Como funciona a PPP aérea de Aécio em Minas

Como funciona a PPP aérea de Aécio em Minas

 

Para entender o título: PPP é a sigla que designa em todo o país as Parcerias Público Privadas, investimentos conjuntos de governos e empresas em obras e serviços de interesse de toda a sociedade.

Em Minas, o ex-governador Aécio Neves inovou durante seus oito anos de mandato, criando uma PPP muito particular. No caso dos agora famosos aeródromos reformados no interior do Estado, funciona assim: o poder público entra com a grana, e os donos de jatinhos, sem gastar um tostão, recebem o conforto de uma pista próxima à porteira das suas fazendas. É um programa que pode receber a sigla JAF (Meu Jatinho, Meu Aeroporto, Minha Fazenda).

Antes que completasse uma semana a denúncia feita pela “Folha” sobre a pista de R$ 14 milhões construída pelo governo mineiro na pequena cidade de Cláudio, onde a família do presidenciável tucano possui fazendas bem próximas, surgiu a informação de que um segundo aeródromo foi asfaltado em Montezuma, município ainda menor em que Aécio tem uma empresa agropecuária.

Claro que pode ser tudo mera coincidência, atendendo a todos os requisitos legais, mas o candidato não reagiu bem à primeira pancada que tomou da imprensa na campanha presidencial, e até agora está procurando o eixo para se livrar do incômodo.

“A obra foi feita dentro dos requisitos técnicos do programa de asfaltamento e melhorias dos aeroportos”, disse o senador e ex-governador de própria voz, bastante gaguejante, quando saiu a primeira denúncia. Em seguida, procurou sair de cena e deixar as explicações para seus assessores, em notas oficiais e relatórios técnicos divulgados nas redes sociais.

Mais do que a coincidência dos locais escolhidos, chamam a atenção o fato de que até hoje as duas pistas utilizadas por Aécio, parentes e amigos, são consideradas clandestinas, pois não receberam autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), e o alto custo das obras.

A pista asfaltada de Cláudio, construída quando ele era governador, na fazenda do seu tio-avô, Múcio Guimarães Tolentino, ex-prefeito da cidade, tem apenas um quilômetro de extensão, modestas instalações de apoio e atendimento, e é muito pouco utilizada. Segundo Tolentino, que contesta na Justiça a indenização que o governo quer pagar pela área desapropriada, apenas dois empresários costumam usar o aeródromo, duas vezes por semana.

Não se sabe quanto eles pagam pela utilização da pista, já que ela é ilegal e não tem quem possa cobrar. Para evitar a entrada de estranhos, as chaves ficam com a família do presidenciável.

Convenhamos que se trata de uma história no mínimo estranha, para quem começou a campanha fazendo pronunciamentos em defesa da ética na vida pública e ataques aos adversários dos governos petistas. O assunto já está sumindo do noticiário da mídia familiar, mas deve voltar a partir da segunda quinzena de agosto, quando começarem os debates na televisão e os programas eleitorais dos presidenciáveis.

Até lá, quem sabe Aécio Neves encontre alguma explicação mais razoável do que a “relevância econômica” de Cláudio, que possa convencer pelo menos os colunistas e blogueiros amigos para que o defendam com mais argumentos.

Se depender da imprensa, do Poder Judiciário e do Ministério Público de Minas Gerais, no entanto, esqueçam. Não se falará mais em aeródromos do projeto JAF. Mas ficará mais fácil entender o apoio entusiasmado e nada discreto que o candidato do PSDB recebe da grande mídia e do sistema financeiro, para evitar a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Que o diga o Santander, o bancão espanhol que na semana passada abriu o jogo em ataques à política econômica do governo federal numa carta enviada aos seus clientes mais abonados, mostrando os perigos que eles correm com um possível novo mandato da presidente. E agora é o bancão que corre o risco de perder clientes pela inconfidência de um “analista” sabujo, que já teria sido demitido.

Este é o jogo pesado que está sendo jogado no momento, a pouco mais de dois meses da eleição presidencial. Só não vê quem não quer.

 

 

 

 

 

 

 

 

27 thoughts on “Como funciona a PPP aérea de Aécio em Minas

  1. Caro Kotscho
    Que a oposição tem votos disso ninguém duvida embora ainda insuficientes para derrotar o PT nos dias atuais e vindouros. O dilema dessa gente é a ruindade ou praticamente a nulidade moral dos seus candidatos que vão de FHC a Aécio Neves passando por Serra e Alckimin. SÃO DE LASCAR !!! E sabe qual é o nome (sonho) deles para enfrentar Lula em 2018 ??? ACM Neto !!! “VAI VÊNO”… Desse jeito o PT permanecerá no poder por muito e muito tempo só crescendo cada vez mais como já vem acontecendo de eleição em eleição desde que começou este milênio. VIDA LONGA AO PT por méritos próprios e a ajuda inestimável dessa oposição e sua mídia nojenta.

  2. É isso aí, Mestre, “só não vê quem não quer” ou não tem olhos de ver. Enquanto isso, em terras das Geraes e mais, por todo esse Brasil afora, de Claudio a Montezuma, a maldição está no ar. E não é para menos, pois rola pelas cidadezinhas empoeiradas e cidadezonas poluídas, que o castigo, antes que tardia, dessa vez não veio a cavalo, veio voando, nas asas da Panércio.

  3. Kotcho, cada dia que passa ficamos mais convencidos que o “instituto millenium” tentou fazer de JB um novo salvador da pátria, tamanha a fragilidade da nossa oposição partidaria.

  4. Tanto estardalhaço por conta de uma pista de R$ 14 milhões feita em solo brasileiro, e não se diz absolutamente nada sobre o crédito de 176 MILHÕES DE DÓLARES para a modernização “dos 5 aeroportos CUBANOS de Havana, Santa Clara (centro), Holguín (oriente), Cayo Coco (na costa norte) e Cayo Largo (costa sul)” que o então ministro brasileiro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel (atual candidato a governador de Minas Gerais) a mando de Dilma, assinou em maio de 2013, em Cuba. (http://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2013/05/07/interna_internacional,383319/brasil-dara-credito-de-u-176-milhoes-a-cuba-para-modernizar-aeroportos.shtml)

    Isso sem falar naquele porto moderníssimo em Cuba.

    E vamos a questão de execução de metas: Aécio fez a revitalização de aeródromos em Minas. Dilma prometeu 800 aeroportos regionais, oferecendo oportunidade para os empresários franceses, trem-bala, etc.. e até hoje….. (http://www.youtube.com/watch?v=VTqr4aIAQY0)

    1. Vannelder, o presidente do BNDES, sr. Luciano Coutinho esteve no dia 27 na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara e disse com todas as letras: O financiamento do BNDES para o porto Mariel não foi feito para o governo cubano e sim para as empresas brasileiras que se propuseram a construí-lo. Portanto, caí por terra essa mentira que a posição fica propagando para prejudicar o governo federal. Vá se informar melhor, sr. Vannelder.

    2. Pois é, Helena de São Pimpim. Você que gosta de informação, já deve saber que:

      *) Nos últimos anos, o governo já emprestou mais de R$ 300 bilhões para o BNDES, elevando a dívida pública neste valor. E de onde sai este dinheiro? Dos impostos pagos pelos brasileiros (a maior carga de impostos da GALÁXIA).

      *) E assim, emprestando dinheiro pro BNDES financiar aeroportos e porto em CUBA, entre outros gastos inúteis, somente em maio o endividamento público estava em R$ 2,12 trilhões.

      *) E sabe no que isso resulta? No governo emitir Título da Divida Pública, ou seja, pegar dinheiro emprestado a juros de quem fica com o Título como garantia de que vai receber seu dinheiro de volta. E para quitar partes dessa enorme dívida, provavelmente o governo tem de “emitir mais moeda”, como último recurso para pagar a conta, manobra essa que gera INFLAÇÃO.

      Ou seja, o povo brasileiro paga imposto pro PT ajeitar a infra estrutura de CUBA (que é uma parceira comercial e econômica “fortíssima”), aumenta sua dívida e gera a inflação que corrói o salário.

      Como a senhora defende tanta incompetência com ardor, só me resta a conclusão que a senhora também é uma incompetente, quiçá uma bocó! Tô errado Victor Purgo?

    3. E eu te digo que o “chapéu” que o Aécio deu no povo mineiro e nacional equivale a trilhões …. de dólares, meu caro Vannelder. Vá estudar geologia e saiba o quão rico é o subsolo brasileiro e não podemos deixar, de forma alguma, que Aécio entregue esses tesouros que temos a estrangeiros como ele já fez. E eu volto a repetir: Carone do Novo Jornal de MG não está preso à toa.

  5. Nesta eleição que se aproxima a coisa é mais feia do que parece. Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come. Ou seja tudo farinha do mesmo saco.

  6. se o eleitor for pensar em candidato honesto e ético neste país,vota nulo toda vez,visto qque o pt foi o partido que teve maior numero de politico preso,graça atuação de joaquim barbosa,só isso por enquanto.

  7. Meu Caro Kotscho, o psdb é uma farsa.. Em todos os sentidos

    A proposito você viu a candidato Aecio separado do povo por uma grade de ferro, em Juazeiro
    do Norte?

  8. O Santander deveria colocar um placa na frente de suas agencias: AQUI SÓ ATENDEMOS QUEM GANHA MAIS DE R$ 10.000,00 (dez mil) reais, pois foi estes felizardos que receberam a carta de alerta.

    O Santander este ano(2014) e o “Namoradinho do Brasil”.

  9. Essa PPP eu pouco sei, mas sei e todos os profissionais da educação e da saúde de MG o desvio assombroso de verbas públicas realizadas pelo Sr. Aécio e a continuidade pelo seu sucessor Anastasia, além de descumprimento de decisão pelo STF sobre o Piso salarial dos professores dentre outras falcatruas feitas por esses senhores, que dizem querer investir na edu- cação, cuja propaganda é absolutamente mentirosa.

  10. Aécio Neves é o candidato das elites, dos magnatas brasileiros, em entrevista Aécio falou que o salário mínimo está muito alto, onerando os empresários, ora, como um cara que se diz querer governar para o povo fala uma asneira desta.
    O Brasil estava no fundo do poço na época do governo do PSDB e DEM, o FHC entregou aos americanos a base da FAB do RN, graças ao LULA isso foi revertido.
    Uma coisa eu tenho certeza, caso o Aécio Neves vença, o Brasil será entregue para os americanos e o povo assalariado irá passar fome novamente.

  11. Alguém viu a entrevista da Presidente hoje? Quem viu não vota nela.Um desastre, ,patetico.Torçam para ela não ir a um debate com o Eduardo ou Aécio. Desculpem, mas ela é muito, mas muito, ruim.

  12. Sr. Aécio, minha família tem um terreniho lá onde o judas perdeu as botas da para o senhor fazer pelo menos uma estada já que nos não temor avião mesmo pelo menos melhor os transporte dos jumentos

  13. “Tanto estardalhaço por conta de uma pista de R$ 14 milhões feita por Aécio com nosso dinheiro na fazenda de seu tio e não se diz absolutamente nada sobre blá blá blá blá para a modernização “dos 5 aeroportos CUBANOS de Havana, Santa Clara (centro), Holguín (oriente), Cayo Coco (na cabeça do Phannelder) e Rachao Coco (pois a cabeça do Phannelder é mais dura). Eu mereço !!!

    1. E merece mais Victor Purgo.

      Exemplo: a presidente-candidata Dilma Rousseff admitiu nesta segunda-feira que o Brasil sofre os efeitos da crise financeira internacional e afirmou que a avaliação do então presidente Lula, que se referiu à turbulência como “marolinha”, foi EQUIVOCADA. “Todos nós ERRAMOS, sabe por quê? Porque a gente NÃO TINHA IDEIA do grau de descontrole que o sistema financeiro internacional tinha atingido”, disse ela.

      Ou seja, são esses EQUIVOCADOS, ERRADOS E SEM IDEIA que governam o Brasil há 12 anos! VOCÊ MERECE SIM VICTOR PURGO! Mas em janeiro/15 o povo brasileiro vai se livrar disso.

  14. …uma coisa não se pode constestar, o Aécio é o candidato ‘mais família” deste preito, tão “familia” que gasta o dinheiro público para beneficiar os parentes…
    -Uai sô, seis num qué um candidato famia ??? Óia ele aí.

  15. Pois é, Phannelder, diziam que o PT tinha ligações com as “Forças Armadas Revolucionárias da Colombia” (FARC) e com o tráfico de drogas, mas o Helicóptero com 500 kilos de farinha apreendido em aeroporto de BH é de quem mesmo, Vavá ?? E o aeroporto foi construido pela famigerada PPP de quem ???? Vai que é tuuuuua, Phanneeeeeelder cabeção !!!!

  16. A MIDIA TENTOU FABRICAR um suposto APOIO DE EMPRESARIOS AO AECIO NEVES do PSDB, e me lembro que falamos na epoca, que “NÃO ERA VERDADE”, porque os ditos empresarios que participaram dos tais encontros, eram os chamados “LIDEs”. LIDE é aquele executivo que QUE NÃO DECIDE NADA NA SUA EMPRESA, ao contrario do LIDER que é o que decide e investe; e portanto seria muito dificil que UM LIDER, que geralmente é o DONO DA EMPRESA, o que MANDA DE VERDADE, se simpatizasse com a campanha do Aecio, QUE NÃO TEM PLANO DE GOVERNO e representa o PSDB, O PARTIDO QUE QUEBROU O PLANO REAL no periodo do governo do FHC e trouxe de volta a hiperinflação de 12% e elevou o dollar ao valor de 4 REAIS; pois os donos de empresas, os lideres de verdade, BUSCAM A SEGURANÇA antes de investir, e nisso a Dilma do PT sairia na frente porque TEM PLANO DE GOVERNO definido E MANTEM UM GOVERNO COM UMA INFLAÇÃO de 6% e o dollar a 2,20 REAIS o que representa a metade do que o Brasil tinha na epoca do governo do PSDB. Assim sendo, UM EMPRESARIO QUE ZELA PELO PATRIMONIO QUE CONSTRUIU, jamais diria “POR MAIS AMIZADE QUE TIVESSE COM O AECIO NEVES”, que um novo governo Dilma, que MANTERIA O QUE JA ESTÁ FAZENDO, seria mais prejudicial ao Brasil do que um suposto governo do Aecio Neves, que ainda não tem um plano de governo. “OS LIDEs do SANTANDER foram DESONESTOS não só com os clientes do banco, MAS PRINCIPALMENTE com a entidade BANCO SANTANDER, pois USARAM O NOME DA EMPRESA PARA EXPRESSAR SUAS PREFERENCIAS PESSOAIS”. Está atitude seria como se um determinado FUNCIONARIO DO ALTO ESCALÃO DE UMA EMPRESA fosse gay, e usasse esta condição de LIDE que ocupa na empresa, para falar em nome da empresa, sobre A AVERSÃO DA EMPRESA AOS HETEROS e o apoio dela a causa homossexual, sem que isso representasse realmente o pensamento da empresa. Por isso, se o SANTANDER tomar medidas mais duras contra este LIDE ou estes LIDES, que foram os responsaveis pela carta de TERRORISMO a possivel vitoria da presidente Dilma, o banco está no direito dele, pois em qualquer empresa, ATÉ MESMO NA GLOBO, os funiconarios têm a sua liberdade de escolherem os seus candidatos, mas no entanto, nenhum funcionario estaria autorizado a USAR O NOME DA EMPRESA para expressar os seus desejos e preferencias, como se isso fosse A MESMA OPINIÃO DA EMPRESA. Importante dizer que o Santander que JA PEDIU DESCULPAS À PRESIDENTE DILMA, não pode ser responsabilizado totalmente pela conduta de um ou mais LIDE. A culpa que deve ser atribuida ao Santander, seria apenas a de ter contratado estes LIDES. Mais ou menos como no caso da Dilma, em relação a compra de pasedina, porque a culpa da Dilma é a de apenas ter sido uma das pessoas do conselhos que foram favoraveis a compra de Pasedina e que manteve o Cerveró como “avaliador de incorporações” da petrobras. Provavelmente O DONO DO SANTADER, sabe que a imagem do banco sai MUITO MAIS AVARIADA QUE A IMAGEM DA DILMA, e que a imagem e nome que ele lutou tanto para criar em todos estes anos, ficou maculada pela atitude DESONESTA de um LIDE.

  17. RK, se como governador Aécio proporcionou tamanho benefício a seus parentes, fico a imaginar o que ele fará se for presidente. E o povo como ficará? Chupando pirulito e assistindo a tudo na maior perplexidade e ainda tendo que aguentar a mídia nos chamando de otários. E o Vannelder se condoendo com o porto de Mariel…. Se ele soubesse o verdadeiro chapéu que Aécio deu no povo mineiro e nacional, garanto que ele pararia de ficar escrevendo suas sandices por aqui. Vá se informar, Vannelder. Carone não foi preso à toa.

  18. Prezado Kotscho: Realmente “Convenhamos que se trata de uma história no mínimo estranha” essa do Aécioporto em Minas e acaba até sendo mais estranha que essa postada em 20/09/2012 no portal R7 Notícias com o sugestivo título de “Leis malucas proíbem minissaia, pintam boi de amarelo e criam até aeroporto para disco voador”: “Outra lei maluca foi a criada no município de Barra do Garças (MT), em 1995. A lei 1.840, sancionada pelo então prefeito Wilmar Peres de Farias contemplava um espaço na Serra Azul, próxima a serra do Roncador (conhecida por ser um ponto de encontro de ufólogos), para a construção de um aeroporto para OVNIs, ou como foi chamado na publicação: Aeródromo Inter-Espacial. A obra, no entanto, nunca foi iniciada”. Pelo menos, essa do aeroporto para marcianos, parece que não começou.

  19. Percebeu, Mestre, que a dona justa, até para desconfiar, tem dois pesos, o “domínio do fato” e o “dormindo de fato”. Com o “domínio do fato”, por desconfiarem, prenderam Zé Dirceu, sem provas. Já com o “dormindo de fato”, por não desconfiarem, sequer por curiosidade, perguntam a Aécio se usa o tal “aeroporto da chave com o tio” e como conseguiu gastar R$14 milhões para asfaltar e cercar o dito cujo, comprovadamente.

  20. O comentário do coxinha venal é simbólico: mostra o caráter – ou melhor, a falta – da direita, que adora sacar o discurso da moralidade política e se finge de morto com um representante do atraso é pego de calças arriadas, como foi o ilibado Aécio Neves. Do programa de melhorias nos aeroportos mineiros saíram do papel apenas duas pistas em cidades pequenas, sem escala econômica expressiva, porém com um “ativo” valioso: proximidade com negócios do ex-governador de Minas, em cujo Estado a imprensa, bancada com anúncios oficiais, não faz nenhum questionamento. Enfim, é mais do mesmo: esses fascistas que pregam a ordem pública, cobram investigaçoes dos maus feitos do PT aceitam sem pestanejar a roubalheira tucana. Não é a toa que o coxinha venal nunca fez um mísero comentário sobre mais de R$ 1 bilhão desviados no Metrô e na CPTM nos governos Covas, Serra e Alckmin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *