Paulo Skaf no ar: candidato é do PMDB ou da Fiesp?

Paulo Skaf no ar: candidato é do PMDB ou da Fiesp?

Enquanto em Brasília os meritíssimos ministros do Supremo Tribunal Federal ainda estão decidindo como pode ser feito o financiamento de campanhas eleitorais, um candidato atípico  já fez sua opção, sem dúvida bastante original. Presidente da Fiesp, a poderosa federação das indústrias de São Paulo, e candidato do PMDB a governador do Estado, o empresário Paulo Skaf criou por conta própria o financiamento público-privado de campanha.

Quem costuma ver comerciais de televisão fica sem saber se o candidato é do PMDB ou da Fiesp, já que a campanha embaralha tudo. Só este ano, o peemedebista já torrou R$ 32 milhões de reais de verbas do Sesi-Senai para se promover. As duas entidades do chamado Sistema “S” são ligadas à Fiesp e financiadas com isenção fiscal dado às empresas.

Ou seja, quem fica com a conta somos nós, já que os gastos com estas generosas campanhas na TV são pagos com o dinheiro que o governo deixa de arrecadar dos nossos impostos. Fica a pergunta: quantas outras obras poderiam ter sido feitas pelo Sesi-Senai com esta montanha de dinheiro gasto em promoção pessoal?

Sob o comando da grife de Duda Mendonça, o candidato anfíbio é uma estrela constante nos comerciais destas entidades, em que ele sempre aparece sorridente, ao lado de crianças felizes, inaugurando obras do Sesi-Senai. De vez em quando, no mesmo estilo, o personagem também aparece em comerciais do PMDB.

Neste último final de semana, Skaf ocupou os intervalos das principais emissoras de TV para faturar, em nome da Fiesp, a paternidade da decisão da Justiça que suspendeu a cobrança do aumento do IPTU. Detalhe: quem entrou primeiro com o recurso na Justiça foi o PSDB, partido de oposição na cidade, enquanto a bancada do PMDB na Câmara Municipal votou a favor do aumento do IPTU.

Para Paulo Skaf, pouco importa. O que interessa é levar vantagem em tudo, ainda mais agora que ele fez uma completa reforma na fachada, com o vistoso implante de uma cabeleira negra. Além de falar aos que criticaram o aumento do IPTU, o líder empresarial aproveitou também para se dirigir aos órfãos dos protestos de junho: “Acabou o tempo em que o Brasil aceitava tudo de braços cruzados, sem lutar pelos seus direitos”.

Skaf é reincidente. Nas eleições passadas para governador, em 2010, também sob a batuta de Duda Mendonça, Skaf adotou o mesmo esquema, só que o partido era outro: o Partido Socialista Brasileiro, de Eduardo Campos, o que causou uma certa estranheza. Afinal, deve ter sido o primeiro caso de presidente da Fiesp defendendo o socialismo. Teve por volta de um milhão de votos.

Agora, já mais conhecido, depois de outros quatro anos de propaganda do Sesi-Senai, sempre tendo o candidato como atração principal, Paulo Skaf surge em segundo lugar nas pesquisas, que, por enquanto, apontam para a reeleição do governador Geraldo Alckmin.

E vai ficar tudo por isso mesmo? Ninguém vai entrar com uma representação no TSE contra este dublê de líder empresarial e candidato, que utiliza verbas públicas alocadas pelo governo federal no sistema “S” para fazer sua campanha a governador? É justo isso?

Quem tiver as respostas pode enviar aqui para o nosso Balaio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

26 thoughts on “Paulo Skaf no ar: candidato é do PMDB ou da Fiesp?

  1. Prezado Kotscho: É uma jogada de típico candidato trampolim. Usa uma entidade que paga espaço na TV para se lançar como candidato por uma sigla partidária. A coisa é descarada mesmo e não é de agora.

  2. É lamentável a atitude do Paulo Skaf. Demonstra, entre outras coisas, desrespeito pelo povo e falta de ética. Espero que o povo paulistano saiba responder à altura a tanto cinismo e hipocrisia.
    O governo federal não vai fazer nada?

  3. “Sob o comando da grife de Duda Mendonça, o candidato anfíbio é uma estrela constante nos comerciais destas entidades”. Não é por falta de aviso, basear-se à Folha é errar de vez em sempre, pois no caso, a empresa que presta esse tipo de serviço a Skaf, não mais pertence a Duda Mendonça, desde o ano passado.

  4. Kotscho, texto impecável. E não nos esqueçamos que Skaf tentou faturar também a reduçao das tarifas de energia elétrica de Dilma com mais uma campanha milionária na televisão. O oportunismo calhorda de Paulo Skaf supera o descaramento e incompostura de nossos piores politicos profissionais. Oxalá, Padilha nos livre desses dois inuteis, Skaf e Alckmin, numa só tacada em 2014.

  5. “E vai ficar tudo por isso mesmo? Ninguém vai entrar com uma representação no TSE… É justo isso?”.
    Calma comandante em chefe do Balaio, o buraco é bem mais em cima. Não será trágico, se absurdo já não fosse, a nova justiça, derivada da suprema com atuação global, tal como a mídia, agora de oposição, não aceitar recurso da prefeitura de São Paulo e manter congelado o aumento do IPTU para 2014, ao mesmo tempo em que outra instância da justiça paulista fixa o prazo de pouco mais de um ano, para o prefeito Haddad criar 150.000, repito, cento e cinquenta mil, novas vagas em creches na cidade de São Paulo, conforme cronograma estabelecido, sem contar o MP dando-lhe outro prazo, esse de 45 dias, para impedir que os táxis utilizem os corredores de ônibus? E tem quem ainda acuse a “justiça” de não agir. Age sim, e como! O de Grandis que o diga.
    Portanto deixemos o “coisa nossa” (deles), o Skaf da Fiesp, em paz, ao menos se fosse o Padilha do PT, né?

  6. Nao, ninguem vai entrar com representacao alguma porque causas contra a maioria pobre deste pais nos tribunais sao analisadas às pressas, porém, a favor desses sanguessugas do erário, a justiça é lenta… exemplos concretos estao aí a julgar o do mensalao do pt nas palavras de gilmar mendes que tinha que acabar logo enquanto o do ressacimento dos rendimentos da poupanca que ficaram para os banqueiros adiaram para o proximo ano. P.S. Qual o resultado da investigacao do engavetamento da solicitacao do MP suiço contra a roubalheira tucana, 500 milhoes de reais é o cálculo, do procurador esquecido, relapso?

  7. Reincidente! Como esquecer da campanha contra CPMF?40 BI anuais surripiados `a saúde>O que importava mesmo era o mecanismo contra caixa dois e os “pfs” .As comemorações da FIESP vararam madrugadas e SKAF acreditava que esse êxito lhe daria um mandato.Por isso espera até hoje.Mais uma vez, as destinações sociais dos recursos são sonegadas,agora, com o IPTU.

  8. Acho que nesse momento, a candidatura do Skaf “É UM MAL NECESSARIO”, porque serve de “OPÇÃO ao ALCKIMIN”, para os eleitores que NÃO VOTAM NO PT porque acham que o Lula é analfabeto e que o FHC do PSDB é doutor; E se votarem no PT serão considerados ignorantes enquanto que se votarem no PSDB serão considerados intelectuais. O Skaf pelo menos não chega a ser um daqueles herdeiros que montam varios negocios que SEMPRE FALEM, mas “NUNCA QUEBRAM”, porque podem sempre contar com o “PAITROCINIO”; e só acertam um negocio quando “entram de socio com ALGUÉM COMPETENTE”; mas mesmos assim posam de GRANDES EMPRESARIOS capacitados para dizer sem a menor educação: “VOCÊ ESTÁ DEMITIDO!”. O Skaf tem lá sua competencia à frente da FIESP, e “GRAÇAS A DEUS A FAMILIA DELE NÃO O EMPURROU PARA ‘SER DIRETOR DE FILME’ por não o acharem competente com os negocios da familia”. O cimema brasileiro e a cultura agradecem a familia do SKAF.

  9. Então ficamos assim: O SKAF é o candidato dos empresarios associados a FIESP; o Alckimin é o candidato da midia, que sempre omitiu as denuncias dos governos do PSDB e o ministro Padilha é o candidato do…,da…de… Meu, de quem poderia o Padilha ser o candidato, se OS MEDICOS de São Paulo, que ganhavam 4.000 reais são contra ele porque acham que os salarios de 10.000 reais pagos aos medicos cubanos, É POUCO? Não vai ter jeito. O ministro Padilha vai ter que ser o candidato do Lula.

  10. Este Paulo Skaf sabe surfar sobre as realizações alheias, caso das reduções das tarifas de enrgia elétrica que a Presidenta Dilma viu que era uma exploração do consumidor. Alguem por acaso já fez um calculo do que era pago, aliás, acho que a aliquota que a presidenta aprovou ainda não chegou nos bolsos do povo; o explorado. No poupa-tempo havia muita gente reclamando das espertisses das empresas que exploram esta área e pelo jeito se fossem honestos não haveria tanta gente reclamando. O povo eleitor não cai mais na balela destes oportunistas porque sabe que atraz deste seu modo, está em andamento coisas bem piores. Por outro lado, quanto mais concorrentes ao posto de governador, mais se dilui os votos e o que está na frente na preferencia, pode ser beneficiado mss dependerá da sua maior alavanca, o trabalho. Pelo jeito, o que o atual governador tem feito não atende às necessidades do povo, há muita lentidão nas obras do metrô, do Rodoanel trecho norte, a saúde, a educação e até no monotrilho (como foi as obras do Paulistão da época do Maluf, passou pelo Pitta e chegou até o Serra quando prefeito), bem no banho-maria, lerdeza pura. Depois dizem que transporte publico é prioridade!

  11. Além da propaganda confusa no patrocínio (é da Fiesp ou é de um partido?), os comerciais com Skaf pegam carona demoagógica nos fatos recentes. Como no caso do IPTU. A Justiça eleitoral parece que está dormindo ao não se manifestar a respeito. E a mídia conservadora também. Porém, mais grave, é saber que o alto custo desses comerciais eleitoreiros do Skaf são pagos pela dinheirama da Fisep e/ou do sistema Sesi/Senai. Que ausência de ética. Pode isso?

  12. Como é ele que está fazendo ”campanha” vão fazer de tudo para barra-lo, já que ele pode ser uma boa opção de voto. Se é um petista fazendo a mesma coisa, fica por isso mesmo, afinal eles podem tudo, ninguem liga. Mas se for da oposição ao PT, aí não pode !

  13. O Kotsho,responde para nós,e o governo federal,do PT,quanto gasta com propaganda?Que também é dinheiro público,ou eu estou enganado?O governo federal do PT gasta MUITO mais com propaganda do quem em determinadas áreas,só para efeito de comparação,de 2003 até 2013,o PT gastou de dinheiro PÚBLICO,16 BILHÕES de reais,o que daria para fazer 2 transposições do Rio São Francisco,que ta longe de ser terminada!
    “Para Paulo Skaf, pouco importa. O que interessa é levar vantagem em tudo, ainda mais agora que ele fez uma completa reforma na fachada, com o vistoso implante de uma cabeleira negra”.Só o Paulo Skaf quer levar vantagem né Kotsho?Já esqueceu do mensalão,o projeto de perpetuação no poder?E a Dilma mudou pouquinho para campanha do 1º mandato,inclusive uma afinada na napa.
    Quanto ao Paulo Skaf posar com criancinhas sorridentes,e governo federal quando anuncia algo na educação(que é um lixo,diga-se de passagem,10 anos depois do PT assumir o governo e só piora,os números estão aí)nas propagandas tem escolas modernas,aparelhadas,professores felizes,crianças uniformizadas,com carteiras novas,material de estudo bom e se alimentando bem?Isso é verdade?Sabemos que nem no sonho mais lindo aquilo das propagandas do governo federal aconteceria.E quanto as propagandas da saúde?Vixi nessa a produção é hollywoodiana!Tem médicos atenciosos dando explicações com toda calma do mundo com seus jalequinhos brancos para vovós felizes,hospitais limpos,com aparelhos que só se vê em hospitais particulares de ponta,etc.Aquilo que passa na TV é real?onde?Tremenda propaganda enganosa descarada!Quem tem telhado de vidro tem que tomar um cuidado………..

  14. engraçado,pros petistas ninguém presta,nem alckimin ,nem Skaf,nem ninguém,agora o padilha surge como “o anjo salvador que vai resolver os problemas de são paulo”.Faz me rir.

  15. “Pera lá. Não sei por que a indignação. Paulo Skaf sempre foi aliado do governo do PT.” J Leite 17h21, Paulo Skaf foi alidado do PT como voce foi Petista: de mentirinha, J Leite !!!! Eu mereço !!!!

  16. Caro Ricardo
    Uma correção importante: o dinheiro que vai para o sistema S (Sesi,Senai,Sesc, Senac…) não eh fruto de isenção fiscal, mas sim de arrecadação compulsória. São 2,5 por cento do salário do trabalhador que o governo federal repassa para ser utilizado para o lazer, saúde e formação profissional dos empregados. O sistema faz parte da mesma lei corporativista que criou a legislação sindical brasileira,inspirada em Mussolini. Quem se considera liberal, como Skaf, deveria, em primeiro lugar, respeitar as leis e não desviar recursos em benefício próprio, como faz escancaradamente, mas também propor a derrubada de leis da época do fascismo, que atrela sindicatos patronais e de empregados ao Estado. Desconfio que não fazem isso só para mamarem nas generosas tetas do governo.

  17. Uma imagem vale mais do que mil palavras, o stf vai ate aonde com essas peraltices de Joaquim Barbosa
    Vejam que JB assumiu a postura física de um ditador ao receber haddad eleito pelo povo
    Para receber skaf representante do empresaríamos, a coisa mudou de figura

    http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/124713/Haddad-decis%C3%A3o-do-STF-tira-liberdade-de-prefeitos.htm

    Do Edson santos, deputado negro

    “Às vezes meus irmãos do movimento negro me perguntam porque eu não apoio Joaquim, já que ele é um irmão de cor. Eu respondo citando Cruz e Souza, poeta negro: os negros que seguram o chicote para bater em outros negros, não são meus irmãos”.

    – See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/12/20/os-olhos-secos-da-liberdade/#sthash.6mTcX0F4.dpuf

  18. A luta contra o PT está ficando hilária! para os opositores tudo pode…para os inimigos a morte. São deslavadas mentiras…propinas distribuídas a granel….reuniões com o PCC….criminalidade a solta..promessas mentirosas…enfim tudo isso e nada disso. Por que nada? porque nossa mídia politico partidária blinda. Mostra o fato rapidamente e depois desaparece com os fatos novos. Escondem.
    E o mensalão continua na crista da onda. Até a Dilma com o neto no colo tomou paginas e paginas dos pasquins diariamente. Esse tipo de atitude safada e suja mexe com os nervos de qualquer mortal que tenha o bom senso de acompanhar os fatos. Mas vamos em frente.
    Tenho esperança que, apesar de toda essa sujeira, consigamos sair vitoriosos mais uma vez. Ainda mais que o gado que segue esses pasquins, se somados, não chegam a um milhão e meio de cabeças. Mas muitas delas já estão se afastando do rebanho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *