Ódio contra o PT em São Paulo é assustador

Ódio contra o PT em São Paulo é assustador

“Eu tenho tanto ódio contra o PT que, se tiver uma eleição entre o PT e o PCC, em São Paulo, eu voto no PCC”.

A frase acima é transcrição literal do que ouvi de um motorista de táxi, na tarde de quarta-feira, ao final de um trajeto em que ele passou o tempo todo falando mal do prefeito petista Fernando Haddad, e dá bem uma ideia do sentimento de boa parte dos eleitores paulistanos nestes poucos dias que faltam de campanha na região em que o partido registra os mais altos índices de rejeição.

O desabafo do taxista nos ajuda também a entender melhor o que está acontecendo nas pesquisas com Alexandre Padilha, o ex-ministro da Saúde que é o candidato do PT lançado por Lula para disputar o governo do Estado de São Paulo.

Fato inédito na história do PT paulista, berço do partido, desde o início da campanha eleitoral Padilha não consegue passar dos 5% em todas as pesquisas, em empate técnico com candidatos nanicos.

Mesmo após o início da propaganda eleitoral na televisão, das sabatinas e dos debates, o candidato petista continua empacado, sem sair do lugar. Como nos acidentes aéreos, o motivo nunca é um só para explicar o desastre eleitoral do candidato.

Padilha é a maior vítima deste verdadeiro ódio contra o PT, Lula e Dilma que grassa e se espalha por São Paulo, onde ficam as sedes de dois dos três maiores jornais do país (Folha e Estadão), que há anos se comportam como os principais adversários políticos do partido, ao mesmo tempo em que se empenham para preservar e manter os tucanos no Palácio dos Bandeirantes, por eles dominado há duas décadas. E é também onde a seita daquela revista semanal tem seus seguidores mais fieis.

Este sentimento, de cada vez maior intolerância, é diuturnamente alimentado por jornalistas da velha e da nova mídia, no impresso ou nos meios eletrônicos, que se dedicam sem tréguas a uma feroz campanha contra tudo que envolva o PT, seus líderes, governos e aos movimentos sociais ligados ao partido.

O leitor poderá me perguntar que, se é assim, como é que o PT já elegeu três vezes prefeitos da capital, com Erundina, Marta e, agora, Haddad. Uma explicação possível é que o eleitorado do interior do Estado, que garante as seguidas vitórias dos tucanos, é muito mais conservador do que o da capital.

Por isso, o PT jamais conseguiu eleger o governador de São Paulo, embora tenha mantido nas últimas eleições um índice histórico em torno dos 30% de votos, seis vezes mais do que agora. A enorme rejeição ao prefeito Fernando Haddad explica o resto.

A situação do PT é tão difícil nesta eleição em São Paulo que, se houver segundo turno, o adversário do favorito governador Geraldo Alckmin desta vez será o empresário Paulo Skaf, do PMDB, que se recusa a subir no palanque de Dilma, embora o seu partido tenha o cargo de vice no governo e na chapa, com Michel Temer. Da mesma forma, o governador Alckmin também não faz a menor questão de aparecer em eventos de campanha ao lado do candidato tucano Aécio Neves, ainda mais agora que Marina Silva disparou nas pesquisas.

Não por acaso, o vice da chapa de Geraldo Alckmin é Márcio França, do mesmo PSB de Marina, numa aliança que ainda foi feita por Eduardo Campos. Por sua vez, Marina continua se recusando a subir no palanque de Alckmin.

Dá para entender por que esta miscelânea de siglas e palanques estaduais têm um peso muito menor do que os nomes e os símbolos nesta campanha eleitoral?

 

 

 

 

 

 

 

 

65 thoughts on “Ódio contra o PT em São Paulo é assustador

  1. Conservadorismo, elitismo, barrismo, oposição dos jornalistas, etc. São lastros da oposição ao PT em São Paulo. Porém, os petistas não são santos e há 11 anos e meio estão na elite do poder brasileiro e o que fizeram para democratizar a mídia? O que fizeram para melhor se comunicarem com a sociedade, embora gastem milhões em propaganda? Em 2008, Luis Inácio Lula da Silva, então presidente da República, tinha por volta de 70% de aprovação e de apoio popular, prenderam um empresário condenado em diferentes cortes fora do Brasil, mas sempre inocentado nas cortes brasileiras, e o então presidente do STF proibiu as algemas e chamou o então presidente às falas. Ora, o eleito diretamente pelo voto é o presidente da república e se deixa ser humilhado por um aventureiro deselegante… Essa apatia é uma das explicações que Lula deve à sociedade brasileira, além de não ter reconduzido o delegado federal que injustamente foi mandado para Portugal, pois a PF investigou e não encontrou nada. Além, o presidente do STF acusou sem provas e nada fizeram contra ele. O que fizeram com o procurador federal que arquivou por engano uma solicitação de investigação acerca de ações no metrô de São paulo? Não é revanchismo, mas fazer mudanças na legislação que impeçam tais procedimentos. O senhor, Kotscho, é jornalista veterano e experimentado e sabe da dificuldade e da demora que é para um jornal e revista publicar um pedido de desculpas (errata). Ir à justiça demora anos como foi o caso de Alceni Guerra, escola de Base, etc. A grande maioria da sociedade brasileira não ler os jornais de São paulo e nem o grande do RJ e nem assisti ao JN. Se o governo Dilma tivesse feito atendimentos básicos na população não precisaria de propaganda, pois é melhor sentir no bolso e no bairro do que ver pela TV. Dilma fez o programa dos estudantes no exterior, fez muito de qualidade, mas não está sendo reconhecida dada a má gestão de comunicação. Lula vai ao povo com sua linguagem popular, Dilma gagueja e nenhum assessor percebeu esse grande defeito em um político. Eduardo Suplicy (PT-SP) tinha uma retórica horrível e até hoje não tem uma das melhores, mas já foi pior e melhorou porque procurou ajuda de um professor de retórica. 3 anos e meio e a latência dessa dificuldade estava diariamente na presidente e sabia que seus adversários não são bons exemplos pra ninguém, mas não têm o defeito da péssima retórica. Os petistas, e conheço pessoalmente alguns, se tornaram os reis do Brasil como se não precisassem mais dos votos das pessoas. Na dificuldade, chama o Lula e ele consegue voto… Quem no PT puxa voto numa campanha vultosa como esta de 2014? Quem pode agregar votos à Dilma é Garotinho (RJ), Eduardo Braga (AM), Genro (RS), Pimentel (MG) e quem mais? Poucos e insuficientes do PT. Tudo no PT se tornou dependente da liderança de Lula. Alckmin não tem um item positivo em seu governo: saúde, educação, transporte, infra-estrutura, etc. Em São Paulo não há candidato com competência de programa e de comunicação. Ao mesmo tempo, para o PT paulista será positiva essa provável derrota, pois trará os petistas à terra e perceberão que acabou a fase da batuta mágica de Lula de indicar e o povo votar. Mas, no fundo, não acredito na vitória de Marina, pois são nas dificuldades que nós seres humanos exploramos nossas potências de criatividade ou de maldade. É só trazer Dilma pra perto do eleitor e acabar com esse show de marqueteiro. Fazer propostas com programa concreto e nada de efeito eleitoreiro, pois o eleitor brasileiro está maduro e não vai mais na onda. Lembrar as propostas que ela fez em resposta às manifestações de junho/2013. Vejo em Marina uma concreta bomba da volta do PFL e PSDB ao poder e para percebê-la é só olhar em volta dela, de Marina. Será um segundo turno emocionante, pois eleitor de Aécio não vota no PT e Marina automaticamente herdará esses votos sem o apoio do tucano. Em concomitância entrará a providencial experiência em campanha eleitoral do senhor Lula que deve rezar para não aparecer nenhum aloprado a favor de Serra: a vítima de sempre. 11 anos e meio de poder e perder para Marina será humilhante. E pior, a bagunça rizomática do governo Marina.

    1. muitos gente comfundem as coisas cada um tem sua opiniao propia e devemos respeitala esses jornalista devia vim p nordeste e divulga tbm o pq q e pt e tao queridver como as coisa mudaram depois q o pt addumiu e um direito do jornalista pubrik o que bem entender mais eu acho q ele deveria mostra os dois lado da moeda o brasil e grande n existe so a cidade de sao paulo nao.

  2. Foi assim com Getúlio. A mídia fomentou tanto ódio contra o Getúlio, que ele chegou ao suicídio. Quando o povo percebeu a maldade midiática, invadiu redações de jornais; quebrou carros, mas aí já era tarde. Somente para se ter uma ideia, a nossa frota de carros aumentou 26 milhões nesses 11 anos; o número de motos, há 11 anos atrás, era de 3.5 milhões; hoje é de 23 milhões. E moto é um instrumento de trabalho. Pobre não tinha moto. O governo federal financiou 7 milhões de imóveis novos; houve por volta de 7 milhões de financiamentos de imóveis vendidos por particulares e outros tantos financiamentos de materiais de construção. Poderia citar dezenas e mais dezenas de benefícios, principalmente para a classe média e os pobres, principalmente. Os que mais usufruem, são os que mais odeiam.

  3. …possessão Ricardo, possessão. Em algum lugar nesta cidade, há um centro de permanente geração de vibrações negativas que leva pessoas psiquicamente imaturas, ao estado deste pobre taxista. Para estes morimbundos, não basta ser contra é preciso ter ódio, pois o ódio cega, tira-lhes a racionalidade, a consciência, o livre arbítrio, transformando-os em uns azumbizados, Os seus “senhores” se alimentam da fraqueza destes miseráveis. Só um cataclisma de grande proporção pode tirar-lhes desta torpez, o que vai finalmente acontecer, pois, como no verão passado, neste, não vai cair uma gota de chuva na bacia do Cantareira. Não é um desejo meu, é a ação da Lei do Equilíbrio.Vão aí duas estorinhas para ilustrar o que estou falando: 1ª: O maior executivo de uma empresa chama a atenção de um seu suberdinado, este descarrega no seu imediato, este por sua vez desqualifica o que lhe segue na hierarquia, e assim sucesivamente, cada vez de maneira mais bruta, a hierarquia leva a isto, até chegar num pobre faxineiro, este, não tendo ninguém mais abaixo dele, chega em casa e, no portão, mete um chute no seu cachorrinho de estimação que vinhera latindo e abanando o rabo para recebê-lo ( disseminação vertical do ódio com transferência impulsiva ). 2ª estorinha, esta verdadeira: Conheci o seu Gerônimo, um velho matador de aluguel que morava perto de nossa casa lá em Cachoeira Dourada, já velho ele não tinha receio de falar das mortes que tinha feito, talvez fizesse aquilo para desafogar a sua alma ou, quem sabe, torcendo para que algum parente da alguma vítima vinhesse e tirasse logo a vida dele. Dizia ele que sempre tivera bom coração, matava por necessidade fianceira, para não ter pena da vítima assim que era contratado começa a “alimentar raiva pelo caba”. Começava a chorar quando falava de um rapaz que matou de graça, acontece que o contratante se arrependeu e pediu para ele cancelar o procedimento, mas ele já estava com tanta raiva do sujeito que não conseguiu controlar e mandou, de graça, o coitado comer capim pelas raizes. Pode ter certeza Ricardo, em um destes dois exemplos estão os abestalhados que odeiam o PT. Poderiam ser apenas contra, mas, em estado de possessão teem ódio. ( ódio auto-alimentado por necessidades egoísticas )

  4. Caro Kotscho
    Eu não saberia explicar esse ódio tão violento contra o PT e somente ao PT. Não sou psiquiatra. Mas essa sina existe desde que o PT foi fundado em Fevereiro de 1980. Naquela época já nos xingavam de “barbudinhos arruaceiros”, vagabundos, terroristas, mulambos e daí pra pior. É a mesma gente, o mesmo DNA. Só não éramos ainda “ladrões” porque ainda não ganhávamos eleições. Hoje, os filhos e netos daqueles outrora “malufistas” nos acusam de “ladrões” o tempo todo sem apontar o valor do produto do roubo, onde foi praticado o crime e por quem. O “domínio do fato” vingou e prevaleceu !!! Toda vez que algum desses infelizes me diz “Petista é tudo ladrão” e eu pergunto “Roubei o que ??? De quem ??? Quando e aonde ???” e a resposta é sempre a mesma: “Ah !!! Você sabe !!!” – PORRA !!! Se eu soubesse por que perguntaria ??? – Kotscho… Tu lembra da “casa do Lula no Morumbi” ??? Agora mudou, agora é “o filho do Lula, dono da Friboi” !!! A loucura dessa gente não tem limites, é doentia, é animalesca. Veja só. Em Junho do ano passado, uma garotada do Movimento pelo Passe Livre (vinculados ao PT !!!) foi às ruas de modo pacífico e legítimo lutar pelas suas reivindicações. A PM do Alckimim lhes arriou o cacete sem dó nem piedade e isso foi tão revoltante que multiplicou e catalizou multidões em solidariedade. Meia dúzia de neo-nazistas oportunistas se infiltraram, proibiram bandeiras de partidos, surraram os petistas que apareceram (e que já estavam por lá originalmente) e a coisa virou o que a MIDIA CRIMINOSA DESTE PAÍS rotulou e massificou como “Protestos de Junho contra Dilma e o PT” !!! E o Alckimim ??? O mandante da pancadaria ??? É hoje o favorito para se reeleger pela quarta vez (só ele) o “novo” Governador de São Paulo !!! Um fenômeno político !!! Geraldo Alckimim já pode reivindicar por usucapião a posse definitiva do Palácio dos Bandeirantes !!! E CLAMAM POR MAIS “EDUCAÇÃO” !!! Essa gente que manda uma mulher Presidenta da República ir “tomar no c…” em plena abertura de uma Copa do Mundo, que vota em qualquer um (até PCC) desde que não seja do PT, que ignora a nossa Constituição quando afirma que “o PT vai IMPLANTAR o comunismo no Brasil”, que considera “política um lixo”, que promete “surrar médico cubano”, que BOTA TODA A CULPA DA SUA PRÓPRIA INCOMPETÊNCIA E FRUSTRAÇÃO NO GOVERNO, que não propõe nada, a não ser o ódio…. enfim… Essa gente precisa é de Educação POLÍTICA !!! Caso contrário nunca se curarão !!! Eu não os odeio de volta, pelo contrário, tenho é pena.

    1. Enio Barbosa Filho, foi muito feliz em seu comentario. Apesar de extenso li e reli. Eu assino embaixo.

      Faço campanha pedindo votos para Padilha, Dilma, Suplicy e deputados do PT, nas ruas, nas praças e de casa em casa, aqui no interior de São Paulo, e por incrivel que pareça o odio mais violento contra o PT são pessoas abaixo de 25 anos.

      Não tenho duvidas que a Midia (Radios, jornais, Revistas, TV, Blogs), são os grandes responsavei por alimentar este ódio.

      Muito desde jovens que atacam o PT, acham que Marina nunca foi filiada a um partido politico. e nem sabem em qual partido ela e candidata.

      Os dirigentes do PT, tem que sair do ar condicionado e ir até onde esta o povo.

      Gente alem da Midia conservadora, veja o que aconteceu no debate da Band? Só foi paulada contra a Dilma e quem dava a maior cacetada?

      Eram ex-filiados(as) ao PT ( Eduardo Jorge, Luciana Genro e Maria), alem de PSOL e PSTU.

      Quem tem ex-filiados do PT, fazendo campanha, não precisa de oposição para apanhar.

    2. …parabéns meu irmão…parabéns. Realmente só pode ser alguma psicose ainda não estudada pela psiquiatria ou psicologia. Se estivessem em estado de consciencia concluiriam que nenhum governo em nossa história foi tão honesto quanto o do PT, uma vez que com toda a perseguiçao da mídia bandida, na cola 24 horas por dia, não achando nada inventaram o tal do mensalão, que não enriqueceu nenhum petista. Como você tenho pena.

    3. Parabéns pelo seu lúcido comentário.

      Sou de Brasilia e faço essas perguntas e alguns não sabem o que responder…

      Um dia entenderam os fatos …

      Vamos em frente …

      Um abraço de brasilienses conscientes e questionadores.

  5. Por que será esse ódio ao PT ? Dizer que Folha, Estadão e Veja estão lá não cola, porque eles sempre estiveram e foram como foram, e o PT nunca foi tão odiado. Por que será ?

  6. Por isso SP é um estado em decadência. Não consegue sequer garantir abastecimento de água para a população. Ainda é o estado mais rico da nação e tem muita lenha para queimar. O problema que o estado está marcando passo há 20 anos, tornou-se um lugar de gente anacrônica, atrasada, uma população arrogante e preconceituosa que tem grande rejeição do povo de outros estados do Brasil. Mais ou menos dia essa estupidez irá refletir na economia de forma irremediável e aí será tarde demais. Mas o povo daqui plantou isso e agora colherá os frutos(estragados) dessa colheita. Que façam bom proveito.

    1. Concordo com o taxista. Será que ele tb faz parte da elite branca? E os demais estados que rejeitam o partido vermelho como RS, SC, PR, MS e PE, também são os cegos guiados pela Veja, Folha e Estadão? A realidade é que o Brasil não suporta mais pagar a conta das bolsas esmolas e da estrutura corrupta criada pelo PT, um partido que no poder se mostrou corrupto e ineficiente. A única indústria que cresceu nesse governo PETISTA foi a de cabide. Nunca na história desse pais se criou tantos ministérios e tantos cargos públicos. Que o país se contamine com o ódio dos paulistanos.

  7. Eu não carrego ódio dentro de mim, simplesmente não gosto do PT, nunca se tanta corrupção dentro um partido como este, tanto e são chamados de PETRALHA, então vamos votar para a oposição,

  8. Saiu no site http://www.viomundo.com.br um post intitulado “Leitora lembra que assessor de Marina é o homem do confisco”. Trata-se de André Lara Rezende. Ele fez parte da equipe que elaborou o Plano Collor que viabilizou o confisco de nossas poupanças em 1990. Lembram? Os jovens que estão com 20 anos e pouco não sabem do verdadeiro estrago que esse confisco fez com muita gente no Brasil inteiro e são justamente esses jovens que votam em Marina. Tá certo que Lara Rezende acertou com o Plano Real mas essa história de dar independência ao Banco Central não está cheirando nada bem pois essa medida é o “sonho de consumo” dos megainvestidores abutres internacionais, tais como George Soros.

  9. Pior que essas pessoas daqui de São Paulo, que têm “a informação a sua disposição” em qualquer esquina, porque “a imprensa brasileira não se resume apenas na grande midia conservadora que apoiou a ditadura, que foi o holocausto brasileiro”; são as mesmas pessoas que se acham no direito de chamar de ignorantes os coitados dos muçulmanos do oriente medio, que a unica informação que têm são as que os seus governos deixam divulgar. Talvez essas pessoas, que sabem que houve corrupção no governo do PT e foram punidas, e que houveram corrupções nos governos do PSDB e que não foram esclarecidas; e mesmo assim preferem fingir que não vêem as corrupções dos governos do Alckmin e do Serra do PSDB; também prefiram não ver as puladas de cerca dos seus parceiros, pois pra elas seja mais facil fingir que não vêem do que ter que encarar os seus problemas de frente. Essas pessoas aqui em São Paulo, são os chamados “machão do norte”, que embora seja um termo pejorativo, representa aquele cara que foge dos problemas da sua casa, correndo para um bar para descontar suas frustrações num pobre coitado que alí esteja em seu momento de lazer. E’… é essa ignorancia dessas pessoas que as fazem continuarem acreditando que serão cultas apenas por votarem no PSDB do sociologo FHC e do anestesista Alckmin, e serão incultos se votarem no PT do torneiro mecanico Lula e do medico Padilha; que não as deixam raciocinar, que o que faz um individuo ou de um povo cultos, é saber lutar pelos seus direitos, cobrando de todos os seus governantes, sejam do PT ou do PSDB, a prestação de conta sobre as suas administrações. O Paulo Skaf disse uma frase que “foi marcante no seu primeiro programa do horario gratuito”, que foi: “não dá pra entender como os paulistas estão se contentando com tão pouco” (que o governo Alckmim tem proporcionado, pois como se não bastasse a incompetencia em todas as areas, que está exposta pra qualquer um ver; o governo Alckmim também é acusado de varias praticas de corrupção, e não quer respeitar o povo, esclarecendo-as). -Desculpe o termo Kotscho: Mas mulher de malandro eu não sou não! O meu voto no Skaf, no Padilha ou em qualquer outro da oposição, é a Lei Maria da Penha para o governo Alckmin do PSDB. Se o eleitor daqui de São Paulo virou sexo fragil, tem que se apoiar no voto, e dizer não ao tiranismo peessedebista do Alckmin e do Serra, que tem coragem para falar grosso com o pobre eleitor que não tem capacidade para reagir, e se acovarda diante do PCC.

  10. Apenas pra lembrar Kotscho, o Padilha tem o mesmo numero de rejeição que tinha o Haddad antes do horario eleitoral, e também tem os mesmo 5% de intenção de voto que tinha o Haddad também antes do horario politico. Até os institutos de pesquisas Datafolha do Mauro Paulino e do Ibope do Montenegro, admitem que o PT historicamente tem 30% dos votos dos paulistas. Portanto será impossivel o Padilha continuar por muito tempo com 5% nas pesquisas.

  11. Prezado RK,
    Nós paulista (a maioria) estamos de saco cheio de doar para a nação 40% de tudo que é arrecadado e ter somente 10% de retorno, somos o motor do Brasil.
    Não aguentamos mais postes, políticos sem nome, histórico e passado de bons serviços, pinçados pelo Lula e engolido por todos. Os postes estão de apagando, Dilma, Haddad, etc.
    Por falta de boas opções o Governador Alckimin navega para sua reeleição em 1º turno, com todos os problemas que sabemos que há.
    Estas eleições será a maior derrota do PT no Estado de São Paulo, com isto arrastará a bancada petista para o buraco.
    • Capital: Prefeito Haddad mal avaliado pelo paulistano, até aqui um péssimo governo;
    • Candidatos:
    o Governador: Padilha 5% das Intenções para o Gov. SP
    o Governador: O “aliado” Skaf não aceita Dilma em seu palanque
    o Senado: Suplicy, provavelmente não se reelegerá.
    o Presidência: Dilma deve ficar em 3o lugar, atrás de Aécio e Marina
    o Deputados Estaduais e Federais – sofrerão com esta repudia contra o PT
    Ou seja não há puxadores de votos suficientes, consequência? redução da bancada do PT de SP. A não ser, não acredito que o ilustre Tiririca, consiga repetir a votação da última eleição para dep. Federal e arrastar vários sem votos.

  12. Caro Kotscho
    O ódio cega !!! Para quem vota assim pouco importa se os seus escolhidos tem propostas para melhorar a vida das pessoas ou não. Pouco importa o país, o salário, o emprego, minha casa, minha vida, desde que valha tudo para “tirar o PT de lá”. São aqueles que “odeiam greve” mas não devolvem o aumento que veio no holerite graças a coragem dos companheiros que arriscaram o próprio emprego e às vezes a própria vida para aumentar as conquistas da sua classe e categoria sindical. Eu pergunto: Já imaginaram que Brasil seria o nosso caso nunca tivesse existido o PT ??? Reflitam !!! Parem !!! Pensem !!! Sem a cegueira do ódio poderão VER que o PT é o partido que mais e melhor contribuiu para que o nosso dia a dia fosse hoje tão mais confortável e seguro em comparação com o que se vivia lá atrás. Hoje, dos 11 candidatos à Presidência, 6 se criaram no PT !!! O ÓDIO É GRATUITO MAS O ARREPENDIMENTO QUE VEM DEPOIS CUSTA MUITO CARO !!!

  13. É tão intenso que tem café requentado toda hora. Parece jogo de futebol, rodízio de quem bate. É suv importada, é torre, universidade, e Disney, viagem de avião pra cima e pra baixo, pra todo lado. Acreditou no apagão? Kkkkkkkk

  14. Já votei PT e nunca mais voto.
    Sabe por quê? Porque esse Partido pensa que todo mundo é burro.
    ,porque mente demais.
    FHC fez uma passagem de poder bonita ao Lula.Estava risonho,contente, passando a faixa para um operário e consolidando democraticamente o país.
    Pallocci diz que deveriam erguer uma estátua pro Malan.Zé Dirceu manda ele calar a boca
    Poderíamos ter tido no país uma aliança em cima de alguns objetivos,valores etc
    Mas não,PT começa a mentir,a achar que o Brasil começou com Lula e esse alimenta e penso mesmo que acredita nisso.O PT é só ele.Só ele presta.Não admite divergências.Isso foi alimentando minha antipatia por essa gente autoritária que aí está e hoje estou com o taxista.

  15. Como o Ricardo é paulista, então resolvi comentar:
    O que esperar de quem elegeu Adhemar de Barros, Jânio Quadros, Paulo Maluf, Pita, Collor, FHC.
    São Paulo aliado com o nordeste sempre determinou o resultado das eleições. Quando o nordeste se desgarrou de São Paulo aí Lula se elegeu presidente. O PT venceu um única vez em São Paulo para presidente.
    Até o PT de São Paulo é o mais conservador do Brasil.
    São Paulo é o estado menos brasileiro do país.
    São Paulo é o estado mais atrasado politicamente do país, e com os piores políticos.
    Só São Paulo poderia sediar jornais do tipo: Folha e Estadão, e fazem questão de ter S. Paulo no título, e a revista Veja, sem falar nas rádios e tvs CBN, Bandeirantes, Joven Pan, Eldorado.
    Os paulistas acham que só eles trabalham, que só eles estudam, que só eles merecem e ainda se jactam de ter que levar país nas costas.
    Por favor não me levem a mal estou falando de política e mídia.
    Se alguém acha o que acima está escrito não corresponde a realidade gostaria que fosse corridigido

    1. Olá! Sou paulista e paulistano. O que esperar de alguém que elegeu Lula duas vezes e Dilma mais uma vez? O Nordeste foi enganado por trêsmandatos achando que iam ver a transposição do Rio São Francisco ou a finalização da TransNordestina… Cadê? Sinto tristeza pois estas obras de infra estrutura poderiam mudar o panorama ecônomico e social de uma maneira rápida e profunda gerando renda e desenvolvimento….PT em SP éigual abandono, a capital já elegeu Erundina, Marta e voltou para o Haddad… Mas o que parece é que estes trabalham sob uma máscara de diminuição da capital paulista perante o partido deixando sua autonomia de lado. Você falar que SP é o menos brasileiro é uma balela, nós somos brasileiros amigo com uma diversidade intrigante que não existe no resto do país. Aqui tem negro, mulato, índio, nordestino, turco, libanes/sírio, judeu, coreano, japônes, chinês, hispânico, europeu oriental, italiano, espanhol, português, inglês (como os Suplicy) alemão… São Paulo valoriza instituições e não partidos políticos, para nós o Congresso virou piada, Poder Executivo Federal desapareceu totalmente (para atingir a elite paulista branca e opressora que tem o maior índice de produtividade do país e que paga 100% deimposto mas recebe apenas 0,03% de retorno). Só SP mesmo para ter livre imprensa tanto de um lado quanto de outro, tanto de cima quanto de baixo. Não pensamos que somente nós trabalhamos/estudamos mais do que os outros, é porque aqui a vida tem que ser corrida senão não dá tempo. Nós só merecemos aquilos que temos direito, tipo os impostos não acho que deva ser 100% de retorno, mas pelo menos uns 70 né? É justo eu pagar mais e mais e levar cada vez menos?

  16. Olá, Kotscho.
    .
    Sei que você é amigão do Lula. Nunca concordo com uma vírgula do que você escreve. Acho que você sempre escreve para proteger o PT. E agora não é diferente.
    .
    O que você atribui à Folha, ao Estadão e à Veja é resultado do cotidiano das pessoas. Os paulistanos tiveram a vida transformada em um inferno, por Haddad. No interior (onde moro), a percepção de que o Governo Federal é uma fraude que dura 12 anos é ampla.
    .
    Como vocês dizem, quase ninguém lê a Folha e o Estadão e a Veja – tenho amigos que dizem que a revista é sensacionalista demais, mas também rejeitam o PT. Esses veículos nada têm a ver com a percepção dos paulistas sobre o PT.
    .
    É a vida dos paulistas. É a total ciência de que aqui o Governo Federal não existe. É a total percepção de tudo o que o PT fez no Governo Federal.
    .
    E o PT continua errando, tentando provar que os problemas do país são culpa da oposição, da imprensa e (totalmente) da conjuntura externa. O resultado está aí.
    .
    Um abraço, Kotscho.

    1. Sou paulista do interior embora minha cultura paulistana seja da capital (meu pai é da Mooca e minha mãe era do ABCD do tempo das greves do Lula). Como pizza a cada duas semanas, vou ao shopping, de vez em quando vou ao MASP, ao Ibirapuera, na Praia Grande/Ubatuba/Guarujá ou passo na região dos lençóis paulistas. E tudo o que você falou é verdade, nós paulistanos nos sentimos excluídos, traídos e presos por um partido que governa pelo partido e não pela nação.

  17. Que os paulistas não gostem do PT é uma realidade plausível, mas elegerem Alckmin pela quarta vez é um grande mistério: qual a marca do governo Alckmin para tal fenômeno de votos? O que alckmin faz de extraordinário positivamente para ser reeleito no primeiro turno? Só pode ser falta de alternativa a exemplo do que ocorre na mudança com a morte de Eduardo Campos na disputa para presidência. Mas mesmo assim, haveriam intenções de votos nulos e em branco. É um mistério muito grande. O que Alckmin apresenta de positivo nesta campanha? Quando Maluf disputava (e ganhava) eleição, o Duda Mendonça filmava as obras: marginais, túneis, Singapura, Centro cultural Vergueiro, radial Leste, “foi maluf que fez”. Mas Alckmin não mostra nada porque nada fez de positivo e tem gente que vota nele estando acuada pelos ladrões nas ruas, nas filas dos postos de saúde, nas escolas horrorosas, nas universidades que são objetos de notícias por conteúdos negativos e não por desenvolverem pesquisas, etc; o metrô é o mais atrasado das metrópolis no mundo. Algum psicanalista competente deve fazer uma pesquisa acerca do comportamento do eleitor paulistano porque pode configurar masoquismo. E tem mais um detalhe significativo: os tucanos são desunidos. Cristianizam uns aos outros. No debate de segunda-feira, Marina se referiu a Serra porque sabe que pode contar com ele contra Aécio que citou Serra para provocá-lo lembrando-o da falta de apoio da acreana ao tucano em 2010. A dinâmica é um enredo cheio de conceitos reais e previstos, mas nunca imprevisíveis. Esta eleição é a mais emocionante positiva e negativamente desde a volta do voto livre e direto, 1989. Marina tem voto no Brasil inteiro, mas não tem no Acre. Dilma tomou medidas certas na infra-estrutura, mas não é reconhecida e nem a máquina desengregola. Dilma tem que ir para o segundo mandato para peitar o Eduardo Cunha como ele merece e ela gostaria de fazer, pois o termômetro foi construído assim: quando o político sofre pancadas na grande mídia é porque ele faz bem para a sociedade e quando a mídia o elogia pode ficar à espreita que aí tem…

    1. Dalvo, o Maluf só ganhou uma única primeira e última eleição majoritária na vida !!! Aquela para Prefeito em 1992, depois da gestão da Erundina cujo candidato que apoiado por ela era o Suplicy. Poderia se reeleger em 1996 mas naquela época o FHC ainda não tinha comprado a Reeleição no Congresso. Ele, Maluf, elegeu o Pita !!! Naquele tempo os anti-petistas também votavam em qualquer um.

  18. Que assustador que nada, Mestre, é o velho ódio que enfrentamos desde que o barbudo resolveu, com a valente peãozada do ABC, enfrentar a Ditadura e a ordem unida estabelecida, por uma vida melhor e catalisou, idealistas sem rumo, as comunidades eclesiais de base da igreja católica, os sonhadores libertários descrentes da solução totalitária de esquerda, os artistas e intelectuais guerrilheiros da expressão possível no enfrentamento da censura, os sobreviventes da luta armada, a chama estudantil que renascia e deu-se a luz ao PT, voz aos que nunca tiveram voz, paixão aos quem tinham sede da transformação, luta aos que tinham gana e garra pela democracia, esperança aos que não tinham medo. E fomos em frente, enfrentando esse mesmo ódio, esse mesmo rancor, dessa mesma elite mesquinha e dos eternos aspirantes a cenoura desse status quo, que resiste em São Paulo, como marca e lembrete que a Casa Grande não saiu do Brasil, pois cabe ao Brasil fazer com que saia. Veio Leme e já queriam com ódio e preconceito trancafiar Genoíno, como com ódio viram aquele cortejo fúnebre silencioso, “arrastar-se como cobra sentida pelo chão”, da igreja da Consolação, ganhar o viaduto do Chá, rumo a Sé, carregando o corpo de Santo Dias, a apontar para esse mesmo ódio, que matou Chico Mendes e tantos outros que colocaram suas vidas na luta contra a desigualdade e a injustiça, grandes obras dessa gente mesquinha por natureza. Esse mesmo ódio, enfrentamos durante todos esses anos em que os fomos derrotando pacientemente, fazendo-os engolirem junto com o preconceito e tendo que esconde-lo no recôndito da alma inquieta, até chegarmos ao planalto, graças a toda essa multidão perseverante na luta e sobretudo ao maior estrategista e pragmático político que o país já teve e que o ódio dessa gente não descansou enquanto não o colocou fora de combate, mas por pouco tempo, pois vivo e livre, logo estará de volta a luta da qual não foge. Esse ódio que os move, nosso velho conhecido, que nos acompanhou por toda essa longa jornada tentando interrompe-la, significa que sabem tanto quanto nós, que a necessidade de fermentá-lo junto aos incautos e anencefálicos políticos, cada vez mais, será tão maior quanto maior for a sensação que o fim da Casa Grande, que os abriga, se aproxima e isso nos deixa imensamente felizes. Não se pode esquecer que a São Paulo conservadora tem também a grande parte do melhor do PT, a anônima militância que não verga e que sabe que é chegada a hora de sairmos para enfrenta-los mais uma vez, pois sempre soubemos por que lutamos e por quem lutamos, enquanto eles, sabem muito bem, por que “lucram” menos e por que antes lucravam mais.

    1. Dias parabens pelo belo texto. Sugiro que o PT coloque no site.

      Conheço o PT desde a pré-fundação em 1979. E neste anos nunca vi a midia conservadora (Veja, Folha, Estadão, Istoé, Globo, Band, Etc. Etc) e o grande capital, dá trégua para o PT. E o Ricardo Kotscho, sabe muito bem.

      Nós, nunca ficamos desanimados por pesquisas. Se fosse para entregar os pontos, não teriamos, continuado com nosso projeto desde 1982. Quando o Lula foi derrotado pelo Franco Montoro.

      Nunca fiz campanha para o PT, em troca de recursos financeiros e quero continuar com a mesma garra, sem jamais visar qualquer vantagens pessoal. O que eu e muitos que lutaram e lutam é por um projeto de inclusão social e distribuição da riqueza para os brasileiros.

      A Luta continua…Companheiros(as)!

    2. Belíssimo comentário caríssimo Dias !!! Voltei no tempo !!! Mantenho sempre a cabeça erguida e iluminada por esses mesmos sonhos para me precaver e me opor àqueles que “só querem ver o ôco”, como dizia uma bandinha de rock que andou por aqui. Comparo o anti-petista ao pichador. Não pode ver uma construção bonita e já quer logo sujar, pichar e destruir. O belo lhe agride, a solidariedade e a compaixão humana os atrapalha. Venceremos mais essa sim !!! E desta vez com mais vigor e pleno AMOR !!! Amor ao país e aos brasileiros, TODOS os brasileiros, mesmo os que nos açoitam o tempo todo !!!

  19. Caro Kotscho, concordo plenamente com você. É assustador esse ódio. Ele é alimentando todos os dias por jornalistas que não tem nenhum senso de responsabilidade. Tamanho ódio me faz lembrar a Alemanha nazista. Hitller atribuia todos os males da Alemanha aos judeus, assim como atribuem todos os males do Brasil ao PT. Por isso digo não será mau negócio se a Dilma não ganhar essas eleições. O PT vem sendo bombardeado dia e noite. O ódio deles é como um cancer devastador: não vão sossegar enquanto não acabarem com o Lula. Lendo o blog de um certo colunista de uma certa revista, fiquei enojada. Como o ser humano pode ser tão cruel, preconceituoso, mesquinho? Fico me perguntando de onde vem tanta maldade? O motivo do ódio é somente a corrupção? O que incomoda de verdade essa gente? Por que se fosse só corrupção o ódio também se estenderia a todos os partidos. Só no PT existe corrupção? Essa mesma gente que abomina a corrupção do PT é conivente com a corrupção do PSDB, por exemplo. Exaltam Aécio Neves como se fosse o cara mais honesto do mundo e quando o tucano está envolvido em algum escandalo é intriga da oposição, é factóide é tudo, menos corrupção…Eles estão tão cegos de ódio que não conseguem enxergar corrupção a não ser no PT. E enquanto isso certos partidos vão deitando e rolando, por mais que roubem nunca vai dar em nada, a culpa é sempre do PT, não é?
    Não consigo enxergar esse pais quebrado que eles tanto querem nos enfiar goela abaixo. O que para mim há 20, 15 anos era somente um sonho hoje é uma possibilidade bem real. A casa própria, o carro, a faculdade, a viagem de avião… eles não entendem o quanto isso é importante, porque sempre tiveram tudo. Valorizo sim, porque cresci ouvindo minha mãe dizer que faculdade, que viajar de avião, que ter carro era coisa de rico, e hoje tenho tudo isso, mesmo não sendo rica, eu venci. Mesmo vivendo nesse Brasil que eles dizem que está afundado, quebrado eu continuo conquistando os meu objetivos. Eu gosto do PT, gosto da Dilma, gosto do Lula e se perdemos essas eleições, não vai ser o fim do partido, não vai ser o fim do mundo. Pode ser um recomeço, é necessário um tempo para colocar as coisas em ordens. Sem o PT no poder, quem os cães irão atacar?
    “Nem todas as coisas são perdas, algumas coisas são livramento.”

    1. Belo comemtário Elizabete, patabéns. Sou petralha assumido e não sou de deixar a luta, mas, as vezes penso como voce, e acho que a pessoa ideal para entregarmos provisoriamente o poder é a Marina, o ano que vem eles vão por nas ruas os mesmos idiotas que agora a defendem pedindo sua renúncia, e aí o verdadeiro povo pedirá o volta Pt. Mas ainda não acontecerá agora, pois a DILMA será reeleita, já esta ocorrendo nas ruas uma volta à consciencia, pois a maioria das pessoas entraram nesta onda, mas sem nenhum ódio ao PT. Vão ter que sofrer mais alguns anos, quem sabe morram de inanição.

  20. …enfim…teem raiva ao PT, sofrem com este ódio, por o PT os ter levado à humilhação, à vergonha, de terem de apelar por uma Marina, uma silvícolazinha pentecostal, para ver se saciam os seus ódios. Fico imaginando a cara desta elitezinnha de merda aplaudindo a missionariazinha de Xapuri…kkkkk…

  21. o PT falha em nao combater esta midia ( partido do contra )
    tambem errou em manter a Dilma sabendo que ela não estava bem nas pesquisas
    PRA MIM O PT DEVERIA TER VINDO COM O LULA ERA VITORIA CERTA

  22. Sera porque o povo de Sao Paulo nao e ignorante do que acontece com todos os politicos do PT? sera porque paulistanos , paulista, e agregados veem a corrupcao total do partido, veeem as mentiras e veem os crimes cometidos por estes politicos do PT? sera que e por isso? e quem votou em Marta e outrs dfo PT se arrependeram amargamente ate hoje e portanto nao votam mais neste lixo de PT?

  23. Sinceramente não sei o que está acontecendo nessa campanha do PT. Fizeram uma guerra pelos “preciosos” minutos na TV para apresentarem um programa “velho”, sem propostas. É esperado que o partido queira mostrar suas realizações e foram muitas, mas o peso que isso traria à campanha deveria ter sido avaliado, é quase nulo. As manifestações de junho/13 já refletia isso. Mesmo com os índices do governo e da Dilma nas alturas levou o povo às ruas. O que parece é que isso foi desconsiderado. Agora assistimos o discurso fraco da Marina contrapondo velha e nova política, mas na prática faz o mesmo que os outros. E ninguém aparece para contrapor. Fica parecendo que estão todos perplexos e com medo de serem crucificados ainda mais se contrapor a ela. Está faltando o Presidente Lula ir para a TV e dizer que não existe velha e nova política e sim BOA política que se faz combatendo os desvios, corrupção, distribuindo renda etc. E não discursos vazios da boca pra fora e na verdade por detrás pratica o mesmo que as velhas raposas. Espero que minha contribuição sirva para tentar contrapor a esse discurso vazio, que parece está deixando a campanha do PT paralisada.

  24. Os brasileiros só precisam saber das coisas jogadas para baixo do tapete pelo pessoal do PT. O Brasil, no momento, está destruído e precisa ser refeito. Será terrível a vida de quem assumir está terra arrasada.

    1. Bom era antes nè esperto? Viviamos no melhor dos mundos. Nao existia corrupçao, o BRASIL era governado por anjos e cherubins. Investigar? Nem precisava, pois nao existia nada errado. Desemprego, inflaçao, salàrio baixo, salàrio minimo baixo? Nao existia, era tudo bom. FMI? Po, os caras eram tao legais que viviam aqui ajudando nossos anjos governar. O Brasil era o paraiso. Ai veio os petralhas, transformando o nosso ceu na terra em terra arrasada. Precisamos urgente que voltem os anjos para tirar esses corruptos do governo. Temos dois. O anjo Aècio e a Santinha, opa! Irma, uma mulher de Jesus. Tudo vai voltar como dantes. Os lambedore das botas do capital inernacional. Viveremos em paz. Nao contem comigo.

    2. …ALELUUUUUUUUIA IRMÃO HILÁRIO…ALELUUUUIA !!! Amado, realmente é muito hilário o seu comentário. ( falando sòzinho ) -Tem doido demais neste mundo

    3. É mesmo “seu” Hilário. Pensando bem, a corrupção no Brasil começou em 2003, quando um tal de Luiz Inácio assumiu a Presidência da República. Antes o Brasil combinava ótimos índices de desenvolvimento e corrupção ZERO. Houve casos como a privataria tucana, que envolveu a bagatela de uns R$ 100 bilhões. E o dinheiro sumiu!! Antes de 2003, 88 estatais foram privatariadas, sempre a preço de banana. 1.110 empresas privadas foram desnacionalizadas. Coisa pouca, ninharia.
      Houve alguns outros casos, mas insignificantes, como o Sivam, Proer, Marka/FonteCindam/Cacciola – algo em torno de US$ 3 bilhões e 600 milhões – para “salvar o sistema financeiro brasileiro” -o tal banco tinha um escritório no Rio de Janeiro, ocupando uma área de 42 m2.- compra de votos p/ a reeleição de FHC, a doação do Banespa para os espanhóis, a “venda” da Vale do Rio Doce por US$ 3 bilhões, quando o valor dela chegava a US$ trilhões, racionamento de energia por dez meses, que queimou 2% do nosso PIB. Mixaria, mixuruquice.
      Subserviência aos EUnidos? Claro que não!! O chanceler Lafer tirou os sapatos na alfândela usamericana não por subserviência, mas sim porque ele estava com micose nos dois dedões dos pés. Que ele pegou do FHC.
      Puxa, antes de 2003 eu era feliz e não sabia…
      Seja menos hilário.

    4. Tem coisas absurdas que foram repetidas e repetidas tanto q se tornaram verdades para a militância do PT.Um deles é a venda da Vale.Seu preço mínimo no leilão era o dobro do preço em Bolsa . Tão caro que nenhuma das grandes mineradoras mundiais participaram do leilão. Repito, nenhuma . Só o Grupo do Antônio Ermínio. Vendo a coisa com um concorrente só Governo montou um grupo, basicamente com fundos de pensão estatais para que conseguisse vender acima do preço mínimo aquilo que era uma empresa deficitária e mal administrada.
      Qual país do mundo civilizado tem uma empresa de mineração estatal?
      Já pensou hoje a Vale na mão dessa gente que aí está?

  25. Verdade, Kotscho, que revistas e jornais de São Paulo protegem a roubalheira do PSDB. Não da para entender a alienação dos paulistas que vão eleger o Picolé de Chuchu provavelmente no 1º turno. Depois condenam os nordestinos por elegerem os Sarneys da vida… Entretanto, é também verdade, que um deputado do PT foi pego na boca do caixa sacando 50 mil oriundo da corrupção, (está agora na cadeia dando uma de crítico literário). Que Celso Daniel e Toninho do PT foram mortos em situações bemmmm suspeitas. Marcos Valério, ha mais de um ano, disse que fora chantageado em 6 milhões (A petesada gosta só de dinheiro grande). Agora aparece um contrato com o tal do Ronan no exato valor que citado na época pelo Valério. É verdade que Palócci ficou rico dando “Consultoria”, que Dirceu arranjou um trabalho pra ganhar 20 paus em um hotel cujo dono é um serviçal do Panamá. (Provavelmente um pobre laranja do Dirceu). É verdade que atletas cubanos, com consentimento do governo PT, foram sequestrados em um jatinho do coronel Chaves e despachados para Cuba (Com a defesa do lesado do Suplicy). E saber que ele sempre teve meu voto. Eu e minha família não somos petistas, nem tucanistas, votamos várias vezes em candidatos do PT… Nunca mais. Eu também votaria no PCC, como o taxista. Fomos corneados pelo PT, vingança de corno costuma ser cruel. Na minha família não íamos nem votar, agora vamos, na Marina, que sabemos, não é grande coisa. Só para tirar a facção PT do poder, e por tabela não deixar entrar o neto do Tancredo.

  26. Deve ter um motivo porque o povo de São Paulo capital e interior tem ódio do PT. Não sei se é devido à grande mídia. Desconfio que seja as alianças do PT com forças muito à esquerda, como Sarney, Collor, Renan Canalheiros, André Vargarista e o revolucionário Paulo Maluf.
    Sds, Leo

  27. Caro Kotscho
    Na minha visão este argumento que a mídia que influencia está errado, na verdade a desilusão de um grande parte da população com o PT é enorme, eu vejo eu e meus amigos como exemplo, todos na casa dos 40 quase nos 50, vivemos as eleições de 86, 89 e várias, onde faziamos boca de urna voluntariamente, discutiamos nas mesas de bares, no futebol, sempre acreditando que o PT e seus dirigentes iriam mudar o Brasil, e o que vejo é um partido elitista, mentiroso, totalmente contrário de quando começou.Não vou citar casos de corrupções, mas é triste ver que na minha juventude acreditei em pessoas que tinham ideais e hj contrariam tudo que acreditavam.
    Um grande abraço.

    1. …( falando sòzinho )…sinceramente, não estou dando sorte com meus xarás ultimamente, um, candidato a presidente da república é pastor, mas acha que entregando o estado aos capetas vamos voltar ao paraíso, o outro vem aqui e faz um comentário chinfrim destes.Mas…acho que o cara só por se chamar everaldo tem sempre cura. Xará, eu tenho 66, sou paraibano, amancebado com a Jandra, uma nêga bunduda e da canela sêca,, com a próstata do tamanho de uma bola de capotão, das grandes, nº 5, mijando a prestação, danço meu forró quase todos os sábados lá na Nova Edição ( uma casa de danças aqui em Goiânia ) sob a batuta de D´assis e seus Dartanhãs, é assim que está escrito na caixa da sanfona do sanfoneiro, engenheiro de obras prontas, participo da vida política desde quando estava no bucho de minha mãe e, lhe asseguro, que nenhum governo, dos que eu conheço, fez tanto por tantos em tão pouco tempo. O PT tem defeitos mas são poucos, quem tem defeitos é esta nossa classe média mais do que medíocre, esta nossa elite paulista egoista que raciocinam com os intestinos. Um abraço. conto com a sua reconversão…aleluia !!!

  28. Será que não seria a hora de fazer um mea culpa sincero? Aonde o PT errou? Será que não foi arrogante ao ignorar os adversários e se cercar de um monte de estatísticas ao invés de ouvir o povo?

  29. Esta vida é fantástica. A elite brasileira pode voltar ao poder por meio de uma senhora franzina, cabocla, evangélica, ex-PT, acreana e com discurso sem pé nem cabeça dizendo ser a inovação na política fazendo exatamente igual a todos os outros de direita, de centro, de esquerda. Dilma peitou o fisiologismo de alguns parlamentares, implantou práticas bancárias facilitadoras de créditos nos bancos oficiais, expandiu programas de educação, implantou o Mais Médicos dado a alta defasagem de médicos no interior e na periferia e amarga rejeição alta. Alckmin não dá satisfação: índices de criminalidade nas alturas, baixos na qualidade de ensino, universidades estaduais às mínguas, crise no abastecimento de água nos domicílios, etc: ganha no primeiro turno. Qual a lógica? A imprensa? Mas desde que tucanos e petistas nasceram sempre a grande imprensa bate nos petistas e protege os tucanos, há décadas. Além, nem jornalões e nem telejornais estão com essa audiência vultosa. Se fosse essa alógica, o PT não teria vencido nenhuma eleição no Brasil. Eram assim antes do PT ser criado e o crédito de confiança na imprensa também é baixo. O eleitor é prático e vota na consequência concreta: o bolso e o conforto dentro e fora de casa. Dentro tem o poder aquisitivo real proporcionado pelas políticas de acesso ao crédito do governo do PT. Fora de casa tem a insegurança, transporte coletivo e público às sucatas, escolas para os filhos de péssima qualidade, hospitais sujos e com péssimos atendimentos. Quem deveria estar na frente? Os petistas (de goleada), mas o que dizem as pesquisas é o contrário. O sudeste é tido como a região que não sabe geografia e não distingue Norte de Nordeste e acha que nortista e nordestino são atrasados e motivo de vergonha, mas é uma acreana da mais autêntica norticidade que é a coqueluche da campanha majoritária deste ano. E de uma hora para outra. É uma realidade para ser objeto de estudo a gerações futuras e para ser inesquecível como brasa na boca de marqueteiros (adivinhos) que meados do primeiro semestre aludiam Dilma Rousseff reeleita em primeiro turno. A contingência trazida por Sartre é uma realidade imprescindível que não pode deixar de ser considerada nem em um átimo nesta existência. A eleição de Fernando Haddad foi interessante no sentido da virada, mas esta a supera pelos sopapos de bruscas mudanças em tempo curto… E todas essas reviravoltas têm sido por causa de uma acreana que quando estava no PT foi atendida pelo presidente do senado federal para se tratar de uma doença crônica nos EUA. Sabem quem era o presidente do senado? Antonio Carlos Magalhães, aqui-adversário político do PT. É pra rir e se pasmar desta existência essencialmente contingencial.

  30. A verdade sobre como São Paulo se tornou a “locomotiva” do Brasil.
    ADILSON SANTOS – 05.08.12
    Sou paulista, mas não sou idiota!!
    Esta corja de neo-fascistóides paulistas, separatistas, que detestam nordestinos, caso não tivessem fugido do Mobral em tenra idade, saberiam que o desenvolvimento do estado e principalmente da cidade de S.Paulo, deve-se única e exclusivamente ao período conhecido como República Velha, onde os baronetes do café açambarcaram o poder federal, após o golpe militar que derrubou a Monarquia, em 1889.
    Em 1879, há 130 anos atrás , a cidade de S.Paulo tinha 15.000 habitantes e em certos mapas nem aparecia, pois era apenas uma parada provisória para tropeiros que vinham de Sorocaba em direção ao vale do Paraíba ou Santos, cidades muito mais importantes.
    Os governantes da velha oligarquia cafeeira que tomaram o poder a partir de 1889, ou mais precisamente desde o governo Prudente de Morais, endividaram todo o país, para desenvolver suas propriedades e facilitarem sua produção cafeeira, através de empréstimos triliardários junto aos Rothschilds , Lloyds e demais banqueiros ingleses a juros absolutamente escorchantes. E pasmem: a garantia do pagamento eram as alfândegas de todo o Brasil.
    Em resumo, a patranha era a seguinte: Os oligarcas presidentes da República Velha, construiram estradas de ferro, silos, armazéns e demais benfeitorias (TUDO EM S.PAULO) com dinheiro emprestado no exterior e mandaram a conta para todo o Brasil pagar.
    Entre 1894 e 1930, foram tomados um total de aproximadamente 45 milhões de Libras Ouro ( +- US$ 800 bilhões, hoje ) emprestados aos banqueiros ingleses e americanos e deste total 94% foram destinados para São Paulo.
    O único estado ou cidade que abocanhou alguma migalha deste montante foi a antiga capital federal , a cidade do Rio de Janeiro, na administração Pereira Passos (1902-1906), na polêmica reestruturação da cidade denominada “Bota Abaixo”, que apesar de toda a truculência praticada, saneou o Rio de Janeiro da varíola e da febre amarela, além de ter modernizado a cidade.
    Para se ter uma idéia do descalabro do desvio de verbas de todo o Brasil para desenvolver S.Paulo e os barões do café, estudem o “Convênio de Taubaté”, de 1906, considerado a Mãe de todas as maracutaias .
    Como no início do Século XX , a cotação internacional do café estava caindo vertiginosamente, provocada pela superprodução brasileira, a oligarquia paulista que detinha o poder resolveu que iria manter artificialmente os preços num patamar muito superior ao internacional, para que os “pobres” barões do café não fossem prejudicados e nem fossem obrigados a se adequar ao Deus mercado (Oferta e procura, etc.).
    Então tiveram uma idéia luminosa: iriam fazer com que a diferença entre o preço da saca internacional (menor) fosse bancada por toda a população do Brasil.
    Por este sacrossanto convênio , o governo federal se comprometia a comprar a saca do café a um preço muito superior à cotação internacional dos oligarcas, para posteriormente revendê-lo ao mercado mundial com prejuizos bilionários . Como o Erário não possuia recursos para isto, os varões de Plutarco paulistas da República Velha contrairam um empréstimo junto a banqueiros ingleses no valor de 2 milhões de libras-ouro(coisa pouca, algo em torno de US$ 35 bilhões hoje), para safarem a sua onça .
    Perguntinha : Quem pagou este empréstimo ?
    Resposta : Todo o Brasil, pois as alfândegas de Porto Alegre a Manaus foram fiadoras, ou seja, toda mercadoria que passasse nos portos, teriam uma taxação extra para honrar o pagamento. O Brasil inteiro pagando para que São Paulo prosperasse.
    Desculpe-me por me estender , mas o que gostaria de demonstrar é que: o propalado desenvolvimentismo dos paulistas ou de sua elite, o lendário arrojo dos quatrocentöes de S.Paulo é uma grossa mentira, pois a cidade de S.Paulo foi fundada em 1554 , e após 325 anos ( ano 1879 ) sua capital possuia minguados 15.000 habitantes, 1 hotel e nenhum banco, além de em muitos mapas nem mesmo ser mencionada.
    Após a tomada do poder pela oligarquia paulista a partir de 1889 ou mais precisamente desde 1894, S.Paulo “misteriosamente” iniciou seu desenvolvimento. Ao mesmo tempo o restante do País empobrecia.
    Se tornar desenvolvido graças a empréstimos biliardários que foram pagos por outros com sacrifícios inenarráveis é muito fácil, e não representa mérito algum, muito pelo contrário representa um parasitismo histórico que precisa ser reparado.
    Se durante 36 anos todo o dinheiro da nação fosse enviado para o Amapá, e fossem tomados empréstimos de centenas de bilhões de dólares junto a bancos internacionais e estes recursos fossem pagos pelos outros estados, em pouco tempo o Amapá se tornaria desenvolvido, próspero, uma “locomotiva”, e então os habitantes amapaenses diriam que “nosso arrojo construiu nosso desenvolvimento. Nós somos os melhores. Nós somos superiores”.
    Para a elite paulista e seus coliformes agregados, aqui vai um conselho carinhoso : “Devolvam o que vocês roubaram do Brasil!!”.

    1. Celso Junqueira, caso eu utilizasse chapéu em minha cabeça, o tiraria para ti. Embora algumas folhas tenham caído em meu quintal, teu discurso, pelo visto, embasado em fatos históricos, mostrou-me a árvore toda; ou melhor, indicou onde fica o bosque. Nascido na vulgo “locomotiva” do país, por tempos e ignorância senti esse orgulho duvidoso. Hoje, porém, olhando mais de perto os comportamentos, compreendo ao menos uma parte disso tudo, e só posso dizer que o que sinto é vergonha. Não vergonha de meus atos, mas vergonha do comportamento de muitos conterrâneos que, se desenhassem o mapa mundo, colocariam São Paulo no Centro, tal como fizeram os britânicos. Enfim, Eis que ainda sufocada vem à tona a verdade, que embora aparente ser pequenina, é gigante em profundidade. Meu muito obrigado pelas palavras elucidadoras.

  31. Nosso prezado Ricardo. Acho que da para entender sim. Concordo contigo quando afirma “esta miscelânea de siglas e palanques”. A entrada de Lula, “ouvindo meus botões como diz Carta” nos seus textos na “Carta Capital”, está mais para prejudicar do que para ajudar Dilma. Há dias que o PT constatou os números e ficaram tomados de terror e pânico. Dilma se mantem na defensiva. Desconsidera o escândalo protagonizado pela Petrobrás. Usa dois pesos e duas medidas. Agora que o ex-diretor da estatal, que hoje é hospede da PF declarou que vai abrir o bico à título de “delação premiada”, Dilma quando questionada sobre o fato declarou: “Eu não tenho o que comentar sobre a decisão de uma pessoa presa fazer ou não delação premiada, isso não é objeto do interesse da Presidência da República”. Quando é com sua amiga Graça Foster, ela é a primeira a vir em sua defesa ao tomar conhecimento de que os bens da presidente da estatal corria o risco de serem bloqueados pelo TCU. Usa, nesse caso, a adjetivação “absurdo” tal ocorrência. Não dá meu caro Ricardo Kotscho, aceitar um rombo de R$.792,3 milhões, como também não dá, e ai Dilma tem razão, aceitar o prejuízo da perda da Plataforma P16 no governo de FHC. Quando Lula recebeu a faixa presidencial afirmou: vamos mudar tudo que está ai”. Ok. Porque então, já de início de gestão, ele Lula não mandou apurar o afundamento da tal Plataforma da Petrobrás? Depois veio o mensalão para tatuar para a eternidade, o governo Lula. Hoje, tanto PT como PSDB tem seu mensalão tatuado. O eleitor não é burro! Ele vê todos esses malfeitos diários praticados pela politicanalha que emporcalham os três poderes brasileiros. Mudança! Eles querem mudança. Para o bem ou para o mal. Foram esses, os gritos unissonantes que entraram pelos ouvidos moucos dos políticos petistas, tucanos et catervas.

  32. Menos Kotscho, menos.
    Lula surgiu, como se sabe, e o seu livro DO GOLPE AO PLANALTO o descreve, amiúde, “contra tudo o que está aí”.
    Não por acaso, também, contou com o apoio do Roberto Marinho em 1989, para tirar Brizola da disputa, na reta final. Ninguém em sã consciência ignoraria isso.
    Brizola declarou, pouco antes das eleições, que cassaria a concessão da rede Globo, como seu primeiro ato de governo.
    A ordem na Vênus Platinada foi dada: Delenda o caudilho do Rio Grande!
    Lula, inclusive, veio contra o PCB de Prestes, o PTB de Getúlio, o PC do B do João Amazonas, vale dizer, para passar a régua, da direita à esquerda, como nunca antes na história desse país.
    E foi de encontro, tanto da “velha política”, quanto dos “velhos partidos”.
    O PT de Lula era, lembra-se, o “Ferrabrás”!
    Portanto, todos, sem exceção, que ganharam eleições no Brasil, de alguma maneira, para o bem ou para o mal, emergiram na cena eleitoral “contra tudo o que está aí”.
    Quando se fala, e concordo com que o diz, que Marina tornou-se uma espécie de “Lula de saias”, implica revestir o fenômeno da “virada”.
    Não é verdade que Lula tenha deixado de contar com o apoio dos barões das finanças (o que não quer dizer que o baronato goste dele), e Josias de Souza com Gilberto Dimenstein relataram isso, de forma inequívoca, no livrinho editado pela Folha, “A história real – Trama de uma sucessão”.
    O grande acordo entre Malan e Palocci para aquele afiançar ao mercado em Davos de que Lula seguiria a cartilha do tripé da Troika, inclusive renovando o acordo com o FMI em novembro de 2006, com o maior superávit primário jamais feito antes, nem pelos tucanos, de 4,25% do PIB. Palocci chegou a declarar que Malan merecia uma estátua.
    Dito de outra maneira: todos, sem exceção, beijaram a mão do mercado financeiro e a cruz da Troika, antes e depois de subirem a rampa do Alvorada.
    O PT rachou com a reforma da previdência. Rachou por quê? Fundados como Plínio de Arruda Sampaio, o maior prócer da Reforma Agrária no país deixou o partido. Por quê? Porque era um “irresponsável”?!Não; porque para a tal “governabilidade” com o agronegócio e o mercado, não havia lugar para a reforma agrária que o PT sempre defendera na oposição, com o apoio do MST.
    Isso, brevemente, para dizer que, até pouco tempo, Marina estava lá, dentro do PT, junto a Meireles, Furlan. E na base de sustentação, Lula capturou Collor e Sarney; dialéticamente falando, também foi capturado por eles.
    Lula tem sido o primeiro a dizer que nunca ninguém, tanto quanto ele, fez os banqueiros e bancos ganharem tanto dinheiro; alguns dizem que FHC foi a mãe dos banqueiros, e Lula, o pai. O primeiro por procriar a farra financeira, o segundo por garantir e avalizar a continuidade da festa.
    Delfim, que Lula ressuscitou como conselheiro (haveria maior contradição do que essa, sabendo-se que o PT nasceu atirando pedras no então czar da economia brasileira), costuma dizer que o “Brasil é o último perú com farofa da finança mundial”; tanto são os ganhos especulativos praticados por aqui.
    Nesse sentido, faz bem ao mundo real, não deixar dúvidas sobre o tamanho das concessões oferecidas pelo PT e Lula velhos de guerra, ao New PT e Lula lights. Concessões materiais, morais e ideológicas, para dizer o mínimo.
    O fato, e não se lida exceto com fatos, é que Marina não conseguiu encontrar espaço dentro do PT e seguiu o seu caminho.
    O caminho de Marina é apenas o seu próprio caminho, nenhuma estrada da perdição.
    Se alguém perguntar-me sobre as diferenças entre Aécio e Dilma hoje, entre o PT e o PSDB hoje, eu diria que PT e PSDB são gatos siameses. Uma aliança entre PT e PSDB seria a aliança mais natural do mundo.
    Não fossem suas principais lideranças paulistas, em disputas locais e regional intestinas, certamente estariam aliados em bloco.
    Aliás, a aliança PT com PSDB faz mais sentido do que a aliança com o PMDB.
    Dos três ponteiros – há que esperar o DATAFOLHA para confirmar a virada eleitoral irrecusável, Marina encontra-se, do ponto de vista da política monetária, à direita dos tucanos e petistas.
    O PSB esteve nos últimos dez anos ao lado do PT e de Lula. O que foi que mudou no PSB?
    Simplesmente, Dilma não é e nunca foi a melhor candidatura que o PT poderia produzir.
    Dilma foi um erro de avaliação de Lula. Sempre houve quadros suficientes, originários e originais, dentro do PT, para levar o partido adiante.
    Lula cometeu um erro de avaliação, porque não considerou a mudança de conjuntura, de forma tão radical, e agora sabe que o brejo fica mais próximo, dia a dia.
    A realidade é que tanto FHC quanto Lula e Dilma juntaram cerca de trezentos picaretas em um saco de gatos; o Congresso nunca foi tão avacalhado quanto nos últimos anos, a meu ver, por conta das reeleições que introduziram um componente de forte precipitação fisiológica.
    Marina, não sejamos ingênuos, apenas encontrou um discurso, nada mais; alias, o tal do midia trainning, nada mais é do que isso: definir um discurso, e fazê-lo palatável.
    O discurso da nova política, como se vê, não é novo.
    Foi utilizado por Collor, Jânio, Lula, FHC. Até Sarney, com sua Nova República.
    Marina não é diferente; ela só é a bola da vez.
    Nesse sentido, por emular o sentimento difuso de mudança, melhor do que seus concorrentes, talvez tenha capturado o espírito das manifestações de junho de 2013.
    Se me perguntarem quanto ao voto em Marina, não terá o meu; porém, longe de mim, vê-la tão distinta dos que disputam com ela o poder de lidar com as batatas do vencedor do páreo.
    Nessa altura do campeonato, o Brasil terá, pelo menos, uma final inédita: duas mulheres, uma que saiu da cadeia para o PDT de Brizola e acabou no PT de Olívio Dutra, outra que saiu da floresta amazônica, passou pela CUT e seguiu dentro do partido de Lula até onde se sabe.
    Um segundo turno mano a mano entre duas mulheres, pelo menos, não vai deixar de animar os eleitores, que estavam completamente desinteressados.

  33. Eu já não me incomodo nem um pouco com o ódio paulistano ao PT. Tenho observado que eles odeiam tudo e todos com que não se identificam .Só que o ódio tem um lado muito perverso, é ir lhe corroendo de tal forma que aos poucos isto também vai te adoecendo. Isto fica bem claro não só em comentários na internet, como no mundo real . Não tem muito tempo, fui agredida verbalmente por um médico, convidada a me retirar de seu consultório e ,de forma bastante provocativa, fui orientada a procurar um médico cubano para me tratar.
    Devem estar se perguntando, o que falei para provocar tanta ira? comentávamos a morte de EC, quando disse a seguinte frase “… a presidente DILMA fez um discurso muito bonito.’. Isto e nada mais, simplesmente isto. O susto foi grande, fiquei até tonta. Tentei argumentar, mas não foi possível- o ódio é um sentimento que impede a capacidade de reflexão. Desconfio que o maior prazer de quem odeia é alimentar o seu próprio ódio todos os dias. Isto adoece e muito. Mas, mesmo com toda esta confusão, em algum instante , disse …sou, e sempre serei petista. Sair do armário, como dizem os gays, foi a melhor coisa que eu fiz. Sempre que tenho oportunidade faço campanha para DILMA, e, sem medo de ser feliz.

  34. O único ódio que se manifesta é o do colunista. Ademais, que história é essa que a imprensa de São Paulo é anti-petista. Pra quem duvida, não custa dá uma olhada nesses links:
    http://reaconaria.org/eleicoes2014/linha-direta-entre-campanha-de-padilha-e-folhaonline/
    http://reaconaria.org/eleicoes2014/cobertura-desproporcional/
    http://reaconaria.org/eleicoes2014/cobertura-desproporcional-2-desempenho-de-nanico-cobertura-de-presidenciavel/
    http://reaconaria.org/eleicoes2014/jornalismo-criativo-nas-eleicoes/
    Ah, tem outra coisa Kotscho. Você deveria ter dito ao taxista que em uma eleição com PT e PCC, não faz muita diferença. Luiz Moura que o diga. E tem um vídeo clássico também em que gente do PCC pede voto pro Genoíno. Quer dizer, tá tudo entre amigos.

  35. vamos ao óbvio, que o Kotscho nao disse… o PT é culpado por parte deste ódio dos paulistas.
    Uai.
    É física. Lei da ação e reação.
    Qual partido defendeu os mensaleiros e xingou, apunhalou os ministros do Supremo? Fora os roubos e denúncias.

    Abs

  36. O odio ao pt é explicado por que a classe media paulista é odiosa como disse mairlena chaui, ela só tem odio dentro dela , outra coisa ela é egoista porque não permite que os governos promovam nenhuma politica social , quando o governo como pt que é o unico que faz politicas sociais , olham pela primeira vez pros mais pobres, esta esta elite , e classe media nojenta , egoista mostra esse odio ,e fomenta isso pra todo Brasil.É triste ver como tem gente sem coração neste Pais, porque só se preocupam consigo mesmo, e os pobres que se explodam. A impressa representa estes malditos egoistas , que recebem ajuda do governo pra educação / saúde na medida que tem desconto do imposto de renda, e chama governo de populista por fazer qualquer beneficio pros mais pobres. Sou do tempo que os governantes diziam que tem que deixar o bolo crescer pra repartir, só que o povo precisa pelo menos das migalhas do bolo seus malditos egoístas. toda vez que um governo faz benefícios pros mais pobres é inundado por uma avalanche de denuncias de corrupção, nao que nao exista corrupção , desde que eu me entendo de gente existe corrupção mas o que nós vemos desde a estoria do mensalão foi uma campanha sistemática de desconstrução , desmoralização, e tentativa descontrolada de tirar o pt do poder . Eles nao aguentam o pobre fazer faculdade, andar de avião, e ter um carro, isso é só para alguns egoístas malditos e odiosos que vão se arrepender um dia de cultivar tanto odio e egoismo . sejam generosos e amem o próximo.

  37. Fiquei espantado andando de manhã por SP as demonstração explicitas de ódio e repudio ao PT, cheguei a ver um rapaz correndo com uma camiseta com dizeres em letras maiúsculas “FORA PT” , um pobre e simplório camelo me perguntou sem que eu entrasse nesse assunto com ele em quem eu votaria? respondi “DILMA” pensei que ele me apoiaria! que nada disse que o PT rouba e que vai votar no Aécio. Fiquei perplexo, quem disse isso a ele? na internet então nem se fala…..pobre SP, hoje sinceramente é o estado mais medíocre do Brasil

  38. A solução é simples: Livrem São Paulo do fardo de carregar o PT e nós livramos o PT do ódio paulista.
    Garanto que São Paulo NÃO SAIRÁ PERDENDO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *