Sem chuva e sem governo, agora é o salve-se quem puder

Sem chuva e sem governo, agora é o salve-se quem puder

As chuvas não vieram, os governos sumiram, o ministro das Minas e Energia entregou para Deus, e a mídia, finalmente, de uma hora para outra, descobriu que estamos à beira de um colapso no abastecimento de água e energia nas maiores áreas metropolitanas do país.

Diante dessa situação, não adianta mais nada ficar discutindo de quem é a culpa, se Dilma e Alckmin esconderam a verdade ou mentiram para os eleitores durante a última campanha, se a responsabilidade é municipal, estadual ou federal.

Agora, meus amigos, é o popular salve-se quem puder. Ou assumimos a nossa própria responsabilidade de cidadãos, e passamos a economizar para valer água e luz, onde ainda tem, ou vamos todos para o inferno, e não demora. Não escapa ninguém.

Vamos reconhecer: pertencemos a uma sociedade habituada ao desperdício de água, luz e comida, ao desrespeito à natureza, a entregar tudo nas mãos dos governantes ou de entidades sobrenaturais, na certeza brejeira de que, no fim, sempre se dará um jeitinho, e nada nos faltará. A maioria nem sabe o que é cidadania, algo que não se ensina nem nas escolas, nem nas famílias. Ao contrário, a onda agora é ostentação, dane-se o resto.

Desse assunto posso falar com conhecimento de causa. Sou filho de uma família de imigrantes, que passaram sede e fome durante a Segunda Guerra Mundial na Europa, e me ensinaram desde pequeno a não desperdiçar nada porque amanhã pode faltar.

“Aqui ninguém é dono da Light”, cansei de ouvir minha mãe reclamar ao mandar a gente apagar a luz acesa sem necessidade. Tudo era motivo para bronca: não ficar muito tempo no chuveiro, não deixar a torneira aberta na hora de escovar os dentes, não deixar comida no prato, não esquecer de desligar a televisão, não comprar coisas caras se tem igual mais barato, não querer dar uma de bacana.

Nos altos e baixos da minha família, nos tempos de fartura ou de dureza, fui acostumado a viver assim, e tem dado certo até aqui. Acho que isso vale tanto para as famílias como para os países que gastam mais do que ganham, vivem endividados e, de repente, como agora, se espantam ao constatar que a festa acabou.

Claro que tudo isso não livra a cara dos governantes de todas as latitudes responsáveis pelo planejamento e implantação das políticas públicas. É para isso que são eleitos e bem pagos por nós. Por mim, deveriam ser todos processados por crime de responsabilidade administrativa pela incúria e soberba com que trataram questões vitais para o bem-estar da população.

E vocês, caros leitores do Balaio, como estão fazendo para economizar água e luz? Não podemos mais esperar que a solução venha dos céus ou dos palácios.

Vida que segue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

33 thoughts on “Sem chuva e sem governo, agora é o salve-se quem puder

  1. Ha mais ou menos um ano atrás na internet, um morador de Campinas desesperado, me perguntou o que fazer caso a agua viesse a faltar. Vai ai novamente a dica: poço artesiano, ou cisterna com coleta de agua de chuva. Não é muito caro, e quebra um galhão.
    Abraço a todos e mãos a obra.

  2. Tá bom, a culpa é do PT e da Dilma. Mas no caso da energia será que ninguém se lembra dos ecochatos tentando impedir a construção de represas. Hidrelétrica só a fio dágua. E que falar dos juristocratas que interromperam a construção de Belo Monte mais de trinta vêzes? Dá pra pendurá-los também, né? Um abraço.

    1. O pior, Rudi, é que o Juiz Moro, considerado o “Homem do Ano de 2014” pela Globo (pausa para rir), autorizou investigar as empreiteiras que estão envolvidas na construção da Usina Belo Monte só pra ver se encontra alguma falcatrua que denigra Lula e Dilma. Esse juiz é pior que Joaquim Barbosa. A mídia não conseguiu fazer com que Joaquim Barbosa decolasse voo rumo a Presidência do Brasil, agora está tentando nos fazer engolir esse indigesto juiz Moro. É de chorar essa piada de mau gosto da mídia com seus ídolos fabricados.

  3. Eu ri do “… são eleitos e bem pagos por nós”. rs rs rs Eles não são bem pagos. Eles são mega, ultra, superfaturadamente, fora da realidade, pagos por nós e a grande maioria só vai para a política por esse motivo, não para servir ao seu povo e país.

    1. por isso sou a favor de mudanças na politica, os parlamentares deveriam servir a nação como fazem os nossos soldados ( vão para a guerra em amor ao povo rsrsrsrsrs), assim queria ver se eles iriam se jogar em campanhas milionárias, temos que mudar o jeito de governar do nosso país porque essa historia de democracia e uma verdadeira furada, desde que começou só ouço noticias de escândalo politico, roubo na cara dura,desfalque e maracutaia, ai você me fala? isso e jeito de governar um país grande e rico, um país que era 70% de água doce do planeta, e esta nesta calamidade.

  4. Fora de pauta: Gente, acabei de ler no site http://www.redebrasilatual.com.br a notícia sobre uma campanha para arrecadar fundos e ajudar nosso companheiro Enio Barroso Filho a ir para Cuba e fazer um tratamento para sua distrofia muscular no Ciren-Centro Internacional de Restauração Neurológica. A conta para fazermos o depósito é a seguinte: Caixa Econômica Federal – 104, Agência 0244 – Casa Verde, conta poupança nr. 013.19636-2, CPF 000.831.558-21. A conta já conta com R$ 8.486,26 arrecadado mas ele precisa de US$ 18 mil dólares. Vamos ajudar o nosso amigo do Balaio. Se todos ajudarem com um pouco logo, logo ele estará aqui escrevendo seus memoráveis comentários.
    Quanto a esse sério problema da seca que está judiando SP é lamentável como a imprensa protege Alckmin ao esconder que o governo PSDB não cumpriu o que ficou acordado com a ANA em 2004, no sentido de fazer obras para ampliar o Sistema Cantareira para se prevenir contra a estiagem que poderia ocorrer e como estamos tendo agora. O governo PSDB de SP ficou 10 anos só distribuindo lucros da Sabesp para os seus acionistas e não fez nada para cumprir o acordo com a ANA. Lamentável a letargia desse governo que temos em SP. Deixou tudo por conta da mãe natureza e a população é que vai ter que arcar com mais este descaso desse governo incompetente e dorminhoco.

    1. Caros leitores,
      faço minhas as palavras da Helena e agradeço a ela por ter nos mandado esta notícia da campanha para ajudar no tratamento do grande amigo Ênio Barroso Filho.
      Se tem um cara que batalha pela vida dele e por um mundo melhor para todos, é o Ênio.
      Agradeço a quem puder ajudar.
      Forte abraço pra ele e boa sorte!
      Ricardo Kotscho

  5. Acho que agora vamos aprender na marra, que a mudança das coisas está com o povo. Parece papo da década de 70, mas é a mais pura verdade. Se não tiver povo na rua, não coxinha fascista, mas trabalhador, as coisas não vão mudar. É minha gente, temos que ir a luta pra fazer a coisa andar, sinto muito.

  6. Espero que não venha uma chuva forte e te derrube do muro Ricardo. Não tem essa de descobrir ou culpar pois todos tem culpa. São Paulo está assim por causa do Alckimim (até rimou) e ponto final…Querer enfiar a Dilma nessa jogada é coisa de PIG e acredito que vc ainda não tenha ido para o lado de lá…portanto desça do muro e deixe a chuva cair a vontade.

  7. Fico impressionado como a imprensa em geral (praticamente todos) protegem o governo do Estado de Sao Paulo pela responsabilidade da pessima gestão da agua. Sera que o governo distribiu tanto dinheiro na imprensa para esconderem de quem é a culpa pelo colapso de falta de agua que vai ocorrer em Sao Paulo ? Se o problema fosse energia eletrica, como sabemos que é responsabilidade do governo federal, todos os jornais estariam falando dia e noite que o governo federal nao fez uma boa gestao, mas como o governo dos estados mais destruidos pelas pessimas administracoes sao PSDB (MG e SP), fica essa coisa que nao é hora de buscar culpados. A Midia brasileira é péssima em esclarecer para a população o que esta acontecendo e agora que se politizou, se tornou desprezivel.

  8. De novo o nobre jornalista está confundindo o Tucanistão com o Brasil. Sinal de que a campanha do PIG é capaz de atingir até mentes esclarecidas e bem intencionadas.

  9. Me lembro que no ano passado, quando os paulistanos sofriam com as greves de ônibus, Alckmin ,sem nenhum sentimento de culpa, lavou a mãos e disse que aquele problema era da prefeitura,ou seja, cabia somente ao Haddad segurar aquele pepino…Quando os problemas envolvem o PT é culpa exlusivamente do PT. Quando envolve o PSDB os tucanos querem dividir a fatura e se possível fazer o governo Federal assumir toda a “dívida. Assim é fácil governar, né?

  10. Meu caro Ricardo, eu confesso, a culpa é minha, eu bebo água pra caramba. Prefiro, porém, é claro, outros sabores e matizes. SP está sem governo faz tempo pra cacete e, depois, de tanta
    incompetência conseguiram se superar, pois, além de acabar com a água, acabaram também com a energia. Sem água e sem luz muito bom. Parabéns SP pelos quatrocentos e tantos anos
    cantando antiga marchinha carnavalesca: “De dia falta água, de noite falta luz”. Muito bom mesmo. Rindo pra não chorar.

  11. …o momento não é mais de procurar um plano para suprir o povo com água, pois este não existe. mas sim, de se saber como será esvaziada a cidade, pra onde vão levar a sua população. A qualquer instante o Picolé de Xuxú some e deixa o povo a ver navios. Navios ?

  12. essa analogia é perto de farsesca.
    uma pequena diferença: agua nao se puxa, nem se empurra facil de um lugar para outro passando por fios de alta tensao. Nem estará interligada de norte a sul.Mas se estoca se houver e nao gastar. Energia nao se estoca (exceto marginalmente no diesel)
    E nao sei de nenhum tcu, nem ibama, nem ong verdosa… atrasando cronogramas de AGUA. De energia.
    A pergunta despudorada que devias fazer ´é aonde as ONGs e a verdosa vao enfiar agora o fio de agua que tanto idolatraram.

  13. O mais incrível é que tem muita gente da classe média de São Paulo que ainda não acredita na falta de água. Também, se a própria mídia tucana ainda trata o problema com parcimônia!

  14. Cuidado, Ricardo… Bom senso e independência podem lhe custar uns hematomas, a esquerda alienada não admite críticas. Liberdade não é com eles, Marília Pera quase teve o teatro derrubado por apoiar o Collor, Cláudia Raia foi perseguida. Vão invadir seu Blog e tirá-lo do ar. Pra eles só vale meter o pau na “Direita”. Alckmin é responsável pela falta de água, Madama Dilma nada tem a ver com os apagões.

    1. O governador é sim o responsável pela falta d’água, ele está 20 anos governando e sua mania de privatizar ou deixar para terceiros um trabalho que é sua obrigação, ele não fez. A Presidenta Dilma está lá em Brasilia e todo governador com problemas administrativos ou de dinheiro, tem que pedir uma audiência a ela, mas ele e seu partido são arrogantes pensando ser o estado de São Paulo autosuficientes ou um outro país, despresaram-na, aliás despresaram o Brasil que é o país a quem pela constituição, devem obediência. Eles rasgam a todo momento a constituição desobedecendo os ditames que ela contém, aliás, aqui não é o pais da mãe Joana que cada qual faz o que quer, aqui tem a constituição. Trabalho feito lá na Cantareira quem fez por ultimo foi o Paulo Maluf, que apesar dos pesares, fez algo pelo povo e aguentou até agora e isto faz mais que estes 20 anos que o PSDB governa. Mas eles tem as costas quentes pois o PIG, o povo que o colocaram lá, terão que suportar o peso da responsabilidade, caso o abastecimento entre no caos e o povo tenha que imigrar para outro lugar e você, pelo seu comentário é tambem culpado. No estado há aproximadamente alguns milhões de inocentes que não votaram neles e portanto terão que sofrer juntos a mesma calamidade e isto não é justo.

  15. Caro Kotscho, você está me saindo um paulistano mal informado ou mal intencionado.
    Não vai acabar a luz no Brasil e você sabe disso.
    Já achou sua casa em João Pessoa? Tem até junho pra mudar…

  16. Há mais de um ano venho comentando o risco conjugado à falta de incuria, cuidado do governo estadual sobre a àgua. Caro amigo Kotscho, vamos deixar de lado este compromentimento de São Pedro e não seria uma ingratidão, uma falta de reconhecimento pois tem sido enviado água! É bem verdade que o regime tem sido menor mas nós não entendemos que é a providencia divina que atua pois se as chuvas fossem proporcionais ao tempo da ausencia dela, presenciaríamos constantes catástrofes de chuva. Temos visto pelas reportagens internacionais enchentes por todo o mundo com dezenas de mortes e destruição. Agora, cá entre nós, com este regime de chuvas que felismente não é grande, se tivessemos tido por parte do governo estadual comprometimento com o futuro e se estivessem sido tomadas providencias, provávelmente estaríamos numa condição melhor e o risco da falta d’água, estaria um pouco mais longe. Estes anos atráz, o governo paulista tratou o governo federal com desdém, desprezo mesmo, por causa da arrogancia ou talvez querendo se mostrar autosuficiente. Eu sempre cito os EUA como referencia porque os politicos de lá, eles tem responsabilidade, honestidade, comprometimento com o povo de lá, se os nossos fossem previdentes como eles nesta hora estaríamos preocupados apenas com este regime fraco de chuvas mas não seria crítico como agora se sucede. Por outro lado eu vi com meus olhos o que fazem por lá, como já comentei aqui, estive em agosto de 2013 no Texas, mais precisamente em Cibalo, adjacente a San Antonio e pelas minhas andanças por lá, vi largas avenidas e grandes pontes sem que por baixo não havia rios passando, verdadeiras obras de arte. Kotscho, toda a cidade é um autentico piscinão mas seca, sem água passando. Então, comentando com minha filha que é Engenheira civil perguntei a ela se aquelas valas embaixo das pontes sem água e tudo isto por toda a parte, não seria um tipo de se prever que durante as chuvas, captasse água? Ela confirmou a minha pergunta. Fiquei calado sentado ao lado da motorista e pensando dos por ques não se faz como lá aqui no Brasil e principalmente em São Paulo. Está certo que do jeito em que a cidade foi construída, piscinão é só para as chuvas que inundam a cidade. Importante citar, que se tivermos precipitações grandes, todo o volume dágua é desperdiçado mas as águas estarão já poluidas pois fazem parte de corregos que coduzem detritos humanos, portanto água que nem serve para reuso. Kotscho e colegas, lá não vi rios fétidos quase mortos e para mim isto é resultado de que o esgoto é tratado e a água devolvida a rios que nem vi por lá mas na certeza podem até ser reutilizada como reuso. Tem colegas menos informados que dizem ou pensam estou babando ovo pelos EUA mas acredito que temos que nos espelhar no que está certo, no que é planejado com antecedencia, daquilo que é feito de forma organizada, com amor. É bem verdade que há lugares em que houve enchentes por lá mas podem crer que não foi chuvinha qualquer e que talvez ouve chuva calculada não em milimetros mas em centímetros de precipitação. Bem, diante de tanta incuria, de tanto despreso pelo bem publico e o eleitor, temos mesmo que ficar órfãos e sem proteção e só nos resta pedir ajuda aos céus. Estou neste momento economizando o máximo e vou prestar atenção para saber se não estão me cobrando, por ar que passa pelo hidrômetro como se fosse água. Já projetei um reservatório para captar água da chuva que pretendo construir de fibra de vidro aproveitando a experiencia do meu sobrinho que contrói brinquedos, trens fantasmas para estes parques de diversão tipo Play-Center.

  17. A Globo, a Folha e o Estadão ignoram a Crise Paulista e já fazem cálculos dos prejuizos dos mini apagões e colocam na cota da Dilma, porém nenhum compromisso em estabelecer perdas exorbitantes pelas mentiras do Alkimim e da SABESP em SP.
    Kotsho, eu estou bem, numa cidade que não tem rio, mas que não falta água, espero que tu saia de São Paulo e vá para uma sucursal no Nordeste, lá não tem PSDB.

    1. “Senhor Roberto,*longe de querer ser a advogada do Ricardo,primeiro que ele não precisa da minha defesa*,ele já rodou vários quilômetros dentro da existência dele,portanto ele sabe perfeitamente defender – se *e muitíssimo bem*.”
      “MAS” apesar dele ser simpatizante dessas duas letrinhas *PT*,e de alguns personagens que fazem parte das letrinhas *PT*,ele não é obrigado a dizer *AMÉM* a tudo que todos os petistas fazem ou dizem, *ele* também tem personalidade e sensibilidade suficiente para saber quando *as coisas estão no caminho certo ou errado*.
      O *diacho* é que algumas pessoas não conseguem alcançar(isso não significa que ninguém seja burro ou energúmeno,jamais tratarei os meus semelhantes com esses termos) o que *ele* está expressando é o seguinte: ele não deixou de ser simpatizante das duas letrinhas *PT* e muito menos de gostar ou simpatizar de algumas figuras que fazem parte das letrinhas *PT*,ele simplesmente escreve o que na opinião dele acha errado,somente isso.
      “Um abraço Senhor Roberto”.

  18. Vende-se geradores de energia encalhados há 8 previsões de apagões elétricos pelo PiG. Preço: R$1 milhão de reais cada.
    Gerador de água infelizmente não existe e. E se existisse não venderia nunca principalmente com o lucro que está porvir com a falta d’agua em SP.

  19. UMA AGENDA DE ESQUERDA

    O Governo deu uma guinada à direita na economia. Esses ajustes certamente eram necessários, mas não conquistam 1% de apoio dentre aqueles que votaram contra o PT nas eleições passadas. As medidas, porém, tem o dom de fazer ruir boa parte do apoio que veio das esquerdas e do eleitorado de centro, a “insondável” Classe C. Como elo fraco da corrente, essa massa eleitoral, mais concentrada no Centro-Sul do país, precisa de quem a defenda, ajudando o governo a reconquistá-la. Os textos acessíveis a partir do link abaixo propõe uma agenda de esquerda, com propostas para informação, saúde, educação e reformas urgentes que o Brasil precisa. Recomendamos a leitura.

    http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR.html

  20. Enquanto estiver “só faltando agua” e “não estiver tendo apagões”, a culpa será “inteirinha” do Alckmin. A globo e o Alckmin não podem fazer como “faz o Rogerio Ceni”, que quando o São Paulo ganha diz que foi ele que ganhou, e quando ele franga, diz: “NÓS não jogamos bem”. A Falta d’agua em São Paulo, “””é culpa unicamente do Alckmin que foi alertado ha 11 anos atras sobre a crise da agua, e ‘não fez nenhum investimento’ na captação de aguas nas represas da grande São Paulo”””, e pior, fez um emprestimo de 2 bilhões de dollares junto aos japoneses, sob o pretexto de despoluir os rios Pinheiros e Tietê; como se pode ver não fez nenhuma coisa e nem outra, e se nega a explicar pra onde foi tanto dinheiro. Já a Dilma também foi alertada de que o Brasil não teria energia eletrica suficiente para crescer e atender a demanda da população; porém “”ao contrario do Alckmin””, a Dilma fez investimentos na construção de usinas hidreletricas, que “””só não ficaram prontas ainda”””, por conta de “”imbecis como a Marina Silva, que ficou instigando pseudos ecologistas, a fazerem protestos sem conhecerem, ou por politicagem ignorando, todos os cuidados ambientais que o governo federal tomou para licitar as hidreletricas”””.

  21. Kotscho, esse meu xará é um típico coxinha, um sujeito alienado movido pelo ódio ao PT. O néscio não consegue entender o trabalho de um jornalista que não se enquadra no figurino Veja: o vale tudo para esculhambar o PT. Aí, quando você exerce uma marca registrada na sua carreira jornalística, a independência, vem esse tucano ridículo querer te medir com a régua torta dele. Como já escrevi diversas vezes no Balaio, você será canonizado por aguentar energúmenos.

  22. Sem chuva, sem governo, e praticamente numa guerra civil, com segurança zero nos grandes centros urbanos. A questão é saber como fazer para que os cidadãos se auto-protejam, se auto-abasteçam de energia e de água.

  23. O que eu mais temia vai acontecer; vamos ficar inteirmente na dependencia de São Pedro, pois se não chover a cântaros, teremos um rodizio de 5 dias sem água e apenas dois com ela. Pronto foi decretado o autentico caos, a economia vai a pique, os hospitais não vão operar, a industria não vai produzir, as escolas tambem vão fachar. Está aí espelhado no que dá o ódio pelo PT e seus politicos, o ódio contra um governo trabalhista, o ódio contra os humildes irmãos norte/nortistas e contra todos aqueles que votaram na Presidenta Dilma. Hoje eu ouvi de um alto funcionário da SABESP o que assinalei acima, 5 dias sem água e 2 com. O PIB que tanto criticaram serem um pibinho o que o governo Dilma obteve vai agora passar a ser negativo. Vão dizer que a culpa é de São Pedro, isso é injustiça, tem chovido até bastante. É que o abandono ao sistema Cantareira foi brutal e não há como recuperar os niveis d’água. Não foi feito obra nenhuma, nada prevendo o futuro de escasses. Pelo menos, entre toda esta desgraça, é que com isto o povo está tomando uma lição bem merecida, deixar de lado o ódio, a revolta infundada e como lição, prestarem mais atenção em quem vão votar.

  24. “Nós Brasileiros estamos é sem nada,a única coisa que nos restou foi pagar a conta dos erros,da
    incompetência,da burrice dos nossos governantes tanto no nível *Federal,Estadual e Municipal*.”
    Não temos água,energia(traduzindo para o bem português:luz) e quanto a governos nunca tivemos,pois entra governo sai governo(independente das letrinhas partidárias) tudo continua um verdadeiro fiasco.
    Como citei acima só nos resta pagar as *desgovernanças* do:PSDB,PT,PFL(hoje mudou para um tal DEM) e a pqp…
    “E a cada manhã que Deus nos dá é mais um partido que surge para *todos nós* sustentarmos,li nos jornais que os interesseiros que estavam na *tal REDE da lunática*,abandonaram o barco e já pensam em fundar *um tal de AVANTE*…ops, o nome certo deve ser AVANCE nos nossos bolsos.
    É pra matar!!!!!
    “Eu” ando com tanta raiva dos nossos políticos que ninguém consegue calcular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *