Sem um Plano B, só resta a Dilma segurar o Levy

Sem um Plano B, só resta a Dilma segurar o Levy

O Ministro Joaquim Levy

Por mais sapos que tenha de engolir, só resta mesmo à presidente Dilma Rousseff defender seu plenipotenciário ministro Joaquim Levy, como fez nesta segunda-feira, em Capanema, no Pará, ao dizer que ele “foi mal interpretado” em mais uma declaração polêmica sobre os rumos da política econômica do governo.

A partir do momento em que jogou todas as suas fichas do segundo mandato no pacote de ajuste fiscal embrulhado pelo ministro da Fazenda, até pela ausência de qualquer outro projeto de governo, Dilma não tem escolha: ou banca Levy até o fim ou correrá o risco de ver o país perder o grau de investimento, derrubando o último pau da barraca.

O problema agora não é mais saber quais são os limites da presidente, mas adivinhar até onde a paciência do ministro aguenta o “fogo amigo” do PT e das centrais sindicais, e as intermináveis negociações com deputados, senadores, governadores, prefeitos, empresários e o resto do mundo. E se Levy jogar a toalha?

Promovido simultaneamente a czar da economia e articulador político de um governo sem plano de voo em plena tempestade, o técnico que fez carreira no sistema financeiro carrega sozinho nos ombros o destino de 200 milhões de brasileiros, com suas famílias ameaçadas pelas nuvens de desemprego, inflação e juros altos, recessão, paralisia nos investimentos e nenhuma agenda positiva à vista no horizonte.

Em Capanema, a 152 quilômetros de Belém, Dilma foi entregar as chaves de mais 1.032 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, uma das principais bandeiras do seu primeiro governo. Fora isso, o que temos? Mais médicos, mais bolsas, quer dizer, tudo mais do mesmo. É muito pouco para os imensos desafios de um país como o nosso, menos na opinião do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, que mandou ver: “Na história do Brasil e do mundo ninguém fez mais do que a presidente Dilma”.

O pior é que a presidente pode mesmo estar acreditando nisso, revelando um preocupante alienamento da realidade, como demonstrou ao defender o pacote fiscal e tentar minimizar as muitas crises que seu governo enfrenta:

“Uma coisa é ajustar o Orçamento e outra é reformar tudo. Nós não temos que reformar tudo. O Brasil é muito maior do que esses problemas que estamos passando. O Brasil está enfrentando dificuldades, mas são passageiras”.

Tomara que ela esteja certa e disponha de informações que nós não temos para demonstrar tanta tranquilidade e otimismo. É disso que o país precisa, mas é vital que os desejos não se descolem da realidade dos fatos.

Na vida real, Joaquim Levy vai enfrentar nesta terça-feira uma outra batalha decisiva na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, em que tentará um acordo para a correção das dívidas de estados e municípios com a União, que poderá provocar uma sangria de mais R$ 3 bilhões na arrecadação do governo.

Além disso, o ministro terá que se empenhar nas negociações para manter os cortes nos benefícios trabalhistas e sociais e evitar que o pacote do ajuste fiscal seja desfigurado no Congresso.

Caso Levy não seja bem sucedido neste duplo papel de articulador político e econômico do governo, enfrentando feras feridas como Renan Calheiros e Eduardo Cunha, o que já está ruim pode piorar muito, pois a presidente não tem um Plano B.

É Levy ou Levy, ajuste fiscal ou ajuste fiscal, tudo ou nada. Quero estar enganado, mas pressinto que estamos apenas no início de uma crise profunda na vida nacional, que não promete acabar tão cedo, ainda que o pacote levítico seja integralmente aprovado, o que constituiria verdadeiro milagre.

Entre a canonização e o naufrágio de Joaquim Levy, que de bobo não tem nada, mas não parece possuir dons divinos, navega o barquinho de cada um de nós em busca de um porto seguro. Ele sempre poderá dizer que tentou de tudo, mas, infelizmente, não deu. E Dilma e nós o que vamos fazer?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

47 thoughts on “Sem um Plano B, só resta a Dilma segurar o Levy

  1. “Os amigos que nos ocultam os nossos defeitos, servem-nos de menos que o inimigo que deles nos adverte.” (Jornal O Escudeiro Baptista, Nº11, 1909). A que ponto este País chegou! O Ministro da Economia tem mais voz de Comando do que o Capitão da embarcação! A grande virtude do ser humano não é o não cometer erros, mas o aprender com os seus erros. Infelizmente a que preside a República, o seu partido, e o seu “criador” político não entenderam que a sua agenda ideológica não mais seduz mentes incautas. A política ideológica só corrompe, impõe uma ditadura e cerceia a liberdade. O preço pago pela Nação com a implantação deste projeto de poder não valeu à pena. Liberdade e dignidade não têm preço. Somos livres e livres queremos permanecer. A cegueira ideológica lançou o Brasil num buraco profundo, e tão profundo que ainda não conseguimos ver o fundo. A cegueira ideológica isolou o Brasil do restante do mundo. Enquanto as Nações mais ricas e poderosas da Terra só fazem negócios para o seu próprio bem, o Brasil preferiu, sob o comando deste sistema político, fazer parte de um “clubinho” socialista/comunista que não nos trouxe nenhuma prosperidade. Criticam e muito o Capitalismo e os Estados Unidos, mas adoram uma Coca-Cola; criticam o lucro, mas não doam os seus salários para alguma instituição de caridade. Quanta hipocrisia! Os condutores cegos pela ideologia levaram o nosso país ao buraco. Aos que se deixaram cegar pela ideologia, despertem suas mentes, pois não é próprio do ser humano ser escravo. A liberdade é a essência do nosso viver. Certamente a liberdade é o bem maior que um ser humano pode possuir dentro de uma Democracia, mas essa liberdade deve ser plena. Deve ser tanto do corpo, quanto do espírito. Não existe liberdade sem humanidade e nem humanidade sem liberdade.

  2. Quem disse que a presidente Dilma do PT precisa de um plano B? A Dilma ganhou a eleição “mostrando o seu plano de governo”, que era “o que ela ja vinha fazendo”; ao contrario do Aecio Neves do PSDB, que não apresentou plano de governo e “tentou às pressas apresentar o mesmo velho plano de governo do FHC, que elevou a inflação de 1,5% da epoca do governo Itamar, para 12% e também elevou a taxa de juros de 15% do governo Itamar para 45%”, e quebrou o Brasil; como também ganhou da Marina Silva, que “apresentou sem saber explica-lo, um plano de governo elaborado pela Socióloga Neca Setubal, Herdeira do banco Itau, mas que não tem compentencia para administra o banco de sua familia”. -Acabei de saber de duas reportagens: Uma do portal Uol onde diz que o IBOPE mostrou que o jornal Nacional caiu a sua audiencia para 25%; e outra reportagem, onde mostra o Boni, ex, presidente da Globo, “reafirmando o que disse no seu livro”, de que a globo “manipulou também os numeros do debate, o ultimo debate, de 1989 entre o Collor e o Lula, para favorecer o Collor, e assim agradar o Roberto Marinho, dono da globo”. Então a conclusão que se chega, é que, embora caindo a audiencia, a globo ainda mantém o seu “””Padrão globo de jornalismo””””, e o povo está tendo sua propria opinião, buscando informações sim, antes de votar, e não é o Ignorante que o FHC sugeriu que fosse, quando viu o seu candidato, perder a eleição. -O mundo passa por uma crise, onde o dollar está se valorizando em relação a todas as moedas e não somente ao Real. -As industrias Petroliferas estão perdendo valor de Mercado, assim como a PetroBras e a OGX do Eike Batista. -O delator Paulo Roberto Costa, que era “um funcionario de carreira e não um filiado de algum partido da base do governo Dilma”, em nenhum momento acusou a presidente Dilma e o ex presidente Lula de associação à corrupção da Petrobras, Bem como “a justiça” brasileira, que investiga o caso da lava-jato, também não encontrou nenhum indicio de envolvimento de ambos presidentes do Brasil com a corrupção na Petrobras. -O outro delator Paulo Barusco, também “funcionario de carreira”, não filiado a nenhum partido do governo Dilma, disse que a corrupção na Petrobras começou em 1997 durante o governo do FHC do PSDB. -A inflação de janeiro de 2015 ficou em 1,27 e a de fevereiro ficou em 1,20%; porém a industria cresceu 2% nesses 2 primeiros meses. Portanto, por que o governo Dilma, que “está combatendo a corrupção como ela prometeu na campanha, que iria continuar fazendo doesse a quem doesse, precisaria de um plano B?” Meu, quem precisa de um plano B é: O governador Alckmin, visto que o estado de São Paulo, continua com a crise da agua, com a crise da segurança onde o PCC faz o que quer aqui, da saude, onde o estado de São Paulo está tomado pela dengue, e etc; A rede globo, cuja audiencia do seu “padrão globo de jornalismo” perde audiencia e crediblidade a cada dia, bem como até a novela das 9 com os seus exageros relacionamentos gays; E também o proprio PSDB que “sem coragem de prestar conta ao povo sobre as inumeras denuncias de corrupção em seus governos”, não consegue desviar o foco para os governos do PT, que estão combatendo a corrupção, e fazendo governos muito melhores que os peessedebistas.” A Dilma está fazendo um governo, “dentro do que se espera nesse momento”: Combatendo a corrupção; apresentando projetos de aprimoramento das contas do governo, cortando gastos; inaugurando obras e aproveitando “todos os pouquissimos tempo que a grande midia lhe dá”, para não deixar o povo sem ter respostas suas. E com isso ela “já conseguiu vitorias”, pois a grande midia conservadora, ja não tem tanto o que mostrar para tentar prejudica-la, e tanto o presidente do senado quanto o da camara, “já abaixaram a bola”.

    1. Comentário tão inútil e sem rumo como o governo Dilma. Misturou inflação nos primórdios do Plano Real, audiência do Jornal Nacional, falta de água em São Paulo, fez uma salada e serviu. A arte de falar sem dizer nada.

    2. O Esposito tem razão…
      Depois que o geisel ganhou uma “menção honrosa de aplausos” de um certo “coxinha vermelho da esquerda chula”, típico discípulo do FORO SÃO PAULO, o gesiel se empolgou…

    3. Interessante!!! Como esse povo bola murcha ainda tem a cara de pau de emitir suas esdrúxulas oponiões!!! Ainda fazem um testamento, será que acreditam que alguém vai ler??? Deviam pegar uma picareta e ir plantar cebolo no asfalto!!!!

    4. Mais um que também deveria ser ¨convocado¨,junto com o Dias para substituirem esse coxinha do Levy.Embora não tenha apresentado solução como o Dias(31 de março 2015 13:29),mas demonstrou profundos conhecimentos relativos ao Brasil.Com certeza tem muito a contribuir.Vc também aceitaria um ¨convite convocação¨ Gesiel?

  3. “O partido sofre um cerco e aniquilamento da oposição por conta de suas virtudes e não por seus erros.” Rui Falcão
    “O PT trocou um projeto de Brasil por um projeto de poder”. Frei Betto

    1. Prezada Ana, apesar de discordar de muita coisa do Frei BETO, assim como discordo de quase tudo do Mino Carta, mas as últimas opiniões destes, já reflete que começaram a enxergar a verdade. Sei que isso é um avanço imensurável, visto a cegueira ideológica destes seguidores do “FORO SÃO PAULO”!

  4. O Jornalista Kotscho, novamente faz a leitura mais adequada para o momento. Aliás, até o Mino Carta, amado pelos radicais, já demonstrou sua decepção nas más ações de muitos deste governo.
    A roda gira, como dizem. Há poucos dias, quando da “vitória suja” (já expliquei os porquês), pregavam os “vencedores”, que passada a batalha das eleições, onde “fizeram o diabo” para vencer, e “venceram”, restava a nós os derrotados, “relaxar para doer menos”.
    Pois é, hoje, até o Aécio agradece ter perdido as eleições, pois certamente, já estariam os petistas nas ruas, pousando de vítimas, de faca nos dentes pedindo o Impeachment do Aécio. Alguma dúvida? E o pior, com argumentos, que o país estava mil maravilhas, mas bastou o Aécio assumir as rédeas do País para entrarmos numa crise sem precedentes.
    Como a roda girou, eis que restam aos petistas, “relaxarem agora para doer menos”, as ações necessárias do Levy. Se ele vai conseguir, ou até mesmo vai ter paciência para aguentar o fogo amigo do PT, não sei. Só sei que vai ser muito melhor para todos que o Levy consiga. Pois até Impeachment da Dilma, talvez traria mais alívio para ela (salvo se o destino fosse a Papuda), do propriamente ao povo brasileiro. Afinal, recolocar o País nos trilhos vai dá um trabalho danado!
    FALTAM 12 DIAS PARA O POVO NOVAMENTE PEDIR O FIM DESTE CICLO PERVERSO!

  5. Mestre, esse picadinho “de jornal”, batido no liquidificador com pitadas de isenção, para ajudar a não tirarem a presidente do foco, já deu o que tinha que dar. O que o Brasil necessita agora, mais que nunca, é de gente corajosa que se indigne, divulgue e faça campanha sobre o absurdo da operação Zelotes correr sob sigilo de justiça, enquanto a Vaza Jato, com enfoque midiático exclusivo sobre o PT, corre direto na Globo. Por que razão correr sobre segredo de justiça, senão por envolver a fina flor, de bancos, empreiteiras, grupos de mídia e não envolver o PT, em sonegações à luz do dia, que devidamente cobradas, dispensariam Levy’s e ajustes fiscais de qualquer natureza, dado que o volume sonegado bastaria com sobras e o escancarar ao povo brasileiro, o fato de quem é quem nessa matéria de surrupiar dinheiro do Brasil, dizimaria, cínicos, hipócritas e isentos, aos magotes. De quebra, poderia ainda acompanhar Jânio de Freitas, botando a boca no trombone para exigir que o absurdo de Gilmar Dantas (by Noblat) ficar sentado em cima da votação que proíbe doação de empresas a partidos, cesse, para o bem da democracia, pois não consta que empresas votem e portanto não faz sentido contribuírem com 80% dos recursos para os partidos manterem-se. Fácil, extremamente fácil, além de objetivo e muito mais útil ao país, “né não”, Mestre?

    1. O que a Dilma está fazendo com esse Levi na cadeira de chefe do ajuste ecomômico?Está aqui o nosso ministro,pelo menos chefe de gabinete.Vamos acordar Dilma!É só pedir o email p/ Kotscho e mandar o convite!Não expedir a convocação.Vc aceita né Dias?

    2. Mestre, permita-me acrescentar a cínicos e hipócritas, o “ornitorrinco bisontino”, impar, tinha o esquecido, mas a vida, sábia, sempre da um jeito de recompormos, com natureza, a fauna política.

  6. A impressão que tenho,com base nas recentes declarações do Levy-è qua há também uma intenção e implodir este “governo”!.Não sei se alguém mais teve esse “pressentimento”.

  7. Sem levar em conta a proposta de “deputados’ em reduzir a menor idade penal,como solução efetiva para reduzir a violência,e consequentemente á CORRUPÇÃO responsável final por todas as mazelas do Brasil!.ESTE É VERDADEIRAMENTE UM PLANO SATÂNICO AFIM DE PROMOVER UM GENOCÍDIO LEGAL NO BRASIL!.Acordem todos.Ou vocês acreditam que o problema da violência envolvendo menores não tem a participação especial e decisiva dos MAIORES!.

  8. Parabéns RK, belo texto. Temos que rezar todos os dias para que Levy tenha saúde e saco, para aturar tudo isto. Não há plano algum, nem A ou B. Hoje ficamos sabendo de um déficit nas contas publicas em Fev/15 de R$ 7,4 Bi, além das medidas propostas, tem que atacar os custos de manutenção da máquina publica, cortar na raiz, demonstrar que esta fazendo a sua parte e o congresso fazer a dele. Estamos todos no mesmo barco, com um único balde (Levy) e vários furos (Executivo, Legislativo e Judiciário), vamos afundar se não fazer o que tem que ser feito.

  9. Sei de alguns barquinhos pessoais que já naufragaram, colhidos pela tempestade que apenas se avizinha: corte no quadro de empregados e fechamento de empresas.

    1. Falta de emprego? Aqui na região do ABC há muitas ofertas de emprego. O problema é que não há pessoas qualificadas. Sabe como é, há muitas pessoas que saíram das escolas publicas do Alckmin sem saber ler e nem escrever direito. É esse o resultado de mais de 20 anos desse (des)governo do PSDB em SP: pessoas diplomadas e analfabetas .

  10. Após 12 anos de governo,a ideologia econômica professada pelo PT,que na verdade nada mais fez do que distribuir benesses aos mais necessitados ,sem um lastro que financiasse,chegou ao fim,sem crescimento econômico/sem crescimento social.Essas bravatas de taxar os ricos,taxar fortuna,taxar o capital e … só servem para desviar o foco.Desde Maria Luíza Menezes Fontenele passando por Erundina,desenbocando no Agnelo Queiroz se é sabido que a esquerda não conhece o que significa o termo Gestão.

  11. Utilizo duas referências para medir como vai indo o Brasil real.
    1ª-Há um supermercado aqui perto de minha casa por nome de Solução, o dono deixou um grande painel na sua fachada, como se fosse um mural, para que as pessoas colem ali os mais diversos avisos: procura por cachorros perdidos, procura por objetos desviados, anúncios de vende-se e compra-se e, o que mais se vê nele é a procura por pessoas para trabalharem.Segundo este último ítem, ainda não estamos nem perto da calamidade que vivíamos no período FHC, quando no mural do Solução só se via era gente procurando emprego.
    2º-A frequência da Nova Edição, minha casa de forró, onde eu e minha mulher, vamos quase todos os sábados pra o nosso bate-coxa.Há mais de trinta anos frequento a Nova Edição, ela abre às terças para o “baile da maria cebola”, quando são as mulheres que chamam os homens para dançar, às sextas e aos sábados.Sábado passado, cheguei um pouco atrasado e tive que dividir mesa com um outro casal de tão lotada que estava. No período FHC, a Nova Edição deixou de abrir às sextas-feiras por falta de frequentadores.
    A economia de mercado é uma senóide, onde há o período de compras e um período de se pagar o que se comprou, estamos vivendo realmente, um leve período de baixa mas logo passará, pois o governo tem caixa para se investir em obras, bem diferente do passado.
    Olhar o Brasil pelas janelas do PIG, é o primeiro passo para se entrar em depressão. Tenho um amigo psiquiatra que ao atender os seus pacientes logo pergunta: -O senhor assiste a rede Globo, lê a Veja ou a Folha ??? Se o cara diz que sim, ele o interna imediatamente.

  12. Muito bem escolhida a data para se falar de ajuste econômico e investimento e ainda terminar o texto com um lacônico pedido de socorro.O Brasil não cresce desde 1979,quando nossa economia foi tirada da 50º posição e colocada entre as 10 primeiras do mundo,gostem ou não,concordem ou não, os efeitos desse período de crescimento econômica,juntamente com prosperidade moral,elevação da auto estima do povo,modernização dos costumes e práticas,ainda hoje estão na lembrança da população.Pelo que se viu nas ruas e pelo que se lê nas mídias espontâneas,a Presidenta pode estar sem um plano B,mas o povo não.

  13. Caro Kotscho, o governo precisa fazer a lição de casa antes de mais nada.
    O governo tem 39 ministérios e centenas de milhares de cargos por indicação. Chega, tá na hora de reduzir isso e assim reduzir o custo da máquina.
    Aumentar imposto é fácil. Difícil é fazer algo decente. Nem digo algo bom. Mas algo limpo, com ideias qeu não acabem com a vida do povão.

    abs

  14. O governo está expondo demais o Ministro Levy. Ele não deve e não tem competência para ser articulador político. Pior, articulador político e enfrentar Eduardo Cunha e Renan.
    vai ser massacrado.

    abs

  15. Não demora Kotscho, a pressão do setor automobilístico.
    Outra vez, como aconteceu com a desoneração do IPI, que diminuiu a arrecadação federal em detrimento dos repasses de dinheiro aos estados não industrializados.
    Não vai até o meio do ano, e a alegação para desinflar os pátios lotados, é o desemprego e o prejuízo à indústria.
    Quem ganha com isso é o Estado de São Paulo, o mais industrializado; vendendo para os outros estados da federação, fatura muito com a “venda” de ICMS, digamos assim.
    E aí dá para ver o que realmente rola em São Paulo com os protestos.
    Alckmin, de olho em 2018, é que realmente fomenta o movimento. Precisa faturar mais, incontidamente. Quer fazer bom governo, muito embora já fature horrores com o CPF na nota.
    E mais. Tem paulista bronqueado com o PIB de São Paulo que proporcionalmente vai quedando diante do Brasil; outro motivo para protestar, se bem que a insatisfação é contida e não aparente.

  16. A esquerda não tem quadros. Levy é a salvação da Dilma tão quanto Henrique Meireles foi do Lula. Se quadros da esquerda assumirem ministérios importantes, o que teremos serão filas para comprar papel higiênico, como ocorre na Venezuela. O que os quadros da esquerda sabem é enricar criando esquemas de corrupção, como criaram agora, a lavagem de dinheiro de propina na justiça eleitoral. Contrariando o dito popular, conseguiram criar o crime perfeito. Que venha de novo o Domínio do Fato.

  17. Pelo jeito tem muita gente por aí sem plano algum, confiando apenas na consolidação condenatória dos “quatro pês.” Não bastasse as hostes limpinhas e acima de qualquer suspeita dos Fora Dilma terem perdido a companhia do ilibado senador Agripino “Protestante” Maia, finalmente fulminado pelo MPF, que não tinha mais por onde esconde-lo, já suando em bicas com o pesado fardo aécioporto com a lista de Furnas às costas e sem destino para pouso seguro da carga, agora é a vez do probo deputado Caiado marchador, experimentar o impacto de pipocos de aço quente, fulminado, sem dó ou piedade, por quatro balaços no peito, um para cada dedo da infame camiseta que veste-lhe a alma, pelo “pistoleiro Demóstenes “Kid” Torres, amigo do peito e de audições sem áudio, de Gilmar Dantas (by Noblat), também ferido em duelo no Corral O.K. goiano. O triste nisso tudo, é o Brasil real acontecendo, com o IBOPE dançando miudinho para não escancarar à justiça, a caixa preta dos engordados índices globais e a RBS global enroscada em sonegação da sonegação na operação Zelotes, e Mestre balaieiro entretido na pauta do mais dos mesmos da mídia monopólio, empacado em comentar o plano A da dita cuja e sem condições de informar aos balaieiros sobre esses tiroteios, que já fizeram a glória e a fama de muito filme B por aí e ameaçam agora deixar nuzinho o “ético e honesto” Brasil virtual, em todos os poros, de forma que nem mesmo com o domínio do fato ou a delação premiada deem jeito. Enquanto não acontece, Zé Bolinha na maciota, enfia na pilha do senado projeto para tirar a Petrobrás do pré sal, Eduardo Cunha quer acelerar a lei que diminui a idade penal no Brasil e Renan, em tabelinha com Eduardo Cunha e “Gilmar Toco Sentado”, alinhava aprovar a reforma política com financiamento por empresas, distritão e autonomia do BC. Enfim, eles tocando o plano A de aproveitadores e Mestre dançando o plano B de bonzinho ou alternativamente, o plano C de comportadinho.

  18. calma…nao se preocupem…eu vi o vídeo do Lula. Ele falou que vai “varrer” a corrupcao da Petrobrás e tudo ficará bem..eu acredito nele…me parece uma pessoa sincera, honesta e trabalhadora. Vejam o passado de trabalho dele…irretocável….

  19. Hoje, 1º de abril, dia da mentira e aniversário do golpe, ás 20 horas, no Canal CURTA – 56 na Net – será exibido o curta-metragem de 1978 “O Gato SEM ASAS”. Dez minutinhos que que tentam aflorar algumas de nossas verdades nacionais.

    “O tenso relacionamento entre um patrão e sua empregada doméstica. Sobrou para o gato!”.

    Flávio São Thiago, Maria Alves, Biza, Antônio Luiz Mendes, Miguel Rio Branco, Arthur Omar, Sérgio Rezende, Sandra Werneck, Pedro dos Anjos e o gato Ceao.

    Tambem pode ser visto em:

    http://portacurtas.org.br/filme/?name=o_gato_sem_asas

  20. AS pesquisas de aprovação do governo Dilma,recentemente apresentadas-Mostram uma rejeição “grandiosa” .Bem,como pesquisas dessa natureza não merecem crédito.A próxima (se houver),apresentará um resultado totalmente inverso-FAVORÁVEL Á EXMA.PRESIDENTE DILMA!!!.A partir de então,as manifestações de descontentamento com o “NOVO” governo,não mais terá qualquer repercução.

  21. Segundo as pesquisas, somente 1, e cada 10 brasileiros aprovam o governo da Dilma. Depois do dia 12/04, certamente restarão menos, senão alguns balaieiros lunáticos!
    FALTAM 11 DIAS!

  22. O Kotscho tá muito pessimista. Dilma tem, sim, Lula. Tem o povo. O povo vai esperar passar os dias de “confusão” dos ajustes e depois vai comemorar o acerto. A coisa que a oposição e a máfia da imprensa quer é tirar o povo do poder, usando o próprio povo. Insuflaram a insanidade, semearam o ódio contra o governo e o PT. Mais uma vez não vai dar certo. Vamos passar por cima de tudo. Em todos os caminhos ajustes são necessários… Desde 2008 o mundo geme, em crise e nós, aqui, ó… Estamos é muito bem…

  23. Ricardo, um comentário fora da pauta. Esses dias revi na TV a cabo o documentário ABC da Greve, de Leon Hirszman, para quem não sabe, sobre a bela e magnifica luta dos metalúrgicos do ABC. Lembrei-me dos meus primeiros votos, estréia do título, no Lula e nos candidatos do PT. Vejo agora uma elite partidária que só fez enriquecer, JD em quem também votara, tornar-se um milionário “consultor” de empresas, desses que, de tão bons, fazem o serviço mesmo estando na cadeia. “Quando um líder partidário vira consultor de empresa, tem algo muito errado com o partido”, disse Olívio Dutra esses dias, concordo. Parafraseando uma letra do Caetano Veloso: Como é grande a capacidade do dinheiro de destruir coisas belas.

  24. Pois é, quem estava apostando na “falência” da Petrobrás pode parar de agourar a nossa maior empresa do país. Graças ao financiamento de US$ 3,5 bilhões obtido junto ao banco de financiamento da China a Petrobrás irá de vento em popa, com suas ações subindo 5% e o balanço auditado será publicado neste mês de Abril. Sem falar no recorde de 737 mil barris/dia extraídos do pré-sal. E no dia 27 de março, Dilma anunciou que o Brasil foi convidado e aceitou ser membro-fundador do Asian Infrastructure Investiment Bank (AIIB). A Alemanha e a Inglaterra também aderiram ao AIIB, para desgosto do Tio Sam. É a China que ajudará o Brasil a sair da “crise”.

    1. Chora, Popó, chora! O choro é livre. Esse é o que estão chamando de “Plano Marshall da China” para ajudar seus aliados e socorrer aqueles que o Tio Sam está querendo “derrubar” por não estar alinhado a ele. É o BRICS avançando e não há Tio Sam, Israel e OTAN que irá deter. Não adianta o José Serra vir com esse papo de que a única saída é “vender” a Petrobrás para a Chevron pois a China, que já deve ser a 1a. Economia Mundial, tem o maior interesse que a Petrobrás continue nas mãos do governo federal e não nas mãos de empresas americanas. E VIVA O BRICS!

  25. O estupendo comentário do Gesiel (31 de março de 2015 – 12:46) deixou os coxinhas do Balaio pendurados na brocha de forma tão inesperada e acachapante que o Gilvanildo da Costa, atordoado, enviou-nos essa pérola: “Prezada Ana, apesar de discordar de muita coisa do Frei Beto, assim como discordo de quase tudo do Mino Carta, blá blá blá blá….”. Pois é, Balaieiros, entre o Gilvanildo, Frei Beto e Mino Cartas, o gênio é o cretino cavalgadura Gilvanildo !!!!! (Eu mereço !!!) Vai catar coquinho, Gilvanildo !!!

    1. Ah ta…vou desconsiderar os citados e aplaudir seus relinchos!
      As vezes fico na dúvida se és apenas um defensor dos delinquentes vermelhos, (remunerado ou não), ou se seria apenas um humorista que consegue fazer piadas dos atuais problemas, criados e/ou potencializados pelo PT em 12 anos!

  26. O dono do Balaio já não tem como se explicar ante a torrente de evidências da nefasta ação do PT ao longo desses mais de 12 anos no comando do governo.

  27. Aí urrou, “Ante a torrente de evidências da nefasta ação do PT ao longo desses mais de 12 anos no comando do governo, O dono do Balaio já não tem como se explicar”. Acredito Mestre, que certamente a herança, de 36 milhões de brasileiros resgatados à cidadania, das reservas internacionais disponíveis na casa do US$ 370 bilhões passando a credor do FMI, do salário mínimo ter saído de US$50 para US$250, dos universitários passarem de 3,5 milhões para 7,5 milhões, da Petrobrás evoluir na participação do PIB de 3% para 13%, do PIB ter saltado de US$ 540 bilhões para US$1 trilhão e 300 bilhões, do Luz para Todos ter deixado menos de 1% dos brasileiros na escuridão, de ter-se contratado mais de 13 mil médicos para atender a quem os sobas da engravatada medicina brasileira, não querem, das empregadas domésticas obterem os direitos de serem empregados e não escravos condenados a feitores de si, do ENEM, ProUni e cotas que democratizam as oportunidades e libertam os cativos, da Norte/Sul conclusa e operando até o meio oeste e em obras na extensão até Rio Grande, da Transposição do São Francisco para atender D. Pedro II e de quebra os sedentos de sobrevivência econômica do semiárido, libertando-os das saias de bispos, pastores e políticos, sem contar carros tanques e cestas básicas, do renascer da indústria naval, do Pré Sal produzir mais de 800 mil barris diários, seis anos após a descoberta, do protagonismo internacional que projetou-nos para o mundo, resgatando a auto estima dos “vira-latas”, da expansão das escolas técnicas de 140, em 101 anos (1901 a 2002), para 354, em doze anos (2003 a 2014), das SAMU e UPAS, do desemprego despencar de 11% para menos de 6% em plena crise, da inflação de 12,5% para 7% no pico do ajuste, da construção e entrega de 2 milhões de casas pelo “Minha Casa Minha Vida”, da Copa do Mundo de 2014, da Olímpiada de 2016, etc., etc., etc. O mais triste é o Mastodonte replicante não reunir condições de perceber que a corrupção que o leva ao urro dos sem razão, é também ela, filha da elite de sonegadores da Zelotes que em segredo de justiça, não permite-lhe enxergar como está absolutamente encabrestado. Que o stress da ignorância lhe seja leve até 2018, para que possa apreciar e suportar a quinta sapatada popular, que extinguirá a Casa Grande da futura história do Brasil e talvez o liberte, quem sabe?

  28. Fiquei uma semana sem mexer na internet. Nem fiquei sabendo do acidente do filho do governador. E só realmente vi crise e fiquei nervoso com esse governo na hora de abastecer o carro e na hora de pagar a conta de luz. A presidente se ficar quietinha e não fazer caca como aquele pronunciamento esdrúxulo do 8 de março vai ver essas manifestações fascistas se esvaziarem. Até pq eles incharam artificialmente o número de 1 milhão. Ou seja! Qualquer número abaixo disso é derrota fascita. Abraços. Não mudo de lado jamais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *