Brasil dividido? A culpa não é dos nordestinos

Brasil dividido? A culpa não é dos nordestinos

“A eleição presidencial mais parelha dos 125 anos de República deixa o país dividido entre os que produzem e pagam impostos e os beneficiários de programas sociais. O desenho esboçado no primeiro turno, com a divisão do país em dois grandes blocos, recebeu traços mais fortes: grosso modo, o Norte-Nordeste perfilado ao PT, o Sudeste-Sul-Centro/Oeste com a oposição. Fica evidente que o país que produz e paga impostos _ pesados, ressalte-se _ deseja o PT longe do Planalto, enquanto aquele Brasil cuja população se beneficia dos lautos programas sociais _ não só o Bolsa Família _ financiados pelos impostos, não quer mudanças em Brasília, por razões óbvias”.

Engana-se quem atribuir a análise acima ao sociólogo Fernando Henrique Cardoso, na mesma linha da que o ex-presidente já havia feito ao final do primeiro turno das eleições presidenciais.

Desta vez, o pensamento único dos que dividem o Brasil entre quem produz e os vagabundos que vivem de bolsas está no editorial do jornal carioca O Globo, sob o título “A Mensagem das Urnas”, publicado em sua edição desta terça-feira _ de resto, é o que está na raiz das manifestações racistas e preconceituosas contra os nordestinos que invadiram as redes sociais desde que foi anunciada a vitória de Dilma Rousseff na noite de domingo.

Grosso modo, como diria o jornal, os números finais divulgados pelo TSE desmentem esta teoria. Vamos a eles.

Quem assegurou a vitória do PT foram exatamente os eleitores do Sul e Sudeste, que deram 26,6 milhões dos votos totais obtidos por Dilma, ou seja, mais de 2 milhões de votos a mais do que os obtidos por ela no Norte e Nordeste, com 24,5 milhões de votos.

Ao contrário do que afirmam o editorial de “O Globo” e dez entre dez analistas da grande mídia, isto significa que Dilma recolheu 48,8% dos seus 54,5 milhões de votos na chamada região “rica e produtiva” do Sul e Sudeste, e 45% vieram do “pobre e dependente” eleitorado do Norte e Nordeste.

Quem diz e escreve o contrário, como se fosse a verdade absoluta das coisas, é porque não conhece o Brasil e se baseia nos mapas eleitorais produzidos nas eleições americanas, em que o candidato leva todos os votos dos delegados de Estados onde venceu as eleições.

Aqui não é assim. Nos mapas publicados pela imprensa brasileira, o Rio Grande do Sul, por exemplo, onde Aécio Neves venceu, aparece em azul, mas lá Dilma conseguiu 46,47% dos votos, quer dizer, quase a metade. No Rio de Janeiro, que aparece em vermelho no mapa, aconteceu o contrário: Dilma venceu, mas Aécio teve 45,06% dos votos.

Se prestassem mais atenção nos números do TSE, editorialistas, sociólogos e analistas perceberiam que não é o país que está dividido ao meio, geográfica e socialmente, mas apenas os votos dos partidos, que se espalharam por todos os Estados, com predominância de um ou outro candidato, dando na soma final a vitória a Dilma por uma diferença de apenas 3 milhões de votos.

Assim, não se pode afirmar que quem derrotou o candidato tucano foi o Nordeste, onde o PSDB sempre foi muito fraco e o PT é hegemônico. Mais justo seria buscar as razões da derrota de Aécio em Minas Gerais, Estado por ele governado durante oito anos, que agora aparece em vermelho no mapa. Era de lá que o PSDB planejava sair com uma vantagem de três milhões de votos, exatamente o que lhe faltou para vencer as eleições. E lá Aécio acabou ficando com 548 mil votos a menos do que Dilma. “Nem na pior projeção pensamos nesse resultado, após o Aécio sair do governo com 92% de aprovação”, lamentou-se Marcus Pestana, presidente do PSDB mineiro.

Não é justo, portanto, colocar a culpa nos nordestinos.

Vida que segue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

67 thoughts on “Brasil dividido? A culpa não é dos nordestinos

  1. Nós do Nordeste não nos importamos de levar a “culpa” por manter na nossa presidenta no planalto. Pelo contrário, nos orgulhamos desse feito!

    Dá-lhe Nordeste! Dá-lhe Brasil!

  2. Ora,ora Sr.Ricardo,quem derrotou Aécio Neves foi o Estado das Minas Gerais,que,pensava ele, ser sua Capitania Hereditária.Tem até aeroporto do Titio.Quem afirma essa verdade é Marcos Pestana,o político mais ligado a ele.Além do mais,no debate da Record,ele afirmou,peremptoriamente,que,naquela altura,tinha 14% de votos na frente da Presidente.O

  3. Excelente análise Ricardo. É frustrante ver um país desunido ou dividido no discurso e acredito que seja até perigoso para a democracia. Sua análise elucida a percepção enganosa que surgiu durante essas eleições. Abraços,

    Paulo

  4. Kotscho…
    Pelo que entendo, Aécio tinha 92% de aprovação onde são avaliações somados de Ótimo e Bom, mas isso não converte em 92% de votos. Acredito que muitos que deram como Bom sua administração estadual podem também considerar Bom (ou até Ótimo) o governo federal.

  5. Claro que a culpa não é do nordeste! Claro que a culpa não é do sudeste! a culpa é do PT, que ama colocar patrões x empregados, negros x brancos, ricos x pobres , cristãos x gays e assim vai. é Brasil é um país especial , um país abençoado com as suas diversidades. Oque aconteceu e acho quer foi em um momento pós eleição , para os eleitores do Aecio. Isso já passou e acredito se o PT não ficar instigando isso como sempre fez, amanhã estarão todos de ” bem”

  6. A culpa é dos governos que em vez de levar invetimentos na criação de polos economicos nas regiões pobres do país levaram pequenas ajudas no sentido de que permaneçam pobres e sobre os seus dominios, assim mesmo com total incompetencia administrativa e corrupção ativa e passiva eles se elegem sempre.

  7. No blog do PHA:
    (Linuxer)
    “Governo Dilma reeleito. Vamos trabalhar. Começando pelo corte de verbas publicitárias dos órgãos federais para o PIG.”
    De pleno acordo.
    josé maria

  8. Prezado Kotscho: A sua análise de que “não é o país que está dividido ao meio, geográfica e socialmente, mas apenas os votos dos partidos, que se espalharam por todos os Estados, com predominância de um ou outro candidato” é perfeita. “O país está dividido pelo discurso de ódio que a campanha de Aécio Neves ajudou a fortalecer, embora não o tenha produzido, já que esse discurso é muito mais velho que a campanha da coligação tucana. Esse discurso que hoje nos choca nas ruas e nas redes sociais, que expressa o ódio contra os pobres, os favelados, os nordestinos e todos os que melhoraram de vida nesses anos de governos petistas e, por isso, alguns no primeiro e outros no segundo turno, votaram na presidenta reeleita; esse discurso fascista, que, nos casos mais extremos, como o do coronel Telhada, deputado estadual do PSDB de São Paulo, chegou a propor a secessão do Sudeste como forma de se desfazer do povo nordestino; esse discurso que já estava de certa forma na boca de eleitores de Aécio Neves (embora outros eleitores mais progressistas do tucano relutassem em admitir isso, talvez por vergonha de seus companheiros de voto) e que foi expresso por “celebridades” em seus perfis nas redes sociais digitais, esse discurso foi que evocou a divisão histórica que separa nossas vidas e marca nosso imaginário.” – segundo consta no artigo “A ‘novidade’ da divisão do Brasil” de Jean Wyllys, deputado federal pelo PSOL-RJ, publicado em 27/10/2014 no portal da Carta Capital.

    1. Sou carioca e Deus me livre dessa ideia de o Rio de Janeiro ser anexado ao Tucanistão. Povo atrasado, que só toma banho dia sim, dia não, e que é obrigado a beber água do volume morto. Eu, heim!? Quero não.

  9. Caro Kotscho JÁ POSSO MORRER HOJE COM A CERTEZA ABSOLUTA DE QUE RENASÇO AMANHÃ
    Essa foi a batalha decisiva. O “Waterloo” do Brasil. A última chance de que dispunha a direita brasileira e o seu poder econômico e mídiático de interromper o sonho coletivo do nosso povo de se agigantar perante o mundo e diante de si mesmo. E o PT e sua militância ganhou sozinho !!! De todos eles juntos !!! Por isso estavam tão raivosos durante a eleição e continuam furiosos diante desta sua derrota histórica e acachapante. Não são os números de votos mas o significado dessa vitória do PT. E vou a seguir dizer porque —>
    É nos próximos quatro anos que o país verá jorrar o Pré-Sal transformando-se em mais Educação e Saúde. Verá a transposição do São Francisco inundar de água e prosperidade o semi árido nordestino. Verá as usinas produzindo energia. Verá o vai e vem de trens na ferrovia Norte-Sul escoando a nossa produção industrial e agrícola. Verá as petrquímicas e as refinarias produzindo riquezas, transformando óleo cru em produto acabado para serem vendidos mais caro lá fora. Não !!! Não faremos como os países árabes que entregam a riqueza fácil ao império predador norte americano até que se seque também o seu sub-solo.
    O Brasil estampará ainda o sorriso pujante no rosto e no gosto de SER FELIZ na alma de cada brasileiro. Os nossos corações bombearão mais de tanto orgulho e altivez.
    E verão as reformas !!!
    A política sob o controle do povo, do eleitor !!!
    E a reforma da mídia, esse fantasma golpista que deverá ser para sempre aniquilado sob a regulação soberana do POVO e não daquela meia dúzia que ainda se acha dona da vontade do povo !!!
    Tudo isso e muito mais mudanças nos garantirão pelo menos e bem de barato mais trinta anos de PODER POPULAR !!! Não do PT, de Lula ou de Dilma, mas do POVO BRASILEIRO, esse povo de que sou um deles !!!
    PARABÉNS MEUS FILHOS, MEUS NETOS QUE HÃO DE NASCER E TODOS OS QUE DELES VIRÃO ADIANTE !!!
    Lembrem-se de mim !!!
    Eu ajudei a fazer essa história !!!
    MEU AMOR É PARA VOCÊS DO FUTURO QUE VERÃO E VIVERÃO TUDO ISSO !!!

  10. Apenas um equívoco na publicação. Não corresponde aos fatos a afirmação de que o PSDB sempre foi fraco no Nordeste. Em 1994 e 1998, FHC foi eleito vencendo em todos os estados nordestinos. O problema é que virou as costas para o Nordeste e aí…

  11. Caro Ricardo, só gente com ‘anos de estrada sem brigar com os fatos’ pode nos ajudar a entender certos fenômenos sem se deixar influenciar por análises enviesadas.

  12. A derrota de Aécio na Região Sudeste foi dupla: perdeu no estado que governou por dois mandatos (Minas Gerais) e no estado em que mora (Rio de Janeiro).

  13. é uma pena que uma pequena parcela de pessoas tenham esse tipo de atitudes ridículas contra nós nordestinos somos um povo trabalhador honesto e reconhecedor do que está sendo feito em nossa região o nordeste que ao contrario do antes hoje nós somos lembrados por nossa presidente assim como eramos lembrado pelo o nosso ex. presidente lula nós não votamos por esmola como eles dizem votamos por reconhecimentos do que está sendo feito em nossos estados hoje nós temos uma vida de grandes oportunidades de estudos e trabalhos e etc. alias eu quero deixar um recado para esses preconceituosos e raivosos que eles ao chamar os nordestinos de preguiçoso eles lembrem que os nordestino e quem trabalha e trabalha muito principalmente no estado de são paulo. mudando de assunto meu caro rkotscho eu lembrei de uma frase que o canidato a vice do aécio aloysio nunes disse no dia do lançamento da canidatura deles ele disse que tinha o couro duro eu quero reiterá ele tem mesmo e tem que ter pra aguentar mais uma surra nessas eleições.um abraço meu caro ricardo kotscho;

  14. O editorial do Globo acertou na mosca. Ele não fala em nordestinos (usa expressão grosso modo inclusive). Ele fala em ricos produtores e o grupo dos pobres dependentes de programas sociais. Essa divisão existe sim no Brasil e é clara. Fico surpreso de pessoas esclarecidas não aceitarem este fato. Os 50 milhões no Bolsa Familia não ficam todos no Nordeste. Tem pra todos os Estados em diferentes proporções. Qualquer estudo de correlação estatística comprova a relação entre bolsa familia e votos no PT. O gráfico do link é indiscutível….
    http://eleicoes.uol.com.br/2014/raio-x/presidente#resultado-indicadores-socioeconomicos/bolsa-familia

  15. Parabéns Rkotscho, da gosto em ler as suas colocações. Pena que nem todos os colunistas sejam profissionais sérios como tu és. Quase todos os dias abro o R-7 para ler suas colocações, porque vejo sempre que elas são embasadas na ética e na realidade.

  16. O Brasil está divido sim, e não é entre o Sul/Sudeste e o Norte/Nordeste, mas entre aqueles que não suportam mais ver um país do tamanho do Brasil ser dilapido por um partido cheio de ideias comunistas/socialistas (que, diga-se de passagem, ideias que naufragaram no mundo todo) e aqueles que ainda não perceberam que a cada dia passa a Corrupção torna-os mais pobres, mais analfabetos, o SUS mais falido, as Universidades a cada dia mais decantes, e aqueles que ganham um salário mínimo mesquinho não conseguem nem Minha Casa, Minha Vida para se abrigar. Martin Luther King (1929-1968) certa vez disse: “[…] O comunismo esquece que a vida é individual. O capitalismo esquece que a vida é social. E o reino da fraternidade não se encontra nas teses do comunismo nem nas antíteses do capitalismo, mas em uma síntese superior. Encontra-se numa síntese superior que combina as verdades de ambos.” (CARSON, Clayrbone; SHEPARD, Kris. Um apelo à consciência: os melhores discursos de Martin Luther King. São Paulo-SP: Jorge Zahar Editor, p. 153,2006.).

    E está síntese superior é definida numa frase de Martin Luther King (1929-1968): “Amar e servir a humanidade.”

    Uma frase que muito me agrada foi publica no Imprensa Evangelica, Nº 13 de 28 DE MARÇO DE 1891 e diz: “Engole-se a grandes tragos a mentira que nos agrada, e bebe-se lentamente a verdade que nos desagrada.”

    Um país não se desenvolve com Bolsa Família. Um país se desenvolve com trabalho e educação. Martinho Lutero (1483-1546), Pai da Reforma Protestante e Pai do Ensino Público certa vez disse: “A prosperidade de um país, não depende da abundância das suas rendas, nem da importância das suas fortalezas, nem da beleza dos seus edifícios públicos; consiste no número dos seus cidadãos cultos, nos seus homens de educação, ilustração e caráter. Nisto é que está o seu verdadeiro interesse, a sua principal força, o seu real poder.” (In: A Penna Evangelica, ANO III, Nº 90, Cuiabá-MT, 24 de Março de 1928, p. 03.)

    E sabe qual é a melhor reforma política, econômica e social que o Brasil e qualquer outro país do mundo precisa? O Rei Salomão dá a receita em Provérbios 6:6-11 (Nova Tradução na Linguagem de Hoje: “Preguiçoso, aprenda uma lição com as formigas! Elas não têm líder, nem chefe, nem governador, mas guardam comida no verão, preparando-se para o inverno.Preguiçoso, até quando você vai ficar deitado? Quando vai se levantar? Então o preguiçoso diz: “Eu vou dormir somente um pouquinho, vou cruzar os braços e descansar mais um pouco.” Mas, enquanto ele dorme, a pobreza o atacará como um ladrão armado.”

    1. Bom mesmo é o partido do seu candidato, que empurrava os pobres para as favelas, seus filhos a pedir esmola na rua, e comiam lagartixa no café da manhã. A resposta desse partido corrupto, com ideias comunistas foi tirar o Brasil do mapa da fome.
      É sempre a mesma ladainha, se julgam mais cultos quando citam personagens estrangeiras como exemplo a ser seguido. Ficam indignados com o bolsa familia, analfabetismo, sus, minha casa minha vida, mas omitem que seu “incorruptivel “partido pretendia ampliar esses beneficios.
      Os pobres de espirito não podem voltar a governar o Brasil.

  17. Caro Kotscho
    Sou um revisor de textos já há quase 40 anos. Costumo ler seu blog. E também assisto à sua participação no jornal do Heródoto. Quanto à aparente divisão do Brasil nestas eleições, concordo que culpar os nordestinos é de um primarismo burro. O que penso é que como a Dilma Rousseff deu especial atenção aos brasileiros menos favorecidos, claro que de maneira justa, não se pode negar, ela, na minha opinião, nada fez para as pessoas que já se encontravam na classe média, que é, no final das contas, quem paga todo esse trabalho de ajuda aos mais pobres, por meio, como você informou em seu texto, de altos impostos (não aqueles 42 milhões que ascenderam durante o governo dela, divulgado no programa eleitoral). Como essa classe social nada recebeu como retorno (além dos impostos, paga também escola para os filhos, assistência médica, segurança — muitos vivem em prédios com condomínio alto e outras muitas despesas), acredito que isso causou uma indignação reprimida já de longa data e que explodiu nestas eleições. Penso que se a Dilma Rousseff governar realmente para todos os brasileiros, como ela já disse em várias ocasiões, talvez esse sentimento se encerre. Tentei enviar esta minha opinião para o governo dela, mas não obtive sucesso. Quem sabe seu blog me ajude nisso.
    Um abraço

  18. Se os mineiros votassem em Aécio como ele afirma (92% de aprovação) ele seria com toda certeza eleito.
    Os mineiros NÃO queria Aécio presidente, a derrota dele no estado está evidente e refletiu no país inteiro.

  19. por isso falo e rebato na mesma tecla, temos que mudar o jeito de governar o nosso país porque do jeito que esta não esta dando certo, são muitos partidos que na hora so atrapalham a votação no congresso, sou a favor do parlamentarismo, favor de ter na escola aula sobre politica aos alunos do ensino fundamental, porque quando eles forem votar talvez entenda como votar, o povo não tem noção do que e a politica (ex: Tiririca, na fila da minha seção a mulher falar que vota nele porque ruim com ele pior sem ele), não tem sentido o povo que não entende votar por votar, e colocam pessoas que estão no congresso só para ganhar dinheiro, la não e cabine de emprego, o congresso e coisa seria estamos decidindo o que e melhor para o nosso país, enquanto os brasileiros não saberem votar estaremos muitos anos atras do progresso e evolução, seremos sempre um país subdesenvolvido, estaremos sempre atras de país que ja passaram por processos de reforma politica e que esta dando certo, temos que exigir dos nossos governantes seriedade e comprometimentoas promessas que foram feitas durante campanha, fiquei com vergonha em ouvir palavrões na tv, referente ao Bonner porque muitos jornalistas tentaram mostrar as noticias referente a politica de uma forma transparente, e o povo como não entende falam palavrões, isso prova que não sabem votar, e o problema referente a divisão do país e que tem muita gente que não gosta de progredir e trabalhar ( ex: o governo da material didático, uniforme, merenda e tem muita criança que não gosta de ir para a escola, os pais não incentivam porque também não estudaram, isso passa de pai para filho, as vezes a falta de educação não e do governo e sim a base familiar, assim cresce um país de pessoas ignorantes tanta na vida como na politica, com isso a grande midia fica tentando entender o que se passou nestas eleições, como foi o texto muito bem colocado por Rkotscho, eu estou com voce o problema nestas eleições foi pessoas querendo mudança e outras medrosas querendo que tudo permanece do jeito que esta porque ficaram ouvindo muitas mentiras ( caso de uma senhora que trabalha para mim, ela ouviu dizer que o Aecio vai tirar o bolsa familia, coitada eu a conheci pedindo esmola, eu fiz a ela uma proposta de emprego (passar roupa e ganhar dinheiro trabalhando, ja trabalha comigo a + 19 anos), por isso continuo dizendo que o governo as vezes atrapalha em vez de ajudar, porque a pessoa fica dependendo daquele auxilio para sobreviver e não e dado a ela um novo sonho, por isso acho que os programas sociais atuais estão atrapalhando o povo, dão o peixe e não os ensina a pescar ( não tem controle porque e muita gente), tem que ter um controle.

  20. Com divisao ou sem divisao, com oposicao ou sem, com direita ou esquerda….nada importa…enquanto houver urna eletrônica o PT se manterá no poder…indefenidamente…nao sei porque jogam tanto dinheiro fora com o processo eleitoral…

  21. em partes concordamos, sou do sul e aqui PT e petistas como você que já se declararam não tem vez mesmo Seja através de manifestos ou de apoio a qualquer “membro” do 4o.poder que coloca pesquisas e faz menções um dia antes das eleições a favor deste ou daquele candidato.
    A record tem uma tradição jornalística que hoje com muitos infiltrados petistas em suas “âncoras” principais acabam por denegrir e até fazer o que muitos aqui o fazem..mudam de canal.
    Uma pena e não cito a derrota para os comunistas mas sim pelo país estar dividido e sem liderança competente e patriótica.
    Unico ponto positivo foi de que acabou, a cada eleição o partido governista está mais fraco (mesmo que você publique outra pesquisa dando a ela 102% de aprovação).
    Pensar num movimento separatista ainda é a única esperança deste povo e falo não apenas regionalmente como aqui fazemos.

  22. Ao contabilizar os votos, o articulista petista justifica apenas os votos da Dona Dilma e não os contrabalança com os obtidos pelo Aécio. Se assim fizermos, pode-se ver melhor esses números, região por região:
    Região, milhões de votos Dilma Aécio Saldo
    Nordeste 20,1767 7,967 + 12,208
    Norte 4,393 3,376 + 1,017
    Centro Oeste, 3,254 4,388 – 1,134
    Sul 6,760 9,697 – 2,926
    Sudeste 19,868 25,470 – 5,602
    Subtraindo-se a soma dos votos das regiões Norte + Nordeste menos das demais regiões, há um saldo positivo de votos para a Dona Dilma, que com a esmagadora maioria dos votos obtidos nessas duas regiões (Norte e Nordeste) que são amplamente abastecidas pela ajuda federal, com a qual todos concordamos, fez-se que sua vitória fosse consolidada pelo agradecimento dessa população carente. Se o articulista petista quiser, pode debitar a conta com a população da região Norte, também.

  23. Maravilha. Excelente Artigo do Dr. Wadih Damous. Parabéns. Muito bem concatenado e em sintonia quase perfeita com as Manifestações de Junho de 2013, pelas MMudanças de verdade: sérias, estruturais e profundas, na Política e no Estado Brasileiro. Neste sentido, é muito animador saber que as palavras de Aécio Neves, a quem teci severas e até ácidas criticas, frontais e contundentes, antes e durante a campanha, idem em relação a Marina Silva, face à nossa opção preferencial pela Presidente Dilma, foi de união em torno de um projeto novo, alternativo e honrado para o país. Valeu Aécio, Abraço do HoMeM do Mapa da Mina para Vc, com pedido de perdão, extensivo à Marina, pelas críticas ácidas que lhes foram feitas, motivadas por pressão das circunstâncias e pelo temor de perdermos o “time” e o tempero das MMudanças, e que tanto Vc quanto Marina sempre souberam de onde partiram, me entenderam , e nenhum mal em represália praticaram contra a minha pessoa, fato esse que os faz pessoas desprendidas, nobres, digníssimas, espíritos evoluídos, e à altura das MMudanças que este País e este Povo tanto necessitam e que haveremos de leva-las a efeito em conjunto com a Presidente Dilma e, sobretudo, em parceria com a Sociedade Brasileira. Portanto, Dr. Wadih Damous, a nosso ver, reafirmando os ideais e o espírito das MMudanças de Verdade: sérias, estruturais e profundas, com paz, amor, perdão, conciliação, união e mobilização, que ganharam as Ruas do Brasil em Junho de 2013, para que possamos trabalhar em conjunto, Sociedade Mobilizada que não abre mão das MMudanças, e, tendo em vista que uma grande caminhada começa sempre por um primeiro passo, me parece que, no caso, o primeiro passo, ideal, é a convocação do Senhor MMudanças, seja quem for e onde estiver, para que se apresente, por favor, pois, finalmente, chegou a ora e vez dele dizer a que veio, e que, há anos, na rede, teimosamente, tornou-se a própria encarnação das MMudanças, como Autor do Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, e do respectivo Discurso Novo, a Mega-Solução, RPL-PNBC-ME(Meritocracia Eleitoral, Democracia Direta), que, na verdade, é o espírito e o próprio Borogodó que conseguiu mobilizar o país, e a fonte onde quase todos os Candidatos à Presidência abeberaram as suas inspirações. Convocação essa que, a nosso ver, deve ser feita primeiro informalmente, pela Presidente Dilma, Senador Aécio Neves e Senadora Marina Silva, conjunta e preparatoriamente, para a abertura do Diálogo Nacional das Mudanças, fórum esse no qual todas as cartas e possibilidades mudancistas serão colocadas sobre a mesa, principalmente as que visam mudanças no atacado capazes de resolver a problemática no varejo, em prol do posterior Debate Nacional, primeiro pela Sociedade, com a participação dos seus diversos segmentos, para só depois ser submetidas ao Congresso Nacional, com a Sociedade mobilizada, com a Presidente Dilma, o Senador Aécio Neves e a Senadora Marina Silva, até então, desempenhando os papeis de Padrinhos e Fiéis Escudeiros das Mudanças, cada um na sua área de atuação, com o país funcionando a todo vapor, e todos irmanados com o Senhor MMudanças, que, na verdade, é o elo e o móvel de ligação entre os Três Mosqueteiros das Mudanças: Dilma, Aécio e Marina. Aliás, no passado, graças a Deus, já tivemos o Senhor Diretas, o gigante da Constituição Cidadã, que foi o inolvidável e saudoso, Dr. Ulysses Guimarães, que Deus o tenha, comparado ao qual o nosso HoMeM considera-se uma insignificância, porém teimosa e obstinada, que acredita que Dr. Ulysses, em espírito, está conosco para completar as Mudanças que, infelizmente, não foi dado a Ele a oportunidade e o tempo para concluí-las e leva-las a efeito. Ademais, é assim que as coisas funcionam e as mudanças acontecem, a partir de uma referência, até para não partirmos do nada e às cegas desde de início, tendo como foco o máximo onde podemos, queremos e sentimos que devemos chegar, que é o topo das MMudanças, que são a Maritocracia Eleitoral e a Democracia Direita, para, posteriormente, negociarmos com o Congresso Nacional até onde os parlamentares estão dispostos a ceder, em prol das MMUDANÇAS DE VERDADE: SÉRIAS, ESTRUTURAIS E PROFUNDAS, COMO NUNCA ANTES VISTAS NESTE PAÍS, PARA O BEM DE TODOS.

  24. Gostaria de dar minha opinião sobre este fato, e dizer não penso que o governo Dilma seja perfeito, mais achar que neste momento o PSDB do Aécio que perdeu no seu estado onde governou por 8 anos e é senador, achar que ele é a salvação da lavoura é uma utopia, mesmos suas propostas, que eram fazer o que a Dilma já faz, bolsa auxilio etc, ele sempre disse que iria continuar, e unica mudança que ele iria fazer choque de gestão e cortar gasto, e mexer na economia. Mais onde iria cortar, o que ele ia fazer na economia? Não ficou claro, e claro logo a Dilma viu brecha e o acusou daquilo que era obviou, cortar investimento, afastar banco publico, reajustar o desemprego para 10% que é o que o mercado pedi, liberar preços como energia e combustível o que aumenta a inflação, ou seja Aécio e Marina também, perderam pela obscuridade que envolvia, seus programas de governo, que diziam, tem de se cortar, mais não se dizia onde, tem que mexer na economia, mais onde não ficou claro, e infelizmente ou felizmente esta é a brecha que eles deram pra Dilma, que deixou sempre muito claro, que a prioridade é manter o pleno emprego e o ganho real dos salários dos trabalhadores, politicas essas que não são exatamente o ponto forte do PSDB, que sempre ouviu o mercado e beijou a mão do FMI.
    Agora contudo, é inegável que o Brasil esta dividido, entre regiões, só que não é entre pobres e ricos, pois pobres e ricos existem em todas regiões, não é entre cultos e ignorantes, pois isto também existe em todas regiões, é verdade Dilma perdeu no Sul, e em SP, e ganhou no norte e nordeste, mais ela fez 49% dos seus votos no sul e no sudeste, metade praticamente, ou seja as pessoas anti democráticas sustentam, que Sul e Sudeste expulsaram a Dilma, mais o que os números mostram é também aí uma divisão.
    O que os segregacionistas pregam não faz sentido, nem mesmo sua critica cultural ao povo nordestino em relação as suas escolhas nas urnas, vamos a São Paulo e Paraná por exemplo, qual cultura de voto? qual critica em relação a alternância, os tucanos governam São Paulo a mais de 20 anos, falta água em São Paulo, dizer o que, falta água, por clarra falta de planejamento, bom seria não ter a soberba e a arrogância, bom seria tambem uma auto critica aí, e Paraná, estado mais monarquista da União, falta gasolina nas viaturas da policia, o governo que da colote na merenda escolar, no leitinho das criança, mais o reinado ta garantido, entra Richa, sai Requião, entra Fruit, volta Dias, daí pra alterna sai o Richa volta o Requião, daí vem o Fruit, na verdade estas famílias não saem do poder, eles alternam a prefeitura de Curitiba, com o Senado Federal, com a camará dos deputados, o palácio Iguaçu, e assim caminha o Paraná um reinado nas mãos de um pequeno grupo de pessoas.
    O incrível é o discursinho segregacionista, baseado na utopia que o Sul e o Sudeste é mais politizado que as demais regiões. Claro é inegavél o desejo de mudança, o repudio a corrupção, a rejeição de se ter um governo a mais de 12 anos no poder,a revolta pelo isiolocionismo e alinhamento ideologico da politica externa, que infelismente se alinha com semi ditaduras, e financia regimes totalitarios ditatorias, é muito lamentavél, agora atribuir a vitoria de Dilma e querer dividir o Brasil por conta do noredeste, é simplismente ridiculo, falta de conhecimento e puro preconceito, motivado pela classe” buguessinha”, que não conhece politica, principalmente politica social, e sempre pensou no proprio umbigo.A vitoria do PT, embora os graves problemas de seus governos, esta relacionada diretamente, ao aumento da qualidade de vida do povo brasileiro, ao aumento de empregos e de salários, a politicas publicas de combate a fome e a misséria, inclusão social, inclusão universitária não reconhecer isso é hipocresia, e querer rechassar o direito de voto, não só do povo noredestino mais do povo brasileiro é puro preconceito estimulado pela classe dominante deste país.Talvez, se Aécio ganhasse faria um texto enauntecendo suas qualidades, pois o meu discurso não um discurso aliaenado Dilmista, eu não apoio a Dilma, eu apoio o Brasil que será querendo ou não governado pela Dilma, cabe a cada um de nos fazer nossa parte e exercer nossa cidadania, as eleições acabaram é hora de seguir a vida com quem o povo escolheu.

  25. Prezado,

    Esse editorial do Globo é constrangedor de tão desvinculado do real. Como sempre, aliás.
    Os pobres pagam tanto impostos quanto os ricos, já que nossa carga tributária incide sobre tudo que nos rodeia. Na verdade, há estudos apontando que, proporcionalmente, eles pagam mais.
    Então, essa manipulação do discurso feito pelo jornal carioca, pelos motivos que você já apontou, ainda incorre em outros erros. Novamente insuflando o ódio.
    Será que eles não se dão conta de que colocaram a sociedade no limite?

  26. o normal da democracia é a variedade de ideias e sempre se da a vitória a quem atingir a metade mais um,,por que agora a mídia antidemocrática quer dividir o pais ?, a democracia incomoda alguns setores que tentam criar um clima de divisão no povo brasileiro, mas irão naufragar novamente, levando junto a ideia retrógada de dividir uma nação; Temos que dar um basta dentro das instancias legais e democráticas nesse comportamento intervencionista de alguns setores da imprensa brasileira e isto seda, através das urnas.Viva o povo brasileiro.

  27. Ah Kotscho, mas quem está interessado em promover o terceiro iria falar o que? O discurso deles só poderia ser esse mesmo, para alimentar de “argumentos” as viúvas da udn.
    Paciência, que essa raivinha acaba logo.

  28. Fernando “não é, meu amore?” Henrique foi quem deflagrou essa onda.

    Daí esse clima de ódio se espalhou Brasil afora. Ambiente que só interessa aos golpistas.

    E ele é tão covarde, tão dissimulado, que tem a coragem de dizer que não se referiu aos nordestinos….

  29. Não importa quantos milhões de voto foram para Dilma e para Aécio, o que vale é a proporção por região mesmo porque aquela pequena/grande proporção de Dilma em São Paulo pode ser na sua maioria de imigrantes nordestinos o que seria normal.
    Dilma é presidente dos extremos Milionários e pobres. Financiamento de campanha, troca por licitações etc e voto. Simples assim.
    Exemplo deveria partir deles com diminuição da de gabinete diminuição de cargos de confiança muitas vezes inúteis etc tirar da classe média até a última gota de sangue e suor para distribuir míseros R$77,00 é fácil quero ver é geração de empregos e controle da natalidade. Do contrário seguiremos com as mesmas estatísticas.

  30. “Culpa dos nordestinos”? Conversa fiada, o nordestino tem o direito de votar em quem ele quiser e não deve satisfação a ninguém. O voto é instrumento democrático em que cada brasileiro tem direito somente a um e com o mesmo peso, o mesmo valor. Quando o baiano votava em ACM do PFL? Não havia problema porque ACM era amigo dos magnatas das empresas de informação. Ora, essa discussão insana é ociosa e demonstra a capacidade de, mais uma vez, uma minoria raivosa querer impor sua vontade à revelia das regras legais. Miguel Arraes foi um líder político de verdadeira esquerda e, no entanto, não falavam horrores dele. Está na hora do MEC mudar seus conceitos de livros didáticos e adotar o fabuloso “Os donos do poder” do gaúcho Raymundo Faoro para essa juventude entender o que se passa hoje em plena Era da informação.

  31. …aêê, meus queridos e vitoriosos amigos petralhasbalaieiros…aêê !!! Depois de alguns dias curtindo a ressaca eleitoral, tamus aqui preparados pra depenar tucanos em 2018, estamos ficando especialistas nisto…né não ??? Depois de quatro sábados sem dançar um forrozim, sem dar atenção à familia, especialmente à mulher, esta última operação não foi fácil, pois a nêga tava arredia, braba qui nem jararaca no cio, pra piorar, uma mulher me telefonou, certamente para congratular pela vitória, pois sou um santo, e ela, minha mulher, atendeu: -Quero falar com o dotô Everaldo. -Quem é voce ? A Lindalva….-Vá pá p.ta que a p..iu, foi a resposta dela. Já vi muiezinha ciumenta, mas como esta minha…Pois é, 2018 vem aí, e as coisas estão assim: Do nosso lado, do lado dos vencedores: Candidato : LULA, o imbatível. maior cabo eleitoral, no feminino como gosta ela caba, DILMA, a transposição do São Francisco pronta, sertanejo enjoado com tanta água, hidroelétricas prontas, pré-sal mijando petróleo pra dedéu, 20 milhões de jóvens formados pelo PRONATEC, militância azeitada, o Aecim pagando pra pedir voto pro LULA pois será expulso do ninho tucano, Do lado dos perdedores PSDBistas: candidato: o Picolé de Xuxù, tentando explicar para o povo porque onde ele governa nem chover chove, Padim Pade Cerra cabisbaixo por não ser ele o candidato, A Veja extinta, O JN na casa dos 10% sorteando todo sábado um par de chinela para seus ouvintes da semana, a Folha…que Folha? FHgá, completamente efeagagado, garoto propagando de alguma fábrica de fraldas geriátricas, Fraldas Eu Sou Neném, metade da militância coxinha fazendo o corpo a corpo em Miami, pedindo que os gringos apoiem o Xuxú. e, por aí vai. O que teve nesta de difìcil vamos ter em 2018 de fácil…né não Vítor Hugo ???

    1. …não falei da irmã Marina. Pois é, a irmã Marina, desencantada por o povo não ter entendido o seu marinês, lingua tão complicada que nem a Neca entendeu, em 2018, estará finalmente dedicada, com corpo, alma e espírito à salvação dos seus pobres bagrinhos desamparados. Quem quiser falar com ela, terá que procurá-la nas margens de algum igarapé lá pras bandas de Xapuri. Não peça informação a qualquer seringueiro, pois poderá lhe dizer que ela esta em messianismo ecológico e não recebe visitantes. Doidura pra doido nenhum se sentir inferiorizado.

  32. Pois é, caro e prezado grande repórter RK, falam tanto que o Brasil está dividido e, até agora, não me deram um pedacinho sequer. É uma bobagem sem tamanho esse negócio de tachar a Dilma, o Lula e o PT de comunista. Não é verdade. Os dois líderes e o partido são, quando muito, de centro-esquerda no chamado leque ideológico, que é outra besteira. Os camaradas Lula e Dilma são pessoas intuitivas e sensíveis que, no poder, desenvolveram ações para melhorar a vida da nossa gente humilde. Evidente que é também fundamental olhar para todos os segmentos sociais.
    Todos amam o Brasil, exceto certos “novos paulos francis”, economistas e políticos que adoram falar mal do nosso País lá fora. A Dilma sabe de que lado sopra o vento social e, presumo, governará sem grandes abalos. Torço pela nomeação de um grande empresário para o Ministério da Fazenda, o que acalmaria o empresariado e o mercado. No mundo de hoje ideologia não tem muito peso.
    Lembro que o camarada Lenin negociava diretamente com o rei do petróleo no começo da década de 20 e, se não me engano, o nome – ou sobrenome – do citado “rei” era Armand. Que eu saiba os dois se davam muito bem nos negócios. Quem sofre daquela famosa doença infantil não vai gostar de ler isso.
    E que o dizer do camarada Deng Xiao? O líder chinês também não dava muita bola para esse negócio de ideologia e lascou: “Não importa a cor do gato, o importante é que cace o rato”. É isso aí, camarada, tu o disseste ou, no popular, falou e disse. E mais não falo porque não fui perguntado.

  33. Fico chocado em ver alguém, num blog destinado a pessoas de bom senso, bradar contra o comunismo/socialismo que está dilapidando o país. Onde essa pessoa viu isso? onde leu isso? depois de citar Martin Luther King, Lutero e Salomão, grandes figuras da humanidade, poderia, pelo menos, ter ouvido falar que o muro de Berlim caiu em 1989, a URSS em 1991 e que somos a sétima economia do mundo, respeitada por todas as potencias, ocidentais e orientais. Poderia ter lido ou ouvido que, em todos os países adiantados, existem programas de proteção contra o desemprego, a fome, a miséria, bancadas pelo Estado. Achar que as pessoas não trabalham porque não querem, passam necessidade por culpa exclusivamente delas, é de uma desfaçatez que só pode ser dita por quem nunca ficou desempregado ou não precisou de emprego. Vai lá no vale do Jequitinhonha dizer uma besteira dessas. Ou no Vale do Ribeira, aqui pertinho da capital de São Paulo, ou no Vale do Pindaré, no Maranhão, Será que essa pessoa conhece esses lugares? Será que ela já ouvia falar na África? Vai lá chama-los de preguiçosos, vagabundos, que não seguem o exemplo das formigas.
    Enquanto houver pessoas que insistem em argumentar como se estivessem na época da guerra fria, fazer o país avançar será bem mais difícil do que o desejado. Se acenarmos com a democracia participativa para pressionar o sistema a se aperfeiçoar, responderão que isso é coisa de “soviets”. E não sai reforma nenhuma. A corrupção, em qualquer governo, de qualquer partido, continuará bela e fagueira simplesmente porque, nós, o povo, só participamos em períodos eleitorais e deixamos que os outros decidam por nós no resto do tempo.
    Neste momento temos a oportunidade de ouro de pressionar pela realização da mãe de todas as reformas: a política. É necessário que se coloque em pauta a cláusula de desempenho, o financiamento público de campanha, o sistema de voto e outros itens que façam as eleições evoluírem para além do toma lá da cá, dos grandes empresários financiando bancadas, que acabam prostituindo a forma de fazer política. Se não começarmos com essa reforma, não adianta chorar: o interesse público será um sonho inalcançável. Teremos a mesma política de paróquia e sistemas corruptos em todas as esferas, municipal, estadual e federal com quaisquer partido que esteja no poder.

  34. Que Brasil dividido entre PT e PSDB que alguns estão falando? O PSDB “encolheu” de 8 para 5 governadores (como sempre acontece em todas as eleições), e o PT continua com os mesmos 5 governadores, porém: perdeu no Rio Grande do Sul, mas ganhou em Minas que é maior; e perdeu também no Distrito Federal mas ganhou no Ceará que também é maior. Mesmo nos estados em que o Aecio ganhou, onde os governadores eleitos não são do PSDB, os novos governadores são de partidos aliados da base da Dilma. Na camara e no senado, praticamente não mudou nada, pois a base da Dilma continua com maioria, e foram eleitos um numero maior de parlamentares neutros, nem de oposição junto ao PSDB e nem de apoio a base do governo do PT. E cá pra nós: Meu, o Aecio perdeu em Minas onde fez sua carreira politica e é senador, e também no Rio onde escolheu para ser o seu segundo estado. Vai reclamar do que? Isso só provou que aquele negocio de: “quem conhece o Aecio não vota no Aecio”, que o PT mostrou na campanha, foi comprovado. Nordestinos culpados pela derrota do PSDB? Cadê a força do DEMO do ACM na Bahia e do Zé Agripino no Rio Grande do Norte? Cadê a força do PSDB do Cassio Cunha Lima na Paraiba, do Sergio Guerra no Pernambuco, do Teotonio Villela em Alagoas e do Tasso Jeiressatti no Ceará? Cadê a força do PPS do Roberto Freire em Pernambuco? Cadê a força “dos novos coleguinhas do PSDB em Penambuco: esposa do Eduardo Campos e PSB”? Então, a culpa não é dos nordestinos, e sim do proprio PSDB, que “não tem plano de governo”, e não tem um candidato imune à denuncias de corrupção! O nordeste tem 9 estados, e a Dilma ganhou em 15. A grande midia deveria aceitar a derrota, e parar de continuar se ridicularizando, dizendo que o Aecio ganhou nos estados desenvolvidos e a Dilma ganhou nos estados menos desenvolvidos, como se Minas e o Rio onde a Dilma ganhou não fossem dois dos estados mais desenvolvidos do país. E pra aqueles artistas, uma especie de neo Regina Duarte, que falaram que iriam deixar o Brasil caso a Dilma ganhasse, sugiro que vão pra “Holanda”, ja que criticam tanto a Colombia e a Bolivia, pois lá vocês se sentirão em casa nos canabis coffees e no Red Light district.

    1. Gesiel, você já disse quase tudo. Parabéns! Restou apenas perguntar à viúva e filhos de Eduardo Campos se eles tem consciência de quão grave é a acusação que pesa sobre esse bastião nordestino da moralidade. Será que dirão que nada ainda foi provado? Com os adversários a revista EsbraVEJA não esperou as provas para tentar seu golpe na última edição.
      Um conselho para os familiares de Eduardo Campos: estudem, se profissionalizem e arrumem um trabalho decente no futuro. O povo pernambucano e brasileiro está cansado de herdeiros políticos. Vivem às custas do suor dos menos favorecidos e nunca largam o osso.

  35. Gesiel, Espero que seu comentário seja lido pelos comentaristas político, principalmente, pelos fanáticos da globo news. Parabéns pelo comentário.

  36. Não existe esta divisão. Isso é raciocínio de quem tenta imputar uma culpa a quem não tem ou a quem não possa se defender. Aécio tomou uma bordoada foi aqui no Sudeste mesmo. Foram 500mil votos de diferença em Minas e outros 900mil no Rio de Janeiro. Só aí já dá a metade da diferença dos 3 milhões de Dilma. O problema é que nossa imprensa ‘investigativa’ adora fazer matérias bombásticas de dentro de suas editorias. Venham a Minas. Venham perguntar aos mineiros o que acham de nossa educação, de nossa segurança, de nossa saúde e de nossa polícia com a concentração de delegacias em cidades pólos. Onde cidades com menos de 15mil habitantes possuem apenas 4 ou 5 policiais e se não for a verba de gasolina das prefeituras, eles não tem viaturas para fazerem seu trabalho.
    Perguntem aos professores se ganham o salário que na propaganda do PSDB foi veiculada e se a educação de Minas é realmente a melhor do Sudeste. Pode ser. Aqui não em repetência. Temos um monte de analfabetos funcionais. Perguntem às prefeituras de cidades pequenas qual é o repasse de verbas feito pelo governo estadual. ZERO!! E depois ficam reclamando da concentração de verbas em Brasília. Olhem nossas rodovias. O que foi feito de bom e m nosso estado nos últimos anos foi com verba federal. Nem um projeto para duplicação do Anel Rodoviário de BH foi apresentado. É muita safadeza dizer que Minas traiu Tiradentes e agora traiu Aécio como se este pudesse ser comparado ao nosso Mártir!!!

    1. Concordo completamente com o comentário do Braga(21:24). Sou morador do Sul de Minas e por aqui, não consigo ver nenhum investimento do governo(tucano) do Estado nestes últimos 12 anos. Todo e qualquer investimento aqui realizado é do gov.Federal, ou então é uma maquiação, inclusive com nome trocado feito pelos tucanos. Saúde: um caos. Idem com Saúde, Segurança Pública, Educação, Emprego etc….A campanha da Dilma foi muito feliz no seu slogan: Quem conhece o Aético não vota no Aébrio.

  37. A divisão sempre existiu, só ver como é a infraestrutura do interior do Nordeste e como é a riqueza de todo os Estados do Sudeste.
    Os nordestinos que votaram a favor da mudança… esses são bem vindos ao sudesde. O resto pode ficar por lá, já que a vida está boa do jeito que está.
    Povo sem informação. Hora de parar de assistir novela e ler mais jornal.

    1. Folha de São Paulo? Estadão? O Globo? Revista Veja? Como cantava o saudoso baiano Raul Seixas: ” Eu não preciso ler jornais, mentir sozinho eu sou capaz”

  38. …Ricardo, não existe esta de Brasil divido, isto é conversa de um grupelho de vagabundos que insistem ser vitoriosos mesmo derrotados. A imensa maioria dos que votaram no Aécio, não o fizeram por ódio ao PT, e que portanto não vão entrar nesta barca furada comandada por estes imprestáveis. Estes miseráveis são tão idiotas, que acreditam que algum setor de nossas instituições e poderes vão lhes dar respaldo para que, com um golpe, os levem a e atender as suas sedes de poder. Estão em estado de paranóia imbecilizante.Estes estertores acontecem com os gados quando vão para o abatedouro.

    1. Se for para dividir o Brasil, inclusive com a construção de uma muralha nos moldes da existente na China, como sugerem alguns, por favor, me deixem ficar do lado que não toca funk. Rsrrsrsrs….
      Divisão do país? Bobagem. As trocas de ofensas e hostilidades entre eleitores do PT e do PSDB sempre existiram e continuarão a existir. O Brasil e o povo brasileiro estão muito acima desses dois partidos e de seus costumeiros golpes abaixo da linha da cintura quando em disputa pelo poder. Daqui alguns dias ninguém estará mais falando nessa coisa de país dividido.

  39. Governou oito anos Minas Gerais, mas perdeu lá: essa é uma realidade. E ainda alardeava os 92% de aprovação popular. O que houve? Os números são quimeras ou o mineiro é esquecido e ingrato? O nordestino não é ingrato.

  40. Kotscho, pior que o Globo e seu editorial são as palavras do Diogo Maynard, quando ele diz que o povo nordestino sempre foi “bovino”.
    Alguma palavra sobre isso?

  41. Discordo, acho mais justo dizer deêm a Dilma para os Nordestino e deixem o Aécio com os Sulistas, isso seria o mais justo. Dividimos o país, e todos serão felizes!

  42. Já que o problema é exemplificar com desenho, lá no blog Caf, no O tijolaço, no Luis Nassif, tem um mapa do Brasil indicando onde a Notável Presidenta Dilma obteve maioria de votos em vermelho e o tucano Aécioporto (derrotadão) obteve mais votos em azul. Um rapaz fez uma mistura das duas cores e resultou num mapa com nuances no norte/nordeste, Minas, Rio, Bahia e os estados tucanos do sul numa cor rôxa. Este negócio fajuto de ficar dizendo que o Brasil está dividido é de uma bestialidade cavalar. O PIG mais a tucanalhada estão procurando pêlo em casca de ôvo e vão passar mais 4 anos fazendo isto. Moçada, para mim foi natural que a Notabilíssima Presidenta Dra. Dilma Roussef obteve quase 70% dos votos. Ela e o não menos GENIAL Presidente Lula investiram um POUQUINHO mais lá. O povo sábio e agradecido que perceberam que houve uma sensivel melhora de vida, aliás meritória, votaram neles. Me desculpem a sinceridade, mas estes imbecis nuca percebem que a cada bobagem discriminatória que praticam, é mais um “tiro nos pés” e para encurtar a conversa já estou ficando como o Collor; de saco rôxo como o mapa do Brasil em degradê vermelho mais azul que resultou em rôxo. Estes jornalistas “economistas” (de arake) não são bons perdedores e eu recomendo que botem a viola no saco rôxo e vá cantar noutro lugar.

  43. Kotscho, o editorial de O Globo é um exemplo do jornalismo enviesado que acabou com qualquer traço de credibilidade da velha mídia, e que serve apenas para alimentar o discurso raivoso dos eleitores tucanos, tal qual o coxinha venal, que sempre tinha a mão o discurso moralista, embora não se fingisse de morto diante do propinoduto do Metrô e da CPTM. Aécio perdeu a eleição em dois Estados do Sudeste (segundo e terceiro maior colégio eleitoral do País): em Minas Gerais, onde nasceu e governou; e no Rio de Janeiro, onde mora e sempre farreou. Parabéns pela cobertura da Record News. um sopro de democracia e respeito aos fatos, que diferença para o show de horror promovido pelo GloboNews, com Merval Pereira!

  44. O povo nordestino das regiões pobres precisam acordar. A divisão há sim e propositada. Nem os governos de direita nem este que não é nem de direita nem de esquerda não procurou sanar as diferenças. O governo gasta R$ 35 bilhões por ano com o programa bolsa família. Uma montanha de dinheiro suficiente para resolver de vez o problema da pobreza nas regiões pobre se investido em projetos para o desenvolvimento regional. No domingo assisti o globo Rural e vi que o rio São Francisco está seco. Barcos não navegam mais. Os pescadores estão todos parados por falta de condições de pescar. As pousadas estão todas fechadas por falta de turistas. o gado estão couro e osso. Os que ainda estão vivos já não conseguem levantar. O governo gasta R$ 35 bilhões com o bolsa família e não investe na dragagem do rio para que o rio volte a ser navegável e traga de volta os turistas, e a pesca seja revigorada novamente. Acredito que o povo pobre do nordeste tá mais encabrestado agora do que na época do coronelismo. As melhores terras do povo nordestino vai parar nas mãos dos sulinos e sudestinos onde eles compram grandes latifúndios e enriquecem em pouco tempo com as plantações de soja e milho.

  45. Mas quem disse que esses panacas travestidos de jornalistas, comentaristas, colunistas, sociólogos pesquisam alguma coisa? Esses panacas expressam o que pode agradar aos seus patrões. Uns borra botas,(evito acrescentar um S depois do O)que mal sabem onde começa seus narizes e termina suas imbecilidades “intelectuais”.

  46. Não concordo com a palavra culpa. Na verdade nós mineiros e os nordestinos, e também os eleitores do Rio de Janeiro, tivemos foi o mérito eleger a Dilma. Pois o Aécio não é nada dessa imagem que ele passa pro eleitor. Nós mineiros sabemos muito bem quem ele é. Não está nem aí para o povo nem para os necessitados, só pensa nele mesmo, no seu partido e na elite. E é com toda razão que o PT tem um imenso eleitorado no Nordeste, pois foi o único governo que enxergou essa região do país e mudou a história dos nordestinos, que antes eram excluídos pela população brasileira e por todos os governantes do Brasil, inclusive os do PSDB. E é um povo trabalhador e de imenso valor, mas que morriam de fome devido à seca na região, e os outros governos que passaram antes do PT nem se importavam com isso.

  47. o ponto de discussao nao é quem votou em quem…nordeste ou sul…nao importa, pois tudo…mas tudo mesmo foi manipulado pelo PT…querem enganar quem? o papai noel? o Gasparzinho? perfeitamente planejado…eu pessoalmente nao culpo ninguém, pois sei que o PT manipulou, manipula e manipulará a todos….inclusive vc caro jornalista….o PT será a bota que “esmagará a sua cara”…como diria Orwell…(evidente que isso nao é um desejo meu, mas será a consequencia de tanta falta de responsabilidade em dar suporte a este partido)

  48. a derrota de aecio em minas, apesar de o seu governo ter tido mais de 90 por cento de aprovação, explica-se, em parte, pela campanha sórdida do pt em minas. exemplo, o outdoor que o sindi ute espalhou pelo estado. totalmente mentiroso. isso, aliado à despolitização do povo, surtiu resultado.

  49. O comentarista com toda certeza não conhece o Nordeste, este período tive a oportunidade de ir ao Ceará e pude ver que existe pessoas muito radicais que só pensam no umbigo, briga pelo PT. O que me deixa triste é que teve municípios onde o maior numero alcançado pela presidenta e até agora não entendi porque presidenta este genero não se flexiona, presidente homem ou presidente mulher, ela obteve 96% dos votos e consta que todos daquela vive de bolsa família.
    Se você analisa Minas o maior eleitorado do PT faz divisa com o Nordeste a mesma situação no Rio de Janeiro. Enquanto não haver uma regra para manter o povo no trabalho o PT será eleito a vagabundagem tem que acabar. No Militarismo e não regime militar como os ptista falam existia o crime de vadiagem, hoje e vagabundo não trabalha usa droga e os troxas pagam a conta

  50. Quem conhece o Rio de Janeiro sabe que quem deu a vitória a Dilma, foram as famílias de nordestinos favelados que invadem as nossas reservas florestais a muitos anos trazendo suas famílias para infestarem e fazerem crescer ainda mais as favelas, vivendo de bolsa esmola pagas por nós trabalhadores e ainda como renda extra, infestam a nossa cidade de barracas de churrasquinho e comidas pelas calçadas de Rio de janeiro, sem se importarem com a sujeira que deixam para trás, esses sim foram a parcela de invasores analfabetos vindo do nordeste que votaram na Dilma, se o Nordeste está tão bom de se viver, porque vocês não levantam suas barracas fincadas no morros cariocas e voltem para o Nordeste e levem a Dilma com vocês????.

  51. Assino o Jornal Estado de Minas há vários anos e leio sempre o artigo de Sacha Calmon a qual sempre admirei pela sua elegância e suas colocações, entretanto, neste domingo entendo que ela extrapolou. Ela sempre demonstrou ser democrata até porque escreve em órgão da imprensa que sempre defendeu a democracia como um dos melhores ou talvez o melhor sistema de governo. Ao afirmar que os mineiros que votaram na Dilma para presidente da república são traidores assim como Joaquim Silvério dos Reis está negando todos os princípios no qual alicerça a teoria da democracia. É democrático o direito constitucional de escolher em quem votar. Não se pode afirmar que a derrota de um candidato tenha sido culpa dos mineiros que não são beneficiários dos programas do governo federal. Os cúpulas dos partidos que apoiaram a Dilma não são beneficiários dos programas nem os seus seguidores.
    Acredito que Aécio Neves que a própria Sacha alega ser ele o melhor político de Minas discorda destas afirmativas. Durante a companha ele afirmou várias vezes que se eleito iria acabar com os ditos pelos adversários do eles e nós. Sacha com esses dizeres contradiz tudo isso. Provavelmente os mineiros que votaram contra o Aécio tem seus motivos independentemente de receber ou não algum benefício do governo. Eu me pergunto, será que os gaúchos são traidores por ter derrotado o governador que se candidatou à reeleição? Eu digo,logo Sacha uma intelectual que acompanha os movimentos populares do Brasil, uma pessoa que demonstra ser pessoa de largo conhecimento da política de nossa nação que demonstra ser defensora da democracia e da liberdade de pensamento e de manifestação, fazer uma declaração dessas porque o candidato mais bem preparado para exercer o cargo de presidente da república não ter sido eleito sem pensar que só na ditadura as pessoas ficam tolhidas de fazer escolha para eleger seus representantes. Não acredito. É necessário afirmar que ninguém é melhor que ninguém e que o povo é sábio e apesar de não ter instrução tem o direito à liberdade de escolher seus governantes confirmando o que se diz: cada povo tem o governo que merece.

  52. Sacha Calmon!

    Peço-lhe escusas por trata-lo como do sexo oposto ao seu. Como seu nome termina com a letra a supus, erradamente, o sexo oposto ao seu. Esqueci-me de observa que logo abaixo de seu nome no jornal está escrito “advogado” e não advogada. Nem imaginei que pudesse ser um pseudônimo e não se trata disso. Fica tudo como culpa da idade para não dizer falta de cuidados.

  53. Estou muito preocupado com declarações muito preconceituosas contra os nordestinos, Isso cria uma farsa ideia de que eles são desprezíveis e contra o Brasil. Trata-se de um preconceito que leva à intolerância que pode se transformar em comportamento catastrófico de rejeição e de revolta. Esse comportamento deveria ser combatido em todas as esferas da razão porque vai contra os princípios da formação nacional e dos ideais libertários instalados na alma dos brasileiros. A indignação pela derrota é natural, o desejo de ter saído das urnas com a vitória não os dá ao desprezo nem o de execrar aos que votaram no adversário.

  54. “Toda generalidade é falha, inclusive esta”.
    É óbvio que após eleições com resultados tão próximos o nível de críticas suba.
    É claro também, e não acata quem não quer, que a exploração eleitoreira do “nós contra eles”, do “sul contra norte”, do “rico contra pobre”, do “culto contra o inculto”, etc., levada irresponsavelmente a cabo pelo “cabo” eleitoral supremo da candidata do PT, é que irresponsavelmente alavancou uma realidade que de certa forma, lenta, segura e gradativa, vinha sendo aplainada.
    Como consequência, tenho lido comentários tão irresponsáveis quanto o ato original, que somente com o tempo se abrandará. Lamentável que o “cabo” eleitoral do PT, tenha dado este tiro no pé, usando de absoluta hipocrisia, típica dos irresponsáveis.
    Espero que não traga mais sequelas, pois, os que mais sairão perdendo, serão exatamente aqueles que ludibriou.

  55. Achei a sua publicação um tanto quanto preconceituosa, ao dizer que o pais em dois grupos os que dão lucro e os que prejuízo acho que você se equivocou. Discursos como o seu aquecem do coração das pessoas o desejo da separação.se um dia isso vier a acontecer, Deus permita que seja por meios pacíficos, pois se houver de ser empregada a força modéstia a parte sou um nordestino sei que estarei do lado forte do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *