Dilma cresce, os outros caem, e FHC perde o bonde

Dilma cresce, os outros caem, e FHC perde o bonde

No mesmo sábado em que era divulgada a nova pesquisa Datafolha mostrando que a presidente Dilma Rousseff cresceu e aumentou sua vantagem sobre todos os adversários, que caíram, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ainda o principal líder da oposição, foi a Ribeirão Preto fazer uma palestra e, como de costume, malhou o governo, sem apresentar nenhuma alternativa para o país.

A vantagem de Dilma sobre o tucano Aécio Neves aumentou de 21 para 28 pontos ( 47 a 19); sobre Eduardo Campos, do PSB, cresceu de 27 para 36 pontos ( 47 a 11). Dilma tem 17 pontos a mais do que seus mais prováveis adversários somados, o que indica uma tranquila vitória no primeiro turno, confirmando as pesquisas anteriores (isso só não aconteceria se Marina Silva for a candidata socialista, o que é pouco provável).

Certamente sem saber destes números, FHC perdeu o bonde ao abrilhantar o aniversário de uma cooperativa de crédito, sempre olhando pelo retrovisor e tocando o mesmo disco já arranhado: “Pararam dez anos os investimentos em infraestrutura no Brasil por preconceito ideológico”, disse ele, segundo relato de Isabela Palhares, da Folha, como se nos seus dois mandatos o país tivesse sido transformado num imenso canteiro de obras.

O ex-presidente criticou tudo: dos mecanismos de controle da inflação à taxa de juros, do afrouxamento da Lei de Responsabilidade Fiscal ao endividamento dos municípios e Estados, dando a entender que o país está vivendo uma profunda crise, à beira do precipício.

Ao final da palestra de 40 minutos, pregou que “o Brasil precisa de gente nova, gente moderna, que acredita no Brasil”, sem citar os nomes dos dois pré-candidatos do seu partido, Aécio Neves e José Serra”, e deu a receita: “O Brasil precisa se reinventar. Não só economicamente, mas socialmente. Acabar com a ilusão do marquetismo”.

Será que este tipo de discurso acrescenta algum voto aos candidatos tucanos?

Conviria que FHC lesse atentamente as análises sobre os números da pesquisa publicadas neste domingo pela Folha, a começar pelo editorial “Retomada presidencial”, em que o jornal afirma: “A taxa de desemprego é historicamente baixa e a renda continua a crescer; os protestos de junho criaram insegurança, que se dissipou com a percepção de que o país não entraria em crise aguda”.

“Presidente termina 2013 em alta graças à oposição ineficiente” é o título do artigo de dois diretores do Datafolha. “Ambiente até esteve propício, mas ninguém conseguiu formular discurso adequado às demandas brasileiras.”

O abismo entre o discurso sempre negativista de FHC, que passa muito tempo no exterior, e os números da pesquisa, que revelam maior otimismo sobre o poder de compra, embora a inflação ainda preocupe, mostram que, enquanto a oposição não se dispuser a dialogar com o país real, a presidente Dilma Rousseff continuará nadando de braçada, embora dois terços da população queiram mudanças no governo ( o marqueteiro presidencial João Santana gosta de ressaltar que são mudanças no governo e não de governo).

Os números de Dilma nesta pesquisa só não são melhores do que os do ex-presidente Lula, que venceria em qualquer cenário no primeiro turno, com intenções de voto variando entre 52% e 56%. Ao mesmo tempo em que a oposição e a mídia aliada não conseguem definir um candidato para bancar, o PT tem dois favoritos. Este é o quadro, a dez meses da sucessão presidencial. O resto é o resto e não adianta espernear.

 

 

 

 

 

 

31 thoughts on “Dilma cresce, os outros caem, e FHC perde o bonde

  1. “O abismo entre o discurso sempre negativista de FHC, que passa muito tempo no exterior […]”

    É por essas e outras que, mesmo dando uma ou outra escorregada, Kotscho é e será sempre Kotscho… A elegância desse homem pra dizer que FHC hoje em dia (e talvez, sempre…) está mais preocupado em namorar em Paris do que com o Brasil é de uma ironia digna de um Machado ou de um Eça. Grande Ricardo Kotscho… é nosso e ninguém rasga!

  2. Prezado Ricardo Kotscho

    Pouco comento no blog, muito embora acompanhe e leio tudo que você publica aqui, mas gostaria de comentar hoje e acho que seja pertinente ao tema, que é sobre o que eu já venho pensando a algum tempo. Nem mesmo a grande mídia manipulando, distorcendo os fatos e sendo sistematicamente contrária ao governo federal, nem assim consegue derrubar a Dilma, e alavancas as candidaturas dos amigos dos barões da imprensa.

    Eu fico lembrando das manifestações que aconteceram em Junho, quanta gente indignada naquele período, não?. Cadê esse povo? aí vem uma constatação; foram manipulados pela grande imprensa, na tentativa de atingir o Governo Federal e está dando nisso:
    Apareceram vários escândalos, a saber: o da Máfia dos Fiscais, ISS, em São Paulo, o escândalo dos roubos de verbas dos trens e metrô, que a imprensa aliada diz que foi tentativa de formação de Cartel, tem o escândalo do Helipótero no qual ninguém sabe a quem perece a droga, enfim vários escândalos ocorreram de junho pra cá, e no entanto ninguém mais ficou indignado, né?.
    A Globo mal cita o episódio, e quando cita é de forma distorcida e os outros escândalos tenta jogar toda a culpa no PT.
    Mas e os indignados, onde andam? Protestavam pedindo mais saúde e o governo federal respondeu com mais médicos, pediram mais educação e já havia em andamento o projeto do governo que destinava os 70% royalties do petróleo para educação e mais 30 % para a saúde. Mas e os indignados com a corrupção? qual corrupção deixam essa gente indignada? a corrupção que rola em São Paulo do PóSDB ou as demais corrupções que ocorrem no resto do país? Que imprensa corrupta, não?

    Seria legal que o PT tivesse uma votação estrondosa, não só para presidente da república, mas também para a câmara e para o senado, para não depender de aliados como alguns partidos que se dizem aliados, como PMDB e outros que agem constantemente como verdadeiros trairas do povo brasileiro.

  3. O óbvio na pesquisa: “a presidente Dilma Rousseff continuará nadando de braçada, embora dois terços da população queiram mudanças no governo ” significa que a população vai re-eleger a Dilma para que ela conduzir (continuar) as mudanças. O resto é contorcionismo tucano do Fernando Rodrigues, Eliane Cantanhêde e outros emplumados.
    josé maria
    josé maria

  4. Olá, Kotscho! Você bem que poderia nos falar como andam os bastidores daquela revista de esgoto que fica em duas marginais, né? E também sobre aquele doentinho, prodígio deles que agora escreve também na Folha.
    Como anda esse povo, Kotscho? Fuça aí as suas bases.
    Abraço!

  5. Em uma época em que não tinha emprego, não tinha acesso fácil a curso superior e técnico, e o PIB (produto interno bruto) não nos surpreendiam tanto quanto agora, os presidente daquela época não estavam nem ai pra gente pobre. Depois que Deus colocou o presidente Lula no poder, tenho orado e modesta a parte Deus ouviu a minha oração e tudo começou a se transformar no meu país, e por boa consequência na minha vida. Como em outro comentário já havia falado: Consegui dois cursos pelo pro-uni, um de geografia, e outro de engenharia, o primeiro não deu para continuar, mas o segundo estou insistindo para termina-lo. sofri um acidente de trabalho e não estou inserido na cota, mas graças a Deus, por causa do possível pleno-emprego as exigência são mais moderadas e estou empregado. Tenho mais comida na minha mesa, meus filhos estão se vestindo melhor e estão todos matriculados na escola. As vezes os materiais escolares que chegam em minha casa das crianças se perdem de tantos itens que me mandam. Eu sei que é do governo municipal(que também é petista), mas mostra claramente que estamos vivendo um bom momento desde que o governo Lula/Dilma estão no poder. No meu estado alagoano o luz para todos tem mostrado eficiência dando ao pequeno produtor a condição de se desenvolver no campo e assim evitando o êxodo rural. Ai eu te pergunto: Porque será que por mais que os inimigos da presidente Dilma/Lula tentam disseminar o ódio com postes sujos no face e em outras mídia a acessão nas pequisas é sempre surpreendente? Será que tem muitos que estão pensando como eu? Não adianta, estamos vivendo dias melhores graças a Deus e ao então governo. Repito: A época que vivemos hj é muito melhor do que a época que vivi há alguns anos atrás. rssssss

  6. A situação é mais grave, do que se poderia imaginar!.Você,Kotscho,experiente repórter,já deve estar pressentido algo desagradável no próximo ano.Com certeza já fez um balanço geral dos conhecimentos “políticos”, muito além dos números das pesquisas encomendadas!.

  7. É realmente surpreendente que ainda existam instituições que convidam o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para fazer palestra. Seu discurso é sempre o mesmo: o governo atual não está fazendo nada de bom. FHC quebrou o país três vezes. Além das privatizações – na verdade, verdadeiras doações do patrimônio público, durante o seu período de governo, São Paulo chegou a ter mais de um milhão de desempregados. Quem perde o emprego não esquece.
    Lamentável a postura do ex-presidente

  8. Mestre Kotscho, recuperado e em plena forma, como nos velhos tempos, depois de escancarar o cenário político, dispara: “O resto é o resto e não adianta espernear.” Comentar, mais o que, né, não, turma do camarote?

  9. FHC o pessoal tem triste lembranças desta figura de quem lembra ainda, muitos ainda confunde esta figura com antigo inseticida, mas não fez nada não acrecentou nada nem nunca, nunca pensou em ser presidente, foi colocado de paraquedas, fez o que tinha que fazer para seus, para turma dele ele foi o melhor, mas para Brasil ele entregou quase toda nossas riqueza sabe la para quem, temos muitas dificuldade pois caixa de pandora que ele deixou, coloca maldição que tinha nisto, mas creio que a mente do brasileiro esta mudando e não vai mais nesta da imprensa marrom não o brasileiro sabe o que quer.

  10. Nem o próprio FHC se leva a sério. FHC nunca existiu. O que houve e há em notícias de FHC são quimeras. Vejamos: Quando FHC ganhou uma eleição por méritos dele? Nenhuma. Assumiu uma vaga no senado por ser suplente de Severo Gomes. Perdeu eleições municipais para o Jânio Quadros que já estaja aposentado. Ganhou para presidência da República nas costas do itamar Franco e do plano real auxiliado por alguns que assessoram Eike Batista (utopias) na atualidade. Se re-elegeu com mentiras dento o país quebrado e a realidade, como sempre, foi ofuscada pela grande mídia. Se fosse hoje, com a força das redes sociais, FHC estaria fadado a falar suas besteiras em aulas na FFLCH. A oposição é tão vaidosa que o vazio dela é lastreado por FHC. Aécio sozinho poderia fazer alguma diferença, pois obteve expressivas vitórias em MG, mas – aí – se acompanha de FHC como seu gurú: não tem a menor possibilidade de qualquer consecução. “É você quem muda”, gastam milhões de dinheiro do fundo partidário (do contribuinte) para o marqueteiro estampar tamanha besteira. Aí vem Eduardo Campos acompanhado com Jorge Bonhausen (ARENA) dizendo que é possível fazer mais e melhor. Passou os 8 anos no governo Lula e mais 3 no de Dilma Rousseff e, agora, vem com essa falácia de marqueteiro em total desarmonia com o devido respeito ao eleitor e a quem lhe paga salários e mordomias. São vaidades individuais reverberadas em grupinhos sedentos de poder, nada mais. E, em grego, vaidade significa vazio, oco, sem nada: é o que essa oposição, mídia e políticos, têm feito contra o governo Dilma que instalou o Mais Médico amenizando sofrimentos de pessoas em regiões longinquas neste país. FHC, a idade não é problema, pelo contrário, os maduros é que devem nos ensinar. Porém, o problema é que FHC, 81 anos de idade, não tem nada a nos ensinar DE BOM, DE POSITIVO. Já que FHC foi tão bom presidente, porque mídia e oposição não o lançam para disputar com Dilma? Porque ambos sabem que FHC foi uma invenção de péssimo gosto que causou pesadelos a nós brasileiros. Votade e desejo de FHC, da mídia e de seus pupidos não falta, falta coragem porque hoje os ditames são outros, não dá mais pra ganhar votos comendo buchada de bode e fazendo careta e nem montando burro no nordeste e de lá sumir de vez depois dos votos nas urnas. Hoje, tem bolsa família, escola, gas, construcao e Mais Médico e os moradores/eleitores vão lhe cobrar as promessas daquela época em que lhe ofereceram buchada de bode e depois FHC à sua maneira ingrata de agradecer, disse que o Brasil é um país caipira à guisa da traquinagem desresepitosa de João Batista de Figueiredo se esquecendo que lá na FFLCH há um colega seu (espero que não amigos) escreveu um belíssimo livro resultado de pesquisa de campo acerca do caipira, refiro-me ao professor e intlectual de fato Antonio Cândido e o livro dele se chama “parceiros do rio Bonito”. Nesses exemplos FHC não se enquadra preferindo Malans, Fragas, Laras, Dantas, etc. FHC nunca existiu: foi invenção de péssimo gosto da mídia que abortou uma boa fé de Itamar Franco. Se a oposição, mídia e PSDB/DEM/PPS/Paulinho da força me ouvissem eu lhe diria para lançarem José Serra como vice de Joaquim Barbosa e tornasse Aécio, Eduardo Campos, Marina Silva, Roberto Freire (deus vai dizer a este, conforme-se, você não foi presidente do Brasil, mas foi advogado do Incra durante a ditadura, e qual foi a reforma agrária comunista ou socialista que você fez? Preferiu viver na mamata). Poderiam convencer José Sarney a largar o osso e lhes ensinar como se ganha eleição. Taí FHC, Sarney tem 189 anos e continua duro na queda, nunca cai porque sempre está surfando nas bonanças do poder. Pedro Simon, o franciscano, é outro. Aportou no paraíso do senado (Darcy Ribeiro) e viu que não tem vida mais gratificante: é só pronunciar discursos pra ninguém ouvir que se convence os do andar debaixo. FHC quer mesmo é ficar viajando pra Paris, Genebra. Viajar pelo Brasil lhe causa furunco, dar febre, descontrole de pressão arterial, labirintite. Por que FHC não aconselha o José Serra? O Alckmin? Cadê o Alckmin? Deve estar passeando de metrô. Alckmin deveria se aposentar da política e se dedicar ao Mais Médico, séria mais útil para o bem. E José Aníbal? Já que entende tanto de energia, deve estar em Rondonia (seu Estado natal) analisando as usinas hidrelétricas do Madeira pra, depois, falar mal da sua colega de militância: a provavelíssima re-eleita Dilma Rousseff, esta é de verdade. FHC é invenção de péssimo gosto.

  11. Acalmai-vos ó homens de pouca fé. A vitória de Dilma praticamente certa. Não há o que temer. E nem usem de ofensas gratuitas contra FHC, pois ele não busca mais a cargos políticos. Ele, apenas e tão somente entra na discussão trazendo sempre ao debate, o perigo de uma recaída do PT à esquerda. Diante dos bons números da economia e da confiança que o país desfruta entre investidores, os sectários e proto ditadores que estão na periferia do poder adquirido nas urnas, podem se sentirem mais, digamos; ”assanhados” em suas nefastas intenções golpistas.
    A presidenta Dilma, esta semana, deu uma demonstração de que: ”voltar” ao passado é fria. Diante dos sinais do crescimento da inflação, o BC elevou em 0,5% a tx de juros, sem traumas e sem outros sentimentos como os de antigamente quando, o velho PT sairia às ruas alardeando que o governo se vendeu aos banqueiros. Nada disso. Semana passada foram privatizados os dois maiores aeroportos do país e, numa tacada só 830 km de rodovias com 35 anos de exploração, o que permitiu ao licitante vencedor, ganhar com um preço muito baixo dos pedágios futuros. O PT foi fundo no liberalismo!
    Repito, pois; assim não há o que temer: É DILMA LÁ de novo. Os velhos conservadores —como eu— também gostam de mudanças, mas, claro, para melhor e gradual. Nada de revoluções e experimentos heterodoxos.

  12. H’a uma boa reportagem de Marco Antonio Villa na Revista ‘Epoca. Concordo com ele quando diz que o PT continua soberano devido `a incompet^encia da oposicao (no caso PSDB) em desempenhar corretamento o seu papel: fazer a oposicao. O PT ganhar’a novamente em 2014 e a era da trevas ir’a permanecer…s’o o futuro dir’a qual ser’a a magnitude do terr’ivel impacto da gestao PT na sociedade brasileira. Triste fato e eu sinto muito pelo meu amado pa’is.

  13. Boa noite
    Faço doutorado na ECA e gostaria de entrevistá-lo para minha pesquisa. Como não tinha seu e-mail, faço um primeiro contato por aqui. Gostaria de mandar mais detalhes sobre o meu estudo para você avaliar se pode participar.
    Abraços

  14. Clap clap clap para seu comentário Dalvo das 20h27 e também para o Enio Barroso no post anterior. Realmente, nos tempos em que vivemos a intolerância parece ser uma “doença” que está atingindo a todos os antipetistas. Vejo muitos comentários maldosos nos posts da grande mídia, sendo os mais chocantes os que se encontram na revista Veja. Mas taí uma boa notícia: Dilma em primeiro lugar nas pesquisas e a oposição “comendo poeira”. Vai que é tua, Dilma!

  15. Apesar dos comentários sobre o blog brasil247.com ser de um jornalista ligado a Daniel Dantas, de vez em quando dou uma espiada nas notícias que pintam por lá. E vi uma pesquisa sobre SP dando vitória a Alckmin com 43% e 4% para Padilha. Com certeza essa pesquisa deve ter sido feita no bairro Higienópolis. Só pode. Com tantas notícias ruins sobre corrupção em SP e o povo ainda votando em PSDB? É muita sacanagem.

  16. Vannelder, democracia com esse regime político do Brasil é assim, o partido que ganha as eleições junto com os partidos aliados, passa governar o país, isso desde o fim da ditadura militar.

    O Partido dos Trabalhadores ganhou, então é o PT como partido principal mais os partidos que servem de apoio ao governo.

    O Fernando Henrique ganhou duas eleições e governou… não conseguiu fazer o seu sucessor porque o povo achou que deveria mudar e mudou, aceite isso, democracia é isso.

    Se o PSDB tivesse feito um bom governo a sociedade continuaria com o PSDB. Simples assim.
    Respeite a vontade do povo, até porque foi esse governo que fez o país sair da posição de 13ª economia do mundo para 6ª.

    Foi esse governo que tornou o Brasil credor do FMI, depois de décadas e décadas de pires na mão implorando empréstimos para saldar suas dívidas, numa condição humilhante e vergonhosa para uma nação como a nossa.

    Foi esse governo que fez a taxa de desemprego cair a ponta de nos aproximarmos do pleno emprego.

    Foi com esse governo que o Brasil ganhou respeito e projeção internacional.

    Foi esse governo que segurou seus poucos patrimônios, pois muitas das nossas empresas construídas com o nosso trabalho e suor o FHC torrou, mas aí o povo notou e trocou o PSDB pelo PT, simples assim.

    Isso sem contar que foi nesse governo que fori construido um enorme número de Escolas Técnicas e Faculdades.

    Foi nesse governo que se investiu em tecnologia para a descoberta do pré-sal, além de assegurar a Petrobras para a sociedade brasileira, esse governo está formando técnicos profissionais na área de petróleo de excelente nível.
    Uma empresa que nos enche de orgulho, eu escrevi Petrobras e não Petrobax, ok?

  17. Esperem o horário politico e os protestos antes da copa,quero ver a cara que a Dilma vai fazer quando tomar aquela vaia na abertura no Itaquerão(que o Lula usou trafico de influencia para o seu time de coração o Corinthians pegar dinheiro público no BNDES),será que o Blatter vai pedir respeito dinovo?Dúvido!

  18. FHC, Serra e Aécio, os melhores cabos eleitorais do PT, criticam o governo e Dilma e sobe 8 pontos. No Balaio do Kotscho o fenômeno se repete, pois os disparates do Velho, “Fannelder” e J Leite têm o mesmo efeito. Graças a inestimável contribuição desses pândegos, Dilma vence em primeiro turno e elege seu sucessor. Não concordam, Balaieiros ? (E durma com um barulho desses!!!!)

  19. Kotcho, a oposição é capitaneada (ou capturada) pelo instituto millenium, e esse conluio que deve ser estimulado, visto que quanto mais radicalizam, mais o POVO se distancia delles.

  20. Kotscho, vou FALAR UM POUCO DE “MIM”. – Eu me perguntava: O que é um sociólogo (também me pergunto o que é um sexólogo)? E SEM PESQUISAR e me baseando apenas no que eu OUVIA FALAR aqui no Brasil sobre sociólogos, em principio me convenci que sociólogo era um cara comparável ao Albert Einstein. No entanto, ao lembrar que “Einstein era um físico”, fiquei na duvida: Se Sociólogo era um cara que pilotava o disco-voador ou era o cara que fabricava o disco-voador que a NASA tanto procura? Então em meio a duvida, resolvi procurar uma “faculdade de Sociologia” para saber o que era um sociólogo. Procurei em diversos catálogos de vestibular, e não consegui achar uma faculdade de Sociologia. Muito frustrado por não conseguir descobrir uma “fabrica de Sociólogos”, resolvi procurar saber mais sobre Albert Eisntein, e o porquê dele ser considerado um cara tão crânio. Foi então que “SEM O MENOR ESFORÇO”, encontrei uma “faculdade de Física”, e com a mesma rapidez com que encontrei a “fabrica de Einstein”, também encontrei um professor que me explicou que Albert Einstein era considerado um gênio, porque “descobriu a teoria da relatividade”. Foi então que percebi que Fisica tem a ver com sociologia, assim como sociólogos têm a ver com os gênios, desde que a relatividade da CAPACIDADE DE ANALISE do cerebro de um individuo, para saber dizer o que é um sociólogo, esteja relativamente limitada pela sua capacidade de buscar informações.

  21. É importante ver a pesquisa como um todo. 66% dos entrevistados quer mudanças. Não deseja que o atual sistema de governo permaneça como está. Em 2010, Serra começou com 40% e perdeu. Dilma, na época tinha menos de 10%. Aécio e Eduardo poderão ano que vem, na campanha eleitoral, mostrar ao Brasil a mudança necessária para o país melhorar. E em relação a FHC, o que ele diz é verdade. Palmas para o FHC pela sua lucidez e sabedoria! E para aqueles que defendem o regime petista, cujo partido é integrado agora por presidiários, o show de ilusão marketeira-eleitoral está com seus dias contados.

  22. Luiz Carlos Velho disse ontem, 21h08: “Acalmai-vos ó homens de pouca fé. A vitória de Dilma é praticamente certa. Não há o que temer. É DILMA LÁ de novo.” ///// Entendeu, “Fannnelder”, ou precisa que o Velho desenhe pra voce ? (Eu mereço !!!)

  23. Depois que se tornou um “imortal” passou a acreditar mais ainda na possibilidade de falar bobagens sem estar antenado às possibilidades futuras dos 20 milhões de brasileiros que subiram mais um degrau da emancipação econômica. É fato comprovadamente comprovado. Entretanto, não se pode deixar de também reconhecer que muitos frutos dessa situação inusitada, foram plantadas no seu governo. Dessa forma, quando o “imortal” critica o governo que o sucedeu, está também criticando a si próprio. É incrível como um homem desse gabarito possa ir se desnudando daquilo que plantou, imaginando com isso, estar fazendo oposição. Só pode estar com suas capacidades mentais prejudicadas devido a idade avançada. Essa falta de lucidez é a avenida para a senilidade.

  24. Vannelder
    De fato essas pesquisas de agora só servem para posicionar os acordos partidários nas coligações e a direção de verbas privadas para as campanhas. E MAIS NADA !!!
    Mas não sei onde a oposição vai encontrar tempo para apresentar seu projeto de país que possa melhorar ainda mais a vida dos brasileiros.Agora vem as festas de fim de ano, depois carnaval logo em seguida a Copa do Mundo e só aí começa-se a falar de eleição !!!
    Quem não escreveu NADA em 11 anos, não vai escrever em sois meses, certo ???
    Tirando a midia golpista fubanga e decadente, o PT não tem oposição !!!
    JOGO FEITO !!!
    É DILMA DE NOVO COM A FORÇA DO POVO !!!

  25. Caro Ricardo vai ai alguns dados da pesquisa que deveriam deixar o governo muitissimo preocupado: 1)em São Paulo Dilma esta na frente com 7 pts mas nos sabemos que em São Paulo o Pt perde; 2) no RJ em que o Pt ganhou disparado na eleição passada, agora sofre com a queda de Sergio Cabral seu maior cabo eleitoral e a pesquisa mostra Dilma com apenas 34 pts na pesquisa; 4) os indice de popularidade do governo cresceu depois de junho mas continua longe dos 65 pts que tinha contra os 41 pts atuais; e por ultimo a pesquisa mostrou que 66 % da população quer mudança e com o resultado do pib do 3 trimestre divulgado agora pouco pelo IBGE deveria deixar todos do governo no minimo aflitos.

  26. Engraçado como os iludidos ou safados acreditam nessa história de pessoas “que ascenderam à classe média”. Isso é de matar de rir. O Brasil continua um país de miseráveis, o que o PT fez foi esticar a classe média pra baixo pra “incluir” os mais pobres. FHC pode não ser uma maravilha, mas imagino o que seria do governo do Lulinha com a inflação que o FHC herdou do Collor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *