às inúmeras instâncias administrativas, da qual o CARF é a instância suprema, e não por acaso, o objeto de cobiça dos consultores “públicos” e privados. A pura e simples extinção seria a medida prudente e eficaz mais adequada. Quaisquer outras medidas, que insistam em lidar com as mesmas causas, da mesma maneira, sob os mais exóticos pretextos, não podem resultar em desfecho diferente, que não sejam mais escândalos. Dilma tem nas mãos a oportunidade de, com uma ordem direta, racionalizar o rito processual administrativo, encurtando-o, além de economizar bilhões de reais. Levy acabou de dizer, na condição de o mais novo porquinho queridinho de Dilma, que uma reforma administrativa seria aconselhável para reduzir despesa de custeio com o serviço público. Está aí, na marca do pênalti, a extinção do CARF. No entanto, como há créditos de bancos interessados, e o ministro é um menino de recados do mercado financeiro, certamente, não tomará a “medida mais fácil” para ser efetivo. Levy já deve ter criado uma “comissão” para propor “aperfeiçoamentos”. O filme que todos já vimos está em andamento.
    Em outros tempos, de faxineira do Estado, Dona Dilma já teria despachado o CARF ao quinto dos infernos. Porém, na sua fase emblemática mais tucana – petucana -, Dilma aquiescerá com o que Don Levy, o primeiro ministro, acertar com a dupla Renan&Cunha. Por essas e outras, as próximas pesquisas vão empurrar Dona Dilma, na sua fase FHC-2, para o mais fundo dos buracos.

  21. Costumava ler regularmente sua coluna; faz cerca de um mes que não tenho tido tempo para isso. Volto agora e vejo que tem comentários de fãs de Felipe Moura Brasil (!) e gente pedindo tutela dos EUA. Vou ler a próxima coluna (embora discorde da dose/fase de desalento) e, em vez de ler tais comentários – desprovidos de discernimento ou senso de ridíiculo – prefiro fugir para as montanhas.

  22. ESCÂNDALO CRIMINOSO!

    *Um pseudo-jornalista tentando içar a Operação Lava Jato – até então na surdina absoluta do PIG fascista/terrorista – a partir de uma ilação capciosa, reles factóide, tentando, desavergonhadamente, macular a figura da honrada presidente Dilma Rousseff!
    (*http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2015/04/03/erenice-sera-investigada-na-operacao-zelotes/)

    Liberdade de expressão é uma coisa!

    Bandidagem jornalística e libertinagem de expressão é totalmente outra!

    Os golpistas apostando cada vez mais no incitamento ao ódio da população ao PT!

    O Josias é um dos cúmplices que querem provocar uma tragédia:

    algum defensor do governo ser morto em praça pública!

    Apedrejado e, depois, queimado!

    As cinzas jogadas ao mar!

    Como exemplo lapidar aos que se ousar resistir!

    Varrer qualquer resquício dos 12 anos de governos trabalhistas!

    (…)

    Alguma instância tem que conter este descalabro!

    No mínimo, um esclarecimento à nação!

    Por parte do atual ‘miniSTRO’ da Justiça ou da própria presidente Dilma Rousseff!

    Cadeia nacional de rádio e televisão…

    E em horário nobre!

    Ou aceitaremos a barbárie enquanto correia de transmissão do ‘golpe jurídico-midiático’ ainda ora em curso desde o antanho do MENTIRÃO?!…

  23. … Poucas minutos após a publicação,

    *225 comentários!

    (*http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2015/04/03/erenice-sera-investigada-na-operacao-zelotes/)

    A maioria ligando o PT e o governo da presidente Dilma Rousseff à corrupção no Carf!

    Ligando e esculhambando da forma mais vil os últimos 12 anos de governos trabalhistas!

    A usual linguagem chula, néscia, impregnada de ódio e alienação despudorada!

    RESCALDO:

    Ou o governo reage…

    Ou eu irei jogar a toalha!

    Das duas, uma!

    Mesmo porque o meu fígado é um órgão único!

    Sacanagem também tem limite!

    Ou não?!…

  24. ‘Erenice será investigada na Operação Zelotes’

    A manchete está – há horas – no topo da página principal do portal http://www.uol.com.br/

    Noite de Sexta-feira Santa!

    Santa?!

    Não para o PIG!

    Amanhã, o Inferno recomeçará!

    http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2015/04/03/erenice-sera-investigada-na-operacao-zelotes/

    O Judas Josias “da ‘Folha'” nem esperou “o Sábado de Aleluia”!

    Talvez aguardasse este momento desde o último Domingo de Ramos!

    Beócio Diabólico!

    Os outros Satanazes o seguirão!

    E os patrões barões da mídia fascigolpista/terrorista/corrupta conduzindo esse rebanho de vassalos delinquentes!

  25. INDÚSTRIA ESTA QUE SE CONSTITUI DA FINA FLOR DA CÍNICA, HIPÓCRITA, CORRUPTA E DISSOLUTA BURGUESIA CABOCLA –“AS VESTAIS DO TEMPLO”!

  26. A DISPUTA PARTIDARIA-ELEITORAL E O CAMPEONATO BAIANO DE FUTEBOL. No Brasil, sob o teto da “república 171”, cuidado com os que gritam “pega ladrão, pega ladrão”, em meio à multidão, porque podem ser eles os próprios ladrões criando confusão no imaginário da população para fugirem da situação. Chegamos a um ponto que, de fato, não há como negar que De Gaulle tinha razão quando disse que o Brasil não é um país sério. E quem já foi atrás do “trio elétrico”, conhece a mortadela, a índole e o espírito da coisa, no Brasil, sabe que a malandragem por aqui sempre foi hours concours. Até por isso sabe-se tb que o país nunca resistiu, não resiste e nem resistirá a um sério aperto de liquidez moral, face até à velha mania de levar o máximo de vantagem em tudo o tempo todo que por aqui, à evidência, virou doença nacional terrível, devastadora, há muito tempo, transmissível de geração para geração, e de cura quase impossível, de modo que, prevendo o dia D do inevitável confronto moral que um dia chegaria, face à velha guerra tribal primitiva por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, não foi à toa que, há cerca de 20 anos, tratei de aceitar a missão de elaborar o novo caminho para o novo Brasil de verdade (RPL-PNBC-ME). E assim, devagar, devagarinho, o Brasil começa a ver, claramente, por detrás dos panos, quem e os porquês dos ataques até aloprados contra Dilma e o PT, à moda “mata-mata”, praticados pela turma do “quanto pior, melhor”, buscando a “morte súbita” dos mesmos, antes que os reais motivos fossem todos descobertos, revelados e tornasse inviável usá-los como “Boi de Piranhas” da ora, para que tudo pudesse continuar como dantes no velho quartel de Abrantes, com a boiada pastando à beça, em pasto farto, livre, leve e solta, lépida e fagueira, deitando e rolando, dando as cartas e jogando de mão, como de costume há 125 anos. Desta feita, todavia, ao que parece, há anos, está dando zebra, e, ao que parece tb, a pior viagem da turma do velho “quanto pior, melhor” foi ter enveredado a contenda para o flanco moral, seara essa na qual a disputa, na melhor das hipóteses para elle$, terminará empatada, à moda campeonato baiano de futebol na dependência da macumba, como se diz no meio futebolístico. Aliás, depois do 7 X 1, com a seleção alemã sediada e concentrada por lá, na Bahia. Não deve ser à toa tb que Wagner continua sendo cogitado para a Chefia da Casa Civil, e Mercadante para o Ministério da Defesa, a Chefia da Chefia do Estado-Maior, que congrega as forças armadas, onde talvez se sinta em casa. Neste caso, o perigo é dar um petit no filhote de general, sentir-se o próprio todo-poderoso e tentar arvorar-se em um novo Chávez. Em qualquer caso, porém, prefiro morrer amigo dos meus irmãos baianos. Nada de novo no front. Tudo como dantes no velho quartel de Abrantes.

  27. Agora, alguns “detalhes” que o cinismo criminoso da ‘veja’ desconsidera!
    DIRETOR DA ABRIL NO HSBC FALA EM DEIXAR O BRASIL
    Num artigo melancólico, o jornalista José Roberto Guzzo, membro do conselho editorial da Abril que aparece na lista do Swissleaks, faz um lamento existencial sobre o fato de morar no Brasil; segundo ele, o “Tesouro Nacional transformou-se em patrimônio particular de quem manda no governo”; ele diz ainda que “o Brasil é um país ruim para educar os filhos”; depois do chororô, ele afirma, no entanto, que mesmo num país de “Primeiro Mundo”, como a Alemanha, ninguém está a salvo, citando o caso da Germanwings, em que um piloto suicida matou 150 pessoas; “é uma ilusão pretensiosa achar que basta viver num grande país para livrar-se da precariedade da existência humana”
    3 DE ABRIL DE 2015 ÀS 12:59
    (…)
    FONTE: http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/175747/Diretor-da-Abril-no-HSBC-fala-em-deixar-o-Brasil.htm.
    VIOMUNDO IRONIZA GUZZO: ACUSOU O PT DE CORRUPÇÃO E ESTÁ NO BONDE DO HSBC
    publicado em 14 de março de 2015
    (…)
    FONTE: http://www.viomundo.com.br/denuncias/guzzo-que-acusa-o-pt-de-ter-inventado-a-corrupcao-no-bonde-do-hsbc.html
    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    República de “Nois’ Bananas

    1. Vendo tv vi muitos artistas antigos e alguns empresários dizendo que vão embora do Brasil. Acho que deveriam ficar e só porque terão que devolver o dinheiro que devem ao fisco que aliás é um crime e escaparam da malha fina que o MF impõe. Estavam acostumados a ser bancados pelas classes sociais inferiores acham que é seu direito, só porque estão ricos a mordomia deve continuar. Querem ir, que vão então pois sabendo que com todo o dinheiro que ganharam aqui, lá fóra gastarão mas se arrependerão porque o dinheiro vai acabar e terão que retornar para reiniciar tudo de novo e muito amargamente vão chorar.

  28. No meu tempo de comprador eu recebia em agradecimento pela compras uma garrafa de vinho ou uma gravata no natal. Durante o ano, também recebia caneta ou régua com propaganda da firma. Sabia que outros recebiam um pouco mais. Na época também corria propinas para sonegar alguém. Por falta de fiscalização e por interesse, hoje, os envolvidos em falcatruas, querem continuar mamando até a idade que já estão aptos para serem presos. É uma vergonha o que está acontecendo na nossa política. Ser político é vergonhoso ou corajoso. Aguardemos …………. $.$$$.$$$,$$$,$$.

  29. Da Série ‘Viu estropício maligno e hipócrita?!’

    ###################

    TCU DENUNCIA ESQUEMA DE EMPREITEIRAS NA GESTÃO *[ANTÔNIO] IMBASSAHY (PSDB/BA)

    [*carlista roxo de carteirinha!

    Ao lado do deputado bochechudo, um dos mais animados arruaceiros da [eterna] oPÓsição ao Brasil e ao honesto povo trabalhador brasileiro! Adendos do matuto]

    O deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA), que é vice-presidente da CPI da Petrobras e uma das vozes mais aguerridas da oposição, poderá ficar numa saia justa; empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras são acusadas de superfaturar as obras do metrô de Salvador, empreendimento que teve início na gestão do tucano e foi uma das mais lentas do mundo; Tribunal de Contas da União detectou superfaturamento de R$ 166 milhões, em valores da época, e deve responsabilizar os gestores indicados por Imbassahy; metrô de Salvador foi feito por um consórcio formado por Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Siemens, levou 14 anos para entregar primeiros trechos e consumiu mais de R$ 1 bilhão

    5 DE ABRIL DE 2015 ÀS 06:27

    (…)

    FONTE: http://www.brasil247.com/pt/247/bahia247/175870/TCU-denuncia-esquema-de-empreiteiras-na-gest%C3%A3o-Imbassahy.htm

  30. Colunas de Gaspari e Leonardo Souza na Folha aproximaram-se do ponto nevrálgico da questão, inclusive, com nomes à boiada. O governo, tanto o presente, quanto os anteriores, sequer cogitam da medida saneadora. A “mais fácil” e com resultados mais efetivos, o Senhor Levy, simplesmente a ignora. Afinal, lá estão Gerdau, Bradesco, Santander e as montadoras. O secretário da Receita Rachid faz cara de paisagem. O presidente do CARF faz cara de Monalisa. O ministro faz cara de pau. Os contribuintes regulares, como diz um dos conselheiros flagrado nas escutas telefônicas: os coitadinhos que se…”palavrão”.
    A manutenção do CARF é a preservação do balcão de negócios dos “tubarões brancos”, na expressão da ex-secretária Lina Vieira, cuja queda foi atribuida às tensões com interesses contrariados da Petrobrás, Sarney, bancos e montadoras. Coincidentemente, muitos envolvidos na Zelotes da PF.

  31. Dói no coração dizer, mas o Brasil hoje é um grande lugar para você desperdiçar sua vida. O brasileiro não é respeitado como cidadão. O Estado não lhe fornece um mínimo de segurança individual sua vida, sua propriedade e seu bem-estar são ameaçados todos os dias. As chances de progresso pessoal estão cada vez mais limitadas. Quase tudo que o governo diz é mentira. Tudo o que tem é roubado: tiram de seu bolso, em impostos, o dinheiro que você ganhou com seu trabalho, e não devolvem, em troca, os serviços que têm a obrigação de prestar. O Tesouro Nacional transformou-se em património particular de quem manda no governo. O mérito pessoal é visto como um insulto, e a recompensa material por ele é tratada como um delito social. Quem não é descrito como “pobre” é automaticamente culpado. O Brasil e um país ruim para educar os filhos. Aqui o homem mau dorme bem e o homem de bem, mal!

  32. Por favor leitores, prestem atenção na lista !!!!
    “Bradesco”….é aquele banco que quer a independência do Banco Central e agora tem o nome envolvido nessa merda monumental de proporção planetária… a sonegação de impostos e propina para não pagar o que deve e ainda quer mandar no país.
    Obrigado, Deus-Pai, PF e justiça federal por mostrar aos brasileiros a real profundidade da corrupção que ocorre e ocorreu mas ficou oculto por governos PODRES.
    Próximo passo é punição dos meliantes e a reforma tributária/fiscal profunda.
    Obrigado kotcho pelo espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *