Petrobras: eis o preço da teimosia de Dilma

Petrobras: eis o preço da teimosia de Dilma

É até maldade o que a presidente Dilma está fazendo com sua amiga Graça Foster, obrigada todos os dias a mostrar a cara para explicar o inexplicável na enxurrada de denúncias, prejuízos e lambanças na Petrobras, outrora a maior empresa brasileira.

Lealdade e teimosia deveriam ter limite quando estão em jogo os interesses da Nação. Chegamos a um ponto, após a divulgação do último balanço da empresa, na madrugada desta quarta-feira, com dois meses de atraso, em que não dá mais para adiar a troca imediata de toda a diretoria executiva e do conselho de administração da Petrobras.

Trata-se de uma questão de sobrevivência da empresa. O desafio, agora que chegamos ao fundo do poço, é saber quem aceita pegar esta bucha de canhão, com todos os processos que correm na Justiça brasileira e nos Estados Unidos.

Basta citar apenas um número sobre o que aconteceu após a divulgação do balanço: as ações da Petrobras caíram 11,2% na Bolsa e o valor de mercado da empresa desabou de R$ 129 bilhões para R$ 115 bilhões, uma perda de R$ 13,9 bilhões em apenas um dia.

De nada adianta agora Dilma fazer discursos denunciando os  inimigos internos e externos interessados na privatização da empresa. Que eles existem, e são poderosos, cansamos de ver todos os dias na mídia familiar, mas isto não resolve o desafio imediato, urgente, inadiável: evitar a quebra da empresa, com o contínuo derretimento das suas ações e dos seus ativos.

Para isso, é preciso recuperar um mínimo de credibilidade no mercado, com a indicação de novos responsáveis pelo seu comando, exatamente como Dilma fez ao nomear Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda. Vejam bem, não estão em discussão a competência e a honestidade de Dilma e Graça, mas a presidente da Petrobras está visivelmente com seu prazo de validade vencido. Nem ela aguenta mais.

Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da Republica

Meu colega Heródoto Barbeiro já mostrou na quarta-feira (28) no telão do Jornal da Record News (assista aqui) os números desta tragédia anunciada a cada balanço, ano a ano, trimestre a trimestre, desde o início das denúncias do esquema de corrupção pela Operação Lava Jato.  O valor dos prejuízos é incalculável, como a própria empresa reconheceu, em seu comunicado oficial sobre o balanço, que omitiu este dado, e fez a Bolsa despencar.

Não tenho ações da Petrobras, nada entendo de balanços nem de economia, mas não é preciso ser nenhum especialista para saber que lucro é lucro, prejuízo é prejuízo, tanto faz se é numa instituição pública ou privada. Toda empresa tem que dar lucro ou acaba fechando. E a Petrobras não é uma entidade de benemerência.

No mesmo dia em que o balanço do terceiro trimestre, sem aval de uma auditoria externa, mostrou uma queda de 38% no lucro líquido em relação ao período anterior, enquanto o endividamento da empresa crescia 18% apenas entre o final de 2013 e setembro de 2014, atingindo estratosféricos R$ 261 bilhões, o McDonald´s, que também não é uma entidade de benemerência, anunciava a demissão do seu presidente, Dan Thompson.

Motivo: as vendas globais da empresa caíram 1% (sim, apenas um por cento) em 2014 e o lucro líquido mostrou queda de 15% no ano. A Petrobras, eu sei, não é um McDonald´s, mas acionista é acionista em qualquer lugar do mundo. E qualquer empresa, no mundo capitalista em que vivemos, depende de investimentos e financiamentos, não vive de discursos nem de ideologias.

A teimosia de Dilma em deixar tudo como está causa crescentes prejuízos não só à Petrobras e seus acionistas, mas à imagem do seu próprio governo e à do país.

Até quando?

E vamos que vamos.

 

 

50 comentários em “Petrobras: eis o preço da teimosia de Dilma

  1. É o preço da teimosia, da cegueira, de uma pessoa de visão curta que abateu a Presidente, uma sem noção do que esta acontecendo, são estimados R$ 88,6 Bi de sobrepreços / corrupção. A demissão da Graça Foster esta com atraso de mais de 6 meses.
    Sim eu sou acionista da Petrobras, investi parte do meu FGTS acreditando na empresa e sua gestão, Hoje me pergunto, para que precisamos de um empresa de energia? se o governo já é dono de todas as riquezas, seria melhor regulamentar e controlar, ao invés de tela com um empresa de economia mista. Assim geraria riquezas para o Brasil e não escândalos, corrupção, etc. Há também nas empresas privadas, mas a ações dos acionistas é de imediato, e não leva 6 meses. Cadê os funcionários para protestar, parar a empresa neste momento mais vergonhoso de sua história? cadê.

    1. Sou funcionário desta grande empresa chamada Petrobras, vejo uma covardia todo os dias quando a grande mídia fala dos escândalos de corrupção, sei que ela existe e como todo funcionário e brasileiro exijo que os culpados sejam punidos e o dinheiro devolvido, porem a Petrobras não se resume em apenas atos de corrupção, mesmo com toda esta roubalheira (fato que nos envergonha) existe a Petrobras que investe no Pais, que paga impostos para nossa nação, tem programas de inclusão, e que boa parte do seu lucro que não é pequeno (poderia ser maior se não fosse roubado) pertence a união e ao povo brasileiro, diferente de uma empresa privada em que o lucro só serve aos seus donos. (basta pensar nas maiores empresas do Brasil , Na Petrobras temos, conteúdo nacional que compra equipamento e monta unidades no Brasil, paga impostos como por exemplo o imposto de renda e abastece os cofres públicos com boa parte do seu lucro (exemplo do terceiro semestre 3 bilhões), e as empresas privadas somente pagam o imposto e não necessariamente compram equipamentos nacionais gerando empregos e impostos no Brasil.
      Sim devemos punir os corruptos porem não devemos esquecer a que interessa uma Petrobras fraca, com certeza não ao povo brasileiro a quem interessa uma Petrobras privada? ao povo creio que não pois será que uma empresa privada ia querer desenvolver a indústria nacional mais cara ao invés de importar pagando mesmos e eliminando nossos empregos e arrecadação aqui?

  2. Caro Kotscho, não se iluda de que a queda das ações da Petrobras estão caindo apenas por conta da Lava Jato. O preço do barril de petróleo caiu de U$110 no ano passado para U$50 neste janeiro. Veja o que está acontecendo com as outras empresas do ramo em outras partes do mundo.

    Continuo torcendo para a investigação da Lava a Jato acabar logo e punir os culpados para terminar logo toda essa especulação (financeira e política).

  3. Se Lula não aguenta mais Ricardo,nós outros é que somos obrigados a aguentar tanta teimosia,prepotência,arrogância,mediocridade e incompetência juntas.CHEGA.Na verdade Ricardo,.Da.Dilma nunca foi uma politica,jamais será,e tem raiva de quem dela entende.Se assim não fosse,não estaria rodeada de uma plêiades de nulidades.O vampiro da noite já começou fazer assombração. É mais um desejo dele,que realidade.Agora que o barco està deriva,não tenha a menor duvida.

  4. As mulheres ja demonstraram sua competencia em todas as areas, e isso é otimo para “o mundo”, porque “é mais mão de obra e mais cabeça pensante”, para resolver a complexidade do dia a dia. No entanto, “é dá natureza da mulher”, tirar “conclusões apressadas” e com isso cometer erros. Foi assim com a Dilma, quando “sem avaliar a tragedia que havia sido o governo FHC, e quem era de fato o ex presidente e o PSDB”; resolveu ela fazer uma carta de “gentileza” ao ex.presidente, cuja carta “””Foi usada pelo Aecio Neves em seu programa eleitoral””” contra a propria Dilma. Com a Graça Foster aconteceu a mesma coisa quando ela foi depor na CPI da Petrobras, onde “admitiu que a compra de Pasedina não teria sido um bom negocio”, sem avaliar o contexto da pergunta e da sua resposta. A presidente Dilma e a presidente Graça Foster, também apresentam caracteristicas em comum, quando se trata de falar em publico e debater, pois apresentam muita dificuldade de eloquencia. Quando assistiamos aos debates da Dilma com o Aecio, “tinhamos a certeza de que ela tinha perdido”, mas quando o debate era retalhado, e os pedaços eram exibidos no horario eleitoral, era “notório que a Dilma tinha ido muito melhor”, visto que o Aecio “nunca conseguiu colocar um trecho significativo” no seu programa. Então qual seria o problema das duas? O problema das duas, é que ambas têm muita cultura, muito conhecimento tecnico e pouco conhecimento de oratória. Elas se valem muito de “termos tecnicos” e linguajar rebuscado, e deixam de lado o coloquial. – A Dilma e a Graça Foster são como aqueles trechos biblicos, que a gente só entende depois que lê outras vezes. -Quem ja assistiu a novela das 9 da globo, Imperio, sabe o quanto é desgastante ouvir aquele mordomo, vivido pelo grande ator Othon Bastos, tentar explicar alguma coisa. – Meu até o Vicentinho se faz entender melhor do que as duas presidentes, e isso “””Se tornou um prato cheio pra midia conservadora e para o PSDB”””. Então, é louvavel a Graça Foster e nem a Dilma, “”não deixarem o povo sem explicação””, como fazem o PSDB e a midia conservadora, mas desde que isso seja feito de forma correta, onde a informação possa chegar bem transcrita, mais informal. A Dilma disse no seu discurso na primeira reunião ministerial que “”é preciso punir o crime e não as empresas””, e ja distorceram o que ela disse, dizendo que ela estava defendendo as “empreiteiras”; quando na verdade a Dilma estava “falando da Petrobras”, onde “””a midia e o pequeno Ditador, criaram factoides, que não conseguem e se recusam provar; que prejudicaram a imagem da empresa e do país junto aos investidores estrageiros, quando na verdade deveriam ter falado a verdade do que estava acontecendo que é o fato, da Petrobras continuar sendo uma empresa forte, que não sofreu nenhum abalo com esta onda de criminalidade, e ‘sairá mais forte ainda’ depois que está quadrilha foi desmantelada””” e os criminosos punidos. Tanto o PT como a Dilma precisam de mais agilidade na divulgação da informação.

    1. Post sobre a incomPTncia e a má gestão da maior estatal do país e uma das maiores empresas do mundo e o cidadão dá um jeito de incluir PSDB e FHC no bolo. Putz!

  5. Teimosia e autoritarismo que deveriam ser punidos sob os rigores da lei, estas duas senhoras estão destruindo o patrimônio do povo. Deveriam responder por prejuízos à nação.

  6. Caro Ricardo, concordo 100% com seu post. Está mais do que na hora de Graça Foster se afastar da presidência da Petrobras. A honestidade dela não está em jogo, mas, sim, a competência como executiva. Em uma empresa privada não acontece de rios de dinheiro sumirem pelo ralo sem o conhecimento dos dirigentes. As grandes empresas privadas têm mecanismos de controle eficazes. A Petrobras, só agora, depois do escândalo vir a público, é que criou uma área de governança. A comparação com a demissão do executivo do McDonald’ s, por conta dos resultados, é corretíssima. Acrescentando, eu diria apenas que Dilma joga uma cortina de fumaça ao falar em inimigos internos e externos. Todo governante tem inimigos. Os de Dilma estão amotinados apenas na imprensa familiar, como o post sugere? Quem são os inimigos externos? Ela deveria ter sido mais transparente. Parece coisa do Jânio Quadros, falando em “forças ocultas”.

  7. “Vejam bem, não estão em discussão a competência e a honestidade de Dilma e Graça”.Competência???Em gerir o quê?Graça Foster é tão incomPTnte quanto a Dilma Botijão que até quebrou loja de 1,99 aqui nos pampas.E desde quando o PT está e a Dilma estão preocupados com a Petrobrás,só se importam em manter o projeto criminoso de poder,custe o que custar.Hoje(até agora que escrevo esse comentário a petrobrás está caindo 4%,ou seja perdendo mais 5 bi em valor de mercado,se continuar assim quebra antes da páscoa)Antes de acabar esse ano uma ação da petrobrás vai estar valendo menos que um litro de gasolina.Pena que o FHC não a privatizou,se tivesse feito esse partido de corruptos não teria dinheiro pra financiar suas reeleições e hoje estaríamos livres desses pilantras.Parabéns a grande gerente do Lula,a mãe do PAC.

  8. desculpe o respeitável jornalista, não por em xeque a competência de Dilma e Graça é uma piada. Claro que são culpadas diretamente pelo ocorrido na Petrobras. Não saber o que o funcionário de baixo faz é normal, mas o que um diretor faz na sala ao lado? Igualmente para o Sr. Lula e a sua turma nos escândalos passados. Revolução… unica saída pra esse país. Povo na rua, greves gerais, reformas na marra. Judiciário ta podre, políticos nem se fala. apelar pra quem?

  9. Ricardo,não tem como vc comparar o McDonalds com a Petrobrás,estatais em geral são todas ou quase todas mal administradas em todo lugar do mundo,imagina num país mequetrefe,desorganizado,corrupto e que a impunidade impera como o Brasil.O McDonalds atravessara gerações pq os CEOs de empresas desse tipo chegam a um cargo de diretoria não por indicação politica ou conchavos e sim por meritocracia,são workaholics por natureza,não dão “jeitinhos “na coisa,são especialistas em suas áreas e estudaram nas melhores universidades do mundo e ganham um belíssimo salário(fora os bônus)pra isso e é uma empresa que está sempre se reinventando nos mais diversos cenários.Se não me engano,no ano passado,vazou um video de funcionários de uma fabrica de hamburguer do McDonalds da China ou Japão pegando carne processada do chão e devolvendo ao misturador,imediatamente,o representante/CEO do McDonalds de lá veio a publico na TV pedir desculpas por esse episódio.Essa é a diferença da seriedade de uma empresa privada de uma publica.Ninguém que tenha o minimo de conhecimento sobre investimentos,poõe grana pesada em estatal.Pobres dos brasileiros que enfiaram seu FGTS na petrobrás,cairam do cavalo bonito,ainda mais com cúpula petista na administração,era melhor sustentar fogueira com nota de cem.

  10. Só há um jeito da Petrobras e o país recuperar a credibilidade. É decretando intervenção administrativa no país e no lugar deste governo nomear um outro sem nenhum vinculo com este de PT e aliados. A presidente Dilma já provou que não tem capacidade nem para governar uma padaria.

  11. Triste é viver de ilusão. O sistema político que impera nas últimas décadas neste país prometeu igualdade material, seduziu mentes ingênuas com blandícias, traiu a Pátria e estagnou o Brasil. Se deste país só restarem as cinzas, não se preocupem, ainda a passividade será marca registrada da Nação Brasileira. Triste Brasil! Tudo ruiu! Demagogicamente a que preside a República lançou o lema “Pátria Educadora”, e que “Pátria Educadora” é essa? Só falta abrirem a Escola, a Universidade e o Ministério da Corrupção, com o seguinte lema: “Venha, minta, se eleja, roube, engane o povo com asneiras e se mantenha no poder.” Todo sistema político opressor e escravizador de mentes gosta de jogar a culpa de suas mazelas na mídia pátria e em seus opositores. Os maiores inimigos da que preside a República são: ela mesma, seu partido e a ambição de seu “criador” pelo poder. “Em política quando se dá a hipótese de não se realizarem oportunamente as reformas que a opinião reclama, num momento dado, perturba-se necessariamente a marcha da sociedade, falseia-se a instituição representativa, e quebra-se a força moral dos partidos, em proveito do poder permanente, que então se julga bastante forte para contrariar o espírito público em suas mais ardentes aspirações. Como consequência a este estado de coisas as necessidades não satisfeitas crescem de dia para dia, os sofrimentos públicos aumentam, o mal não tem mais limite… É exatamente o que nos sucede a nós brasileiros. […]. Dir-se-ia que para o povo brasileiro desabrochava uma nova era, brilhante e esperançosa. Cruel engano!” (Correio Nacional, Nº 02, 1869). Vamos marchando, honesto povo brasileiro! Se a batalha pela liberdade nesta terra não for sangrenta, com certeza será lenta, e enquanto esperamos a luz da liberdade, vamos resistir com a consciência a este despotismo travestido de democracia folheada à lama que subjugou esta Nação. “E devo confessar, meus amigos, que a estrada adiante não será suave. Haverá lugares pedregosos de frustração e sinuosos caminhos de perplexidade. Haverá momentos em que a leveza da esperança se transformará na fadiga do desespero.” Martin Luther King (1929-1968)

    1. Ricardo,aqui é um espaço democrático,vamos combinar.Agora fundamentalismo,é uma coisa perigosíssima.A senhorinha Firme Cavalcante não faz outra coisa.Nao basta aguentarmos Osmarina Marina Silva,que alardeia aos quatros cantos,deplaterar com Deus.A senhorinha Firme Cavalcante tem um agravante.Tucanissma de carteirinha.Me pelo de medo desse povo.

    2. Dermeval e Everaldo sem argumento algum para refutar o pensamento de Daiane. Apenas a acusam de “fundamentalista”!!!!! como assim??? 2 pobres mentecaptos que nao possuem capacidade alguma de argumentar em um nível mínimo. Que lástima….esse país nao tem realmente solucao, enquanto o brasileiro comum nao conseguir ter um nível mínimo de espírito crítico…

  12. Bem… E a tempestade pode varrer esse desgoverno.Apesar de não ser o melhor do mundos, tudo parece, que Eduardo Cunha e quem sabe o Senador Luis Henrique/SC pode vencer no Senado… Petistas, tremei-vos!

  13. Sr.Kotscho.
    Frequento seu blog desde os primórdios e, fui praticamente ”enxotado” por militantes que se rebelavam com os meus comentários, entre os quais, o que sempre falei da Petrobras que, não tenho nenhuma dúvida ,se tivesse sido privatizada estaria entre as primeiras do mundo. A estatização, como sempre escrevi aqui mesmo, é a genética da corrupção ,assim como o nacionalismo é o útero maldito que gesta o fascismo.
    Assim Sr. Kotscho, posso lhe dizer que, toda previsão que se confirma é uma PROFECIA, o que escrevi e comentei foi, realmente uma profecia.
    Agora buscam desesperadamente gente séria para dirigir o monstro e remover-lhe os escombros e, gente séria, como se sabe, quer antes de tudo ,casa limpa e não intervenção da militância e a destituição de todas as boquinhas milionárias apadrinhadas e encasteladas no aparato estatal. Henrique Meirelles aceita esta missão, assim com aceitou o BC no 1º governo Lula que lhe deu total e absoluta carta branca na condução da política econômica ao impor regras e ditames nos conformes do liberalismo. Meirelles, apenas quer a garantia plena e total de poder absoluto e a ausência da influência danosa do petismo. E que os acusados ,todos, se juridicamente provados os fatos que lhes imputam, CADEIA neles.

    1. …( falando sòzinho )…é brincadeira…agente pensava que o mala tinha se curado, mas não, continua, com a velha síndrome de privatoteca. ÔH véio !? Escuta esta. O conselho de Medicina de São Paulo, realizou recentemente exame. 65% dos reprovados estudaram em caras escolas particulares, e tem vagabundo que diz que o custo Brasil, a nossa baixa competitividade, é culpa do Estado, pior, do PT. Bem vindo, um abraço e pt soluções!!! Quanto custava a Petrobrás antes do PT e depois???Quanto valorizou a Petrobrás nos 8 anos FHgá, e nos 14 de PT ???Heim? Heim ?

    2. Comentário lúcido e de difícil refutacao. Por favor, algum petista tente refutar o argumento do forista..por favor sem piadinhas sem graca. argumentos sólidos apenas.

  14. Sr. Kotsho.
    Rogo que publique em seu blog um fato iconográfico na democracia e é uma lição àqueles que vivem pedindo Censura à imprensa. Há lei que pune os infratores. Veja:
    Merval Pereira (a foto do Merval ,mesmo sem citá-lo ,tinha a inscrição; jornalista bandido) se sentiu ofendido por ter sua foto com a inscrição de jornalista bandido pelo blogueiro Paulo Henrique Amorim. Merval não esbravejou e nem atacou o difamante ,apenas procurou a justiça que, já em 2ª instância confirmou prisão de 40 dias e multa de 30 salários mínimos ao acusado que ,ainda poderá recorrer ao STF ,mas ,sabe-se que, neste caso ,dado a magnitude e a clareza da ofensa poderá mesmo ter a pena agravada. Mas ,poderá também ser anulada ou retificada. Justiça é justiça.
    Minha opinião é que,em sua defesa no STF, PHA deverá insistir na tese de que ”ofendeu a foto” e não a pessoa.
    Assim é a democracia!

  15. Após curtidas férias, posto de livre vontade para deleitar, através apenas da observância, dos comentários coxinhescos, feitos rígidas geleias gerais e funks do crioulo doido, cristalinamente jorrados como a água do terceiro volume morto do Cantareira, por firmes, leitosos e finérrimos paladinos do último jorro do pote sagrado da moral e dos bons costumes, em barco sem lanterna de popa, quiçá de proa, em plena cruzada pelo inóspito território do contraditório Balaio, não resisto a bissexta “insanidade” temporã fugidia da estrela guia desse blog “sujo”, que conseguiu até o milagre da ressureição de fantasmas antigos, alçados da cripta direto ao Balaio para anunciar a “profecia acontecida”, sem dar-se conta que a história não é finita e a “famigerada dita”, mesmo sob pressão total da justiçonaria ligeira e sua patrocinadora, a líder da oposição, a mídia familiar, vale ainda hoje mais que valia ao final de 2002, e pergunto: Até tu, Mestre? Que tal o Adriano Pires no lugar da Graça e o ex genro, David Zylbersztajn, de vice? De incurváveis retilíneos, inocentes, mansos e desavisados, uteis ou bem intencionados, o inferno mostra-se cada vez mais parecido com a estação Sé na hora da Ave Maria. Será o Benedito, perceber que tirar a Graça é a trilha anunciada à escalada do golpe paraguayo, visando botar a Casa Grande de volta ao comando geral do Brasil? Estamos jogando xadrez e não o game Come-Come.
    PS: Espera-se que ressuscitados pelo Mestre Balaieiro não sumam à primeira brisa de informação que mostre que o contraditório saiu da hibernação, mudou de status, de mudo, para falante, de Chico para Francisco, de Estocolmo para Brasília, mostrando que os que fazem a Petrobrás são bem diferentes, e bota diferente nisso, dos que querem a Petrobrax a qualquer custo, a qualquer preço. Aí o povo democraticamente decide, como democraticamente vem decidindo desde 2002.

  16. …Ricardo, até concordo com você que não seria mal se trocar a diretoria da Petrobrás, mas, olhando por outro ângulo: se compararmos o crescimento desta empresa nos anos PT, com os anos Fhgá, queiramos ou não, concluiremos que a ” corrupção do PT ” foi muito mais produtiva à empresa que a “honestiade” tucana. Existe ” honestidade tucana” ???

  17. Esse é apenas o mais emblemático dos exemplos de como a presidenta “gerente” é habilíssima em meter os pés pelas mãos.
    Pergunta que não cala: não fosse a “graciosa” amiga pessoalíssima da presidenta, não teria sido defenestrada há muito tempo?
    Claro que sim.
    Os últimos prejuízos faraônicos da Petrobras não mais poderiam ser debitados na conta da “graciosa”.
    São todos, única e exclusivamente, da responsabilidade pessoal da presidenta, que já deveria ter exonerado, não só a “graciosa”, mas toda a diretoria executiva e o Conselho de Administração.
    Quando uma empresa de auditoria recusa-se a assinar um balanço….a desmoralização da diretoria já chegou ao ápice.

  18. A Dilma consegui acabar com um bom ciclo de crescimento do pais. Não fez as devidas correções de curso e hoje temos essa lambança. Agora vem esse pacote neoliberal cortando vários direitos conquistados pelos trabalhadores e, se não bastasse, aumento de impostos. Essa é a Dilma, demagoga e incopetente. Novamente quem vai pagar o pato somos nós. Politicos, escória que estão conseguindo acabar com o pais. Até Deus que era brasileiro não aguentou e se mandou.

  19. Kotscho, se o valor de mercado da “firmona” é de 115 bilhões e as dívidas somam o valor de 261 bilhões, então simbolicamente o valor dela é de R$ 1,00.
    E outra, se os derivados de petróleo devem acompanhar a base do preço do barril de petróleo no mercado internacional, como é que para nós consumidores o preço não baixou?
    E já adiantando, penso que o preço dos derivados não irá cair; primeiro para salvar a “firmona” e segundo, é preciso manter o corporativismo interno, altos gastos, salários altíssimos.
    Aí, todo mundo mais quieto que cachorro em proa de canoa.
    E a GFoster, difícil mantê-la no cargo, e sua incompetência já varou o mundo todo.
    Mais outro 7×1.

  20. Atribuir à Dima e G Foster a culpa pelo calvário da Petrobrás é deprimente, equivocado e revoltante. Vou seguir o mesmo caminho do Enio B Filho. Feliz retorno ao Luiz Carlos Velho, apesar de suas insistentes baboseiras. Velho, ninguem expulsou voce do Balaio. Não temos esse poder, bobalhão. Suas asneiras repetitivas é que te condenaram. Um abraço e boa sorte a todos.

    1. VH, Como ensina Mestre balaieiro, “não dá para brigar com fatos”, portanto basta consultar os anais do balaio (não confundir com os banais e menos ainda com os venais) para saber-se que “o Velho” escafedeu-se desse templo sagrado do contraditório, ao receber, junto com o “saudoso” Vannelder (que segundo o primaz Everaldo, foi visto pela última vez atacando um totem com a estrela vermelha da Texaco), um faiscante cartão amarelo dado pelo Mestre balaieiro, por ultrapassarem nos comentários o limite da tolerância suportado pelo mesmo, que cá entre nós, é digna do homem borracha. Magoado, a última réstia de luz da direita, a ser considerada de vez em quando no Balaio, fez a trouxa e nunca mais deu as caras, deixando os camarotes dos coxinhas acéfalos, até que a conveniência e a “apetitosa isca” arremessada pelo Mestre, o fisgou. Portanto, a César o que é de César e ao “o Velho” o que é do “o Velho”, enquanto apreciamos o Balaio em tempos de contabilidade financeira de petroleira a substituir o futebol, no gosto da eclética classe média brasileira.

  21. À confusão na minha cabeça é tanta,que a qualquer momento pode dar um nó.Farei um comentário que Ricardo está inteiramente à vontade para publicar ou não.O jornalista Luis Nassif afirma e reafirma que o Senador Anastasia é um político acima de qualquer suspeita,certo.Foi pego embolsando uns tustas de uma ONG mineira,de recursos não contabilizados.Hoje o MPF rejeitou sua defesa,sobre seu envolvimento na Lava Jato.O nome do Senador,acima de qualquer suspeita,surgiu nas delações premiadas,embolsando R$1.000.000,00,em dinheiro vivo,via o doleiro Alberto Youssef.O MPF encaminhou denuncia,empurrado ele em direção a guilhotina,onde sua cabeça deve ser separada do corpo,a qualquer momento.O mesmo jornalista afirma que o juiz Sérgio Moro é um justiceiro.Hoje em comentário,na sua TV Afiada,o pequeno grande jornalista Paulo Henrique Amorim,faz denúncia, onde cita o juiz Moro,fechado com a Globo,para derrubar Da.Dilma,e empossar em seu lugar,o pau de galinheiro Eduardo Cunha.O diretor global Ali Kamel,via Globo,processa o jornalista Luis Nassif,por crime de injúria,calúnia e difamação,onde por sinal,em primeira instância,ganhou uma indenização de R$50.000,00.Ou Ricardo vem em meu socorro,ou enlouqueço de vez.

  22. Kotscho, antes de qualquer coisa, gostaria de externar o respeito ao seu trabalho e a outros profissionais como seu amigo de bancada Heródoto. Entretanto, você há de convir que admiração e respeito não se traduzam como obrigação que comunguemos do mesmo pensamento. E com base nesse termo tão batido quanto distorcido que é o direito à liberdade de expressão, que peço permissão para discordar de alguns pontos de seu “artigo”.
    Primeiramente, quando você diz: “…NADA ENTENDO DE BALANÇOS NEM DE ECONOMIA, MAS NÃO É PRECISO SER NENHUM ESPECIALISTA PARA SABER QUE LUCRO É LUCRO, PREJUÍZO É PREJUÍZO, TANTO FAZ SE É NUMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA OU PRIVADA. TODA EMPRESA TEM QUE DAR LUCRO OU ACABA FECHANDO. E A PETROBRAS NÃO É UMA ENTIDADE DE BENEMERÊNCIA”; reforço que estou no mesmo patamar de você em relação ao entendimento de questões econômicas, muito menos da lógica de um mercado financeiro especulativo como o que temos nos últimos tempos. Mas já que mesmo com essas limitações, que ambos assumimos, discordo de seu ponto de vista sobre ser por “UMA QUESTÃO DE TEIMOSIA” de DILMA a derrocada da situação da Petrobrás.
    Essa argumentação me parece simplista demais para explicar a complexidade de análise que o tema exige. Há com certeza inúmeras outras variantes a serem consideradas. Por exemplo, arrisco-me a trazer a discussão sobre as razões que levam grandes exportadores de petróleo como os Estados Unidos e a Arábia Saudita A BAIXAR A COTAÇÃO DO BARRIL AOS NÍVEIS ATUAIS. Seria essa apenas uma questão mercadológica? Tenho certeza que não. Digo isso porque quando vejo as colocações da mídia acerca dos ativos e do valor das ações da companhia brasileira, tudo parece se relacionar única e exclusivamente à seletiva operação LAVA JATO.
    Quanto a isso você afirma que “DE NADA ADIANTA AGORA DILMA FAZER DISCURSOS DENUNCIANDO OS INIMIGOS INTERNOS E EXTERNOS INTERESSADOS NA PRIVATIZAÇÃO DA EMPRESA. QUE ELES EXISTEM, E SÃO PODEROSOS, CANSAMOS DE VER TODOS OS DIAS NA MÍDIA FAMILIAR, MAS ISTO NÃO RESOLVE O DESAFIO IMEDIATO, URGENTE, INADIÁVEL: EVITAR A QUEBRA DA EMPRESA, COM O CONTÍNUO DERRETIMENTO DAS SUAS AÇÕES E DOS SEUS ATIVOS…”. Como não, Kotscho? Tudo faz parte do contexto, minimizar a importância desses agentes é que seria um erro.

    Por exemplo, nunca havia ouvido falar de GEORGE SOROS, até dar atenção a notícias sobre bolsa de valores, mercado especulativo, efeitos nocivos da globalização… Bem, Kotscho, esse megainvestidor, chamado pelo seu colega da revista EXAME, Marcelo Poli, em um artigo publicado no dia 10 de fevereiro do ano passado, sob o título de “SOROS PROVA (DE NOVO) POR QUE É O MELHOR GESTOR DO MUNDO”, de o incansável (sic) Soros (http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/george-soros-prova-de-novo-por-que-e-o-melhor-gestor-do-mu), é acionista da Petrobras. E esse tal “MELHOR GESTOR DO MUNDO”, conforme matéria do jornalista Altamiro Silva Júnior, divulgado no site de economia do Estadão, no dia 19 de dezembro do ano passado, ou seja, um pouco mais de um mês, remando contra a maré dos fundos de pensão norte-americanos, vinha comprando ações da Petrobrás e só no ultimo trimestre de 2014 dobrou a quantidade de papeis da empresa em sua carteira (http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,megainvestidor-george-soros-compra-mais-acoes-da-petrobras,1609845).
    Ele fechou o ano com 5,1 milhões de ações e de opções de compra de papeis da estatal brasileira contra 2,4 do trimestre anterior e 2 milhões do primeiro período do ano passado.

    O que dizer disso, Kotscho? O homem ficou louco ou continua sendo um exemplo para quem quer investir no mercado financeiro? Nós dois é que não sabemos de nada, meu caro.

    Uma outra coisa, o que são ativos? Ou melhor, de quais tipos de ativos se compõe uma empresa da dimensão da nossa petrolífera? Para o povão ou para aqueles que não têm noção e muito menos se interessam pelo assunto, qual o nível de consciência que essas pessoas têm sobre tais NOMENCLATURAS contábeis? É muito fácil causar impactos negativos no meio da população quando números catastróficos em manchetes de jornais que viram, de uma hora para outra, assunto de botequim. Da mesma forma que gráficos apresentados em cadeia nacional em nada esclarecem as dúvidas da população. Espero honestamente que Heródoto não se transforme em um Sardenberg da Record News.

    Kotscho, observo em seu artigo que você coloca que: “VEJAM BEM, NÃO ESTÃO EM DISCUSSÃO A COMPETÊNCIA E A HONESTIDADE DE DILMA E GRAÇA, MAS A PRESIDENTE DA PETROBRAS ESTÁ VISIVELMENTE COM SEU PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. NEM ELA AGUENTA MAIS”. Concordo plenamente sobre a insuspeita competência e, principalmente, da inquestionável honestidade de DILMA e de GRAÇA. Agora, daí a dizer que o prazo de Foster está vencido e que deve ser dado um sinal para a recuperação credibilidade junto ao mercado, como no caso da nomeação de LEVY para o Ministério da Economia, são outros “quinhentos”.

    Você acha honestamente que o mercado está preocupado com credibilidade? Tenho lá minhas dúvidas. A saída de Graça da presidência da Petrobras seria sim um sinal que o governo e o país estariam reféns do “deus mercado”. Quer dizer, o governo realmente estaria dando uma guinada à direita, cometendo de fato um ESTELIONATO ELEITORAL.

    Os desmandos de corrupção começaram nos governos do PT? Só os ingênuos leitores e telespectadores da grande mídia brasileira acreditam nisso. Tenho plena convicção de que você não concorda com essa “leviana” insinuação. Por que então creditar o ônus dessa situação à atual diretoria? Em relação a esse aspecto é claro que não se podem dimensionar os prejuízos causados à empresa ou ao país. Não é, todavia, trocando a equipe gestora que se provará ter credibilidade e sim punindo os envolvidos de forma exemplar por aspectos jurídicos e não políticos, como foi no caso da Ação Penal 470.

    Há de sua parte também uma preocupação com as ações impetradas pelos acionistas estadunidenses junto à justiça de seu país contra a petrolífera brasileira. Querem fazer o mesmo que fizeram com a Argentina. Um “magistradozinho” de lá querendo que o governo argentino decretasse a moratória em defesa dos credores ianques. Ora, os Estados Unidos levaram o mundo à bancarrota em 2008, deixando a economia mundial se arrastando, agora só eles dão sinais de crescimento, enquanto outros países não conseguem sair da quebradeira. Os norte-americanos ganham e o restante das nações está à beira de uma recessão. Que lógica é essa? Não acha que eles têm interesses escusos quanto à PETROBRAS, Kotscho? É com eles que devemos nos preocupar?! Não, é com nós brasileiros.

    Além disso, e o que é mais importante, a PETROBRAS não é uma mera empresa de mercado aberto, ela é o principal agente de um ponto estratégico para a soberania nacional. Há inúmeras questões agregadas ao futuro do país do que apenas lucros e dividendos para os seus acionistas. A PETROBRAS não é nenhum time de futebol – nada contra o seu São Paulo -, cuja Presidência da República deve agir como qualquer cartola do nosso falido país das chuteiras que tem que atuar para a torcida, trocando o técnico do time na má fase. Que é isso?!

    Muito menos se pode comparar a nossa ESTATAL ao McDonald’s de reputação abalada, que demitiu seu presidente, seja ele quem for, por um prejuízo de 1% em seus lucros. Foi INFELIZ a sua comparação.

    Outra coisa, a PETROBRAS não pode ser comparada com a PETROBRAX e ser simplesmente privatizada como a SABESP. Veja no que deu e tem mais o PRÉ-SAL não é a Cantareira. Será que dá para comparar o futuro dos paulistas em relação ao abastecimento de água com o futuro do país em relação aos dividendos dos ROYALTES do petroleo? Nem com todos os volumes mortos e a reutilização das águas do Tietê, os futuros podem ser comparados.

    Kotscho, o BRASIL não só vive uma crise quanto à economia e à corrupção, mas em outras áreas também como a do JORNALISMO. A mediocridade e a decadência da imprensa e da grande mídia como um todo é algo deprimente. Os seus abjetos representantes tendenciosos que fazem de seu trabalho um instrumento de alienação não merecem nenhum crédito. Contam-se nos dedos os membros de sua classe que não foram cooptados pela máfia instalada nas entranhas do país. Kotscho, sou um admirador de seu trabalho como de outros remanescentes de um período que já não existe mais no jornalismo brasileiro, por isso torço que seu “balaio” não seja contaminado por esse mal. Não faça a mim e a outros tantos acreditarem que todos vocês jornalistas são iguais e fazem parte desse jogo sujo.

    1. Parabéns Marcelo Macedo. gostaria de ter tua fluência na escrita mas me considero feliz em ler seu magnifico texto. Quem sabe os blogueiros comecem a perceber a profundidade do perigo de se aliarem a imprensa familiar em vez de se juntarem em apoio a nossa Presidenta.
      Se acontecer o pior, a interdição de Dilma, não gostaria de ler blogueiros dizendo “bem que avisamos” o que seria uma grande mentira pois o certo deveria ser “por que não acreditou na mídia familiar?” um grande abraço.

  23. A despeito de tudo no meu entender há mesmo interesses nacionais e internacionais na quebra da Petrobrás. Primeiro, por ser uma empresa em crescimento que vai importunar muita gente do ramo e segundo por ser uma estatal. Acredito até em loby do preço do patroleo no mercado mundial com esta intenção. A Arábia Saudita como comparsa dos EUA neste mercado, faz o jogo do aceite do preço baixo enquanto os EUA faz a parte do controle do preço no mercado internacional. Caro Kotscho e colegas as opiniões expressas nos conduz a esta opinião e na verdade tanto a Presidente Dilma como Sra. Graça Foster tem pela frente um desafio e tanto pois é preciso salvar a empresa, mesmo com todas as difuldades é um caso de jogo de xadrêz e a nossa Petrobrás, está como diríamos esnucada. É um exemplo tipico de disputa de mercado e se não barrarem a Petrobrás, ela vai deslanchar e paralelamente o Brasil e seu povo também, que dependem muito dela. Muitos de voces podem dizer que estou sonhando com esta afirmação, mas isto é caso de altos estudos das grandes universidades americanas e se podem dificultar a evolução de um país através de uma empresa importante e tendo todas as ferramentas disponíveis e sendo a atuação imperceptível, como não executar? Embora não parece mas o jogo de interesses de dominio continental envolve isto também e o mercado pende para o lado onde há as oportunidades e os interessados tem de criá-las. Para as duas presidentes, além de provar competencia, tirar a Petrobrás desta situação é uma confirmação de capacidade mas a Presidente Dilma tem de colocar uma prioridade; ou vira-se toda a sua atenção pelo lado da Petrobrás ou confia plenamente na sua Presidenta Graça Forster e neste caso ela está pagando placê apostando todas as suas fichas na Sra. Graça. O povo brasileiro neste momento tem que na pior hipótese, rezar pela nossa empresa porque o nosso futuro depende dela como nação e como povo.

  24. calma Kotscho…o Lula e a Dilma anunciaram o “pre-sal”….tudo estará bem nos próximos anos….devemos ter fé nos nossos comandantes…eu acredito no PT…desculpa, agora eu tenho que ir, pois tenho um encontro com o John Lennon e o Papai Noel…

  25. Digamos que os sr tenha razão. Aliás esse é um pedido que a mídia familiar vem fazendo a algum tempo. Fora Graça!! Em sendo assim, pela primeira vez vejo que os inimigos querem ajudar Dilma!! Essa é uma mudança interessante no “modus operandi” da oposição midiática.
    Agora, mudando a presidente será que muda a realidade? Quem seria o indicado para tal posto e, que queira aceitar já que conforme o sr disse a Petrobras está indo para a insolvência. O que eu venho observando, por outro lado é o trabalho insano dos interessados em destruir a imagem da estatal para conseguir maiores ganhos nas açõese, ao mesmo tempo, mostrar que Dilma é incompetente. Vejam o que o Empíricus colocou hoje no Estadão com o titulo O FIM DO BRASIL. e divirtam-se!! quem sabe as opiniões sobre Dilma mudem e voltem para o nosso lado e esquece de apoiar os piguentos. Incrivel que não percebam que querem levar a Presidenta para o impeachment!!

    1. Ana Beatriz. Concordo com você que mudar o presidente da Petrobras não vai resolver o problema. Tem que mudar é tudo. A começar pela presidente da republica. A Petrobras e o Brasil perdeu a credibilidade e só vai recuperar com um outro governo sem nenhum vinculo deste formado por PT e aliados.

  26. Admito que admiro a resistência dos petistas. Bem, as trincheiras hoje são outras, e eles também estão em número bem maior, o que os ajuda bastante. Outra “admiração” é quanto a eleição dos culpados. Se Fidel há mais de meio século culpava o Estados Unidos, adivinhem…Hugo Chaves chegava a dizer que o governo dos USA fedia a enxofre…E por ai vai… a corrupta família Kirthner na Argentina vive falando o mesmo…o “menino maluquinho” da Korea do Norte, idem… E depois do mensalão provado, e do rombo na Petrobrás admitido de 88 Bilhões causado por corrupção do governo do PT, (vale lembrar, que se havia corrupção na empresa antes, era obrigação dos petistas ter apurado e punido os responsáveis, não fez por piedade?).. agora me vem esses pelegos culparem os americanos? Isso deixa de ser hipocrisia para ser simples cara de pau mesmo! Bom dia balaio…

  27. Inacreditável o amadorismo da direção da Petrobras ao divulgar um “balancete” que acabou sendo a manchete dos jornalões e jornalecos.
    Na contramão da campanha publicitária e no contrapé simultâneo da declaração presidencial.
    A graciosa bateu cabeça com a tia. Pode?!
    Sob pressão, a graciosa anunciou um pré-balanço que não vale absolutamente nada, com recusa de assinatura da auditoria independente, o que levou à queda das ações, dando um tombo equivalente a 8% do valor patrimonial da empresa em um só dia.
    A Petrobras já perdeu o grau de investimento e está fora dos mercados…então por que divulgar um “balancete”. Um tiro no pé?! Pior, nas duas pernas.
    Se não fosse por todos os erros anteriores, a “graciosa” demonstrou toda a sua imperícia e inépcia para o cargo de “super-gerente” nesse episódio.
    E por que fez isso?
    Pura incapacidade de não submissão à pressão conjuntural.
    É nessa hora que se mede a competência do comando combinada à necessária frieza.
    Onde fica o fundo do poço da Petrobras com duas “gerentes” inaptas às circunstâncias????
    O dobre de finados já soou há muito tempo sobre a atual diretoria.
    Não há mais credibilidade suficiente para garantir a reputação, quer da diretoria, quer do conselho.
    A situação deteriorou-se a tal ponto, que só medidas radicais permitiriam à empresa sair do beco em que se encontra.

  28. “Que maldade o quê Ricardo”,a Senhora Graça ,está no cargo porque ela quer,ela vai ficar no cargo até o momento que for conveniente para ela.
    “Ela já tem mais que idade para saber o que é bom ou não para a existência dela.”
    Nessa *historia da Petrobras ou petrolão,cada um escolhe a denominação que quiser , *não existem anjos*,todos são adultos,aliás *quase todos já são é idosos* para saberem o que querem das suas vidas.
    “Não existe essa de *lealdade e muito menos teimosia*,existe sim:conveniência,algum lucro está existindo nessa história.”
    Criou – se um mito que a Senhora Dilma *era* uma gerentona competente e outras fantasias mais e lamentavelmente para o Brasil e todos nós…a coisa *nunca foi,não é, e nem vai ser como se imaginava*.
    Essa é a realidade,para a minha tristeza,pois apesar de nunca ter sido eleitora da Senhora Dilma,isso não significa que *eu* vá torcer contra,pois caso *eu* faça isso estarei dando um tiro no própio pé.
    .

  29. A 0 Petrobrás moderna” com o Pré-Sal e também o Pré-Crime(com base nas divulgações públicas da operação Lava Jato) – Pertence ao maior “presidente” da história – O Lula.Dilma é apenas uma gerente especial!.

  30. Você viu , Ricardo, como a Madama Presidenta foi grosseira com a operadora de Teleprompt em sua última entrevista? Deu uma bronca humilhante na profissional ao vivo e a cores, confirmou a informações de bastidores de que a Madama é de uma grosseria só. Não é ditadora por falta de oportunidade. Eu vi.

  31. “Senhor J.Leite,concordo com o Senhor e vou mais longe:não adianta mudar a Presidente da Petrobras ou *petrolão*(fica a escolha do freguês) e muito menos o *Presidente da República*:o negócio está feio…o que *eu* quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta!”rsrsrs….
    Sinceramente:qual político do *país das maravilhas(Brasil)* vai devolver alguma credibilidade a Petrobras ou a alguma coisa nesse país?
    “Eu” ando numa desilusão tão grande com a nossa classe política,que quando chega o período das eleições,eu dou graças a Deus por não estar no Brasil,para não ser *obrigada* a sair da minha casa para votar no menos pior,*ou melhor como costuma falar um dos nossos ex presidentes:no menas pior*. “É pra matar!!!!!!”

  32. Eu não sei se todos sabem que em todas as chefias, os chefes só sobem graças ao trabalho do colaborador e enquanto o colaborador, para não dizer subordinado, cumpre sua tarefa com boa performance, ele, o chefe é claro, soma pontos no seu reconhecimento junto à diretoria. Todos numa empresa são avaliados quanto ao seu trabalho, existe até planilha para se traçar o perfil produtivo de cada um, isto faz parte da administração do trabalho. Prlo wue me consta a presidente Graça Foster não tem perfil politico do seu posto, isto é, ela técnica e conhece processos de produção de uma refinaria e talvez graças ao seu desempenho subiu na empresa alcançando o posto de presidente. Isto já cansei de ver na minha vida profissional. Agora, quem é competente tecnicamente forçosamente não o é politicamente, aí é questão de adaptalidade. Conheci muita gente que desempenhava maravilhosamente seu papel no posto no lado técnico, porém era infantil no lado politico e qualquer conversinha mole o convencia. Isto não é obrigatório para o funcionário pois o interessante para a empresa é que ela funcione e não dê prejuizos quanto à produção e aos componentes, a composição a estrutura da produção, homens e maquinaria. Neste interim acredito que a Sra. Graça é competente mas não devemos esquecer de quem a assessora, seus cooperadores. Como é uma empresa estatal, normalmente funcionários da administração anterior são demitidos colocando em seu lugar, pessoas do partido eleito, de preferencia do staff técnico quando for disponivel no partido e no politico qualquer um afiliado ao partido. Aí, neste caso é que eu não entendi o por que os remanescentes da administração anterior ficaram e entre eles os corruptos da administração anterior, ou seja, o, pessoal do PSDB. Como eu disse acima, há relatórios informando sobre a evolução dos funcionários e talvez eles ficaram por isso mas aí é que talvez tenha ocorrido o erro da nova presidente da empresa pois poderia ter recorrido à renovação, fato que eu não creio pois quem foi eleito, o PT, tem nos sindicatos pessoas de chão de fábrica que poderiam ser alocados nos postos e a empresa andaria normalmente. Acho que um partido organizado, tem que ver estas possibilidades e ter pessoas aptas em seu quadro de associados que podem ser alocados nestes casos.

  33. Dilma não deveria esquecer o que se passou com o governo conservador do ex-primeiro-ministro Antonis Samaras, da Nova Democracia, em coalizão com o Pasok (socialista), que comandou as reformas de austeridade fiscal “neoliberais”, a fim de manter a Grécia na Zona do Euro e a credibilidade dos mercados.
    Samaras achava que o programa de austeridade eventualmente renderia frutos, da mesma forma que Dilma o faz, ao guindar um tucano ao seu principal ministério, o da Fazenda, que até então sempre estivera nas mãos de petistas de confiança.
    A situação grega é sabida: o programa reformista liberal não funcionou.
    O principal motivo, decisivo, e mais importante: a taxa de juros praticada sempre ficou acima, muito acima, da taxa média de crescimento da economia. (Alguma semelhança com o Brasil dos últimos 4 anos?).
    Tsipras, líder do “Syriza” – uma coalização da esquerda radical -, foi o vencedor das eleições no último domingo, 25.
    A prioridade do Syriza é, não apenas reestruturar uma parte da dívida, mas rifar uma outra parte considerada impagável, além de dar um fim à denominada “política de austeridade fiscal”; exatamente aquela que Dilma, com sua opção “levítica ou leviana” – emprestando a adjetivação de Mino Carta – adotou em busca de “credibilidade do mercado”, seja lá o que isso queira dizer.
    Bem verdade, aqui não é a Grécia.
    Não há nenhuma coalização radical de esquerda com perspectiva de poder.
    Nem o Brasil está ameaçado a sair da Zona do Euro.
    Todavia, a ideia de adotar um receituário, não necessariamente infalível, mas que infalivelmente leva à uma recessão, como o que se vê em curso com as medidas “levíticas ou levianas”, também implica considerar a hipótese da ocorrência do mesmo cenário que levou Samaras a perder a credibilidade e abrir caminho à uma virada espetacular no berço das democracis.
    Os números do programa de austeridade grego assombram, simplesmente porque não funcionaram no resgate da credibilidade e produziram uma situação de terrra arrasada.
    A queda de produtividade foi elevada e o nível de desemprego dobrou.
    Entre os jovens chega a 50%.
    A miséria passou a saltar à vista, segundo a leitura dos correspondentes internacionais, especialmente os publicados pelo El País.
    E olha que, por aqui, ainda há que considerar o lixo tóxico produzido pelas delações premiadas que ameaçam – segundo os jornalões e a revista oposicionista – o núcleo duro supremo do PT.
    A conferir o que o tempo dirá.

  34. Boa opinião sr. Kotscho, visão critica a favor do pais.
    Meu pensamento é que Vão (justiça, etc) pelas cabeças do esquema e que a D. Graça não a tiram para que segure o foguete, lá na frente pode ser o chibo expiatório. A crise é profunda. Só sairemos dela com uma virada à esquerda.

    Saudça ões,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *