Bombeiros fazem a festa do menino autista

Bombeiros fazem a festa do menino autista

Para sair deste baixo astral em que o país e o Balaio entraram nestes últimos dias, que nem eu aguento mais, quero partilhar com vocês uma bela história de vida, com final feliz, que acabei de ler. Pena que aconteceu nos Estados Unidos, e não aqui.

Reproduzo abaixo, na integra, a matéria “Após quase fracassar, festa de garoto autista nos EUA tem até bombeiros”, publicada nesta terça-feira, na página A12 da Folha, um belo texto com o crédito “Das agências de notícias”. Ao final, tenho certeza que o caro leitor também ficará comovido e com mais esperanças no ser humano, como eu fiquei.

***

A festa de aniversário de seis anos do pequeno Glenn Buratti se encaminhava para um total fracasso em sua casa na cidade de Saint Cloud, no condado de Osceola, na Flórida (EUA).

Nenhum dos colegas de classse do garoto autista que foram convidados apareceu para comemorar com ele.

Sua mãe, Ashlee, havia chamado 16 amigos para a confraternização.

Ao ver que ninguém aparecia para a festa, Glenn ficou arrasado, disse sua mãe.

“Desde a hora em que ele acordou naquele dia, queria saber quantos minutos faltavam até que seus amigos viessem”, afirmou Ashlee ao jornal local “Osceola News-Gazette”.

Ela diz que os olhos do filho se encheram de lágrimas quando ele percebeu que não haveria ninguém na festa.

No site do jornal, Ashlee expressou a frustração do garoto na página “Osceola Rants, Raves and Reviews List”, voltada aos moradores da região e que tem mais de 10 mil membros.

“Sei que isso pode ser algo bobo para reclamar, mas meu coração está partido por causa do meu filho”, escreveu.

Quando outros membros do grupo viram a publicação, começaram a enviar mensagens perguntando se podiam levar seus próprios filhos para a festa de Glenn.

O texto chegou ao departamento de polícia de Osceola, que pediu o endereço da família e disse que um helicóptero iria sobrevoar a casa.

Em cerca de uma hora, o helicóptero passou voando baixo sobre a casa de Glenn, para que ele pudesse acenar para o piloto.

O menino, que ama policiais e bombeiros, ficou impressionado quando esses profissionais começaram a chegar para a sua festa, em seus carros e caminhões.

Embora seja um garoto tímido, sua mãe disse que Glenn brincou com os novos amigos como se os conhecesse há muito tempo.

No total, 15 crianças e 25 adultos apareceram na casa do garoto para dar presentes, comemorar e comer o bolo.

John Buratti, pai de Glenn, se comoveu com o gesto da sua comunidade. “Ele se divertiu muito”.

***

Os 16 amigos de Glenn convidados pela mãe dele e que não apareceram no aniversário não sabem o festão que perderam, por puro preconceito.

Vida que segue.

 

 

 

 

 

 

 

11 thoughts on “Bombeiros fazem a festa do menino autista

  1. É Ricardo Katscho! Lamentável, simplesmente lamentável o que esta acontecendo no meu país. 1 – De um lado um grupo de intolerantes e sem escrúpulos, resolvem humilhar Guido Mantega que estava levando sua esposa para fazer um tratamento de câncer (não respeitaram nem dor dele e da sua mulher); 2 – Do outro, um grupo da CUT e do PT que acompanhavam o Lula, partiram pra briga contra manifestantes (que não sei por que estava lá); 3 – O país esta a beira de uma guerra civil, e a conclusão que chego ao ver os comentários dos que frequentam o seu blog, é o interesse em descobrir qual o partido menos corrupto na História (se é PT, PSDB, PMDB ou DEM). Lamentável Katscho! Já esta faltando água, já começou a faltar gasolina, daqui a pouco começa a faltar comida; e a ninguém do nosso governo vai atender as reivindicações dos caminhoneiros. Aqui no Paraná alunos não sabem quando voltam a estudar, está tudo parado: escolas, fórum, DETRAN enfim tudo, mas o governador Beto Richa não quer dialogo com ninguém. Por favor, Ricardo entenda meu desabafo! Como você mesmo fez um post sobre o assunto; eu não quero saber que foi que iniciou essa guerra estupida que vive nosso país, eu quero saber quem vai pará-la, quem vai ser o pacificador de tudo antes que a guerra civil realmente chegue. Eu não quero saber que partido é menos corrupto, ou se a roubalheira começou desde quando Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil, eu quero saber que Brasil vai ficar pro meu filho (que não sabe quando volta a estudar) e pros meus netos. Pelo amor de Deus gente e Ricardo, vamos clamar pela paz neste país.

  2. Caro Véim…o acontecimentos que vivemos agora, é apenas um fragmento na eterrnidade. No futuro, mesmo que portando o mais poderoso microscópio, as mais avançadas técnicas de arqueologia, os mais sábios arqueólogos e historiadores se darão conta de que ele existiu. Dizem os nossos limitados homens de ciência, que o reino mineral levou milhões de anos para se solidificar, deste reino surgiu o reino vegetal que levou outros tantos para surgir, deste reino veio o reino animal, e, tudo isto para que dentro deste último, usando corpos do mesmo, surgisse o reino hominal, outros reinos, com outras potencialidades com outros valores o sucederão, esta é a lógica galileana.Estamos vivendo o clímax em que os valores do reino animal, o mais evidente o egoísmo, se submeterá ao principal valor do reino hominal, o solidarismo. Este episódio, pelo que estamos vendo, infelizmente, não ocorrerá sem um grande trauma. Mas aí caro Véim, Deus e o Diabo, os dois grandes e excelsos irmãos, senhores da evolução, um vindo de cima e o outro vindo de baixo,, se abraçarão, para que possam dentro de cada ser desta nova humanidade comtemplarem o por do sol. PS. O hemisfério sul é, a única parte, onde poderão contemplar, simultâneamente, a constelação de Órion e do Cruzeiro do Sul.O Brasil esta no hemisfério sul. ÊÊÊÊ mundão véi discuncertado …né não Vítor Hugo ??? Bão mesmo é refogado de cambuquira…nééé meu fi ???

  3. Nos Estados Unidos, não tem essa mídia venenosa que tem aqui no nosso país, que só leva ao povo: revolta, intolerância, e outras coisas mais. Dias melhores virão, acredito.

  4. …o nosso Brasil é muito precioso, o nosso povo é maravilhoso, é um privilégio evolucional ter nascido no Brasil. Nenhuma nação da terra dedica dias e dias para comemorar a alegria. Deveríamos valorizar cada vez mais a nossa cultura, os nossos valores, a nossa gente. Combatermos, em nós mesmos, diariamente, o egoísmo e a mesquinhez, o nosso valor é a solidariedade, este é o nosso destino, O PT, o PSDB, o PQP, os petralhas, os coxinhas, passarão, mas o nosso povo permanecerá, é um desejo dos Deuses, pois para eles nós somos a única possibilidade para que eles continuem existindo. Brevemente, aquelas nações que infantilmente as endeusamos, se autodestruirão, ou mutuamente se destruirão. suas terras se tornarão inabitadas pela radioatividade das bombas que jogarão umas sobre os outras. Quando vemos um irmão do Balaio, dizer que: “nenhum ser humano trabalha para o outro, se fizer isto não é um ser humano “, devemos fazer tudo para “convertê-lo” ao sentimento de brasilidade. Não nos envenenemos com o veneno que está destruindo as nações que infantilmente admiramos.Enfim…em primeiro lugar é o amor, a tolerãnica, a amizade,..em segundo….em segundo lugar…é o Aééécio!!! em segundo é o Aééécio !!! ( brincadeirinha viu coxinhas ???) PS: Já disse aqui que costumo olhar as palavras que surgem para agente enviar o comentário, na maioria das vezes inesplicavelmente tem algo a ver com o que escrevemos, agora foram: afeto mirrem ( mirem o afeto )

  5. Acompanho seus textos há muito tempo… Desde os tempos da folha de são Paulo..tua sensibilidade, honestidade e gentileza no trato dos “causos” de toda espécie só faz aumentar minha admiração por sua pessoa. Obrigado pelas brisas frescas diante de tanta aridez…abçs, Cacá Molinari

  6. Não li o post do Sr. Ricardo Kotscho, só sei que generosidade, respeito ao próximo, inclusão social, etc e tal existem na Líbia, no Afeganistão, no continente africano e até neste malfadado Brasil. Mas minha tese que referido colunista está procurando admiradores do país lá de cima.

  7. Os bombeiros daqui são tão bons quanto os de lá, eu diria até que são melhores, ja que trabalham com equipamentos muito mais precários. Os bombeiros são motivo de nossa admiração todos os dias, pena que A FALTA DE SEGURANÇA QUE O GOVERNADOR ALCKMIN, OFERECE A POPULAÇÃO, acaba se respingando no trabalho dos bombeiros, pois no mês passado, uma favela pegou fogo na zona sul, e OS BOMBEIROS NÃO PUDERAM FAZER MUITA COISA, porque OS TRAFICANTES QUE HOJE MANDAM EM SÃO PAULO, não deixaram que os bombeiros entrasse na favela para apagar o fogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *