Experimente ficar cinco dias sem tomar banho

Experimente ficar cinco dias sem tomar banho

Nesta terça-feira quente, em que a presidente Dilma Rousseff promoveu sua primeira reunião ministerial do segundo governo (ver no final do texto), o principal personagem do dia não foi ela, mas o diretor metropolitano da Sabesp, engenheiro Paulo Massato, que anunciou um iminente “rodízio pesado e drástico” de cinco dias por semana sem água em São Paulo, e roubou todas as manchetes.

Massato não deu detalhes nem prazos, mas deixou claro que esta seria a única solução para evitar o colapso total do Sistema Cantareira, que abastece 6,5 milhões de paulistanos, e está operando com apenas 5,1% da sua capacidade. O reservatório pode secar de vez já em março, se não chover muito até lá, o que não vem acontecendo, e não forem concluídas as obras emergenciais anunciadas pelo governo estadual, que só devem ficar prontas entre 2016 e 2018.

As previsões assustadoras do diretor da Sabesp foram feitas no mesmo evento festivo em que o governador Geraldo Alckmin inaugurou uma obra de aumento da captação do Alto Tietê, em Suzano, na Grande São Paulo. Alckmin simplesmente não tocou no assunto e não quis comentar as declarações de Massato. Desde o agravamento da crise no abastecimento de água no início do ano passado, Alckmin evita falar em racionamento e rodízio, como se vivesse em outro mundo.

Racionamento, na verdade, já existe faz tempo, embora o governador não admita: com a redução pela metade da pressão nas tubulações, quase todos os bairros de São Paulo já ficam sem água nas torneiras durante 15 horas e 13 minutos por dia, segundo uma página do site com informações sobre cortes no abastecimento inaugurado esta semana pela Sabesp.

“Se as chuvas insistirem em não cair no Sistema Cantareira, seria a solução de um rodízio muito pesado, muito drástico”, prevê Paulo Massato, um técnico que não é candidato a nada e fala as coisas como as coisas são, sem meias palavras, ao contrário dos políticos tucanos, há mais de duas décadas no comando da região mais rica do país.

Se estas previsões se confirmarem, como será a vida dos paulistanos? Nem é preciso esperar pela decretação oficial do rodízio para fazer o teste: experimente, o caro leitor do Balaio, ficar cinco dias sem tomar banho. Quem vai aguentar?

O fedor será o de menos: sem água por tanto tempo, como vão funcionar as indústrias e os shoppings, as escolas e os hospitais, os restaurantes e os botecos, a agricultura e os banheiros públicos, os clubes e as floriculturas?

Sempre restará o recurso aos carros-pipa, claro, mas eles irão buscar água aonde? No Nordeste? A que preço? Quem pode já está estocando água mineral, construindo poços e cisternas, preparando-se para o pior. E quem não pode?

Já imagino o escândalo que vai ser quando não tiver mais nem água Perrier para comprar.

A volta da baderna

Para infernizar ainda mais a vida dos paulistanos, também tivemos nesta terça-feira outro ato, o quinto deste ano, promovido pelo Movimento Passe Livre, contra o aumento das tarifas do transporte público, que já está em vigor.

Como de costume, a manifestação terminou em baderna, com 50 vândalos invadindo a estação Faria Lima do Metrô para pular as catracas. A Tropa de Choque chegou e jogou bombas de gás lacrimogêneo para todo lado, no momento de maior movimento de passageiros na estação, uma cena que já virou rotina. Dos cerca de mil manifestantes, segundo a PM, só dois foram presos, mas já devem estar soltos. Até quando?

A vitória de Vanessa

No meio de tanta coisa ruim, garimpei uma bela e emocionante história contada pela repórter Juliana Coissi, na Folha. A vida, afinal, não pode ser feita só de política e crise.

“Não vou participar. Eu sou meio gordinha e, geralmente, isso é para meninas altas, magras”, respondeu a menina Vanessa, de 14 anos, quando a mãe, a agricultora Cristina Borges Vöss, de 34, a chamou para se candidatar ao “Garota Verão 2015”, um concurso de beleza promovido na cidade gaúcha de Canguçu.

Pois Vanessa criou coragem e desfilou de biquíni ao lado de outras dez garotas. Foi a mais aplaudida e fez o maior sucesso na internet, que ela não tem em casa. Do alto de seu 1,61 m de altura e 70 quilos, a menina gordinha era a única de cabelo preso em rabo de cavalo. Feliz da vida, ela se sentia à vontade, vitoriosa: “Estava com vergonha, mas começaram a me aplaudir, a dizer: vai, você consegue!, você é muito bonita, e então eu desfilei”.

E deu uma lição de vida e superação a todos os que fogem dos padrões estéticos do pensamento único: “Acho que a gente não deve ter vergonha do nosso corpo”. Nem importa saber quem ganhou a competição.

Dilma sem novidades

Com tanto assunto, acabei deixando para o final o discurso da presidente Dilma Rousseff, na abertura da primeira reunião ministerial em Brasília. Como ela mesma reconheceu, seu pronunciamento não tinha grandes novidades em relação às medidas que já haviam sido anunciadas nas últimas semanas.

Meus comentários sobre a fala presidencial estão no site do Jornal da Record News, transmitido também aqui no R7.

E vamos que vamos.

Vida que segue.

41 comentários em “Experimente ficar cinco dias sem tomar banho

  1. Ricardo,acredite se quiser.Moro em Salvador.Meu filho recebeu uma exelente proposta de um grande Banco Brasileiro,para trabalhar,e obvio,se mudar para São Paulo.Essa crise hídrica tucana,deixa ele balancado em aceitar ou não.Dizer o que?Falar o que?Se o governo da Da.Dilma tem lá seus defeitos,bota defeitos nisso,essa oposição,aliada ao consorcio mafimidiatico,não merece nem qualicação.O Governandor Alkimin é o político mais medíocre em atividade no Brasil.Dificil imaginar, que tenha entrado para a grande política, pelas maõs de Mario Covas.

    1. Caro Demerval… Seja somente mais um cego kamikaze, isso já percebo como do gene do petismo, mas faz um pouquinho de esforço para diminuir a estupidez que vai te ajudar… Assim como restam apenas 5% de água no reservatório do Cantareira (e claro, segundo os “coxinhas vermelhos”, os outros 95% foram bebidos, sugados, desviados para a Globo, Veja, Estadão, e/ou enviadas por tubulações secretas para os Estados Unidos, sei lá, pelos tucanos)… Se ainda restar 5% de visão em seu “coquinho vermelho” pare de defender petistas, condenando os adversários, que não são perfeitos, longe disso, mas são infinitamente mais honestos e mais competentes. Nota: saberei avaliar seus 5%, se ainda existem, baseado em sua eventual resposta.

    2. Gilvan Costa,respondo a você,por que não.Seu comentário escrito, com pena de bico tucano,demonstra não possuir conhecimentos para levar adiante,uma discussão comigo.Falta-lhe o devido cabedal,para me confrontar.Você é outro tucano,que acosenlho a se filiar a Rede de Osmarina Marina Silva,de cara,lhe oferece três vantagens do peru:1)Você ajuda a criar o pardido dela,A Rede,mais um para nos encher o saco,mas com chance de vencer;2)Passa a pertencer a um grupo seleto de pessoas,que,entre outros previlegios,falam com Deus;3)Osmarina Marina Silva,alardeia aos quatro cantos,para quem quiser ouvir,que seu partido,o PSDB,nasceu para perder.Fica valendo desde já,essa resposta,para qualquer outro tucano que vier me questionar,acresida de “ganhem e aparecam”.

    3. …Dermeval, medíocres mesmo, mais do que medíocres, idiotas, são os lobâotizados que o elegeram.Temos que admitir que a tucanada tem uma competência: sabem como ninguém fazer os imbecis se sentirem felizes com suas imbecilidades, mesmo tomando banho de lama e bebendo mijo reciclado. Vários deles comentam neste blog.

    4. Demerval, apesar de não ter colocado muitas expectativas em sua resposta, admito que esperava que seria mais capaz com os 5% de noção, que suponho que ainda lhe resta. Boa sorte!

  2. “Ai Ricardo,tu não tens outra proposta menos *indecente* que essa para fazer?”
    E o pior que estamos literalmente correndo o risco *dessa miséria acontecer*.
    Agora tenho certeza absoluta que esse *risco* o Senhor Geraldinho e toda a familia dele não corre…,aliás *todos os políticos sem exceção,tanto os da situação como os da oposição:será que temos *isso* no país das maravilhas,ou seja oposição? *.É pra matar!!!!
    Agora *eu* de férias,entro no teu blog e leio uma coisa horrorosa dessas.
    “Racionamento…falta d ‘ agua mesmo,já tem mais uma *denominação:rodízio pesado e drástico,mais uma metáfora,mais uma enganação.
    “Esse Senhor Geraldinho e seus asseclas….é pra matar!!!”

  3. Do jeito que o governador de São Paulo está tratando dessa grave crise, ele não deve se importar se o povo ficar cinco dias sem tomar banho..pra quê banho, né?
    Para Alckmin não existe crise, não existe racionamento, não existe problema algum.
    Enquanto isso, Haddad reúne os prefeitos pra discutir a falta d agua, ou seja, além de cuidar do seu serviço, tem que cuidar do serviço que o outro (Alckmin) não faz…

    1. Haddad reúne prefeitos para discutir falta de água??? Haddad como líder de qualquer coisa é piada de mal gosto. Essa criatura não faz nada que seu Amo e Senhor, aquele cuja alcunha é 9 fingers, não mande. Evento mal começou e já perde toda a credibilidade.

  4. Pelo que percebi a única preocupação do nosso governador é não deixar o Cantareira secar. O povo ficar sem água é apenas um detalhe. O importante é não arranhar sua imagem, né Alckmin? Com diria Eduardo Jorge:

  5. Alguem poderia me informar se a opinião do Kotscho no Jornal da Record foi lá mesmo ou foi no Jornal das 10 da Globo News,? Nem consegui ir mais que a metade pois fiquei um pouco enjoado. Depois que o Kotscho tucanou só senti falta da sua critica a roupa com que Dilma estava vestida. Kotscho, por favor, vc ta velho demais para ficar dando uma de Merdal Pereira. Todos podem mudar, apoiar outros partidos ou esmo o seu mas pediria que você desse uma pausa, fosse conversar com quem conhece bem a Presidente (usei Presidente que é como os tucanos a chamam) e vir a publico procurar entender o que está acontecendo, sugerir algo, e não fazer criticas ridicula como essa de hoje.

    1. Xiiiiiiiiii. Agora o sábio, erudito, magnânimo Ricardo Kotscho, só porque faz críticas ao desastre que é a gestão da “Prisidenta”, tucanou???
      Vocês PTistas são patéticos!

    2. claudio – 28 de janeiro de 2015 – 12:09-Claudio tb não sou tucano ,mas nem em pesadelo seria petista,gostaria de lhe informar que “presidenta” não existe na língua portuguesa,portanto é errado essa pronúncia,”presidente” é o certo,vale tanto para o sexo feminino quanto masculino,ok?!Mas como vc é eleitor do PT tem o meu perdão,kkkkk.

  6. “””Para que servem os carros flex?””” -Servem para dar opção ao consumidor de “poder escolher o produto, combustivel, mais barato”, e como manda um dos principios “basico de mercado”, que é a Lei da oferta e da procura; forçar assim o rebaixamento do preço da mercadoria que ficar encalhada. A globo e o “Pequeno ditador”, fizeram um carnaval, quando, não me lembro quem do governo Dilma, sugeriu que o povo “substituisse a carne bovina por outro alimento, como o ovo por exemplo”; como se eles não soubessem que o ovo é super nutritivo, tanto que aquele povo detestado no mundo inteiro da America do Norte, comem todas as manhãs ovos, e conseguem resultados impressionantes, como aconteceu quando em duas olimpiadas, dois de seus atletas, primeiro o Carl Lewis,e em outra olimpiadas o Michael Phelps, ganharam mais medalhas do que toda a delegação brasileira ganhou em cada edição olimpica. – O que o Alckmin vai mandar dar ao povo nessa falta de agua que ele com a ajuda da globo esconderam? – Se mandar o povo tomar Skol, maravilha, mas se mandar apenas comer brioches, “só agravará o problema da sede”. -Então, vamos parar de bla bla bla, é vamos em busca de soluções “praticas e rápidas”, porque o problema da falta agua é grave e não pode esperar. O “bônus ajuda do PT”, que o governador Alckmin do PSDB, se valeu para pedir ajuda a presidente Dilma do PT, foi sem duvida uma atitude sensata, e surpreendente, pois finalmente o governador Alckmin teve a humildade de reconhecer “””a sua incapacidade e a sua incompetencia”””. Até onde vai essa fidelidade incondicional da turma da “””revolução dos ignorantes””” ao governador Alckmin, que os levaram ao “extremo ridiculo” e ao “cumulo da ignorancia”, quando foram “”cobrar dos trabalhadores do metrô, tanto no sindicato dos metroviarios, quanto nas estações do metrô; explicações para o aumento nas tarifas dos trêns, como se fossem os trabalhadores os responsaveis pelos aumentos e não o governador Alckmin? Agora sobre a menina Wanessa, ou melhor dizendo, sobre a “guria Wanessa”, como eles dizem lá no Sul; acho que pra uma gaucha temer algum concurso de beleza, só se ela competir mesmo com outras meninas de lá. Parece até que as gauchas ja nascem com coroa de miss, e quando o medico coloca aquela faixinha no braço, elas ja começam a dar tchauzinho, como se estivessem ouvindo: “Os estados brasileiros..” (não confundam nem por decreto faixa de miss com a faixa presidencial). Mas a beleza gaucha é tanta, que até as gauchas daqui da Augusta, têm porte de miss (rs). Gaucha ja nasce com dificil destino de ser linda. Todo o sucesso do mundo para a Wanessa, pois isso é apenas o começo. -Mas Kotscho, sobre a Dilma, ela foi “”muito bem no discurso ao lado dos ministros””, principalmente quando disse que problema do abastecimento da agua é de responsabilidade dos governadores e prefeitos; mas que estaria sempre disposta a ajuda-los. Com atitudes como essa, sem duvidas a Dilma se credencia a levar pelo menos o “miss simpatia” aqui em São Paulo, onde ela teve apenas 34% do votos.

  7. Caríssimo Kotscho… Estranho que, com sua tarimba, não tenha percebido o golpe de Alckmim. Ele, e seus colegas da Mídia vendida de SP, estão, literalmente, colocando o bode na sala. Estão falando de 5 dias de racionamento por semana mas irão anunciar 2 dias. E toda nossa grande Imprensa familiar louvará nosso grande Governador por conseguir cortar água por apenas 2 dias. Vida que segue…
    PS – Anote este meu comentário e o republique quando sair o racionamento oficial…

  8. Boa tarde Kotscho,

    Eu diria que as coisas como estão é um “bem feito” ao povo. Em 2013 pedimos mudanças e nas eleições de 2014 votamos na continuidade. Não votei no Alckmin e nem na Dilma por isso não tenho do que me arrepender, mas fico triste porque vou pagar como qualquer outro cidadão.

    Abraço,

  9. Sem ter me pedido,junto-me a Ricardo nessa cruzada.Ele não pode ter opinão divergente do governo mediocre da Da.Dilma?Para não ser taxado de Tucano,é obrigado a dizer amém a tudo que ela faz e diz?Ricardo é um jornalista i n d e p e n d e n t e,fala o que tem de falar.Que diabos de patrulhamento é esse?Vocês deviam se preocupar é com outros tipos de jornalistas,que infestam o consorcio mafimidiatico,fazendo pressão junto ao governo para desentocar a Lei de Medios.Vocês deviam em comissão,ir até a Presidenta e soprar no ouvido dela,que essa historia de que o melhor controle para mídia, é o controle remoto, é conversa mole para boi dormir,ou de medrosa,como queiram.Esse é um governo medíocre,certo.A cara dele chama-se Aloisio Mercadante,um pernóstico medíocre ou um medíocre pernóstico.Deixem Ricardo trabalhar em paz,ele tem mais o que fazer.

  10. …é bom se levar em consideração que o japa, por mais técnico que seja , é funcionário da Sabesp, os 5 dias por ele citado poderão ser 6, 7, 8 ou mais, Acho que o melhor é se acostumarem com a idéia que São Paulo esta morta, em menos de seis meses se tornará uma cidade fantasma. Nenhum estado, por mais rico que seja, sobrevive a 20 anos de tucanato.Os malas roubam demais.

  11. É verdade,ficar 5 dias sem tomar banho deve ser dificil,acho que temos que perguntar como é para os eleitores do PT no nordeste haja vista que quando tem agua pra beber disputada a tapa em caminhão pipa por lá já é um milagre.

  12. Já vi dezenas de postê aqui no balaio metendo o pau no movimento passe livre,teve manifestação tambem dos movimentos sociais da cut e força sindical,nisso o blogueiro simpatico ao governo não escreve nenhuma critica né?

  13. Gostei da sua pergunta e mais ainda da resposta do deputado carioca pelo PSOL, candidato a presidência da Câmara dos Deputados, no Heródoto de ontem 27/1 . Aliás, ganhe quem ganhar, ou seja, o PT ou o PMDB, vamos mudar tão somente as moscas…

  14. Kotscho,

    Sobre o confronto em SP a própria Record mostrou que tudo começou uma ação “plantada” pela própria polícia, que depois foi flagrada agredindo manifestantes com uma skate.

    Sore a o petrolão, o que são as empresas se não um conjunto de pessoas. Se retirar as pessoas (corruptas que são) o que sobra? Se as empresas quebrarem o Brasil não pára não. Têm muita gente competente e com capital só esperando um país mais honesto para trabalhar.

  15. Caro e prezado grande repórter RK, por que chove tão pouco no Sudeste? Quem explica é o cacique Raoni: “Se corta árvore, Sol esquenta, vento aumenta e água some”. Perfeito! Numa simples e genial frase, Raoni explicou o óbvio, coisa que certos acadêmicos levariam 11 horas para tentar explicar alguma coisa.
    Mudando de Alexandre Pato para Paulo Henrique Ganso, gostaria de esclarecer que o verbete presidente é adjetivo de dois gêneros, segundo mestre Aurélio, que era do ramo. Logo, é também correto dizer/escrever presidenta. Longe de mim querer dar uma de erudito, pois sou um eterno aprendiz.

    Abraço democrático a todos.

  16. “Engole-se a grandes tragos a mentira que nos agrada, e bebe-se lentamente a verdade que nos desagrada.” (Imprensa Evangelica, Nº 13, 1891). O Brasil tem a maior reserva de água doce do planeta, mas a população fazendo uso da passividade geral que nos caracteriza como Nação esqueceu-se que água não é um bem eterno. Quem sabe agora aprendam a dar valor a este bem tão valioso e tão essencial à existência de vida no Planeta Terra. Falta consciência no uso de água. De toda água existente no Planeta somente 0,26% é potável e é com essa quantidade que a humanidade tem que sobreviver. Mas o que tinha que sofrer racionamento severo no Brasil é a ignorância, a má gestão pública, a corrupção; mas, como dizem por aí “No Brasil o ano só começa após o Carnaval”. Muitos preferem três dias de folia carnavalesca bancada com dinheiro público e depois vão reclamar de falta de remédio em posto de saúde público e as pobres almas moribundas vão sofrendo em salas de espera lotada e sem conforto de hospital público. “Hoje não querem um povo político, não querem o desenvolvimento das grandes ideias, mas um povo que não conheça as suas necessidades e seja escravo.” (Jornal A Actualidade, Ano I, Nº 02, 1859)

  17. Everaldo.
    Por que você não começa um movimento junto com outros PTistas para evacuar São Paulo? Se de acordo com sua “previsão”, em 6 meses virará uma cidade fantasma, para quê ficar aqui? Faça isso. Convença outros PTistas a saírem do “Tucanistão”. Venda tudo, aplique a metade em ações da Petrobrás e com o restante compre uma casinha em algum lugar no Nordeste. Todo mundo ganha.

    1. Caro Esposito, compreendo a sua conturbação mental, pois parte da água do Cantareira, foi usada, pelos tucanos, para fazerem uma lavagem cerebral em voces, seus eleitores, que como aqueles que divagam pelos desertos acreditam em miragens.Não moro em São Paulo, não tenho ações da petrobrás nem casinha no nordeste, mas posso lhe garantir que também não tenho a burrice do eleitor tucano.Como voces entregaram este estado para estes aliados do capeta, isto aí, sem água, pode se transformar na mais nova sucursal do inferno.

    2. Não mora em São Paulo mas vira e mexe escreve sobre o mesmo. Deixe-nos em paz. Nós escolhemos nosso destino. Digo-lhe mais. Os 20 anos de Tucanato em São Paulo devem-se única e exclusivamente ao PT, que mostrou-se inaPTo, incomPTnte e CorruPTo. Mil vezes faltar água com o PSDB do que entregar nossa riqueza nas mãos do PT.

    3. O GERALDÃO TUCANÃO vai obrigar os tucaninhos a dessalgar a própria urina. O dessalgar aqui empregado é o mesmo existente no Aurélio. Como o GERALDÃO TUCANÃO não é de dar a mão à palmatória por ter mentido e escondido o problema na campanha para a reeleição, é melhor a tucanada aprender a dessalgar a urina do que o Estado passar a planejar a dessalinização da água do Atlântico…

    4. Se voce usar tucanos em vez de Ptistas no seu comentário, daria mais certo porque quem está ferrando São Paulo são os tucanos. Aí sim, a cidade esvaziada de tucanos voltará a progredir e tudo voltará ao normal na vida dos cidadãos e tudo já começaria pelo fim dos pedágios escorchantes, aviltantes, humilhantes assim como a falta d’água.

    1. Recomendo a Ricardo e aos companheiros do Balaio,que leiam o artigo de Miguel do Rosário,em seu blog O Cafezinho,”O Segundo Governo Dilma Nasceu Velho”.Impecável,nem Mercadante ousaria fazer qualquer correção.

  18. Pergunta o Companheiro cesar T:terá São Paulo se tornado um estado “atrasado,retrógrado e bovino”?Sim,meu caro cesar T.Esqueceu-se apenas de acresentar e “suíno,quero dizer porco”.

  19. Ricardo! Acompanho seu blog, toda admiração e respeito. Quanto ao discurso da Dilma achei excelente, naquele contexto o recado foi muito bem dado e as orientações e propósitos do governos ficaram claras. No meu ponto de vista, as demais ações estarão a cargo dos ministério e claro com uma coordenação geral.

  20. Kotsho Saia De São Paulo o Mais Rápido Possível, vá para o Nordeste, lá a coisa está muito bem.
    Tucanos ricos com suas peruas enfeitadas, irão de Jato Particular para Miami.

    Mas Kotsho, antes de sair de SP, peça para um especialista em Fotografias Aéreas, observe as piscinas das manções edas coberturas de prédios dos milionários e peça para alguém analizar os níveis de águas nesses lugares e se existem pessoas usando, isso é fácil, se faz pela internet, o problema será saber quem é o dono da imagem.
    Mas caro Kotsho, siga o pedido de sua família e vasa de São Paulo Chê.

  21. Pelo andar da carruagem… Uma evasiva para a falta de segurança: O conselho já um tanto antigo: Morra, mas, não reaja…Nosso metrô é um dos melhores do mundo…não saia do trem mesmo quando ele pare nas cavernas…Não há racionamento,existe sim, uma restrição de consumo (5 dias sem água por semana)…Agora só falta o conselho: Tome banho nas enchentes. e votem em mim nas próximas eleições..kkkk Política? Não. Piada!

  22. Começa a chegar ao fim,de forma estarrecedora e melancólica,a carreira política do mais medíocre Governador que São Paulo produziu nos últimos anos.Conservador,reacionário e fascista,não tenho vaga lembrança da terra bandeirante ter gerado,um político tão incompetente como Geraldo Alkimin.Passaram pelo Palácio dos Bandeirantes,governadores de péssimas lembranças.De Ademar de Barros a Laudo Natel.De Paulo Maluf a Luiz Antônio Fleury.Nada absolutamente nada,se compara a Geraldo Alkimin.Destruiu literalmente o Estado.A letargia em que se encontra a população de São Paulo,esbulhada e enganada pelo consórcio mafimidiatico,através um jornalismo enviesado e mau intencionado,que incutiu na cabeça dos paulistanos,um fanatismo anti-petista,custará lágrimas de sangue ao povo paulista.
    Acordarão de um sono profundo,e verificaráo a catástrofe em que se abateu sobre Estado mais importante da Federação ,e se darão conta do que é capaz essa mídia conservadora e golpista,quando estão em jogo seus interesses mais espúrios.

    1. Demerval, em poucas mas incisivas palavras que se me permites, faço delas as minhas, deduzistes o que eu acho desse paquiderme governo, de gente dorminhoca, desatenta às necessidades do povo. Jamais passaria pela minha cabeça que um dia ficaríamos assim sem água, elemento básico à existencia humana em uma cidade tão grande, uma metropole mundialmente citada. Isto é um perfeito diploma à incompetencia ao desmêlo de uma administração que se julga perfeita, aquela que jamais uma população pensaria ou seria merecedora. Pena me dá que uma boa parcela incauta caiu na conversa fiada de mascates da politica. Caiu na conversa de uma imprensa inimiga do país por causa de interesses mesquinhos, gananciosos e agora uma outra parcela desta população, que nunca votaram neles, se vê numa situação tão deprimente. É assim mesmo, como diz um ditado popular: há males que vem para bem. Quem sabe se desta vez por todas este povo incauto atentem mais para quem está querendo votar e o iludir com compalavras vãs.

  23. Kotscho, a Grande São Paulo tem muita água.
    Milhares de poços artesianos bombeando milhões de litros sem cessar.
    Certeza que tem gente esbanjando.
    É só fazer as contas que tem muita água potável sobrando. E o Governo sabe muito bem onde estão os poços jorrando.
    É racionamento? Se for, está na hora do Governador se mexer, como ocupante do cargo que pertence ao povo.
    A água do subsolo é do povo brasileiro.
    Quem tem água, tem que começar a dividir.
    Quem tem poço artesiano não pode estar “nem aí”, rindo de boca escancarada.
    Os grandes condomínios, mansões, palácios, órgãos públicos, Sabesp’s e Ceteb’s e proprietários particulares de poços já deveriam estar na roda. A água é de todos.
    A essa altura o planejamento para os piores dias já deveria estar em curso com outras alternativas.

  24. eu tenho uma pergunta Kotscho: afinal a presidente Dilma mentiu sobre as novas medidas? ahhh claro, isso é coisa do pig, do cat, do dog e do bozo…he,he…esse é o problema de se levantar uma bandeira….se perde a capacidade de discernimento, e vc acaba sendo usado pelos “chefes da bandeira”…como se estivesse narcotizado pelo ideal…como num estado de embriaguez em que vc nao consegue mais diferenciar o que é certo e o que é errado….a decisao vem da barriga e nao do cérebro…acaba virando uma questao de honra para aquele que defendeu ferrenhamente o ideal, perperpetuar-se no erro…nuca admitindo que tenha sido um erro…até que o barco afunde por completo e ninguém sobreviva..the horror…the horror..

  25. No Ceará, onde estiagens são longas e constantes, não falta água nas torneiras dos usuários e nem há previsão de escassez. Em São Paulo, Estado da dinastia tucana onde paulistanos vão às ruas pedir ditadura militar e se consideram superiores e melhores do que os outros brasileiros mortais, chove, alaga e causa transtornos à população. Em SP, estão (dizem) grandes universidades estaduais. Onde estão os técnicos dessas universidades que não são ouvidos pelo soberano governador tucano da vez? P.S. A presidente Dilma diz que vai fazer, mandar projeto de lei ao congresso nacional, combater, melhorar, etc e lenga-lenga à infinitude do tempo… Até parece que ela não está no governo há doze anos, repito: há doze anos essa senhora está no governo e vem dizer que vai fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *