Leitor defende a tabela do IPTU por justiça social

Leitor defende a tabela do IPTU por justiça social

Depois de tudo o que li e ouvi sobre a nova tabela do IPTU, que prevê reajustes de até 20% para residências e 35% para imóveis comerciais e industriais em 2014, recebi às 11h26 desta quinta-feira o comentário do leitor Cláudio Freire, reproduzido abaixo, com a defesa do prefeito Fernando Haddad, a partir de informações que desconhecia, e certamente são úteis para todos os cidadãos contribuintes deste blog.

Abro espaço para o leitor, uma das possibilidades oferecidas pela internet que nos ajuda a errar menos:

“Kotscho, o aumento do IPTU não é apenas para subsidiar o transporte público, não (uma correção: não escrevi que o aumento era apenas para subsidiar o transporte público, mas sabemos que também terá esta finalidade).

Ele é muito mais que isso, e acho justo ressaltar a coragem e o senso de justiça social do Haddad, que com determinação está enfrentando uma enorme campanha contra o IPTU, vocalizada pela velha mídia que defende os de sempre.

Se você visualizar um mapa simples, que mostra o IPTU por bairro da cidade, disponível no Google, verá que se trata de uma proposta com elevado interesse de justiça social. Nele, há redução e até a isenção de IPTU para as áreas periféricas e mais pobres, que estão sendo compensadas pelo aumento nas áreas mais favorecidas. Justiça social que deve ser defendida, conforme disse o Paulo Nogueira: ‘Num país em que rico não paga imposto, é com satisfação que vejo a questão do novo IPTU em São Paulo’.

Em várias áreas houve redução do IPTU. Só para dar um exemplo: no Parque do Carmo, o imposto ficou 12% menor. A imensa maioria da turma com renda mais favorecida está batendo no Haddad, com seu habitual egoísmo e completa falta de solidariedade.

Há um simbolismo na tabela de aumentos que merece aplausos. Continua o Paulo Nogueira: ‘Não é o primeiro episódio de escolha acertada do Haddad. Na questão da mobilidade urbana, ele já optou pelos ônibus, e não, como sempre aconteceu em São Paulo, pelos carros. Em breve, de tanto ver passar ônibus enquanto seu carro não anda, muitos paulistanos mudarão de ideia sobre a melhor forma de se locomover em São Paulo”.

Há ainda um longo caminho até sabermos se Fernando Haddad será ou não um bom prefeito (sabemos, com certeza, que prefeitos como Serra e Kassab foram uma tragédia paulistana, com sua miopia, falta de planejamento e foco em quem já é mimado demais).

Mas Haddad parece saber para onde quer ir, como ficou claro no caso do IPTU e da mobilidade urbana. Na grande frase romana, vento nenhum ajuda quem não sabe para onde ir. Haddad parece saber. E esta é uma excelente notícia para os paulistanos.

 

52 thoughts on “Leitor defende a tabela do IPTU por justiça social

  1. Caro Ricardo Kotscho, obrigado por abrir esse espaço para o meu comentário.

    Concordando integralmente com o que você disse antes, eu também não entendo porque a Prefeitura não faz uma comunicação ampla para defender uma proposta tão justa e socialmente solidária.

    Abraço.

  2. Perfeito, “mas o problema é que o Haddad faz essas coisas”, sem se preocupar com o impacto imediato. O PRIMEIRO projeto de aumento de IPTU dele, “era um aumento IMEDIATO e não divididos em varios anos”. Ou seja, “ele quis corrigir uma LEGITIMA DEFASAGEM, como eu comentei no post anterior, só que em uma UNICA VEZ”. Pra se ter uma ideia, até vereador do PSDB apoiaram a decisão do Haddad para tentar REEDITAR o Martaxa ou Haddad-taxa. No caso dos aumentos das tarifas de onibus,o Haddad SIMPLESMENTE autorizou, quando deveria ter questionado o contrato que o Serra e o Kassab fizeram, onde previa aumentos das tarifas TODOS ANOS, como SEMPRE aconteceu NOS ANOS das administrãções do Serra e do Kassab. Kostcho, peço licença para sair do assunto IPTU, e falar do ASSUNTO CORRUPÇÃO na prefeitura de São Paulo, porque BASTOU O HADDAD ganhar a eleição, para que SAISSEM DEBAIXO DO TAPETE as irregularidades das administrações do Serra e do Kassab. Na administração do Serra foi descoberto o enriquecimento ilícito do seu secretario de Habitação Husseim Aref Saab; e agora se descobriu na administração do Kassab, uma quadrilha formada por servidores TAMBÉM na area de habitação, que podem ter desviado 500 milhões de reais. “”Será que, assim como o Haddad do PT, ganhou a eleição e a corrupção das administrações do Serra do PSDB e do Kassab do DEMO, estão sendo EXPOSTAS À POPULAÇÃO; o mesmo acontecerá caso o ministro Alexandre Padilha do PT, vença o governador Alckimin do PSDB, na eleição ao governo de São Paulo, ja que em 18 anos de governos do PSDB ainda tem muitas coisas não esclarecidas, como as denuncias de corrupção no metrô?”

  3. Ah, mais uma coisa.
    Havia feito o mesmo comentário no Viomundo, e o Azenha publicou uma postagem chamada “IPTU de São Paulo: nem tudo é o que parece ser”, onde ele colou o tal mapinha, com os índices de reajuste por bairro.
    Dá uma olhada lá, é bem interessante.
    Abraço.

  4. …uma coisa já está certa: em 2018 o presidente sairá de São Paulo, Haddad ou Padilha, pode também ser, 2018 um, 2026 o outro.
    enquanto a oposição
    rasteja pelo chão
    aqui do nosso lado
    ta sobrando bãos.

  5. O leitor Claudio faz apreciação correta do assunto e põe as coisas no lugar. E lembro que é preciso sempre desconfiar das posições conduzidas pelo PIG.
    josé maria

  6. Respeito seu ponto de vista, mas discordo totalmente, Claudio Freire.
    Não é questão de egoísmo. É falta de justiça.
    Vim de uma família humilde do interior de São Paulo, batalhei muito para encerrar a minha faculdade e entrar no mercado. Trabalho quase dez horas por dia para garantir o meu sustento e o da minha família.
    E, no final, parte dos meus ganhos são tirados da MINHA CASA e repassados a outras pessoas. Não por minha vontade, mas por imposição.
    Essa é a recompensa pelo esforço? Me desculpe, mas isso não é justiça.

  7. Uma avaliação para este comentario: ZERO. Não é com a política robbin hood que se faz politica social, tem que se encontrar um equilíbrio em uma cobrança, para não favorecer somente um lado da balança.

  8. Parabenizo o leitor Claudio Freire pela coragem de explicar e você pela humildade de colocar o comentário do mesmo nesse espaço. Parabéns. Caro jornalista ocorre que a classe alta sempre viveu bem sem pagar os seus impostos devidamente, e os pobres sempre bancando. Agora o prefeito explicou como faria e quis colocar um basta, aumentando logicamente os bairros com melhores serviços ao mesmo tempo diminuindo os impostos para os bairros mais pobres, isso a grande mídia não mostra pois estão a serviço da burguesia, programas televisivos de baixaria como os da tarde, não direi os nomes pra não aumentar a audiência tentaram dizer para o povão todas as asneiras e muitos pais de alunos na Brasilândia onde trabalho,ontem, estavam, revoltados, mostrei para eles a tabela, mostrando que a Brasilândia terá apenas 2% de aumento, outros tiveram seus impostos diminuídos drasticamente. Isso incomoda a elite que tem a grande imprensa como porta voz e não quer o desenvolvimento das pessoas de baixa renda.; Porque o mesmo não reclama do IPVA que paga do carro, que é maior que o IPTU, ou os pedágios de fim de semana quando vai para o litoral, pois normalmente esses burgueses vivem no bem bom e querem que todos nós façamos a colheita para aliviar os seus bolsos. Claro a grande imprensa em geral, os jornalões, como disse um conceituado jornalista, o PIG tem interesse em desestabilizar o governo uma vez que está em defesa dos menos favorecidos, mas é preciso que sejam mesmo esclarecidos para não irem na onda. Abraços, são as atitudes do segundo poste do grande Estadista, seu amigo, iluminando a cidade com justiça social.

  9. Mauro Braga e Cesar Lira, me desculpem, mas minha opinião é de que seus comentários podem ser explicados pela distorção do conceito de meritocracia, muito difundida entre nós e aceita passivamente pela classe média que se informa exclusivamente pela imprensa que defende privilégios, ao invés de informar.
    A meritocracia (batalhei muito… trabalho muito…) seria uma forma justa socialmente de se analisar as coisa, se as oportunidades fossem iguais (ou pelo menos menos díspares) para todos. Evidentemente, não é isso que acontece. Imagino que isso seja evidente também para vocês.
    Sem a falta de oportunidades, a meritocracia deveria se chamar, na verdade, de algo como “desempenhocracia”. Na verdade, é o desempenho que está sendo premiado, e não o mérito.
    Eu também estudei e trabalhei muito, e não em importo nem um pouco (até melhor, faço-o com prazer) em contribuir para que essas distorções possam ser minimizadas. Pago a maior o IPTU cm prazer neste caso.
    OBS: não teria prazer se soubesse que TODOS, sem exceção, estavam sendo aumentados, como fez o Kassab. Na época, não vi nenhum de vocês reclamando…

  10. Kotscho, o que é mais absurdo nessa discussão é que essa turma que reclama do valor do IPTU engole tranquilamente a paulada do IPVA. E essa mesma turma que faz cara de paisagem diante da tungada dos tucanos também paga sem reclamar os pedágios que abundam nas rodovias estaduais. Aqui em SP pau que bate em Chico amolece com Francisco. É sem vergonha a classe média paulista!

  11. O comentário é claramente partidário. A grita quanto ao aumento do IPTU é oriundo do completo e absoluto disperdício do dinheiro pago ao governo através deste imposto. Incrivelmente o secretário das finanças sequer consegue dizer de bate pronto para onde vai o dinheiro arrecadado hoje pelo IPTU. O Sr. Haddad tem um passado muito complicado como gestor, uma vez que não conseguiu organizar o ENEM de um modo minimamente aceitável e agora recorre ao aumento das receitas (manobra típica dos gestores incompetentes), ao invés de buscar aumentar a eficiência dos gastos. Falar sobre o quão justo é o índice que cada bairro receberá de reajuste é simplesmente ignorar que a maquina pública tem um apetite ilimitado por novas receitas e desprezo complete pela correta aplicação das atualmente existentes.

  12. Graças a mestre Kotscho pelo destaque do comentário, Claudio Freire pela propriedade do mesmo e Mauro Braga por complementá-lo contraditando com testemunho pessoal da realidade que nos cerca, fica escancarado e fácil de perceber que a luta para o Brasil livrar-se do atraso e tornar-se mais justo e menos desigual, infelizmente demandará mais tempo e gerações de brasileiros, de que gostaríamos.

  13. Caro Mauro Braga 14:31, também como você, venho de uma família humilde, saí do nordeste com 3 anos de idade na carroceria de um caminhão chevrolet, os chamados paus-de-araras, demoramos 20 dias pra chegar em Ituiutaba, Minas Gerais, onde fomos morar em uma fazenda, num rancho coberto com ramos de capim. Imagina voce o tamanho do esforço que despendi para cursar engenharia na UnB ! Hoje minha filha estuda em uma faculdade particular, não permiti nem que ela fizesse o vestibular em uma escola pública, pois para mim seria uma vergonha, mesmo ela sendo capaz e tendo direito a isto, ocupar uma vaga de um estudante mais necessitado do que ela. Êste aparente ônus, de pagarmos mais caro um IPTU, uma faculdade para um filho, deveria nos trazer orgulho, e não um sacrifício, especialmente àqueles mais abastados do que nós, É o preço que pagamos por nosso “latifuncio”…de competência e capacidade em relação aos mais pobres…né não meu irmão ???

  14. Eis o típico ”me engana que eu gosto”. Ora, ora. Dos 3,2 milhões de contribuintes paulistas, já há a isenção de de 1 milhão. É um aumento brutal sim que chega até 87% e na média passa de 50%. E é mesmo para subvencionar as tarifas de ônibus congeladas.
    Mas, tudo isso tem um efeito pedagógico muito grande. Haddad, comunista de Universidade, é daqueles que pensam que dinheiro cai do céu e, agora, diante da crua e fria realidade ,enfim, lembra do meu guru do liberalismo, Milton Friedman: ”ninguém almoça de graça”. Eu vou mais longe, não almoça nem viaja de ônibus. Se alguém não paga, com certeza, outros alguéns pagarão. Viu Haddad?

  15. Claudio, só pra constar: sou jornalista. Leio de Sakamoto a Reynaldo Azevedo. De Carta Capital a Veja. Se a “classe média” – como colocou – aceita passivamente o que é vomitado pela imprensa, me desculpe, então não pertenço a ela.

    Você tocou na palavra-chave: oportunidade. Deve-se investir e oferecer oportunidades para o cidadão. Caso contrário, nunca solucionaremos o problema, pois estamos focando nossos esforços no resultado, ao invés de cortar o mal pela raiz.

    Eu me importo, sim, em ser tratado diferente. Em pagar 15% a mais de IPTU porque escolhi morar em um local mais seguro da cidade. Até, porque, não será dessa forma que minimizaremos essas distorções sociais.

    Sobre o reajuste do IPTU na gestão do Kassab, como você sabe se reclamei ou não na época, se nem nos conhecemos? Como pode fazer uma afirmação dessas? Falando assim, também dá a entender que sou pró-Kassab, Serra e cia ltda. Quem disse? Essas artimanhas de esquerda não me pegam. É muito blá-blá-blá e pouco resultado na prática…

  16. Boa tarde Kotscho,

    Concordo em partes com o texto, com relação ao IPTU creio que a maioria não está satisfeita por causa da estado que está a cidade, buracos nas ruas, lixos jogados em qualquer lugar (culpa também da população), falta de saneamento básico entre outros problemas que encontramos. Uma coisa é pagarmos os impostos e verificarmos que estão sendo bem empregados, outra coisa é o jeito que estamos vendo nosso dinheiro ser mau utilizado desta maneira (não estou dizendo que seja culpa deste prefeito que assumiu recentemente). Outro problema neste aumento é que com certeza os comércios e industrias repassarão está divida para nós, os consumidores, ou alguém dúvida disto? Concordo quando diz que a prefeitura está pecando na falta de informação a população, um exemplo disto foi o que aconteceu aqui na zl com relação a mudanças de ônibus no ínicio da semana, estava uma tremenda bagunça e poucas pessoas sabiam o que realmente estava acontecendo, porém devo elogiar o prefeito com relação a preferência no transporte coletivo, economizo atualmente 50 minutos no tempo que levava para chegar ao trabalho do que gastava anteriormente, tomara que continue nesse ritmo.

    Abraço.

  17. Se tira de um lado pra botar do outro significa que os impostos continuam altos. A solução não está em manter ou aumentar os impostos de um certo grupo, mas diminuir os impostos sobre todos.

  18. Rídiculo, JUSTIÇA SOCIAL existe quando o dinheiro do IPTU é utilizado para melhorar a infra-estrutura nas áreas periféricas, muitas nem tem ruas asfaltadas, falta iluminação e saneamento básico, e por aí vai. Outra falácia é dizer que quem mora em bairros melhores devem pagar mais caro, com isso o processo de PERIFERIZAÇÃO da camada mais menos favorecida da população deverá morar ETERNAMENTE na PERIFERIA, já que a valorização do imóvel nas áreas mais nobres irá aumentar com a base de cálculo venal do imóvel reajustado. ISSO SE CHAMA MARGINALIZAÇÃO. E DIAS PIORES VIRÃO com a inflação galopante que isso causará !!!

  19. Haddad, com esse aumento do IPTU, execute o Arco do Futuro que você prometeu em campanha, mas que depois que assumiu mandou dizer que não iria cumprir. Fica feio tratar o povo assim: promete e não cumpre! É que nem a Dilma prometendo o Trem-Bala em campanha e até agora….

  20. Amigo Kotscho,
    aproveita, então, seu espaço no telejornal da Record e exponha a verdadeira situação do IPTU na cidade de São Paulo. É importante a população paulistana saber a verdade sobre a questão e deixar de ouvir ou ler as sandices do PIG. Lamenta-se que a prefeitura da cidade não tenha uma secretaria de comunicação mais eficiente. Na minha opinião, o mesmo ocorre em relação ao governo federal com uma secretaria de comunicação das mais precarizadas e ineficientes, pois não apresenta a tempo e hora e com detalhes esclarecedores as conquistas de nosso povo desde de Lula e agora no governo de Dilma.

  21. Kotscho, parabenizo-o por abrir espaço para um bom texto de um leitor.
    Não concordo, mas respeito e sei que é bom para o diálogo e buscar soluções.
    Mas chamar o Haddad de corajoso é brincadeira! hahaha
    A votação foi escondida de forma covarde, no silêncio da noite.
    E se os ricos não pagam impostos, não sei (isso afirma-se no texto), mas a classe média paga tanto imposto que é como se tirasse o couro.
    OU estou errado?
    Qto ao Haddad, do PT, escolher os ônibus e não carros é mentira. Ele falou bem dos ônibus é fato, mas o governo federal (do mesmo partido) dá inúmeras isenções a montadoras de automóveis.
    Até concordo com o governo federal, tem que fazer alguma coisa pra gerar empregos e crescimento. Mas o grande problema é negar até mesmo o que faz.
    Faz algo, bom, mas finge que não faz.

    Abs

  22. Kotscho, pra ser justo e aumentar o diálogo/debate, bem que vc poderia escolher um texto de alguém que seja contra o aumento do IPTU.
    Até pq, ninguém quer aumento dos impostos… acho que já pagamos bastante.

    Abs

  23. Caro Ricardo Kotscho,
    Diferente do que o prefeito anda dizendo, que a necessidade é reajustar a tabela visto que houve imensa valorização dos imóveis, o IPTU não é o imposto certo para taxar esta valorização. Estes impostos já existem e são o IR e o ITBI. O IPTU taxa renda e, duvido, que de 2009 para cá a média da população destes bairros tenha tido aumento de renda entre 20 e 35%.
    A foto que vc colocou para ilustrar o texto mostra bem que o critério bairro não é adequado e que os serviços prestados são indecentes (sei q a intenção foi mostrar a desigualdade…).
    Depois que passarem a rapa em todos os corruptos e utilizarem os impostos já disponíveis de maneira correta sou favorável a se estudar aumentos. Enquanto isso não acontece, é jogar para a platéia.

  24. “Leio de Sakamoto a Reynaldo Azevedo.” Ou seja, o Mauro confunde quantidade com qualidade, não tem critério algum ao ler e perde tempo com Reinaldo Azevedo, Diogo Mainardi, José Neumani Pinto, Merval Pereira, etc . . . . Mauro, já leu tambem “Privataria Tucana”, “O Principe da Privataria”, “A outra história do Mensalão” ? Opa !!!! Ele não lê tudo, não, gente !!!! Maurão, meu fíi, como já disse o Enio B Filho, aqui no Balaio todo mundo é escolado em política e ninguem engana ninguem, tucanão. Porque o medo e a vergonha de se declarar tucanão anti-Petista ? Eu sou um Petistão anti-tucano. E daí ? Algum problema ? Vai encarar ? Né, não, Everaldo ? Eu mereço !!!!

  25. Bravo Haddad!!! esta cumprindo o prometido de transformar São Paulo em uma cidade com mais justiça social. Eu concordo com a tabela do IPTU do Haddad, e digo mais, eu moro em um lugar privilegiado e meu aumento sera maior e justo.

  26. IPTU não me preocupa, pois após pagá-lo para o prefeito Zé Bolinha fazer da prefeitura trampolim para concorrer a governador em 2006 e ao prefeito Kassab base para que pudesse estruturar e criar o seu partido, o PSD, entre 2009 e 2010, é um tremendo luxo poder pagá-lo com aumento, para o prefeito Haddad eleger o transporte coletivo e as comunidades mais carentes, como sujeitos dessa cidade onde a Casa Grande mantém seu último bastião significativo.
    O que preocupa mesmo, é o de Grandis permanecer sem ser defenestrado do cargo, por ter a ousadia de abduzir o documento suíço na pasta triângulo das Bermudas, impedindo assim o cumprimento da solicitação de investigação sobre propinas que trafegaram pelos trilhos do Tremsalão Tucano, aquele que rola na Europa a mais de dez anos e que a mídia amiga tucana e a justiça compadre, fingem que nada sabem, que nada viram e nada querem saber, ver ou investigar. Pois é , para essa mesquinha e rancorosa gente, cínica e hipócrita, liberdade de imprensa é tentar fazer de palhaço desinformado, o povo brasileiro.

  27. Kotscho e amigos, aqui todos pagamos nossos impostos. Certo?
    Desculpem a frieza dos números, mas pra alguém pagar menos o outro terá que pagar mais. Alguém discorda?
    E justo quem não votou no Haddad pagará mais, vejam no tal mapa.
    Se alguém aqui acha que a classe média tem dinheiro sobrando, o que é mentira,pq não a deixam gastar e gerar empregos e tributos.Até pq é assim que a vida funciona.
    Não tem almoço grátis (frase de um prof americano, qual não lembro o nome, sorry!). rsrsrs

    Kotscho, os textos do Reinaldo Azevedo sobre esse tema são fantásticos. Inclusive, ele adivinhou mtas coisas antes do tal mapa surgir.
    O texto é bom, tem lógica… por favor, só xinguem dps de ler os textos. Ok?

    Abs

  28. Victor Hugo,
    irei responder seus ataques em poucas palavras: não sou tucano e não voto no PSDB.
    Leio tudo, sim. Não entendi porque isso lhe incomoda.
    O que ME incomoda é essa mania de rotular as pessoas sem ao menos conhece-las. Com base no quê me intitula de tucano? Só porque não concordei com o aumento desigual do IPTU?
    Já passou da hora do País se unir e exigir uma política decente e que nos represente. Partidarismo não leva a lugar algum.

  29. Não moro em SP, esse imposto não será cobrado do meu bolso. Mas considero injusto.
    O que fico pensando é “Por que não aumenta os impostos dos produtos importados, dos automóveis e por aí vai?” Sei lá, esse dinheiro deveria ser gasto e gerar emprego e desenvolvimento.
    O problema não é alguns ter mta grana. E sim, os pobres não terem nem serviço. O pobre tem vontade de pagar suas contas, de passear com seu dinheiro e saber qeu todo esforço valeu a pena.
    Pobre brasileiro é trabalhador e não baderneiro. Quer emprego e não esmola.
    Sim, viajei um pouco.

    Abs

  30. Na administração Serra-Kassab meu IPTU foi, de um ano para outro, de R$250 para R$750 e a “direitona” ridícula não fez nenhuma manifestação na casa deles.

  31. LUIZ CARLOS, o velho: Haddad comunista de Universidade? Não sabia… muito valiosa sua informação pois explica muitas coisas. Aqui em meu prédio não tenho visto algumas crianças. Meu velho, muito preocupante… e acho importante quando tiver informações como essa divulgue-as sem medo. O mundo livre agradece.

  32. Pois é, de novo caímos na questão da agenda da grande Imprensa paulista e suas prioridades. Quando uns implementam uma taxa de lixo a R$ 7,00, vira imediatamente Martaxa. Quando outros implementam um “Controlar” cuja fiscalização para a pureza do ar começa pelos carros novos, e não pelos velhos, não se ouve uma só voz discordante. Gente… é a mesma história de sempre. O crime organizado no Brasil é a grande Imprensa. São eles que possibilitam Trensalões, Controlares e Privatarias. Vocês podem imaginar se tivesse sido o Zé Dirceu e não o De Grandis a “engavetar” um pedido de investigação não em cima de demotucanos mas de petistas? São Paulo, como fiz questão de colocar na minha identidade virtual, “Vai muito além do Jardins…”. Que, por ser o que é, não pode comandar as discussões sobre questões que visem buscar um equilíbrio, ainda que frágil, entre os dois extremos da nossa Cidade.

  33. A primeira coisa que me veio na cabeça foi a fragrante distorção social que a foto ilustrativa mostra, que Contraste. De um lado, a direita vê-a opulencia do poder economico e depois, após um muro, a pobresa. No lado rico quadras de tênis, piscina coberta e uma área aprazível com jardim e o escambau, só não deu para ver salão de beleza e churrasqueira, será que fazem como os pobres? Churrasqueira num condominio deste é cafona, a elite come churrasco num restaurante de primeira, lá da Alameda Santos e cercanias! Como esta foto mostra, podres de rico de um lado e pobres do outro, percebe-se que ou os ricos vivem em comensalismo com os pobres ou ao contrário e isto refere-se aos impostos. Hoooo duvida cruel, como aplicar aumentos se ambos vivem na lmesma área? Assim irá pensar o prefeito Hadad.

  34. O colega Vannelder vive sonhando com o tal de arco do triunfo que talvez ele tenha ouvido que o notável prefeito Hadad tenha prometido em campanha, coisa que eu não acredito. Um prefeito que obteve maciça votação das classes inferiores da sociedade vai pensar num tróço deste? O negocio dele é fazer justiça social e eis por que ele está cobrando mais IPTU dos ricos que dos pobres. Ricos, querem beleza paisagistica como a de Paris? Então paguem impostos como o prefeito estipulou e sem espernear!

  35. Prezado Kotscho: Muito pertinente o comentário do leitor Cláudio Freire feito para você e para todos nós: “Se você visualizar um mapa simples, que mostra o IPTU por bairro da cidade, disponível no Google, verá que se trata de uma proposta com elevado interesse de justiça social. Nele, há redução e até a isenção de IPTU para as áreas periféricas e mais pobres, que estão sendo compensadas pelo aumento nas áreas mais favorecidas.” Isso a grande mídia não fala, certo?

  36. Na verdade o PT na prefeitura só sabe fazer isso: aumentar impostos e criar taxas. Quem não se lembra da MARTAXA? E queremos explicações do caso de corrupção na prefeitura envolvendo o PSD do Kassab que hoje faz parte da base política do Haddad e da Dilma.

  37. Caro Kotscho, bom dia. Me permita apenas reforçar a questão e apresentar alguns indicadores da proposta do Haddad para o IPTU de São Paulo.
    São os seguintes:
    1 – 50% dos distritos em que o Município de São Paulo está dividido tiveram reajuste do IPTU acima da inflação. Esses distritos estão localizados nas áreas mais centrais, se considerada toda a área municipal.
    2 – Com isto, além de subsidiar parte da mobilidade urbana, isto permitirá que, nos outros 50% dos distritos, a atualização do IPTU aconteça da seguinte forma: 30% dos distritos da cidade terão reduções do imposto, em vários deles chegando a 12% de redução, e 20% dos distritos terão reajustes abaixo da inflação no período.
    Claro que esses índices representam uma média nos distritos. A GGN tem um mapa que mostra esses índices por distrito de forma didática. Todas as áreas que terão redução ou reajuste abaixo da inflação são periféricas, têm infraestrutura mais precária que as demais e abrigam populações de menores rendas que, ressalte-se, formam a maioria da população paulistana em termos numéricos. O impacto de justiça social é evidente.

  38. …estas fotos mereciam ganhar quaisquer prêmios sobre fotografias, as mensagens filosóficas e sociológicas que transmitem transcendem tudo.
    O vagabundo que mora em um apartamento daqueles e que ainda reclama da violência, que chora por pagar um imposto mais alto, além de vagabundo é um nazista, pois, no fundo, defende o exterminio dos mais pobres.
    …( falando sózinho )…tô cumeçano a virar bléque-blóque, eu disse bléque-blóque, e não black blocs,…entendido ???

  39. ocator – 01/11/2013 – 08h10
    ”LUIZ CARLOS, o velho: Haddad comunista de Universidade?”
    São os teóricos que vivem nas tetonas do estado e jamais viram um pé de alface uma vaca leiteira e acham que o grão mestre Stalin é onipresente, onisciente e inquestionável.
    Entendeu?
    Não?
    Então esquece e vá com as crianças do seu prédio praticar algo mais ”lúdico”

  40. Companheiro Divaldo (divaldo – 01/11/2013 – 09h53), me desculpa tá entrando sem bater mas…. se você acessar o link abaixo, aqui mesmo do R7, o companheiro vai se inteirar melhor das coisas, e daí irá fazer um juízo mais adequado sobre o assunto.
    http://noticias.r7.com/sao-paulo/haddad-desiste-de-obras-donbsparco-do-futuro-17082013
    Mas, se o companheiro Divaldo ainda assim achar que esta reportagem é obra do Instituto Millenium, principal cabeça do monstro chamado PIG, poderá acessar o link abaixo:

    Se – depois de ouvir por mais 7 minutos o Haddad prometendo em campanha e de maneira cinematográfica, algo que já disse que não vai cumprir – o companheiro Divaldo continuar não acreditando, por favor, vá a um psiquiatra porque o caso é grave!

  41. Prezado Mauro Braga – 01/11/2013 – 01h21. Não pegue pilha deste cidadão. Desde que entrei aqui neste espaço democrático que sou sistematicamente achincalhado pelo mesmo (que inclusive faz trocadilho com meu nome), tão somente porque às vezes critico o partido que ele defende. Isso também ocorre com outros participantes, a quem ele falta com respeito. O objetivo dele é botar pra correr daqui aqueles que exercem o direito de opinar. Uma opinião abalizada como a sua, por exemplo, pode fazer com que as pessoas que frequentam este espaço passem a refletir sobre fatos verdadeiros e mudar de pensamento com relação a situações que – porventura – envolvam o PT; pois para ele funciona assim: é do PT tá maravilhoso; não é do PT tá tenebroso. Logo nas primeira vezes que ele começou a me atacar aqui, até pensei em parar de frequentar o blog e não opinar mais. Mas quer saber, é exatamente isso que este cidadão quer. Mas ele não é o síndico deste blog, por isso vamos continuando por aqui. Eu, independente de partido, sou a favor de uma sociedade que receba de volta em serviços de qualidade o pesado imposto que paga.

  42. Caro e admirado labutante colega Vannelder, voce nem imagina que prazer, que satisfação eu sinto de “mandar a brasa sobre os ricos impetulantes, arrogantes” deste país e que queiram ou não lêem meus comentários. Sei que não vou mudar o mundo em que eles dominam mas dou o meu recado e mesmo eu sendo um deles iria prazeirosamente ser a “ovelha negra” da sua classe social. Eu entendo que posses não dá razão de dominio de uns sobre outros porque todos morrem e tem um mesmo caminho ou destino, “OS SETE PALMOS.” Disso tudo, muitos entre poucos merecem tal citação porque são também humildes e a riquesa não os atrapalha na convivencia com os mais pobres.

  43. Caro e notável Kotscho, cê está de sacanagem, esta foto seria como me induzir a pensar; será que eles, os ricos, descem desta escada caracol para comprar qualquer coisa nesta mercearia do lado pobre? Eu penso que não porque eles tem “nojo” repugnancia eeeee…são ricos. Como explicar este comensalismo?

  44. Prezado divaldo – 02/11/2013 – 11h37, mas foi com essa mensagem que o Haddad se elegeu: aproximar a São Paulo rica da São Paulo pobre. Nesse sentido que prometeu, entre outras coisas, o Arco do Futuro. E, depois de eleito prefeito, nem completou direito seis meses e anunciou que não iria mais fazer. É ruim aguentar desigualdade social? É muito ruim. Igualmente, é ruim aguentar candidato que promete mundos e fundos e quando eleito não cumpre.

  45. Colega Vannelder, se ele prometeu tal arco e não cumpriu, está certo. Não cumpriu e não cumprirá porque na certeza irá prejudicar quem a que seu governo está voltado, ou seja a classe dos menos favorecidos. Se este tal de arco for para embelezamento urbanistico que seria realizado num bairro como os Jardins, que vantagem leva os pobres? É melhor gastar este dinheiro com cestas basicas pros pobres que construir arcos.

  46. Caro colega Vannelder, fui até os sites da sua indicação e constatei que este projeto da região do Tietê, pelo modo de pensar pode perfeitamente ser postergado para um futuro qualquer e eu tenho uma proposta até melhor. Se o governo do Alckmim tiver a humildade de aceitar a participação da prefeitura na conclusão do Rodoanel relacionado a mesma região, ou seja o trecho norte não precisará de gastar esta verba neste arco do futuro e além disto é mais fácil a construção se pensarmos em transito por exemplo. Esta obra (o Rodoanel),vai aliviar o transito caótico das marginais pois o maior problema nestas marginais são os caminhôes que ocupam varias faixas de pista no pico do transito. Portanto não é premente esta obra e tem solução bem mais simples e até dispensável. Eu penso que citá-la como inépcia ou promessa näo cumprida do notável prefeito Hadad é perda de tempo e não serve de base para denegrir o trabalho dele. Portanto esqueça disto, estamos agora com uma premissa maior, ntirar o Alckmim do governo porque ele não cumpriu a promessa de reduzir os valores dos PEDÁGIOS isto sim, se constitui numa inépcia e má gestão (palavra feia porque os tucanos não cumprem com a promessa) e isto sim, é inconstitucional e serve de alavanca para o aumento da inflação que constitue má gestâo.

    1. Caro Mario,
      é só você mandar um comentário com os tes argumentos que eu publico, assim como já saíram vários outros criticando o aumento.
      Abraços,
      Ricardo Kotscho

  47. Mário, acho que há uma fragrante contradição no que dizes; voce quer se referir que as razões são em sentido contrário da sua afirmativa. Há, isto sim, milhões delas em favor da sua aplicação da majoração do IPTU. A principio se formos enumerar o espaço será pequeno a favor do aumento. O negócio é tão abrangente que começa pela súde a deságua na segurança, além da justiça social agora colocanda em segundo plano só para te satisfazer. E como a prefeitura está saneando os mal feitos, poderá começar a sobrar dinheiro e até poderá reduzir ainda mais a taxa dos impostos, que tal? Pros ricos, amigão não tem saida nenhuma, nem com ações judiciais porque lhes sobra dinheiro. Já que a CPMF não foi aprovada e não está em prática por culpa dos espertalhões, agora talvez, se estivesse em vigor esta CPMF nem precisaria aumentar a taxa de imposto, já começou a sobrar razões do aumento e do porque ele está sendo aumentado. Os ricos com a derrota da CPMF é que sairam derrotados porque agora vai lhes ser cobrado o que deixaram de pagar quando eliminaram a CPMF. Amigão, é do couro que se faz a correia. Pense um pouquinho mais e poderá descobrir um mundo de razões a favor do aumento deste IPTU.

  48. “Realmente Ricardo,os bilhões ou trilhões que sempre se arrecadou em cima de todos nos com o nome de IPTU nunca foi,não vai e nem irá para subdisiar o *transporte*,é para encher os bolsos dos mesmos desde que esse imposto foi inventado”.
    “E O POVO?
    RESPOSTA:O POVO É DETALHE”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *