Devolve o cachê do hospital, Ivete

Devolve o cachê do hospital, Ivete

A cantora Ivete Sangalo recebeu nesta quarta-feira o cachê de R$ 650 mil _ sim, o leitor leu direito, o valor é esse mesmo _ pago pelo governo do Estado do Ceará pelo show que ela fez na inauguração do Hospital Regional da Zona Norte, em Sobral, reduto político do governador Cid Gomes e de seu irmão Ciro.

Agora, o Ministério Público de Contas do Ceará informou que vai pedir a devolução do cachê aos cofres públicos.

O procurador de Contas do Ceará, Gleydson Alexandre, denunciou o caso como abuso, apresentando uma lista com os valores cobrados por Ivete Sangalo em outras cidades, que ficaram entre R$ 400 mil e R$ 500 mil, o que já não é pouca coisa.

O processo para evitar o pagamento foi arquivado pelo Tribunal de Contas do Estado, no dia 16 de janeiro, mas Gleydson apresentará recurso na volta do recesso do Judiciário cearense, no próximo dia 5 de fevereiro .

O governador Cid Gomes justificou a despesa porque “o povo precisa de diversão” e criticou o procurador. “O que é o Ministério Público de Contas? É um garoto que deseja aparecer e fica assim criando caso”.

O procurador respondeu que o governador “não tem o menor respeito pelas instituições democráticas” e anunciou que vai aguardar o julgamento do recurso que será analisado pelo plenário do Tribunal de Contas do Ceará.

Enquanto a Justiça não decide quem tem razão, o que não costuma ser rápido, tenho uma sugestão. Para evitar que o governador e o procurador continuem batendo boca por conta do rico cachê, provocando desgastes à sua imagem, que tal Ivete Sangalo tomar a iniciativa de devolver o dinheiro (descontadas as despesas de produção e viagem), que poderia ser aplicado, por exemplo, numa ala infantil do novo hospital?

A doação seria registrada numa placa de bronze na entrada do hospital com o nome da cantora, que assim certamente ganharia novos fãs e a gratidão eterna dos moradores de Sobral.

O caso Ivete levanta a questão sobre as fortunas pagas por prefeituras e governos estaduais para promover shows de artistas famosos, torrando o dinheiro que falta em outras áreas, em especial no nordeste assolado por mais uma seca.

 

 

 

18 thoughts on “Devolve o cachê do hospital, Ivete

  1. Casos como este – Shows pagos com DINHEIRO PÚBLICO. Os responsáveis são os EL CIDS!.Há bem pouco tempo a ÉTICA, a MORAL foram enterradas na politíca((?) brasileira.Quanto a excelente cantora baiana – Fez o seu trabalho.Não cabe a mesma investigar a origem do dinheiro.Desculpe-me , R. Kotscho, eu penso assim.

  2. Não é de hoje que existe a prática de dilapidar recursos públicos promovendo à custa do erário shows musicais para entreter as massas, Kotscho. Dá bem a medida da canalhice e falta de noção de grande parte dos governantes eleitos.

  3. Muita gente queria saber o porque a Ivete participou da manifestação dos “Canseis”, isso mesmo, aquela que foi um fracasso e agora ficou bem mais claro o porque. Deve ser uma criadora de gado ou fazendeira que nem a Regina Duarte medrosa do Lula, aliás ambas morrem de medo do Lula e agora também da Dilma. Aos poucos vão sendo exclarecidos os que querem só faturar não importando de onde vem a grana. Vejam bem até onde vai a audácia, cobrar essa grana toda para um show de inauguração de um hospital público? Fiquei também estarrecido com os governantes que pagaram essa exobirtancia. por outro lado há aristas tão bons quanto ela que poderiam fazer um show (era necessário?) até de graça.

  4. Completanto o comentário anterior – Voce,nobre jornalista garante,que se esse valor fosse devolvido ao “governador” – O mesmo empregaria em benefício do povo, ou dos pacientes deste hospital?.Possivelmente noutra oportunidade o ilustre governador, com o mesmo dinheiro contrataria novos artistas para outra inauguração.Quem sabe, até mesmo o nobre e excelêntissímo dep.Tiririca e seu colega parlamentar senador Suplicy.Estes sim,tem méritos e talentos de sobra, para serem contratados pelo triplo do valor pago a cantora Yvete Sangalo.

  5. A Ivete Sangalo é uma profissional competentissima. Ela foi contratada para fazer o espetáculo. Ela fez o espetaculo. Qual o erro? O erro é dos politicos que a contrataram. Com serteza ela pagou os impostos devida pelo valor recebido. Não vejo nada errado. Em vez de queimar os politicos corruptos que a contrataram ficam tentando destruir uma proficional serissima, que trabalha e paga seus impostos. Isso é jogo sujo.

  6. nao tenho nenhuma simpatia por Ivete. Mas para que essa agora sobre o governo do ce e a mocinha? Se foi muito. ela devolva ou vá la e faça outro show,desta vez gratis. Tem soluçao se o tribunal nao quer so aparecer.
    E alo, feministas de plantão, nova conquista: o Pentágono (usa) acaba de anunciar que acabou aquela discriminaçao odiosa que mulheres militares nao podiam participar de açoes de combate. Agora elas poderão, ainda nos USA, como direi???… usufruir o direito de matar, morrer e ficar dificientes o resto da vida.

  7. ue, na Virada cultural em sp nao tinha a mesma coisa, diferindo em valores mas com total ate bem maior. E, a proposito, com denuncias de corrupçoes varias com as verbas na secretaria respectiva do sr. kassab? o MP do ceará pelo jeito está bem mais ”durão” que o de Goias por ex. onde um tal “Queda d´agua” adquiriu o Governo tukano do estado quase inteiro e a imprensa nao foi fundo, foi?

  8. Pisou na bola, Ricardo. A Manchete tinha que ser contra o político e não contra a cantora. (E ja que você entrevistou o Henrique Prata e conheceu o Hospital do Cancer de Barretos, pergunte a ele sobre o trabalho dela nessa área)

  9. Sr ou Sra “Hospital do Cancer” 15h48, acabamos de descobrir o que precisavamos sobre o “trabalho dela nesta área”, graças ao post do Kotscho. Uma pouca vergonha o papel deste político mediocre e desta cantorazinha de meia tigela. Parabéns, Kotscho !!!

  10. Sr. Victor Hugo, por um erro do site e não meu, o post sobre o trabalho dela no Hosp Cancer de Barretos saiu com o nome errado. Mas antes de falar se informe: É uma ala de atendimento infantil GRATUITO para milhares de pacientes-ano, com instalações modernas (alias mostrada na reportagem do Ricardo na revista Brasileiros) além de vários onibus equipados com equipamentos e profissionais para dtecção de cancer de mama que circulam pelo sertão nordestino, numa parceria com a Avon . (em tempo: não gosto das musicas dela, sou mais bossa nova)

  11. Caro Sr Sergio, não mudo uma vírgula do que afirmei. É muito fácil doar um percentual ínfimo do que arrecada com shows superfaturados pra aumentar o “IBOPE”. É o que fazem ha séculos Xuxa, “É o Tcahn”, Luciano Hulk, Claudia Leite, e dona Ivete Sangalo, artistas insossos que enriquecem do dia para a noite graças a este esquema que, mesmo não sendo ilegal, é viciado e imoral e não contribiu em nada para a solucão de nossos graves problemas sociais. Lamento sua opinião, mas respeito-a. Abração, Sr Sérgio.

  12. Que o governador é um pavão não resta a menor duvida. Quanto a cantora ela pediu o que achou que valia e ele deu porque quis. Ela não fez nada de errado ou imoral. Em um mundo capitalista não há nada de errado cobrar o preço que se acha ser o certo.

  13. Dada a quantidade de vezes em que a ilustre cantora-performática aparece em canais diferentes de televisão, em um mesmo horário, com a marca “ao vivo”, e sempre com aquele pique energético de fazer corar até aquele jamaicano recordista, cheguei à conclusão que a experiência de clonagem humana já foi realizada – e com sucesso – no Brasil. Ivete Sangalo. Ai, que preguiça!

  14. Será que é realmente necessario gastar todo essa dinheirama em uma inauguração de um hospital? não seria mais util investir esse dinheiro em medicamento e atendimento para a população?, com que cara ficará o governador quando alegar no mes seguinte que a falta de remedio é por falta de dinheiro, dinheiro esse que ele torrou com despesa desnecessaria, eu sou contra esses gastos superfluos, quando há tanta carencia de dinheiro na area da saude, educação, segurança e etc. o poder judiciario, tce, e mpe deveria proibir esses tipos de eventos (festas), desde quando houvesse falta de recursos para os serviços basicos publicos, é por essas razões que a população sofre nas filas dos postos de saude e hospitais publicos, e muitos morrem sem assistencia medica, é preciso punir esses esbanjadores dos recursos publicos, nas 03 esferas do poder,(executivo, legislativo, judiciario, e em todos os seus niveis (federal, estaduais e municipais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *