O pior jogo de futebol já visto desde Charles Miller

O pior jogo de futebol já visto desde Charles Miller

Charles Miller, filho de um pai escocês, Johan D´Silva Miller,  e de uma mãe brasileira de ascendência inglesa, chamada Carlota Fox, nasceu perto da estação ferroviária do Brás, um bairro industrial e operário de São Paulo na época. Aos dez anos, foi estudar na Inglaterra, segundo o Wikipédia, que conta:

“Ele retornou ao Brasil em 18 de fevereiro de 1894 para trabalhar na São Paulo Railway, como seu pai, tornando-se também correspondente da coroa britânica, e vice-cônsul inglês em 1904. Trouxe na bagagem duas bolas usadas, um par de chuteiras, um livro com as regras do futebol, uma bomba de encher bolas e uniformes usados”.

Desde então, quando Charles Miller trouxe o futebol ao Brasil, acho que a bola não foi tão mal tratada como no clássico entre São Paulo e Corinthians, que empataram em o a o, nesta tarde de domingo, no Pacaembu.

Claro que não vi todos os jogos de futebol nestes mais de 100 anos, já que tenho um pouco menos, mas com toda certeza este foi um dos piores jogos de futebol já vistos no país desde que Miller trouxe as primeiras bolas para cá.

Ainda bem que ele já morreu faz tempo e não viu o vexame que nós assistimos pela televisão, com dois times jogando para não perder e não ganhar, os goleiros só assistindo ao jogo e um monte de manés batendo cabeça no meio do campo. Foi uma sacanagem. Deveriam ter avisado antes que não estavam afim de jogar pra gente não perder nosso preciso tempo de domingo à tarde.

O vídeo-tape deste jogo deveria ser guardado nos museus do futebol para mostrar como não se deve jogar bola.

Desta vez, depois de oito derrotas seguidas, o São Paulo não perdeu, mas o Corinthians, campeão do mundo, o melhor time do país, também deu vexame. Zero a zero não foi só o resultado, mas a nota merecida pelo que os dois mostraram em campo.

11 thoughts on “O pior jogo de futebol já visto desde Charles Miller

  1. Concordo em gênero, número e grau. O conservador Tite (defender até a morte) deu sorte nas conquistas corintinanas (poderia ter levado goleada no mundial não fosse nosso amigo Fernando Torres). Insiste em táticas superadas e não renova nem dá chance aos não-amigos… Neymar, no Corinthians, continuaria no limbo onde ficam jovens atletas com mais pique que os bois carreiros que Tite mantém em campo…. insubstituíveis, ainda que mancos!!!

  2. O que Juvenal Juvêncio e Geraldo Alckmin estão esperando para pedir o boné e cuidar da vida? Esses dois não se reelegem mais nem para Síndico de Cortiço…

  3. O jogo foi horrível, o time do São Paulo mais horrível ainda e para deixar a coisa ainda mais feia, o Kotscho ilustra seu post, de um jogo que terminou zero a zero, com os corintianos comemorando um gol… Assim não dá!

  4. Calma sãopaulinos. O São Paulo jogou corretamente. Um time que vem perdendo a quatro jogos um empate contra o Corinthians vale como uma vitória. O campeonato é longo. O São Paulo ainda vai se recuperar e vai chegar entre os melhores. Sou santista mas fiquei contente com a derrota do Santos frente a Ponte Preta. Não quero ver a Ponte Preta rebaixada novamente.

  5. É…meu amigo RK, nosso SPFC não anda bem das pernas e a diretoria só sabe contratar novos técnicos desde a saída de Muricy, (com o Ricardo Gomes já contratado). Acham que trocando de técnicos estão ”reforçando” o time. Contrataram Lúcio, Ganso, Fabuloso, etc. que não aguentam nem andar, quanto mais correr. Vendem um craque como Lucas e contratam pernas de pau. Agora em passos largos caminham para a ”segundona” e querem apoio da torcida. Só não perdemos ontem, porque os três pernas-de-pau, não jogaram. Olhe na tabela de classificação e vejam o vexame, quantos jogos não ganham! Quantos técnicos mais pensam em trocar? A torcida já está de saco cheio de Juvêncio e seus pares. Olhe o que diziam no estádio: ”Ô Juvená, já num dá mais prá ti aguentá! – ”Diretô nunca jogô bola, num serve nem prá tocá viola” Presidente já chegou a sua hora, pede prá tirá a cuéca, pegue seu boné e vai te embora. Não tem aguente essa diretoria, que dá tanto vexame e ainda riem…Vai prá casa Juvenal…!

  6. …não vi o jogo, mas, até eu um torcedor atípico ficaria sem saber o que fazer diante desta partida.
    Não sou fanático por nenhum time. Gosto do futebol por ser um esporte coletivo e onde mais acontecem expontaneidades. Torço pelo Santos, porém vejo quaisquer partidas com as mesmas emoções.
    Qualquer jogo, para mim se torna uma grande diversão. Começo por escolher um dos times para iniciar minha torcida, quando este marca um gol, vibro com ele, e, imediatamente passo a torcer pelo outro time, se este empata, volto a torcer pelo primeiro time, e assim vou até o final do jogo, emoção pura nos 90 minutos, de forma que meu time sempre termina perdedor.
    Na política sou diferente torço sempre pra quem esta ganhando, no caso o PT futebol clube.

  7. O pior de tudo é ter que aguentar comentários durante o jogo do tipo:espetáculo,jogão,etc.Sentado em um barranco aqui na varzea em SBC vejo coisa melhor.Só consegui ver vinte minutos,depois dormi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *